SlideShare uma empresa Scribd logo
GUARULHOS
ÁREA TERRITORIAL
318 KM2
POPULAÇÃO (IBGE/2010)
1.221.979 HAB.
DADO OFICIAL)
1.324.781
(ESTIMATIVA)
PRODUTO INTERNO BRUTO (SEADE/2013)
R$ 49,39 BILHÕES (DADO OFICIAL)
43.476,75
• É A 4ª CIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EM
RIQUEZA E 2ª EM POPULAÇÃO.
• POSSUI UM DOS MAIORES PARQUES INDUSTRIAIS
DO PAÍS.
• ESTÁ POSICIONADA NUM ESPAÇO LOGÍSTICO
PRIVILEGIADO NO EIXO SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO
E MINAS GERAIS.
• POSSUI O PRINCIPAL AEROPORTO DO HEMISFÉRIO
SUL
GUARULHOSGUARULHOS
HISTÓRIA DE GUARULHOS
→ 1560 – EM 8 DE DEZEMBRO DE 1560 ACONTECEU A FUNDAÇÃO DO
ALDEAMENTO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DOS GUARULHOS.
→ 1597 – OURO EM GUARULHOS: O BANDEIRANTE PAULISTA AFONSO
SARDINHA DESCOBRE OURO EM GUARULHOS, ATIVIDADE ECONÔMICA
QUE SE ESTENDEU POR MAIS DE 200 ANOS.
→ 1906 – EM 6 DE NOVEMBRO DE 1906 DE NOSSA SENHORA DA
CONCEIÇÃO DOS GUARULHOS PASSOU A CHAMAR-SE APENAS
GUARULHOS, EM SEGUIDA EM 19 DE DEZEMBRO DE 1906, GUARULHOS É
ELEVADA À CATEGORIA DE CIDADE PELA LEI ESTADUAL Nº 1.038.
→ 1911 – PRIMEIRA FÁBRICA: ENTRA EM FUNCIONAMENTO A PRIMEIRA
FÁBRICA; TRATA-SE DA EMPRESA DE PRODUÇÃO DE TIJOLOS CERÂMICA
PAULISTA, POSTERIORMENTE COMPANHIA AGRÍCOLA E INDUSTRIAL DE
GUARULHOS, INSTALADA NO BAIRRO DE VILA GALVÃO. DEVIDO À PRIMEIRA
GUERRA MUNDIAL (1914-1918), AUMENTOU O NÚMERO DE INDÚSTRIAS
INSTALADAS NA CIDADE.
→ 1944 – MIGRAÇÃO: O INÍCIO DA CONSTRUÇÃO DA BASE AÉREA DE
CUMBICA E DA VIA DUTRA ATRAIU PARA GUARULHOS MILHARES DE
MIGRANTES NORDESTINOS, MINEIROS, PARANAENSES, ENTRE OUTROS.
→ 1985 – INAUGURAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO
- GUARULHOS (CUMBICA) EM 20 DE JANEIRO DE 1985.
→ 1989 – O EFEITO DA POLÍTICA NEOLIBERAL NA CIDADE FOI NEFASTO E
MUITAS EMPRESAS ENTRARAM EM FALÊNCIA OU DEIXARAM O MUNICÍPIO,
CAUSANDO AUMENTO DO DESEMPREGO.
ALGUMAS DAS EMPRESAS QUE DESAPARECERAM: IDEROL, OLIVETTI, NEC,
PHILCO, HATSUTA ETC.
→ 2007 - GUARULHOS FOI CONSIDERADA A 9ª CIDADE MAIS RICA DO
BRASIL, COM UM PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) NA ORDEM DE 27,4
BILHÕES DE REAIS, O QUE REPRESENTA 1,01% DE TODO PIB BRASILEIRO
NA ÉPOCA.
→ 2010 – INAUGURAÇÃO DO VIADUTO CIDADE DE GUARULHOS.
→ 2015 – INAUGURAÇÃO DO PARQUE SHOPPING MAIA, O QUARTO
SHOPPING DA CIDADE. O NOVO ESTABELECIMENTO CONTA COM MAIS DE
