SlideShare uma empresa Scribd logo
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
6 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
FALECOMAREDAÇÃO/COMERCIAL:373261-9885•3799938-6310•contato@jornalcidademg.com.br •EXPEDIENTE:CRComunicaçãoLtda-CNPJ13.591.966/0001-92|
PraçaCoronelCarlosBernardes,187Sala107-Centro-LagoadaPrata(MG)-35.590-000|EditorChefe:JulianoRossi(MTB12828/MG)-Diretor:EvertonCosta(MTB1589/MG)
-Reportagem:RhaianeCarvalhoeBárbaraFélix|Asmatériasassinadaseoconteúdodosanúncios/informativospublicitáriossãoderesponsabilidadedeseusrespectivosautores.
	 Está em suas mãos a segunda parte de uma trilogia que o Jornal
CidadeestáproduzindosobreahistóriadeLagoadaPrata.Nossoob-
jetivoéofereceraosleitoresumprodutohistóricoeculturalquepos-
savalorizaraspessoasquefizeramefazempartedahistórialagopra-
tense. Por isso o trabalho é feito de forma colaborativa, com a parti-
cipaçãodedezenasdepessoasquesugeriramtemasaseremaborda-
doseforneceramfotosdeseusarquivospessoaisparaqueestapubli-
caçãosetornassepossível.
	 Aprimeiraediçãode“LagoadaPratadeAaZ”foilançadanasvés-
peras do aniversário do município em 2016 e a trilogia se encerrará
em 2018, quando a cidade completará 80 anos. E para comemorar,
publicaremosaediçãofinal,quereuniráoconteúdodasediçõesante-
rioresenovostemasqueserãopesquisadospornossaequipedepro-
fissionais.
	 Eporfalarempesquisa,areportagemdoJornalCidadeseempe-
nhou nos últimos seis meses a consultar livros, revistas, jornais, in-
terneterealizarentrevistascompessoasquecompartilharamconos-
coashistóriasdeseusantepassados.
	 Estaediçãode“LagoadaPratadeAaZ”trazumasessãoespecial
sobreaantigaVilaLuciânia.Trouxemosahistóriadedezenasdepes-
soasquefizeramadiferençanaquelacomunidadeecontribuíram,com
seutrabalhoesuor,paraconstruirumadasmaioresempresasdare-
gião, a Usina Luciânia, hoje Biosev. São histórias que a história ofi-
cialnãocontou.Sãorelatosdeumpovoquesesentiaacolhidoepro-
tegidonaquelelugar.Valeapenaaleitura.
	 Porfim,registrarahistóriadeLagoadaPratapormeiodepeque-
nosverbetestemoutropropósito,consideradospornós,daredação,
muitoimportante.Émostrar,principalmenteaosjovens,queacida-
defoiconstruídaporumpovoempreendedoretrabalhador,quedes-
de sempre se abriu para novas ideias e acolheu moradores de outras
cidadescomosefossemseus,eesseespíritoimpulsionouodesenvol-
vimentoLagoadaPrataquehojepossuiumadaseconomiasmaispu-
jantes da região, grandes indústrias, um comércio arrojado e um se-
torextremamenterelevantequeéformadopormilharesdevendedo-
res autônomos que estão trabalhando em todas as regiões do Brasil
vendendonossosprodutos,fortalecendonossasempresasetrazen-
dorecursosquemovimentamtodosossetoresdenossaeconomia.
	 Aosmaisjovens,ficamosexemplosdaquelesqueempreenderam
evenceramnumperíodopré-internet.Aosmais,digamos,vividos,fi-
caasaudadedetemposmemoráveis,mastambémacertezadequeo
futuropodesertãobomquantoopassado.Dependeapenasdenós.
AGRADECIMENTOS
	 Agradecemosaoempenhodenossasparceirasdetrabalho,asjor-
nalistas Bárbara Félix e Rhaiane Carvalho. Dentre tantos parceiros,
nossosagradecimentosespeciaisaPedroBioró,JaquelineGonçalvez,
Sr.GeraldoJúlio,PrefeitoPauloCésarTeodoro,FátimaCésar,Marcos
Antônio Aparecido e Sandra Teixeira. Aos familiares de muitos per-
sonagens, dedicamos também nosso agradecimentos por nos cede-
reminformaçõeseimagense,principalmente,porconfiaremnosso
trabalhomaisumavez.
Atodosvocês,muitoobrigado.
JulianoRossieEvertonCosta,diretoresdoJornalCidade
FONTESEREFERÊNCIAS
Siteseblogs:JornalCidade,DiocesedeLuz,Lagoadaprata14,LagoaEsportes,GrupoFamíliasdaVilaLuciânianoFacebookeoutros.
Livros: (*)LagoadaPrata.RetirodoPântano/SilvérioRochadeOliveira. –BeloHorizonte:ArmazénsdeIdeias,1998.(*)AHistóriadeLagoadaPrata/AcácioMendes.–Lagoa
daPrata,2003.(*)40AnosdeLagoadaPrata/CirodosSantos.–LagoadaPrata,ClínicaNossaSenhoradeGuadalupe,1980.(*)60AnosdeHistóriadoPoderLegislativodeLa-
goadaPrata–1947a2007/NarcizioCruzNazaFerreiraeRobson RobertoLopes(Org.).–LagoadaPrata,GráficaModerna,2006.
LAGOA DA PRATA,
79 ANOS
Parte 2. A história continua...
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
12 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
AAmérico Silva
	 AméricoEmídioSilvafoiregentedabanda
de música na recepção à primeira locomotiva
chegada à Santo Antônio do Monte no ano de
1915,apósumséculodetersidoinventada,ehá
umanodaestradadeferroterchegadonoPân-
tano (hoje, Lagoa da Prata), que ansiosamen-
te esperava pelo acontecimento. Américo teve
três irmãos que se ligaram à história de Lagoa
daPrata:ArmandoEmídiodaSilva,conhecido
porNenêAmérico,quemontouaprimeirausi-
nahidrelétricaailuminaroarraial.JoséAméri-
coSilvadeumuitoempregoamuitagente,sen-
do proprietário de uma indústria de cerâmica.
O terceiro chamado Amadeu Emídio da Silva,
ou “Nenenzinho Américo”, que ficou conheci-
do por ser um homem forte e trabalhador. Es-
te tinha muita visão para negócios e tinha ini-
ciativa. Em 1946, Nenenzinho Américo, José
Américoeosoutrosirmãoscompraramumter-
reno,umaáreaabrangente,emandaramloteá-
-lo,dando-lheonomedeAméricoSilva,umdos
maioresbairrosdacidadedeLagoadaPrata.
ÁrvorenoMeiodaRua
	 NaruaCeará,nobairroNossaSenhoradas
Graças,maisconhecidacomo“Peteca”,háuma
enormeárvorenomeiodarua.Aárvorepossui
umtroncogrossoeumacopaqueproporciona
muitasombraaosmoradoresvizinhos.Recen-
temente,aoseuredorforamconstruídasmure-
tascomobjetivodedemarcarolugardaárvore,
que é como um xodó para os moradores da re-
gião.
AssociaçãoAmérica
	 AAssociaçãoAméricaFutebolClube(AAFC)éumgrupodeamigosquesereúneparajogarfutebol
nasmanhãsdedomingoemLagoadaPrata.Fundadaem1988,aentidadepossuiumcampopróprio
muitobemcuidado,comirrigaçãosubterrânea,consideradoumdosmelhoresdaregião.Em2017,o
SucatarecebeuavisitadaAssociaçãoVeteranosdeAraçá,deVilaVelha/ESparaduaspartidasamisto-
saseposteriormente,nomêsdenovembro,viajouaoEspíritoSantoparafazerosjogosdevolta.
	 Natural de Santo Antônio do Monte, filho
de Antônio Carlos de Castro Madeira e Maria
José das Chagas Madeira, Antenor casou-se
com a neta de Joaquim Gomes Pereira (Titi), a
senhoraDulceBernardesdasChagasMadeira.
Antenorfoiumdosgrandesbenfeitoresdaan-
tigaSantaCasadeMisericórdiadeLagoadaPra-
ta.Comomédico,ajudoubastante,poisnãoha-
via nenhum residente naquela época e ele pre-
encheu essa lacuna. Antenor Chagas Madeira
foi eleito vereador por duas vezes, a primeira
em 1947, porém fora substituído por Raphael
Ribeiro de Resende, e uma reeleição em 1951,
quando também foi substituído, desta vez por
FranciscoJoséOliveira.Emhomenagemaseus
feitos em prol da cidade, seu nome foi dado a
umaruanoBairroMarília.
ANTENOR
CHAGAS MADEIRA
All Black Pub
	 Inaugurado em 2015, o bar All Black é um
dos pontos de diversão da cidade de Lagoa da
Prata. Rafael Figueiredo, Fernando Sallum e
Bruno Valadão foram os empreendedores que
trouxeram este conceito de bar para a cidade.
AllBlackéumdosbaresmaisrequisitados.Com
seuestilo“rock”emoderno,éumexcelentepon-
todeentretenimentoparaseencontrarcomos
amigoseapreciarosmaisdiversosdrinks.Obar
está situado na Rua Olegário Maciel, 447, no
CentrodeLagoadaPrata.
Adircilene Batista
	 AdircileneBatistaeSilvaénaturaldeEstre-
ladoIndaiá/MG.FilhadeLerySilvaeMariaVi-
tória Silva. É professora de Português com es-
pecialização em Direito Educacional, Metodo-
logiadoEnsinodaLínguaPortuguesa,gestora
emDireitosHumanospelaUniversidadeFede-
raldeViçosaeGestoraemEducação.Escritora,
ensaísta, organizadora de diversas coletâneas
decontos,crônicasepoesias.Éautoradoslivros
“AMeninaeaPoesia”,“SonhosdePoeta”.Parti-
cipoueorganizouas“Coletâneas:LagoadaPra-
taemProsaeVersoIeII”, “100AnosdoConga-
do”, em parceria com Dr. Ciro dos Santos, en-
tre outros. Em 2016, Adircilene recebeu o tro-
féuCarlosDrummonddeAndradeeotítulode
cidadãhonoráriaemLagoadaPrata
REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA
ARQUIVO PESSOAL
DIVULGAÇÃO
BÁRBARA FÉLIX
ARQUIVO ASSOCIAÇÃO AMÉRICA
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
16 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
B Bar Lagoense
	 Em1902foiconstruídaeinauguradaaprimeiracasacomercialdeLagoadaPrata,quetinhao
nome de “Loja do Povo”. Atrás do comércio se localizava a casa residencial do dono, Joaquim Go-
mes Pereira, também conhecido por Titi. Com o passar dos anos, esta casa comercial se transfor-
mounofamosoBarLagoense,queduroumuitosanos.
Boavia Auto Center
	 Inaugurado em junho de 2016, o Boavia
AutoCenterestáseconsolidandonaregiãoco-
moreferênciaemcentroautomotivo.Fundada
porMarceloLacerdaeWilsonSilva,aempresa
oferece soluções aos proprietários de veículos
comosserviçosdealinhamento,balanceamen-
to,mecânica,suspensão,trocadeóleo,trocade
pneus, escapamentos, freios, caixa de câmbio
tudoemumsólugar.NoBoaviaAutoCentero
clienteéatendidocomrapidezporprofissionais
especializados.Emumaconfortávelsala,omo-
toristapodeacompanharamanutençãodoseu
veículoenquantoassistetelevisão,lêjornaisou
revistasetomaumcafé,numambienteconfor-
táveleclimatizado
BomBar
	 Inauguradoemmarçode2016,oBombaré
umaatraçãoàparte,sendoumdoslugaresmais
requisitadosdeLagoadaPrata.Olocal,ondean-
teseraumaresidência,setornouumambiente
aconcheganteeestiloso,comtrêsáreasdistin-
tas,todasdedicadasàpreferênciadecadaclien-
te. As áreas são a entrada; a área interna, mais
aconchegante e discreta; e também a área dos
fundos,quepossuiumapiscinaemesasaoseu
redor. O Bombar está situado na rua Olegário
Maciel,228nocentrodeLagoadaPrata.
Bar do Mizael
	 DirigidopelosproprietáriosVandaeMiza-
el, situado na rua Alexandre Bernardes Primo,
1613, no bairro Américo Silva, o Bar do Miza-
eléumdosmaisrequisitadospeloslagopraten-
ses.Umbardefamíliaprontoparareceberfamí-
lias.OBardoMizaelébemreconhecidoporser
aconcheganteesossegado,perfeitoparaumen-
controcasualcomosamigos.Obartemgrande
destaqueenosúltimosanosparticipadoreno-
madoevento“FestivaldoPeixe”
	 Nopassado,LagoadaPratacontoucomme-
moráveis conjuntos musicais, com membros
conhecidosnasociedadelagopratense.Dentre
eles:OsInvejáveis,tendoItamarnocontra-bai-
xo,JCnaguitarrasolo,nabateriaPinguim,Lui-
zinhonaguitarrabaseeoritmistaZéGordo.O
primeiro conjunto eletrônico de Lagoa da Pra-
ta,quedepoissetornoua“SuperJC7”,comal-
gunsmembrosnovosealgunssemantiveram.
	 Super JC7, que foi um renomado conjun-
tomusicaldaquelaépocadeinovaçãodamúsi-
camundialedaeraTheBeatles,PinkFloyd,Os
Incríveis,TheJordans,Pholhas,RollingStones
edasmúsicasdosanos70.
	 A partir da Super JC7 foi criada uma no-
va banda, Os Ronitons. O conjunto era forma-
doporMarcelo,Nêm,Luizinho,Pinguim,José
Gordo, ItamareMozart.
BANDAS DE
LAGOA DA PRATA
ARQUIVO
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
BÁRBARA FÉLIX
FOTOS: SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
18 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
C
Claret
	 AntônioClaretRezende,maisconhecidoco-
moClaret,éumhomemvisionárioeumtraba-
lhadorexcepcional,queexerceseutrabalhona
agência bancária Sicoob Crediprata, onde é di-
retor do conselho administrativo, com trans-
parênciaecomprometimento.
Claretesteveàfrentedediversosmovimentos
emproldeLagoadaPrata,comoo“DiaC”,que
tevecomobjetivocooperaçãoentretodospara
manteracidadedeLagoadaPratalimpaeagra-
dávelparaviver.
Cobeb
	 Em Divinópolis, no ano de 1952, uma firma comercial chamada Moreira Gino Ltda era dona
deumafábricadebebidasqueestavaavenda.LucianodeCastro,ex-combatente,interessou-see
junto a um ex-companheiro de lutas na FEB ,Oswaldo de Freitas, e também a José Armando Te-
óphilo compraram a fábrica. Eles montaram o empreendimento na rua Paraná, 88, e um depósi-
toparaapresentaçãodosprodutosnaAv.Brasil.Osdonostinhammuitavontadedeveraempre-
sacresceretrabalharammuitoparaisso.Fabricandorefrigerantesecomercializandooutrasbebi-
das,aempresaestavasedesenvolvendo;osprodutoserambemaceitospelopovo.Porém,aMogi
foivendida,passandoparaPaulodeCastroeJoséVital.Poucodepois,foitransferidaparaCarlos
BernardesdeOliveira.Aempresacontinuouoseuprocessodeproduçãocomprogresso,masalte-
raçõesforamfeitasepassouatersócios.Emmeioareviravoltasnadireçãodaempresa,elafoide-
sativadaemudançasforamfeitas,passandodeindustrialparacomercial,assimnasceuaComer-
cialdeBebidasdoBrasil–COBEB.
Correios
	 FoicriadaumaagênciapostalemLagoadaPrata,
sobosmantimentosdaPrefeitura,ondeAvelinaMa-
ciel era agente, titular do serviço. A agência funcio-
nou por muitos anos, e era onde hoje em dia é o So-
lar Hotel. Em 1919, o telégrafo chegou pela estrada
de ferro, assim, facilitou a comunicação para todos.
Após a emancipação do município, a agência postal
passouaprestarserviçosdetelégrafo,transforman-
do-seemAgênciaPostalTelegráfica.Noentanto,em
1993, com a modernização, transformou-se no sis-
tema operacional dos Correios, uma franquia deno-
minada“ACF=SOLER”,prestandoserviçosdeforma
satisfatóriaconformenovosmétodos.
Café Prata
	 NaRuaJoaquimGomesPereira,ondehavia
umacasaemquesefabricavamanteiga,aanti-
ga“SoaresNogueira”,JeffersonRibeiroNetoe
EliMacielmontaramumatorrefaçãoem1966.
OCaféPrata,queerasaborosoeopreferidopor
muitagentedurantemuitotempo,passoupor
problemasdeordemtécnicaqueimpediramsua
continuação, assim, foi desativada tempos de-
pois.
LINDOMAR FOTÓGRAFO
ARQUIVO
IMAGEM ILUSTRATIVA
BÁRBARA FÉLIX
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Além de educar formou
muitas educadoras.
Lecionou, foi inspe-
tora, diretora de escolas
públicas e criou a primeira
escola particular de Lagoa da
Prata: O Colégio “Colibri”. Sua
escola sempre foi referência em
qualidade na cidade e mais
inovadora na região. Com sua
política educacional clássica e
erudita, conquistou diversos
prêmios, lugares de destaque
nos vestibulares e no ENEM.
Dona Conceição foi casada com
o Sr. Lázaro Santos de Oliveira
por 57 anos. Ele faleceu há 9
anos. Teve um único filho,
Rommel, que infelizmente
faleceu em 07/01/2010,
deixando a viúva Inês e dois
filhos: Henrique e Mônica.
Dona Conceição é formada em
Pedagogia e vocacionada às
Letras. Lecionou português no
Curso Supletivo que ela fundou
para que os alunos não
precisassem sair fora de Lagoa
da Prata para estudar, foi
professora no Jacinto Campos,
diretora no Virgínio Perillo que
hoje é o Teotônio de Castro, foi
diretora da escola Dona Tilosa
que hoje é o Alexandre
Bernardes. Em 1976 criou sua
própria Escola infantil que foi
crescendo e hoje é o Colégio
ÁguiadePrata.
Dona Conceição é conhecida
pela seriedade com que levou a
educação e pela forma com que
comandou sua equipe de
professores e funcionários.
Adora o movimento de alunos e
oambienteescolar.
Atualmente está afastada de
suas funções e a direção do
Colégio Águia de Prata foi
assumida por sua nora Maria
Inês.
Maria Inês Reis Pires nasceu
em Brasília, conheceu Rommel
no antigo Oeste Estrela Clube,
apresentada por Claudine
Valadão em julho de 1985.
Dona Conceição diz para as
amigas mais íntimas que Inês é a
filha que ela não teve. Com a
sogra – mãe, Inês aprendeu a
amar a educação. Por isso não
teve dificuldades em continuar
o trabalho. Assim que criou os
Ensinos Fundamental e Médio,
Dona Conceição convidou a
Dona
Conceição!
CARINHOSAMENTE
Ela está com 88 anos bem vividos
e dedicados a nobre missão de
educar.
é conhecida
por todos
como...
nora para ajudá – la na escola.
Em 1997 a assistente social,
concursada da prefeitura,
começaassimsuacaminhadana
educação. Dona Conceição
aconselhou a nora a fazer
pedagogia e assim ocupar um
cargo de coordenadora
pedagógicanocolégio.
Quando a Universidade de
Itaúna abriu alguns cursos em
Lagoa da Prata, Inês cursou
pedagogia. Foi uma aluna
exemplar e ocupou por mérito,
o cargo de Supervisora do
ensino médio. Logo que ocupou
o cargo, a dupla buscou avançar
na qualidade, sempre em busca
de parcerias com sistemas, os
mais qualificados a nível
nacional. E como uma “Águia”
Inês alçou seu vôo. Com a
consciência do dever cumprido,
sem pompas e cerimônia,
naturalmente, como as Águias,
é feita a transferência do cargo
da direção, de dona Conceição,
para Inês. Ela entregou a missão
parasuanora– filhaapós quinze
anos de aprendizado. Inês
passou sua infância na fazenda
deseupaisemIbiáeemBrasília,
onde morava. Sua mãe foi
professora e foi dela também
que recebeu uma grande
influência de amor e dedicação
à educação. Estudou em boas
escolas e quando concluiu o
ensinomédioprestouvestibular
na PUC Minas em 1984 e lá
cursou Serviço Social. Passou no
concurso da prefeitura em 2°
lugar e trabalhou durante 15
anos. Passou em 1° lugar no
concurso do fórum mas já
estava com Dona Conceição nos
trabalhos do Colégio. Trouxe na
sua bagagem profissional o
amor e a generosidade dos
assistentes sociais. Fez duas pós
graduações na PUC. A primeira
em políticas públicas e políticas
sociais e a segunda em serviço
social aplicado ao Poder
Judiciário.
Desde 2011, assumiu a
direção da escola e desde então
percorre com audácia, amor e
carinho as experiências
deixadaspelasogra.
A diretora dedica seu tempo à
escolafazendo cursosdegestão,
de relacionamentos inter-
pessoais,viajasempreembusca
de cursos para melhorar a
qualidade do ensino do Colégio
Águia de Prata, trazendo
novidades para a equipe
pedagógica. Inês gosta de
estudar, reformar a escola,
plantar e conversar com os pais.
Conhece cada aluno e suas
histórias. Ama adolescentes,
crianças e idosos. Cuida da
sogracomzeloecarinhodeuma
filha. Mônica a primeira filha
formou – se em Engenharia na
U F O P e H e n r i q u e e stá
terminandoocursodeDireito.
Dona Conceição e Inês são
duas grandes educadoras e são
orgulho para o povo de Lagoa da
Prata.
22 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
D
Dr.TomázdeAquino
	 DoutorTomázdeAquinoResende,nascido
emSantoAntôniodoMontenoanode1958,é
filhodeJoséResendeGontijo.CasadocomElzi-
raMariaCostaResende,comaqualtevedoisfi-
lhos,AndréCostaResendeeCarolinaCostaRe-
sende.Graduou-seem1985emDireitopelaFA-
DOM,atuoucomoadvogadode1986até1990,
quando foi aprovado no concurso para Promo-
tordeJustiçaemMinasGerais,exercendoocar-
gopor23anos.FundounoMinistérioPúblicoe
também coordenouoCentrodeApoiodasPro-
motoriasdeFundaçõeseEntidadesdeInteresse
SocialdeMinasGerais,sendoassimumimpor-
tante instrumento em prol da sociedade. Tho-
máz recebeu o título cidadão honorário de La-
goadaPrata,ondeteverelevantesinterferências
a favor da cidade, como a construção da APAC.
Atualmente,atuacomoadvogadonoescritório
onde é sócio, denominado Tomáz de Aquino,
Costa Vilar Sociedade de Advogados e é o atu-
alProcuradordoMunicípiodeBeloHorizonte,
onderesideatualmente.
Denilson Escritor
	 DenilsonEugênioGomes–conhecidocomo
TucaouDedé,nasceuemLagoadaPrata,em12
de abril de 1974. Filho de José Carlos Gomes e
Ana Lúcia Gomes, ele começou a escrever em
1991,tendoseutalentodescobertopelopároco
daépocaJoséPimenta,queatuavanaigrejaSão
CarlosBorromeu.Eletambémobteveapoioda
EscolaEstadual HelenaAparecida–APAE,on-
de estudou durante a sua infância. Seus livros
“MeuJeitodeseredeviver”,“CançãodoAmor
Maior“e“SonhosdeumPoeta”,podemseren-
contradosnaBibliotecaMunicipal.
Dr. Sanábio
	 Eduardo Sanábio, nascido em Formiga no
ano de 1955, atua em Lagoa da Prata como of-
talmologista com reconhecimento regional.
Graduado em medicina, se especializando em
oftalmologia, optou pela carreira médica por
influênciadeseupai,quetambémeramédico.
Dr. Sanábio estudou em Itajubá/MG e fez sua
residênciaemSãoPaulo.Eduardoécasadocom
Laura Maria Pires Gomes e é pai de três filhas,
Thaís, Mary e Simone. O médico é reconheci-
doporseutrabalhoexcepcionalnascidadesde
Lagoa da Prata e também em Arcos/MG, onde
moraatualmente.
Dr. Ailton Silva
	 Natural de Dores do Indaiá, Ailton José Silva, nasceu em 31/07/1961. Mudou-se para Lagoa
em 1983, um dia antes da inauguração da agência do Banco do Brasil, onde trabalhava. Moran-
doemLagoahátrintaequatroanos,Ailtondizqueamaacidadedesdequesemudou,tendoaqui
inúmerosconhecidoseamigos.Graduou-sepelaFaculdadedeDireitodoOestedeMinaseépós-
-graduadoemDireitoPúblicopelaUniversidadedeSeteLagoas,emDireitoEducacionalpelasUni-
versidades Claretianas, de Batatais, Estado de São Paulo e tem mestrado em Aspectos Bioéticos
Y Jurídicos de La Salud - Bioética, pela Universidad Del Museo Social, em Buenos Aires, Argenti-
na.Atuouemdiversascidadesdeváriosestadosdopaíscomasprincipaisáreasdeespecialização,
alémdaBioética,DireitoEmpresarial,DireitodeFamíliaeSucessões,DireitoPossessório,Direito
BancárioeRelaçõesdeConsumo.ExercetambémtrabalhovoluntáriocomoPresidentedaSubse-
çãodaOABemLagoadaPrata,ondefoiPresidentenoperíodode2001a2009eatualmenteexer-
ce mandato entre 2016 e 2018. Doutor Ailton é casado com a médica Indramara de Melo Pinto e
temumfilho,BrunoSilvaNogueira.
Divinal FM
	 A Rádio Divinal FM 93,7 é uma das rádios
maisouvidasemLagoadaPrata.Comtodauma
gamaexcelentedeprogramação,indodojorna-
lismo ao lazer com as músicas sertanejas, que
éogênero maistocado.Sejaduranteamanhã,
tardeounoite,oouvintetemseulugar,princi-
palmente o quadro “Boca no Trombone”, que
propicia ao ouvinte manifestar os problemas
sociais enfrentados em Lagoa da Prata ou até
mesmoapreciartrabalhosdoslíderesdacidade!
ARádioDivinalestá 24horasnoarcommuito
sucessoeinformação.
LINDOMAR FOTÓGRAFO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
23JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
Diva Marilda Melo
	 NaturaldeLagoadaPrata,aeducadoraDi-
va Marilda Melo, ou Dona Diva, como passou
aserchamadaapóssetornardiretoradaEsco-
la Estadual José Teotônio de Castro, é mãe de
dois filhos, Flávia e Silas. Antes de ser direto-
ra de uma das escolas mais bem requisitadas
de Lagoa da Prata, Diva era professora de ma-
temática,porémfoinadiretoriaqueelasetor-
nouinesquecívelparaosalunos.DonaDivaze-
lava e dirigia a escola com todo profissionalis-
moecarinho,cométicanotrabalhoeamorpe-
laprofissão,assimficounadireçãodaE.EJosé
TeotôniodeCastropormuitosanos,atéseapo-
sentar.
Dr. Roberto
	 NascidoemAlémParaíba/MGnoanode1950,RobertoMeloGomes,oDr.Roberto,veiopara
Lagoa da Prata no ano de 1973. Graduou-se em medicina na Universidade Federal de Juiz de Fo-
raem1970efezresidênciamédica.Criadosemopai,eleeoirmãolutaramatéconseguiremven-
cer. Antes de se tornar médico, atuou em outras áreas, sendo motorista de caminhão, vendedor
ambulanteeenquantoestudavamedicina,lecionoubiologiaequímicaemcursinhoseescolasde
Juiz de Fora/MG e Além Paraíba/MG. Casou-se com sua primeira e única namorada, Lúcia Hele-
na,comaqualtemtrêsfilhos,Roberta,RafaelaeRobertoJúnior.Rafaela,suafilha,lhedeuduas
netas pelas quais tem muito zelo, Carolina e Isabela. Agora, especialista em cirurgia geral e clíni-
ca geral, com 41 anos de profissão, atua em seu consultório na Rua Alexandre Bernardes Primo,
1184,etambémnoHospitalSãoCarlos.
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
26 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
E Ex-combatentes
	 A galeria foi criada em homenagem aos ex-combatentes que estiveram na Segunda Guerra
Mundial da Força Expedicionária Brasileira (FEB), através da resolução 373/2000, de autoria do
AntônioAlvesdeMiranda,em2demaiode2000.Confiraosnomesdosex-combatentesdagale-
ria:AmericanodoSul,ArthurBernardesFilho(Ex-vereador),LucianodeCastro,OsvaldoBernar-
desLobato,OsvaldodeFreitas(ex-vereador),RomeuBernardesLobato,JoaquimBernardesGua-
dalupeePaulodeCastro.
EnéasMartinsBorges
	 Filho de Severino Martins Borges e Rosa
Bárbara,umadasmaistradicionaisfamíliasde
SantoAntôniodoMonte,EnéasBorgesdesen-
volveuimportantetrabalhosocialemMartins
Guimarães,distritodeLagoadaPrata,quando
seelegeuvereador.Umhomemidealista,dinâ-
mico e empreendedor, que se elegeu vereador
paraa1ªlegislaturadeLagoadaPratae,certa-
mente,foiomaiorbenfeitordeMartinsGuima-
rães.Nesteaspecto,obteveajudadefamiliares
eamigosparaergueraMatrizdodistritoeailu-
minoucomenergiavindadesuapequenahidre-
létrica, da fazenda onde morava. Um cidadão
exemplar, que amava sua pátria e os brasilei-
ros. Enéas foi vereador na primeira legislatura
domunicípiodeLagoadaPrata,quefoiemanci-
padonodia27dedezembrode1938.Destacou-
-sepelaapresentaçãodeprojetossociaisimpor-
tantesparaomunicípiodeLagoadaPrata,mas
especialmente para o distrito de Martins Gui-
marães. Conseguiu viabilizar obras de expres-
são, como a construção da Igreja Matriz, esco-
la pública, cemitério, campo de futebol e ener-
giaelétrica.
Elvis Almeida
	 ElvisEzequielAquinodeAlmeida graduou-
-seemDireitonoanode2004,comespecializa-
çãoemDireitoPúblicopelaPontifíciaUniversi-
dadeCatólicadeMinasGeraisem2006.Atual-
mente atua na Procuradoria Municipal de La-
goadaPrataetambémemcausasparticulares,
normalmentenasáreasdeDireitoPúblico,co-
mo Direito Administrativo, Tributário e Am-
biental. Além de suas atuações na advocacia,
Elvis Almeida é um amante da música, tendo
parte dessa paixão a influência de seu pai, que
eraacordeonista.Aos14anos começouatocar
violão,porémqueriamesmoeratocarumagui-
tarra.Elviséumguitarristareconhecidonacio-
nalmenteefoipatrocinado(endorsement)pela
marcaStrinberg.Atualmenteatuatambémco-
moprofessornaUNAdeBomDespacho.
Elza Bernardes
	 A conterrânea Elza Bernardes, dentre vários estudantes
da primeira turma que se formou na Escola Jacinto Campos,
concluiu o curso com distinção, sendo considerada aluna no-
ta10,em1930.Elzafoiaprimeiraprofessorademuitoscida-
dãoslagopratenses,umdelesoescritorSilvérioRocha.
E. M. Afonso Goulart
	 EmhomenagemaoProfessorAfonsoGou-
lart,quelecionavahistóriaegeografia,aescola
recebeu este nome. Um homem culto que veio
de Luz para Lagoa da Prata, em 26 de maio de
1965, foi reconhecido pela Câmara Municipal
comotítulodeCidadãoHonorário.Assim,não
haviaoutralembrançaparamarcarseunomea
nãosereternizá-loemestabelecimentodeensi-
no.Assimfoidadoaumadasescolasmunicipais
deLagoadaPrataonome“AfonsoGoulart”.Re-
centementeaescolapassouparaumnovopré-
dio,totalmentenovoparafelicidadedosalunos.
Ernestina Bernardes
	 Viúva de um dos homens mais importan-
tes e trabalhadores de Lagoa da Prata, o Juca
Lobato, Ernestina, ou Dona Tinuca, como era
conhecida era uma pessoa honrada e distinta,
quemarcouahistóriadacidade.Faleceujácen-
tenária edeixouimensassaudades.
Continua após a seção especial “Vila Luciânia”
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO PESSOALARQUIVO ESCOLA
REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA
REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
28
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Texto de Dr. Otaviano de Oliveira
www.otavianodeoliveira.blogspot.com.br
	 Antônio Luciano nasceu na fazenda
dasGuaritas,municípiodeSãoGotardo,
Minas Gerais, cursou o 2º grau no Colé-
gioArnaldoemBeloHorizonteeformou-
-se em medicina pela Universidade Fe-
deral de Minas Gerais (UFMG). Luciano
formou-se como médico, mas exerceu a
profissão apenas por filantropia e amor
aosmaishumildes.
	 Em 26 de fevereiro de 1949, a então
UsinaOvídiodeAbreufoivendidaaoCel.
AntônioLucianoPereira,quedelasetor-
nouDiretorPresidente.Posteriormente,
assumiu a presidência, Dr. Antônio Lu-
ciano Pereira Filho, que a transformou
noimpérioqueéhoje. Graçasaoseues-
píritoempreendedor, omunicípiosetor-
nouumdosmaisprósperosdeMinasGe-
rais.
	 Tempos antes de ser comprada por
AntônioLuciano,a primeirasafradaUsi-
na Ovídio de Abreu, com sede em Lagoa
da Prata, ocorreu em outubro de 1948.
Osenhor PaulodeCastro,recém-chega-
dodaItália,apósparticiparda2ªGrande
GuerraMundial,participoudotranspor-
te de cana para a usina, pois havia com-
pradoumcaminhãoimportado,damar-
ca“Cargo”.
	 Apesar de ter sido excelente médico,
sua vocação foi mesmo com o comércio
e a agroindústria. Luciano soube trans-
formaramatériaprima dacana-de-açú-
caremriquezasparaomunicípio.Gerou
milharesdeempregosdiretoseindiretos.
	 A filha Anna Luciano comenta que
seu pai geria quase todos os seus negó-
cios. Admite que era centralizador, mas
quandonecessáriosabiadelegarpoderes
eemquempodiaconfiar.Tornou-seum
dosempresáriosmaisbemsucedidosdo
Brasil.
	 SegundorelatodoSr.JoaquimBatis-
ta Neves, Dr. Luciano foi um homem de
rara inteligência, grande visão de negó-
cios,empreendedoremuitocaridoso.
	 Aos sábados, era comum de se ver
uma enorme fila de pessoas que iam à
sua “Casa de Campo”, próxima de Lagoa
daPrata,parareceberajudafinanceira.E
comoeragenerosonasdoações!
	 No entanto, era observador. Se em
meio aos necessitados, percebia alguém
demaioresposses,diziacomfranqueza,
massemhumilhar:“Deixeafila,porque
você não precisa de ajuda. Vá tomar um
cafezinholádentro.”
	 Dr.Lucianosemprefoiadmiradopor
serumcidadãodehábitossimples,dinâ-
micoeempreendedor.
História de vida do
Dr. Antônio Luciano
Pereira Filho
Continua na
próxima página
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO FOTO ROCHA
29
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Dr. Antônio Luciano Pereira Filho
ARQUIVO FOTO ROCHA
30
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Continuação da página anterior
Tancredo Neves, ex-governador de Minas Gerais e eleito presidente do
Brasil, pelo voto indireto, visitou Lagoa da Prata em meados de 1984.
Na foto, ao lado do Dr. Luciano, em momento registrado nas
dependências da antiga Minas Caixa.
	 Segundo contava seu admirador e
amigoJucaMachado,jáfalecidoequefoi
empregado da família, desde os tempos
do Coronel Luciano, Dr. Antônio Lucia-
no, quando criança brincava como qual-
quer outro da sua idade, subindo em ár-
vores,disputandocorridas,jogando“pe-
ladasdefutebol”etc.Entreosamigosde
infânciaeemmeioaosfamiliares eracha-
madocarinhosamentede“Totoca”.
	 Luciano cultivava o hábito de se ali-
mentarmoderadamente,emborativesse
mesafartanacasadecampo,ondequem
chegavasedeliciavacomaenormevarie-
dadedefrutaseoutrasiguarias.
	 Para Dr. Antônio Luciano alimentar-
-seeraquestãodesaúdeenãodeprazer.
Certavez,teriajogadoforaamacarrona-
da que estava sendo servida aos filhos,
porque para ele alimento tinha que ser
nutritivo. Sempre recomendava regime
alimentarparaaspessoas,porqueenten-
diaqueaobesidadeconduziaàsdoenças.
	 Outroepisódiointeressantenarrado
porAnnaLuciano équehouveumacarta
queDr.AntônioLucianoteriaescritona
cidadedeOuroPreto,ondeestudou,diri-
gidaàsuairmãacimadesuaidade.Ocer-
toéqueDr.Lucianotinhamuitoapegoà
família. Sua riqueza gerou riquezas para
muita gente. Empregou milhares de tra-
balhadoresecriouoportunidadesdene-
góciosparagrandenúmerodepessoas.
	 Foi empresário vitorioso, mas não
egoísta. Soube que desde os tempos de
estudanteemBeloHorizontejátrabalha-
va.
	 Aindaadolescente,comamesadaque
recebiadopai,compravabotinaseasre-
vendia,comlucroemBeloHorizonte.Re-
“não exerceu a medicina
comercialmente, mas
humanitariamente, sim, em
lugares onde não havia
atendimento médico, como
Urucuia e Brasilândia. Antes de
pousar com sua nave, Dr. Luciano
dava voltas nos arredores da
cidade e o povo anunciava:
O Doutor chegou!”
ARQUIVO FOTO ROCHA
ARQUIVO FAMILIAR
31
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Dr. Antônio Luciano Pereira Filho e familiares em foto gentilmente cedida pela filha Anna Luciano Pereira Gouthier
Dr. Antônio Luciano em meio a dois
ex-prefeitos de Santo Antônio do
Monte: Geraldo Luiz de Castro (E) e
Walter Ferreira de Souza (D).
vendiatambémobjetosantigosedearte
adquiridosemfazendasoucidadesdoin-
teriormineiro.
	 Comotempofoiseaperfeiçoandono
mundo dos negócios e se tornou o ho-
mem mais rico do Brasil, das décadas de
80 e 90. Dizem que chegou a ter mais de
80 mil imóveis em Belo Horizonte. Foi
proprietário de quase todos os cinemas
eteatrosdacapitalmineira.
	 Na região centro oeste de Minas Ge-
rais, polarizou seus negócios na área in-
dustrial,apósadquiriraUsinaOvídiode
Abreu, que se transformou na Compa-
nhia Industrial e Agrícola Oeste de Mi-
nas,noanode1949.
	 Asterrasqueadquiriuaolongodavi-
da, abrangiam grande parte do municí-
pio de Lagoa da Prata - chegaram a 2/3
do seu território e se estendiam a todos
os municípios circunvizinhos, como Ja-
paraíba, Arcos, Iguatama, Bambuí, Luz,
MoemaeSantoAntôniodoMonte.Seus
domínios se estenderam também a inú-
meros outros municípios como São Go-
tardo, Urucuia, João Pinheiro entre ou-
tros.
	 Dr. Luciano foi casado oficialmente
comDonaClaraCatapretaLucianoPerei-
ra. O casal teve três filhos: Antônio Lu-
ciano Pereira Neto, Anna Luciano Perei-
raGouthiereClaraLucianoHenriques.
	 A empresária Anna Luciano, que ho-
jeresideemLondres,dizqueseupai,Dr.
AntônioLuciano“nãoexerceuamedicina
comercialmente,mashumanitariamen-
te, sim, em lugares onde não havia aten-
dimento médico, como Urucuia e Brasi-
lândia.Antesdepousarcomsuanave,Dr.
Luciano dava voltas nos arredores da ci-
dade e o povo anunciava: O Doutor che-
gou!
	 Aosexaminarospacientes,seencon-
travaalgumcasogravetransportavaodo-
ente em seu avião para a Santa Casa de
MisericórdiadeBeloHorizonte,ondeti-
nha conta corrente para lançamento de
despesashospitalaresemédicas.”
	 AvidaprivadadoDr.Lucianonãoéo
quemaisbuscamosnestapesquisa.Mui-
to mais nos interessa relatar com preci-
são, sem cunho jornalístico, menos ain-
da sensacionalista, sua importância pa-
ra o desenvolvimento de vários municí-
piosdeMinasGerais,especialmenteBe-
