SlideShare uma empresa Scribd logo
www.jornalcidademg.com.br • Lagoa da Prata, S. A. do Monte, Moema e Japaraíba • 15/Jun/2017 - Ano 5 - Edição Nº 95 • JORNAL DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA
SAÚDE • PÁG 10
COTIDIANO • PÁG 04
Bases do SAMU 192 são
inauguradas na região
Unidade de Lagoa da Prata foi batizada com o nome de Elza Pizeli, que recebeu
uma homenagem póstuma pelos seus serviços dedicados à saúde no município.
COTIDIANO • PÁG 06
SEGURANÇA • PÁG 13
COTIDIANO • PÁG 08
CULTURA • PÁG 11
Você realmente
sabe a importância
do Corretor de
Seguros?
“Lagoa Pede
Socorro” recolhe
assinaturas para dar
início ao projeto
Mostra fotográfica
“Aves dos Montes”
é realizada em
S. A. do Monte
Insegurança
aumenta procura
por sistemas de
monitoramento
profissional 24h
Grupo do Facebook
une famílias da Antiga
Vila Luciânia
O grupo tem apenas um mês e já possui mais de mil membros.
A Vila Luciânia foi fundada pelo ex-proprietário da usina Luciânia,
hoje Biosev, Antônio Luciano Pereira Filho
DIVULGAÇÃO SEMELC
AVES DO MONTEACE/CDL LP
LUDMILA SEGUROSFOTO ROCHA
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brEDITORIAL2
FOTOS: ARQUIVO CREDIPRATA/LAGOACRED
Sicoob Crediprata
e Lagoacred unem
forças para mais
uma edição do DIA C
No dia 2 de junho as equipes do Sicoob
LagoacredeSicoobCredipratasereuni-
ram para estabelecerem o planejamento do
Dia C (Dia de Cooperar) de 2017, que terá no-
vidadesemrelaçãoàsediçõesanterioresese-
rão divulgadas nos próximos dias.
Em2015,acampanhasedesenvolveuem
uma operação de combate à dengue. No ano
passado, o objetivo principal foi ações para
manter uma cidade limpa, que envolveu 22
escolas e cerca de 10 mil pessoas. Com o te-
ma #VemCooperar, a edição de 2017 irá pro-
mover ações que visam uma cidade susten-
tável, segura e agradável de se viver. A cam-
panha também terá a participação e o apoio
das escolas do município.
AparceriaentreoSicoobCrediprataeSi-
coobLagoacred,nestaeemoutrasações,tem
gerado importantes benefícios para a comu-
nidade de Lagoa da Prata, incentivando os
princípiosdeintercooperaçãoevalorizando
o interesse da coletividade.
O QUE É O DIA C
É o Dia de Cooperar - Uma iniciativa do Sis-
tema OCEMG que conta com apoio e partici-
pação efetiva das cooperativas de Minas Ge-
rais,promovendoeestimulandoaçõesvolun-
tárias de cooperados, colaboradores e famí-
lias. O Dia C é um compromisso das coope-
rativas brasileiras na busca por um mundo
mais justo e igual. São milhares de ações vo-
luntáriasrealizadasemumagrandecorrente.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
Em sua terceira edição, o Dia de Cooperar irá estimular a
população a contribuir para uma cidade sustentável
Em2015e2016,criançasdasescolasmunici-
paisaprenderameensinaramaçõesdecom-
bate à dengue e a importância de se manter
a cidade limpa
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COOPERATIVISMO 3
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO4
Grupo do Facebook une
famílias da Antiga Vila
Luciânia
FOTOS: ARQUIVO PESSOAL E DO GRUPO “FAMÍLIAS DA ANTIGA VILA LUCIÂNIA”
FOTO ROCHA
O grupo tem apenas um mês e já possui mais de mil membros. A Vila
Luciânia foi fundada pelo ex-proprietário da usina Luciânia, hoje Biosev,
Antônio Luciano Pereira Filho
Idealizado por Rogério Henri-
queTeodoro,ogrupodoFace-
book “Famílias da Antiga Vila Lu-
ciânia” vem unindo ex-moradores
dolocal,trazendoàtonafotoseen-
controsquetêmsensibilizadoaco-
munidade.Commuitaemoção,ex-
-moradores relatam a saudade que
sentem do local, vizinhos na épo-
ca e da qualidade de vida que a vila
proporcionava.
Rogério destaca que a ideia de
criarogruposurgiuapósaspessoas
sempreficaremperguntandoumas
pelasoutras.Ogrupofoifundadoa
pouco mais de um mês e já possui
mais de mil membros. “Meu obje-
tivo era fazer as pessoas que mora-
ram na vila se encontrarem e, por
meio de fotos, se lembrarem uma
das outras”, disse.
Oidealizadordogrupotambém
falousobreotempoqueviveunolo-
cal. “Minha vida na usina foi exce-
lente e inesquecível. Tínhamos tu-
do de melhor e muita fartura. La-
goa da Prata é o que é hoje por cau-
sadausinaedeseupovoguerreiro.
Lá, éramos uma família só, tínha-
mos muita confiança no outro. O
Dr. Luciano sempre cuidou bem da
usina e do seu povo. Ali fui criado,
tivemeuprimeiroempregoequase
todas as minhas amizades vieram
de lá”, afirmou.
AVilaLuciâniafoifundadapelo
ex-proprietário da usina Luciânia,
hojeBiosev,AntônioLucianoPerei-
ra Filho. Em seu auge, Luciano foi
conhecidocomo“donodeBeloHo-
rizonte”. Até 1960 todas as salas de
cinemanacapitalMineiraeramde
suapropriedade.Tevemaisdetrin-
tafilhos,queherdaramumaheran-
ça estimada em 3 bilhões de reais.
Lucianinho, como era conhecido,
faleceu em 1990.
Quem desejar conhecer o grupo
no Facebook, deve procurar por:
FAMILIAS DA ANTIGA
VILA LUCIANIA
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
MARIACRISTINADOSSANTOS,
FUNCIONÁRIA PÚBLICA
“Falar da usina me faz lembrar
com saudades das brincadeiras co-
mo passar anel, bete, estátua, quei-
mada... Lá tínhamos a praça de es-
portes, escola, estação, o canal onde
íamos tomar banho no final de tar-
de escondido dos nossos pais, o ci-
nema, o coreto, a churrascaria, tu-
do inesquecível. Trabalhei sete anos
na lavoura, capinei, fiz plantio, cor-
tei cana e ainda fui rainha da safra.
No final de cada safra fazíamos uma
festa, enfeitávamos os caminhões e
desfilávamos.”
LUDMILA RODRIGUES,
DA LUDMILA SEGUROS
“As lembranças, tanto podem ser bo-
as e inesquecíveis, guardadas com
carinho no coração, como aquelas
que gostaríamos que não tivessem
acontecido, mas vieram e consegui-
mos superar. Nasci na Usina Luciâ-
nia, onde recebi dos meus pais uma
educação que não se aprende em ne-
nhuma escola. Da escola trago lem-
branças incríveis, no jardim de in-
fância além de aprender as primei-
ras letras, declamava poesias e par-
ticipava ativamente de peças de te-
atro. Isso me trouxe uma bagagem
enorme e que foi fundamental para
o meu crescimento pessoal, familiar,
escolar e social.”
GLORINHA OTAVIANO,
FUNCIONÁRIA PÚBLICA
“Desde que nasci eu morava na Vi-
la Luciânia. Era um paraíso, pois tí-
nhamos qualidade de vida, um dos
melhores supermercados, cinema,
churrascaria, praça de esportes...
Nessa praça a gente ficava o dia to-
do praticando esportes, éramos uma
família. A vila tinha uma das me-
lhores escolas da região. Tenho mui-
tas saudades porque éramos humil-
des e ao mesmo tempo os mais ricos
do mundo. Podíamos ficar brincan-
do até tarde, fazíamos serenatas no
dia das mães, quadrilhas... Éramos
uns pelos outros. Lá não existia vio-
lência e podíamos ficar até com as
portas abertas.”
ADRIANA MARTINS,
FUNCIONÁRIA PÚBLICA
“Sou filha do Antônio Teixeira Mar-
tins, mais conhecido por Tõe Horta,
e da Maria Rosângela Martins, ne-
ta do Tião da Horta. Morei na Vila
Luciânia até os 14 anos de idade. Lá
tive uma infância maravilhosa, po-
díamos brincar na rua sem sentir
medo de nada, pois era muito tran-
quilo. As pessoas eram amigáveis co-
mo se fôssemos todos da mesma fa-
mília. As casas eram todas cercadas
de bambu.”
Moradores
relembram a históriaLeia os depoimentos completos no portal do Jornal Cidade:
www.jornalcidademg.com.br
DAVI TEODORO, JORNALISTA
“A vila era um lugar feliz, onde se
tinha infância. Ali, tínhamos o rio
Santana para nadar, cinema, dan-
ceteria, posto de saúde, campo de fu-
tebol e, inclusive, uma moeda pró-
pria. A vida era simples e pobre, mas
éramos muito felizes. Lá não pagá-
vamos água e nem energia. Tínha-
mos tudo que precisávamos lá. Nas-
ci e vivi lá, e tenho muito orgulho
disso.”
AMANDA CAROLINE
RODRIGUES, DONA DE CASA
“Eu passei minha infância e o iní-
cio da adolescência na vila. Era tu-
do muito simples, fácil e tranquilo.
Até hoje tenho contato com algumas
pessoas da escola, como a Dadá co-
zinheira. Tínhamos rios para nadar
e a piscina do centro esportivo, que
era só nossa. Um fato engraçado é
que me lembro do professor Derly,
que queria dar aulas e a meninada
querendo nadar.”
VERA LÚCIA, CABELEIREIRA
“Vivi a melhor infância, onde brin-
cava de correr nas ruas da usina, su-
bia nas árvores, entre outras brinca-
deiras que adorávamos. Vivi a me-
lhor juventude estudando em esco-
la particular, indo ao cinema e pra-
ticando esportes. Eu quis trabalhar
desde muito nova, então, chamei mi-
nha amiga Lúcia Helena Otaviano, e
fui até à Casa de Campo, onde mo-
rava o Doutor Luciano, que nos rece-
beu muitíssimo bem, pois ele era um
homem muito educado e no mesmo
instante me deu um papel para que
eu levasse ao escritório da usina pa-
ra começar a trabalhar.”
Rogério Teodoro, idealizador do
Grupo no Facebook.
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 5
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO6
Você realmente sabe a
importância do Corretor
de Seguros?
Ludmila está há 9 anos atuando no mercado de seguros
Equipe Ludmila Seguros
Escritório localizado à Rua Santa Catarina
263, centro de Lagoa da Prata
QUAL A FUNÇÃO DE UM CORRETOR
DE SEGUROS?
O Corretor é um profissional que irá ajudá-
-lo a escolher a melhor e mais adequada op-
çãodeseguroparaseuperfilenecessidade.É
elequemvaiintermediaroseucontatocoma
seguradora,queestarádisponívelparaeven-
tuaisdúvidasequepode,inclusive,acionaro
seu seguro em caso de sinistro ou outras co-
berturas opcionais dentro do seu contrato.
POR QUE É FUNDAMENTAL PEDIR
AJUDA A UM CORRETOR?
O Corretor estará sempre presente durante
todo o processo de venda de um seguro, seja
qual for a cobertura contratada ou canal de
venda. Esse profissional é essencial para es-
tudar o mercado, a situação de cada cliente
econsultartodososriscos,identificandone-
cessidades individuais e trazendo uma solu-
çãoviávelnacotaçãodoseguro.Resumindo,
a presença do Corretor garante muito mais
segurança e tranquilidade ao contratante.
COMO ELE PODE ME AUXILIAR EM
CASO DE SINISTRO?
Emcasodecolisão,roubooufurto,incêndio,
enchente ou alagamento é preciso que você
contate imediatamente o seu Corretor ou a
assistência da sua seguradora, que fornece-
rão todo o respaldo necessário.
QUAIS AS OBSERVAÇÕES QUE DEVO
FAZER PARA NÃO CONTRATAR UM
SEGURO PIRATA?
Antes de qualquer coisa, o contratante deve
verificarseocontratadoéautorizadopelaSu-
perintendência de Seguros Privado (SUSEP).
O maior risco é que no momento em que vo-
cê mais precisar não terá a garantia de rece-
ber a indenização. Além disso, pode-se citar
a falta de atendimento. O condutor que cair
emumgolpedesegurospiratasdeveacionar
ajustiçaedenunciarnaSUSEPoocorrido.Ela
atua junto com o Ministério Público nas in-
vestigações de seguradoras não autorizadas.
DEVO FAZER SEGURO COM
UMA CORRETORA OU COM
MEU BANCO?
Muito provavelmente você já recebeu algu-
ma ligação de um banco oferecendo produ-
tos e serviços. Quando é oferecido um segu-
ro muitas vezes bate a dúvida se é mais viá-
velfazeroseguropormeiodeumacorretora
oupeloprópriobanco,queàsvezesoferecem
propostas tentadoras, mas também deixam
adesejarquandosetratadeesclarecimentos
àsdúvidasenecessidadesdoconsumidor.Ob-
viamente, o banco não vai te oferecer um se-
guropirata.Geralmente,asinstituiçõesban-
cáriaspossuemumaouduasseguradorasou
trabalham em parceria com uma, comercia-
lizando os produtos dela.
Já com o corretor de seguros, você tem
um leque de opções de seguradoras que irá
propiciaracomparaçãodevalores,produtos
e serviços prestados. Outro ponto importan-
te,équequandovocêprocuraumacorretora
irá falar com um profissional da área que fi-
ca por conta somente dos seguros. Vale lem-
brar que, o pós-venda/pós- compra também
podegerarproblemascomaapólice,mudan-
ças que podem gerar endossos ou famigera-
dos sinistros.
A corretora de seguros é quem acompa-
nhará de perto caso precise resolver proble-
mas com seguros. É ela que vai te ajudar du-
rante a compra e no pós venda, facilitando
o seu contato com a seguradora, tornando o
processo muito mais ágil e simples.
CONHEÇA A
LUDMILA SEGUROS
A Ludmila Seguros está há 9 anos no merca-
do oferecendo diversos seguros para você e
suafamíliaestaremprotegidosotempotodo.
Trabalhamos como Seguro Auto, Seguro Vi-
da,SeguroEmpresarialeSeguroResidencial.
Contratação facilitada, qualidade no atendi-
mento e preço competitivo é na Ludmila Se-
guros.Venhanosfazerumavisitaeconhecer
os nossos serviços!
PUBLIEDITORIAL
Contratar um seguro atualmente é relativamente algo muito fácil, mas a orientação de um corretor é essencial na
hora de esclarecer todas as dúvidas sobre a apólice e as diferentes características de cada plano.
Leia abaixo a entrevista de Ludmila Rodrigues, da corretora LUDMILA SEGUROS.
FOTOS: ARQUIVO PESSOAL
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 7
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO8
Insegurança aumenta procura
por sistemas de monitoramento
profissional 24h
Gabriel Marques Franciscani
Comacriminalidade,aprocuraporsis-
temasdemonitoramentorealizadopor
empresas especializadas que oferecem uni-
dades de apoio móveis 24h aumentou, tor-
nando-se item indispensável no orçamento
de pessoas e empresas que buscam proteger
seusfamiliaresepatrimônio.Pensandonisso,
a SEMELC oferece os melhores equipamen-
tos de segurança eletrônica, com alta tecno-
logia e qualidade, visando a satisfação e ne-
cessidades dos clientes.
Há 30 anos no mercado, desses 17 em La-
goa da Prata, a SEMELC oferece serviços de
monitoramento 24h para residências e em-
presas.ASEMELCtemcomoprioridade,aten-
derseusclientes,comcompetência,serieda-
deemuitoprofissionalismo,atravésdeaten-
dentes,técnicos,monitoreseconsultoresde
segurança.
NA ENTREVISTA A SEGUIR, O
PROPRIETÁRIO DA SEMELC, GABRIEL
MARQUES FRANCISCANI, ESCLARECE
ALGUMAS DÚVIDAS SOBRE OS
SISTEMAS DE MONITORAMENTO
POR QUE HOJE É TÃO IMPORTANTE INVES-
TIR EM SISTEMAS DE MONITORAMENTO
TANTORESIDENCIALQUANTOCOMERCIAL?
Segurança é uma das necessidades básicas
do ser humano. A tranquilidade é o princi-
pal motivo para se investir em um sistema
desegurança.Nãohávalorquepagueatran-
quilidadedesaberqueanossafamíliaeonos-
so patrimônio estão protegidos, havendo ou
não alguém no local.
A PROCURA POR SERVIÇOS DE
MONITORAMENTO TEM AUMENTADO
NOS ÚLTIMOS ANOS?
Muito, as próprias estatísticas mostram que
hoje um sistema de monitoramento já deve
fazerpartedonossoorçamento,assimcomo
umacontadeáguaedeenergia.Hoje,saímos
de casa e não ficamos seguros de deixar nos-
sosobjetosdevaloresládentro.Eautilização
deumsistemademonitoramentovemdeen-
controcomessasituaçãoparaquecrimesco-
mo esses sejam minimizados. Por oferecer-
mosumatendimentopersonalizadoedequa-
lidade, através do nosso sistema de monito-
ramento 24h estamos atentos para que nos-
sos clientes tenham a segurança de ir para o
trabalho,ounocasodeumaempresa,voltar
para casa ou viajar.
POR QUE É TÃO IMPORTANTE
CONTRATAR UMA EMPRESA COM
EXPERIÊNCIA NO MERCADO?
A experiência é tudo, principalmente quan-
do se trata de prestação de serviços. O clien-
teprecisasesentirconfianteaocontratarum
serviço que terá como função zelar pela sua
segurança,pelasegurançadesuafamíliaede
seusbens.ASEMELCtem17anossóemLagoa
daPrata,maselafoicriadahá30anos,issojá
éumademonstraçãodacredibilidadequeela
tem no mercado e sua idoneidade.
QUALOGRANDEDIFERENCIALDASEMELC?
A SEMELC tem como diferencial a agilidade
