SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOGRAFIA DO BRASIL
    HIDROGRAFIA

Prof. Marco Aurélio Gondim
      www.gondim.net
BACIAS HIDROGRÁFICAS
     BRASILEIRAS
ELEMENTOS DE UMA BACIA
PERFIL
CONCEITOS
• Interflúvio: Terreno ou área mais elevada
  situada entre dois vales. O interflúvio se
  caracteriza mais por ser toda a região ou
  área compreendida entre dois talvegues,
  ou entre dois cursos de maior importância
  de uma mesma bacia hidrográfica ou
  mesmo de bacias distintas.
CONCEITOS
• Talvegue: é a linha variável que se encontra no
  meio da parte mais profunda de um rio. Muitas
  vezes faz-se referência a talvegues quando se
  trata de fixar a linha de fronteira sobre um curso
  de água ou quando se deseja saber num
  encontro de rios qual é o afluente, sendo o rio
  que obtiver o talvegue mais profundo será
  considerado o rio "mãe", enquanto os outros
  serão considerados os seus afluentes.
PRINCIPAIS BACIAS
• Bacias Principais ou Primárias:
  – Bacia do Rio Amazonas
  – Bacia do Rio Tocantins
  – Bacia do Rio São Francisco
  – Bacia Platina
    • Bacia do Rio Paraná
    • Bacia do Rio Uruguai
    • Bacia do Rio Paraguai
BACIAS SECUNDÁRIAS
• Bacia do Norte-Nordeste:
  – Rio Amapá
  – Rio Parnaíba
  – Rio Capibaribe
• Bacia do Leste:
  – Rio Doce
  – Rio Jequitinhonha
  – Rio Paraíba do Sul
• Bacia do Sul-Sudeste:
  – Rio Tubarão
  – Rio Jacuí
  – Arroio Chuí
BACIA DO RIO AMAZONAS
           • Maior bacia do
             hidrográfica do
             planeta
           • 3.9 milhões de km² no
             Brasil
           • Cerca de 7.000 rios
           • Amplo uso para
             navegação
           • Maior potencial
             hidráulico disponível
RIO AMAZONAS
• Maior rio em extensão cerca de 7.100 km
• Maior rio em vazão – 180 mil m³/s
• Duas cheias anuais
• Foz mista
• Rio de planície – desnível de 82 metros
  em território nacional
• Incalculável potencial econômico
• Sujeito aos fenômenos da “terra caída” e
  da “pororoca”
REPRESA DE BALBINA, AMAZONAS
                             •   O maior problema: a floresta
 • Construída no Rio             não foi cortada antes da
   Uatumã, (170                  inundação.
   quilômetros de
   Manaus)
                             •   A putrefação da matéria
                                 orgânica fez com que os
 • Área inundada de 2.360        peixes desaparecessem,
   km².                          devido ao gás sulfídrico.

 • O lago é muito raso: da
   lâmina d’água, 800 km²
   têm menos de quatro
   metros de
   profundidade.
RIO MADEIRA
• Um dos maiores
  afluentes do rio
  Amazonas, com
  3.200 km
• Desempenha uma
  papel fundamental
  para o transporte
  regional
RIO NEGRO
• Principal afluente do
  rio Amazonas,
  desemboca no
  Amazonas em
  Manaus depois de
  percorrer 2.253 km
BACIA DO RIO PARANÁ
• Predominância de
  planaltos

• Apresenta o maior
  potencial instalado do
  país

• Aproveitamento intenso,
  mas insuficiente para as
  necessidades da região
  Sul-Sudeste
ECLUSAS NO RIO PARANÁ