loHorizonteeLagoadaPrata.
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO FAMILIAR
32
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
PAULO CÉSAR TEODORO, PREFEITO
	 “AVilaLuciâniaeraumagrandefamília.Ha-
via um calor humano, um povo simples e ami-
go.Aspessoascuidavamumadasoutras.Havia
muitaharmonia.Dr.Lucianoeraumgrandepai
paratodos.Davatodoosuporteeofereciauma
estruturamédicafantástica.Eletratavaopovo
da usina com muito carinho. Ele recebia todos
osfuncionáriosemsuacasadecampo,nomes-
molocalondeelerecebeuJuscelinoKubitschek
eogovernoHélioGarcia.Foiumgrandeempre-
sárioecontribuiumuitocomodesenvolvimen-
todeLagoadaPrata.ComofilhodaUsinaLuci-
ânia,vejoDr.Lucianocomoumgrandelíder.
	 A gente encontra os amigos da antiga vila
e ficamos horas e horas relembrando os casos.
Querodeixarumamensagemparaosnossosir-
mãoseirmãosdaantigaVilaLuciânia,queho-
jeestãoemLagoadaPratatrabalhando.Tenho
muitoorgulhodeterconvividocomessaspes-
soas,quesãotrabalhadorasehonestas,quesão
famíliasquepreservamahumildadeeotraba-
lho.”
ALAN RUSSEL, JORNALISTA
	 “Ausinasempreestevepresentenomeuco-
tidiano, afinal, meu pai sempre trabalhou lá. E
emvirtudedotrabalhodele,mudamospraUsi-
na quando eu tinha dez anos de idade. Já nos
primeiros dias, aquela vila de casas iguais foi
me conquistando! Rapidamente me entrosei
comamolecadadanovavizinhança.Praquem
sempregostoudefutebolaquelelugareraopa-
raíso.Tinhacampogramado,quadra,canteiro
deferrovia,ruadeterrabatida.Fazíamoscam-
peonatos onde éramos devidamente premia-
dos. As medalhas eram tampinhas de refrige-
rantecolocadasnalinhadotremdeferro.Após
o trem amassar e deixar as tampinhas em for-
ma de medalhas, era só furar com um prego e
passarbarbante.Pronto,“honraaomérito”!
	 NaUsinaamolecadapegavapassarinhono
mato,nadavanoRioSantana,brincavadecar-
rinho de rolimã, pescava no “esgotão”. Vez ou
outradesciaumaviãonoaeroportoeumapro-
cissãodecriançascorriaatéacasadecampopra
verqualeraanovidade.Nosfinsdesemanati-
nhapraçadeesportes,tinhamatinênoclubee
tinhacinema!Cinemaessenoqualdeimeupri-
meirobeijo,numasessãode“Querida,encolhi
ascrianças”.Aofimdasmissasdedomingo,os
jovens marcavam de se encontrar no fundo da
igrejapraformaroscasais...
	 Infelizmente,emmeadosdadécadade90,
decidiramporumfimnaviladaUsinaLuciânia.
Forampoucosanosquemoreialí,masforamsu-
ficientesprasetornareminesquecíveis!”
GLORINHA OTAVIANO,
ASSESSORA PARLAMENTAR
	 “Desde que nasci eu morava na Vila Luciâ-
nia. Era um paraíso, pois tínhamos qualidade
devida,umdosmelhoressupermercados,cine-
ma,churrascaria,praçadeesportes…Nessapra-
çaagenteficavaodiatodopraticandoesportes.
Éramos uma família. A vila tinha uma das me-
lhores escolas da região. Tenho muitas sauda-
desporqueéramoshumildeseaomesmotem-
poosmaisricosdomundo.Podíamosficarbrin-
cando até tarde, fazíamos serenatas no dia da
mães,quadrilhas…Éramosunspelosoutros.Lá
não existia violência e podíamos ficar até com
asportasabertas.Lá,conhecimeuesposo,na-
moreieestoucasadahá22anoscomofilhodo
senhor José Nestor, que era muito conhecido
na usina. Hoje, tento passar para as minhas fi-
lhas que éramos felizes com tão pouco. Eu sin-
to muitas saudades de todas as famílias mara-
vilhosasdavila”.
MARIA CRISTINA, FUNCIONÁRIA PÚBLICA
	 “Falar da usina me faz lembrar com saudades das
brincadeirascomopassaranel,bete(taco),estátua,quei-
mada… Lá, tínhamos a praça de esportes, escola, esta-
ção, o canal onde íamos tomar banho no final de tarde
escondido dos nossos pais, o cinema, o coreto, a chur-
rascaria, tudo inesquecível. Trabalhei sete anos na la-
voura,capinei,fizplantio,corteicanaeaindafuirainha
dasafra.Nofinaldecadasafrafazíamosumafesta,en-
feitávamososcaminhõesedesfilávamos.Tambémtra-
balheinosupermercadoenalanchonetedavila.Quan-
tas saudades! Não pagávamos água, energia, tínhamos
médicos,dentistas,escolas,farmácia…eratudodegra-
ça.Éramosfelizesenãosabíamos.”
Depoimentos de
antigos moradores
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
34 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
Biosev: fazendo histór
Fundada na metade do século passado, a usina de açúcar de La
e social do município. Durante muitos anos, a indústria foi a pr
cio, a construção civil e os serviços nas primeiras décadas após a
empresasforamconsolidadaseosmoradoreslocaisdesenvolve
bém oferece consideráveis rendas, que é formado por vendedo
e o desenvolvimento de Lagoa da Prata estã
Pratas dAlguns dos colaboradores mais antigos contam um pouco d
Veja a seguir uma breve linha do tempo de alguns p
AntônioAlvimarJuscelino,
mecânico, 44 anos de
empresa
“Entreinausinanodia26deju-
nhode1973.Comeceinalavou-
ra e hoje sou mecânico. Morei
na Vila Luciânia o tempo todo.
Látinhamuitaestrutura.Seeupudesse,estarianaVilaatéhoje.Fui
nascido e criado aqui. Meu pai, João Juscelino, trabalhou e se apo-
sentou na usina. Criei meus filhos aqui e hoje um deles trabalha na
empresa. Como pai, sinto muito orgulho em ser exemplo para ele,
queécasadoeestáestudando.Éaquiqueeletiraosustentodesua
família. A história de nossa família está ligada à história da Biosev.
Houve muitas mudanças quando a usina foi incorporada pelo gru-
po Louis Dreyfus. A empresa passou por uma grande transforma-
ção. A área agrícola, por exemplo, melhorou muito. Antigamente,
andávamosdecaminhãopau-de-arara,hojeédeônibus.Temosas
áreas de vivência, com condições dignas para o funcionário se ali-
mentar. A área de segurança também é destaque, pois é a vida do
trabalhadorqueimporta.Nossamissãoéfazerotrabalho,cumprir
as metas e voltar para a família em segurança”.
Aveci Campos, pedreiro,
39 anos de empresa
“Trabalhei na lavoura, ajudante
de pedreiro e hoje sou pedrei-
ro.Nesseperíodoemqueestou
aqui, muitas coisas mudaram.
A segurança dos trabalhadores
hoje é prioridade. Antigamente, trabalhávamos de tênis, sem usar
capacete, sem abafador, e hoje, temos todos os equipamentos pa-
raanossasegurança,planodesaúdeetodasascondiçõesparade-
senvolver um bom trabalho. Sou casado, tenho 2 filhos e 2 netas.
A empresa foi essencial para formar a minha família. Tudo que nós
temosveiodaqui.UmdosmeusfilhostrabalhanadestilariadaBio-
sev, e vê-lo trabalhar nessa empresa e seguir o mesmo caminho
que o meu, me deixa feliz e orgulhoso. A usina também foi muito
importante para o desenvolvimento da cidade. Se não fosse a usi-
na, Lagoa da Prata não tinha crescido tanto. E hoje é a maior gera-
dora de empregos”.
1940
José Mendes Macedo, primeiro prefeito de Lagoa da Prata,
iniciouas articulaçõesparaainstalaçãodeumausinanaci-
dade.EletinhadoisamigosqueeramdoInstitutodoAçúcar
edoÁlcool,quefavoreceramaimplantaçãodaindústria,que
foi instalada em terras doadas pela sogra do prefeito, a se-
nhoraMariaBernardesLobato,conhecidacomoDonaNaná.
É realizada a constituição da Companhia
Industrial e Agrícola Oeste de Minas (CIAOM),
que operou durante muitos anos ostentando os
nomes fantasias de Usina São Francisco, Usina
Ovídio de Abreu e Usina Luciânia.
A CIAOM é transferida ao
grupo financeiro de
propriedade de Dr. Antônio
Luciano Pereira,
empresário mineiro.
Colheita da
primeira safra.
1946 1948 1949
Início das a
da LDC n
sucroenergét
200
35JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
ria em Lagoa da Prata
agoa da Prata foi determinante para a consolidação econômica
rincipal fonte de renda dos lagopratenses e estimulou o comér-
a emancipação da cidade. Anos mais tarde, outras importantes
eram,commuitoempreendedorismo,outrosetorquehojetam-
ores autônomos. O certo é que a história de pujança econômica
ão diretamente ligados à história da Biosev.
da Casada sua história e de como a empresa faz parte de suas vidas!
pontos importantes desde a fundação da empresa.
Jadir Albino de Castro,
auxiliar administrativo,
33 anos de empresa
“Comeceinaáreaagrícola,servin-
doáguaparaosfuncionáriosdala-
voura.DepoisfuiparaoRH,conta-
bilidade,apontadoriaehojetraba-
lho no escritório. Vim para a usina aos 21 anos. Minha família foi forma-
dadentrodausina.Meupaiseaposentouaquinaempresa.Eleelogiava
e sempre falava bem daqui. Começou carregando caminhão de cana e
chegouaadministradordefazenda.MoreinaVilaLuciânia,queerapra-
ticamente uma cidade, inclusive, até melhor do que Lagoa da Prata. Ti-
nhaumcinemaqueeraomelhordaregião.Tinhatudo:danceteria,bar-
bearia,postopolicial,escoladequalidade,umbigsupermercadoquevi-
nhagentedetodaregiãofazersuascompras.ComavindadaBiosev,em
2001,aconteceuumsaltodemodernizaçãonaempresaemtodososse-
tores,principalmentenasegurançadosfuncionários.Oinvestimentofoi
muito alto e, por isso, percebemos a melhora na qualidade do produto.
Hoje,aempresaprezamuitopelasegurança,pelasaúdeepelorespeito
aomeioambiente.Issoéprioridade!Ausinafoideterminanteparaode-
senvolvimentodeLagoadaPrata.Acidadecresceuemfunçãodausina”.
João Orozimbo da Silva,
33 anos de empresa
“Entrei na empresa nos setor
de balança e hoje sou seguran-
ça empresarial. A empresa foi
muito importante para susten-
tar a minha família, dar educa-
çãoesaúde.Sempremepauteiemestarnumaempresasólida,on-
de eu pudesse apresentar o meu trabalho e ser valorizado. A usina
gostoudomeutrabalhoeeugosteidoqueaempresameoferecia,
então, esse é o motivo de estar a tantos anos e não pretendo sair
daBiosev.Economicamente,aBiosevcontribuimuitoparacidade,
tanto na questão de impostos, que gera aos cofres públicos como
novolumederecursosqueelainjetanasmicroepequenasempre-
sas. Nos últimos anos, a Biosev se tornou ainda mais presente na
comunidadedeLagoadaPrataeissoémuitoimportante.Nós,que
somos colaboradores, nos sentimos muito bem com essa intera-
ção com a sociedade”.
O parque industrial foi
vendido ao grupo Louis
Dreyfus. Luciânia passa a ser
denominada como LDC-SEV.
Abertura de capital
na bolsa de valores.
Biosev completa 17 anos
fazendo história
em Lagoa da Prata
atividades
no setor
tico no Brasil
Nesse ano, a usina de Lagoa da Prata passa a se chamar
Biosev, em uma estratégia da empresa para fortalecer e
unificar sua marca e ainda sua presença no setor.
000 2001 2012 2013 2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
38
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Agapito
	 SenhorAgapito,ouapenasGapito,eramui-
toconhecidoeestimadopelosmoradoresdaan-
tiga Vila Luciânia. Trabalhava na locomotiva,
manobrandoosvagões.
Assistência Social
	 AssimcomooutrosrecursospresentesnaantigaVilaLuciânia,osmoradorestinhamàsuadis-
posiçãoosetordeAssistênciaSocial.Alémdosatendimentos,naAssistênciaSocialosmoradores
contavamcomoauxíliodeumveículopróprio,casoprecisassemiràoutrascidadesparaconsultas
médicasouexames.ADra.Mônicaeraaresponsávelpelainstituição.
Boró
	 O Boró era praticamente uma moeda usa-
dapelosmoradoresdaantigaVilaLuciânia,que
trabalhavamnaUsina.Erapartedosalárioepo-
dia ser trocado por mercadorias no supermer-
cadoLuciânia.Pessoasqueresidiamforadavi-
laemoradoresdeLagoadaPrataperceberamo
potencialdofamosoBoróecomeçaramacom-
prá-lo,obtendode30%a50%dedesconto.Os
funcionáriosaindatinham10%dedescontoem
seussalários,morandoounãonaVilaLuciânia.
Ângelo Teodoro
	 OsenhorÂngeloTeodoroviveuavidatoda
naVilaLuciânia. Trabalhoupor33anosnausi-
naexercendoasatividadesdeapontadore tra-
balhandonoescritório.FoipresidentedoLuci-
âniaEsporteClube,umdosantigostimesdavi-
la,timepeloqualeraapaixonado.
	 ÂngeloTeodorofoiumguerreiro,umgran-
depaieumgrandehomemquesempresepres-
tava a ajudar o próximo. Faleceu muito novo,
aos54anos,deixandováriosamigosepessoas
queoadmiravam.
Aulas de Costura
	 UmadasatividadesdeocupaçãooferecidasnaVilaLuciâniaeraocursodecosturaparaasmu-
lheres. Nas aulas, muitas amizades foram feitas e o conhecimento adquirido na costura nunca
esquecido. Na foto estão: Vera do Baiano, Vera Juscelino, Arlete, Pituxa, Carine, Aladinei, Edna
Geralda,Normélia,TocaeTilda.
Assembleia de Deus
	 Onde muitos deram seus primeiros pas-
sosnafécristã,aIgrejaAssembleiadeDeusera
mais uma das instituições que se faziam pre-
sentes na antiga Vila Luciânia. Situada na Rua
da Horta, realizava-se cultos não só dentro da
igreja, mas também campais; desta forma, até
mesmopessoasdediferentesreligiõesassistiam
aspregaçõesdoPastorSilvano.
FOTOS: ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
REPRODUÇÃO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO FAMILIAR
39
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Cine Luciânia
	 Fundadoem1954,depropriedadedaCia.IndustrialeAgrícolaOestedeMinas-UsinaOvídio
deAbreu,ocinemadavilatinhacapacidadepara300pessoas.OCineLuciâniaeraumainstalação
culturalquefuncionava3diasporsemana.
Centro Médico
	 OCentroMédicodaVilaLuciâniaeraumainstalaçãodeatendimentogratuito,destinadaàque-
les que trabalhavam na usina e suas famílias. O centro contava com uma farmácia bem abasteci-
da,ondeosremédioseramgratuitos.Possuíatambémumagamademédicosespecialistaseden-
tistas à disposição dos trabalhadores. Alguns dos profissionais que atuaram lá trabalham até os
diasdehojeemLagoadaPrata,comoomédicoDr.JaimeeodentistaDr.MarcosAntônio.
Creche
	 AVilaLuciâniasemprecontoucominstitui-
çõesdeensino.Alémdasescolas,algumascrian-
çastambémtiveramoprivilégiodefrequentar
aantigacrecheDonaClaraLucianoPereira.
CORAL DA IGREJA
SANTA CLARA
	 Na capela da Vila Luciânia, aspirantes a
cantores serviam no coral da Igreja Santa Cla-
ra.Reuniam-separaosensaios,eosmaisvelhos
passavam conhecimento para os mais novos,
não apenas sobre o canto na igreja, mas tam-
bém lições para a vida. Uma das mais conheci-
das por repassar esse conhecimento era Dona
Ângela,coordenadoradocoral.
Dr. Sebastião
	 NoCentroMédicodaVilaLuciâniahaviavá-
rios profissionais eficientes e preparados para
prestaremseusserviçosemfavordaquelesque
necessitavam.UmdeleseraDr.Sebastião,con-
siderado pelos moradores da antiga vila como
um grande exemplo de profissionalismo, hu-
mildadeegenerosidade.
FOTOS: ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
ARQUIVO PESOAL
ARQUIVO ARQUIVO FOTO ROCHA
ARQUIVO PESSOAL
40
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Davi Teodoro
	 OjornalistaDaviTeodoronasceuecresceu
na Vila Luciânia, onde segundo ele, teve uma
infânciamuitofelizeprazerosa.Navila,traba-
lhouprestandoserviçosnosetordeadubação.
Em1978,mudou-sedavilacomseuspais.Atu-
almente,eleviveemBeloHorizonte.
Dona Sinhana
	 AnaFranciscadeJesus,conhecidaporDo-
na Sinhana, nasceu em uma fazenda no muni-
cípio de Itaguara/MG. Era filha de escravos li-
bertos e mudou-se para a Vila Luciânia no ano
1957.Navila,faziaotrabalhodeparteiraetam-
bém foi costureira e benzedeira. Viveu na Vila
Luciânia até o ano de 1984 e veio a falecer em
1985, quando já residia na área urbana de La-
goadaPrata.DonaSinhanaerareconhecidaco-
moumagrandemulher,portodooseutrabalho
econtribuiçãoaosmoradoresdavila.
Dona Eva
	 MuitoqueridaemtodaaVilaLuciânia,Do-
na Eva, uma guerreira, que ajudou a cuidar de
suasnetasAlexandraeGabriela,queperderam
amãeaindacrianças.DonaEvatambémécon-
siderada avó e mãe para muitos dos que mora-
ramnaantigavila.
	 Eram as diretoras da Escola Ovídio de
Abreu. Ambas, muito queridas pelos alunos e
são lembradas até hoje pelo carisma inigualá-
vel.
Dona Josina e Dona
Maria Helena
Estádio Dr. Jaques
	 O Estádio Dr. Jaques situava-se ao lado da
capela Santa Clara, assim como vários outros
pontos importantes da Vila Luciânia. No es-
tádio foram realizados vários jogos, principal-
mentedotime“local”,LuciâniaEsporteClube.
Escola Particular Luciânia
	 NavilaalémdaEscolaOvídiodeAbreu,tambémhaviaaEscolaParticularLuciânia,ondemui-
tos estudaram. Alunos que lá foram alfabetizados se lembram com carinho das professoras que
tiveram,comoOrdalitaeCarminha.Recordamtambémdamerenda,feitaporD.ªNeuza,easdi-
versastravessurasquefizeramdentrodosmurosdaescola.
	 A Escola Ovídio de Abreu, situada na Vila
Luciânia, oferecia aos moradores o estudo do
primeirograucompleto.Desdeoiníciodavila,
emmeadosdadécadade50,aescolasemprefez
parte da vida de muitos moradores, que lá pu-
deramestudar,lecionaredirigirainstituição.
ESCOLA OVÍDIO
DE ABREU
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
41
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Final da Safra	
	 Todososanos,osmoradoresdaVilaLu-
ciânia e demais trabalhadores da usina fes-
tejavamofinaldasafra.Emcomemoraçãoa
este marco, enfeitavam os caminhões e fa-
ziamfestasnasruascomcomidasebebidas
produzidaspelosmoradoresdaVila.Porfim,
faziam um concurso para escolher qual ca-
minhãoeraomaisbonitoeenfeitado.
Igreja Santa Clara
	 Construída na década de 1960 e muito importante para os antigos moradores da Vila Luciâ-
nia, a Igreja Santa Clara permanece localizada dentro da unidade da usina, atualmente Biosev. A
instituição religiosa ficou abandonada por anos, e passou por uma restauração em 2016, custea-
daeexecutadapelaBiosev.Merecidamente,foireinauguradacomacelebraçãodeumamissa,que
tambémdeuinícioàsafradaqueleano.
Joana Darque
	 ComomuitasdasquemoravamnaVilaLu-
ciânia, Joana Darque (de blusa preta) fez par-
te das mulheres que iam para a lavoura traba-
lhar. Joana Darque é considerada uma grande
mulher,umaguerreiraquelogocedosedispôs
atrabalharparaajudarsuafamília.Comapenas
dozeanos,Joanajátrabalhavaepodiaajudaro
paiacriarosirmãosmaisvelhos.
João Israel
	 Mestredeobras,JoãoIsraelveioparatraba-
lharnaconstruçãodascasasdaantigaVilaLu-
ciânia.Veioporindicação,apósopaidoDr.Lu-
ciano, em busca de trabalhadores, passar por
Araújos/MG,localondeJoãoIsraelresidia.Pos-
teriormente, em 1950, trouxe sua esposa para
morarem juntos na vila, onde ficou até se apo-
sentaresemudarparaLagoadaPrata.
Juvenal Teixeira
	 NaturaldeCampoBelo/MG,opedreiroJu-
venalTeixeiraveioparaLagoadaPrataem1961
parasecasare,aos25anosjátrabalhavanausi-
na.Apósumtempotrabalhando,resolveuvol-
tarparaCampoBelo,ondeconstruiuumafamí-
liacomsuaesposaSilvia.Posteriormente,mu-
dou-separaoCapoeirão,distritodeJaparaíba/
MG, e após alguns anos, para a Vila Luciânia,
ondegrandepartedeseusfilhosnasceram.Ju-
venal trabalhava como pedreiro em obras fora
daUsina,porémchefiadopelaempresa.Nofi-
naldadécadade80,JuvenalretornouparaLa-
goa da Prata com sua família, e até hoje reside
nacidade
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO
ARQUIVO
42
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Maria Perpétua
	 MariaPerpétuaSantosSilvamudou-sepa-
raaVilaLuciânianoanode1972.Trabalhouno
Centro Médico da vila por quase quatro anos,
ondeatuoucomosecretáriadedentistaesecre-
tária de laboratório. Na Vila, se casou com Sr.
RomeuFranciscoetevefilhos,queláforamcria-
dos.Mudou-separaLagoadaPrataem1994e,
desdeentão,residenacidade.
Mané Severino
	 ManuelMartinsdosSantos,conhecidoco-
moManéSeverino,foiproprietáriodeumaçou-
gue que ficava em frente ao armazém na Vila
Luciânia.MorounaVilaatéofimdos anos 90,
quandosemudouparaoCapoeirão,distritode
Japaraíba/MG. Atualmente, vive em Lagoa da
Prata.
Magela RESENDE
	 Nascido em São Gotardo/MG, mudou-se
paraaVilaLuciâniaem1976.Apesardeseuno-
meMagela,eraconhecidocomo“Geraldodode-
pósitodeadubo”,ondetrabalhou.Magelatam-
bémtrabalhounalavouraeassimcomovários
moradores da antiga Vila Luciânia, mudou-se
para Lagoa da Prata por volta do ano de 1994.
MagelaresideemLagoadaPratadesdeentão.
Maria Joaquina
	 NaturaldomunicípiodePimenta/MG,Ma-
ria Joaquina da Silva Oliveira era casada com
MáriodeOliveira.Em1962,apósresidiremno
município de Campo Belo/MG, vieram para a
Vila Luciânia. Dona Maria, como era conheci-
da na antiga vila, teve grande reconhecimento
por ser humilde e prestativa ao ajudar pessoas
das colônias, as quais iam até a vila para fazer
comprasouiraoCentroMédico;elapreparava
refeiçõesemsuaprópriacasaeosservia.Dona
Maria faleceu em 1993, quando ainda residia
naVilaLuciânia.
Nininha Mesquita
	 Ilda Mesquita, conhecida como Nininha,
nasceuumanoapósamudançadeseuspaispa-
raaVilaLuciânia.Estudounaescoladavilaelá
trabalhou,avançandoemcargosdeprofessora
à diretora, o que a fez ser reconhecida por seu
carisma e bom trabalho. Casou-se na vila e lá
nasceramseusfilhos,MelinaeFelipe.Nininha
morou na Vila Luciânia até 1989 e se aposen-
tousendodiretoradaescolaOvídiodeAbreu.
NATINHO
	 Fortunato Francisco do Couto (Natinho),
nasceunazonaruralJaparaíbaem1948.Filho
deFranciscoPereiradoCoutoeMariaAngélica
do Couto casou-se com Ângela Maria Rezende
CoutoeteveasfilhasKarineCoutoSilvaeKás-
sia Couto. Iniciou sua carreira como trabalha-
dorrural,cobradordeônibusnaempresadeseu
paidurantequasetrêsanosetrabalhounausi-
na por 37 anos nas funções de porteiro, chefe
do setor de faturamento, sessão elétrica e na
indústria. Em 1977, entrou para a vida políti-
ca, sendo vereador durante 7 mandatos. Nati-
nhofoipresidentedotimeLuciâniaesuaespo-
safoiprofessoranaescolaOvídiodeAbreu.Pa-
raele,aVilaLuciâniaeraummodeloasersegui-
do.“Láfazíamosmutirõesparatudo,inclusive
para fazer calçadas, plantar árvores...era tudo
feitocomalegria,poislánãohaviaoricoeopo-
bre,éramosiguais,éramosumafamília”.
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO FAMILIAR
43
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
OswaldoDamasceno
	 Comumacapacidadedetrabalhoadminis-
trativoinvejável,OswaldoDamascenoveiopara
LagoadaPrataem1949paraajudaroDr.Lucia-
no a administrar a Usina Luciânia. Era um tra-
balhadorexemplar,quesabiaoquequeriaeera
muito dedicado à usina da sua época. Gostava
dotrabalhobemfeito,sendoassim,davasem-
preumapassadaemtodosossetores,esevisse
algoforadocomum,logodizia“assimnãodá”.
Otacílio Miranda
	 NascidoecriadoemLagoadaPrata,odeputadoOtacílioMirandasempreestevepresentena
vida política, tanto que foi prefeito de sua cidade natal, porém renunciou e decidiu candidatar-se
paradeputado.Em1988,odeputadoOtacílioMirandafezumcomícionaVilaLuciâniadurantea
candidaturadeRuiAmorimparaprefeito.Masoseucandidatoperdeuaseleições.Duranteodis-
curso,odeputadoprometeuumgramadoparaocampodavilaeumanexoparaaescolaOvídiode
Abreu.
Pedro da Farmácia
	 ReconhecidopelosmoradoresdaantigaVi-
la Luciânia como uma grande pessoa e ótimo
farmacêutico,Sr.Pedroeraumhomemsábioe
exemplar.Ajudavaasfamíliasquealimoravam
econtribuiumuitoparaocrescimentodavila.
Pesca no córrego
	 Além do Rio Santana, que era próximo da
VilaLuciânia,láhaviatambémumcórrego,on-
deosmoradoresiamparapescar.E,embora,to-
daasimplicidade,tinhamdiversãonacerta.
Praça da Vila Luciânia
	 Comtodaaingenuidadeesimplicidadetípicadeumapraça,apequenapraçadaantigaVilaLu-
ciânia rodeava a Igreja Santa Clara. Muitos circularam pela pracinha e sentaram nos banquinhos
nas tardes de domingo, onde amigos se reuniam para tocar violão e cantar, criando memórias e
lembrançasinesquecíveis.
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
44
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural daz
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
ProfessorDjairBraga
	 Dentre os diversos educadores que lecio-
naram nas escolas da Vila Luciânia, o profes-
sorDjairBragaeraumhomemexemplareres-
peitado,noqualseusalunostinhamgrandead-
miração.OprofessorDjairlecionavaamatéria
CiênciasnaEscolaOvídiodeAbreu,enoanode
1976foiooradordaformaturadaescola.
Romeu Silva
	 Romeu Francisco Silva, nascido em Enge-
nho Ribeiro, distrito de Bom Despacho/MG,
mudou-separaaVilaLuciâniaquandoeramui-
topequeno.FoiumgrandeservidorparaoCen-
troMédicotrabalhandonaoperaçãodamáqui-
na de Raio X e também, por vezes, como auxi-
liardeenfermagem.RomeueramaridodeMa-
ria Perpétua e mudou-se com a esposa e filhos
paraLagoadaPratanofinaldosanos80.Fale-
ceuem2013.
RainhadaSafra
	 O evento acontecia no cine-
ma da Vila Luciânia. No ano de
1975,RosanaScaglioneficouem
primeirolugar,ElianedoSr.José
Pretinho em segundo e Aladnei
Otaviano, filha do Sr. José Nes-
tor,emterceiro.
Rua do Cruzeiro
	 Todos os cantos da antiga Vila Luciânia marcaram, de alguma forma, cada morador que lá vi-
veu. Porém, existiu lá uma rua que não há um morador que não se lembre de ter passado por ela:
aRuadoCruzeiro,ondeascriançastinhamadiversãomaissimplesquesepodeimaginar,jogan-
doumapartidadefutebolouqueimada.Emesmonascondiçõesprecáriasdarua,todosqueresi-
diamali,asuabeira,eramfelizeseestavamemfamília.
“Pedras” - Comércio variável
	 OsmoradoresdaVilaLuciâniatinhamàsuadisposiçãoumsupermercadonavila,eemborafos-
se bem abastecido, as pessoas levavam coisas para vender nas “pedras”, local que ficava bem pró-
ximoaoprópriosupermercado.Lá,sevendiacarnesdeanimaisqueosmoradorescriavam,peixes
quepescavametambémguloseimascaseiras.
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO FAMILIAR
45
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Reforma das casas
	 Com o tempo, as casas da Vila Luciânia fo-
ram ficando velhas e precisando de reformas.
Noanode1984,deu-seinícioaumagrandere-
forma,quedurouseisanos.Areformadecorreu
pelo motivo de que a parede da frente de uma
dascasashaviacaído,então,Dr.Lucianoresol-
veureformarascasasdaVila.
SandraLô
	 Sandra Teixeira dos Santos, mais conheci-
dapelosmoradoresdaantigaVilaLuciâniapor
SandraLô,nasceuecresceunalocal.Começoua
prestar seus serviços no supermercado da Vila
em1980elátrabalhouporquatroanos,atéser
transferidaparaafilialdoSupermercadoLuciâ-
nia em Lagoa da Prata. Antes de completar um
ano na filial, Sandra foi transferida para o Cen-
troMédico,ondetrabalhounafarmáciaeficoulá
atéesteacabar,apósagreve.Sandraformousua
famílianaVilaLuciâniaemudou-secomames-
maparaLagoadaPrataem1994.Sandraainda
trabalhanaUsina(atualmenteBiosev),precisa-
mentenosetordeMedicinadoTrabalho.
SôniaResende
	 MaisconhecidacomoSô-
nia do Tibiriçá, a lagopraten-
se foi morar na Vila Luciânia
quando ainda era um bebê.
Cresceu então na antiga vila,
passando toda sua infância e
adolescêncialá.NaVilaLuciâ-
niatrabalhounapadariaepos-
teriormenteretornouaLagoa
daPrata.
Supermercado da Vila Luciânia
	 O Supermercado da Vila Luciânia era mais uma das instalações vantajosas que os moradores
tinham à disposição, desde o começo da vila em 1949. Tudo lá se encontrava, não só alimentos,
mastambémutensílioseeletrodomésticos.Noinício,erausadooBoró,umaespéciede“cartãode
crédito”,mascomodecorrerdotempofoiimplantadoumvale,ondeaspessoaspodiamfazersu-
ascompraseovalorseriadescontadoemseusalário.Tambémeradisponibilizadoumespaçopa-
raqueosmoradorespudessemvenderoqueplantavamecolhiam.
Rogério Teodoro
	 Nascido e criado na antiga Vila Luciânia,
Rogério morava com seus pais Ângelo Teodo-
roeVicentinaJoana,emumacasahumildena
famosa rua do Cruzeiro. Começou a trabalhar
muito cedo, no salão de adubo e apesar das di-
ficuldades e atribulações, a antiga Vila Luciâ-
nia está e sempre estará no coração do ex-mo-
rador. Rogério Teodoro buscou desenterrar as
memórias da vila e foi o responsável pela cria-
çãodeumgruponoFacebook(FamíliasdaAn-
tiga Vila Luciânia), onde pode reunir as famí-
lias que lá moraram, para relembrar momen-
tosepessoasqueridas.
Rio Santana
	 Onde muitos passaram
dias divertidos e onde tam-
bém lavaram as roupas dos
trabalhadores,oRioSantana
marcou a vidas daqueles que
moravam na antiga Vila Lu-
ciânia.Eraabundanteatéem
épocasforadascheias,umce-
nário ao seu redor de tirar o
folêgo,eraumdoslugaresfa-
voritos dos moradores da vi-
la. Hoje em dia, aqueles que
moraramnaVilaLuciâniala-
mentam pelo estado que se
encontra o rio, clamando pe-
lasuasalvação.
ARQUIVO
ARQUIVO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
46
“A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da
EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso”
Sebastião Pacheco
	 Sebastião Pacheco, mais conhecido como
Sr. Pacheco, teve toda uma jornada na antiga
VilaLuciânia.Trabalhounobarracãodeadubo
esemprefoimuitoqueridoereconhecidocomo
exemplodehomemtrabalhador.Sebastiãotra-
balhou na Usina até se aposentar e, atualmen-
te,aos93anos,resideemLagoadaPrata.
Totoca
	 CleberJoséCorrêadeNovaes,maisconhe-
cidocomoTotoca,nasceuefoicriadonaVilaLu-
ciânia.Lá,trabalhouemváriosempregos,como
o almoxarifado, em seguida como trocador de
ônibuselogoapós,também,noarmazémdaVi-
laLuciânia,ondefoigerente.Totocamudou-se
para Lagoa da Prata e até hoje reside no muni-
cípio.
LucianaEsporteClube
TimedaOficina
TimeTratorista
TimedaLavoura
TimedoTransporte
TimeTratorista1984
Trabalhadores
	 A prosperidade da Vila Luciânia deve-se
aosguerreirostrabalhadoresdaindústria.Uma
equipe,umafamíliaqueenfrentavageadasepo-
eira,equeapartirdeseutrabalhoárduoauxilia-
ram a Usina com seus feitos. Como exemplos,
temos Jaime Penha, mestre na caldeiraria; se-
nhorZéNestornasmáquinasagrícolas;senhor
Sílvio na fabricação de açúcar e Sr. Vavalde no
transporte.
Zé da Horta
	 José Teixeira Martins, ou apenas Zé da Horta, como era conheci-
dopelosmoradoresdaVilaLuciânia,eracobradordeônibus e chegou
a candidatar-se para vereador. Um homem de religiosidade sem igual
equesegundoosmoradores,avilaforaabençoadaemdiversosquesi-
tosporintermédiodoZédaHorta.JoséTeixeiraMartinséreconheci-
dopeloscolegaseamigosdaVilaLuciâniacomoumdoshomensmais
dignosehonradosquejáconheceram.
Times de Futebol da Vila Luciânia
	 OstrabalhadoresquemoravamnaVilaLuciâniatinhamalgumasdiversões,eumadelaserao
futebol. Diversos craques foram descobertos entre os moradores da vila que formaram vários ti-
mes, entre eles: Tratorista Esporte Clube, Time da Lavoura, Time do Transporte, Time da Ofici-
naeoLuciâniaEsporteClube.Comostimesdefutebolgrandesamizadesforamfeitasetambém
muitaslembranças.
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO
ARQUIVO
FOTOS: ARQUIVO
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
48 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
F
Fátima César
	 Fátima das Graças César é natural de La-
goa da Prata. Formou-se em biblioteconomia
na UNIFOR/Formiga em 1973 e hoje trabalha
naBibliotecaCoronelJoséVital,naorganização
e preparação dos livros que vão para a estante,
sendo classificados de acordo com o seu gêne-
ro.Fátimaéumacidadãmuitoqueridaporaco-
lheratodosnabibliotecaefazerdeláoutraca-
saparaquemvisitaolocal.
Fluminense
	 Emmeadosde1951,surgeumnovoclubefutebolísticoemLagoadaPrata,oFluminenseEs-
porteClube.TendoJosédeAlmeidacomotreinador,queeraexigenteeeficiente,o timetinhaaté
torcida feminina uniformizada, e a Rute Vidal como “rainha”, comandando uma seleção de mo-
çascomentusiasmo,oqueconduziuotimeàgrandesconquistas.Ocampodotimeeracercadode
bambus,tudomuitohumilde.Em1958,entrounadiretoriadotimeJoãoRochadeOliveira,esua
primeiraaçãoemprolaotimefoiprovidenciarummuroparaocampo.Apesardogostopelotime,
haviaafaltaderendimento,avidadosjogadoresseguindodiversosrumos.Assim,oFluminense
chegouaofim.
Festival de Dança
	 A cada fim de ano, o Studio Juliana Soares
realizaumfestivaldedança,ondeosalunosda
academia de dança apresentam sua evolução
artísticaaosseusamigosefamília.Em2017,o
VIII Festival apresentou o tema “Entre o céu e
a terra”, nos dias 16 e 17/12, no Poliesportivo
LeopoldoBessone,emLagoadaPrata.
Fanfarra VirgÍnio Perillo
	 Sendoomaiorsucessodosanos70,aprimeirafanfarradaEscolaVirgínioPerillocontoucom
participantes ilustres de Lagoa da Prata como Guiomar Sampaio, Toninho Sampaio, Dr. Otavia-
noOliveira,queeraodiretordocolégio,JoséOsvaldoLobato,MarinhaSampaio(InMemoriam),
FaustaMiranda,ClaraSantana,CremildaeJoanaD’arc.
FigueiraTricentenária
	 Situada no terreno da Pousada Parador da
FigueiraemLagoadaPrata,afigueiratricente-
náriaéumadasatraçõesaosarredoresdaPraia
Municipal de Lagoa da Prata. A árvore faz par-
teda“decoração”dapousadaporchamaraten-
ção,efazerolugaraindamaisatraente.
ARQUIVO POUSADA PARADOR DA FIGUEIRA
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO STUDIO
ARQUIVO SITE LAGOA ESPORTES
ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
50 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
G
H
I
Glamour Girl
	 Oconcursosurgiuem1967,criadoporum
colunista do Jornal Estado de Minas. Apenas
dotes naturais de beleza não eram suficientes,
eraprecisoraça,simpatiaeelegância,estas,alia-
daàbelezaeramfatoresprimordiais.Nosegun-
doanodoconcurso,emboraaconcorrênciafos-
seacirrada,alagopratenseElianeMacielfoielei-
taaGlamourGirldeMinasGerais.
Henrique Lacerda
	 Cláudio Henrique Lacerda é fotógrafo, ví-
deo maker profissional e especialista no regis-
trodeemoçõesemomentosúnicosnavidados
seus clientes, transformando em lindas ima-
gensqueretratamverdadeiramenteapassagem
de um dia muito feliz. Henrique também é es-
pecialista em sessões individuais, eventos so-
ciais e especiais. O estúdio fotográfico está si-
tuado em Lagoa da Prata, na rua Olegário Ma-
ciel,237,noCentrodeLagoadaPrata,atenden-
donomunicípioetodaregião.
GERALDO LANO
	 GeraldoLano,comoeramaisconhecidoem
nossacidade,foicasadocomCleiaeépaidePa-
trícia, Luciana, Aureliano (Tequinho) e Antô-
nio (Toninho). Estes últimos dois, fundadores
daEscoladeFuteboleSaunaLanos.SenhorGe-
raldo foi um grande pai, homem trabalhador e
honesto.CultivavahortaliçasnoSítiodaMan-
gaparavendernaantigafeiralivre,quefuncio-
navaemfrenteàPrefeituraMunicipaldeLagoa
daPrata.Tambémsededicavaaproduçãodelei-
te,rendaesta,queajudavanosustentodafamí-
lia.QuemoconheceuselembradoSr.Geraldo
em sua carrocinha pelas ruas da cidade, sem-