na assistência técnica que é, na verdade, o
momento em que o nosso cliente mais pre-
cisadenós.Anossaempresasótrabalhacom
contrato, ou seja, com isso tenho condições
de dar um atendimento personalizado para
o meu cliente. O maior problema que perce-
bemos hoje são empresas que simplesmen-
te instalam o equipamento e depois quando
oclientemaisprecisa,nãotemcondiçõesde
dar a assistência. Não é por acaso que esta-
mos há tantos anos no mercado atendendo
osclientesmaisexigentesnossegmentosre-
sidenciais, comerciais, empresariais, bancá-
rios, orgãos públicos, entre outros.
HOJE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO
CUSTA MUITO CARO?
A SEMELC é uma empresa que atende todos
os públicos, tanto que hoje temos sistemas
24h de monitoramento a partir de 100 re-
ais mensais. A pessoa não precisa comprar o
equipamento, pois trabalhamos com como-
dato. Nossa preocupação é sempre atender
as necessidades de nossos clientes, por isso,
trabalhamos com boleto para o pagamento
de mensalidades, cartão Lagoacred e princi-
pais bandeiras. Trabalhamos com os melho-
res equipamentos e uma equipe altamente
qualificada para atender nossos clientes.
QUAIS OS TIPOS DE SISTEMAS
QUE A SEMELC OFERECE?
Cadaclienteteráumtipodesistemadeacor-
do com as necessidades do local e da própria
família. Hoje temos sistemas de monitora-
mento 24h com sensores internos, onde se
liga o alarme somente quando se vai sair; te-
mossistemasdeportasejanelas,queoclien-
te pode ou não ligar o alarme com pessoas
dentro da casa; temos também sistemas de
sensoresexternoscomtecnologiaadequada,
ondeoalarmeéacionadoantesmesmodoin-
divíduo arrombar as portas e janelas da resi-
dência ou empresa. Assim, estando os alar-
mes ligados à central de monitoramento, o
clientetemonossototalapoiocasonecessite.
PUBLIEDITORIAL
Em Lagoa da Prata, nos últimos anos, o alto índice de criminalidade vem preocupando moradores e empresários.
De acordo com informações da Delegacia Regional da Polícia Civil, entre 2016 e 2017 (até 31 de maio) foram
registrados 345 roubos e 1414 furtos.
FOTOS: DIVULGAÇÃO/INTERNET
ARQUIVO PESSOAL
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 9
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO10
Prefeitura de Lagoa da Prata
inaugura base do SAMU
2ª Conferência da Saúde da Mulher é realizada
FOTOS: JULIANO ROSSI
ASCOM PREFEITURA SAMONTE
ASCOM PMLP
Prefeito Paulo Teodoro e a equipe que irá atuar na central do SAMU em Lagoa da Prata
O prefeito Paulo César Teodo-
ro inaugurou no dia 07 de Ju-
nho a base do Serviço de Atendi-
mento Móvel de Urgência (SAMU)
de Lagoa da Prata, que integra um
consórcio formado por 54 municí-
pios. A unidade local recebeu o no-
medeElzaPizeliDiniz,queprestou
serviçosnaáreadasaúdenacidade
e na antiga Vila Luciânia, tendo si-
do uma das fundadoras do Núcleo
dos Hansenianos.
Participaramdacerimôniaovi-
ce-prefeito Ismar Roberto de Araú-
jo, secretários municipais, dentre
eles Geraldo de Almeida, gestor da
saúde, vereadores, familiares da
homenageada, policiais militares,
guardas civis e membros da comu-
nidade.
Kênia Maria, filha de Elza Pize-
li, fez uso da palvra e agradeceu a
homenagem póstuma que o muni-
cípio concedeu à memória de sua
mãe. “Nós, seus familiares, em-
prestamos o nome a esta unidade
de saúde, que salvará tantas vidas,
assim como Elza Pizeli, que levou
uma vida atuante de prestação de
serviços humanitários”, afirmou.
EMPENHO
GeraldodeAlmeidaressaltouquea
implantaçãodoSAMUeraumcom-
promisso da administração muni-
cipal, que, segundo ele, vem traba-
Nodia1dejunhofoirealizada
em Lagoa da Prata a 2ª Confe-
rênciadaSaúdedaMulher.Oeven-
to, que aconteceu na Casa de Betâ-
niaecontoucomapresençadequa-
se 170 pessoas, foi uma orientação
do Ministério da Saúde e da Secre-
tariaEstadualdeSaúdeparaqueos
municípios que tenham condições
equeiramenviardelegadosparaas
Conferências Estadual e Nacional
da Saúde da Mulher, que realizem
a Conferência Municipal.
DeacordocomoSecretárioMu-
nicipaldeSaúde,GeraldodeAlmei-
da, este foi um fórum importante
para se discutir os assuntos relati-
vos à saúde da mulher e dar opor-
tunidade à sociedade civil de parti-
cipar, eleger as propostas a serem
levadas para a Conferência Estadu-
al e Nacional para que essas se tor-
nem políticas de saúde da mulher.
O tema do encontro foi “Desa-
fiosparaaIntegralidadecomEqui-
dade”, que debateu assuntos como
câncerdemama,consultasgineco-
lógicas, consultas especializadas,
políticasquepossamgarantiresses
serviçoseatendimentosatravésdo
SistemaÚnicodeSaúde.“Promove-
mos um debate sobre os assuntos
relativos à saúde da mulher e, atra-
vés desses, traçamos propostas co-
locadasporcadagrupodediscussão
edepoisvotadaspeloplenário”,dis-
se Almeida.
Aconferênciacontoucomapa-
lestramagnaministradapelaSecre-
tária de Saúde de Córrego D’anta e
farmacêutica, Mariana Coimbra
Ferreira. “Dessa tarde de debates o
mais importante foi que nós tive-
mos a oportunidade de ouvir a so-
ciedade civil e, principalmente, as
mulheres opinando em políticas
que serão voltadas para elas mes-
mas.Vimostambémqueomunicí-
pio está garantindo o acesso à saú-
de, mas também vimos que preci-
samos avançar cada mais vez, am-
pliando os serviços e o acesso para
que as políticas possam se tornar
mais efetivas aos usuários”, finali-
zou Geraldo de Almeida.
lhando há 5 anos para implantar
o serviço. “Parabenizo os prefei-
tos que tiveram a coragem. No ano
passado, nos saímos do consórcio
porqueestávamospagandoamen-
salidade de um serviço que sequer
haviaprevisãoparaoiníciodofun-
cionamento.Porisso,elesforamco-
rajosos quando decidiram romper
com o consórcio naquele momen-
to”, disse o secretário.
DeacordocomAlmeida,outros
municípios acompanharam Lagoa
da Prata e anunciaram a saída tem-
porária do consórcio. “Decidiram
que ou funciona ou acaba com o
consórcio.Osprefeitosestãodepa-
rabéns pela decisão, pois foi a par-
tir dessa coragem que temos o SA-
MUimplantadonos54municípios.
Agora que está inaugurado apare-
cem muitos pais”, afirmou Almei-
da,criticandopolíticosque,segun-
do ele, não tiveram nenhuma par-
ticipação na implantação do servi-
çoerecorremàdivulgaçãodevíde-
os em redes sociais para confundir
a população.
Emseudiscurso,ovice-prefeito
Roberto do Tuim também se lem-
brou das críticas que a adminis-
tração municipal recebeu quando
anunciouorompimentocomocon-
sórcio. “Era véspera de eleição e o
prefeito Paulinho teve muita cora-
gem ao tomar aquela decisão. Tiro
ochapéuparaele.Fomosparaasru-
as pedir votos e várias vezes fomos
questionados,poisdisseramparaas
pessoasquenãoqueríamosoSAMU
em Lagoa da Prata. Quem não quer
oSAMU?Sóseforlouco.Mastemos
que ter responsabilidade com o di-
nheiropúblico”,ressaltouRoberto.
O prefeito Paulo Teodoro agra-
deceu os familiares da homenage-
adaElzaPizelieressaltouqueaim-
plantaçãodoSAMUeraumcompro-
missofirmadodoprimeiromanda-
to.“Iniciamosasarticulaçõesainda
em2013,conversandocomtécnicos
daáreadesaúdeemLagoadaPrata
e articulando com outros gestores
da região”, destacou.
Teodoro também não poupou
críticas aos adversários políticos
que, segundo ele, quando a admi-
nistração municipal decidiu rom-
per com o SAMU, divulgaram in-
formações erradas para a popula-
ção, induzindo as pessoas a acredi-
tarem que Lagoa da Prata não que-
ria contar com o serviço. “Não se
faz uma administração municipal
com vídeos que se publicam na in-
ternet,dizendoquedepoisdetanta
lutaconquistaramoSAMU.Esteci-
dadãoparticipou?Eletemcompro-
missocomaverdade?Ouémaisum
politiqueiro?OsfuncionáriosdoSA-
MUforaminduzidosàinformações
equivocadas e maldosas. Enquan-
topessoasmalintencionadasestão
contandohistórias,nósestamosfa-
zendo história”, finalizou.
CHAME O SAMU
PELO 192
A base do SAMU em Lagoa da Prata
conta com uma ambulância do ti-
poUnidadedeSuporteBásico(USB),
que será tripulada por um técnico
de enfermagem e um condutor so-
corrista.Todososatendimentosse-
rãofeitospelotelefone192,daCen-
tral de Regulação que fica em Divi-
nópolis. Os pacientes que solicita-
rem algum serviço de urgência ou
emergênciaserãoatendidos,porte-
lefone, por médicos, que irão ava-
liar a gravidade do paciente e dire-
cionar o melhor atendimento.
SAMU EM SANTO
ANTÔNIO DO MONTE
A prefeitura de Santo Antônio do
Monte inaugurou no dia 08 de Ju-
nhoaunidadedoSamunomunicí-
pio, que está localizada na rua An-
tônio Bolina Filho, s/n, bairro Mãe
Chiquinha.Oeventocontoucoma
presençadedezenasdepessoas,en-
tre elas, o prefeito Dinho do Braz,
funcionáriospúblicos,oprefeitode
Pedra do Indaiá, Itamar da Pedra, e
seuassessorJulianoFerreira,elide-
ranças da comunidade. Segundo o
prefeito Dinho do Braz, o municí-
pioinvestiunoserviçoecobraráefi-
ciência na prestação dos mesmos.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
Unidade foi batizada com o nome de Elza Pizeli,
que recebeu uma homenagem póstuma pelos
seus serviços dedicados à saúde no município
FamiliaresdeElzaPizeliparticiparamdacerimôniadeinauguraçãodoSAMU
Conferência em Lagoa da Prata teve uma participação efetiva do público
LAGOA DA PRATA
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 11
Mostra fotográfica “Aves dos
Montes” é realizada em Santo
Antônio do Monte FOTOS: ARQUIVO DO AVES DOS MONTES
De acordo com os organizadores, fotografias devem ser
expostas em outras cidades da região
De 3 a 9 de junho aconteceu
em Santo Antônio do Monte
umamostrafotográficadeaves,no-
minalmenteconhecidacomo“Aves
dos Montes”. O projeto teve início
em 2008 com os fotógrafos Daniel
Santos, Paulo Couto e Luís Henri-
queSantos.Hoje,alémdostrêsfun-
dadores, o grupo conta com os in-
tegrantes Wagner Rodrigues, Tia-
go Oliveira, Wilian Silveira, Clécio
Gomides, Alysson Fonseca, Isabela
e Gilson.
De acordo com Daniel, ainda
em 2008, o trio começou a progra-
mar saídas em campo para obser-
var, fazer anotações, gravar e fo-
tografar as aves que apareciam
no município. “Eu, como todos os
membrosdosobservadoresdeaves
de Santo Antônio do Monte, temos
um carinho todo especial por nos-
sas amigas emplumadas. A obser-
vaçãodelas,assim comoosseusre-
gistros,surgiramnaturalmente.No
meucaso,comosoufilhodeumfo-
tógrafo, o senhor Diógenes, a pai-
xãosurgiudesdecriança.Comesses
registrospercebemosqueamaioria
das espécies que registramos aqui
em Samonte são desconhecidas da
maioria população”, disse.
A exposição aconteceu no Cen-
tro Turístico e Cultural (Cetuc) e
contou com a presença de cente-
nas de pessoas. Além da mostra, o
grupo promoveu palestras, cursos
defotografiaetroféusdoconcurso
“Aves em Liberdade”.
O grupo já fotografou mais de
900 espécies raras, entre elas o pa-
riri,tapaculodecolarinho,cabocli-
nho de papo escuro (somente duas
cidadedeMinastemoregistrodes-
ta espécie, que são Pouso Alegre e
Santo Antônio do Monte) e Mocho
Diabo.
Danielaindaenfatizouqueoob-
jetivodogrupoéqueesteeventose-
ja incluído no calendário turístico
de Santo Antônio do Monte. “Nos-
saMostrafotográficafoiconvidada
eestamosacertandoosdetalhespa-
raqueelavisitealgumascidadesda
regiãocomoLagoadaPrata,Divinó-
polis,PedradoIndaiá,Formiga,Ar-
cos entre outras”, destacou.
O projeto contou com o apoio
do Credimonte, Microtech, Net fá-
cil e o apoio das Secretarias Muni-
cipais de Cultura e Turismo, Meio
ambienteeEducação,Ecoavis(Eco-
logia e observação de aves, UEMG,
Asprasam.
Para saber mais sobre o tra-
balho do grupo acesse a página
do Facebook: Aves dos Montes.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO12
Campanha de doação de
sangue será realizada
em Lagoa da Prata
Campanha do
Agasalho é realizada
em Lagoa da Prata
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
ARQUIVO BIOSEV
Aconteceránodia24dejunho,
de 8h às 17h, a campanha “Es-
palhe vida, doe sangue”. A iniciati-
vaédaSecretariaMunicipaldeSaú-
de, Hospital São Carlos, Movimen-
to Doa Lagoa e Hemocentro. A cole-
ta acontecerá na Escola Municipal
JacintoCampos.
Para agendar sua doação, ligue
para 9 9841-2856 | 9 8415-4283 (Ma-
riana)ou3261-9100(Lorena,doHos-
pitalSãoCarlos).
No dia 14 de junho é celebrado o
“DiaMundialdoDoadordeSangue”
e juntamente com a data diversos
hospitais e órgãos de saúde lançam
acampanhaJunhoVermelho,como
objetivodeestimularadoação.
QUEM NÃO PODE
DOAR SANGUE?
•Se tiver idade inferior a 16 anos ou
superiora69anos;
•Setiverpesoinferiora50kg;
•Estiver com anemia no teste reali-
zado imediatamente antes da doa-
ção;
•Estiver com hipertensão ou hipo-
tensão arterial no momento da do-
ação;
•Estiver com aumento ou diminui-
çãodosbatimentoscardíacosnomo-
mentodadoação;
•Estivercomfebrenodiadadoação;
•Estivergrávida.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
A Prefeitura de Lagoa da Pra-
ta, por meio da Secretaria de
Assistência Social, está realizando
aCampanhadoAgasalho.Oobjeti-
vo da campanha é coletar o maior
número possível de roupas, calça-
dos, agasalhos e cobertas para su-
prir as necessidades de famílias e
pessoas carentes, principalmente
para crianças e adolescentes de 6
a 15 anos.
Quemdesejarfazeradoaçãopo-
derádeixá-lanaSecretariadeAssis-
tênciaSocial,queestálocalizadana
rua 27 de Dezembro ou no Centro
de Referência de Assistência Social
(Cras) mais próximo.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
Biosev encerra Safra 2016/2017
com recorde histórico
A Biosev S.A. (BM & F BOVES-
PA: BSEV3), segunda maior
processadora de cana-de-açúcar do
mundo,encerrouasafra2016/2017
commoagemde31,5milhõesdeto-
neladas, um aumento de 1,9% an-
te a safra anterior, resultado que é
tambémsuperioràsúltimasseissa-
fras.Acompanhiaatingiu86,6%da
utilização de sua capacidade insta-
lada na safra 2016/17, um aumento
de 1,5 pontos percentuais em rela-
ção à safra anterior e recorde para
a companhia.
No acumulado dos 12 meses da
safra, o maior volume de moagem
éresultadoprincipalmentedocres-
cimento da produtividade dos ca-
naviaismedidapeloTCH,queatin-
giu 77,9 ton/ha no período, um au-
mentode2%.OteordeATRdacana
consolidado foi de 129 kg/ton, com
destaque para o ATR do Polo Lagoa
da Prata, que atingiu 140,1 kg/ton,
um aumento de 6% sobre a safra
2015/2016.
“Do ponto de vista operacio-
nal, consolidamos o processo de
melhoriasdegestãonaáreaagríco-
la e mantivemos o nível de investi-
mentos na renovação do canavial
e melhoria dos tratos culturais, re-
sultandoemmaisumanodecresci-
mento de produtividade (TCH). Es-
sefato,combinadocomamelhoria
da qualidade da cana (ATR), gerou
umaproduçãodeaçúcarporhecta-
re (TAH), que coloca a Companhia
como uma das referências para o
setor sucroalcooleiro”, afirma Rui
Chammas, presidente da Biosev.
A receita líquida na safra
2016/2017 foi de R$ 7,1 bilhões, 13%
superior ao mesmo período da sa-
fra anterior. Esse desempenho de-
corre principalmente do aumento
dos volumes vendidos de açúcar e
maiores preços de açúcar e etanol.
A receita com as vendas do açúcar
teveumincrementode19%nacom-
paração com a safra anterior, atin-
gindo R$ 2,9 bilhões.
OEBITDAajustado(ex-revenda/
HACC) foi de R$ 1,5 bilhão na safra
2016/2017 e a margem EBITDA foi
de 32,2%.
SAFRA 2017/2018
Para a nova safra a Biosev projeta
moagem entre 31,5 e 33,5 milhões
detoneladasdecanadeaçúcar,ATR
Cana entre 129 kg/ton e 131 kg/ton
e CAPEX, estimado em R$ 1,355 bi-
lhão com um desvio inferior ou su-
perior a R$ 90 milhões.
Para isso, a companhia reali-