200 LOJAS, 1,6 MIL VAGAS PARA CARROS E 11 SALAS DE CINEMA.
→ GUARULHOS É UM MUNICÍPIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO,
NO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL. É A SEGUNDA CIDADE MAIS
POPULOSA DO ESTADO, A 13ª MAIS POPULOSA DO BRASIL E A 53ª MAIS
POPULOSA DO CONTINENTE AMERICANO. É A CIDADE NÃO CAPITAL DE
ESTADO MAIS POPULOSA DO BRASIL, ALÉM DE DETER O 4º MAIOR PRODUTO
INTERNO BRUTO (PIB) DE SEU ESTADO E O 13º MAIOR DO PAÍS.
→ GUARULHOS NO ESTADO DE SÃO PAULO.
→ O MARCO ZERO DA CIDADE FICA NA REGIÃO CENTRAL, NA PRAÇA
TEREZA CRISTINA, E DETERMINA AS DISTÂNCIAS NA CIDADE, FIXA OS
LIMITES ENTRE OS BAIRROS, ESTABELECE OS LOGRADOUROS E AINDA É
O RESPONSÁVEL PELA NOVA NUMERAÇÃO DOS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO.
→ O ATUAL PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS (2017) É O GUSTAVO HENRIC
COSTA (GUTI) QUE ADMINISTRA O MUNICÍPIO DO PAÇO MUNICIPAL (PREFEITURA)
QUE SE LOCALIZA NA AVENIDA BOM CLIMA, 91 NO BAIRRO BOM CLIMA. O VICE-
PREFEITO É O ALEXANDRE ZEITUNE. GUARULHOS TEM AINDA 34 VEREADORES
QUE TRABALHAM NA CÂMARA MUNICIPAL E SÃO RESPONSÁVEIS PELA
ELABORAÇÃO, DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DE LEIS PARA A MUNICIPALIDADE,
PROPONDO-SE BENFEITORIAS, OBRAS E SERVIÇOS PARA O BEM-ESTAR DA VIDA
DA POPULAÇÃO EM GERAL. TAMBÉM SÃO RESPONSÁVEIS POR ACOMPANHAR A
ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL, PRINCIPALMENTE NO TOCANTE AO CUMPRIMENTO
DA LEI E DA BOA APLICAÇÃO DO DINHEIRO PÚBLICO.
→ O ESTILO DA BANDEIRA, ESQUARTELADO EM CRUZ, DENTRO DA
TRADIÇÃO HERÁLDICA PORTUGUESA, SIMBOLIZA O ESPÍRITO CRISTÃO
DO POVO DE GUARULHOS. O BRASÃO CENTRAL SIMBOLIZA O GOVERNO
MUNICIPAL E O LOSANGO BRANCO CENTRAL, ONDE ESTE É APLICADO,
REPRESENTA A PRÓPRIA SEDE DO MUNICÍPIO.
FONTE
https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl#spf=1
http://www.guarulhos.sp.gov.br/pagina/hist%C3%B3ria-de-guarulhos
https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarulhos
http://www.martinsfontespaulista.com.br/guarulhos-espaco-de-muitos-
povos-280769.aspx/p
https://pt.slideshare.net/FernandoPadilha10/parque-tecnologico-
10032017?qid=8a7397d5-18b3- 416f-af37-
ccfe1541c925&v=&b=&from_search=4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tipologia evolutiva
Tipologia evolutivaTipologia evolutiva
Tipologia evolutiva
Edu Rocha
 
