SlideShare uma empresa Scribd logo
O nosso concelho de Évora
 Em 1165, o exercito do rei D.

Afonso Henriques conquistou

Évora sob o comando de Geraldo
Geraldes sem Pavor. Inaugurou-se
assim uma nova etapa de
crescimento da cidade que chegou
ao séc. XVI como a segunda mais
importante do reino.
 Desde logo D. Afonso Henriques mandou aí

instalar a sede da Ordem Militar de São
Bento de Caltrava e em 1166 concedeu à

cidade de Évora o seu primeiro Foral
(documento real utilizado em Portugal no

seu antigo império colonial , que visava
estabelecer um concelho e regular a sua
administração , limites e privilégios).
FORAL AFONSINO
(1º Foral concedido a ÉVORA por D. Afonso
Henriques)
1. [História]

[História] Carta soberana que, regulando a administração de uma localidade, lhe dava certas regalias.
In PRIBERAM
Foral de évora   duarte, gonçalo rodrigues e joana
TRABALHO ELABORADO POR:
 Duarte Santos
 Gonçalo Rodrigues

 Joana Picaró



Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
Sílvia Mendonça
 
981
981981
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
Maria Gomes
 
História7
História7História7
História7
telmascapelo
 
Biografia de D. Sancho I
Biografia de D. Sancho IBiografia de D. Sancho I
Biografia de D. Sancho I
Machado6
 
Da formação à fixação do território
Da formação à fixação do territórioDa formação à fixação do território
Da formação à fixação do território
Susana Simões
 
3º independência de portugal
3º independência de portugal3º independência de portugal
3º independência de portugal
Básicas ou Secundárias
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1
Vítor Santos
 
A formação do reino de portugal
A formação do reino de portugalA formação do reino de portugal
A formação do reino de portugal
cruchinho
 
Dafonsohenriques
DafonsohenriquesDafonsohenriques
Dafonsohenriques
ines3006
 
Tratado de tordesilhas
Tratado de tordesilhasTratado de tordesilhas
Tratado de tordesilhas
gdfsabc
 
Sancho II
Sancho IISancho II
Sancho II
Madalena Santos
 
Formação de portugal 4º ano
Formação de portugal   4º anoFormação de portugal   4º ano
Formação de portugal 4º ano
telmascapelo
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
Sílvia Mendonça
 
Dom sancho I
Dom sancho IDom sancho I
Dom sancho I
clubedehistoriajms
 
Afonso Henriques, o Conquistador
Afonso Henriques, o ConquistadorAfonso Henriques, o Conquistador
Afonso Henriques, o Conquistador
Jorge Almeida
 
Formação do reino de portugal
Formação do reino de portugalFormação do reino de portugal
Formação do reino de portugal
Joel Ferreira
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
Professores História
 
Formação do reino de Portugal
Formação do reino de PortugalFormação do reino de Portugal
Formação do reino de Portugal
AnaGomes40
 
B4 a formacao de portugal
B4 a formacao de portugal B4 a formacao de portugal
B4 a formacao de portugal
Carlos Vaz
 

Mais procurados (20)

A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
 
981
981981
981
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
 
História7
História7História7
História7
 
Biografia de D. Sancho I
Biografia de D. Sancho IBiografia de D. Sancho I
Biografia de D. Sancho I
 
Da formação à fixação do território
Da formação à fixação do territórioDa formação à fixação do território
Da formação à fixação do território
 
3º independência de portugal
3º independência de portugal3º independência de portugal
3º independência de portugal
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1
 
A formação do reino de portugal
A formação do reino de portugalA formação do reino de portugal
A formação do reino de portugal
 
Dafonsohenriques
DafonsohenriquesDafonsohenriques
Dafonsohenriques
 
Tratado de tordesilhas
Tratado de tordesilhasTratado de tordesilhas
Tratado de tordesilhas
 
Sancho II
Sancho IISancho II
Sancho II
 
Formação de portugal 4º ano
Formação de portugal   4º anoFormação de portugal   4º ano
Formação de portugal 4º ano
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
 
Dom sancho I
Dom sancho IDom sancho I
Dom sancho I
 
Afonso Henriques, o Conquistador
Afonso Henriques, o ConquistadorAfonso Henriques, o Conquistador
Afonso Henriques, o Conquistador
 
Formação do reino de portugal
Formação do reino de portugalFormação do reino de portugal
Formação do reino de portugal
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
 
Formação do reino de Portugal
Formação do reino de PortugalFormação do reino de Portugal
Formação do reino de Portugal
 
B4 a formacao de portugal
B4 a formacao de portugal B4 a formacao de portugal
B4 a formacao de portugal
 

Semelhante a Foral de évora duarte, gonçalo rodrigues e joana

A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
Anabela Sobral
 
hp_6_7.pdf
hp_6_7.pdfhp_6_7.pdf
hp_6_7.pdf
Daniel Pires
 
Resumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiroResumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiro
patriciacanico
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
ines3006
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Daniel Leitão
 
Criação de uma identidade nacional CEF B9
Criação de uma identidade nacional CEF B9Criação de uma identidade nacional CEF B9
Criação de uma identidade nacional CEF B9
profribeiro
 
D Afonso Henriques
D Afonso Henriques D Afonso Henriques
D Afonso Henriques
Madalena Santos
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
HistN
 
História da cultura portuguesa
História da cultura portuguesaHistória da cultura portuguesa
História da cultura portuguesa
Patrícia Vitorino
 