zou a sua manutenção de entressa-
fraconformeprogramado,comin-
tervenções em máquinas e equipa-
mentos das áreas industrial e agrí-
cola, visando o aumento da confia-
bilidade industrial e o continuado
avanço da produtividade agrícola.
Emmarço,acompanhiainiciou
a moagem com todas as nove uni-
dades do Centro-Sul com a eficiên-
cia industrial em outro patamar,
evidenciadapelarazãoentreoATR
produtoeoATRCana,queemabril
de 2017 foi igual a 1,01, que é supe-
rior à média de mercado e ao valor
de0,98registradonasafraanterior.
Para aumentar a eficiência
operacional, através da redução de
transições entre produtos e geran-
do impactos positivos sobre o cus-
to de produção, as unidades Santa
ElisaeMaracajuforamconvertidas
para produção exclusiva de açúcar
VHP (Very High Polarization), pro-
duto bruto para exportação.
“Paraasafra2017/18,conforme
já anunciado ao mercado, temos
um nível de hedge de açúcar que é
30% superior ao da safra passada, o
quecombinadoacontinuidadedas
melhorias operacionais em curso,
nosdeixaconfiantescomosresulta-
dosaseremobtidos”,afirmaCham-
mas.
Por: FSB Comunicações
A empresa encerrou o período com moagem
de 31,5 milhões de toneladas e taxa de utilização
de capacidade instalada de 86,6%
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 13
FOTOS: ARQUIVO ACE/CDL LP
Empresas, instituições gover-
namentaisenãogovernamen-
tais,emparceriacomaACE/CDLse
uniramnabuscapormaisseguran-
çaemLagoadaPrata. Oprojeto“La-
goapedeSocorro”teveinícionodia
25 de abril e, desde então, diversas
reuniões com o Executivo, Legisla-
tivo,comunidade,eórgãoscompe-
tentestêmsidorealizadas.Deacor-
do com o presidente da ACE/CDL,
Paulo Pereira, em entrevista à rá-
dioVeredas,otrabalhoétotalmen-
teapolíticoevisaapenasassegurar
o comércio local e as residências
do município. “Justamente por ser
assim que estamos conseguindo o
apoio de várias empresas, do Con-
selhodeSegurançaPúblicaedaOr-
dem dos Advogados do Brasil - uni-
dade Lagoa da Prata. Esse projeto
surgiu a partir do que estamos vi-
vendo há algum tempo. Estamos
indignadoscomessasituação,pois
acreditamos que algo pode ser fei-
to”, afirmou.
Pereiradestacouqueháalguns
pontos que podem se tornar alvos
da administração pública e dos Po-
deres Constituintes. “A segurança
étãoimportanteparanósquantoà
saúde e educação, pois existem vi-
das ali se acabando no meio do trá-
fico de drogas, assassinatos e assal-
tos.Oqueassolaanossavidaéasen-
saçãodeinsegurança,ondenãopo-
demos deixar nossos filhos saírem
após às 18 horas. Não temos o sos-
sego de trabalharmos, pois às ve-
zes por causa de 15 reais podemos
perder a nossa vida, como aconte-
ceu com um senhor no bairro San-
ta Helena, que era um trabalhador
honesto e perdeu a vida defenden-
do seu pão. É isso que está acaban-
docomonossosossegoeéissoque
nos preocupa”, disse.
Para buscar soluções, um abai-
xo-assinado tem sido passado de
empresa em empresa e em locais
de grande aglomeração de pesso-
as para que algumas medidas pos-
samseradotadas.“Oabaixo-assina-
donãotempoderjurídico,masoin-
tuito dele é mostrar de uma forma
constituídaeformalparanossasau-
toridadesoquepensamoseosnos-
sos anseios. Uma coisa é quando se
falanumarodinhadeconversa,ou-
tra é entregar para eles um docu-
mento que conta com a assinatura
de 10 mil pessoas, que dizem que
pensam da mesma forma e que es-
peram deles um tratamento direto
para os problemas que estamos vi-
vendo”, ressaltou.
Paulo Roberto também pediu
o apoio da população e disse que a
campanhaestáapenascomeçando.
“Vamoscomeçar,defato,agora.Fa-
remos todo um marketing e espe-
ramos que as pessoas assinem esse
documentoenosfalempelasredes
sociais o que acham de nossa atitu-
de, pelo bem de seus filhos e de to-
da a sua família”.
O projeto destaca cinco medi-
das,entreelasumasecretariadese-
gurança pública, o fechamento de
rotas de fuga que a cidade possui e
a ampliação do sistema Olho Vivo.
“Precisamos de um secretário que
saiba com propriedade sobre a se-
gurança, alguém que possa estru-
turarasaçõesecoordená-las.Preci-
samostambémdetiraraPolíciaMi-
litar do trânsito e municipalizá-lo.
Também precisamos criar um fun-
do de segurança pública para que
recursos possam ser investidos na
segurança pública. Também pedi-
mos a ampliação e reestruturação
da Guarda Civil Municipal, pois no
Brasil inteiro, quem está fazendo a
segurança pública é o prefeito que
faz uma Guarda Civil competente.
Não adianta pensar nos policiais,
pois até recebemos mais efetivo,
mas também sabemos como fun-
ciona, uns vêm e outros vão. Não
adianta querer tirar leite de pedra,
pois o Estado não tem. O que nos
restaéumaGuardaCivilMunicipal
comgentequetenhavontadedefa-
zersegurança,conheçamacidadee
trabalhememconjuntocomaspo-
lícias Civil e Militar, mas para isso
eles precisam de uma reestrutura-
ção”, disse Paulo Pereira.
Para assinar o abaixo-assinado
é só procurar a ACE/CDL, Lagoa-
cred,Crediprataeoutrasempre-
saslocais,alémdoscolaborado-
res que estarão em locais com
grandeaglomeraçãodepessoas.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
Movimento “Lagoa Pede Socorro”
recolhe assinaturas para dar
início ao projeto
Segundo o presidente da ACE/CDL Lagoa da Prata, as medidas expostas no projeto cabe ao
Poder Executivo que pode dar um sopro de esperança para a comunidade
Paulo Pereira, presidente da ACE/
CDL Lagoa da Prata
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCULTURA • ESPORTE14
Projeto ambiental é realizado na
Escola Municipal Afonso Goulart
1º Food Truck na Praça
será realizado em
Lagoa da Prata
Atletas de Lagoa da
Prata se destacam
no Campeonato de
ciclismo de Bom
Despacho
ARQUIVO DA POLÍCIA DO MEIO AMBIENTE
DIVULGAÇÃO
ESCOLINHA MTB TEAM
A Polícia do Meio Ambiente,
em parceria com a Biosev e
Sicoob Crediprata, está realizando
neste mês de junho o Programa de
EducaçãoAmbientalnaEscolaMu-
nicipal Afonso Goulart. O projeto
serácoordenadopeloCaboLeonar-
do e pelos professores da escola.
O objetivo da ação é demons-
trarquaissituaçõesprovocadaspe-
lo homem que prejudicam o meio
ambiente e que podem atrapalhar
a qualidade de vida das pessoas.
Noprogramaserãodesenvolvi-
dos trabalhos a partir de textos in-
formativos, roda de conversa, fei-
ra de ciências, teatro, filmes, co-
lagens, reciclagem, pinturas com
De 3 a 6 de agosto acontece-
rá o 1º Food Truck na Praça do
Trabalhador em Lagoa da Prata. O
evento é uma parceria entre a Se-
cretaria Municipal de Cultura e o
Andarilho’s Food Truck.
De acordo com Renato Soares,
responsável pela organização do
evento, o encontro será um gran-
de evento gastronômico e contará
commaisdedezesseisfoodtruckse
doisfoodbikes.“Faremosumeven-
to muito bacana. Teremos shows
com a banda Alívio Imediato, que
faz tributo aos Engenheiros do Ha-
waii,eopagodinhodoJeitoDiferen-
te. Estamos negociando com outra
dupla bastante conhecida na cida-
de.Alémdisso,durantetodooeven-
to teremos wi-fi gratuito e um to-
tempararecarregarabateriadece-
lular”, afirmou Soares.
O público terá à disposição um
cardápio variado de diferentes ti-
pos de hambúrgueres, espetinhos,
comidas portuguesa, oriental e ita-
liana. De sobremesa serão ofereci-
No dia 4 de junho, foi realiza-
do na cidade de Bom Despa-
cho, o BTT Extreme 2017. O even-
to contou com a presença de mais
de 130 atletas das cidades de Arcos,
Divinópolis,Brumadinho,Pompéu,
SantoAntôniodoMonte,NovaSer-
rana,Pitangui,BeloHorizonte,Car-
mo do Cajuro, Sete Lagoas, Nova
Serrana,OnçadoPitangui,Morada
Nova, Contagem, Lagoa da Prata e
outras cidades.
CONFIRA OS
RESULTADOS DOS
ATLETAS DE LAGOA
DA PRATA:
Hilton: 5° Lugar Categoria Sub 30
Júlio Kanelao: 6° Lugar Catego-
ria Sub30
MaiquelDemeiquers:7°LugarCa-
tegoria Sub 35
Jhonatan Branco: 4° Lugar Cate-
goria Sub 35
Fred: 7° Lugar Categoria Sub 40
Adinan: 3° Lugar Sub 40
Julinho Jel Bike: 4° Sub 45
André Legend: 3° Sub 45
TiwilhameDiego:4°LugarDupla
Wanderson Branco: 7° Lugar Tu-
rismo
Banana: 2° Lugar Júnior
Wesley: 9° Lugar Sub 45
Célio Filho: 6°Lugar Sub35
Jeferson Amaral: 10° Lugar Turis-
mo
Cleuber: 8° Lugar Sub 40
LígiaMesquita:3°LugarFeminino
Vinícius Henrique: 1° Lugar Elite
Laudemir Dourados: 1° Lugar Ju-
venil
materiais recicláveis, palestras,
charges e plantio de mudas ao re-
dor da escola.
Segundo o comando da Po-
lícia do Meio Ambiente, Edimil-
son Lage, a sociedade vem conta-
bilizando diversos prejuízos am-
bientais há muitos anos em virtu-
de das ações do homem no plane-
ta. “Precisamos mudar essa histó-
ria. O meio ambiente conta com
o aluno, com a família, com a es-
cola, com a comunidade e com to-
dos nós. É necessário unir forças,
trocarexperiênciasparapromover
a preservação do meio ambiente,
satisfazer as nossas necessidades
e garantir um mundo melhor pa-
ra se viver”.
dos cupcakes, sorvete feito com ni-
trogênio líquido, milkshake, chur-
ros, brigadeiros. Além das tradicio-
nais bebidas, haverá chopp artesa-
nal. De acordo com a organização,
o Food Truck terá brinquedos para
as crianças, touro mecânico e atra-
ções musicais, com entrada gratui-
ta.
O evento também será uma fi-
nalidade social. Os visitantes estão
convidados,voluntariamente,ado-
aragasalhos,brinquedosoualimen-
tosnão-perecíveis,queserãodoados
para entidades de Lagoa da Prata.
Todos os food trucks aceitarão
cartões de crédito e débito.
OPORTUNIDADE
DE EMPREGO
Quem desejar trabalhar no even-
to como segurança, higienização,
brigadista, bombeiro civil ou fun-
cionários com experiência para os
própriosfoodtrucks,devemenviar
um e-mail para os organizadores:
andarilhosfoodtruck@gmail.com
MARQUE NA SUA
AGENDA:
03/08 (Quinta-feira): 17h às 23h
04/08 (Sexta-feira): 17h às 23h
05/08 (Sábado): 12h às 23h
06/08 (Domingo): 12h às 22h
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
LAGOA DA PRATA
Oeventoéumaparceria
entre a Secretaria
MunicipaldeCulturaeo
Andarilho’s Food Truck
O evento realizado por Andarilho´s Food Truck já foi realizado
em várias cidades do Brasil
15.06.2017 Curta no Facebook
fb.com/jornalcidademg CULTURA 15
almg.gov.br
Liberdade e democracia são valores que definem Minas
Gerais. Na nossa Assembleia Legislativa, esses ideais
estão sempre presentes no debate, no diálogo e na luta
diária pelos interesses de Minas e dos mineiros.Participe!
É com você que a Assembleia se torna, cada vez mais, o
poder e a voz do cidadão.
´
Confira as atrações
já confirmadas para
a 5ª Edição do
Moto Sunset
ALISSON MOURA
SABRINA SILVA
SABRINA SILVA
De30dejunhoa1dejulhoacontecerámais
uma edição do Moto Sunset. O evento, que
acontecenaPraçadosTrabalhadores,emLa-
goa da Prata, contará com diversas atrações
como:
•Cabal Tribal
•Appetite for Destruction (Gun’s Cover)
•Tupibikini’s
•Banda VHS
•e Love Me Beatles (Beatles Cover).
Afesta,queégratuita,acontecehácinco
anos no município através de uma parceria
do Moto Clube Rodas de Prata e da Prefeitu-
raMunicipal.Alémdosshows,oClubedeAn-
tigomobilismo de Lagoa da Prata estará pre-
sente expondo diversos modelos antigos de
carros.
Para saber mais sobre as bandas e a
atualização dos detalhes da festa acesse
apáginadoFacebookMotoSunsetLagoa
da Prata.
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
LAGOA DA PRATA
O evento acontece tradicionalmente na Praça
dos Trabalhadores de Lagoa da Prata
15.06.2017Leia mais notícias em
www.jornalcidademg.com.brCOOPERATIVISMO16
OSicoobCredipratarealizouemparce-
ria com o Sebrae/MG um Café para em-
presários de Japaraíba, contando com a pre-
sença de Dênis Magela da Silva, Analista téc-
nico do Sebrae/MG.
O evento foi realizado para apresentar a
parceria, bem como as melhores opções em
produtos e serviços para que o empresário
possa alavancar seus negócios, inovando e
destacando-se da concorrência.
Na oportunidade, o Analista Dênis apre-
sentou o Sebraetec - Serviços em Inovação e
Tecnologiaqueofereceoacessosubsidiadoa
serviços tecnológicos e de inovação, visando
amelhoriadeprocessos,produtoseserviços
ouaintroduçãodeinovaçõesnasempresase
mercadoemseisáreastemáticas:design,ino-
vação,produtividade,qualidade,serviçosdi-
gitais e sustentabilidade
Segundo Dênis, “é fundamental contar
com parcerias como a firmada com o Sicoob
Crediprata para levar aos empreendedores
osprogramaseprojetosqueoSEBRAEdispo-
nibiliza para atendê-los. Em 2017, o progra-
ma Sebraetec tem despertado o interesse de
muitosempresários.Graçasàparceriafirma-
da com a CODEMG, está sendo possível sub-
sidiar 80% dos projetos de inovação e tecno-
logia”
DENIS EXPLICA QUE O
PROGRAMA POSSUI
DIVERSOS BENEFÍCIOS
OprogramaésubsidiadopeloSebrae,ouseja,
oparticipantepagaumapartedoinvestimen-
toeoSebraeorestante.Possuiconsultoriaes-
pecializadaparadesenvolverasinovaçõesna
empresa, realiza projetos individuais custo-
mizados para atender a necessidade da em-
presa, faz acompanhamento para assegurar
os melhores resultados e viabiliza uma me-
lhorrelaçãocusto-benefíciodosinvestimen-
tos em inovação e tecnologia. Podem parti-
cipar do Programa as empresas de pequeno
porte, microempresas, microempreendedo-
resindividuais–MEIeprodutoresruraisque
disponham da inscrição estadual/municipal
de produtor, declaração de aptidão ao PRO-
NAF(DAP),CNPJouNIRF.Estãoinclusospes-
cadorescomregistronoMinistériodaPesca.
“OSicoobCredipratatemocompromisso
depromoverodesenvolvimentodosseusas-
sociados e da comunidade onde atua, por is-
soestamossemprefocadosnabuscaconstan-
te de parcerias e realização de ações que tra-
gamconhecimentoeviabilizemosnegócios
dos empresários. Estamos sempre à disposi-
çãodacomunidadeparaapurarasdemandas
e contribuir para o seu crescimento susten-
tável. Portanto, os empresários que não tive-
ramaoportunidadedeparticipardoevento,
podem procurar a agência do Sicoob Credi-
prata de Japaraíba para informar-se a respei-
to deste programa e de outras ações que se-
rão promovidas em parceria com o SEBRAE
nospróximosmeses”,disseaDiretoraFinan-
ceira Nilsa Miranda.
“A iniciativa do Sicoob Crediprata,
juntamente com o Sebrae, foi muito
importante para todos os comercian-
tes. Ações como esta estimula o comér-
cio a crescer e desenvolver. Acredito
que parceria entre o comércio, Sicoob
Crediprata e Sebrae será um grande
sucesso! Agradeço a todos da agência
pela oportunidade”.
Letícia Carvalho,
Proprietária da Loja Labelle
“A iniciativa do Sicoob Crediprata foi
muito interessante ao trazer o Sebrae
para o município, pois, como comer-
ciante, posso afirmar que atitudes as-
sim nos auxilia na tomada de deci-
sões. É muito bom podermos contar
com a parceria do Crediprata para
nos ajudar enquanto associados e for-
talecer o comércio local”.
Charles Ageu dos Santos,
Farmacêutico e proprietário da
Drogaria Central Farma
PUBLIEDITORIAL
SICOOB CREDIPRATA
promove Café Empresarial
em Japaraíba
O consultor do Sebrae/MG Dênis Magela apresenta aos empresários informações
sobre o projeto Sebraetec - Serviços em Inovação e TecnologiaDênis Magela, consultor do Sebrae/MG
FOTOS: ARQUIVO SICOOB CREDIPRATA
DEPOIMENTOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal digital 4885_ter_29032016
Jornal digital 4885_ter_29032016Jornal digital 4885_ter_29032016
Jornal digital 4885_ter_29032016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal Escolar Edição 05 2015
Jornal Escolar Edição 05 2015Jornal Escolar Edição 05 2015
Jornal Escolar Edição 05 2015
Escola Nova Galileia
 