Luiz Carlos Orsini
Luiz Carlos OrsiniLuiz Carlos Orsini
Luiz Carlos Orsini
Janaína Bandeira
 
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
Luciana Santos
 
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdfSociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
VIVIANENASCIMENTOSIL2
 
Intolerancia religiosa
Intolerancia religiosaIntolerancia religiosa
Intolerancia religiosa
Isadora Mengarda
 
Max Weber - Os tipos de dominação legítima
Max Weber - Os tipos de dominação legítimaMax Weber - Os tipos de dominação legítima
Max Weber - Os tipos de dominação legítima
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
Diego Moura
 
ESTIGMA O QUE É
ESTIGMA O QUE ÉESTIGMA O QUE É
ESTIGMA O QUE É
José Dantas
 
Aula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informalAula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informal
henrique-182
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da RochaBrutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Élen Vanessa Silva
 
Educação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeEducação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidade
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
Vitor Vieira Vasconcelos
 
2 luos - taxa de ocupação
2   luos - taxa de ocupação2   luos - taxa de ocupação
2 luos - taxa de ocupação
Campinas Que Queremos
 
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Resenha do filme A Onda
Resenha do filme A OndaResenha do filme A Onda
Resenha do filme A Onda
Wesley Freitas
 
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SPUso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
Isabella Aragão Araújo
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
e neto
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
John Joseph
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Jhonatan Max
 

Mais procurados (20)

Tipologia evolutiva
Tipologia evolutivaTipologia evolutiva
Tipologia evolutiva
 
Luiz Carlos Orsini
Luiz Carlos OrsiniLuiz Carlos Orsini
Luiz Carlos Orsini
 
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III ESPAÇOS COMERCIAIS
 
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdfSociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
 
Intolerancia religiosa
Intolerancia religiosaIntolerancia religiosa
Intolerancia religiosa
 
Max Weber - Os tipos de dominação legítima
Max Weber - Os tipos de dominação legítimaMax Weber - Os tipos de dominação legítima
Max Weber - Os tipos de dominação legítima
 
Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
 
ESTIGMA O QUE É
ESTIGMA O QUE ÉESTIGMA O QUE É
ESTIGMA O QUE É
 
Aula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informalAula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informal
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da RochaBrutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
 
Educação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeEducação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidade
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
 
2 luos - taxa de ocupação
2   luos - taxa de ocupação2   luos - taxa de ocupação
2 luos - taxa de ocupação
 
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientifico
 
Resenha do filme A Onda
Resenha do filme A OndaResenha do filme A Onda
Resenha do filme A Onda
 
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SPUso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
Uso do Solo Urbano - Área de Estudo: Osasco - SP
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 

Semelhante a Guarulhos - Um pouco da história e curiosidades

guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docxguarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
DanieleSantos948891
 
A construção do território brasileiro
A construção do território brasileiro  A construção do território brasileiro
A construção do território brasileiro
Gustavo Silva de Souza
 
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.pptGuardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
Bruno Do Carmo Martins
 
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
3C Arquitetura e Urbanismo
 
Seminário 2 atlas de expansão urbana
Seminário 2   atlas de expansão urbanaSeminário 2   atlas de expansão urbana
Seminário 2 atlas de expansão urbana
Economia Regional e Urbana
 
Estados Unidos população - agropecuária - indústria slides
Estados Unidos   população - agropecuária - indústria slidesEstados Unidos   população - agropecuária - indústria slides
Estados Unidos população - agropecuária - indústria slides
Armando Sbragia
 
Formação do espaço brasileiro
Formação do espaço brasileiroFormação do espaço brasileiro
Formação do espaço brasileiro
Universidade Federal Rural da Amazônia
 
Região sudeste
Região sudeste Região sudeste
Região sudeste
Tomi Anania
 
Des globalização do trabalho ee
Des globalização do trabalho eeDes globalização do trabalho ee
Des globalização do trabalho ee
Elisio Estanque
 
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
Elisio Estanque
 
Urbanização e industrialização no Brasil
Urbanização e industrialização no Brasil Urbanização e industrialização no Brasil
Urbanização e industrialização no Brasil
ELTONDASILVARODRIGUE
 
Cidades (blog)
Cidades (blog)Cidades (blog)
Cidades (blog)
Rosária Zamith
 
Aula 3 - A questão ambiental
Aula 3 - A questão ambientalAula 3 - A questão ambiental
Aula 3 - A questão ambiental
Margarida MTG
 
A industrialização brasileira pós 2ª guerra
A industrialização brasileira pós 2ª guerraA industrialização brasileira pós 2ª guerra
A industrialização brasileira pós 2ª guerra
karolpoa
 
Trabalho turismo
Trabalho turismoTrabalho turismo
Trabalho turismo
Colegio
 
Industrialização brasileira
Industrialização brasileiraIndustrialização brasileira
Industrialização brasileira
flornomandacaru
 
REGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTEREGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTE
Michelle Mariana
 
Centro Oeste Resumo
Centro Oeste ResumoCentro Oeste Resumo
Centro Oeste Resumo
Google
 
Projeto - Share and Care
Projeto - Share and CareProjeto - Share and Care
Projeto - Share and Care
FernandaAngelo5
 
A HistóRia De Minas Gerais
A HistóRia De Minas GeraisA HistóRia De Minas Gerais
A HistóRia De Minas Gerais
guest08f72e7
 

Semelhante a Guarulhos - Um pouco da história e curiosidades (20)

guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docxguarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
guarulhos-umpoucodahistriaecuriosidades-170427011122.docx
 
A construção do território brasileiro
A construção do território brasileiro  A construção do território brasileiro
A construção do território brasileiro
 
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.pptGuardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
Guardas Municipais nossa historia e luta2014BRASILIA.ppt
 
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande d...
 