• A bacia do Paraná é navegável parcialmente a
  partir da construção de eclusas
RIO PARANÁ
• Produção de energia   • Os principais
  elétrica em grandes     afluentes já estão
  usinas                  intensamente
• Insuficiente para o     aproveitados
  atendimento da          –   Paranaíba
  demanda                 –   Grande
• Horário de Verão        –   Tietê
                          –   Paranapanema
• Racionamento de
                          –   Iguaçu
  energia
HIDROVIA DO MERCOSUL
             • Em
               implantação, a
               hidrovia do
               Mercosul,
               pretende ligar
               o interior de
               São Paulo à
               Buenos Aires
HIDRELETRICIDADE
• Paraná:
   – Itaipu – 12.600MW
   – Complexo Urubupungá
   – Sérgio Motta
• Tietê:
   – Três Irmãos
   – Promissão
• Grande:
   – Marimbondo
   – Ermírio de Moraes
• Paranaíba:
   – Itumbiara
   – São Simão
• Paranapanema:
   – Rosana
   – Capivara
   – Xavantes
ITAIPU
• Construída em conjunto
  por Brasil e Paraguai

• Maior central hidrelétrica
  do mundo, com 18
  turbinas instaladas
  (12.600 MW)

• Inundou as cataratas das
  Sete Quedas

• Alterou o microclima e
  alagou terras férteis
BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO
• Bacia totalmente
  nacional:
  – nasce na Serra da
    Canastra – MG
• foz em delta no Atlântico

• Serve à irrigação,
  transporte, alimentação
  e produção de energia
RIO SÃO FRANCISCO
• Denominações:
  – RIO DOS CURRAIS
  – RIO DA UNIDADE NACIONAL
  – NILO BRASILEIRO


• Perene, percorre o sertão do semiárido
  nordestino

• Muitos tributários intermitentes
Rio São Francisco
• Navegável entre Pirapora-
  MG e Juazeiro-BA/Petrolina-
  PE, 1370 km
• Grande produção de
  energia:
• Três Marias – usina
  reguladora
• Sobradinho – reguladora, o
  maior reservatório
• Paulo Afonso, Itaparica,
  Xingó
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO
      FRANCISCO
BACIA DO RIO PARAGUAI
        • Aquecimento econômico do
          Centro-Oeste
        • Importante para o Mercosul
        • Fundamental para Paraguai
          e Bolívia
        • Impacto ambiental
BACIA DO RIO TOCANTINS
         • Pouco explorado
         • Construção da U.H. de
           Tucuruí (2º maior)
         • Produz 4.245 MW
         • Araguaia – principal afluente
         • Maior ilha fluvial – Ilha do
           Bananal
         • Projeto de hidrovia Tocantins-
           Araguaia
A CRISE DA ÁGUA
• A redução dos estoques de água doce têm
  ocorrido devido:

  – ao crescimento da população mundial
  – à automação dos trabalhos domésticos
  – à expansão agrícola e industrial
  – à poluição ambiental
  – ao desmatamento das áreas de mananciais
  * A agropecuária consome 2/3 da água utilizada no
    planeta.
CONSUMO DE ÁGUA NO MUNDO
     (POR SETORES)
 4500
 4000
 3500
 3000                                    Subterrâneo
 2500                                    Urbano
 2000                                    Industrial
 1500                                    Agrícola
 1000
  500
    0
     1900   1920   1940   1960   1980   2000
CONTAMINAÇÃO POR ESGOTO
PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS
• 1990 – 30% da população não tinha acesso a
  água de boa qualidade e 45% não possuía
  saneamento básico.
• Consequência: mortalidade infantil elevada
DISPONIBILIDADE DE ÁGUAS PARA
        CONSUMO (M3)
  Tanzânia
      Peru
     Líbia
  Jordânia
     Israel                            2025
        Irã
      Haiti                            1990
   Etiópia
     Egito
    Chipre
   Argélia