Meu Bairro Zona Oeste - Novembro
Meu Bairro Zona Oeste - NovembroMeu Bairro Zona Oeste - Novembro
Meu Bairro Zona Oeste - Novembro
ACIDADE ON
 
Forum Cidadania Julho2009
Forum Cidadania Julho2009Forum Cidadania Julho2009
Forum Cidadania Julho2009
associacaocaos
 
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
Jornal Cidade
 
Boneca do informativo l dez
Boneca do informativo l  dezBoneca do informativo l  dez
Boneca do informativo l dez
Milena Sant'Ana
 
O prisma f
O prisma fO prisma f
O prisma f
Manoel Junior
 
Jornal digital 23-05-17
Jornal digital 23-05-17Jornal digital 23-05-17
Jornal digital 23-05-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal Correio do Sul
 
Casa de Sementes: caminhos para a autonomia
Casa de Sementes: caminhos para a autonomiaCasa de Sementes: caminhos para a autonomia
Casa de Sementes: caminhos para a autonomia
FCVSA
 
Jornal Familia CJ
Jornal Familia CJJornal Familia CJ
Jornal Familia CJ
JornalFamiliaCJ
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
JornalACidade
 
Jornal digital 4694_seg_22062015
Jornal digital 4694_seg_22062015Jornal digital 4694_seg_22062015
Jornal digital 4694_seg_22062015
Jornal Correio do Sul
 
O Liberal
O LiberalO Liberal
O Liberal
PamellaDavis2
 
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc
 
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
Pery Salgado
 
Midiakit.verdesmares dia da mulher
Midiakit.verdesmares dia da mulherMidiakit.verdesmares dia da mulher
Midiakit.verdesmares dia da mulher
Meio & Mensagem
 
Grutesa 4ª edição jornal da aledei de solimões
Grutesa 4ª edição   jornal da aledei de solimõesGrutesa 4ª edição   jornal da aledei de solimões
Grutesa 4ª edição jornal da aledei de solimões
Gabriel Abreu
 
Perfil da cidade
Perfil da cidadePerfil da cidade
Perfil da cidade
Edylon Dos Santos
 

Mais procurados (20)

Jornal digital 4885_ter_29032016
Jornal digital 4885_ter_29032016Jornal digital 4885_ter_29032016
Jornal digital 4885_ter_29032016
 
Jornal Escolar Edição 05 2015
Jornal Escolar Edição 05 2015Jornal Escolar Edição 05 2015
Jornal Escolar Edição 05 2015
 
Meu Bairro Zona Oeste - Novembro
Meu Bairro Zona Oeste - NovembroMeu Bairro Zona Oeste - Novembro
Meu Bairro Zona Oeste - Novembro
 
Forum Cidadania Julho2009
Forum Cidadania Julho2009Forum Cidadania Julho2009
Forum Cidadania Julho2009
 
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 76 - 18/02/2016
 
Boneca do informativo l dez
Boneca do informativo l  dezBoneca do informativo l  dez
Boneca do informativo l dez
 
O prisma f
O prisma fO prisma f
O prisma f
 
Jornal digital 23-05-17
Jornal digital 23-05-17Jornal digital 23-05-17
Jornal digital 23-05-17
 
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015
 
Casa de Sementes: caminhos para a autonomia
Casa de Sementes: caminhos para a autonomiaCasa de Sementes: caminhos para a autonomia
Casa de Sementes: caminhos para a autonomia
 
Jornal Familia CJ
Jornal Familia CJJornal Familia CJ
Jornal Familia CJ
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1103 que circula no dia 28...
 