pre acompanhado pelos enormes cães pretos,
de orelhas cortadas, daí veio a inspiração para
aescolhadomascotedaescoladefuteboldosfi-
lhos,aléméclaro,donomeLanos.“OantigoSí-
tiodaMangasetornou,hoje,oCentrodeTrei-
namento Geraldo Lano, uma homenagem que
nãopoderíamosdeixardefazeraonossoqueri-
dopai,quefoinossograndeincentivador,dan-
do-nosapoioeconfiançaparaoiníciodenossas
atividadesem01demaiode1999,sendodeleo
pontapéinicial”,relataofilhoTequinho.
Giovani Júnior
	 Giovani nasceu em Santo Antônio do Monte em
1932,foicriadoeestudadoemLagoadaPrata.Em1949,
entrouparaaEstradadeFerro,emLagoadaPratafoicon-
ferente e agente. Porém, em 1952 foi transferido para a
cidade de Araxá/MG. Ao longo dos anos, Giovani traba-
lhou como professor e radiotelegrafista. Em 1980, vol-
tou para Lagoa da Prata e apresentou vários programas
emrádiossobremúsicasoujornalismo,noentanto,mais
umavezse mudouparaGoiás.Atualmente,Giovanivive
emAraxáefazvisitasocasionaisaLagoadaPrata.
Incêndio
	 Em1937,mêsemqueosreligiososcelebram
omêsmariano,aIgrejaestavalotada.Próxima
àMatrizhaviaumaplantaçãodealgodãoe,em
um depósito ali mesmo, ficavam produtos in-
flamáveiscomo,gasolinaequerosene.Nemto-
dostinhamluzelétrica,entãoousodolampião
elamparinasnãoeradeformaalgumadispen-
sável. No auge da reza que acontecia na igreja,
aconteceuumaexplosãoensurdecedoraeman-
doutudoquetinhanodepósitoparaosares.
Igreja São Francisco
	 Devido ao crescimento da cidade e, conse-
quentemente,àcriaçãodemuitascomunidades
daIgrejaCatólica,foinecessáriaacriaçãodater-
ceiraparóquianacidadedeLagoadaPrata.Em
4 de outubro de 2010, dia de São Francisco de
Assis, o então bispo diocesano da época, Dom
AntônioCarlosFélix,durantecelebraçãoeuca-
rísticainstalouaRegiãoPastoralSãoFrancisco
de Assis, designando o padre Marcos Tiago da
Silva, até então vigário da Paróquia São Carlos
Borromeu,comoresponsávelpelostrabalhose
encaminhamentosdestaregiãoespecífica.Em
30deoutubrode2010,PadreTiagocelebroua
primeiramissanolotedestinadoàconstrução
da Matriz e convocou toda a comunidade pa-
raconstruiraigreja.Comaajudadeumverda-
deiromutirão,commuitozeloededicação,em
4 de outubro de 2011 foi instalada a Paróquia
SãoFranciscodeAssis.Acelebraçãoaconteceu
dentrodamatriz,aindaemconstrução,porém
jábemadiantada.Agora,poucomaisde5anos
dainstalação,LagoadaPratatemumaParóquia
bemestruturada,ondeascomunidadestraba-
lhamemparceria,umaajudandoaoutra.
ARQUIVO LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
ARQUIVO FAMILIAR DIVULGAÇÃO
ARQUIVO PARÓQUIA
ARQUIVO PESSOAL
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
52 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
J
JOÃO PAULINO
	 João Paulino da Silva, prefeito eleito em
1961, era um político eminentemente popu-
lista, um homem do povo. Ele não se importa-
va muito com repercussões que suas atitudes
causavam.JoãoPaulinofoiprefeito,justamen-
te, na época de radicalização política no Brasil
comarenúncia deJânioàpresidência,ouseja,
umaépocadetransformações.Suaquedapolí-
ticadeu-seporqueelenãotinhaapoiodolegis-
lativoeseapegouapenas naquelesquenelevo-
tou.Nãodavamuitaimportânciaàsuaimpopu-
laridadenolegislativo.Comonãotinhaapoiona
câmara,osvereadoresseopuseramàsaçõesdo
prefeito. Assim, este episódio marca o primei-
rocasonomunicípiodecassaçãodemandato.
José MaurÍcio Maciel
	 UmcidadãohonradodeLagoadaPrata,JoséMauríciofazpartedaquelesqueajudaramacons-
truirLagoadaPrataeporfazê-laprosperar.Nosanos70,inicioucomseusócioeirmãoMiguelMa-
ciel,obairroMarília,sendoomaiorbairrodaCidade.Nadécadade80,deuinícioaobairroGlória,
atual São José e ainda na década de 80, os bairros Gomes e o Santa Eugênia II. Na década de 90,
deu início ao Cidade Jardim, numa parceria com João Gominha. É casado com Afonsina Maciel,
comquemtemosfilhosAntenor,Mano,DinhoeEdnaeChristiano.JoséMauricioMacielésócio,
administrador e dono da empresa JM Imobiliária, localizada na rua Joaquim Gomes Pereira, em
frenteàprefeitura.
Juliana Soares
	 AprofessoraebailarinaJulianaSoaresnas-
ceuemLagoadaPratanoanode1978esempre
esteveligadaàdança.Nainfância,considerava
adançacomoumabrincadeira,porémmaistar-
dereconheceuobalécomoumdomequepode-
riafazerumacarreira.Formadaempsicologiae
pós-graduadaemdançaeconsciênciacorporal,
Juliana tem uma bagagem profissional abran-
gente e, a partir de suas experiências, fundou
o Studio de Dança Juliana Soares, onde lecio-
nabaléclássico,jazzeaulasdeponta.Seuestú-
diodedançaficanaRuaÂngeloPerilo,185,no
CentrodeLagoadaPrata.
José Ulisses
	 José Ulisses de Oliveira nasceu em Santo
AntôniodoMontenoanode1938,éfilhodoco-
mercianteJoséMariadeOliveiraedeRosaMi-
randadeOliveira.Filiou-seaoMovimentoDe-
mocráticoBrasileiro(MDB)eemnovembrode
1979ingressounoPartidoPopular(PP),lidera-
doporTancredoNeves.Tornou-semembroda
Comissão Executiva Regional da agremiação.
Em 1980, bacharelou-se em direito pela Uni-
versidadeCatólicadeBeloHorizonteeformou-
-setambémemartedramáticapeloTeatroUni-
versitáriodaUniversidadeFederaldeMinasGe-
rais(UFMG).Filiou-seaoPMDBem1982,com
aincorporaçãodoPPpeloPartidodoMovimen-
toDemocráticoBrasileiro.Elegeu-sedeputado
federalpeloPMDBemnovembrodaqueleano.
Em1983,participoudostrabalhoslegislativos
comopresidentedaComissãodeEconomia,In-
dústria e Comércio, coordenador da bancada
mineiradoPMDBnaCâmaraesuplentedaCo-
missão de Transportes. Eleito deputado fede-
ralconstituinteem1986,noanoseguinteJosé
UlissesparticipoudostrabalhosdaAssembleia
Nacional Constituinte como relator da Subco-
missãodaQuestãoUrbanaeTransportedaCo-
missãodaOrdemEconômica,titulardaComis-
sãodeSistematizaçãoesuplentedaSubcomis-
sãodoSistemaEleitoralePartidosPolíticosda
ComissãodaOrganizaçãoEleitoral,Partidária
eGarantiadasInstituições.Em2007presidiuo
sindicatodosBancáriosdoEstadodoPiauí(SE-
EBF/PI) até 2009. Casou-se com a lagopraten-
seMariaOlíviadeCastroeOliveira,comquem
teve dois filhos; sua esposa foi deputada esta-
dualeseufilho,TiagoUlissesédeputadoesta-
dualdesde2007.
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
ARQUIVO
L
53JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
Lino Teodoro
	 O cidadãoLinoTeodorodeOliveirafoium
dosfundadoresdoCongadoemLagoadaPrata
noanode1912.Foiverdadeiramenteumcida-
dão que contribuiu para a cultura de Lagoa Da
Prata.LinonasceuemLagoadaPrataetambém
faleceunomunicípioem19/07/1955.
Luciana Dôco
	 NascidaemLagoadaPratanoanode1957,
éumacidadãhonradaeparticipativanacidade.
TrabalhanaEmbaréeécoordenadoradoCoral
da Fundação Embaré, ao lado do maestro Ala-
orGonçalves.
Lindomar Ribeiro
	 Lindomar Ribeiro dos Santos é presidente
doLarSãoVicentedePauloemLagoadaPrata.
Vicentino há mais de 25 anos, Lindomar nas-
ceu em Goianésia, no estado de Goiás. É filho
de Oraci Ribeiro dos Santos e Alice Luiza dos
Santos. É o terceiro filho de um total de seis ir-
mãos.Segundoele,todoscresceramvivencian-
do exemplos de fé, esperança e amor demons-
tradosporseuspais.ÉcasadocomNaraRaquel
BessasSantos,comquemtemosfilhosVinícius
BessasSantoseMariaBessasSantos.
Luiz Francisco
	 Comquatromesesdevidaveiomorarcom
seusavôs.Atualmente,érepórternarádioVere-
das,porémcomeçousuacarreiranaRádioTro-
pical,ondeficoudurantealgunsanosetambém
tevepassagempelaRádioLagoaFM.LuizFran-
cisco, conhecido como repórter 88, trabalhou
em diversos outros lugares antes de se tornar,
comoseujeitopeculiar,emumdosmaisrespei-
tados comunicadores de Lagoa da Prata, sen-
do a “voz do povo”, principalmente das pesso-
as que precisam de algum tipo de necessidade.
Trabalhoucomojardineiro,vendedor,aponta-
dorefoisóciodojornal“EmDia”.Luiztevedu-
as inspirações para que se tornasse um comu-
nicador,AntônioCarloseDirceuPereira.Ora-
dialista vê o seu trabalho como uma forma de
estarpróximodoseupúblicoeissoofazsesen-
tirmuitobem,principalmente,peloreconheci-
mentoquerecebedosouvintes.
Lindomar fotógrafo
	 Nascidonoano 1972nacidadedeGoiané-
sia/GO,eleéfilhodeFranciscoRodrigueseSe-
bastianaSilvérioRodrigues.Lindomarcomeçou
suacarreiraaindacedocomoassistentedefotó-
grafoe,naépoca,osequipamentosnãoeramdi-
gitaiscomoosdehoje,entãotevequeestudara
fundoparaentenderdeiluminaçãoeenquadra-
mento. Hojeemdia,éumempresáriodoramo,
atuando em seu próprio estúdio, tendo a aju-
dadesuaesposaÂngelaMariaAlvesRodrigues,
comquemtemduasfilhasAliceeMarina.Lin-
domar Rodrigues, ou Lindomar Fotógrafo co-
moéconhecido,atuaemLagoadaPratasendo
umdosfotógrafosmaisrequisitadosdaregião
ecomreconhecimentonacional.
Lauro Rocha
	 LauroRochaGomeséumdosmaisantigos
e reconhecidos fotógrafos de Lagoa da Prata.
Nascido na década de 50 no município, Lauro
estudou em escolas da cidade e cursou ensino
superior,licenciando-seemEstudosSociaispe-
laPUCMinas.LauroRochaaindaresideemsua
cidadenataleéproprietáriodoestúdiofotográ-
fico“FotoRocha”,quefoifundadoem1968.O
estúdioestálocalizadonaruaAv.BeneditoVa-
ladares,1208-Centro.
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
DIVULGAÇÃO
REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA
54 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
M
Maria Olívia
	 MariaOlíviadeCastroeOliveiranasceuem
Lagoa da Prata no ano de 1946. Conhecida em
sua infância e adolescência por ser uma meni-
na estudiosa e pela sua participação em algu-
maslutaspolíticasnomunicípio,tornou-sere-
conhecidamenteumdeputada estadualnoano
de 1991 até 2007. Além de seu cargo como de-
putada,tornou-segrandeparticipantedapolí-
ticadoestadodeMinasGerais,representando
não apenas sua cidade natal, mas também ou-
trosmunicípiosdaregião.
Marina Alves
	 MarinaAlvesGontijo,naturaldeLagoadaPrata,éumaescritoraex-
cepcional epoetisa,sendoautoradolivrodecontos“SombraseAssom-
brações”,quefoilançadoem2007eobtevegrandesucessonasescolasdo
município. Formada em Pedagogia, pós-graduada em Psicopedagogia,
é membro da ACADELP- Academia Lagopratense de Letras. Uma com-
petente autora mineira que tem praticado vários gêneros ao longo dos
anos e, além de publicar, participa em antologias e conquistou espaços
emjornaiserevistasdacidadeaolongodosanos.
Milton Vieira
	 MiltonVieiranasceuem7defevereirode1993,éfilhodeEu-
nicedeFátimaLudovicoeMiltonVieiraSilva.NasceuemLagoada
Prata e ainda na adolescência se apaixonou pelo esporte. Aos do-
zeanosdeidadejásedividia entreotrabalhoeostreinos.Aos17
anosmudou-separaPiracicaba,interiordeSãoPaulo,ondetraba-
lhou,jogouhandeboleestudou.Oatletatambémjogouhandebol
porváriostimesdeMinasGeraisantesdeembarcarparaSãoPau-
lo.TevepassagemportimesdeLagoadaPrata,porclubesemCar-
modaMata,MartinhoCampos,Betim,emSãoPaulonacidadede
Piracicaba,noParanánacidadedeLondrina.Hoje,Miltonmorana
Espanhaeéorecém-contratadodotradicionaltimeOctavioVigo.
Mozart Alves
	 Filho do maestro Agostinho Pereira e nas-
cidoem1943,Mozartfoiumdosmaiorescan-
toresdacidade,comsuavozgrave,masinfeliz-
mentenãoteveoreconhecimentodeseutalen-
to. Musicista, locutor, pintor e cantor da Ban-
daSuperJC7deLagoadaPrata,MozartAlves
trabalhou em quase todas as emissoras de rá-
dio da cidade. Mozart faleceu em 19 de Julho
de2017,emLagoadaPrata.
Museu
	 Construídoem 1875,omuseuestásituado
naPraçaDonaAlexandrina,nacasaqueperten-
ceuaoCel.CarlosBernardes,fundadordacida-
de.Ocasarãofoiedificadoemtijolosdeadobe,
casa tipo colonial, e tinha de 21 cômodos, en-
tre quartos e salas, onde, no centro, existe um
pé de Alecrim, que é centenário. Esse prédio,
quandoadquiridopelaprefeituraem1977,es-
tavaprestesacair,poisomadeiramentodote-
lhadoforaatingidoporcaruncho,criandogran-
des buracos na sua cobertura. Foi inteiramen-
tereconstituídopelaPrefeituraMunicipal,que
lhedevolveutodagraçaeoencantodeseuspri-
meirosanos.Em1989,esteprédioeraabertoà
visitação, abrigava algumas peças que perten-
ceram ao Coronel, fundador da cidade, grande
acervodepinturas,coleçãoderetratoseoutras
curiosidades que o tempo preservou para a re-
cordaçãodosconterrâneos.Nogovernomuni-
cipal1997-2000,oMuseufoidoadoparaaFun-
daçãodeCulturaeTurismodeLagoadaPrata,
conformeLeino879/99.
Maria Lourdes Dôco
	 LourdesDôcosempreprestourelevantesserviçosnaárea
socialdeLagoadaPrata.Dedicando-seaajudarosmaiscaren-
tes, foi um exemplo a ser seguido. Desta forma, mais do que
justa, seu nome está na Galeria de Vereadoras e Ex-Vereado-
ras daCâmaraMunicipaldeLagoadaPrata.
	 AlaorJ.GonçalvesnasceuemDivinópolise
atéos6anosmorounacidadedeRibeirãoVer-
melho,a9kmdeLavras/MG.Com7anos,mu-
dou-secomospaisparaDivinópolis.EmJanei-
rode1984,foiparaBeloHorizonte,portersido
aprovadonoCoralArsNova–CoraldaUFMG.
Nosegundosemestredomesmoano,assumiuo
cargodeEscriturário,naCaixaEconômicaFede-
ral,mudando-separaLagoadaPrata,ondefaz
partedoCoraldaFundaçãoEmbarécomoma-
estronãoporprofissão,simporamor.
MAESTRO
ALAOR GONÇALVES
ANDRÉ LAINE
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO
ARQUIVO FAMILIAR
DIVULGAÇÃO
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
56 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
N
O
Nonô Relojoeiro
	 WashingtonBorgesouNonôRelojoeiro,nasceuemEsteios,distritodacidadedeLuz/MG,no
dia 3 de julho de 1931. Sendo o caçula de dez irmãos, Nonô ficou aos cuidados do pai e de suas ir-
mãsmaisvelhas,poisperdeusuamãecomapenasquatroanosdeidade.Nonôviveuecresceuna
roça, onde também estudou até completar o ensino fundamental. Na sua juventude, mudou-se
para Lagoa da Prata em busca de novas oportunidades e morou com uma de suas irmãs até se ca-
sar com Izabel de Almeida, com quem teve sete filhas. Um homem visionário e trabalhador, que
teve vários ofícios até descobrir suas vocações. Nonô foi funcionário da Usina Luciânia, onde co-
meçouasuadescobertaparaserumhomemdenegócios.Aindatrabalhandonausina,elefezum
curso de relojoeiro por correspondência e assim iniciou sua vida como comerciante. Algum tem-
po depois abriu a Relojoaria Cyma e depois a Ótica Visão. Sendo um comerciante honesto e ínte-
grofezgrandesamigoseclientesfiéis.Nonôacreditavaqueocomércioeramaisqueumatrocade
mercadoria por dinheiro, era a oportunidade de fazer parte da comunidade, viver e ajudar a so-
ciedade em seu desenvolvimento. Nonô faleceu aos cinquenta e sete anos, deixando uma família
grandeeamorosa,somandoparaalémdesuassetefilhaseesposa,cincogenros,onzenetoseno-
vebisnetos.
Neneve Castro
	 Natural de Luz/MG, Maria das Neves Car-
valho Castro, mais conhecida como Neneve, é
professora,acadêmicaeescritora,autoradoli-
vro“OlhodeGato,RabodeTatu”,quefoilança-
doem2014,elacontasobrememóriasdesuain-
fânciaeadolescência.Neneveémãedecincofi-
lhos,efoiporpedidodelesqueescreveuolivro
para deixar para os seus netos os relatos da vi-
dasimplesqueteve.NeneveCastroreside,atu-
almente,emLagoadaPrata.
Otaviano Poeta
	 Otaviano Teodoro de Resende, conhecido
comoOtavianodoAurélio,nasceuemLagoada
Pratanoanode1932.Eraoquintofilhodoca-
sal Aurélio Rezende e Vicentina Luiza. Casou-
-se com Maria das Graças, mais conhecida co-
moLia;comquemteve6filhos,quelhederam
11netose1bisneto.Otavianoestudouapenas
atéaprimeirasériee,mesmoassim,tornou-se
umgrandepoeta,transformandocadaaconte-
cimentodesuavidaempoesia.
Osvaldo de Freitas
	 Osvaldo de Freitas foi um grande servidor
público.NaturaldeSãoJoãoDelRei/MG,nas-
cido em 1921, mudou-se para Lagoa da Prata
em 1948, foi o fundador do primeiro jornal da
cidade “O Lagopratense”, que circulou apenas
por um ano e seis meses. Antes de vir para La-
goa da Prata, Osvaldo foi convocado para a Se-
gundaGuerraMundial,eseguiuem1944para
Itália. Após alguns meses de treinamento, foi
paralinhadefrente,assimtomouparteemdi-
versasbatalhas.EmLagoadaPrata,tambémfoi
redatordaRádioTropicalesecretáriodaCDL.
Foi eleito vereador para o mandado de 1955 a
1958elogosetornousecretáriodacâmara;tor-
nou-sepresidentedestaem1956a1959e,no-
vamente em 1961. Osvaldo de Freitas foi ho-
menageado pela Galeria dos Ex-Combatentes.
Veioa falecernodia12/12/2005.
Otaviano Bernardes
	 OtavianoJoséBernardesfoivice-prefeitodoprefeitocassadoJoãoPaulino,quandoassumiu
ocargo.Eraumperíododifícil,então,nãohouveoportunidadeparaqueelefizessegrandesfeitos
para Lagoa da Prata, mas conta-se que ele mandou colocar o relógio na torre da igreja como um
presenteparaomunícipio. Omandatoduroude1963até1965.
ARQUIVO FAMILIAR
ARQUIVO ARQUIVO FAMILIAR
REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
58 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
P
Professora Alcione Londe
	 NascidaemLagoadaPratanoanode1966,Alcioneéprofessoradeviolãoeflautaemsuaes-
cola de música e em instituição de ensino privado na cidade. Alcione descobriu o seu amor pela
músicaquandotinhaapenasdezanoseapartirdissonãoparoumais.Aos12anos,sereuniacom
amigosnaPracinhadoCruzeiroetocavapordiversão,atéqueaspessoaspassaramarecorreràela
paraobteremajudacominstrumentos. Alcioneencaravacomoumaajudaaopróximoenãocomo
aulas.Aosquinzeanosmudou-separaRondônia/RO,ondetrabalhoucomolocutoraderádiopor
umano,emesmolongedesuacidadenatal,nuncadeixousuapaixãoporlecionarmúsica.Deuau-
las em Rondônia, nos momentos que não estava na escola e aos sábados. Sua motivação a seguir
na educação musical foi a sua facilidade de interação com as pessoas, que reconheciam que seus
métodosdeensinoeramdiferenciadosefáceis.Apartirdisso,percebeuquepoderiaseguircoma
ideiadeteramúsicacomoprofissãoparaquepudessesededicarportempointegral.
Padre Marcos Tiago
	 NascidonacidadedeArcos,opadreMarcos
Tiago,ouapenasTiago,ordenou-seem2009,e
logoem2010,jáestavaemLagoadaPrata,atu-
andocomsuafénaIgrejaSãoCarlosBorromeu.
Nomesmoano,foidesignadoparaanovaigreja
queseriaconstruída,aParóquiaSãoFrancisco
deAssis.PadreTiagocriouascomunidadesSan-
taRitaeMãeRainha.Maistardecrioutambém
aComunidadeSantoAntônionoBairroParadi-
so. Em outubro de 2010, Padre Tiago celebrou
a primeira missa no lote destinado à constru-
ção da Matriz de São Francisco e convocou to-
daacomunidadeparaconstruiraigreja.Atual-
mente, o padre vive em Roma, onde ficará por
algum tempo para se aprofundar nos estudos
sacerdotais.
PrimeirosAutomóveis
	 Pelos meados de 1925, nas ruas do povoa-
do,desfilavamosprimeirosautomóveis,tendo
comoosdonosDonaAlexandrinaHenriquina,
Juca Lobato, Donana e Cel. Carlos Bernardes.
Eramuns“Fordinhos”,quetinhamtrêspedais
etrêsmarchas.
PracinhadoCruzeiro
	 Antes de ser a conhecida Pracinha do Cru-
zeiro,nasmediaçõespróximaàatualpracinha,
moravaocarpinteiroOlintoPinto,umamante
dasfestasdocongado,quedecidiufazerumcru-
zeirodemadeirae,diantedopesodasuaobra,
não conseguiu mover o cruzeiro de imediato.
Porém, comaajudadealgunsamigos,colocou
apeçaondepretendiacolocá-la,naentãoIgre-
ja do Rosário. Assim, o cruzeiro já no seu des-
tinado lugar, tudo que acontecia a beira do lo-
cal era noticiado como “aconteceu perto da es-
quina do cruzeiro”. Algum tempo depois o lo-
calpassouaserchamadodeLargodoCruzeiro.
No entanto, com a chegada de um novo padre
à igreja, este que não estava de acordo com as
festasdecongado,declarandoquenãodeveria
“misturardançacomreza”,oidealizadorOlin-
to Pinto acabou dando um fim a antiga Igreja
doRosário.Comsuademolição,oespaçovazio
acabouporreceberoutronomenaépoca:“Pra-
cinhadoCruzeiro”.Apartirdeumaleimunici-
pal, a praça tem o nome oficial do idealizador
Olinto Pinto Ribeiro, porém os lagopratenses
fizeramjusà suaorigem,eassimtodosidenti-
ficamapraçacomo“PracinhadoCruzeiro”.
Professor Derli
	 DerliDonizettiMendeséprofessordeedu-
cação física, sendo um dos mais reconhecidos
deLagoadaPrata.Oprofessoréqueridoeres-
peitado por seus alunos e também ex-alunos
por ser dedicado à profissão. Tendo o esporte
como premissa, ele sempre incentiva seus alu-
nosaparticiparemdoJELP.Alémdeeducador
na área de esportes, Derli foi também vice-di-
retordaEscolaEstadualTeotôniodeCastroao
ladodeDivaMariaMelonosanosdecorrentes
a 2000, onde também foi professor de educa-
çãofísicaduranteanos.
PresmedOcupacional
	 APresmed–Clínica ocupacionaléumaem-
presa que tem estratégias de atendimento aos
trabalhadoresdasempresasbaseadasnareali-
zaçãodeentrevistaclínicadetalhadaeexamefí-
sicominucioso,quegarantemdefiniraaptidão
dotrabalhadorfrenteàsexigênciaspsicofísicas
decadacargo.DirigidapelomédicoDavidBar-
reto, a Presmed oferece às empresas de Lagoa
da Prata soluções em medicina e segurança do
trabalhocombasenasnormasdehigiene,saú-
de e segurança do trabalho. A clínica está loca-
lizada na Avenida Getúlio Vargas, 1073 – cen-
tro.
ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
ARQUIVO DIOCESE ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
Q
59JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
Padre Guarino
	 OPadreitalianoPellegrinoGuarinochegouàLagoadaPrataemjunhode1939.Vendoaassí-
duaeabnegadaparticipaçãodosfiéisquecresciacadavezmais,sentiuanecessidadedeampliara
igrejaqueexistianaépoca.Acabouentãopordecidirdemoli-laeconstruiuaqueexistehoje,aPa-
róquia de São Carlos Borromeu. A obra teve início em 1942 e só foi concluída 12 anos depois, em
1954.Pe.Guarinoeraumpadresimplesehumilde.VáriasvezesfoiaJaparaíba/MGmontadoaca-
valoparaatenderacomunidade,celebrandomissasebatizados.Naparóquia,contavacomoapoio
dos Vicentinos. Padre Guarino viveu para o sacerdócio, vida de pobreza e doação. Morreu pobre,
ajudado pelas famílias de boa vontade da paróquia em abril de 1960. Ele está enterrado na Igreja
MatriznaCapela“NossaSenhoradoCarmo”,dequemeradevoto.Emsuahomenagem,seunome
foidado paraumaruanobairroSantaEugênia.
	 Ana Cláudia nasceu em 19 de novembro
de 1983, é filha de Terezinha da Silva Oliveira
e Waldomiro de Oliveira Filho. Ela é Bachere-
laemQuiropraxiapelaUniversidadeAnhembi
MorumbieMembrodaAssociaçãoBrasileirade
Quiropraxia.Anaéumadosdozeprofissionais
deMinasGeraisquesãohabilitadospelaAssociaçãoBrasileiradeQuiropraxia.CasadacomThia-
goFernandesdeOliveira,elatemasgêmeasClaraFernandesdeOliveiraeGiovanaFernandesde
Oliveira e Luíza Fernandes de Oliveira. A paixão pela quiropraxia surgiu há 15 anos, quando sua
mãe teve um problema sério na coluna e não teve nenhum tratamento eficaz e nem diagnóstico
conclusivo.Foientãoqueelaconheceuaprofissãoquesededicavaexclusivamenteàalteraçõesna
colunaeseapaixonoupelaárea.
QUIROPRAXISTA ANA
CLÁUDIA
RHAIANE CARVALHO
60 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
R
Rui Amorim
	 Natural de Lagoa da Prata, Rui nasceu em
1937.FilhodePedroRobertoeZeniteSilva,Rui
casou-se com Iva Luíza e tiveram 4 filhos. Foi
o vereador mais votado na sétima legislatura
de 1971. Tomou posse de seu cargo no dia 31
de janeiro de 1971, onde ficou até 31 de janei-
rode1973.Foireeleitoetambémomaisvota-
do na oitava legislatura de 1973 a 1976, assu-
mindoapresidênciadacâmaraem31dejanei-
rode1977.Ruitambémfoieleitoprefeitopara
omandatode1977a1983.
Rafaela Miranda
	 NascidaemLagoadaPrata,Rafaelaécanto-
raecompositora.Donadeumavozfirmeegra-
ve,elaéconsideradaumadasnovasgrandesre-
velações femininas da música sertaneja. A ar-
tistafoidescobertaporVitorLeonardo,ex-em-
presáriodeCristianoAraújo.Rafaelatemvárias
músicasgravadasevídeosnoYouTube,umdeles
“Luz Apagada” atingiu 956.265 visualizações.
É autora da música “Cotovelo Vai Doer, grava-
dapeladuplasertaneja,ZezéDiCamargoeLu-
ciano.
Raimunda Professora
	 Raimunda da Silva Santos, nascida em Betim/MG, mudou
para Lagoa da Prata em 1966, pois seus pais vieram para traba-
lharemumafazenda.Éformadaempedagogia,sendoelaater-
ceira mulher a se formar como pedagoga na cidade. Raimunda
tem 30 anos como professora, e se aposentou como pedagoga.
Após a carreira de educadora, Raimunda foi para o Sindicato de
EducaçãodeLagoadaPrata,sendoláavicecoordenadora.
Recanto da Chibata
	 OgruposertanejodeLagoadaPrata,oRecantodaChibata,foiformadoem2007e,desdeen-
tão, tem quatro CD’s gravados e um DVD. O seu primeiro show foi realizado em Esteios, distrito
de Luz/MG, e arrecadou dinheiro suficiente para que gravassem o primeiro CD da banda. Então,
devido o sucesso do primeiro decidiram gravar um segundo nos meados de 2008. Desde então, o
grupo tem se destacado pelo talento, carisma, presença de palco e repertório diferenciado, atra-
vésdosertanejoraiz.
Renato Professor
	 RenatodaCruzFerreiranasceuem1974em
LagoadaPrata,éprofessordemúsica,lecionan-
dodezcursos,alémdapercussãovocaleviolão.
Aprendeu a tocar violão aos dez anos com seu
pai, que tocava o instrumento por diversão. O
professor Renato se interessou por acaso pela
música, ligando sua paixão e profissão ao que
seupaiensinou.Dáaulashá18anosemLagoa
daPrata,nodistritodoCapoeirão/MGeJapara-
íba/MG.OprofessoratendenaruaAcácioMen-
des,315nobairroAméricoSilva.
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
ARQUIVO PESSOAL
ARQUIVO PESSOAL
REPRODUÇÃO / LIVRO 60 ANOS DE PODER LEGISLATIVO DE LAGOA DA PRATA
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
62 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
S Santa Helena FC
	 Santa Helena Futebol Clube, uma das equipes tradicionais do futebol de Lagoa da Prata nos
anos 90, que depois veio a ser a base da equipe do Ferroviário, tendo como técnico Ideuzinho e o
presidentedoclubeDidi.
Sicoob Crediprata
	 Aofinaldadécadade80,comgrandesdificuldadesparaconseguirre-
cursoseteracessoaocréditojuntoàsinstituiçõesfinanceiras,umgrupo
deprodutoresruraisdeuoprimeiropassoeencarouosdesafiosdecons-
truirumacooperativaforteesólida,queosajudassemnaconstruçãode
seus sonhos. Após 25 anos de sua constituição, os resultados expressi-
vosmostramagrandeforçadoSicoobCrediprataesuacredibilidadenas
comunidadesondeatua,evidenciandotodoopotencialdeseusassocia-
dosedeumagestãocomprometidacomocrescimentomútuo.OSicoob
Crediprata acredita que gerar soluções financeiras adequadas e susten-
táveis, por meiodo cooperativismo, aosassociados e àssuas comunida-
dessejaachavedosucesso.
Santa Alexandrina
	 OnomedobairroSantaAlexandrinaéuma
homenagem à célebre e honrada matriarca Dª
AlexandrinaHenriquinaBernardes,quefoica-
sadacomoCoronelCarlosBernardes,ofunda-
dordeLagoadaPrata.
Sicoob Lagoacred Gerais
	 A cooperativa surgiu da necessidade que os comerciantes de Lagoa
daPratasentiramemconstruirumaorganizaçãocomoobjetivodeunir
esforços para proporcionar melhor assistência financeira, prestação de
serviçosecréditodentrodosprincípioscooperativistas.OSicoobLago-
acredGeraisfoifundadoem30deoutubrode1996einauguradoem17
deabrilde1997.Naqueleano,oentãoPresidentedaAssociaçãocomer-
cial convidou um grupo de empresários para discutir a ideia de se criar
umacooperativadecrédito.Apartirdestemomento,ainstituiçãoseide-
alizousobaliderançadeNilsonAntonioBessas, JoséTavaresdeRezen-
deeJúlioCésarVaz.Comemorando20anos,acooperativaacreditaque
é fundamental crescer junto com os seus associados e contribuir com o
desenvolvimentosocioeconômicodascomunidadesondeatua.
ARQUIVO SITE LAGOA ESPORTES
ARQUIVO
ARQUIVO
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
64 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
T
Tiago Ulisses
	 Filhodaex-deputadaMariaOlíviaeex-de-
putado federal José Ulisses de Oliveira, Tiago
Ulisses formou-se como advogado na UFMG
em 1996. Nascido em Belo Horizonte/MG, o
advogado e empresário disputou em 2006 sua
primeiraeleiçãopeloPV(PartidoVerde),sendo
o segundo mais votado do partido. Novamen-
te, em 2010, disputou a eleição, obtendo mais
de 103 mil votos, sendo o mais votado do PV e
oquintogeral.Asprincipaisregiõesdeatuação
políticasãoCentro-OesteeSul.Omunicípioem
querecebeumaiorvotaçãoéLagoadaPrata,ter-
ranataldesuamãe.
Taioba
	 ObarerestaurantedoTaioba,éconsideradoumdosmelhorespontos
de encontros para famílias e amigos. Tendo como proprietário Antônio
DonizetedaSilvaedireçãodeClaudiaBabilon,oestabelecimentooferece
diversos pratos e um atendimento exclusivo aos clientes. Preparado para
servir a todos, o Bar e Restaurante do Taioba está localizado na Rua Dom
PedroII,1000,noBairroSãoJosé.
Tropical AM
	 Fundadaem8deagostode1980,aemissora
derádioTropicaléumexemplodetrabalhoár-
duoecoletivo.OsprofessoresAntônioRomão
dos Santos, José Antônio Guadalupe, Levi Lo-
pes de Araújo e Pedro Paulo Resende se junta-
ramàquelequedelasetornoudiretor,oSamuel
MartinsdeAlmeida.ARádioTropicaltemoseu
trabalhoreconhecidoatravésdetítulosrecebi-
dosdasentidadeslocais,escolas,prefeiturasde
diversas cidades de Minas Gerais. O prédio da
emissora se localiza na rua Luz, 235, no bairro
AméricoSilva,etemdireçãodeThiagoMartins.
Tânia Fernandes
	 Natural de Belo Horizonte, Tânia Márcia
CamposFernandestem43anos,éSuperinten-
denteAgroindustrialdaunidadedaBiosevem
LagoadaPrata.GraduadaemEngenhariaQuí-
mica pela UFMG, ela possui larga experiência
profissionalemgrandesempresas,comoaVo-
torantim,Novelis,Alcoa,entreoutras.Lideran-
do a empresa que possui centenas de homens,
Tâniasedizpragmáticanoassuntoequenotra-
balhooquevalesãoosresultados.Sobasuaco-
ordenação, a Biosev tem registrado considerá-
velmelhoraemsuaprodutividade.
Tamiris Júlia
	 FilhadeClebereArlete,TamirisJúliaAma-
ral,nasceuemLagoadaPratanoanode2000,e
hojeéumajovemescritoradomunicípio.Com
dois livros já publicados, Tamiris tem a escri-
tacomoomelhormododeextravasarossenti-
mentos. Quando começou a escrever, a jovem
nuncaimaginouquefossefazerissoprofissio-
nalmente, mas viu que poderia ser uma opção
quando o Nilson, presidente do Sicoob Lagoa-
credGerais,quetambéméescritor,adescobriu
e a deu uma oportunidade. Seu primeiro livro
publicadoem2016,intituladode “(S)CemSe-
gredos”,eoseusegundo,oprimeirodeumatri-
logia, publicado em agosto de 2017, “Ele é Um
Anjo”. Os dois livros da trilogia já estão quase
prontos e logo serão publicados. Com sua pai-
xãopelaescritaeseuintuitoaoescrever,Tami-
risesperaemocionarosseus leitores,verarea-
çãodeles,fazercomqueaspessoasviagemen-
tre tempos e mundos, sem precisar pegar um
avião, declarando assim que, enquanto conse-
guirfazerisso,seuobjetivoestarácompleto.
ARQUIVO
ARQUIVO PESSOAL DIVULGAÇÃO
U
V
Z
65JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017
Unopar
	 A Unopar é a única instituição de ensino devidamente credenciada em Lagoa da Prata para
oferecercursossuperioresdegraduação,presenciaiseàdistância.Ainstituiçãode LagoadaPra-
ta já formou quase 500 alunos nos últimos 6 anos. Em uma excelente localização, seus estudan-
tes contam com uma biblioteca, preços acessíveis, horários flexíveis, material didático gratuito e
aulaspresenciaisumavezporsemana.Emseusite,oalunotemumespaçoexclusivopara acons-
truçãodoseuconhecimento,desenvolvimentodeatividadeseducativaseoacessoàbibliotecadi-
gitalcomosuportepedagógico.AUnoparestálocalizadanaAvenidaBrasil,1253,bairroMarília.
Virgínio Perillo
	 NaturaldeLagoadaPrata/MG,nascidoem
1910, filho de Ângelo Perillo e Francisca Leite
Perillo,Virgíniocasou-secomNairdeCastroPe-
rillo e tiveram oito filhos. Era um comerciante
eguardalivros.Virgínioexerceuopoderpúbli-
comunicipalcomidentidade–erachamadode
Prefeito,queeranomeadopeloGovernadordo
Estado.Esteperíodofoiexercidoporseismeses
em1946.Nasprimeiraseleiçõesparaprefeito,
foivice-prefeitocomJoséTeotôniodeCastrode
1947a1948.Foiprefeitocumprindomandato
de1951até1955,sendoseuviceJoséTeotônio
deCastro.VirgínioPerillocontinuounacarrei-
ra política, foi eleito vereador de Lagoa da Pra-
ta para o mandato da terceira legislatura 1955
a 1958, tomando posse no dia 1 de fevereiro
de 1955. Dois dias após, por pedido de licen-
ça foi substituído pelo vereador Francisco Jo-
sédeOliveira,foranovamentesubstituídoem
27/02/1956e21/10/1957pelomesmoverea-
dor. Em homenagem, seu nome foi dado à Es-
colaEstadualVirgínioPerillo.
Veredas FM
	 ArádioVeredasFMfoifundadaemmaiode
1988 por Otaviano Vander de Oliveira e Antô-
nio de Lima Sampaio. Com uma programação
demúsicasnacionaiseinternacionais,informa-
çãoenotíciasesportivas,arádioéumadasmais
ouvidasnacidade.Sintonizadaem88,5FM,ela
conta com uma ampla equipe que trabalha pa-
ra atender seus ouvintes. Atualmente, a rádio
estásobadireçãodeGildaSilvaReis,queéum
dosherdeirosdosaudosocomunicadorDirceu
Pereira.ArádioestálocalizadanaruaRioGran-
dedoSul,2194,bairroMariaFernanda.
Vila Mendonça
	 Asvilassecaracterizamporserumconjunto
de moradias, às vezesasresidências são muito
simples,enãofoidiferentecomaVilaMendon-
ça, que foi representada por uma série de casi-
nhassimplesfeitasporAlfredoMendonça,em
meadosdoséculopassadoparaseremalugadas.
Zulma Miranda
	 Zulma Oliveira Miranda nasceu em Lagoa
daPratanoanode1935,foiaprimeiramulher
eleitavereadoranomunicípio.FilhadeAlexan-
drePereiraAraújoeElviradeOliveiraAraújo,ca-
sou-se com Antônio Miranda e tiveram dez fi-
lhos Carlinhos, Almir, Helder, Izabel, Anchie-
ta, Luiz, Mônica, Salete, Joana e Stela, que de-
ramaeles17netos.Elatevecarreiradeprofes-
sora e, como vereadora, lutou muito pela clas-
sefeminina.Foieleitaparaomandatode1983
a1989,sendoamaisvotadadadécimalegisla-
tura.Comograndemulherevereadora,impor-
tante influenciadora da vida política para mu-
lheres, Zulma recebeu a homenagem na Gale-
riadasVereadoraseEx-VereadoresnaCâmara
MunicipaldeLagoadaPrata.Zulmafaleceuno
anode2015emLagoadaPrata.
DIVULGAÇÃO
ARQUIVO FAMILIAR
REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tanques de armazenamento de petróleo
Tanques de armazenamento de petróleoTanques de armazenamento de petróleo
Tanques de armazenamento de petróleo
marcionilo neri
 