Seminário 2 atlas de expansão urbana
Seminário 2   atlas de expansão urbanaSeminário 2   atlas de expansão urbana
Seminário 2 atlas de expansão urbana
 
Estados Unidos população - agropecuária - indústria slides
Estados Unidos   população - agropecuária - indústria slidesEstados Unidos   população - agropecuária - indústria slides
Estados Unidos população - agropecuária - indústria slides
 
Formação do espaço brasileiro
Formação do espaço brasileiroFormação do espaço brasileiro
Formação do espaço brasileiro
 
Região sudeste
Região sudeste Região sudeste
Região sudeste
 
Des globalização do trabalho ee
Des globalização do trabalho eeDes globalização do trabalho ee
Des globalização do trabalho ee
 
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
(Des)globalização do trabalho publico 2016.07.14
 
Urbanização e industrialização no Brasil
Urbanização e industrialização no Brasil Urbanização e industrialização no Brasil
Urbanização e industrialização no Brasil
 
Cidades (blog)
Cidades (blog)Cidades (blog)
Cidades (blog)
 
Aula 3 - A questão ambiental
Aula 3 - A questão ambientalAula 3 - A questão ambiental
Aula 3 - A questão ambiental
 
A industrialização brasileira pós 2ª guerra
A industrialização brasileira pós 2ª guerraA industrialização brasileira pós 2ª guerra
A industrialização brasileira pós 2ª guerra
 
Trabalho turismo
Trabalho turismoTrabalho turismo
Trabalho turismo
 
Industrialização brasileira
Industrialização brasileiraIndustrialização brasileira
Industrialização brasileira
 
REGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTEREGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTE
 
Centro Oeste Resumo
Centro Oeste ResumoCentro Oeste Resumo
Centro Oeste Resumo
 
Projeto - Share and Care
Projeto - Share and CareProjeto - Share and Care
Projeto - Share and Care
 
A HistóRia De Minas Gerais
A HistóRia De Minas GeraisA HistóRia De Minas Gerais
A HistóRia De Minas Gerais
 

Mais de Renata Grechia

Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/ZiraldoLivro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
Renata Grechia
 
Livro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassouraLivro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassoura
Renata Grechia
 
Livro - O pum e o piriri do vizinho
Livro - O pum e o piriri do vizinhoLivro - O pum e o piriri do vizinho
Livro - O pum e o piriri do vizinho
Renata Grechia
 
Livro - Formigarra
Livro - FormigarraLivro - Formigarra
Livro - Formigarra
Renata Grechia
 
Livro - Pedrinho pintor
Livro - Pedrinho pintorLivro - Pedrinho pintor
Livro - Pedrinho pintor
Renata Grechia
 
Livro - Não tem dois iguais
Livro - Não tem dois iguaisLivro - Não tem dois iguais
Livro - Não tem dois iguais
Renata Grechia
 
Livro - Os três porquinhos
Livro - Os três porquinhosLivro - Os três porquinhos
Livro - Os três porquinhos
Renata Grechia
 
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristalLivro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
Renata Grechia
 
Livro - Príncipe Cinderelo
Livro - Príncipe CindereloLivro - Príncipe Cinderelo
Livro - Príncipe Cinderelo
Renata Grechia
 
Livro - A Cinderela das bonecas
Livro - A Cinderela das bonecasLivro - A Cinderela das bonecas
Livro - A Cinderela das bonecas
Renata Grechia
 
Livro - O peralta
Livro - O peraltaLivro - O peralta
Livro - O peralta
Renata Grechia
 
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vêLivro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
Renata Grechia
 
Livro - A Zebra Camila
Livro - A Zebra CamilaLivro - A Zebra Camila
Livro - A Zebra Camila
Renata Grechia
 
Livro - Festival da primavera
Livro - Festival da primaveraLivro - Festival da primavera
Livro - Festival da primavera
Renata Grechia
 
Livro - A vaca Rebeca
Livro - A vaca RebecaLivro - A vaca Rebeca
Livro - A vaca Rebeca
Renata Grechia
 

Mais de Renata Grechia (15)

Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/ZiraldoLivro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
Livro - Ponto de vista - Ana Maria mMachado/Ziraldo
 
Livro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassouraLivro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassoura
 
Livro - O pum e o piriri do vizinho
Livro - O pum e o piriri do vizinhoLivro - O pum e o piriri do vizinho
Livro - O pum e o piriri do vizinho
 
Livro - Formigarra
Livro - FormigarraLivro - Formigarra
Livro - Formigarra
 
Livro - Pedrinho pintor
Livro - Pedrinho pintorLivro - Pedrinho pintor
Livro - Pedrinho pintor
 
Livro - Não tem dois iguais
Livro - Não tem dois iguaisLivro - Não tem dois iguais
Livro - Não tem dois iguais
 
Livro - Os três porquinhos
Livro - Os três porquinhosLivro - Os três porquinhos
Livro - Os três porquinhos
 
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristalLivro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
Livro - A verdadeira história dos sapatinhos de cristal
 
Livro - Príncipe Cinderelo
Livro - Príncipe CindereloLivro - Príncipe Cinderelo
Livro - Príncipe Cinderelo
 
Livro - A Cinderela das bonecas
Livro - A Cinderela das bonecasLivro - A Cinderela das bonecas
Livro - A Cinderela das bonecas
 
Livro - O peralta
Livro - O peraltaLivro - O peralta
Livro - O peralta
 
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vêLivro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
Livro - O Gato Massamê e aquilo que ele vê
 
Livro - A Zebra Camila
Livro - A Zebra CamilaLivro - A Zebra Camila
Livro - A Zebra Camila
 
Livro - Festival da primavera
Livro - Festival da primaveraLivro - Festival da primavera
Livro - Festival da primavera
 
Livro - A vaca Rebeca
Livro - A vaca RebecaLivro - A vaca Rebeca
Livro - A vaca Rebeca
 

Último

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 

Último (20)