Jornal digital 4694_seg_22062015
Jornal digital 4694_seg_22062015Jornal digital 4694_seg_22062015
Jornal digital 4694_seg_22062015
 
O Liberal
O LiberalO Liberal
O Liberal
 
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 26_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
 
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 139 - 09 de maio de 2017
 
Midiakit.verdesmares dia da mulher
Midiakit.verdesmares dia da mulherMidiakit.verdesmares dia da mulher
Midiakit.verdesmares dia da mulher
 
Grutesa 4ª edição jornal da aledei de solimões
Grutesa 4ª edição   jornal da aledei de solimõesGrutesa 4ª edição   jornal da aledei de solimões
Grutesa 4ª edição jornal da aledei de solimões
 
Perfil da cidade
Perfil da cidadePerfil da cidade
Perfil da cidade
 

Semelhante a Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017

CULTURARTEEN 147 - maio 2015
CULTURARTEEN 147 - maio 2015CULTURARTEEN 147 - maio 2015
CULTURARTEEN 147 - maio 2015
Pery Salgado
 
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte AbraãoAcontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal digital 4725 ter-04082015
Jornal digital 4725 ter-04082015Jornal digital 4725 ter-04082015
Jornal digital 4725 ter-04082015
Jornal Correio do Sul
 
Guaianas 103
Guaianas 103Guaianas 103
Guaianas 103
cocopequeno007
 
Guaianas 103
Guaianas 103Guaianas 103
Guaianas 103
cocopequeno007
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
Jornal Cidade
 
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A NoticiaJornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
Gabriel Abreu
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
Adilson Moreira
 
Revista Vitória do Riso 2012
Revista Vitória do Riso 2012Revista Vitória do Riso 2012
Revista Vitória do Riso 2012
Andre Vescovi Mattiuzzi
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
Adilson Moreira
 
Jornal 1ª edição
Jornal 1ª ediçãoJornal 1ª edição
Jornal 1ª edição
ANTONIO NILTON GOMES santos
 
Jornal opção 189 online
Jornal opção 189 onlineJornal opção 189 online
Jornal opção 189 online
Alair Arruda
 
O Dom de Educar
O Dom de EducarO Dom de Educar
O Dom de Educar
Uniban Brasil
 
382
382382
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
Gazeta Santa Cândida
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
Adilson Moreira
 
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal Correio do Sul
 
Prata Segue em Frente - Julho
Prata Segue em Frente - JulhoPrata Segue em Frente - Julho
Prata Segue em Frente - Julho
siteduprata
 
Meu Bairro Zona Leste - Maio
Meu Bairro Zona Leste - MaioMeu Bairro Zona Leste - Maio
Meu Bairro Zona Leste - Maio
ACIDADE ON
 

Semelhante a Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 (20)

CULTURARTEEN 147 - maio 2015
CULTURARTEEN 147 - maio 2015CULTURARTEEN 147 - maio 2015
CULTURARTEEN 147 - maio 2015
 
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte AbraãoAcontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº4 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal digital 4725 ter-04082015
Jornal digital 4725 ter-04082015Jornal digital 4725 ter-04082015
Jornal digital 4725 ter-04082015
 
Guaianas 103
Guaianas 103Guaianas 103
Guaianas 103
 
Guaianas 103
Guaianas 103Guaianas 103
Guaianas 103
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 46
 
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
Acontece Nº1 - União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão
 
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A NoticiaJornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
Jornal Comunitário da Vila de Boim - A Noticia
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2018
 
Revista Vitória do Riso 2012
Revista Vitória do Riso 2012Revista Vitória do Riso 2012
Revista Vitória do Riso 2012
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
 
Jornal 1ª edição
Jornal 1ª ediçãoJornal 1ª edição
Jornal 1ª edição
 
Jornal opção 189 online
Jornal opção 189 onlineJornal opção 189 online
Jornal opção 189 online
 
O Dom de Educar
O Dom de EducarO Dom de Educar
O Dom de Educar
 
382
382382
382
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA SETEMBRO 2015
 
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015
 
Prata Segue em Frente - Julho
Prata Segue em Frente - JulhoPrata Segue em Frente - Julho
Prata Segue em Frente - Julho
 
Meu Bairro Zona Leste - Maio
Meu Bairro Zona Leste - MaioMeu Bairro Zona Leste - Maio
Meu Bairro Zona Leste - Maio
 

Mais de Jornal Cidade

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade
 

Mais de Jornal Cidade (20)