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_webSchneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
philippemilioni
 
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
ISPG-CHOKWE CRTT
 
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
Semira Selvatici
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
051727
 
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
Gabriel Resende
 
G3 trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
G3   trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.G3   trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
G3 trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
cristbarb
 
Süssekind curso de análise estrutural 2
Süssekind   curso de análise estrutural 2Süssekind   curso de análise estrutural 2
Süssekind curso de análise estrutural 2
Uniceuma
 
Instrutor cfaq e (2)
Instrutor cfaq e (2)Instrutor cfaq e (2)
Instrutor cfaq e (2)
SERGIODEMELLOQUEIROZ
 
Caldeiras marinha do brasil
Caldeiras   marinha do brasilCaldeiras   marinha do brasil
Caldeiras marinha do brasil
ederpitapeva
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulica
fernando correa
 
Captação e Adutoras
Captação e AdutorasCaptação e Adutoras
Captação e Adutoras
Carlos Elson Cunha
 
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água paraNbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
Jacqueline Schultz
 
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Cruzadinha sobre a  Roma AntigaCruzadinha sobre a  Roma Antiga
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Mary Alvarenga
 
Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
Sandrakonkel
 
Atividade palavras cruzadas idade média 6a
Atividade palavras cruzadas idade média 6aAtividade palavras cruzadas idade média 6a
Atividade palavras cruzadas idade média 6a
Atividades Diversas Cláudia
 
Transporte hidroviario
Transporte hidroviarioTransporte hidroviario
Transporte hidroviario
valtoti
 
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritoresAvaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
Atividades Diversas Cláudia
 
Fenômenos de Transporte
Fenômenos de TransporteFenômenos de Transporte
Fenômenos de Transporte
Ernane Nogueira Nunes
 
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdfCATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
AlessandroBastos15
 

Mais procurados (20)

Tanques de armazenamento de petróleo
Tanques de armazenamento de petróleoTanques de armazenamento de petróleo
Tanques de armazenamento de petróleo
 
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_webSchneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
Schneider tabela selecao_01-2019_rev07_web
 
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
Dimensionamento de um Sistema de Bombagem para Abatecimento de água para a co...
 