              0   1000   2000   3000
ÁGUA: UMA QUESTÃO GEOPOLÍTICA

• Mais de 200 sistemas hidrográficos e 13
  grandes rios são compartilhados no mundo.
• Bacia Amazônica, Platina e do Orenoco na
• América do Sul.
• Rio Jordão: Sírios, Israelenses, Jordanianos e
  Palestinos
BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO
• Agricultura   irrigada   consome       grande
  quantidade de água doce retirada dos rios e do
  subsolo.
• O uso de fertilizantes e pesticidas agrava o
  problema.
USINA DE BELO MONTE
• Os críticos argumentam que o impacto
  ambiental e social da instalação de Belo Monte
  foi subestimado
• O que é a Usina Hidrelétrica de Belo Monte?
  – Instalada na Volta Grande do Rio Xingu (PA), a
    Belo Monte deve ser a terceira maior do mundo em
    capacidade instalada.
  – O custo total da obra deve ser de R$ 19 bilhões.
  – A usina terá uma capacidade total instalada de
    11.233 megawatts (MW).A usina deve começar a
    operar em fevereiro de 2015.
USINA DE BELO MONTE
• Qual a importância do projeto, segundo o
  governo?
  – O preço competitivo da energia produzida.
  – O consórcio Norte Energia venceu o pregão ao
    oferecer o preço de R$ 78 pelo megawatt-hora
    (MWh).
  – A construção de Belo Monte deve gerar 18 mil
    empregos diretos e 23 mil indiretos e deve ajudar a
    suprir a demanda por energia do Brasil nos
    próximos anos.
USINA DE BELO MONTE
• Quem são os grupos contrários à instalação de Belo
  Monte e o que eles argumentam?
  – Ambientalistas, membros da Igreja Católica, representantes
    de povos indígenas e ribeirinhos e analistas independentes.
  – A instalação de Belo Monte provocaria uma interrupção do
    rio Xingu em um trecho de cerca de 100 km, o que reduziria
    de maneira significativa a vazão do rio.
  – A usina de Belo Monte pode ser ineficiente em termos de
    produção de energia, devido às mudanças de vazão no rio
    Xingu ao longo do ano (a vazão do rio varia de 800 mil litros
    por segundo a 28 milhões de litros por segundo).
USINA DE BELO MONTE
• Como o governo responde a essas críticas?
  – Condição da licença: deve ser mantida uma vazão mínima
    no rio
  – Há projetos de preservação da fauna e flora e que as
    comunidades que forem diretamente afetadas serão
    transferidas para locais onde possam manter condições
    similares de vida.
  – As comunidades indígenas não serão diretamente atingidas.
  – Belo Monte não produzirá toda a energia que permitiria sua
    capacidade instalada, mas afirma que, mesmo assim, a
    tarifa será competitiva o bastante para justificar sua
    instalação.
  – O motivo para a redução na produção de energia está nas
    modificações feitas no projeto para diminuir o impacto da
    usina na região.
USINA DE BELO MONTE
• Qual o histórico do projeto?
   – Nos anos 80, foi feita a previsão da construção de seis usinas na região,
     entre elas Belo Monte.
   – Após protestos de líderes indígenas e de ambientalistas, o projeto foi
     remodelado e reapresentado em 1994, com a previsão de redução da
     área represada, o que evitaria a inundação de terras indígenas.
   – O Conselho Nacional de Política Energética definiu em 2008 que Belo
     Monte seria a única a explorar o potencial energético do Rio Xingu.
   – Em fevereiro de 2010, o Ibama concedeu a Licença Prévia para Belo
     Monte, impondo uma série de 40 condicionantes socioeconômicas e
     ambientais ao projeto.
   – No dia 20 de abril foi realizado um leilão para decidir qual grupo de
     empresas seria o responsável pela construção da usina, com a vitória
     do consórcio Norte Energia, liderado pela construtora Queiroz Galvão e
     pela Chesf.
USINA DE BELO MONTE
• Como foi o leilão?
   – O vencedor seria o grupo que oferecesse o menor preço para a
     produção do megawatt-hora (MWh) de energia em Belo Monte,
     respeitando-se o teto estabelecido de R$ 83 por MWh.
   – O preço oferecido pelo grupo vencedor foi de $ 78 pelo megawatt-hora
     (MWh), um deságio de 6,02% em relação ao teto que havia sido
     estabelecido.
   – O valor oferecido pelo consórcio derrotado, que era formado por seis
     empresas e liderado pela construtora Andrade Gutierrez, não foi
     divulgado.
   – A desistência da Andrade Gutierrez fez o governo lançar medidas para
     estimular a participação privada no leilão, entre elas, um desconto de
     75% no imposto de renda da usina nos primeiro dez anos de operação,
     além da ampliação para 30 anos do prazo para o financiamento pelo
     BNDES, que pode financiar até 80% da obra.
   – Além disso, os dois consórcios contam com participações bastante
     relevantes de empresas estatais.
BELO MONTE - SAIBA MAIS
• Vídeo institucional de Belo Monte:
  – http://youtu.be/Yb1WaWOw11c
• Movimento Gota D’Água:
  – http://youtu.be/DIpAbXsWH7U
• Movimento Tempestade em Copo D‘Água:
  – http://youtu.be/gVC_Y9drhGo
• Entendendo Belo Monte
  – http://goo.gl/Scigz
Prof. Marco Aurélio Gondim
      www.gondim.net