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017

  • 1. www.jornalcidademg.com.br • Lagoa da Prata, S. A. do Monte, Moema e Japaraíba • 15/Jun/2017 - Ano 5 - Edição Nº 95 • JORNAL DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA SAÚDE • PÁG 10 COTIDIANO • PÁG 04 Bases do SAMU 192 são inauguradas na região Unidade de Lagoa da Prata foi batizada com o nome de Elza Pizeli, que recebeu uma homenagem póstuma pelos seus serviços dedicados à saúde no município. COTIDIANO • PÁG 06 SEGURANÇA • PÁG 13 COTIDIANO • PÁG 08 CULTURA • PÁG 11 Você realmente sabe a importância do Corretor de Seguros? “Lagoa Pede Socorro” recolhe assinaturas para dar início ao projeto Mostra fotográfica “Aves dos Montes” é realizada em S. A. do Monte Insegurança aumenta procura por sistemas de monitoramento profissional 24h Grupo do Facebook une famílias da Antiga Vila Luciânia O grupo tem apenas um mês e já possui mais de mil membros. A Vila Luciânia foi fundada pelo ex-proprietário da usina Luciânia, hoje Biosev, Antônio Luciano Pereira Filho DIVULGAÇÃO SEMELC AVES DO MONTEACE/CDL LP LUDMILA SEGUROSFOTO ROCHA
  • 2. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brEDITORIAL2 FOTOS: ARQUIVO CREDIPRATA/LAGOACRED Sicoob Crediprata e Lagoacred unem forças para mais uma edição do DIA C No dia 2 de junho as equipes do Sicoob LagoacredeSicoobCredipratasereuni- ram para estabelecerem o planejamento do Dia C (Dia de Cooperar) de 2017, que terá no- vidadesemrelaçãoàsediçõesanterioresese- rão divulgadas nos próximos dias. Em2015,acampanhasedesenvolveuem uma operação de combate à dengue. No ano passado, o objetivo principal foi ações para manter uma cidade limpa, que envolveu 22 escolas e cerca de 10 mil pessoas. Com o te- ma #VemCooperar, a edição de 2017 irá pro- mover ações que visam uma cidade susten- tável, segura e agradável de se viver. A cam- panha também terá a participação e o apoio das escolas do município. AparceriaentreoSicoobCrediprataeSi- coobLagoacred,nestaeemoutrasações,tem gerado importantes benefícios para a comu- nidade de Lagoa da Prata, incentivando os princípiosdeintercooperaçãoevalorizando o interesse da coletividade. O QUE É O DIA C É o Dia de Cooperar - Uma iniciativa do Sis- tema OCEMG que conta com apoio e partici- pação efetiva das cooperativas de Minas Ge- rais,promovendoeestimulandoaçõesvolun- tárias de cooperados, colaboradores e famí- lias. O Dia C é um compromisso das coope- rativas brasileiras na busca por um mundo mais justo e igual. São milhares de ações vo- luntáriasrealizadasemumagrandecorrente. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Em sua terceira edição, o Dia de Cooperar irá estimular a população a contribuir para uma cidade sustentável Em2015e2016,criançasdasescolasmunici- paisaprenderameensinaramaçõesdecom- bate à dengue e a importância de se manter a cidade limpa
  • 3. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COOPERATIVISMO 3
  • 4. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO4 Grupo do Facebook une famílias da Antiga Vila Luciânia FOTOS: ARQUIVO PESSOAL E DO GRUPO “FAMÍLIAS DA ANTIGA VILA LUCIÂNIA” FOTO ROCHA O grupo tem apenas um mês e já possui mais de mil membros. A Vila Luciânia foi fundada pelo ex-proprietário da usina Luciânia, hoje Biosev, Antônio Luciano Pereira Filho Idealizado por Rogério Henri- queTeodoro,ogrupodoFace- book “Famílias da Antiga Vila Lu- ciânia” vem unindo ex-moradores dolocal,trazendoàtonafotoseen- controsquetêmsensibilizadoaco- munidade.Commuitaemoção,ex- -moradores relatam a saudade que sentem do local, vizinhos na épo- ca e da qualidade de vida que a vila proporcionava. Rogério destaca que a ideia de criarogruposurgiuapósaspessoas sempreficaremperguntandoumas pelasoutras.Ogrupofoifundadoa pouco mais de um mês e já possui mais de mil membros. “Meu obje- tivo era fazer as pessoas que mora- ram na vila se encontrarem e, por meio de fotos, se lembrarem uma das outras”, disse. Oidealizadordogrupotambém falousobreotempoqueviveunolo- cal. “Minha vida na usina foi exce- lente e inesquecível. Tínhamos tu- do de melhor e muita fartura. La- goa da Prata é o que é hoje por cau- sadausinaedeseupovoguerreiro. Lá, éramos uma família só, tínha- mos muita confiança no outro. O Dr. Luciano sempre cuidou bem da usina e do seu povo. Ali fui criado, tivemeuprimeiroempregoequase todas as minhas amizades vieram de lá”, afirmou. AVilaLuciâniafoifundadapelo ex-proprietário da usina Luciânia, hojeBiosev,AntônioLucianoPerei- ra Filho. Em seu auge, Luciano foi conhecidocomo“donodeBeloHo- rizonte”. Até 1960 todas as salas de cinemanacapitalMineiraeramde suapropriedade.Tevemaisdetrin- tafilhos,queherdaramumaheran- ça estimada em 3 bilhões de reais. Lucianinho, como era conhecido, faleceu em 1990. Quem desejar conhecer o grupo no Facebook, deve procurar por: FAMILIAS DA ANTIGA VILA LUCIANIA DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br MARIACRISTINADOSSANTOS, FUNCIONÁRIA PÚBLICA “Falar da usina me faz lembrar com saudades das brincadeiras co- mo passar anel, bete, estátua, quei- mada... Lá tínhamos a praça de es- portes, escola, estação, o canal onde íamos tomar banho no final de tar- de escondido dos nossos pais, o ci- nema, o coreto, a churrascaria, tu- do inesquecível. Trabalhei sete anos na lavoura, capinei, fiz plantio, cor- tei cana e ainda fui rainha da safra. No final de cada safra fazíamos uma festa, enfeitávamos os caminhões e desfilávamos.” LUDMILA RODRIGUES, DA LUDMILA SEGUROS “As lembranças, tanto podem ser bo- as e inesquecíveis, guardadas com carinho no coração, como aquelas que gostaríamos que não tivessem acontecido, mas vieram e consegui- mos superar. Nasci na Usina Luciâ- nia, onde recebi dos meus pais uma educação que não se aprende em ne- nhuma escola. Da escola trago lem- branças incríveis, no jardim de in- fância além de aprender as primei- ras letras, declamava poesias e par- ticipava ativamente de peças de te- atro. Isso me trouxe uma bagagem enorme e que foi fundamental para o meu crescimento pessoal, familiar, escolar e social.” GLORINHA OTAVIANO, FUNCIONÁRIA PÚBLICA “Desde que nasci eu morava na Vi- la Luciânia. Era um paraíso, pois tí- nhamos qualidade de vida, um dos melhores supermercados, cinema, churrascaria, praça de esportes... Nessa praça a gente ficava o dia to- do praticando esportes, éramos uma família. A vila tinha uma das me- lhores escolas da região. Tenho mui- tas saudades porque éramos humil- des e ao mesmo tempo os mais ricos do mundo. Podíamos ficar brincan- do até tarde, fazíamos serenatas no dia das mães, quadrilhas... Éramos uns pelos outros. Lá não existia vio- lência e podíamos ficar até com as portas abertas.” ADRIANA MARTINS, FUNCIONÁRIA PÚBLICA “Sou filha do Antônio Teixeira Mar- tins, mais conhecido por Tõe Horta, e da Maria Rosângela Martins, ne- ta do Tião da Horta. Morei na Vila Luciânia até os 14 anos de idade. Lá tive uma infância maravilhosa, po- díamos brincar na rua sem sentir medo de nada, pois era muito tran- quilo. As pessoas eram amigáveis co- mo se fôssemos todos da mesma fa- mília. As casas eram todas cercadas de bambu.” Moradores relembram a históriaLeia os depoimentos completos no portal do Jornal Cidade: www.jornalcidademg.com.br DAVI TEODORO, JORNALISTA “A vila era um lugar feliz, onde se tinha infância. Ali, tínhamos o rio Santana para nadar, cinema, dan- ceteria, posto de saúde, campo de fu- tebol e, inclusive, uma moeda pró- pria. A vida era simples e pobre, mas éramos muito felizes. Lá não pagá- vamos água e nem energia. Tínha- mos tudo que precisávamos lá. Nas- ci e vivi lá, e tenho muito orgulho disso.” AMANDA CAROLINE RODRIGUES, DONA DE CASA “Eu passei minha infância e o iní- cio da adolescência na vila. Era tu- do muito simples, fácil e tranquilo. Até hoje tenho contato com algumas pessoas da escola, como a Dadá co- zinheira. Tínhamos rios para nadar e a piscina do centro esportivo, que era só nossa. Um fato engraçado é que me lembro do professor Derly, que queria dar aulas e a meninada querendo nadar.” VERA LÚCIA, CABELEIREIRA “Vivi a melhor infância, onde brin- cava de correr nas ruas da usina, su- bia nas árvores, entre outras brinca- deiras que adorávamos. Vivi a me- lhor juventude estudando em esco- la particular, indo ao cinema e pra- ticando esportes. Eu quis trabalhar desde muito nova, então, chamei mi- nha amiga Lúcia Helena Otaviano, e fui até à Casa de Campo, onde mo- rava o Doutor Luciano, que nos rece- beu muitíssimo bem, pois ele era um homem muito educado e no mesmo instante me deu um papel para que eu levasse ao escritório da usina pa- ra começar a trabalhar.” Rogério Teodoro, idealizador do Grupo no Facebook.
  • 5. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 5
  • 6. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO6 Você realmente sabe a importância do Corretor de Seguros? Ludmila está há 9 anos atuando no mercado de seguros Equipe Ludmila Seguros Escritório localizado à Rua Santa Catarina 263, centro de Lagoa da Prata QUAL A FUNÇÃO DE UM CORRETOR DE SEGUROS? O Corretor é um profissional que irá ajudá- -lo a escolher a melhor e mais adequada op- çãodeseguroparaseuperfilenecessidade.É elequemvaiintermediaroseucontatocoma seguradora,queestarádisponívelparaeven- tuaisdúvidasequepode,inclusive,acionaro seu seguro em caso de sinistro ou outras co- berturas opcionais dentro do seu contrato. POR QUE É FUNDAMENTAL PEDIR AJUDA A UM CORRETOR? O Corretor estará sempre presente durante todo o processo de venda de um seguro, seja qual for a cobertura contratada ou canal de venda. Esse profissional é essencial para es- tudar o mercado, a situação de cada cliente econsultartodososriscos,identificandone- cessidades individuais e trazendo uma solu- çãoviávelnacotaçãodoseguro.Resumindo, a presença do Corretor garante muito mais segurança e tranquilidade ao contratante. COMO ELE PODE ME AUXILIAR EM CASO DE SINISTRO? Emcasodecolisão,roubooufurto,incêndio, enchente ou alagamento é preciso que você contate imediatamente o seu Corretor ou a assistência da sua seguradora, que fornece- rão todo o respaldo necessário. QUAIS AS OBSERVAÇÕES QUE DEVO FAZER PARA NÃO CONTRATAR UM SEGURO PIRATA? Antes de qualquer coisa, o contratante deve verificarseocontratadoéautorizadopelaSu- perintendência de Seguros Privado (SUSEP). O maior risco é que no momento em que vo- cê mais precisar não terá a garantia de rece- ber a indenização. Além disso, pode-se citar a falta de atendimento. O condutor que cair emumgolpedesegurospiratasdeveacionar ajustiçaedenunciarnaSUSEPoocorrido.Ela atua junto com o Ministério Público nas in- vestigações de seguradoras não autorizadas. DEVO FAZER SEGURO COM UMA CORRETORA OU COM MEU BANCO? Muito provavelmente você já recebeu algu- ma ligação de um banco oferecendo produ- tos e serviços. Quando é oferecido um segu- ro muitas vezes bate a dúvida se é mais viá- velfazeroseguropormeiodeumacorretora oupeloprópriobanco,queàsvezesoferecem propostas tentadoras, mas também deixam adesejarquandosetratadeesclarecimentos àsdúvidasenecessidadesdoconsumidor.Ob- viamente, o banco não vai te oferecer um se- guropirata.Geralmente,asinstituiçõesban- cáriaspossuemumaouduasseguradorasou trabalham em parceria com uma, comercia- lizando os produtos dela. Já com o corretor de seguros, você tem um leque de opções de seguradoras que irá propiciaracomparaçãodevalores,produtos e serviços prestados. Outro ponto importan- te,équequandovocêprocuraumacorretora irá falar com um profissional da área que fi- ca por conta somente dos seguros. Vale lem- brar que, o pós-venda/pós- compra também podegerarproblemascomaapólice,mudan- ças que podem gerar endossos ou famigera- dos sinistros. A corretora de seguros é quem acompa- nhará de perto caso precise resolver proble- mas com seguros. É ela que vai te ajudar du- rante a compra e no pós venda, facilitando o seu contato com a seguradora, tornando o processo muito mais ágil e simples. CONHEÇA A LUDMILA SEGUROS A Ludmila Seguros está há 9 anos no merca- do oferecendo diversos seguros para você e suafamíliaestaremprotegidosotempotodo. Trabalhamos como Seguro Auto, Seguro Vi- da,SeguroEmpresarialeSeguroResidencial. Contratação facilitada, qualidade no atendi- mento e preço competitivo é na Ludmila Se- guros.Venhanosfazerumavisitaeconhecer os nossos serviços! PUBLIEDITORIAL Contratar um seguro atualmente é relativamente algo muito fácil, mas a orientação de um corretor é essencial na hora de esclarecer todas as dúvidas sobre a apólice e as diferentes características de cada plano. Leia abaixo a entrevista de Ludmila Rodrigues, da corretora LUDMILA SEGUROS. FOTOS: ARQUIVO PESSOAL
  • 7. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 7
  • 8. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO8 Insegurança aumenta procura por sistemas de monitoramento profissional 24h Gabriel Marques Franciscani Comacriminalidade,aprocuraporsis- temasdemonitoramentorealizadopor empresas especializadas que oferecem uni- dades de apoio móveis 24h aumentou, tor- nando-se item indispensável no orçamento de pessoas e empresas que buscam proteger seusfamiliaresepatrimônio.Pensandonisso, a SEMELC oferece os melhores equipamen- tos de segurança eletrônica, com alta tecno- logia e qualidade, visando a satisfação e ne- cessidades dos clientes. Há 30 anos no mercado, desses 17 em La- goa da Prata, a SEMELC oferece serviços de monitoramento 24h para residências e em- presas.ASEMELCtemcomoprioridade,aten- derseusclientes,comcompetência,serieda- deemuitoprofissionalismo,atravésdeaten- dentes,técnicos,monitoreseconsultoresde segurança. NA ENTREVISTA A SEGUIR, O PROPRIETÁRIO DA SEMELC, GABRIEL MARQUES FRANCISCANI, ESCLARECE ALGUMAS DÚVIDAS SOBRE OS SISTEMAS DE MONITORAMENTO POR QUE HOJE É TÃO IMPORTANTE INVES- TIR EM SISTEMAS DE MONITORAMENTO TANTORESIDENCIALQUANTOCOMERCIAL? Segurança é uma das necessidades básicas do ser humano. A tranquilidade é o princi- pal motivo para se investir em um sistema desegurança.Nãohávalorquepagueatran- quilidadedesaberqueanossafamíliaeonos- so patrimônio estão protegidos, havendo ou não alguém no local. A PROCURA POR SERVIÇOS DE MONITORAMENTO TEM AUMENTADO NOS ÚLTIMOS ANOS? Muito, as próprias estatísticas mostram que hoje um sistema de monitoramento já deve fazerpartedonossoorçamento,assimcomo umacontadeáguaedeenergia.Hoje,saímos de casa e não ficamos seguros de deixar nos- sosobjetosdevaloresládentro.Eautilização deumsistemademonitoramentovemdeen- controcomessasituaçãoparaquecrimesco- mo esses sejam minimizados. Por oferecer- mosumatendimentopersonalizadoedequa- lidade, através do nosso sistema de monito- ramento 24h estamos atentos para que nos- sos clientes tenham a segurança de ir para o trabalho,ounocasodeumaempresa,voltar para casa ou viajar. POR QUE É TÃO IMPORTANTE CONTRATAR UMA EMPRESA COM EXPERIÊNCIA NO MERCADO? A experiência é tudo, principalmente quan- do se trata de prestação de serviços. O clien- teprecisasesentirconfianteaocontratarum serviço que terá como função zelar pela sua segurança,pelasegurançadesuafamíliaede seusbens.ASEMELCtem17anossóemLagoa daPrata,maselafoicriadahá30anos,issojá éumademonstraçãodacredibilidadequeela tem no mercado e sua idoneidade. QUALOGRANDEDIFERENCIALDASEMELC? A SEMELC tem como diferencial a agilidade na assistência técnica que é, na verdade, o momento em que o nosso cliente mais pre- cisadenós.Anossaempresasótrabalhacom contrato, ou seja, com isso tenho condições de dar um atendimento personalizado para o meu cliente. O maior problema que perce- bemos hoje são empresas que simplesmen- te instalam o equipamento e depois quando oclientemaisprecisa,nãotemcondiçõesde dar a assistência. Não é por acaso que esta- mos há tantos anos no mercado atendendo osclientesmaisexigentesnossegmentosre- sidenciais, comerciais, empresariais, bancá- rios, orgãos públicos, entre outros. HOJE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO CUSTA MUITO CARO? A SEMELC é uma empresa que atende todos os públicos, tanto que hoje temos sistemas 24h de monitoramento a partir de 100 re- ais mensais. A pessoa não precisa comprar o equipamento, pois trabalhamos com como- dato. Nossa preocupação é sempre atender as necessidades de nossos clientes, por isso, trabalhamos com boleto para o pagamento de mensalidades, cartão Lagoacred e princi- pais bandeiras. Trabalhamos com os melho- res equipamentos e uma equipe altamente qualificada para atender nossos clientes. QUAIS OS TIPOS DE SISTEMAS QUE A SEMELC OFERECE? Cadaclienteteráumtipodesistemadeacor- do com as necessidades do local e da própria família. Hoje temos sistemas de monitora- mento 24h com sensores internos, onde se liga o alarme somente quando se vai sair; te- mossistemasdeportasejanelas,queoclien- te pode ou não ligar o alarme com pessoas dentro da casa; temos também sistemas de sensoresexternoscomtecnologiaadequada, ondeoalarmeéacionadoantesmesmodoin- divíduo arrombar as portas e janelas da resi- dência ou empresa. Assim, estando os alar- mes ligados à central de monitoramento, o clientetemonossototalapoiocasonecessite. PUBLIEDITORIAL Em Lagoa da Prata, nos últimos anos, o alto índice de criminalidade vem preocupando moradores e empresários. De acordo com informações da Delegacia Regional da Polícia Civil, entre 2016 e 2017 (até 31 de maio) foram registrados 345 roubos e 1414 furtos. FOTOS: DIVULGAÇÃO/INTERNET ARQUIVO PESSOAL