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
AS EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NOTURN...
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
Industrialização Brasileira - 1° Período (1500 - 1808)
 
G3 trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
G3   trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.G3   trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
G3 trabalho de física sobre a usina hidrelétrica.
 
Süssekind curso de análise estrutural 2
Süssekind   curso de análise estrutural 2Süssekind   curso de análise estrutural 2
Süssekind curso de análise estrutural 2
 
Instrutor cfaq e (2)
Instrutor cfaq e (2)Instrutor cfaq e (2)
Instrutor cfaq e (2)
 
Caldeiras marinha do brasil
Caldeiras   marinha do brasilCaldeiras   marinha do brasil
Caldeiras marinha do brasil
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulica
 
Captação e Adutoras
Captação e AdutorasCaptação e Adutoras
Captação e Adutoras
 
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água paraNbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
 
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Cruzadinha sobre a  Roma AntigaCruzadinha sobre a  Roma Antiga
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
 
Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
 
Atividade palavras cruzadas idade média 6a
Atividade palavras cruzadas idade média 6aAtividade palavras cruzadas idade média 6a
Atividade palavras cruzadas idade média 6a
 
Transporte hidroviario
Transporte hidroviarioTransporte hidroviario
Transporte hidroviario
 
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritoresAvaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
Avaliac3a7c3a3o diagnc3b3stica-de-histc3b3ria-9c2ba-ano-com-descritores
 
Fenômenos de Transporte
Fenômenos de TransporteFenômenos de Transporte
Fenômenos de Transporte
 
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdfCATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
CATÁLOGO BOMBAS SCHNIDER - 2022.pdf
 

Semelhante a Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017

Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
Jornal Cidade - Ano II - Nº 25Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
Jornal Cidade
 
Jornal do Sertão Edição 102 Agosto 2014
Jornal do Sertão Edição 102  Agosto 2014 Jornal do Sertão Edição 102  Agosto 2014
Jornal do Sertão Edição 102 Agosto 2014
JORNAL DO SERTÃO Enes
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
JornalACidade
 
Vila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
Vila Nova de Famalicão - Agenda CulturalVila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
Vila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
Hélder Filipe Azevedo
 
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
Pery Salgado
 
Tipo Carioca - junho 2013
Tipo Carioca - junho 2013Tipo Carioca - junho 2013
Tipo Carioca - junho 2013
Jornal Tipo Carioca
 
3 ano artes campo grande
 3 ano artes campo grande 3 ano artes campo grande
3 ano artes campo grande
Marines Adiers Alves Pereira
 
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte AbraãoAcontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014 Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
JORNAL DO SERTÃO Enes
 
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
SoproLeve
 
Novidades belas 5
Novidades belas 5Novidades belas 5
Novidades belas 5
Fátima Rocha
 
EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294
Afonso Pena
 
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
Pery Salgado
 
Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8
Marcella Gomes
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
JornalACidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016 Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade
 
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
Pery Salgado
 
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
Pery Salgado
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
Divaldo Rosa
 

Semelhante a Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017 (20)

Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
Jornal Cidade - Ano II - Nº 25Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
Jornal Cidade - Ano II - Nº 25
 
Jornal do Sertão Edição 102 Agosto 2014
Jornal do Sertão Edição 102  Agosto 2014 Jornal do Sertão Edição 102  Agosto 2014
Jornal do Sertão Edição 102 Agosto 2014
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1092 que circula no dia 06...
 
Vila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
Vila Nova de Famalicão - Agenda CulturalVila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
Vila Nova de Famalicão - Agenda Cultural
 
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
INFORMAÇÃO COMPLETA 94 - CULTURARTEEN 131
 
Tipo Carioca - junho 2013
Tipo Carioca - junho 2013Tipo Carioca - junho 2013
Tipo Carioca - junho 2013
 
3 ano artes campo grande
 3 ano artes campo grande 3 ano artes campo grande
3 ano artes campo grande
 
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte AbraãoAcontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº 14 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014 Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
Jornal do Sertão Edição 100 Junho 2014
 
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
Destaques ! Rede Municipal de Bibliotecas de Palmela
 
Novidades belas 5
Novidades belas 5Novidades belas 5
Novidades belas 5
 
Tipo Carioca - agosto 2013
Tipo Carioca - agosto 2013Tipo Carioca - agosto 2013
Tipo Carioca - agosto 2013
 
EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294
 
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
INFORMAÇÃO COMPLETA 97 - JUNHO 2014
 
Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1108 que circula no dia 04...
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016 Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
 
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
 
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
CULTURARTEEN 151 - setembro 2015
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
 

Mais de Jornal Cidade

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade
 

Mais de Jornal Cidade (20)