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
Amadeu Neto
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
edsonluz
 
Bacias hidrográficas2
Bacias hidrográficas2Bacias hidrográficas2
Bacias hidrográficas2
edsonluz
 
Bacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasilBacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasil
DANUBIA ZANOTELLI
 
Bacias hidrograficas- brasileiras
Bacias hidrograficas- brasileirasBacias hidrograficas- brasileiras
Bacias hidrograficas- brasileiras
eunamahcado
 
Hidrografia no brasil
Hidrografia no brasilHidrografia no brasil
Hidrografia no brasil
Isabella Silva
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
Colégio Nova Geração COC
 
Hidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoHidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumo
edna2
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
Guilherme Drumond
 
Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileiras
Waender Soares
 
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Saulo Lucena
 
Bacia do Parnaíba
Bacia do ParnaíbaBacia do Parnaíba
Bacia do Parnaíba
Naira Delazari
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONASBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
Conceição Fontolan
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
dennysosm
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAIBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
Conceição Fontolan
 
A hidrografia brasileira
A hidrografia brasileiraA hidrografia brasileira
A hidrografia brasileira
Maria da Paz
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Salageo Cristina
 
Bacias Hidrográficas
Bacias HidrográficasBacias Hidrográficas
Bacias Hidrográficas
Stéfano Silveira
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
Raquel Avila
 

Mais procurados (20)

Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Bacias hidrográficas2
Bacias hidrográficas2Bacias hidrográficas2
Bacias hidrográficas2
 
Bacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasilBacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasil
 
Bacias hidrograficas- brasileiras
Bacias hidrograficas- brasileirasBacias hidrograficas- brasileiras
Bacias hidrograficas- brasileiras
 
Hidrografia no brasil
Hidrografia no brasilHidrografia no brasil
Hidrografia no brasil
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
Hidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoHidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumo
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
 
Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileiras
 
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
 
Bacia do Parnaíba
Bacia do ParnaíbaBacia do Parnaíba
Bacia do Parnaíba
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONASBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAIBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAGUAI
 
A hidrografia brasileira
A hidrografia brasileiraA hidrografia brasileira
A hidrografia brasileira
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasil
 
Bacias Hidrográficas
Bacias HidrográficasBacias Hidrográficas
Bacias Hidrográficas
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
 

Destaque

Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
Marco Aurélio Gondim
 

Destaque (20)

Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
 
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Relevo e vegetação - [www.gondim.net]
 
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
Geografia do Brasil - Aproveitamento econômico do espaço brasileiro - [www.go...
 
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
Geografia do Brasil - Fontes de energia - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gon...
 
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - População - [www.gondim.net]
 
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Economia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondi...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Clima. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. ...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Relevo. Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gon...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Energia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Transportes. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Go...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População. Blog do Prof. Marco Aurélio Gond...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
Geografia do Mato Grosso do Sul - Localização. Prof. Marco Aurélio Gondim [ww...
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
Geografia do Mato Grosso do Sul - Vegetação. Prof. Marco Aurélio Gondim [www....
 
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
Geografia do Mato Grosso do Sul - População indígena. Blog do Prof. Marco Aur...
 
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
Geografia Geral - Potencias asiáticas [www.gondim.net]
 
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
Geografia Geral - População mundial [www.gondim.net]
 
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
 
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
História do Mato Grosso do Sul - Guerra do Paraguai (La Gran Guerra). Prof. M...
 