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 

Guarulhos - Um pouco da história e curiosidades

  • 1. GUARULHOS ÁREA TERRITORIAL 318 KM2 POPULAÇÃO (IBGE/2010) 1.221.979 HAB. DADO OFICIAL) 1.324.781 (ESTIMATIVA) PRODUTO INTERNO BRUTO (SEADE/2013) R$ 49,39 BILHÕES (DADO OFICIAL) 43.476,75
  • 2. • É A 4ª CIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EM RIQUEZA E 2ª EM POPULAÇÃO. • POSSUI UM DOS MAIORES PARQUES INDUSTRIAIS DO PAÍS. • ESTÁ POSICIONADA NUM ESPAÇO LOGÍSTICO PRIVILEGIADO NO EIXO SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO E MINAS GERAIS. • POSSUI O PRINCIPAL AEROPORTO DO HEMISFÉRIO SUL GUARULHOSGUARULHOS
  • 3. HISTÓRIA DE GUARULHOS → 1560 – EM 8 DE DEZEMBRO DE 1560 ACONTECEU A FUNDAÇÃO DO ALDEAMENTO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DOS GUARULHOS.
  • 4. → 1597 – OURO EM GUARULHOS: O BANDEIRANTE PAULISTA AFONSO SARDINHA DESCOBRE OURO EM GUARULHOS, ATIVIDADE ECONÔMICA QUE SE ESTENDEU POR MAIS DE 200 ANOS.
  • 5. → 1906 – EM 6 DE NOVEMBRO DE 1906 DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DOS GUARULHOS PASSOU A CHAMAR-SE APENAS GUARULHOS, EM SEGUIDA EM 19 DE DEZEMBRO DE 1906, GUARULHOS É ELEVADA À CATEGORIA DE CIDADE PELA LEI ESTADUAL Nº 1.038.
  • 6. → 1911 – PRIMEIRA FÁBRICA: ENTRA EM FUNCIONAMENTO A PRIMEIRA FÁBRICA; TRATA-SE DA EMPRESA DE PRODUÇÃO DE TIJOLOS CERÂMICA PAULISTA, POSTERIORMENTE COMPANHIA AGRÍCOLA E INDUSTRIAL DE GUARULHOS, INSTALADA NO BAIRRO DE VILA GALVÃO. DEVIDO À PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918), AUMENTOU O NÚMERO DE INDÚSTRIAS INSTALADAS NA CIDADE.
  • 7. → 1944 – MIGRAÇÃO: O INÍCIO DA CONSTRUÇÃO DA BASE AÉREA DE CUMBICA E DA VIA DUTRA ATRAIU PARA GUARULHOS MILHARES DE MIGRANTES NORDESTINOS, MINEIROS, PARANAENSES, ENTRE OUTROS.
  • 8. → 1985 – INAUGURAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO - GUARULHOS (CUMBICA) EM 20 DE JANEIRO DE 1985.
  • 9. → 1989 – O EFEITO DA POLÍTICA NEOLIBERAL NA CIDADE FOI NEFASTO E MUITAS EMPRESAS ENTRARAM EM FALÊNCIA OU DEIXARAM O MUNICÍPIO, CAUSANDO AUMENTO DO DESEMPREGO. ALGUMAS DAS EMPRESAS QUE DESAPARECERAM: IDEROL, OLIVETTI, NEC, PHILCO, HATSUTA ETC.
  • 10. → 2007 - GUARULHOS FOI CONSIDERADA A 9ª CIDADE MAIS RICA DO BRASIL, COM UM PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) NA ORDEM DE 27,4 BILHÕES DE REAIS, O QUE REPRESENTA 1,01% DE TODO PIB BRASILEIRO NA ÉPOCA.
  • 11. → 2010 – INAUGURAÇÃO DO VIADUTO CIDADE DE GUARULHOS.
  • 12. → 2015 – INAUGURAÇÃO DO PARQUE SHOPPING MAIA, O QUARTO SHOPPING DA CIDADE. O NOVO ESTABELECIMENTO CONTA COM MAIS DE 200 LOJAS, 1,6 MIL VAGAS PARA CARROS E 11 SALAS DE CINEMA.
  • 13. → GUARULHOS É UM MUNICÍPIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, NO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL. É A SEGUNDA CIDADE MAIS POPULOSA DO ESTADO, A 13ª MAIS POPULOSA DO BRASIL E A 53ª MAIS POPULOSA DO CONTINENTE AMERICANO. É A CIDADE NÃO CAPITAL DE ESTADO MAIS POPULOSA DO BRASIL, ALÉM DE DETER O 4º MAIOR PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) DE SEU ESTADO E O 13º MAIOR DO PAÍS.
  • 14.
  • 15. → GUARULHOS NO ESTADO DE SÃO PAULO.
  • 16. → O MARCO ZERO DA CIDADE FICA NA REGIÃO CENTRAL, NA PRAÇA TEREZA CRISTINA, E DETERMINA AS DISTÂNCIAS NA CIDADE, FIXA OS LIMITES ENTRE OS BAIRROS, ESTABELECE OS LOGRADOUROS E AINDA É O RESPONSÁVEL PELA NOVA NUMERAÇÃO DOS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO.
  • 17. → O ATUAL PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS (2017) É O GUSTAVO HENRIC COSTA (GUTI) QUE ADMINISTRA O MUNICÍPIO DO PAÇO MUNICIPAL (PREFEITURA) QUE SE LOCALIZA NA AVENIDA BOM CLIMA, 91 NO BAIRRO BOM CLIMA. O VICE- PREFEITO É O ALEXANDRE ZEITUNE. GUARULHOS TEM AINDA 34 VEREADORES QUE TRABALHAM NA CÂMARA MUNICIPAL E SÃO RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO, DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DE LEIS PARA A MUNICIPALIDADE, PROPONDO-SE BENFEITORIAS, OBRAS E SERVIÇOS PARA O BEM-ESTAR DA VIDA DA POPULAÇÃO EM GERAL. TAMBÉM SÃO RESPONSÁVEIS POR ACOMPANHAR A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL, PRINCIPALMENTE NO TOCANTE AO CUMPRIMENTO DA LEI E DA BOA APLICAÇÃO DO DINHEIRO PÚBLICO.
  • 18. → O ESTILO DA BANDEIRA, ESQUARTELADO EM CRUZ, DENTRO DA TRADIÇÃO HERÁLDICA PORTUGUESA, SIMBOLIZA O ESPÍRITO CRISTÃO DO POVO DE GUARULHOS. O BRASÃO CENTRAL SIMBOLIZA O GOVERNO MUNICIPAL E O LOSANGO BRANCO CENTRAL, ONDE ESTE É APLICADO, REPRESENTA A PRÓPRIA SEDE DO MUNICÍPIO.