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017

  • 6. 6 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 FALECOMAREDAÇÃO/COMERCIAL:373261-9885•3799938-6310•contato@jornalcidademg.com.br •EXPEDIENTE:CRComunicaçãoLtda-CNPJ13.591.966/0001-92| PraçaCoronelCarlosBernardes,187Sala107-Centro-LagoadaPrata(MG)-35.590-000|EditorChefe:JulianoRossi(MTB12828/MG)-Diretor:EvertonCosta(MTB1589/MG) -Reportagem:RhaianeCarvalhoeBárbaraFélix|Asmatériasassinadaseoconteúdodosanúncios/informativospublicitáriossãoderesponsabilidadedeseusrespectivosautores. Está em suas mãos a segunda parte de uma trilogia que o Jornal CidadeestáproduzindosobreahistóriadeLagoadaPrata.Nossoob- jetivoéofereceraosleitoresumprodutohistóricoeculturalquepos- savalorizaraspessoasquefizeramefazempartedahistórialagopra- tense. Por isso o trabalho é feito de forma colaborativa, com a parti- cipaçãodedezenasdepessoasquesugeriramtemasaseremaborda- doseforneceramfotosdeseusarquivospessoaisparaqueestapubli- caçãosetornassepossível. Aprimeiraediçãode“LagoadaPratadeAaZ”foilançadanasvés- peras do aniversário do município em 2016 e a trilogia se encerrará em 2018, quando a cidade completará 80 anos. E para comemorar, publicaremosaediçãofinal,quereuniráoconteúdodasediçõesante- rioresenovostemasqueserãopesquisadospornossaequipedepro- fissionais. Eporfalarempesquisa,areportagemdoJornalCidadeseempe- nhou nos últimos seis meses a consultar livros, revistas, jornais, in- terneterealizarentrevistascompessoasquecompartilharamconos- coashistóriasdeseusantepassados. Estaediçãode“LagoadaPratadeAaZ”trazumasessãoespecial sobreaantigaVilaLuciânia.Trouxemosahistóriadedezenasdepes- soasquefizeramadiferençanaquelacomunidadeecontribuíram,com seutrabalhoesuor,paraconstruirumadasmaioresempresasdare- gião, a Usina Luciânia, hoje Biosev. São histórias que a história ofi- cialnãocontou.Sãorelatosdeumpovoquesesentiaacolhidoepro- tegidonaquelelugar.Valeapenaaleitura. Porfim,registrarahistóriadeLagoadaPratapormeiodepeque- nosverbetestemoutropropósito,consideradospornós,daredação, muitoimportante.Émostrar,principalmenteaosjovens,queacida- defoiconstruídaporumpovoempreendedoretrabalhador,quedes- de sempre se abriu para novas ideias e acolheu moradores de outras cidadescomosefossemseus,eesseespíritoimpulsionouodesenvol- vimentoLagoadaPrataquehojepossuiumadaseconomiasmaispu- jantes da região, grandes indústrias, um comércio arrojado e um se- torextremamenterelevantequeéformadopormilharesdevendedo- res autônomos que estão trabalhando em todas as regiões do Brasil vendendonossosprodutos,fortalecendonossasempresasetrazen- dorecursosquemovimentamtodosossetoresdenossaeconomia. Aosmaisjovens,ficamosexemplosdaquelesqueempreenderam evenceramnumperíodopré-internet.Aosmais,digamos,vividos,fi- caasaudadedetemposmemoráveis,mastambémacertezadequeo futuropodesertãobomquantoopassado.Dependeapenasdenós. AGRADECIMENTOS Agradecemosaoempenhodenossasparceirasdetrabalho,asjor- nalistas Bárbara Félix e Rhaiane Carvalho. Dentre tantos parceiros, nossosagradecimentosespeciaisaPedroBioró,JaquelineGonçalvez, Sr.GeraldoJúlio,PrefeitoPauloCésarTeodoro,FátimaCésar,Marcos Antônio Aparecido e Sandra Teixeira. Aos familiares de muitos per- sonagens, dedicamos também nosso agradecimentos por nos cede- reminformaçõeseimagense,principalmente,porconfiaremnosso trabalhomaisumavez. Atodosvocês,muitoobrigado. JulianoRossieEvertonCosta,diretoresdoJornalCidade FONTESEREFERÊNCIAS Siteseblogs:JornalCidade,DiocesedeLuz,Lagoadaprata14,LagoaEsportes,GrupoFamíliasdaVilaLuciânianoFacebookeoutros. Livros: (*)LagoadaPrata.RetirodoPântano/SilvérioRochadeOliveira. –BeloHorizonte:ArmazénsdeIdeias,1998.(*)AHistóriadeLagoadaPrata/AcácioMendes.–Lagoa daPrata,2003.(*)40AnosdeLagoadaPrata/CirodosSantos.–LagoadaPrata,ClínicaNossaSenhoradeGuadalupe,1980.(*)60AnosdeHistóriadoPoderLegislativodeLa- goadaPrata–1947a2007/NarcizioCruzNazaFerreiraeRobson RobertoLopes(Org.).–LagoadaPrata,GráficaModerna,2006. LAGOA DA PRATA, 79 ANOS Parte 2. A história continua...
  • 12. 12 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 AAmérico Silva AméricoEmídioSilvafoiregentedabanda de música na recepção à primeira locomotiva chegada à Santo Antônio do Monte no ano de 1915,apósumséculodetersidoinventada,ehá umanodaestradadeferroterchegadonoPân- tano (hoje, Lagoa da Prata), que ansiosamen- te esperava pelo acontecimento. Américo teve três irmãos que se ligaram à história de Lagoa daPrata:ArmandoEmídiodaSilva,conhecido porNenêAmérico,quemontouaprimeirausi- nahidrelétricaailuminaroarraial.JoséAméri- coSilvadeumuitoempregoamuitagente,sen- do proprietário de uma indústria de cerâmica. O terceiro chamado Amadeu Emídio da Silva, ou “Nenenzinho Américo”, que ficou conheci- do por ser um homem forte e trabalhador. Es- te tinha muita visão para negócios e tinha ini- ciativa. Em 1946, Nenenzinho Américo, José Américoeosoutrosirmãoscompraramumter- reno,umaáreaabrangente,emandaramloteá- -lo,dando-lheonomedeAméricoSilva,umdos maioresbairrosdacidadedeLagoadaPrata. ÁrvorenoMeiodaRua NaruaCeará,nobairroNossaSenhoradas Graças,maisconhecidacomo“Peteca”,háuma enormeárvorenomeiodarua.Aárvorepossui umtroncogrossoeumacopaqueproporciona muitasombraaosmoradoresvizinhos.Recen- temente,aoseuredorforamconstruídasmure- tascomobjetivodedemarcarolugardaárvore, que é como um xodó para os moradores da re- gião. AssociaçãoAmérica AAssociaçãoAméricaFutebolClube(AAFC)éumgrupodeamigosquesereúneparajogarfutebol nasmanhãsdedomingoemLagoadaPrata.Fundadaem1988,aentidadepossuiumcampopróprio muitobemcuidado,comirrigaçãosubterrânea,consideradoumdosmelhoresdaregião.Em2017,o SucatarecebeuavisitadaAssociaçãoVeteranosdeAraçá,deVilaVelha/ESparaduaspartidasamisto- saseposteriormente,nomêsdenovembro,viajouaoEspíritoSantoparafazerosjogosdevolta. Natural de Santo Antônio do Monte, filho de Antônio Carlos de Castro Madeira e Maria José das Chagas Madeira, Antenor casou-se com a neta de Joaquim Gomes Pereira (Titi), a senhoraDulceBernardesdasChagasMadeira. Antenorfoiumdosgrandesbenfeitoresdaan- tigaSantaCasadeMisericórdiadeLagoadaPra- ta.Comomédico,ajudoubastante,poisnãoha- via nenhum residente naquela época e ele pre- encheu essa lacuna. Antenor Chagas Madeira foi eleito vereador por duas vezes, a primeira em 1947, porém fora substituído por Raphael Ribeiro de Resende, e uma reeleição em 1951, quando também foi substituído, desta vez por FranciscoJoséOliveira.Emhomenagemaseus feitos em prol da cidade, seu nome foi dado a umaruanoBairroMarília. ANTENOR CHAGAS MADEIRA All Black Pub Inaugurado em 2015, o bar All Black é um dos pontos de diversão da cidade de Lagoa da Prata. Rafael Figueiredo, Fernando Sallum e Bruno Valadão foram os empreendedores que trouxeram este conceito de bar para a cidade. AllBlackéumdosbaresmaisrequisitados.Com seuestilo“rock”emoderno,éumexcelentepon- todeentretenimentoparaseencontrarcomos amigoseapreciarosmaisdiversosdrinks.Obar está situado na Rua Olegário Maciel, 447, no CentrodeLagoadaPrata. Adircilene Batista AdircileneBatistaeSilvaénaturaldeEstre- ladoIndaiá/MG.FilhadeLerySilvaeMariaVi- tória Silva. É professora de Português com es- pecialização em Direito Educacional, Metodo- logiadoEnsinodaLínguaPortuguesa,gestora emDireitosHumanospelaUniversidadeFede- raldeViçosaeGestoraemEducação.Escritora, ensaísta, organizadora de diversas coletâneas decontos,crônicasepoesias.Éautoradoslivros “AMeninaeaPoesia”,“SonhosdePoeta”.Parti- cipoueorganizouas“Coletâneas:LagoadaPra- taemProsaeVersoIeII”, “100AnosdoConga- do”, em parceria com Dr. Ciro dos Santos, en- tre outros. Em 2016, Adircilene recebeu o tro- féuCarlosDrummonddeAndradeeotítulode cidadãhonoráriaemLagoadaPrata REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA ARQUIVO PESSOAL DIVULGAÇÃO BÁRBARA FÉLIX ARQUIVO ASSOCIAÇÃO AMÉRICA
  • 16. 16 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 B Bar Lagoense Em1902foiconstruídaeinauguradaaprimeiracasacomercialdeLagoadaPrata,quetinhao nome de “Loja do Povo”. Atrás do comércio se localizava a casa residencial do dono, Joaquim Go- mes Pereira, também conhecido por Titi. Com o passar dos anos, esta casa comercial se transfor- mounofamosoBarLagoense,queduroumuitosanos. Boavia Auto Center Inaugurado em junho de 2016, o Boavia AutoCenterestáseconsolidandonaregiãoco- moreferênciaemcentroautomotivo.Fundada porMarceloLacerdaeWilsonSilva,aempresa oferece soluções aos proprietários de veículos comosserviçosdealinhamento,balanceamen- to,mecânica,suspensão,trocadeóleo,trocade pneus, escapamentos, freios, caixa de câmbio tudoemumsólugar.NoBoaviaAutoCentero clienteéatendidocomrapidezporprofissionais especializados.Emumaconfortávelsala,omo- toristapodeacompanharamanutençãodoseu veículoenquantoassistetelevisão,lêjornaisou revistasetomaumcafé,numambienteconfor- táveleclimatizado BomBar Inauguradoemmarçode2016,oBombaré umaatraçãoàparte,sendoumdoslugaresmais requisitadosdeLagoadaPrata.Olocal,ondean- teseraumaresidência,setornouumambiente aconcheganteeestiloso,comtrêsáreasdistin- tas,todasdedicadasàpreferênciadecadaclien- te. As áreas são a entrada; a área interna, mais aconchegante e discreta; e também a área dos fundos,quepossuiumapiscinaemesasaoseu redor. O Bombar está situado na rua Olegário Maciel,228nocentrodeLagoadaPrata. Bar do Mizael DirigidopelosproprietáriosVandaeMiza- el, situado na rua Alexandre Bernardes Primo, 1613, no bairro Américo Silva, o Bar do Miza- eléumdosmaisrequisitadospeloslagopraten- ses.Umbardefamíliaprontoparareceberfamí- lias.OBardoMizaelébemreconhecidoporser aconcheganteesossegado,perfeitoparaumen- controcasualcomosamigos.Obartemgrande destaqueenosúltimosanosparticipadoreno- madoevento“FestivaldoPeixe” Nopassado,LagoadaPratacontoucomme- moráveis conjuntos musicais, com membros conhecidosnasociedadelagopratense.Dentre eles:OsInvejáveis,tendoItamarnocontra-bai- xo,JCnaguitarrasolo,nabateriaPinguim,Lui- zinhonaguitarrabaseeoritmistaZéGordo.O primeiro conjunto eletrônico de Lagoa da Pra- ta,quedepoissetornoua“SuperJC7”,comal- gunsmembrosnovosealgunssemantiveram. Super JC7, que foi um renomado conjun- tomusicaldaquelaépocadeinovaçãodamúsi- camundialedaeraTheBeatles,PinkFloyd,Os Incríveis,TheJordans,Pholhas,RollingStones edasmúsicasdosanos70. A partir da Super JC7 foi criada uma no- va banda, Os Ronitons. O conjunto era forma- doporMarcelo,Nêm,Luizinho,Pinguim,José Gordo, ItamareMozart. BANDAS DE LAGOA DA PRATA ARQUIVO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO BÁRBARA FÉLIX FOTOS: SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
  • 18. 18 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 C Claret AntônioClaretRezende,maisconhecidoco- moClaret,éumhomemvisionárioeumtraba- lhadorexcepcional,queexerceseutrabalhona agência bancária Sicoob Crediprata, onde é di- retor do conselho administrativo, com trans- parênciaecomprometimento. Claretesteveàfrentedediversosmovimentos emproldeLagoadaPrata,comoo“DiaC”,que tevecomobjetivocooperaçãoentretodospara manteracidadedeLagoadaPratalimpaeagra- dávelparaviver. Cobeb Em Divinópolis, no ano de 1952, uma firma comercial chamada Moreira Gino Ltda era dona deumafábricadebebidasqueestavaavenda.LucianodeCastro,ex-combatente,interessou-see junto a um ex-companheiro de lutas na FEB ,Oswaldo de Freitas, e também a José Armando Te- óphilo compraram a fábrica. Eles montaram o empreendimento na rua Paraná, 88, e um depósi- toparaapresentaçãodosprodutosnaAv.Brasil.Osdonostinhammuitavontadedeveraempre- sacresceretrabalharammuitoparaisso.Fabricandorefrigerantesecomercializandooutrasbebi- das,aempresaestavasedesenvolvendo;osprodutoserambemaceitospelopovo.Porém,aMogi foivendida,passandoparaPaulodeCastroeJoséVital.Poucodepois,foitransferidaparaCarlos BernardesdeOliveira.Aempresacontinuouoseuprocessodeproduçãocomprogresso,masalte- raçõesforamfeitasepassouatersócios.Emmeioareviravoltasnadireçãodaempresa,elafoide- sativadaemudançasforamfeitas,passandodeindustrialparacomercial,assimnasceuaComer- cialdeBebidasdoBrasil–COBEB. Correios FoicriadaumaagênciapostalemLagoadaPrata, sobosmantimentosdaPrefeitura,ondeAvelinaMa- ciel era agente, titular do serviço. A agência funcio- nou por muitos anos, e era onde hoje em dia é o So- lar Hotel. Em 1919, o telégrafo chegou pela estrada de ferro, assim, facilitou a comunicação para todos. Após a emancipação do município, a agência postal passouaprestarserviçosdetelégrafo,transforman- do-seemAgênciaPostalTelegráfica.Noentanto,em 1993, com a modernização, transformou-se no sis- tema operacional dos Correios, uma franquia deno- minada“ACF=SOLER”,prestandoserviçosdeforma satisfatóriaconformenovosmétodos. Café Prata NaRuaJoaquimGomesPereira,ondehavia umacasaemquesefabricavamanteiga,aanti- ga“SoaresNogueira”,JeffersonRibeiroNetoe EliMacielmontaramumatorrefaçãoem1966. OCaféPrata,queerasaborosoeopreferidopor muitagentedurantemuitotempo,passoupor problemasdeordemtécnicaqueimpediramsua continuação, assim, foi desativada tempos de- pois. LINDOMAR FOTÓGRAFO ARQUIVO IMAGEM ILUSTRATIVA BÁRBARA FÉLIX
  • 20. Além de educar formou muitas educadoras. Lecionou, foi inspe- tora, diretora de escolas públicas e criou a primeira escola particular de Lagoa da Prata: O Colégio “Colibri”. Sua escola sempre foi referência em qualidade na cidade e mais inovadora na região. Com sua política educacional clássica e erudita, conquistou diversos prêmios, lugares de destaque nos vestibulares e no ENEM. Dona Conceição foi casada com o Sr. Lázaro Santos de Oliveira por 57 anos. Ele faleceu há 9 anos. Teve um único filho, Rommel, que infelizmente faleceu em 07/01/2010, deixando a viúva Inês e dois filhos: Henrique e Mônica. Dona Conceição é formada em Pedagogia e vocacionada às Letras. Lecionou português no Curso Supletivo que ela fundou para que os alunos não precisassem sair fora de Lagoa da Prata para estudar, foi professora no Jacinto Campos, diretora no Virgínio Perillo que hoje é o Teotônio de Castro, foi diretora da escola Dona Tilosa que hoje é o Alexandre Bernardes. Em 1976 criou sua própria Escola infantil que foi crescendo e hoje é o Colégio ÁguiadePrata. Dona Conceição é conhecida pela seriedade com que levou a educação e pela forma com que comandou sua equipe de professores e funcionários. Adora o movimento de alunos e oambienteescolar. Atualmente está afastada de suas funções e a direção do Colégio Águia de Prata foi assumida por sua nora Maria Inês. Maria Inês Reis Pires nasceu em Brasília, conheceu Rommel no antigo Oeste Estrela Clube, apresentada por Claudine Valadão em julho de 1985. Dona Conceição diz para as amigas mais íntimas que Inês é a filha que ela não teve. Com a sogra – mãe, Inês aprendeu a amar a educação. Por isso não teve dificuldades em continuar o trabalho. Assim que criou os Ensinos Fundamental e Médio, Dona Conceição convidou a Dona Conceição! CARINHOSAMENTE Ela está com 88 anos bem vividos e dedicados a nobre missão de educar. é conhecida por todos como...
  • 21. nora para ajudá – la na escola. Em 1997 a assistente social, concursada da prefeitura, começaassimsuacaminhadana educação. Dona Conceição aconselhou a nora a fazer pedagogia e assim ocupar um cargo de coordenadora pedagógicanocolégio. Quando a Universidade de Itaúna abriu alguns cursos em Lagoa da Prata, Inês cursou pedagogia. Foi uma aluna exemplar e ocupou por mérito, o cargo de Supervisora do ensino médio. Logo que ocupou o cargo, a dupla buscou avançar na qualidade, sempre em busca de parcerias com sistemas, os mais qualificados a nível nacional. E como uma “Águia” Inês alçou seu vôo. Com a consciência do dever cumprido, sem pompas e cerimônia, naturalmente, como as Águias, é feita a transferência do cargo da direção, de dona Conceição, para Inês. Ela entregou a missão parasuanora– filhaapós quinze anos de aprendizado. Inês passou sua infância na fazenda deseupaisemIbiáeemBrasília, onde morava. Sua mãe foi professora e foi dela também que recebeu uma grande influência de amor e dedicação à educação. Estudou em boas escolas e quando concluiu o ensinomédioprestouvestibular na PUC Minas em 1984 e lá cursou Serviço Social. Passou no concurso da prefeitura em 2° lugar e trabalhou durante 15 anos. Passou em 1° lugar no concurso do fórum mas já estava com Dona Conceição nos trabalhos do Colégio. Trouxe na sua bagagem profissional o amor e a generosidade dos assistentes sociais. Fez duas pós graduações na PUC. A primeira em políticas públicas e políticas sociais e a segunda em serviço social aplicado ao Poder Judiciário. Desde 2011, assumiu a direção da escola e desde então percorre com audácia, amor e carinho as experiências deixadaspelasogra. A diretora dedica seu tempo à escolafazendo cursosdegestão, de relacionamentos inter- pessoais,viajasempreembusca de cursos para melhorar a qualidade do ensino do Colégio Águia de Prata, trazendo novidades para a equipe pedagógica. Inês gosta de estudar, reformar a escola, plantar e conversar com os pais. Conhece cada aluno e suas histórias. Ama adolescentes, crianças e idosos. Cuida da sogracomzeloecarinhodeuma filha. Mônica a primeira filha formou – se em Engenharia na U F O P e H e n r i q u e e stá terminandoocursodeDireito. Dona Conceição e Inês são duas grandes educadoras e são orgulho para o povo de Lagoa da Prata.
  • 22. 22 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 D Dr.TomázdeAquino DoutorTomázdeAquinoResende,nascido emSantoAntôniodoMontenoanode1958,é filhodeJoséResendeGontijo.CasadocomElzi- raMariaCostaResende,comaqualtevedoisfi- lhos,AndréCostaResendeeCarolinaCostaRe- sende.Graduou-seem1985emDireitopelaFA- DOM,atuoucomoadvogadode1986até1990, quando foi aprovado no concurso para Promo- tordeJustiçaemMinasGerais,exercendoocar- gopor23anos.FundounoMinistérioPúblicoe também coordenouoCentrodeApoiodasPro- motoriasdeFundaçõeseEntidadesdeInteresse SocialdeMinasGerais,sendoassimumimpor- tante instrumento em prol da sociedade. Tho- máz recebeu o título cidadão honorário de La- goadaPrata,ondeteverelevantesinterferências a favor da cidade, como a construção da APAC. Atualmente,atuacomoadvogadonoescritório onde é sócio, denominado Tomáz de Aquino, Costa Vilar Sociedade de Advogados e é o atu- alProcuradordoMunicípiodeBeloHorizonte, onderesideatualmente. Denilson Escritor DenilsonEugênioGomes–conhecidocomo TucaouDedé,nasceuemLagoadaPrata,em12 de abril de 1974. Filho de José Carlos Gomes e Ana Lúcia Gomes, ele começou a escrever em 1991,tendoseutalentodescobertopelopároco daépocaJoséPimenta,queatuavanaigrejaSão CarlosBorromeu.Eletambémobteveapoioda EscolaEstadual HelenaAparecida–APAE,on- de estudou durante a sua infância. Seus livros “MeuJeitodeseredeviver”,“CançãodoAmor Maior“e“SonhosdeumPoeta”,podemseren- contradosnaBibliotecaMunicipal. Dr. Sanábio Eduardo Sanábio, nascido em Formiga no ano de 1955, atua em Lagoa da Prata como of- talmologista com reconhecimento regional. Graduado em medicina, se especializando em oftalmologia, optou pela carreira médica por influênciadeseupai,quetambémeramédico. Dr. Sanábio estudou em Itajubá/MG e fez sua residênciaemSãoPaulo.Eduardoécasadocom Laura Maria Pires Gomes e é pai de três filhas, Thaís, Mary e Simone. O médico é reconheci- doporseutrabalhoexcepcionalnascidadesde Lagoa da Prata e também em Arcos/MG, onde moraatualmente. Dr. Ailton Silva Natural de Dores do Indaiá, Ailton José Silva, nasceu em 31/07/1961. Mudou-se para Lagoa em 1983, um dia antes da inauguração da agência do Banco do Brasil, onde trabalhava. Moran- doemLagoahátrintaequatroanos,Ailtondizqueamaacidadedesdequesemudou,tendoaqui inúmerosconhecidoseamigos.Graduou-sepelaFaculdadedeDireitodoOestedeMinaseépós- -graduadoemDireitoPúblicopelaUniversidadedeSeteLagoas,emDireitoEducacionalpelasUni- versidades Claretianas, de Batatais, Estado de São Paulo e tem mestrado em Aspectos Bioéticos Y Jurídicos de La Salud - Bioética, pela Universidad Del Museo Social, em Buenos Aires, Argenti- na.Atuouemdiversascidadesdeváriosestadosdopaíscomasprincipaisáreasdeespecialização, alémdaBioética,DireitoEmpresarial,DireitodeFamíliaeSucessões,DireitoPossessório,Direito BancárioeRelaçõesdeConsumo.ExercetambémtrabalhovoluntáriocomoPresidentedaSubse- çãodaOABemLagoadaPrata,ondefoiPresidentenoperíodode2001a2009eatualmenteexer- ce mandato entre 2016 e 2018. Doutor Ailton é casado com a médica Indramara de Melo Pinto e temumfilho,BrunoSilvaNogueira. Divinal FM A Rádio Divinal FM 93,7 é uma das rádios maisouvidasemLagoadaPrata.Comtodauma gamaexcelentedeprogramação,indodojorna- lismo ao lazer com as músicas sertanejas, que éogênero maistocado.Sejaduranteamanhã, tardeounoite,oouvintetemseulugar,princi- palmente o quadro “Boca no Trombone”, que propicia ao ouvinte manifestar os problemas sociais enfrentados em Lagoa da Prata ou até mesmoapreciartrabalhosdoslíderesdacidade! ARádioDivinalestá 24horasnoarcommuito sucessoeinformação. LINDOMAR FOTÓGRAFO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL
  • 23. 23JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 Diva Marilda Melo NaturaldeLagoadaPrata,aeducadoraDi- va Marilda Melo, ou Dona Diva, como passou aserchamadaapóssetornardiretoradaEsco- la Estadual José Teotônio de Castro, é mãe de dois filhos, Flávia e Silas. Antes de ser direto- ra de uma das escolas mais bem requisitadas de Lagoa da Prata, Diva era professora de ma- temática,porémfoinadiretoriaqueelasetor- nouinesquecívelparaosalunos.DonaDivaze- lava e dirigia a escola com todo profissionalis- moecarinho,cométicanotrabalhoeamorpe- laprofissão,assimficounadireçãodaE.EJosé TeotôniodeCastropormuitosanos,atéseapo- sentar. Dr. Roberto NascidoemAlémParaíba/MGnoanode1950,RobertoMeloGomes,oDr.Roberto,veiopara Lagoa da Prata no ano de 1973. Graduou-se em medicina na Universidade Federal de Juiz de Fo- raem1970efezresidênciamédica.Criadosemopai,eleeoirmãolutaramatéconseguiremven- cer. Antes de se tornar médico, atuou em outras áreas, sendo motorista de caminhão, vendedor ambulanteeenquantoestudavamedicina,lecionoubiologiaequímicaemcursinhoseescolasde Juiz de Fora/MG e Além Paraíba/MG. Casou-se com sua primeira e única namorada, Lúcia Hele- na,comaqualtemtrêsfilhos,Roberta,RafaelaeRobertoJúnior.Rafaela,suafilha,lhedeuduas netas pelas quais tem muito zelo, Carolina e Isabela. Agora, especialista em cirurgia geral e clíni- ca geral, com 41 anos de profissão, atua em seu consultório na Rua Alexandre Bernardes Primo, 1184,etambémnoHospitalSãoCarlos. ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL
  • 26. 26 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 E Ex-combatentes A galeria foi criada em homenagem aos ex-combatentes que estiveram na Segunda Guerra Mundial da Força Expedicionária Brasileira (FEB), através da resolução 373/2000, de autoria do AntônioAlvesdeMiranda,em2demaiode2000.Confiraosnomesdosex-combatentesdagale- ria:AmericanodoSul,ArthurBernardesFilho(Ex-vereador),LucianodeCastro,OsvaldoBernar- desLobato,OsvaldodeFreitas(ex-vereador),RomeuBernardesLobato,JoaquimBernardesGua- dalupeePaulodeCastro. EnéasMartinsBorges Filho de Severino Martins Borges e Rosa Bárbara,umadasmaistradicionaisfamíliasde SantoAntôniodoMonte,EnéasBorgesdesen- volveuimportantetrabalhosocialemMartins Guimarães,distritodeLagoadaPrata,quando seelegeuvereador.Umhomemidealista,dinâ- mico e empreendedor, que se elegeu vereador paraa1ªlegislaturadeLagoadaPratae,certa- mente,foiomaiorbenfeitordeMartinsGuima- rães.Nesteaspecto,obteveajudadefamiliares eamigosparaergueraMatrizdodistritoeailu- minoucomenergiavindadesuapequenahidre- létrica, da fazenda onde morava. Um cidadão exemplar, que amava sua pátria e os brasilei- ros. Enéas foi vereador na primeira legislatura domunicípiodeLagoadaPrata,quefoiemanci- padonodia27dedezembrode1938.Destacou- -sepelaapresentaçãodeprojetossociaisimpor- tantesparaomunicípiodeLagoadaPrata,mas especialmente para o distrito de Martins Gui- marães. Conseguiu viabilizar obras de expres- são, como a construção da Igreja Matriz, esco- la pública, cemitério, campo de futebol e ener- giaelétrica. Elvis Almeida ElvisEzequielAquinodeAlmeida graduou- -seemDireitonoanode2004,comespecializa- çãoemDireitoPúblicopelaPontifíciaUniversi- dadeCatólicadeMinasGeraisem2006.Atual- mente atua na Procuradoria Municipal de La- goadaPrataetambémemcausasparticulares, normalmentenasáreasdeDireitoPúblico,co- mo Direito Administrativo, Tributário e Am- biental. Além de suas atuações na advocacia, Elvis Almeida é um amante da música, tendo parte dessa paixão a influência de seu pai, que eraacordeonista.Aos14anos começouatocar violão,porémqueriamesmoeratocarumagui- tarra.Elviséumguitarristareconhecidonacio- nalmenteefoipatrocinado(endorsement)pela marcaStrinberg.Atualmenteatuatambémco- moprofessornaUNAdeBomDespacho. Elza Bernardes A conterrânea Elza Bernardes, dentre vários estudantes da primeira turma que se formou na Escola Jacinto Campos, concluiu o curso com distinção, sendo considerada aluna no- ta10,em1930.Elzafoiaprimeiraprofessorademuitoscida- dãoslagopratenses,umdelesoescritorSilvérioRocha. E. M. Afonso Goulart EmhomenagemaoProfessorAfonsoGou- lart,quelecionavahistóriaegeografia,aescola recebeu este nome. Um homem culto que veio de Luz para Lagoa da Prata, em 26 de maio de 1965, foi reconhecido pela Câmara Municipal comotítulodeCidadãoHonorário.Assim,não haviaoutralembrançaparamarcarseunomea nãosereternizá-loemestabelecimentodeensi- no.Assimfoidadoaumadasescolasmunicipais deLagoadaPrataonome“AfonsoGoulart”.Re- centementeaescolapassouparaumnovopré- dio,totalmentenovoparafelicidadedosalunos. Ernestina Bernardes Viúva de um dos homens mais importan- tes e trabalhadores de Lagoa da Prata, o Juca Lobato, Ernestina, ou Dona Tinuca, como era conhecida era uma pessoa honrada e distinta, quemarcouahistóriadacidade.Faleceujácen- tenária edeixouimensassaudades. Continua após a seção especial “Vila Luciânia” ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO PESSOALARQUIVO ESCOLA REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA
  • 28. 28 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Texto de Dr. Otaviano de Oliveira www.otavianodeoliveira.blogspot.com.br Antônio Luciano nasceu na fazenda dasGuaritas,municípiodeSãoGotardo, Minas Gerais, cursou o 2º grau no Colé- gioArnaldoemBeloHorizonteeformou- -se em medicina pela Universidade Fe- deral de Minas Gerais (UFMG). Luciano formou-se como médico, mas exerceu a profissão apenas por filantropia e amor aosmaishumildes. Em 26 de fevereiro de 1949, a então UsinaOvídiodeAbreufoivendidaaoCel. AntônioLucianoPereira,quedelasetor- nouDiretorPresidente.Posteriormente, assumiu a presidência, Dr. Antônio Lu- ciano Pereira Filho, que a transformou noimpérioqueéhoje. Graçasaoseues- píritoempreendedor, omunicípiosetor- nouumdosmaisprósperosdeMinasGe- rais. Tempos antes de ser comprada por AntônioLuciano,a primeirasafradaUsi- na Ovídio de Abreu, com sede em Lagoa da Prata, ocorreu em outubro de 1948. Osenhor PaulodeCastro,recém-chega- dodaItália,apósparticiparda2ªGrande GuerraMundial,participoudotranspor- te de cana para a usina, pois havia com- pradoumcaminhãoimportado,damar- ca“Cargo”. Apesar de ter sido excelente médico, sua vocação foi mesmo com o comércio e a agroindústria. Luciano soube trans- formaramatériaprima dacana-de-açú- caremriquezasparaomunicípio.Gerou milharesdeempregosdiretoseindiretos. A filha Anna Luciano comenta que seu pai geria quase todos os seus negó- cios. Admite que era centralizador, mas quandonecessáriosabiadelegarpoderes eemquempodiaconfiar.Tornou-seum dosempresáriosmaisbemsucedidosdo Brasil. SegundorelatodoSr.JoaquimBatis- ta Neves, Dr. Luciano foi um homem de rara inteligência, grande visão de negó- cios,empreendedoremuitocaridoso. Aos sábados, era comum de se ver uma enorme fila de pessoas que iam à sua “Casa de Campo”, próxima de Lagoa daPrata,parareceberajudafinanceira.E comoeragenerosonasdoações! No entanto, era observador. Se em meio aos necessitados, percebia alguém demaioresposses,diziacomfranqueza, massemhumilhar:“Deixeafila,porque você não precisa de ajuda. Vá tomar um cafezinholádentro.” Dr.Lucianosemprefoiadmiradopor serumcidadãodehábitossimples,dinâ- micoeempreendedor. História de vida do Dr. Antônio Luciano Pereira Filho Continua na próxima página ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO FOTO ROCHA
  • 29. 29 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Dr. Antônio Luciano Pereira Filho ARQUIVO FOTO ROCHA
  • 30. 30 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Continuação da página anterior Tancredo Neves, ex-governador de Minas Gerais e eleito presidente do Brasil, pelo voto indireto, visitou Lagoa da Prata em meados de 1984. Na foto, ao lado do Dr. Luciano, em momento registrado nas dependências da antiga Minas Caixa. Segundo contava seu admirador e amigoJucaMachado,jáfalecidoequefoi empregado da família, desde os tempos do Coronel Luciano, Dr. Antônio Lucia- no, quando criança brincava como qual- quer outro da sua idade, subindo em ár- vores,disputandocorridas,jogando“pe- ladasdefutebol”etc.Entreosamigosde infânciaeemmeioaosfamiliares eracha- madocarinhosamentede“Totoca”. Luciano cultivava o hábito de se ali- mentarmoderadamente,emborativesse mesafartanacasadecampo,ondequem chegavasedeliciavacomaenormevarie- dadedefrutaseoutrasiguarias. Para Dr. Antônio Luciano alimentar- -seeraquestãodesaúdeenãodeprazer. Certavez,teriajogadoforaamacarrona- da que estava sendo servida aos filhos, porque para ele alimento tinha que ser nutritivo. Sempre recomendava regime alimentarparaaspessoas,porqueenten- diaqueaobesidadeconduziaàsdoenças. Outroepisódiointeressantenarrado porAnnaLuciano équehouveumacarta queDr.AntônioLucianoteriaescritona cidadedeOuroPreto,ondeestudou,diri- gidaàsuairmãacimadesuaidade.Ocer- toéqueDr.Lucianotinhamuitoapegoà família. Sua riqueza gerou riquezas para muita gente. Empregou milhares de tra- balhadoresecriouoportunidadesdene- góciosparagrandenúmerodepessoas. Foi empresário vitorioso, mas não egoísta. Soube que desde os tempos de estudanteemBeloHorizontejátrabalha- va. Aindaadolescente,comamesadaque recebiadopai,compravabotinaseasre- vendia,comlucroemBeloHorizonte.Re- “não exerceu a medicina comercialmente, mas humanitariamente, sim, em lugares onde não havia atendimento médico, como Urucuia e Brasilândia. Antes de pousar com sua nave, Dr. Luciano dava voltas nos arredores da cidade e o povo anunciava: O Doutor chegou!” ARQUIVO FOTO ROCHA ARQUIVO FAMILIAR
  • 31. 31 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Dr. Antônio Luciano Pereira Filho e familiares em foto gentilmente cedida pela filha Anna Luciano Pereira Gouthier Dr. Antônio Luciano em meio a dois ex-prefeitos de Santo Antônio do Monte: Geraldo Luiz de Castro (E) e Walter Ferreira de Souza (D). vendiatambémobjetosantigosedearte adquiridosemfazendasoucidadesdoin- teriormineiro. Comotempofoiseaperfeiçoandono mundo dos negócios e se tornou o ho- mem mais rico do Brasil, das décadas de 80 e 90. Dizem que chegou a ter mais de 80 mil imóveis em Belo Horizonte. Foi proprietário de quase todos os cinemas eteatrosdacapitalmineira. Na região centro oeste de Minas Ge- rais, polarizou seus negócios na área in- dustrial,apósadquiriraUsinaOvídiode Abreu, que se transformou na Compa- nhia Industrial e Agrícola Oeste de Mi- nas,noanode1949. Asterrasqueadquiriuaolongodavi- da, abrangiam grande parte do municí- pio de Lagoa da Prata - chegaram a 2/3 do seu território e se estendiam a todos os municípios circunvizinhos, como Ja- paraíba, Arcos, Iguatama, Bambuí, Luz, MoemaeSantoAntôniodoMonte.Seus domínios se estenderam também a inú- meros outros municípios como São Go- tardo, Urucuia, João Pinheiro entre ou- tros. Dr. Luciano foi casado oficialmente comDonaClaraCatapretaLucianoPerei- ra. O casal teve três filhos: Antônio Lu- ciano Pereira Neto, Anna Luciano Perei- raGouthiereClaraLucianoHenriques. A empresária Anna Luciano, que ho- jeresideemLondres,dizqueseupai,Dr. AntônioLuciano“nãoexerceuamedicina comercialmente,mashumanitariamen- te, sim, em lugares onde não havia aten- dimento médico, como Urucuia e Brasi- lândia.Antesdepousarcomsuanave,Dr. Luciano dava voltas nos arredores da ci- dade e o povo anunciava: O Doutor che- gou! Aosexaminarospacientes,seencon- travaalgumcasogravetransportavaodo- ente em seu avião para a Santa Casa de MisericórdiadeBeloHorizonte,ondeti- nha conta corrente para lançamento de despesashospitalaresemédicas.” AvidaprivadadoDr.Lucianonãoéo quemaisbuscamosnestapesquisa.Mui- to mais nos interessa relatar com preci- são, sem cunho jornalístico, menos ain- da sensacionalista, sua importância pa- ra o desenvolvimento de vários municí- piosdeMinasGerais,especialmenteBe- loHorizonteeLagoadaPrata. ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO FAMILIAR