Semelhante a Geografia do Brasil - Hidrografia - [www.gondim.net]

HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTEHIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
Paes Viana
 
Barragem Umari - Upanema|RN
Barragem Umari - Upanema|RNBarragem Umari - Upanema|RN
Barragem Umari - Upanema|RN
Klíssia Lira
 
Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006
Salageo Cristina
 
1º Médio
1º Médio 1º Médio
Usina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazôniaUsina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazônia
geografia do G.J.P
 
Usina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazôniaUsina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazônia
geografia do G.J.P
 
UsinA Belo Monte
UsinA Belo MonteUsinA Belo Monte
UsinA Belo Monte
Luciana Santos
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAIBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
Conceição Fontolan
 
Usina de belo monte/ Dicas para o Enem
Usina de belo monte/ Dicas para o EnemUsina de belo monte/ Dicas para o Enem
Usina de belo monte/ Dicas para o Enem
Joemille Leal
 
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiais
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiaisHidrografia brasileira r aquíferos mundiais
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiais
Adriana Gomes Messias
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
Conceição Fontolan
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
ERLANDIEGO
 
bacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
bacias-hidrograficas-brasileiras.pptbacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
bacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
ThiagoMenezes85
 
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano BBACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
Conceição Fontolan
 
Bacia hidrográfica do paraná
Bacia hidrográfica do paranáBacia hidrográfica do paraná
Bacia hidrográfica do paraná
Ana Carolina Souza
 
Perfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiroPerfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiro
Professora Verônica Santos
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
SIMONE SCHADE
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São FranciscoTransposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco
Bruno Labanca Lopes
 
Transposição Do Rio São Francisco (2014)
Transposição Do Rio São Francisco (2014)Transposição Do Rio São Francisco (2014)
Transposição Do Rio São Francisco (2014)
Luis Hamilton Arruda
 
Impactos EcolóGicos Das Represas
Impactos EcolóGicos Das RepresasImpactos EcolóGicos Das Represas
Impactos EcolóGicos Das Represas
tatiane marques
 

Semelhante a Geografia do Brasil - Hidrografia - [www.gondim.net] (20)

HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTEHIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
 
Barragem Umari - Upanema|RN
Barragem Umari - Upanema|RNBarragem Umari - Upanema|RN
Barragem Umari - Upanema|RN
 
Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006
 
1º Médio
1º Médio 1º Médio
1º Médio
 
Usina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazôniaUsina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazônia
 
Usina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazôniaUsina hidrelétrica na amazônia
Usina hidrelétrica na amazônia
 
UsinA Belo Monte
UsinA Belo MonteUsinA Belo Monte
UsinA Belo Monte
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAIBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUGUAI
 
Usina de belo monte/ Dicas para o Enem
Usina de belo monte/ Dicas para o EnemUsina de belo monte/ Dicas para o Enem
Usina de belo monte/ Dicas para o Enem
 
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiais
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiaisHidrografia brasileira r aquíferos mundiais
Hidrografia brasileira r aquíferos mundiais
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANÁ
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
 
bacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
bacias-hidrograficas-brasileiras.pptbacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
bacias-hidrograficas-brasileiras.ppt
 
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano BBACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
 
Bacia hidrográfica do paraná
Bacia hidrográfica do paranáBacia hidrográfica do paraná
Bacia hidrográfica do paraná
 
Perfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiroPerfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiro
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São FranciscoTransposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco
 
Transposição Do Rio São Francisco (2014)
Transposição Do Rio São Francisco (2014)Transposição Do Rio São Francisco (2014)
Transposição Do Rio São Francisco (2014)
 
Impactos EcolóGicos Das Represas
Impactos EcolóGicos Das RepresasImpactos EcolóGicos Das Represas
Impactos EcolóGicos Das Represas
 

Mais de Marco Aurélio Gondim

APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8RAPOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
Marco Aurélio Gondim
 
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
Marco Aurélio Gondim
 
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
Marco Aurélio Gondim
 
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Brasil - República [www.gondim.net]
História do Brasil - República [www.gondim.net]História do Brasil - República [www.gondim.net]
História do Brasil - República [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
Marco Aurélio Gondim
 

Mais de Marco Aurélio Gondim (13)

APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8RAPOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
APOSTILA DE ATUALIDADES POLÍCIA FEDERAL http://migre.me/gWG8R
 
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
História Geral - Idade Moderna - Iluminismo, Despotismo Esclarecido, Revoluçã...
 