  • 9. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 9
  • 10. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO10 Prefeitura de Lagoa da Prata inaugura base do SAMU 2ª Conferência da Saúde da Mulher é realizada FOTOS: JULIANO ROSSI ASCOM PREFEITURA SAMONTE ASCOM PMLP Prefeito Paulo Teodoro e a equipe que irá atuar na central do SAMU em Lagoa da Prata O prefeito Paulo César Teodo- ro inaugurou no dia 07 de Ju- nho a base do Serviço de Atendi- mento Móvel de Urgência (SAMU) de Lagoa da Prata, que integra um consórcio formado por 54 municí- pios. A unidade local recebeu o no- medeElzaPizeliDiniz,queprestou serviçosnaáreadasaúdenacidade e na antiga Vila Luciânia, tendo si- do uma das fundadoras do Núcleo dos Hansenianos. Participaramdacerimôniaovi- ce-prefeito Ismar Roberto de Araú- jo, secretários municipais, dentre eles Geraldo de Almeida, gestor da saúde, vereadores, familiares da homenageada, policiais militares, guardas civis e membros da comu- nidade. Kênia Maria, filha de Elza Pize- li, fez uso da palvra e agradeceu a homenagem póstuma que o muni- cípio concedeu à memória de sua mãe. “Nós, seus familiares, em- prestamos o nome a esta unidade de saúde, que salvará tantas vidas, assim como Elza Pizeli, que levou uma vida atuante de prestação de serviços humanitários”, afirmou. EMPENHO GeraldodeAlmeidaressaltouquea implantaçãodoSAMUeraumcom- promisso da administração muni- cipal, que, segundo ele, vem traba- Nodia1dejunhofoirealizada em Lagoa da Prata a 2ª Confe- rênciadaSaúdedaMulher.Oeven- to, que aconteceu na Casa de Betâ- niaecontoucomapresençadequa- se 170 pessoas, foi uma orientação do Ministério da Saúde e da Secre- tariaEstadualdeSaúdeparaqueos municípios que tenham condições equeiramenviardelegadosparaas Conferências Estadual e Nacional da Saúde da Mulher, que realizem a Conferência Municipal. DeacordocomoSecretárioMu- nicipaldeSaúde,GeraldodeAlmei- da, este foi um fórum importante para se discutir os assuntos relati- vos à saúde da mulher e dar opor- tunidade à sociedade civil de parti- cipar, eleger as propostas a serem levadas para a Conferência Estadu- al e Nacional para que essas se tor- nem políticas de saúde da mulher. O tema do encontro foi “Desa- fiosparaaIntegralidadecomEqui- dade”, que debateu assuntos como câncerdemama,consultasgineco- lógicas, consultas especializadas, políticasquepossamgarantiresses serviçoseatendimentosatravésdo SistemaÚnicodeSaúde.“Promove- mos um debate sobre os assuntos relativos à saúde da mulher e, atra- vés desses, traçamos propostas co- locadasporcadagrupodediscussão edepoisvotadaspeloplenário”,dis- se Almeida. Aconferênciacontoucomapa- lestramagnaministradapelaSecre- tária de Saúde de Córrego D’anta e farmacêutica, Mariana Coimbra Ferreira. “Dessa tarde de debates o mais importante foi que nós tive- mos a oportunidade de ouvir a so- ciedade civil e, principalmente, as mulheres opinando em políticas que serão voltadas para elas mes- mas.Vimostambémqueomunicí- pio está garantindo o acesso à saú- de, mas também vimos que preci- samos avançar cada mais vez, am- pliando os serviços e o acesso para que as políticas possam se tornar mais efetivas aos usuários”, finali- zou Geraldo de Almeida. lhando há 5 anos para implantar o serviço. “Parabenizo os prefei- tos que tiveram a coragem. No ano passado, nos saímos do consórcio porqueestávamospagandoamen- salidade de um serviço que sequer haviaprevisãoparaoiníciodofun- cionamento.Porisso,elesforamco- rajosos quando decidiram romper com o consórcio naquele momen- to”, disse o secretário. DeacordocomAlmeida,outros municípios acompanharam Lagoa da Prata e anunciaram a saída tem- porária do consórcio. “Decidiram que ou funciona ou acaba com o consórcio.Osprefeitosestãodepa- rabéns pela decisão, pois foi a par- tir dessa coragem que temos o SA- MUimplantadonos54municípios. Agora que está inaugurado apare- cem muitos pais”, afirmou Almei- da,criticandopolíticosque,segun- do ele, não tiveram nenhuma par- ticipação na implantação do servi- çoerecorremàdivulgaçãodevíde- os em redes sociais para confundir a população. Emseudiscurso,ovice-prefeito Roberto do Tuim também se lem- brou das críticas que a adminis- tração municipal recebeu quando anunciouorompimentocomocon- sórcio. “Era véspera de eleição e o prefeito Paulinho teve muita cora- gem ao tomar aquela decisão. Tiro ochapéuparaele.Fomosparaasru- as pedir votos e várias vezes fomos questionados,poisdisseramparaas pessoasquenãoqueríamosoSAMU em Lagoa da Prata. Quem não quer oSAMU?Sóseforlouco.Mastemos que ter responsabilidade com o di- nheiropúblico”,ressaltouRoberto. O prefeito Paulo Teodoro agra- deceu os familiares da homenage- adaElzaPizelieressaltouqueaim- plantaçãodoSAMUeraumcompro- missofirmadodoprimeiromanda- to.“Iniciamosasarticulaçõesainda em2013,conversandocomtécnicos daáreadesaúdeemLagoadaPrata e articulando com outros gestores da região”, destacou. Teodoro também não poupou críticas aos adversários políticos que, segundo ele, quando a admi- nistração municipal decidiu rom- per com o SAMU, divulgaram in- formações erradas para a popula- ção, induzindo as pessoas a acredi- tarem que Lagoa da Prata não que- ria contar com o serviço. “Não se faz uma administração municipal com vídeos que se publicam na in- ternet,dizendoquedepoisdetanta lutaconquistaramoSAMU.Esteci- dadãoparticipou?Eletemcompro- missocomaverdade?Ouémaisum politiqueiro?OsfuncionáriosdoSA- MUforaminduzidosàinformações equivocadas e maldosas. Enquan- topessoasmalintencionadasestão contandohistórias,nósestamosfa- zendo história”, finalizou. CHAME O SAMU PELO 192 A base do SAMU em Lagoa da Prata conta com uma ambulância do ti- poUnidadedeSuporteBásico(USB), que será tripulada por um técnico de enfermagem e um condutor so- corrista.Todososatendimentosse- rãofeitospelotelefone192,daCen- tral de Regulação que fica em Divi- nópolis. Os pacientes que solicita- rem algum serviço de urgência ou emergênciaserãoatendidos,porte- lefone, por médicos, que irão ava- liar a gravidade do paciente e dire- cionar o melhor atendimento. SAMU EM SANTO ANTÔNIO DO MONTE A prefeitura de Santo Antônio do Monte inaugurou no dia 08 de Ju- nhoaunidadedoSamunomunicí- pio, que está localizada na rua An- tônio Bolina Filho, s/n, bairro Mãe Chiquinha.Oeventocontoucoma presençadedezenasdepessoas,en- tre elas, o prefeito Dinho do Braz, funcionáriospúblicos,oprefeitode Pedra do Indaiá, Itamar da Pedra, e seuassessorJulianoFerreira,elide- ranças da comunidade. Segundo o prefeito Dinho do Braz, o municí- pioinvestiunoserviçoecobraráefi- ciência na prestação dos mesmos. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Unidade foi batizada com o nome de Elza Pizeli, que recebeu uma homenagem póstuma pelos seus serviços dedicados à saúde no município FamiliaresdeElzaPizeliparticiparamdacerimôniadeinauguraçãodoSAMU Conferência em Lagoa da Prata teve uma participação efetiva do público LAGOA DA PRATA
  • 11. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 11 Mostra fotográfica “Aves dos Montes” é realizada em Santo Antônio do Monte FOTOS: ARQUIVO DO AVES DOS MONTES De acordo com os organizadores, fotografias devem ser expostas em outras cidades da região De 3 a 9 de junho aconteceu em Santo Antônio do Monte umamostrafotográficadeaves,no- minalmenteconhecidacomo“Aves dos Montes”. O projeto teve início em 2008 com os fotógrafos Daniel Santos, Paulo Couto e Luís Henri- queSantos.Hoje,alémdostrêsfun- dadores, o grupo conta com os in- tegrantes Wagner Rodrigues, Tia- go Oliveira, Wilian Silveira, Clécio Gomides, Alysson Fonseca, Isabela e Gilson. De acordo com Daniel, ainda em 2008, o trio começou a progra- mar saídas em campo para obser- var, fazer anotações, gravar e fo- tografar as aves que apareciam no município. “Eu, como todos os membrosdosobservadoresdeaves de Santo Antônio do Monte, temos um carinho todo especial por nos- sas amigas emplumadas. A obser- vaçãodelas,assim comoosseusre- gistros,surgiramnaturalmente.No meucaso,comosoufilhodeumfo- tógrafo, o senhor Diógenes, a pai- xãosurgiudesdecriança.Comesses registrospercebemosqueamaioria das espécies que registramos aqui em Samonte são desconhecidas da maioria população”, disse. A exposição aconteceu no Cen- tro Turístico e Cultural (Cetuc) e contou com a presença de cente- nas de pessoas. Além da mostra, o grupo promoveu palestras, cursos defotografiaetroféusdoconcurso “Aves em Liberdade”. O grupo já fotografou mais de 900 espécies raras, entre elas o pa- riri,tapaculodecolarinho,cabocli- nho de papo escuro (somente duas cidadedeMinastemoregistrodes- ta espécie, que são Pouso Alegre e Santo Antônio do Monte) e Mocho Diabo. Danielaindaenfatizouqueoob- jetivodogrupoéqueesteeventose- ja incluído no calendário turístico de Santo Antônio do Monte. “Nos- saMostrafotográficafoiconvidada eestamosacertandoosdetalhespa- raqueelavisitealgumascidadesda regiãocomoLagoadaPrata,Divinó- polis,PedradoIndaiá,Formiga,Ar- cos entre outras”, destacou. O projeto contou com o apoio do Credimonte, Microtech, Net fá- cil e o apoio das Secretarias Muni- cipais de Cultura e Turismo, Meio ambienteeEducação,Ecoavis(Eco- logia e observação de aves, UEMG, Asprasam. Para saber mais sobre o tra- balho do grupo acesse a página do Facebook: Aves dos Montes. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
  • 12. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO12 Campanha de doação de sangue será realizada em Lagoa da Prata Campanha do Agasalho é realizada em Lagoa da Prata DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO ARQUIVO BIOSEV Aconteceránodia24dejunho, de 8h às 17h, a campanha “Es- palhe vida, doe sangue”. A iniciati- vaédaSecretariaMunicipaldeSaú- de, Hospital São Carlos, Movimen- to Doa Lagoa e Hemocentro. A cole- ta acontecerá na Escola Municipal JacintoCampos. Para agendar sua doação, ligue para 9 9841-2856 | 9 8415-4283 (Ma- riana)ou3261-9100(Lorena,doHos- pitalSãoCarlos). No dia 14 de junho é celebrado o “DiaMundialdoDoadordeSangue” e juntamente com a data diversos hospitais e órgãos de saúde lançam acampanhaJunhoVermelho,como objetivodeestimularadoação. QUEM NÃO PODE DOAR SANGUE? •Se tiver idade inferior a 16 anos ou superiora69anos; •Setiverpesoinferiora50kg; •Estiver com anemia no teste reali- zado imediatamente antes da doa- ção; •Estiver com hipertensão ou hipo- tensão arterial no momento da do- ação; •Estiver com aumento ou diminui- çãodosbatimentoscardíacosnomo- mentodadoação; •Estivercomfebrenodiadadoação; •Estivergrávida. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br A Prefeitura de Lagoa da Pra- ta, por meio da Secretaria de Assistência Social, está realizando aCampanhadoAgasalho.Oobjeti- vo da campanha é coletar o maior número possível de roupas, calça- dos, agasalhos e cobertas para su- prir as necessidades de famílias e pessoas carentes, principalmente para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. Quemdesejarfazeradoaçãopo- derádeixá-lanaSecretariadeAssis- tênciaSocial,queestálocalizadana rua 27 de Dezembro ou no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Biosev encerra Safra 2016/2017 com recorde histórico A Biosev S.A. (BM & F BOVES- PA: BSEV3), segunda maior processadora de cana-de-açúcar do mundo,encerrouasafra2016/2017 commoagemde31,5milhõesdeto- neladas, um aumento de 1,9% an- te a safra anterior, resultado que é tambémsuperioràsúltimasseissa- fras.Acompanhiaatingiu86,6%da utilização de sua capacidade insta- lada na safra 2016/17, um aumento de 1,5 pontos percentuais em rela- ção à safra anterior e recorde para a companhia. No acumulado dos 12 meses da safra, o maior volume de moagem éresultadoprincipalmentedocres- cimento da produtividade dos ca- naviaismedidapeloTCH,queatin- giu 77,9 ton/ha no período, um au- mentode2%.OteordeATRdacana consolidado foi de 129 kg/ton, com destaque para o ATR do Polo Lagoa da Prata, que atingiu 140,1 kg/ton, um aumento de 6% sobre a safra 2015/2016. “Do ponto de vista operacio- nal, consolidamos o processo de melhoriasdegestãonaáreaagríco- la e mantivemos o nível de investi- mentos na renovação do canavial e melhoria dos tratos culturais, re- sultandoemmaisumanodecresci- mento de produtividade (TCH). Es- sefato,combinadocomamelhoria da qualidade da cana (ATR), gerou umaproduçãodeaçúcarporhecta- re (TAH), que coloca a Companhia como uma das referências para o setor sucroalcooleiro”, afirma Rui Chammas, presidente da Biosev. A receita líquida na safra 2016/2017 foi de R$ 7,1 bilhões, 13% superior ao mesmo período da sa- fra anterior. Esse desempenho de- corre principalmente do aumento dos volumes vendidos de açúcar e maiores preços de açúcar e etanol. A receita com as vendas do açúcar teveumincrementode19%nacom- paração com a safra anterior, atin- gindo R$ 2,9 bilhões. OEBITDAajustado(ex-revenda/ HACC) foi de R$ 1,5 bilhão na safra 2016/2017 e a margem EBITDA foi de 32,2%. SAFRA 2017/2018 Para a nova safra a Biosev projeta moagem entre 31,5 e 33,5 milhões detoneladasdecanadeaçúcar,ATR Cana entre 129 kg/ton e 131 kg/ton e CAPEX, estimado em R$ 1,355 bi- lhão com um desvio inferior ou su- perior a R$ 90 milhões. Para isso, a companhia reali- zou a sua manutenção de entressa- fraconformeprogramado,comin- tervenções em máquinas e equipa- mentos das áreas industrial e agrí- cola, visando o aumento da confia- bilidade industrial e o continuado avanço da produtividade agrícola. Emmarço,acompanhiainiciou a moagem com todas as nove uni- dades do Centro-Sul com a eficiên- cia industrial em outro patamar, evidenciadapelarazãoentreoATR produtoeoATRCana,queemabril de 2017 foi igual a 1,01, que é supe- rior à média de mercado e ao valor de0,98registradonasafraanterior. Para aumentar a eficiência operacional, através da redução de transições entre produtos e geran- do impactos positivos sobre o cus- to de produção, as unidades Santa ElisaeMaracajuforamconvertidas para produção exclusiva de açúcar VHP (Very High Polarization), pro- duto bruto para exportação. “Paraasafra2017/18,conforme já anunciado ao mercado, temos um nível de hedge de açúcar que é 30% superior ao da safra passada, o quecombinadoacontinuidadedas melhorias operacionais em curso, nosdeixaconfiantescomosresulta- dosaseremobtidos”,afirmaCham- mas. Por: FSB Comunicações A empresa encerrou o período com moagem de 31,5 milhões de toneladas e taxa de utilização de capacidade instalada de 86,6%