  • 32. 32 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” PAULO CÉSAR TEODORO, PREFEITO “AVilaLuciâniaeraumagrandefamília.Ha- via um calor humano, um povo simples e ami- go.Aspessoascuidavamumadasoutras.Havia muitaharmonia.Dr.Lucianoeraumgrandepai paratodos.Davatodoosuporteeofereciauma estruturamédicafantástica.Eletratavaopovo da usina com muito carinho. Ele recebia todos osfuncionáriosemsuacasadecampo,nomes- molocalondeelerecebeuJuscelinoKubitschek eogovernoHélioGarcia.Foiumgrandeempre- sárioecontribuiumuitocomodesenvolvimen- todeLagoadaPrata.ComofilhodaUsinaLuci- ânia,vejoDr.Lucianocomoumgrandelíder. A gente encontra os amigos da antiga vila e ficamos horas e horas relembrando os casos. Querodeixarumamensagemparaosnossosir- mãoseirmãosdaantigaVilaLuciânia,queho- jeestãoemLagoadaPratatrabalhando.Tenho muitoorgulhodeterconvividocomessaspes- soas,quesãotrabalhadorasehonestas,quesão famíliasquepreservamahumildadeeotraba- lho.” ALAN RUSSEL, JORNALISTA “Ausinasempreestevepresentenomeuco- tidiano, afinal, meu pai sempre trabalhou lá. E emvirtudedotrabalhodele,mudamospraUsi- na quando eu tinha dez anos de idade. Já nos primeiros dias, aquela vila de casas iguais foi me conquistando! Rapidamente me entrosei comamolecadadanovavizinhança.Praquem sempregostoudefutebolaquelelugareraopa- raíso.Tinhacampogramado,quadra,canteiro deferrovia,ruadeterrabatida.Fazíamoscam- peonatos onde éramos devidamente premia- dos. As medalhas eram tampinhas de refrige- rantecolocadasnalinhadotremdeferro.Após o trem amassar e deixar as tampinhas em for- ma de medalhas, era só furar com um prego e passarbarbante.Pronto,“honraaomérito”! NaUsinaamolecadapegavapassarinhono mato,nadavanoRioSantana,brincavadecar- rinho de rolimã, pescava no “esgotão”. Vez ou outradesciaumaviãonoaeroportoeumapro- cissãodecriançascorriaatéacasadecampopra verqualeraanovidade.Nosfinsdesemanati- nhapraçadeesportes,tinhamatinênoclubee tinhacinema!Cinemaessenoqualdeimeupri- meirobeijo,numasessãode“Querida,encolhi ascrianças”.Aofimdasmissasdedomingo,os jovens marcavam de se encontrar no fundo da igrejapraformaroscasais... Infelizmente,emmeadosdadécadade90, decidiramporumfimnaviladaUsinaLuciânia. Forampoucosanosquemoreialí,masforamsu- ficientesprasetornareminesquecíveis!” GLORINHA OTAVIANO, ASSESSORA PARLAMENTAR “Desde que nasci eu morava na Vila Luciâ- nia. Era um paraíso, pois tínhamos qualidade devida,umdosmelhoressupermercados,cine- ma,churrascaria,praçadeesportes…Nessapra- çaagenteficavaodiatodopraticandoesportes. Éramos uma família. A vila tinha uma das me- lhores escolas da região. Tenho muitas sauda- desporqueéramoshumildeseaomesmotem- poosmaisricosdomundo.Podíamosficarbrin- cando até tarde, fazíamos serenatas no dia da mães,quadrilhas…Éramosunspelosoutros.Lá não existia violência e podíamos ficar até com asportasabertas.Lá,conhecimeuesposo,na- moreieestoucasadahá22anoscomofilhodo senhor José Nestor, que era muito conhecido na usina. Hoje, tento passar para as minhas fi- lhas que éramos felizes com tão pouco. Eu sin- to muitas saudades de todas as famílias mara- vilhosasdavila”. MARIA CRISTINA, FUNCIONÁRIA PÚBLICA “Falar da usina me faz lembrar com saudades das brincadeirascomopassaranel,bete(taco),estátua,quei- mada… Lá, tínhamos a praça de esportes, escola, esta- ção, o canal onde íamos tomar banho no final de tarde escondido dos nossos pais, o cinema, o coreto, a chur- rascaria, tudo inesquecível. Trabalhei sete anos na la- voura,capinei,fizplantio,corteicanaeaindafuirainha dasafra.Nofinaldecadasafrafazíamosumafesta,en- feitávamososcaminhõesedesfilávamos.Tambémtra- balheinosupermercadoenalanchonetedavila.Quan- tas saudades! Não pagávamos água, energia, tínhamos médicos,dentistas,escolas,farmácia…eratudodegra- ça.Éramosfelizesenãosabíamos.” Depoimentos de antigos moradores ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL
  • 34. 34 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 Biosev: fazendo histór Fundada na metade do século passado, a usina de açúcar de La e social do município. Durante muitos anos, a indústria foi a pr cio, a construção civil e os serviços nas primeiras décadas após a empresasforamconsolidadaseosmoradoreslocaisdesenvolve bém oferece consideráveis rendas, que é formado por vendedo e o desenvolvimento de Lagoa da Prata estã Pratas dAlguns dos colaboradores mais antigos contam um pouco d Veja a seguir uma breve linha do tempo de alguns p AntônioAlvimarJuscelino, mecânico, 44 anos de empresa “Entreinausinanodia26deju- nhode1973.Comeceinalavou- ra e hoje sou mecânico. Morei na Vila Luciânia o tempo todo. Látinhamuitaestrutura.Seeupudesse,estarianaVilaatéhoje.Fui nascido e criado aqui. Meu pai, João Juscelino, trabalhou e se apo- sentou na usina. Criei meus filhos aqui e hoje um deles trabalha na empresa. Como pai, sinto muito orgulho em ser exemplo para ele, queécasadoeestáestudando.Éaquiqueeletiraosustentodesua família. A história de nossa família está ligada à história da Biosev. Houve muitas mudanças quando a usina foi incorporada pelo gru- po Louis Dreyfus. A empresa passou por uma grande transforma- ção. A área agrícola, por exemplo, melhorou muito. Antigamente, andávamosdecaminhãopau-de-arara,hojeédeônibus.Temosas áreas de vivência, com condições dignas para o funcionário se ali- mentar. A área de segurança também é destaque, pois é a vida do trabalhadorqueimporta.Nossamissãoéfazerotrabalho,cumprir as metas e voltar para a família em segurança”. Aveci Campos, pedreiro, 39 anos de empresa “Trabalhei na lavoura, ajudante de pedreiro e hoje sou pedrei- ro.Nesseperíodoemqueestou aqui, muitas coisas mudaram. A segurança dos trabalhadores hoje é prioridade. Antigamente, trabalhávamos de tênis, sem usar capacete, sem abafador, e hoje, temos todos os equipamentos pa- raanossasegurança,planodesaúdeetodasascondiçõesparade- senvolver um bom trabalho. Sou casado, tenho 2 filhos e 2 netas. A empresa foi essencial para formar a minha família. Tudo que nós temosveiodaqui.UmdosmeusfilhostrabalhanadestilariadaBio- sev, e vê-lo trabalhar nessa empresa e seguir o mesmo caminho que o meu, me deixa feliz e orgulhoso. A usina também foi muito importante para o desenvolvimento da cidade. Se não fosse a usi- na, Lagoa da Prata não tinha crescido tanto. E hoje é a maior gera- dora de empregos”. 1940 José Mendes Macedo, primeiro prefeito de Lagoa da Prata, iniciouas articulaçõesparaainstalaçãodeumausinanaci- dade.EletinhadoisamigosqueeramdoInstitutodoAçúcar edoÁlcool,quefavoreceramaimplantaçãodaindústria,que foi instalada em terras doadas pela sogra do prefeito, a se- nhoraMariaBernardesLobato,conhecidacomoDonaNaná. É realizada a constituição da Companhia Industrial e Agrícola Oeste de Minas (CIAOM), que operou durante muitos anos ostentando os nomes fantasias de Usina São Francisco, Usina Ovídio de Abreu e Usina Luciânia. A CIAOM é transferida ao grupo financeiro de propriedade de Dr. Antônio Luciano Pereira, empresário mineiro. Colheita da primeira safra. 1946 1948 1949 Início das a da LDC n sucroenergét 200
  • 35. 35JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 ria em Lagoa da Prata agoa da Prata foi determinante para a consolidação econômica rincipal fonte de renda dos lagopratenses e estimulou o comér- a emancipação da cidade. Anos mais tarde, outras importantes eram,commuitoempreendedorismo,outrosetorquehojetam- ores autônomos. O certo é que a história de pujança econômica ão diretamente ligados à história da Biosev. da Casada sua história e de como a empresa faz parte de suas vidas! pontos importantes desde a fundação da empresa. Jadir Albino de Castro, auxiliar administrativo, 33 anos de empresa “Comeceinaáreaagrícola,servin- doáguaparaosfuncionáriosdala- voura.DepoisfuiparaoRH,conta- bilidade,apontadoriaehojetraba- lho no escritório. Vim para a usina aos 21 anos. Minha família foi forma- dadentrodausina.Meupaiseaposentouaquinaempresa.Eleelogiava e sempre falava bem daqui. Começou carregando caminhão de cana e chegouaadministradordefazenda.MoreinaVilaLuciânia,queerapra- ticamente uma cidade, inclusive, até melhor do que Lagoa da Prata. Ti- nhaumcinemaqueeraomelhordaregião.Tinhatudo:danceteria,bar- bearia,postopolicial,escoladequalidade,umbigsupermercadoquevi- nhagentedetodaregiãofazersuascompras.ComavindadaBiosev,em 2001,aconteceuumsaltodemodernizaçãonaempresaemtodososse- tores,principalmentenasegurançadosfuncionários.Oinvestimentofoi muito alto e, por isso, percebemos a melhora na qualidade do produto. Hoje,aempresaprezamuitopelasegurança,pelasaúdeepelorespeito aomeioambiente.Issoéprioridade!Ausinafoideterminanteparaode- senvolvimentodeLagoadaPrata.Acidadecresceuemfunçãodausina”. João Orozimbo da Silva, 33 anos de empresa “Entrei na empresa nos setor de balança e hoje sou seguran- ça empresarial. A empresa foi muito importante para susten- tar a minha família, dar educa- çãoesaúde.Sempremepauteiemestarnumaempresasólida,on- de eu pudesse apresentar o meu trabalho e ser valorizado. A usina gostoudomeutrabalhoeeugosteidoqueaempresameoferecia, então, esse é o motivo de estar a tantos anos e não pretendo sair daBiosev.Economicamente,aBiosevcontribuimuitoparacidade, tanto na questão de impostos, que gera aos cofres públicos como novolumederecursosqueelainjetanasmicroepequenasempre- sas. Nos últimos anos, a Biosev se tornou ainda mais presente na comunidadedeLagoadaPrataeissoémuitoimportante.Nós,que somos colaboradores, nos sentimos muito bem com essa intera- ção com a sociedade”. O parque industrial foi vendido ao grupo Louis Dreyfus. Luciânia passa a ser denominada como LDC-SEV. Abertura de capital na bolsa de valores. Biosev completa 17 anos fazendo história em Lagoa da Prata atividades no setor tico no Brasil Nesse ano, a usina de Lagoa da Prata passa a se chamar Biosev, em uma estratégia da empresa para fortalecer e unificar sua marca e ainda sua presença no setor. 000 2001 2012 2013 2017
  • 38. 38 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Agapito SenhorAgapito,ouapenasGapito,eramui- toconhecidoeestimadopelosmoradoresdaan- tiga Vila Luciânia. Trabalhava na locomotiva, manobrandoosvagões. Assistência Social AssimcomooutrosrecursospresentesnaantigaVilaLuciânia,osmoradorestinhamàsuadis- posiçãoosetordeAssistênciaSocial.Alémdosatendimentos,naAssistênciaSocialosmoradores contavamcomoauxíliodeumveículopróprio,casoprecisassemiràoutrascidadesparaconsultas médicasouexames.ADra.Mônicaeraaresponsávelpelainstituição. Boró O Boró era praticamente uma moeda usa- dapelosmoradoresdaantigaVilaLuciânia,que trabalhavamnaUsina.Erapartedosalárioepo- dia ser trocado por mercadorias no supermer- cadoLuciânia.Pessoasqueresidiamforadavi- laemoradoresdeLagoadaPrataperceberamo potencialdofamosoBoróecomeçaramacom- prá-lo,obtendode30%a50%dedesconto.Os funcionáriosaindatinham10%dedescontoem seussalários,morandoounãonaVilaLuciânia. Ângelo Teodoro OsenhorÂngeloTeodoroviveuavidatoda naVilaLuciânia. Trabalhoupor33anosnausi- naexercendoasatividadesdeapontadore tra- balhandonoescritório.FoipresidentedoLuci- âniaEsporteClube,umdosantigostimesdavi- la,timepeloqualeraapaixonado. ÂngeloTeodorofoiumguerreiro,umgran- depaieumgrandehomemquesempresepres- tava a ajudar o próximo. Faleceu muito novo, aos54anos,deixandováriosamigosepessoas queoadmiravam. Aulas de Costura UmadasatividadesdeocupaçãooferecidasnaVilaLuciâniaeraocursodecosturaparaasmu- lheres. Nas aulas, muitas amizades foram feitas e o conhecimento adquirido na costura nunca esquecido. Na foto estão: Vera do Baiano, Vera Juscelino, Arlete, Pituxa, Carine, Aladinei, Edna Geralda,Normélia,TocaeTilda. Assembleia de Deus Onde muitos deram seus primeiros pas- sosnafécristã,aIgrejaAssembleiadeDeusera mais uma das instituições que se faziam pre- sentes na antiga Vila Luciânia. Situada na Rua da Horta, realizava-se cultos não só dentro da igreja, mas também campais; desta forma, até mesmopessoasdediferentesreligiõesassistiam aspregaçõesdoPastorSilvano. FOTOS: ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA REPRODUÇÃO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO FAMILIAR
  • 39. 39 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Cine Luciânia Fundadoem1954,depropriedadedaCia.IndustrialeAgrícolaOestedeMinas-UsinaOvídio deAbreu,ocinemadavilatinhacapacidadepara300pessoas.OCineLuciâniaeraumainstalação culturalquefuncionava3diasporsemana. Centro Médico OCentroMédicodaVilaLuciâniaeraumainstalaçãodeatendimentogratuito,destinadaàque- les que trabalhavam na usina e suas famílias. O centro contava com uma farmácia bem abasteci- da,ondeosremédioseramgratuitos.Possuíatambémumagamademédicosespecialistaseden- tistas à disposição dos trabalhadores. Alguns dos profissionais que atuaram lá trabalham até os diasdehojeemLagoadaPrata,comoomédicoDr.JaimeeodentistaDr.MarcosAntônio. Creche AVilaLuciâniasemprecontoucominstitui- çõesdeensino.Alémdasescolas,algumascrian- çastambémtiveramoprivilégiodefrequentar aantigacrecheDonaClaraLucianoPereira. CORAL DA IGREJA SANTA CLARA Na capela da Vila Luciânia, aspirantes a cantores serviam no coral da Igreja Santa Cla- ra.Reuniam-separaosensaios,eosmaisvelhos passavam conhecimento para os mais novos, não apenas sobre o canto na igreja, mas tam- bém lições para a vida. Uma das mais conheci- das por repassar esse conhecimento era Dona Ângela,coordenadoradocoral. Dr. Sebastião NoCentroMédicodaVilaLuciâniahaviavá- rios profissionais eficientes e preparados para prestaremseusserviçosemfavordaquelesque necessitavam.UmdeleseraDr.Sebastião,con- siderado pelos moradores da antiga vila como um grande exemplo de profissionalismo, hu- mildadeegenerosidade. FOTOS: ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA ARQUIVO PESOAL ARQUIVO ARQUIVO FOTO ROCHA ARQUIVO PESSOAL
  • 40. 40 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Davi Teodoro OjornalistaDaviTeodoronasceuecresceu na Vila Luciânia, onde segundo ele, teve uma infânciamuitofelizeprazerosa.Navila,traba- lhouprestandoserviçosnosetordeadubação. Em1978,mudou-sedavilacomseuspais.Atu- almente,eleviveemBeloHorizonte. Dona Sinhana AnaFranciscadeJesus,conhecidaporDo- na Sinhana, nasceu em uma fazenda no muni- cípio de Itaguara/MG. Era filha de escravos li- bertos e mudou-se para a Vila Luciânia no ano 1957.Navila,faziaotrabalhodeparteiraetam- bém foi costureira e benzedeira. Viveu na Vila Luciânia até o ano de 1984 e veio a falecer em 1985, quando já residia na área urbana de La- goadaPrata.DonaSinhanaerareconhecidaco- moumagrandemulher,portodooseutrabalho econtribuiçãoaosmoradoresdavila. Dona Eva MuitoqueridaemtodaaVilaLuciânia,Do- na Eva, uma guerreira, que ajudou a cuidar de suasnetasAlexandraeGabriela,queperderam amãeaindacrianças.DonaEvatambémécon- siderada avó e mãe para muitos dos que mora- ramnaantigavila. Eram as diretoras da Escola Ovídio de Abreu. Ambas, muito queridas pelos alunos e são lembradas até hoje pelo carisma inigualá- vel. Dona Josina e Dona Maria Helena Estádio Dr. Jaques O Estádio Dr. Jaques situava-se ao lado da capela Santa Clara, assim como vários outros pontos importantes da Vila Luciânia. No es- tádio foram realizados vários jogos, principal- mentedotime“local”,LuciâniaEsporteClube. Escola Particular Luciânia NavilaalémdaEscolaOvídiodeAbreu,tambémhaviaaEscolaParticularLuciânia,ondemui- tos estudaram. Alunos que lá foram alfabetizados se lembram com carinho das professoras que tiveram,comoOrdalitaeCarminha.Recordamtambémdamerenda,feitaporD.ªNeuza,easdi- versastravessurasquefizeramdentrodosmurosdaescola. A Escola Ovídio de Abreu, situada na Vila Luciânia, oferecia aos moradores o estudo do primeirograucompleto.Desdeoiníciodavila, emmeadosdadécadade50,aescolasemprefez parte da vida de muitos moradores, que lá pu- deramestudar,lecionaredirigirainstituição. ESCOLA OVÍDIO DE ABREU ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
  • 41. 41 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Final da Safra Todososanos,osmoradoresdaVilaLu- ciânia e demais trabalhadores da usina fes- tejavamofinaldasafra.Emcomemoraçãoa este marco, enfeitavam os caminhões e fa- ziamfestasnasruascomcomidasebebidas produzidaspelosmoradoresdaVila.Porfim, faziam um concurso para escolher qual ca- minhãoeraomaisbonitoeenfeitado. Igreja Santa Clara Construída na década de 1960 e muito importante para os antigos moradores da Vila Luciâ- nia, a Igreja Santa Clara permanece localizada dentro da unidade da usina, atualmente Biosev. A instituição religiosa ficou abandonada por anos, e passou por uma restauração em 2016, custea- daeexecutadapelaBiosev.Merecidamente,foireinauguradacomacelebraçãodeumamissa,que tambémdeuinícioàsafradaqueleano. Joana Darque ComomuitasdasquemoravamnaVilaLu- ciânia, Joana Darque (de blusa preta) fez par- te das mulheres que iam para a lavoura traba- lhar. Joana Darque é considerada uma grande mulher,umaguerreiraquelogocedosedispôs atrabalharparaajudarsuafamília.Comapenas dozeanos,Joanajátrabalhavaepodiaajudaro paiacriarosirmãosmaisvelhos. João Israel Mestredeobras,JoãoIsraelveioparatraba- lharnaconstruçãodascasasdaantigaVilaLu- ciânia.Veioporindicação,apósopaidoDr.Lu- ciano, em busca de trabalhadores, passar por Araújos/MG,localondeJoãoIsraelresidia.Pos- teriormente, em 1950, trouxe sua esposa para morarem juntos na vila, onde ficou até se apo- sentaresemudarparaLagoadaPrata. Juvenal Teixeira NaturaldeCampoBelo/MG,opedreiroJu- venalTeixeiraveioparaLagoadaPrataem1961 parasecasare,aos25anosjátrabalhavanausi- na.Apósumtempotrabalhando,resolveuvol- tarparaCampoBelo,ondeconstruiuumafamí- liacomsuaesposaSilvia.Posteriormente,mu- dou-separaoCapoeirão,distritodeJaparaíba/ MG, e após alguns anos, para a Vila Luciânia, ondegrandepartedeseusfilhosnasceram.Ju- venal trabalhava como pedreiro em obras fora daUsina,porémchefiadopelaempresa.Nofi- naldadécadade80,JuvenalretornouparaLa- goa da Prata com sua família, e até hoje reside nacidade ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO ARQUIVO
  • 42. 42 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Maria Perpétua MariaPerpétuaSantosSilvamudou-sepa- raaVilaLuciânianoanode1972.Trabalhouno Centro Médico da vila por quase quatro anos, ondeatuoucomosecretáriadedentistaesecre- tária de laboratório. Na Vila, se casou com Sr. RomeuFranciscoetevefilhos,queláforamcria- dos.Mudou-separaLagoadaPrataem1994e, desdeentão,residenacidade. Mané Severino ManuelMartinsdosSantos,conhecidoco- moManéSeverino,foiproprietáriodeumaçou- gue que ficava em frente ao armazém na Vila Luciânia.MorounaVilaatéofimdos anos 90, quandosemudouparaoCapoeirão,distritode Japaraíba/MG. Atualmente, vive em Lagoa da Prata. Magela RESENDE Nascido em São Gotardo/MG, mudou-se paraaVilaLuciâniaem1976.Apesardeseuno- meMagela,eraconhecidocomo“Geraldodode- pósitodeadubo”,ondetrabalhou.Magelatam- bémtrabalhounalavouraeassimcomovários moradores da antiga Vila Luciânia, mudou-se para Lagoa da Prata por volta do ano de 1994. MagelaresideemLagoadaPratadesdeentão. Maria Joaquina NaturaldomunicípiodePimenta/MG,Ma- ria Joaquina da Silva Oliveira era casada com MáriodeOliveira.Em1962,apósresidiremno município de Campo Belo/MG, vieram para a Vila Luciânia. Dona Maria, como era conheci- da na antiga vila, teve grande reconhecimento por ser humilde e prestativa ao ajudar pessoas das colônias, as quais iam até a vila para fazer comprasouiraoCentroMédico;elapreparava refeiçõesemsuaprópriacasaeosservia.Dona Maria faleceu em 1993, quando ainda residia naVilaLuciânia. Nininha Mesquita Ilda Mesquita, conhecida como Nininha, nasceuumanoapósamudançadeseuspaispa- raaVilaLuciânia.Estudounaescoladavilaelá trabalhou,avançandoemcargosdeprofessora à diretora, o que a fez ser reconhecida por seu carisma e bom trabalho. Casou-se na vila e lá nasceramseusfilhos,MelinaeFelipe.Nininha morou na Vila Luciânia até 1989 e se aposen- tousendodiretoradaescolaOvídiodeAbreu. NATINHO Fortunato Francisco do Couto (Natinho), nasceunazonaruralJaparaíbaem1948.Filho deFranciscoPereiradoCoutoeMariaAngélica do Couto casou-se com Ângela Maria Rezende CoutoeteveasfilhasKarineCoutoSilvaeKás- sia Couto. Iniciou sua carreira como trabalha- dorrural,cobradordeônibusnaempresadeseu paidurantequasetrêsanosetrabalhounausi- na por 37 anos nas funções de porteiro, chefe do setor de faturamento, sessão elétrica e na indústria. Em 1977, entrou para a vida políti- ca, sendo vereador durante 7 mandatos. Nati- nhofoipresidentedotimeLuciâniaesuaespo- safoiprofessoranaescolaOvídiodeAbreu.Pa- raele,aVilaLuciâniaeraummodeloasersegui- do.“Láfazíamosmutirõesparatudo,inclusive para fazer calçadas, plantar árvores...era tudo feitocomalegria,poislánãohaviaoricoeopo- bre,éramosiguais,éramosumafamília”. ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO FAMILIAR
  • 43. 43 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” OswaldoDamasceno Comumacapacidadedetrabalhoadminis- trativoinvejável,OswaldoDamascenoveiopara LagoadaPrataem1949paraajudaroDr.Lucia- no a administrar a Usina Luciânia. Era um tra- balhadorexemplar,quesabiaoquequeriaeera muito dedicado à usina da sua época. Gostava dotrabalhobemfeito,sendoassim,davasem- preumapassadaemtodosossetores,esevisse algoforadocomum,logodizia“assimnãodá”. Otacílio Miranda NascidoecriadoemLagoadaPrata,odeputadoOtacílioMirandasempreestevepresentena vida política, tanto que foi prefeito de sua cidade natal, porém renunciou e decidiu candidatar-se paradeputado.Em1988,odeputadoOtacílioMirandafezumcomícionaVilaLuciâniadurantea candidaturadeRuiAmorimparaprefeito.Masoseucandidatoperdeuaseleições.Duranteodis- curso,odeputadoprometeuumgramadoparaocampodavilaeumanexoparaaescolaOvídiode Abreu. Pedro da Farmácia ReconhecidopelosmoradoresdaantigaVi- la Luciânia como uma grande pessoa e ótimo farmacêutico,Sr.Pedroeraumhomemsábioe exemplar.Ajudavaasfamíliasquealimoravam econtribuiumuitoparaocrescimentodavila. Pesca no córrego Além do Rio Santana, que era próximo da VilaLuciânia,láhaviatambémumcórrego,on- deosmoradoresiamparapescar.E,embora,to- daasimplicidade,tinhamdiversãonacerta. Praça da Vila Luciânia Comtodaaingenuidadeesimplicidadetípicadeumapraça,apequenapraçadaantigaVilaLu- ciânia rodeava a Igreja Santa Clara. Muitos circularam pela pracinha e sentaram nos banquinhos nas tardes de domingo, onde amigos se reuniam para tocar violão e cantar, criando memórias e lembrançasinesquecíveis. ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
  • 44. 44 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural daz EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” ProfessorDjairBraga Dentre os diversos educadores que lecio- naram nas escolas da Vila Luciânia, o profes- sorDjairBragaeraumhomemexemplareres- peitado,noqualseusalunostinhamgrandead- miração.OprofessorDjairlecionavaamatéria CiênciasnaEscolaOvídiodeAbreu,enoanode 1976foiooradordaformaturadaescola. Romeu Silva Romeu Francisco Silva, nascido em Enge- nho Ribeiro, distrito de Bom Despacho/MG, mudou-separaaVilaLuciâniaquandoeramui- topequeno.FoiumgrandeservidorparaoCen- troMédicotrabalhandonaoperaçãodamáqui- na de Raio X e também, por vezes, como auxi- liardeenfermagem.RomeueramaridodeMa- ria Perpétua e mudou-se com a esposa e filhos paraLagoadaPratanofinaldosanos80.Fale- ceuem2013. RainhadaSafra O evento acontecia no cine- ma da Vila Luciânia. No ano de 1975,RosanaScaglioneficouem primeirolugar,ElianedoSr.José Pretinho em segundo e Aladnei Otaviano, filha do Sr. José Nes- tor,emterceiro. Rua do Cruzeiro Todos os cantos da antiga Vila Luciânia marcaram, de alguma forma, cada morador que lá vi- veu. Porém, existiu lá uma rua que não há um morador que não se lembre de ter passado por ela: aRuadoCruzeiro,ondeascriançastinhamadiversãomaissimplesquesepodeimaginar,jogan- doumapartidadefutebolouqueimada.Emesmonascondiçõesprecáriasdarua,todosqueresi- diamali,asuabeira,eramfelizeseestavamemfamília. “Pedras” - Comércio variável OsmoradoresdaVilaLuciâniatinhamàsuadisposiçãoumsupermercadonavila,eemborafos- se bem abastecido, as pessoas levavam coisas para vender nas “pedras”, local que ficava bem pró- ximoaoprópriosupermercado.Lá,sevendiacarnesdeanimaisqueosmoradorescriavam,peixes quepescavametambémguloseimascaseiras. ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO FAMILIAR
  • 45. 45 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Reforma das casas Com o tempo, as casas da Vila Luciânia fo- ram ficando velhas e precisando de reformas. Noanode1984,deu-seinícioaumagrandere- forma,quedurouseisanos.Areformadecorreu pelo motivo de que a parede da frente de uma dascasashaviacaído,então,Dr.Lucianoresol- veureformarascasasdaVila. SandraLô Sandra Teixeira dos Santos, mais conheci- dapelosmoradoresdaantigaVilaLuciâniapor SandraLô,nasceuecresceunalocal.Começoua prestar seus serviços no supermercado da Vila em1980elátrabalhouporquatroanos,atéser transferidaparaafilialdoSupermercadoLuciâ- nia em Lagoa da Prata. Antes de completar um ano na filial, Sandra foi transferida para o Cen- troMédico,ondetrabalhounafarmáciaeficoulá atéesteacabar,apósagreve.Sandraformousua famílianaVilaLuciâniaemudou-secomames- maparaLagoadaPrataem1994.Sandraainda trabalhanaUsina(atualmenteBiosev),precisa- mentenosetordeMedicinadoTrabalho. SôniaResende MaisconhecidacomoSô- nia do Tibiriçá, a lagopraten- se foi morar na Vila Luciânia quando ainda era um bebê. Cresceu então na antiga vila, passando toda sua infância e adolescêncialá.NaVilaLuciâ- niatrabalhounapadariaepos- teriormenteretornouaLagoa daPrata. Supermercado da Vila Luciânia O Supermercado da Vila Luciânia era mais uma das instalações vantajosas que os moradores tinham à disposição, desde o começo da vila em 1949. Tudo lá se encontrava, não só alimentos, mastambémutensílioseeletrodomésticos.Noinício,erausadooBoró,umaespéciede“cartãode crédito”,mascomodecorrerdotempofoiimplantadoumvale,ondeaspessoaspodiamfazersu- ascompraseovalorseriadescontadoemseusalário.Tambémeradisponibilizadoumespaçopa- raqueosmoradorespudessemvenderoqueplantavamecolhiam. Rogério Teodoro Nascido e criado na antiga Vila Luciânia, Rogério morava com seus pais Ângelo Teodo- roeVicentinaJoana,emumacasahumildena famosa rua do Cruzeiro. Começou a trabalhar muito cedo, no salão de adubo e apesar das di- ficuldades e atribulações, a antiga Vila Luciâ- nia está e sempre estará no coração do ex-mo- rador. Rogério Teodoro buscou desenterrar as memórias da vila e foi o responsável pela cria- çãodeumgruponoFacebook(FamíliasdaAn- tiga Vila Luciânia), onde pode reunir as famí- lias que lá moraram, para relembrar momen- tosepessoasqueridas. Rio Santana Onde muitos passaram dias divertidos e onde tam- bém lavaram as roupas dos trabalhadores,oRioSantana marcou a vidas daqueles que moravam na antiga Vila Lu- ciânia.Eraabundanteatéem épocasforadascheias,umce- nário ao seu redor de tirar o folêgo,eraumdoslugaresfa- voritos dos moradores da vi- la. Hoje em dia, aqueles que moraramnaVilaLuciâniala- mentam pelo estado que se encontra o rio, clamando pe- lasuasalvação. ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO SANDRA TEIXEIRA
  • 46. 46 “A produção e veiculação deste especial contou com o apoio cultural da EMPRESA DE PARTICIPAÇÕES OESTE DE MINAS - Loteamento Paradiso” Sebastião Pacheco Sebastião Pacheco, mais conhecido como Sr. Pacheco, teve toda uma jornada na antiga VilaLuciânia.Trabalhounobarracãodeadubo esemprefoimuitoqueridoereconhecidocomo exemplodehomemtrabalhador.Sebastiãotra- balhou na Usina até se aposentar e, atualmen- te,aos93anos,resideemLagoadaPrata. Totoca CleberJoséCorrêadeNovaes,maisconhe- cidocomoTotoca,nasceuefoicriadonaVilaLu- ciânia.Lá,trabalhouemváriosempregos,como o almoxarifado, em seguida como trocador de ônibuselogoapós,também,noarmazémdaVi- laLuciânia,ondefoigerente.Totocamudou-se para Lagoa da Prata e até hoje reside no muni- cípio. LucianaEsporteClube TimedaOficina TimeTratorista TimedaLavoura TimedoTransporte TimeTratorista1984 Trabalhadores A prosperidade da Vila Luciânia deve-se aosguerreirostrabalhadoresdaindústria.Uma equipe,umafamíliaqueenfrentavageadasepo- eira,equeapartirdeseutrabalhoárduoauxilia- ram a Usina com seus feitos. Como exemplos, temos Jaime Penha, mestre na caldeiraria; se- nhorZéNestornasmáquinasagrícolas;senhor Sílvio na fabricação de açúcar e Sr. Vavalde no transporte. Zé da Horta José Teixeira Martins, ou apenas Zé da Horta, como era conheci- dopelosmoradoresdaVilaLuciânia,eracobradordeônibus e chegou a candidatar-se para vereador. Um homem de religiosidade sem igual equesegundoosmoradores,avilaforaabençoadaemdiversosquesi- tosporintermédiodoZédaHorta.JoséTeixeiraMartinséreconheci- dopeloscolegaseamigosdaVilaLuciâniacomoumdoshomensmais dignosehonradosquejáconheceram. Times de Futebol da Vila Luciânia OstrabalhadoresquemoravamnaVilaLuciâniatinhamalgumasdiversões,eumadelaserao futebol. Diversos craques foram descobertos entre os moradores da vila que formaram vários ti- mes, entre eles: Tratorista Esporte Clube, Time da Lavoura, Time do Transporte, Time da Ofici- naeoLuciâniaEsporteClube.Comostimesdefutebolgrandesamizadesforamfeitasetambém muitaslembranças. ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO ARQUIVO FOTOS: ARQUIVO
  • 48. 48 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 F Fátima César Fátima das Graças César é natural de La- goa da Prata. Formou-se em biblioteconomia na UNIFOR/Formiga em 1973 e hoje trabalha naBibliotecaCoronelJoséVital,naorganização e preparação dos livros que vão para a estante, sendo classificados de acordo com o seu gêne- ro.Fátimaéumacidadãmuitoqueridaporaco- lheratodosnabibliotecaefazerdeláoutraca- saparaquemvisitaolocal. Fluminense Emmeadosde1951,surgeumnovoclubefutebolísticoemLagoadaPrata,oFluminenseEs- porteClube.TendoJosédeAlmeidacomotreinador,queeraexigenteeeficiente,o timetinhaaté torcida feminina uniformizada, e a Rute Vidal como “rainha”, comandando uma seleção de mo- çascomentusiasmo,oqueconduziuotimeàgrandesconquistas.Ocampodotimeeracercadode bambus,tudomuitohumilde.Em1958,entrounadiretoriadotimeJoãoRochadeOliveira,esua primeiraaçãoemprolaotimefoiprovidenciarummuroparaocampo.Apesardogostopelotime, haviaafaltaderendimento,avidadosjogadoresseguindodiversosrumos.Assim,oFluminense chegouaofim. Festival de Dança A cada fim de ano, o Studio Juliana Soares realizaumfestivaldedança,ondeosalunosda academia de dança apresentam sua evolução artísticaaosseusamigosefamília.Em2017,o VIII Festival apresentou o tema “Entre o céu e a terra”, nos dias 16 e 17/12, no Poliesportivo LeopoldoBessone,emLagoadaPrata. Fanfarra VirgÍnio Perillo Sendoomaiorsucessodosanos70,aprimeirafanfarradaEscolaVirgínioPerillocontoucom participantes ilustres de Lagoa da Prata como Guiomar Sampaio, Toninho Sampaio, Dr. Otavia- noOliveira,queeraodiretordocolégio,JoséOsvaldoLobato,MarinhaSampaio(InMemoriam), FaustaMiranda,ClaraSantana,CremildaeJoanaD’arc. FigueiraTricentenária Situada no terreno da Pousada Parador da FigueiraemLagoadaPrata,afigueiratricente- náriaéumadasatraçõesaosarredoresdaPraia Municipal de Lagoa da Prata. A árvore faz par- teda“decoração”dapousadaporchamaraten- ção,efazerolugaraindamaisatraente. ARQUIVO POUSADA PARADOR DA FIGUEIRA ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO STUDIO ARQUIVO SITE LAGOA ESPORTES ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR
  • 50. 50 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 G H I Glamour Girl Oconcursosurgiuem1967,criadoporum colunista do Jornal Estado de Minas. Apenas dotes naturais de beleza não eram suficientes, eraprecisoraça,simpatiaeelegância,estas,alia- daàbelezaeramfatoresprimordiais.Nosegun- doanodoconcurso,emboraaconcorrênciafos- seacirrada,alagopratenseElianeMacielfoielei- taaGlamourGirldeMinasGerais. Henrique Lacerda Cláudio Henrique Lacerda é fotógrafo, ví- deo maker profissional e especialista no regis- trodeemoçõesemomentosúnicosnavidados seus clientes, transformando em lindas ima- gensqueretratamverdadeiramenteapassagem de um dia muito feliz. Henrique também é es- pecialista em sessões individuais, eventos so- ciais e especiais. O estúdio fotográfico está si- tuado em Lagoa da Prata, na rua Olegário Ma- ciel,237,noCentrodeLagoadaPrata,atenden- donomunicípioetodaregião. GERALDO LANO GeraldoLano,comoeramaisconhecidoem nossacidade,foicasadocomCleiaeépaidePa- trícia, Luciana, Aureliano (Tequinho) e Antô- nio (Toninho). Estes últimos dois, fundadores daEscoladeFuteboleSaunaLanos.SenhorGe- raldo foi um grande pai, homem trabalhador e honesto.CultivavahortaliçasnoSítiodaMan- gaparavendernaantigafeiralivre,quefuncio- navaemfrenteàPrefeituraMunicipaldeLagoa daPrata.Tambémsededicavaaproduçãodelei- te,rendaesta,queajudavanosustentodafamí- lia.QuemoconheceuselembradoSr.Geraldo em sua carrocinha pelas ruas da cidade, sem- pre acompanhado pelos enormes cães pretos, de orelhas cortadas, daí veio a inspiração para aescolhadomascotedaescoladefuteboldosfi- lhos,aléméclaro,donomeLanos.“OantigoSí- tiodaMangasetornou,hoje,oCentrodeTrei- namento Geraldo Lano, uma homenagem que nãopoderíamosdeixardefazeraonossoqueri- dopai,quefoinossograndeincentivador,dan- do-nosapoioeconfiançaparaoiníciodenossas atividadesem01demaiode1999,sendodeleo pontapéinicial”,relataofilhoTequinho. Giovani Júnior Giovani nasceu em Santo Antônio do Monte em 1932,foicriadoeestudadoemLagoadaPrata.Em1949, entrouparaaEstradadeFerro,emLagoadaPratafoicon- ferente e agente. Porém, em 1952 foi transferido para a cidade de Araxá/MG. Ao longo dos anos, Giovani traba- lhou como professor e radiotelegrafista. Em 1980, vol- tou para Lagoa da Prata e apresentou vários programas emrádiossobremúsicasoujornalismo,noentanto,mais umavezse mudouparaGoiás.Atualmente,Giovanivive emAraxáefazvisitasocasionaisaLagoadaPrata. Incêndio Em1937,mêsemqueosreligiososcelebram omêsmariano,aIgrejaestavalotada.Próxima àMatrizhaviaumaplantaçãodealgodãoe,em um depósito ali mesmo, ficavam produtos in- flamáveiscomo,gasolinaequerosene.Nemto- dostinhamluzelétrica,entãoousodolampião elamparinasnãoeradeformaalgumadispen- sável. No auge da reza que acontecia na igreja, aconteceuumaexplosãoensurdecedoraeman- doutudoquetinhanodepósitoparaosares. Igreja São Francisco Devido ao crescimento da cidade e, conse- quentemente,àcriaçãodemuitascomunidades daIgrejaCatólica,foinecessáriaacriaçãodater- ceiraparóquianacidadedeLagoadaPrata.Em 4 de outubro de 2010, dia de São Francisco de Assis, o então bispo diocesano da época, Dom AntônioCarlosFélix,durantecelebraçãoeuca- rísticainstalouaRegiãoPastoralSãoFrancisco de Assis, designando o padre Marcos Tiago da Silva, até então vigário da Paróquia São Carlos Borromeu,comoresponsávelpelostrabalhose encaminhamentosdestaregiãoespecífica.Em 30deoutubrode2010,PadreTiagocelebroua primeiramissanolotedestinadoàconstrução da Matriz e convocou toda a comunidade pa- raconstruiraigreja.Comaajudadeumverda- deiromutirão,commuitozeloededicação,em 4 de outubro de 2011 foi instalada a Paróquia SãoFranciscodeAssis.Acelebraçãoaconteceu dentrodamatriz,aindaemconstrução,porém jábemadiantada.Agora,poucomaisde5anos dainstalação,LagoadaPratatemumaParóquia bemestruturada,ondeascomunidadestraba- lhamemparceria,umaajudandoaoutra. ARQUIVO LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR ARQUIVO FAMILIAR DIVULGAÇÃO ARQUIVO PARÓQUIA ARQUIVO PESSOAL
  • 52. 52 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 J JOÃO PAULINO João Paulino da Silva, prefeito eleito em 1961, era um político eminentemente popu- lista, um homem do povo. Ele não se importa- va muito com repercussões que suas atitudes causavam.JoãoPaulinofoiprefeito,justamen- te, na época de radicalização política no Brasil comarenúncia deJânioàpresidência,ouseja, umaépocadetransformações.Suaquedapolí- ticadeu-seporqueelenãotinhaapoiodolegis- lativoeseapegouapenas naquelesquenelevo- tou.Nãodavamuitaimportânciaàsuaimpopu- laridadenolegislativo.Comonãotinhaapoiona câmara,osvereadoresseopuseramàsaçõesdo prefeito. Assim, este episódio marca o primei- rocasonomunicípiodecassaçãodemandato. José MaurÍcio Maciel UmcidadãohonradodeLagoadaPrata,JoséMauríciofazpartedaquelesqueajudaramacons- truirLagoadaPrataeporfazê-laprosperar.Nosanos70,inicioucomseusócioeirmãoMiguelMa- ciel,obairroMarília,sendoomaiorbairrodaCidade.Nadécadade80,deuinícioaobairroGlória, atual São José e ainda na década de 80, os bairros Gomes e o Santa Eugênia II. Na década de 90, deu início ao Cidade Jardim, numa parceria com João Gominha. É casado com Afonsina Maciel, comquemtemosfilhosAntenor,Mano,DinhoeEdnaeChristiano.JoséMauricioMacielésócio, administrador e dono da empresa JM Imobiliária, localizada na rua Joaquim Gomes Pereira, em frenteàprefeitura. Juliana Soares AprofessoraebailarinaJulianaSoaresnas- ceuemLagoadaPratanoanode1978esempre esteveligadaàdança.Nainfância,considerava adançacomoumabrincadeira,porémmaistar- dereconheceuobalécomoumdomequepode- riafazerumacarreira.Formadaempsicologiae pós-graduadaemdançaeconsciênciacorporal, Juliana tem uma bagagem profissional abran- gente e, a partir de suas experiências, fundou o Studio de Dança Juliana Soares, onde lecio- nabaléclássico,jazzeaulasdeponta.Seuestú- diodedançaficanaRuaÂngeloPerilo,185,no CentrodeLagoadaPrata. José Ulisses José Ulisses de Oliveira nasceu em Santo AntôniodoMontenoanode1938,éfilhodoco- mercianteJoséMariadeOliveiraedeRosaMi- randadeOliveira.Filiou-seaoMovimentoDe- mocráticoBrasileiro(MDB)eemnovembrode 1979ingressounoPartidoPopular(PP),lidera- doporTancredoNeves.Tornou-semembroda Comissão Executiva Regional da agremiação. Em 1980, bacharelou-se em direito pela Uni- versidadeCatólicadeBeloHorizonteeformou- -setambémemartedramáticapeloTeatroUni- versitáriodaUniversidadeFederaldeMinasGe- rais(UFMG).Filiou-seaoPMDBem1982,com aincorporaçãodoPPpeloPartidodoMovimen- toDemocráticoBrasileiro.Elegeu-sedeputado federalpeloPMDBemnovembrodaqueleano. Em1983,participoudostrabalhoslegislativos comopresidentedaComissãodeEconomia,In- dústria e Comércio, coordenador da bancada mineiradoPMDBnaCâmaraesuplentedaCo- missão de Transportes. Eleito deputado fede- ralconstituinteem1986,noanoseguinteJosé UlissesparticipoudostrabalhosdaAssembleia Nacional Constituinte como relator da Subco- missãodaQuestãoUrbanaeTransportedaCo- missãodaOrdemEconômica,titulardaComis- sãodeSistematizaçãoesuplentedaSubcomis- sãodoSistemaEleitoralePartidosPolíticosda ComissãodaOrganizaçãoEleitoral,Partidária eGarantiadasInstituições.Em2007presidiuo sindicatodosBancáriosdoEstadodoPiauí(SE- EBF/PI) até 2009. Casou-se com a lagopraten- seMariaOlíviadeCastroeOliveira,comquem teve dois filhos; sua esposa foi deputada esta- dualeseufilho,TiagoUlissesédeputadoesta- dualdesde2007. ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR ARQUIVO
  • 53. L 53JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 Lino Teodoro O cidadãoLinoTeodorodeOliveirafoium dosfundadoresdoCongadoemLagoadaPrata noanode1912.Foiverdadeiramenteumcida- dão que contribuiu para a cultura de Lagoa Da Prata.LinonasceuemLagoadaPrataetambém faleceunomunicípioem19/07/1955. Luciana Dôco NascidaemLagoadaPratanoanode1957, éumacidadãhonradaeparticipativanacidade. TrabalhanaEmbaréeécoordenadoradoCoral da Fundação Embaré, ao lado do maestro Ala- orGonçalves. Lindomar Ribeiro Lindomar Ribeiro dos Santos é presidente doLarSãoVicentedePauloemLagoadaPrata. Vicentino há mais de 25 anos, Lindomar nas- ceu em Goianésia, no estado de Goiás. É filho de Oraci Ribeiro dos Santos e Alice Luiza dos Santos. É o terceiro filho de um total de seis ir- mãos.Segundoele,todoscresceramvivencian- do exemplos de fé, esperança e amor demons- tradosporseuspais.ÉcasadocomNaraRaquel BessasSantos,comquemtemosfilhosVinícius BessasSantoseMariaBessasSantos. Luiz Francisco Comquatromesesdevidaveiomorarcom seusavôs.Atualmente,érepórternarádioVere- das,porémcomeçousuacarreiranaRádioTro- pical,ondeficoudurantealgunsanosetambém tevepassagempelaRádioLagoaFM.LuizFran- cisco, conhecido como repórter 88, trabalhou em diversos outros lugares antes de se tornar, comoseujeitopeculiar,emumdosmaisrespei- tados comunicadores de Lagoa da Prata, sen- do a “voz do povo”, principalmente das pesso- as que precisam de algum tipo de necessidade. Trabalhoucomojardineiro,vendedor,aponta- dorefoisóciodojornal“EmDia”.Luiztevedu- as inspirações para que se tornasse um comu- nicador,AntônioCarloseDirceuPereira.Ora- dialista vê o seu trabalho como uma forma de estarpróximodoseupúblicoeissoofazsesen- tirmuitobem,principalmente,peloreconheci- mentoquerecebedosouvintes. Lindomar fotógrafo Nascidonoano 1972nacidadedeGoiané- sia/GO,eleéfilhodeFranciscoRodrigueseSe- bastianaSilvérioRodrigues.Lindomarcomeçou suacarreiraaindacedocomoassistentedefotó- grafoe,naépoca,osequipamentosnãoeramdi- gitaiscomoosdehoje,entãotevequeestudara fundoparaentenderdeiluminaçãoeenquadra- mento. Hojeemdia,éumempresáriodoramo, atuando em seu próprio estúdio, tendo a aju- dadesuaesposaÂngelaMariaAlvesRodrigues, comquemtemduasfilhasAliceeMarina.Lin- domar Rodrigues, ou Lindomar Fotógrafo co- moéconhecido,atuaemLagoadaPratasendo umdosfotógrafosmaisrequisitadosdaregião ecomreconhecimentonacional. Lauro Rocha LauroRochaGomeséumdosmaisantigos e reconhecidos fotógrafos de Lagoa da Prata. Nascido na década de 50 no município, Lauro estudou em escolas da cidade e cursou ensino superior,licenciando-seemEstudosSociaispe- laPUCMinas.LauroRochaaindaresideemsua cidadenataleéproprietáriodoestúdiofotográ- fico“FotoRocha”,quefoifundadoem1968.O estúdioestálocalizadonaruaAv.BeneditoVa- ladares,1208-Centro. ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL DIVULGAÇÃO REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA
  • 54. 54 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 M Maria Olívia MariaOlíviadeCastroeOliveiranasceuem Lagoa da Prata no ano de 1946. Conhecida em sua infância e adolescência por ser uma meni- na estudiosa e pela sua participação em algu- maslutaspolíticasnomunicípio,tornou-sere- conhecidamenteumdeputada estadualnoano de 1991 até 2007. Além de seu cargo como de- putada,tornou-segrandeparticipantedapolí- ticadoestadodeMinasGerais,representando não apenas sua cidade natal, mas também ou- trosmunicípiosdaregião. Marina Alves MarinaAlvesGontijo,naturaldeLagoadaPrata,éumaescritoraex- cepcional epoetisa,sendoautoradolivrodecontos“SombraseAssom- brações”,quefoilançadoem2007eobtevegrandesucessonasescolasdo município. Formada em Pedagogia, pós-graduada em Psicopedagogia, é membro da ACADELP- Academia Lagopratense de Letras. Uma com- petente autora mineira que tem praticado vários gêneros ao longo dos anos e, além de publicar, participa em antologias e conquistou espaços emjornaiserevistasdacidadeaolongodosanos. Milton Vieira MiltonVieiranasceuem7defevereirode1993,éfilhodeEu- nicedeFátimaLudovicoeMiltonVieiraSilva.NasceuemLagoada Prata e ainda na adolescência se apaixonou pelo esporte. Aos do- zeanosdeidadejásedividia entreotrabalhoeostreinos.Aos17 anosmudou-separaPiracicaba,interiordeSãoPaulo,ondetraba- lhou,jogouhandeboleestudou.Oatletatambémjogouhandebol porváriostimesdeMinasGeraisantesdeembarcarparaSãoPau- lo.TevepassagemportimesdeLagoadaPrata,porclubesemCar- modaMata,MartinhoCampos,Betim,emSãoPaulonacidadede Piracicaba,noParanánacidadedeLondrina.Hoje,Miltonmorana Espanhaeéorecém-contratadodotradicionaltimeOctavioVigo. Mozart Alves Filho do maestro Agostinho Pereira e nas- cidoem1943,Mozartfoiumdosmaiorescan- toresdacidade,comsuavozgrave,masinfeliz- mentenãoteveoreconhecimentodeseutalen- to. Musicista, locutor, pintor e cantor da Ban- daSuperJC7deLagoadaPrata,MozartAlves trabalhou em quase todas as emissoras de rá- dio da cidade. Mozart faleceu em 19 de Julho de2017,emLagoadaPrata. Museu Construídoem 1875,omuseuestásituado naPraçaDonaAlexandrina,nacasaqueperten- ceuaoCel.CarlosBernardes,fundadordacida- de.Ocasarãofoiedificadoemtijolosdeadobe, casa tipo colonial, e tinha de 21 cômodos, en- tre quartos e salas, onde, no centro, existe um pé de Alecrim, que é centenário. Esse prédio, quandoadquiridopelaprefeituraem1977,es- tavaprestesacair,poisomadeiramentodote- lhadoforaatingidoporcaruncho,criandogran- des buracos na sua cobertura. Foi inteiramen- tereconstituídopelaPrefeituraMunicipal,que lhedevolveutodagraçaeoencantodeseuspri- meirosanos.Em1989,esteprédioeraabertoà visitação, abrigava algumas peças que perten- ceram ao Coronel, fundador da cidade, grande acervodepinturas,coleçãoderetratoseoutras curiosidades que o tempo preservou para a re- cordaçãodosconterrâneos.Nogovernomuni- cipal1997-2000,oMuseufoidoadoparaaFun- daçãodeCulturaeTurismodeLagoadaPrata, conformeLeino879/99. Maria Lourdes Dôco LourdesDôcosempreprestourelevantesserviçosnaárea socialdeLagoadaPrata.Dedicando-seaajudarosmaiscaren- tes, foi um exemplo a ser seguido. Desta forma, mais do que justa, seu nome está na Galeria de Vereadoras e Ex-Vereado- ras daCâmaraMunicipaldeLagoadaPrata. AlaorJ.GonçalvesnasceuemDivinópolise atéos6anosmorounacidadedeRibeirãoVer- melho,a9kmdeLavras/MG.Com7anos,mu- dou-secomospaisparaDivinópolis.EmJanei- rode1984,foiparaBeloHorizonte,portersido aprovadonoCoralArsNova–CoraldaUFMG. Nosegundosemestredomesmoano,assumiuo cargodeEscriturário,naCaixaEconômicaFede- ral,mudando-separaLagoadaPrata,ondefaz partedoCoraldaFundaçãoEmbarécomoma- estronãoporprofissão,simporamor. MAESTRO ALAOR GONÇALVES ANDRÉ LAINE ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO ARQUIVO FAMILIAR DIVULGAÇÃO
  • 56. 56 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 N O Nonô Relojoeiro WashingtonBorgesouNonôRelojoeiro,nasceuemEsteios,distritodacidadedeLuz/MG,no dia 3 de julho de 1931. Sendo o caçula de dez irmãos, Nonô ficou aos cuidados do pai e de suas ir- mãsmaisvelhas,poisperdeusuamãecomapenasquatroanosdeidade.Nonôviveuecresceuna roça, onde também estudou até completar o ensino fundamental. Na sua juventude, mudou-se para Lagoa da Prata em busca de novas oportunidades e morou com uma de suas irmãs até se ca- sar com Izabel de Almeida, com quem teve sete filhas. Um homem visionário e trabalhador, que teve vários ofícios até descobrir suas vocações. Nonô foi funcionário da Usina Luciânia, onde co- meçouasuadescobertaparaserumhomemdenegócios.Aindatrabalhandonausina,elefezum curso de relojoeiro por correspondência e assim iniciou sua vida como comerciante. Algum tem- po depois abriu a Relojoaria Cyma e depois a Ótica Visão. Sendo um comerciante honesto e ínte- grofezgrandesamigoseclientesfiéis.Nonôacreditavaqueocomércioeramaisqueumatrocade mercadoria por dinheiro, era a oportunidade de fazer parte da comunidade, viver e ajudar a so- ciedade em seu desenvolvimento. Nonô faleceu aos cinquenta e sete anos, deixando uma família grandeeamorosa,somandoparaalémdesuassetefilhaseesposa,cincogenros,onzenetoseno- vebisnetos. Neneve Castro Natural de Luz/MG, Maria das Neves Car- valho Castro, mais conhecida como Neneve, é professora,acadêmicaeescritora,autoradoli- vro“OlhodeGato,RabodeTatu”,quefoilança- doem2014,elacontasobrememóriasdesuain- fânciaeadolescência.Neneveémãedecincofi- lhos,efoiporpedidodelesqueescreveuolivro para deixar para os seus netos os relatos da vi- dasimplesqueteve.NeneveCastroreside,atu- almente,emLagoadaPrata. Otaviano Poeta Otaviano Teodoro de Resende, conhecido comoOtavianodoAurélio,nasceuemLagoada Pratanoanode1932.Eraoquintofilhodoca- sal Aurélio Rezende e Vicentina Luiza. Casou- -se com Maria das Graças, mais conhecida co- moLia;comquemteve6filhos,quelhederam 11netose1bisneto.Otavianoestudouapenas atéaprimeirasériee,mesmoassim,tornou-se umgrandepoeta,transformandocadaaconte- cimentodesuavidaempoesia. Osvaldo de Freitas Osvaldo de Freitas foi um grande servidor público.NaturaldeSãoJoãoDelRei/MG,nas- cido em 1921, mudou-se para Lagoa da Prata em 1948, foi o fundador do primeiro jornal da cidade “O Lagopratense”, que circulou apenas por um ano e seis meses. Antes de vir para La- goa da Prata, Osvaldo foi convocado para a Se- gundaGuerraMundial,eseguiuem1944para Itália. Após alguns meses de treinamento, foi paralinhadefrente,assimtomouparteemdi- versasbatalhas.EmLagoadaPrata,tambémfoi redatordaRádioTropicalesecretáriodaCDL. Foi eleito vereador para o mandado de 1955 a 1958elogosetornousecretáriodacâmara;tor- nou-sepresidentedestaem1956a1959e,no- vamente em 1961. Osvaldo de Freitas foi ho- menageado pela Galeria dos Ex-Combatentes. Veioa falecernodia12/12/2005. Otaviano Bernardes OtavianoJoséBernardesfoivice-prefeitodoprefeitocassadoJoãoPaulino,quandoassumiu ocargo.Eraumperíododifícil,então,nãohouveoportunidadeparaqueelefizessegrandesfeitos para Lagoa da Prata, mas conta-se que ele mandou colocar o relógio na torre da igreja como um presenteparaomunícipio. Omandatoduroude1963até1965. ARQUIVO FAMILIAR ARQUIVO ARQUIVO FAMILIAR REPRODUÇÃO / LIVRO HISTÓRIA DE LAGOA DA PRATA
  • 58. 58 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 P Professora Alcione Londe NascidaemLagoadaPratanoanode1966,Alcioneéprofessoradeviolãoeflautaemsuaes- cola de música e em instituição de ensino privado na cidade. Alcione descobriu o seu amor pela músicaquandotinhaapenasdezanoseapartirdissonãoparoumais.Aos12anos,sereuniacom amigosnaPracinhadoCruzeiroetocavapordiversão,atéqueaspessoaspassaramarecorreràela paraobteremajudacominstrumentos. Alcioneencaravacomoumaajudaaopróximoenãocomo aulas.Aosquinzeanosmudou-separaRondônia/RO,ondetrabalhoucomolocutoraderádiopor umano,emesmolongedesuacidadenatal,nuncadeixousuapaixãoporlecionarmúsica.Deuau- las em Rondônia, nos momentos que não estava na escola e aos sábados. Sua motivação a seguir na educação musical foi a sua facilidade de interação com as pessoas, que reconheciam que seus métodosdeensinoeramdiferenciadosefáceis.Apartirdisso,percebeuquepoderiaseguircoma ideiadeteramúsicacomoprofissãoparaquepudessesededicarportempointegral. Padre Marcos Tiago NascidonacidadedeArcos,opadreMarcos Tiago,ouapenasTiago,ordenou-seem2009,e logoem2010,jáestavaemLagoadaPrata,atu- andocomsuafénaIgrejaSãoCarlosBorromeu. Nomesmoano,foidesignadoparaanovaigreja queseriaconstruída,aParóquiaSãoFrancisco deAssis.PadreTiagocriouascomunidadesSan- taRitaeMãeRainha.Maistardecrioutambém aComunidadeSantoAntônionoBairroParadi- so. Em outubro de 2010, Padre Tiago celebrou a primeira missa no lote destinado à constru- ção da Matriz de São Francisco e convocou to- daacomunidadeparaconstruiraigreja.Atual- mente, o padre vive em Roma, onde ficará por algum tempo para se aprofundar nos estudos sacerdotais. PrimeirosAutomóveis Pelos meados de 1925, nas ruas do povoa- do,desfilavamosprimeirosautomóveis,tendo comoosdonosDonaAlexandrinaHenriquina, Juca Lobato, Donana e Cel. Carlos Bernardes. Eramuns“Fordinhos”,quetinhamtrêspedais etrêsmarchas. PracinhadoCruzeiro Antes de ser a conhecida Pracinha do Cru- zeiro,nasmediaçõespróximaàatualpracinha, moravaocarpinteiroOlintoPinto,umamante dasfestasdocongado,quedecidiufazerumcru- zeirodemadeirae,diantedopesodasuaobra, não conseguiu mover o cruzeiro de imediato. Porém, comaajudadealgunsamigos,colocou apeçaondepretendiacolocá-la,naentãoIgre- ja do Rosário. Assim, o cruzeiro já no seu des- tinado lugar, tudo que acontecia a beira do lo- cal era noticiado como “aconteceu perto da es- quina do cruzeiro”. Algum tempo depois o lo- calpassouaserchamadodeLargodoCruzeiro. No entanto, com a chegada de um novo padre à igreja, este que não estava de acordo com as festasdecongado,declarandoquenãodeveria “misturardançacomreza”,oidealizadorOlin- to Pinto acabou dando um fim a antiga Igreja doRosário.Comsuademolição,oespaçovazio acabouporreceberoutronomenaépoca:“Pra- cinhadoCruzeiro”.Apartirdeumaleimunici- pal, a praça tem o nome oficial do idealizador Olinto Pinto Ribeiro, porém os lagopratenses fizeramjusà suaorigem,eassimtodosidenti- ficamapraçacomo“PracinhadoCruzeiro”. Professor Derli DerliDonizettiMendeséprofessordeedu- cação física, sendo um dos mais reconhecidos deLagoadaPrata.Oprofessoréqueridoeres- peitado por seus alunos e também ex-alunos por ser dedicado à profissão. Tendo o esporte como premissa, ele sempre incentiva seus alu- nosaparticiparemdoJELP.Alémdeeducador na área de esportes, Derli foi também vice-di- retordaEscolaEstadualTeotôniodeCastroao ladodeDivaMariaMelonosanosdecorrentes a 2000, onde também foi professor de educa- çãofísicaduranteanos. PresmedOcupacional APresmed–Clínica ocupacionaléumaem- presa que tem estratégias de atendimento aos trabalhadoresdasempresasbaseadasnareali- zaçãodeentrevistaclínicadetalhadaeexamefí- sicominucioso,quegarantemdefiniraaptidão dotrabalhadorfrenteàsexigênciaspsicofísicas decadacargo.DirigidapelomédicoDavidBar- reto, a Presmed oferece às empresas de Lagoa da Prata soluções em medicina e segurança do trabalhocombasenasnormasdehigiene,saú- de e segurança do trabalho. A clínica está loca- lizada na Avenida Getúlio Vargas, 1073 – cen- tro. ARQUIVO SITE LAGOADAPRATA14.BLOGSPOT.COM.BR ARQUIVO DIOCESE ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL
  • 59. Q 59JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 Padre Guarino OPadreitalianoPellegrinoGuarinochegouàLagoadaPrataemjunhode1939.Vendoaassí- duaeabnegadaparticipaçãodosfiéisquecresciacadavezmais,sentiuanecessidadedeampliara igrejaqueexistianaépoca.Acabouentãopordecidirdemoli-laeconstruiuaqueexistehoje,aPa- róquia de São Carlos Borromeu. A obra teve início em 1942 e só foi concluída 12 anos depois, em 1954.Pe.Guarinoeraumpadresimplesehumilde.VáriasvezesfoiaJaparaíba/MGmontadoaca- valoparaatenderacomunidade,celebrandomissasebatizados.Naparóquia,contavacomoapoio dos Vicentinos. Padre Guarino viveu para o sacerdócio, vida de pobreza e doação. Morreu pobre, ajudado pelas famílias de boa vontade da paróquia em abril de 1960. Ele está enterrado na Igreja MatriznaCapela“NossaSenhoradoCarmo”,dequemeradevoto.Emsuahomenagem,seunome foidado paraumaruanobairroSantaEugênia. Ana Cláudia nasceu em 19 de novembro de 1983, é filha de Terezinha da Silva Oliveira e Waldomiro de Oliveira Filho. Ela é Bachere- laemQuiropraxiapelaUniversidadeAnhembi MorumbieMembrodaAssociaçãoBrasileirade Quiropraxia.Anaéumadosdozeprofissionais deMinasGeraisquesãohabilitadospelaAssociaçãoBrasileiradeQuiropraxia.CasadacomThia- goFernandesdeOliveira,elatemasgêmeasClaraFernandesdeOliveiraeGiovanaFernandesde Oliveira e Luíza Fernandes de Oliveira. A paixão pela quiropraxia surgiu há 15 anos, quando sua mãe teve um problema sério na coluna e não teve nenhum tratamento eficaz e nem diagnóstico conclusivo.Foientãoqueelaconheceuaprofissãoquesededicavaexclusivamenteàalteraçõesna colunaeseapaixonoupelaárea. QUIROPRAXISTA ANA CLÁUDIA RHAIANE CARVALHO
  • 60. 60 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 R Rui Amorim Natural de Lagoa da Prata, Rui nasceu em 1937.FilhodePedroRobertoeZeniteSilva,Rui casou-se com Iva Luíza e tiveram 4 filhos. Foi o vereador mais votado na sétima legislatura de 1971. Tomou posse de seu cargo no dia 31 de janeiro de 1971, onde ficou até 31 de janei- rode1973.Foireeleitoetambémomaisvota- do na oitava legislatura de 1973 a 1976, assu- mindoapresidênciadacâmaraem31dejanei- rode1977.Ruitambémfoieleitoprefeitopara omandatode1977a1983. Rafaela Miranda NascidaemLagoadaPrata,Rafaelaécanto- raecompositora.Donadeumavozfirmeegra- ve,elaéconsideradaumadasnovasgrandesre- velações femininas da música sertaneja. A ar- tistafoidescobertaporVitorLeonardo,ex-em- presáriodeCristianoAraújo.Rafaelatemvárias músicasgravadasevídeosnoYouTube,umdeles “Luz Apagada” atingiu 956.265 visualizações. É autora da música “Cotovelo Vai Doer, grava- dapeladuplasertaneja,ZezéDiCamargoeLu- ciano. Raimunda Professora Raimunda da Silva Santos, nascida em Betim/MG, mudou para Lagoa da Prata em 1966, pois seus pais vieram para traba- lharemumafazenda.Éformadaempedagogia,sendoelaater- ceira mulher a se formar como pedagoga na cidade. Raimunda tem 30 anos como professora, e se aposentou como pedagoga. Após a carreira de educadora, Raimunda foi para o Sindicato de EducaçãodeLagoadaPrata,sendoláavicecoordenadora. Recanto da Chibata OgruposertanejodeLagoadaPrata,oRecantodaChibata,foiformadoem2007e,desdeen- tão, tem quatro CD’s gravados e um DVD. O seu primeiro show foi realizado em Esteios, distrito de Luz/MG, e arrecadou dinheiro suficiente para que gravassem o primeiro CD da banda. Então, devido o sucesso do primeiro decidiram gravar um segundo nos meados de 2008. Desde então, o grupo tem se destacado pelo talento, carisma, presença de palco e repertório diferenciado, atra- vésdosertanejoraiz. Renato Professor RenatodaCruzFerreiranasceuem1974em LagoadaPrata,éprofessordemúsica,lecionan- dodezcursos,alémdapercussãovocaleviolão. Aprendeu a tocar violão aos dez anos com seu pai, que tocava o instrumento por diversão. O professor Renato se interessou por acaso pela música, ligando sua paixão e profissão ao que seupaiensinou.Dáaulashá18anosemLagoa daPrata,nodistritodoCapoeirão/MGeJapara- íba/MG.OprofessoratendenaruaAcácioMen- des,315nobairroAméricoSilva. DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL REPRODUÇÃO / LIVRO 60 ANOS DE PODER LEGISLATIVO DE LAGOA DA PRATA
  • 62. 62 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 S Santa Helena FC Santa Helena Futebol Clube, uma das equipes tradicionais do futebol de Lagoa da Prata nos anos 90, que depois veio a ser a base da equipe do Ferroviário, tendo como técnico Ideuzinho e o presidentedoclubeDidi. Sicoob Crediprata Aofinaldadécadade80,comgrandesdificuldadesparaconseguirre- cursoseteracessoaocréditojuntoàsinstituiçõesfinanceiras,umgrupo deprodutoresruraisdeuoprimeiropassoeencarouosdesafiosdecons- truirumacooperativaforteesólida,queosajudassemnaconstruçãode seus sonhos. Após 25 anos de sua constituição, os resultados expressi- vosmostramagrandeforçadoSicoobCrediprataesuacredibilidadenas comunidadesondeatua,evidenciandotodoopotencialdeseusassocia- dosedeumagestãocomprometidacomocrescimentomútuo.OSicoob Crediprata acredita que gerar soluções financeiras adequadas e susten- táveis, por meiodo cooperativismo, aosassociados e àssuas comunida- dessejaachavedosucesso. Santa Alexandrina OnomedobairroSantaAlexandrinaéuma homenagem à célebre e honrada matriarca Dª AlexandrinaHenriquinaBernardes,quefoica- sadacomoCoronelCarlosBernardes,ofunda- dordeLagoadaPrata. Sicoob Lagoacred Gerais A cooperativa surgiu da necessidade que os comerciantes de Lagoa daPratasentiramemconstruirumaorganizaçãocomoobjetivodeunir esforços para proporcionar melhor assistência financeira, prestação de serviçosecréditodentrodosprincípioscooperativistas.OSicoobLago- acredGeraisfoifundadoem30deoutubrode1996einauguradoem17 deabrilde1997.Naqueleano,oentãoPresidentedaAssociaçãocomer- cial convidou um grupo de empresários para discutir a ideia de se criar umacooperativadecrédito.Apartirdestemomento,ainstituiçãoseide- alizousobaliderançadeNilsonAntonioBessas, JoséTavaresdeRezen- deeJúlioCésarVaz.Comemorando20anos,acooperativaacreditaque é fundamental crescer junto com os seus associados e contribuir com o desenvolvimentosocioeconômicodascomunidadesondeatua. ARQUIVO SITE LAGOA ESPORTES ARQUIVO ARQUIVO
  • 64. 64 JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 T Tiago Ulisses Filhodaex-deputadaMariaOlíviaeex-de- putado federal José Ulisses de Oliveira, Tiago Ulisses formou-se como advogado na UFMG em 1996. Nascido em Belo Horizonte/MG, o advogado e empresário disputou em 2006 sua primeiraeleiçãopeloPV(PartidoVerde),sendo o segundo mais votado do partido. Novamen- te, em 2010, disputou a eleição, obtendo mais de 103 mil votos, sendo o mais votado do PV e oquintogeral.Asprincipaisregiõesdeatuação políticasãoCentro-OesteeSul.Omunicípioem querecebeumaiorvotaçãoéLagoadaPrata,ter- ranataldesuamãe. Taioba ObarerestaurantedoTaioba,éconsideradoumdosmelhorespontos de encontros para famílias e amigos. Tendo como proprietário Antônio DonizetedaSilvaedireçãodeClaudiaBabilon,oestabelecimentooferece diversos pratos e um atendimento exclusivo aos clientes. Preparado para servir a todos, o Bar e Restaurante do Taioba está localizado na Rua Dom PedroII,1000,noBairroSãoJosé. Tropical AM Fundadaem8deagostode1980,aemissora derádioTropicaléumexemplodetrabalhoár- duoecoletivo.OsprofessoresAntônioRomão dos Santos, José Antônio Guadalupe, Levi Lo- pes de Araújo e Pedro Paulo Resende se junta- ramàquelequedelasetornoudiretor,oSamuel MartinsdeAlmeida.ARádioTropicaltemoseu trabalhoreconhecidoatravésdetítulosrecebi- dosdasentidadeslocais,escolas,prefeiturasde diversas cidades de Minas Gerais. O prédio da emissora se localiza na rua Luz, 235, no bairro AméricoSilva,etemdireçãodeThiagoMartins. Tânia Fernandes Natural de Belo Horizonte, Tânia Márcia CamposFernandestem43anos,éSuperinten- denteAgroindustrialdaunidadedaBiosevem LagoadaPrata.GraduadaemEngenhariaQuí- mica pela UFMG, ela possui larga experiência profissionalemgrandesempresas,comoaVo- torantim,Novelis,Alcoa,entreoutras.Lideran- do a empresa que possui centenas de homens, Tâniasedizpragmáticanoassuntoequenotra- balhooquevalesãoosresultados.Sobasuaco- ordenação, a Biosev tem registrado considerá- velmelhoraemsuaprodutividade. Tamiris Júlia FilhadeClebereArlete,TamirisJúliaAma- ral,nasceuemLagoadaPratanoanode2000,e hojeéumajovemescritoradomunicípio.Com dois livros já publicados, Tamiris tem a escri- tacomoomelhormododeextravasarossenti- mentos. Quando começou a escrever, a jovem nuncaimaginouquefossefazerissoprofissio- nalmente, mas viu que poderia ser uma opção quando o Nilson, presidente do Sicoob Lagoa- credGerais,quetambéméescritor,adescobriu e a deu uma oportunidade. Seu primeiro livro publicadoem2016,intituladode “(S)CemSe- gredos”,eoseusegundo,oprimeirodeumatri- logia, publicado em agosto de 2017, “Ele é Um Anjo”. Os dois livros da trilogia já estão quase prontos e logo serão publicados. Com sua pai- xãopelaescritaeseuintuitoaoescrever,Tami- risesperaemocionarosseus leitores,verarea- çãodeles,fazercomqueaspessoasviagemen- tre tempos e mundos, sem precisar pegar um avião, declarando assim que, enquanto conse- guirfazerisso,seuobjetivoestarácompleto. ARQUIVO ARQUIVO PESSOAL DIVULGAÇÃO
  • 65. U V Z 65JORNAL CIDADE 27 de Dezembro de 2017 Unopar A Unopar é a única instituição de ensino devidamente credenciada em Lagoa da Prata para oferecercursossuperioresdegraduação,presenciaiseàdistância.Ainstituiçãode LagoadaPra- ta já formou quase 500 alunos nos últimos 6 anos. Em uma excelente localização, seus estudan- tes contam com uma biblioteca, preços acessíveis, horários flexíveis, material didático gratuito e aulaspresenciaisumavezporsemana.Emseusite,oalunotemumespaçoexclusivopara acons- truçãodoseuconhecimento,desenvolvimentodeatividadeseducativaseoacessoàbibliotecadi- gitalcomosuportepedagógico.AUnoparestálocalizadanaAvenidaBrasil,1253,bairroMarília. Virgínio Perillo NaturaldeLagoadaPrata/MG,nascidoem 1910, filho de Ângelo Perillo e Francisca Leite Perillo,Virgíniocasou-secomNairdeCastroPe- rillo e tiveram oito filhos. Era um comerciante eguardalivros.Virgínioexerceuopoderpúbli- comunicipalcomidentidade–erachamadode Prefeito,queeranomeadopeloGovernadordo Estado.Esteperíodofoiexercidoporseismeses em1946.Nasprimeiraseleiçõesparaprefeito, foivice-prefeitocomJoséTeotôniodeCastrode 1947a1948.Foiprefeitocumprindomandato de1951até1955,sendoseuviceJoséTeotônio deCastro.VirgínioPerillocontinuounacarrei- ra política, foi eleito vereador de Lagoa da Pra- ta para o mandato da terceira legislatura 1955 a 1958, tomando posse no dia 1 de fevereiro de 1955. Dois dias após, por pedido de licen- ça foi substituído pelo vereador Francisco Jo- sédeOliveira,foranovamentesubstituídoem 27/02/1956e21/10/1957pelomesmoverea- dor. Em homenagem, seu nome foi dado à Es- colaEstadualVirgínioPerillo. Veredas FM ArádioVeredasFMfoifundadaemmaiode 1988 por Otaviano Vander de Oliveira e Antô- nio de Lima Sampaio. Com uma programação demúsicasnacionaiseinternacionais,informa- çãoenotíciasesportivas,arádioéumadasmais ouvidasnacidade.Sintonizadaem88,5FM,ela conta com uma ampla equipe que trabalha pa- ra atender seus ouvintes. Atualmente, a rádio estásobadireçãodeGildaSilvaReis,queéum dosherdeirosdosaudosocomunicadorDirceu Pereira.ArádioestálocalizadanaruaRioGran- dedoSul,2194,bairroMariaFernanda. Vila Mendonça Asvilassecaracterizamporserumconjunto de moradias, às vezesasresidências são muito simples,enãofoidiferentecomaVilaMendon- ça, que foi representada por uma série de casi- nhassimplesfeitasporAlfredoMendonça,em meadosdoséculopassadoparaseremalugadas. Zulma Miranda Zulma Oliveira Miranda nasceu em Lagoa daPratanoanode1935,foiaprimeiramulher eleitavereadoranomunicípio.FilhadeAlexan- drePereiraAraújoeElviradeOliveiraAraújo,ca- sou-se com Antônio Miranda e tiveram dez fi- lhos Carlinhos, Almir, Helder, Izabel, Anchie- ta, Luiz, Mônica, Salete, Joana e Stela, que de- ramaeles17netos.Elatevecarreiradeprofes- sora e, como vereadora, lutou muito pela clas- sefeminina.Foieleitaparaomandatode1983 a1989,sendoamaisvotadadadécimalegisla- tura.Comograndemulherevereadora,impor- tante influenciadora da vida política para mu- lheres, Zulma recebeu a homenagem na Gale- riadasVereadoraseEx-VereadoresnaCâmara MunicipaldeLagoadaPrata.Zulmafaleceuno anode2015emLagoadaPrata. DIVULGAÇÃO ARQUIVO FAMILIAR REPRODUÇÃO / LIVRO 40 ANOS DE LAGOA DA PRATA