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
 
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
História Geral - Idade Moderna - Absolutismo, Mercantilismo, Reforma Protesta...
 
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
Geografia Geral - Europa ocidental, União Europeia [www.gondim.net]
 
História do Brasil - República [www.gondim.net]
História do Brasil - República [www.gondim.net]História do Brasil - República [www.gondim.net]
História do Brasil - República [www.gondim.net]
 
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
História do Brasil - Período Joanino - Período Monárquico [www.gondim.net]
 
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]
 
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão territorial [www.gondim.net]
 
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
 
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Idade Média - História Geral -  Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Idade Média - História Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
 
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
Cartografia - Geografia Geral - Prof. Marco Aurélio Gondim [www.gondim.net]
 
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
Atualidades - Energia - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim - www.mgondim.blog...
 

Último

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

Geografia do Brasil - Hidrografia - [www.gondim.net]

  • 1. GEOGRAFIA DO BRASIL HIDROGRAFIA Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net
  • 2. BACIAS HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS
  • 5. CONCEITOS • Interflúvio: Terreno ou área mais elevada situada entre dois vales. O interflúvio se caracteriza mais por ser toda a região ou área compreendida entre dois talvegues, ou entre dois cursos de maior importância de uma mesma bacia hidrográfica ou mesmo de bacias distintas.
  • 6. CONCEITOS • Talvegue: é a linha variável que se encontra no meio da parte mais profunda de um rio. Muitas vezes faz-se referência a talvegues quando se trata de fixar a linha de fronteira sobre um curso de água ou quando se deseja saber num encontro de rios qual é o afluente, sendo o rio que obtiver o talvegue mais profundo será considerado o rio "mãe", enquanto os outros serão considerados os seus afluentes.
  • 7. PRINCIPAIS BACIAS • Bacias Principais ou Primárias: – Bacia do Rio Amazonas – Bacia do Rio Tocantins – Bacia do Rio São Francisco – Bacia Platina • Bacia do Rio Paraná • Bacia do Rio Uruguai • Bacia do Rio Paraguai
  • 8. BACIAS SECUNDÁRIAS • Bacia do Norte-Nordeste: – Rio Amapá – Rio Parnaíba – Rio Capibaribe • Bacia do Leste: – Rio Doce – Rio Jequitinhonha – Rio Paraíba do Sul • Bacia do Sul-Sudeste: – Rio Tubarão – Rio Jacuí – Arroio Chuí
  • 9. BACIA DO RIO AMAZONAS • Maior bacia do hidrográfica do planeta • 3.9 milhões de km² no Brasil • Cerca de 7.000 rios • Amplo uso para navegação • Maior potencial hidráulico disponível
  • 10. RIO AMAZONAS • Maior rio em extensão cerca de 7.100 km • Maior rio em vazão – 180 mil m³/s • Duas cheias anuais • Foz mista • Rio de planície – desnível de 82 metros em território nacional • Incalculável potencial econômico • Sujeito aos fenômenos da “terra caída” e da “pororoca”
  • 11. REPRESA DE BALBINA, AMAZONAS • O maior problema: a floresta • Construída no Rio não foi cortada antes da Uatumã, (170 inundação. quilômetros de Manaus) • A putrefação da matéria orgânica fez com que os • Área inundada de 2.360 peixes desaparecessem, km². devido ao gás sulfídrico. • O lago é muito raso: da lâmina d’água, 800 km² têm menos de quatro metros de profundidade.
  • 12. RIO MADEIRA • Um dos maiores afluentes do rio Amazonas, com 3.200 km • Desempenha uma papel fundamental para o transporte regional
  • 13. RIO NEGRO • Principal afluente do rio Amazonas, desemboca no Amazonas em Manaus depois de percorrer 2.253 km