  • 13. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 13 FOTOS: ARQUIVO ACE/CDL LP Empresas, instituições gover- namentaisenãogovernamen- tais,emparceriacomaACE/CDLse uniramnabuscapormaisseguran- çaemLagoadaPrata. Oprojeto“La- goapedeSocorro”teveinícionodia 25 de abril e, desde então, diversas reuniões com o Executivo, Legisla- tivo,comunidade,eórgãoscompe- tentestêmsidorealizadas.Deacor- do com o presidente da ACE/CDL, Paulo Pereira, em entrevista à rá- dioVeredas,otrabalhoétotalmen- teapolíticoevisaapenasassegurar o comércio local e as residências do município. “Justamente por ser assim que estamos conseguindo o apoio de várias empresas, do Con- selhodeSegurançaPúblicaedaOr- dem dos Advogados do Brasil - uni- dade Lagoa da Prata. Esse projeto surgiu a partir do que estamos vi- vendo há algum tempo. Estamos indignadoscomessasituação,pois acreditamos que algo pode ser fei- to”, afirmou. Pereiradestacouqueháalguns pontos que podem se tornar alvos da administração pública e dos Po- deres Constituintes. “A segurança étãoimportanteparanósquantoà saúde e educação, pois existem vi- das ali se acabando no meio do trá- fico de drogas, assassinatos e assal- tos.Oqueassolaanossavidaéasen- saçãodeinsegurança,ondenãopo- demos deixar nossos filhos saírem após às 18 horas. Não temos o sos- sego de trabalharmos, pois às ve- zes por causa de 15 reais podemos perder a nossa vida, como aconte- ceu com um senhor no bairro San- ta Helena, que era um trabalhador honesto e perdeu a vida defenden- do seu pão. É isso que está acaban- docomonossosossegoeéissoque nos preocupa”, disse. Para buscar soluções, um abai- xo-assinado tem sido passado de empresa em empresa e em locais de grande aglomeração de pesso- as para que algumas medidas pos- samseradotadas.“Oabaixo-assina- donãotempoderjurídico,masoin- tuito dele é mostrar de uma forma constituídaeformalparanossasau- toridadesoquepensamoseosnos- sos anseios. Uma coisa é quando se falanumarodinhadeconversa,ou- tra é entregar para eles um docu- mento que conta com a assinatura de 10 mil pessoas, que dizem que pensam da mesma forma e que es- peram deles um tratamento direto para os problemas que estamos vi- vendo”, ressaltou. Paulo Roberto também pediu o apoio da população e disse que a campanhaestáapenascomeçando. “Vamoscomeçar,defato,agora.Fa- remos todo um marketing e espe- ramos que as pessoas assinem esse documentoenosfalempelasredes sociais o que acham de nossa atitu- de, pelo bem de seus filhos e de to- da a sua família”. O projeto destaca cinco medi- das,entreelasumasecretariadese- gurança pública, o fechamento de rotas de fuga que a cidade possui e a ampliação do sistema Olho Vivo. “Precisamos de um secretário que saiba com propriedade sobre a se- gurança, alguém que possa estru- turarasaçõesecoordená-las.Preci- samostambémdetiraraPolíciaMi- litar do trânsito e municipalizá-lo. Também precisamos criar um fun- do de segurança pública para que recursos possam ser investidos na segurança pública. Também pedi- mos a ampliação e reestruturação da Guarda Civil Municipal, pois no Brasil inteiro, quem está fazendo a segurança pública é o prefeito que faz uma Guarda Civil competente. Não adianta pensar nos policiais, pois até recebemos mais efetivo, mas também sabemos como fun- ciona, uns vêm e outros vão. Não adianta querer tirar leite de pedra, pois o Estado não tem. O que nos restaéumaGuardaCivilMunicipal comgentequetenhavontadedefa- zersegurança,conheçamacidadee trabalhememconjuntocomaspo- lícias Civil e Militar, mas para isso eles precisam de uma reestrutura- ção”, disse Paulo Pereira. Para assinar o abaixo-assinado é só procurar a ACE/CDL, Lagoa- cred,Crediprataeoutrasempre- saslocais,alémdoscolaborado- res que estarão em locais com grandeaglomeraçãodepessoas. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Movimento “Lagoa Pede Socorro” recolhe assinaturas para dar início ao projeto Segundo o presidente da ACE/CDL Lagoa da Prata, as medidas expostas no projeto cabe ao Poder Executivo que pode dar um sopro de esperança para a comunidade Paulo Pereira, presidente da ACE/ CDL Lagoa da Prata
  • 14. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCULTURA • ESPORTE14 Projeto ambiental é realizado na Escola Municipal Afonso Goulart 1º Food Truck na Praça será realizado em Lagoa da Prata Atletas de Lagoa da Prata se destacam no Campeonato de ciclismo de Bom Despacho ARQUIVO DA POLÍCIA DO MEIO AMBIENTE DIVULGAÇÃO ESCOLINHA MTB TEAM A Polícia do Meio Ambiente, em parceria com a Biosev e Sicoob Crediprata, está realizando neste mês de junho o Programa de EducaçãoAmbientalnaEscolaMu- nicipal Afonso Goulart. O projeto serácoordenadopeloCaboLeonar- do e pelos professores da escola. O objetivo da ação é demons- trarquaissituaçõesprovocadaspe- lo homem que prejudicam o meio ambiente e que podem atrapalhar a qualidade de vida das pessoas. Noprogramaserãodesenvolvi- dos trabalhos a partir de textos in- formativos, roda de conversa, fei- ra de ciências, teatro, filmes, co- lagens, reciclagem, pinturas com De 3 a 6 de agosto acontece- rá o 1º Food Truck na Praça do Trabalhador em Lagoa da Prata. O evento é uma parceria entre a Se- cretaria Municipal de Cultura e o Andarilho’s Food Truck. De acordo com Renato Soares, responsável pela organização do evento, o encontro será um gran- de evento gastronômico e contará commaisdedezesseisfoodtruckse doisfoodbikes.“Faremosumeven- to muito bacana. Teremos shows com a banda Alívio Imediato, que faz tributo aos Engenheiros do Ha- waii,eopagodinhodoJeitoDiferen- te. Estamos negociando com outra dupla bastante conhecida na cida- de.Alémdisso,durantetodooeven- to teremos wi-fi gratuito e um to- tempararecarregarabateriadece- lular”, afirmou Soares. O público terá à disposição um cardápio variado de diferentes ti- pos de hambúrgueres, espetinhos, comidas portuguesa, oriental e ita- liana. De sobremesa serão ofereci- No dia 4 de junho, foi realiza- do na cidade de Bom Despa- cho, o BTT Extreme 2017. O even- to contou com a presença de mais de 130 atletas das cidades de Arcos, Divinópolis,Brumadinho,Pompéu, SantoAntôniodoMonte,NovaSer- rana,Pitangui,BeloHorizonte,Car- mo do Cajuro, Sete Lagoas, Nova Serrana,OnçadoPitangui,Morada Nova, Contagem, Lagoa da Prata e outras cidades. CONFIRA OS RESULTADOS DOS ATLETAS DE LAGOA DA PRATA: Hilton: 5° Lugar Categoria Sub 30 Júlio Kanelao: 6° Lugar Catego- ria Sub30 MaiquelDemeiquers:7°LugarCa- tegoria Sub 35 Jhonatan Branco: 4° Lugar Cate- goria Sub 35 Fred: 7° Lugar Categoria Sub 40 Adinan: 3° Lugar Sub 40 Julinho Jel Bike: 4° Sub 45 André Legend: 3° Sub 45 TiwilhameDiego:4°LugarDupla Wanderson Branco: 7° Lugar Tu- rismo Banana: 2° Lugar Júnior Wesley: 9° Lugar Sub 45 Célio Filho: 6°Lugar Sub35 Jeferson Amaral: 10° Lugar Turis- mo Cleuber: 8° Lugar Sub 40 LígiaMesquita:3°LugarFeminino Vinícius Henrique: 1° Lugar Elite Laudemir Dourados: 1° Lugar Ju- venil materiais recicláveis, palestras, charges e plantio de mudas ao re- dor da escola. Segundo o comando da Po- lícia do Meio Ambiente, Edimil- son Lage, a sociedade vem conta- bilizando diversos prejuízos am- bientais há muitos anos em virtu- de das ações do homem no plane- ta. “Precisamos mudar essa histó- ria. O meio ambiente conta com o aluno, com a família, com a es- cola, com a comunidade e com to- dos nós. É necessário unir forças, trocarexperiênciasparapromover a preservação do meio ambiente, satisfazer as nossas necessidades e garantir um mundo melhor pa- ra se viver”. dos cupcakes, sorvete feito com ni- trogênio líquido, milkshake, chur- ros, brigadeiros. Além das tradicio- nais bebidas, haverá chopp artesa- nal. De acordo com a organização, o Food Truck terá brinquedos para as crianças, touro mecânico e atra- ções musicais, com entrada gratui- ta. O evento também será uma fi- nalidade social. Os visitantes estão convidados,voluntariamente,ado- aragasalhos,brinquedosoualimen- tosnão-perecíveis,queserãodoados para entidades de Lagoa da Prata. Todos os food trucks aceitarão cartões de crédito e débito. OPORTUNIDADE DE EMPREGO Quem desejar trabalhar no even- to como segurança, higienização, brigadista, bombeiro civil ou fun- cionários com experiência para os própriosfoodtrucks,devemenviar um e-mail para os organizadores: andarilhosfoodtruck@gmail.com MARQUE NA SUA AGENDA: 03/08 (Quinta-feira): 17h às 23h 04/08 (Sexta-feira): 17h às 23h 05/08 (Sábado): 12h às 23h 06/08 (Domingo): 12h às 22h DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br LAGOA DA PRATA Oeventoéumaparceria entre a Secretaria MunicipaldeCulturaeo Andarilho’s Food Truck O evento realizado por Andarilho´s Food Truck já foi realizado em várias cidades do Brasil
  • 15. 15.06.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg CULTURA 15 almg.gov.br Liberdade e democracia são valores que definem Minas Gerais. Na nossa Assembleia Legislativa, esses ideais estão sempre presentes no debate, no diálogo e na luta diária pelos interesses de Minas e dos mineiros.Participe! É com você que a Assembleia se torna, cada vez mais, o poder e a voz do cidadão. ´ Confira as atrações já confirmadas para a 5ª Edição do Moto Sunset ALISSON MOURA SABRINA SILVA SABRINA SILVA De30dejunhoa1dejulhoacontecerámais uma edição do Moto Sunset. O evento, que acontecenaPraçadosTrabalhadores,emLa- goa da Prata, contará com diversas atrações como: •Cabal Tribal •Appetite for Destruction (Gun’s Cover) •Tupibikini’s •Banda VHS •e Love Me Beatles (Beatles Cover). Afesta,queégratuita,acontecehácinco anos no município através de uma parceria do Moto Clube Rodas de Prata e da Prefeitu- raMunicipal.Alémdosshows,oClubedeAn- tigomobilismo de Lagoa da Prata estará pre- sente expondo diversos modelos antigos de carros. Para saber mais sobre as bandas e a atualização dos detalhes da festa acesse apáginadoFacebookMotoSunsetLagoa da Prata. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br LAGOA DA PRATA O evento acontece tradicionalmente na Praça dos Trabalhadores de Lagoa da Prata
  • 16. 15.06.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOOPERATIVISMO16 OSicoobCredipratarealizouemparce- ria com o Sebrae/MG um Café para em- presários de Japaraíba, contando com a pre- sença de Dênis Magela da Silva, Analista téc- nico do Sebrae/MG. O evento foi realizado para apresentar a parceria, bem como as melhores opções em produtos e serviços para que o empresário possa alavancar seus negócios, inovando e destacando-se da concorrência. Na oportunidade, o Analista Dênis apre- sentou o Sebraetec - Serviços em Inovação e Tecnologiaqueofereceoacessosubsidiadoa serviços tecnológicos e de inovação, visando amelhoriadeprocessos,produtoseserviços ouaintroduçãodeinovaçõesnasempresase mercadoemseisáreastemáticas:design,ino- vação,produtividade,qualidade,serviçosdi- gitais e sustentabilidade Segundo Dênis, “é fundamental contar com parcerias como a firmada com o Sicoob Crediprata para levar aos empreendedores osprogramaseprojetosqueoSEBRAEdispo- nibiliza para atendê-los. Em 2017, o progra- ma Sebraetec tem despertado o interesse de muitosempresários.Graçasàparceriafirma- da com a CODEMG, está sendo possível sub- sidiar 80% dos projetos de inovação e tecno- logia” DENIS EXPLICA QUE O PROGRAMA POSSUI DIVERSOS BENEFÍCIOS OprogramaésubsidiadopeloSebrae,ouseja, oparticipantepagaumapartedoinvestimen- toeoSebraeorestante.Possuiconsultoriaes- pecializadaparadesenvolverasinovaçõesna empresa, realiza projetos individuais custo- mizados para atender a necessidade da em- presa, faz acompanhamento para assegurar os melhores resultados e viabiliza uma me- lhorrelaçãocusto-benefíciodosinvestimen- tos em inovação e tecnologia. Podem parti- cipar do Programa as empresas de pequeno porte, microempresas, microempreendedo- resindividuais–MEIeprodutoresruraisque disponham da inscrição estadual/municipal de produtor, declaração de aptidão ao PRO- NAF(DAP),CNPJouNIRF.Estãoinclusospes- cadorescomregistronoMinistériodaPesca. “OSicoobCredipratatemocompromisso depromoverodesenvolvimentodosseusas- sociados e da comunidade onde atua, por is- soestamossemprefocadosnabuscaconstan- te de parcerias e realização de ações que tra- gamconhecimentoeviabilizemosnegócios dos empresários. Estamos sempre à disposi- çãodacomunidadeparaapurarasdemandas e contribuir para o seu crescimento susten- tável. Portanto, os empresários que não tive- ramaoportunidadedeparticipardoevento, podem procurar a agência do Sicoob Credi- prata de Japaraíba para informar-se a respei- to deste programa e de outras ações que se- rão promovidas em parceria com o SEBRAE nospróximosmeses”,disseaDiretoraFinan- ceira Nilsa Miranda. “A iniciativa do Sicoob Crediprata, juntamente com o Sebrae, foi muito importante para todos os comercian- tes. Ações como esta estimula o comér- cio a crescer e desenvolver. Acredito que parceria entre o comércio, Sicoob Crediprata e Sebrae será um grande sucesso! Agradeço a todos da agência pela oportunidade”. Letícia Carvalho, Proprietária da Loja Labelle “A iniciativa do Sicoob Crediprata foi muito interessante ao trazer o Sebrae para o município, pois, como comer- ciante, posso afirmar que atitudes as- sim nos auxilia na tomada de deci- sões. É muito bom podermos contar com a parceria do Crediprata para nos ajudar enquanto associados e for- talecer o comércio local”. Charles Ageu dos Santos, Farmacêutico e proprietário da Drogaria Central Farma PUBLIEDITORIAL SICOOB CREDIPRATA promove Café Empresarial em Japaraíba O consultor do Sebrae/MG Dênis Magela apresenta aos empresários informações sobre o projeto Sebraetec - Serviços em Inovação e TecnologiaDênis Magela, consultor do Sebrae/MG FOTOS: ARQUIVO SICOOB CREDIPRATA DEPOIMENTOS