  • 14. BACIA DO RIO PARANÁ • Predominância de planaltos • Apresenta o maior potencial instalado do país • Aproveitamento intenso, mas insuficiente para as necessidades da região Sul-Sudeste
  • 15. ECLUSAS NO RIO PARANÁ • A bacia do Paraná é navegável parcialmente a partir da construção de eclusas
  • 16. RIO PARANÁ • Produção de energia • Os principais elétrica em grandes afluentes já estão usinas intensamente • Insuficiente para o aproveitados atendimento da – Paranaíba demanda – Grande • Horário de Verão – Tietê – Paranapanema • Racionamento de – Iguaçu energia
  • 17. HIDROVIA DO MERCOSUL • Em implantação, a hidrovia do Mercosul, pretende ligar o interior de São Paulo à Buenos Aires
  • 18. HIDRELETRICIDADE • Paraná: – Itaipu – 12.600MW – Complexo Urubupungá – Sérgio Motta • Tietê: – Três Irmãos – Promissão • Grande: – Marimbondo – Ermírio de Moraes • Paranaíba: – Itumbiara – São Simão • Paranapanema: – Rosana – Capivara – Xavantes
  • 19. ITAIPU • Construída em conjunto por Brasil e Paraguai • Maior central hidrelétrica do mundo, com 18 turbinas instaladas (12.600 MW) • Inundou as cataratas das Sete Quedas • Alterou o microclima e alagou terras férteis
  • 20. BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO • Bacia totalmente nacional: – nasce na Serra da Canastra – MG • foz em delta no Atlântico • Serve à irrigação, transporte, alimentação e produção de energia
  • 21. RIO SÃO FRANCISCO • Denominações: – RIO DOS CURRAIS – RIO DA UNIDADE NACIONAL – NILO BRASILEIRO • Perene, percorre o sertão do semiárido nordestino • Muitos tributários intermitentes
  • 22. Rio São Francisco • Navegável entre Pirapora- MG e Juazeiro-BA/Petrolina- PE, 1370 km • Grande produção de energia: • Três Marias – usina reguladora • Sobradinho – reguladora, o maior reservatório • Paulo Afonso, Itaparica, Xingó
  • 23. TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
  • 24. BACIA DO RIO PARAGUAI • Aquecimento econômico do Centro-Oeste • Importante para o Mercosul • Fundamental para Paraguai e Bolívia • Impacto ambiental
  • 25. BACIA DO RIO TOCANTINS • Pouco explorado • Construção da U.H. de Tucuruí (2º maior) • Produz 4.245 MW • Araguaia – principal afluente • Maior ilha fluvial – Ilha do Bananal • Projeto de hidrovia Tocantins- Araguaia
  • 26. A CRISE DA ÁGUA • A redução dos estoques de água doce têm ocorrido devido: – ao crescimento da população mundial – à automação dos trabalhos domésticos – à expansão agrícola e industrial – à poluição ambiental – ao desmatamento das áreas de mananciais * A agropecuária consome 2/3 da água utilizada no planeta.
  • 27. CONSUMO DE ÁGUA NO MUNDO (POR SETORES) 4500 4000 3500 3000 Subterrâneo 2500 Urbano 2000 Industrial 1500 Agrícola 1000 500 0 1900 1920 1940 1960 1980 2000
  • 29. PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS • 1990 – 30% da população não tinha acesso a água de boa qualidade e 45% não possuía saneamento básico. • Consequência: mortalidade infantil elevada
  • 30. DISPONIBILIDADE DE ÁGUAS PARA CONSUMO (M3) Tanzânia Peru Líbia Jordânia Israel 2025 Irã Haiti 1990 Etiópia Egito Chipre Argélia 0 1000 2000 3000
  • 31. ÁGUA: UMA QUESTÃO GEOPOLÍTICA • Mais de 200 sistemas hidrográficos e 13 grandes rios são compartilhados no mundo. • Bacia Amazônica, Platina e do Orenoco na • América do Sul. • Rio Jordão: Sírios, Israelenses, Jordanianos e Palestinos
  • 32. BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO • Agricultura irrigada consome grande quantidade de água doce retirada dos rios e do subsolo. • O uso de fertilizantes e pesticidas agrava o problema.
  • 33. USINA DE BELO MONTE • Os críticos argumentam que o impacto ambiental e social da instalação de Belo Monte foi subestimado • O que é a Usina Hidrelétrica de Belo Monte? – Instalada na Volta Grande do Rio Xingu (PA), a Belo Monte deve ser a terceira maior do mundo em capacidade instalada. – O custo total da obra deve ser de R$ 19 bilhões. – A usina terá uma capacidade total instalada de 11.233 megawatts (MW).A usina deve começar a operar em fevereiro de 2015.
  • 34. USINA DE BELO MONTE • Qual a importância do projeto, segundo o governo? – O preço competitivo da energia produzida. – O consórcio Norte Energia venceu o pregão ao oferecer o preço de R$ 78 pelo megawatt-hora (MWh). – A construção de Belo Monte deve gerar 18 mil empregos diretos e 23 mil indiretos e deve ajudar a suprir a demanda por energia do Brasil nos próximos anos.
  • 35. USINA DE BELO MONTE • Quem são os grupos contrários à instalação de Belo Monte e o que eles argumentam? – Ambientalistas, membros da Igreja Católica, representantes de povos indígenas e ribeirinhos e analistas independentes. – A instalação de Belo Monte provocaria uma interrupção do rio Xingu em um trecho de cerca de 100 km, o que reduziria de maneira significativa a vazão do rio. – A usina de Belo Monte pode ser ineficiente em termos de produção de energia, devido às mudanças de vazão no rio Xingu ao longo do ano (a vazão do rio varia de 800 mil litros por segundo a 28 milhões de litros por segundo).
  • 36. USINA DE BELO MONTE • Como o governo responde a essas críticas? – Condição da licença: deve ser mantida uma vazão mínima no rio – Há projetos de preservação da fauna e flora e que as comunidades que forem diretamente afetadas serão transferidas para locais onde possam manter condições similares de vida. – As comunidades indígenas não serão diretamente atingidas. – Belo Monte não produzirá toda a energia que permitiria sua capacidade instalada, mas afirma que, mesmo assim, a tarifa será competitiva o bastante para justificar sua instalação. – O motivo para a redução na produção de energia está nas modificações feitas no projeto para diminuir o impacto da usina na região.
  • 37. USINA DE BELO MONTE • Qual o histórico do projeto? – Nos anos 80, foi feita a previsão da construção de seis usinas na região, entre elas Belo Monte. – Após protestos de líderes indígenas e de ambientalistas, o projeto foi remodelado e reapresentado em 1994, com a previsão de redução da área represada, o que evitaria a inundação de terras indígenas. – O Conselho Nacional de Política Energética definiu em 2008 que Belo Monte seria a única a explorar o potencial energético do Rio Xingu. – Em fevereiro de 2010, o Ibama concedeu a Licença Prévia para Belo Monte, impondo uma série de 40 condicionantes socioeconômicas e ambientais ao projeto. – No dia 20 de abril foi realizado um leilão para decidir qual grupo de empresas seria o responsável pela construção da usina, com a vitória do consórcio Norte Energia, liderado pela construtora Queiroz Galvão e pela Chesf.
  • 38. USINA DE BELO MONTE • Como foi o leilão? – O vencedor seria o grupo que oferecesse o menor preço para a produção do megawatt-hora (MWh) de energia em Belo Monte, respeitando-se o teto estabelecido de R$ 83 por MWh. – O preço oferecido pelo grupo vencedor foi de $ 78 pelo megawatt-hora (MWh), um deságio de 6,02% em relação ao teto que havia sido estabelecido. – O valor oferecido pelo consórcio derrotado, que era formado por seis empresas e liderado pela construtora Andrade Gutierrez, não foi divulgado. – A desistência da Andrade Gutierrez fez o governo lançar medidas para estimular a participação privada no leilão, entre elas, um desconto de 75% no imposto de renda da usina nos primeiro dez anos de operação, além da ampliação para 30 anos do prazo para o financiamento pelo BNDES, que pode financiar até 80% da obra. – Além disso, os dois consórcios contam com participações bastante relevantes de empresas estatais.
  • 39. BELO MONTE - SAIBA MAIS • Vídeo institucional de Belo Monte: – http://youtu.be/Yb1WaWOw11c • Movimento Gota D’Água: – http://youtu.be/DIpAbXsWH7U • Movimento Tempestade em Copo D‘Água: – http://youtu.be/gVC_Y9drhGo • Entendendo Belo Monte – http://goo.gl/Scigz
  • 40. Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net