Reconquista 2
Reconquista  2Reconquista  2
Reconquista 2
Carla Teixeira
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
3º independência de portugal
3º independência de portugal3º independência de portugal
3º independência de portugal
Básicas ou Secundárias
 
1.ª Dinastia
1.ª Dinastia1.ª Dinastia
1.ª Dinastia
Helena Rocha
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
belinhas
 
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
cristianoperinpissolato
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
Sílvia Mendonça
 
Rei d sancho
Rei d sanchoRei d sancho
Rei d sancho
escolaeu4pt
 
FormaçãO De Portugal
FormaçãO De PortugalFormaçãO De Portugal
FormaçãO De Portugal
EBseis
 
A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
andrepaiva7a
 

Semelhante a Foral de évora duarte, gonçalo rodrigues e joana (20)

A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
 
hp_6_7.pdf
hp_6_7.pdfhp_6_7.pdf
hp_6_7.pdf
 
Resumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiroResumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiro
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Criação de uma identidade nacional CEF B9
Criação de uma identidade nacional CEF B9Criação de uma identidade nacional CEF B9
Criação de uma identidade nacional CEF B9
 
D Afonso Henriques
D Afonso Henriques D Afonso Henriques
D Afonso Henriques
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
 
História da cultura portuguesa
História da cultura portuguesaHistória da cultura portuguesa
História da cultura portuguesa
 
Reconquista 2
Reconquista  2Reconquista  2
Reconquista 2
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
 
3º independência de portugal
3º independência de portugal3º independência de portugal
3º independência de portugal
 
1.ª Dinastia
1.ª Dinastia1.ª Dinastia
1.ª Dinastia
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
 
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
 
Rei d sancho
Rei d sanchoRei d sancho
Rei d sancho
 
FormaçãO De Portugal
FormaçãO De PortugalFormaçãO De Portugal
FormaçãO De Portugal
 
A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
 

Mais de Beatriz Garcia

Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - MatemáticaFicha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
Beatriz Garcia
 
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do MeioFicha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
Beatriz Garcia
 
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptxA diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
Beatriz Garcia
 
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
Beatriz Garcia
 
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
Beatriz Garcia
 
Grau dos nomes.pdf
Grau dos nomes.pdfGrau dos nomes.pdf
Grau dos nomes.pdf
Beatriz Garcia
 
Género dos nomes.pdf
Género dos nomes.pdfGénero dos nomes.pdf
Género dos nomes.pdf
Beatriz Garcia
 
Jogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdfJogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdfExercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdf
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdfExercícios Gramaticais - Nomes.pdf
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais I.pdf
Exercícios Gramaticais I.pdfExercícios Gramaticais I.pdf
Exercícios Gramaticais I.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais IV.pdf
Exercícios Gramaticais IV.pdfExercícios Gramaticais IV.pdf
Exercícios Gramaticais IV.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais II.pdf
Exercícios Gramaticais II.pdfExercícios Gramaticais II.pdf
Exercícios Gramaticais II.pdf
Beatriz Garcia
 
Exercícios Gramaticais III.pdf
Exercícios Gramaticais III.pdfExercícios Gramaticais III.pdf
Exercícios Gramaticais III.pdf
Beatriz Garcia
 
Inverno I.pptx
Inverno I.pptxInverno I.pptx
Inverno I.pptx
Beatriz Garcia
 
Projeto São Martinho.pdf
Projeto São Martinho.pdfProjeto São Martinho.pdf
Projeto São Martinho.pdf
Beatriz Garcia
 
dicionario.pptx
dicionario.pptxdicionario.pptx
dicionario.pptx
Beatriz Garcia
 
Padrões diogo e luís
Padrões   diogo e luísPadrões   diogo e luís
Padrões diogo e luís
Beatriz Garcia
 
Padrões joana e mariana soares
Padrões   joana e mariana soaresPadrões   joana e mariana soares
Padrões joana e mariana soares
Beatriz Garcia
 
Sequências e padrões duarte e gonçalo rodrigues
Sequências e padrões   duarte e gonçalo rodriguesSequências e padrões   duarte e gonçalo rodrigues
Sequências e padrões duarte e gonçalo rodrigues
Beatriz Garcia
 

Mais de Beatriz Garcia (20)

Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - MatemáticaFicha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Matemática
 
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do MeioFicha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
Ficha de Avaliação Trimestral - 2º período - Estudo do Meio
 
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptxA diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
A diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.pptx
 
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
Flashcards_-_Vida_em_sociedade,_Instituições_e_serviços,_Seres_vivos,_Itinerá...
 
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
Flashcards_-_O_corpo,_O_passado_longínquo,_Perspetivas_para_o_futuro_longínqu...
 
Grau dos nomes.pdf
Grau dos nomes.pdfGrau dos nomes.pdf
Grau dos nomes.pdf
 
Género dos nomes.pdf
Género dos nomes.pdfGénero dos nomes.pdf
Género dos nomes.pdf
 
Jogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdfJogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdf
 
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdfExercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
Exercícios Gramaticais - Sílabas.pdf
 
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdf
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdfExercícios Gramaticais - Nomes.pdf
Exercícios Gramaticais - Nomes.pdf
 
Exercícios Gramaticais I.pdf
Exercícios Gramaticais I.pdfExercícios Gramaticais I.pdf
Exercícios Gramaticais I.pdf
 
Exercícios Gramaticais IV.pdf
Exercícios Gramaticais IV.pdfExercícios Gramaticais IV.pdf
Exercícios Gramaticais IV.pdf
 
Exercícios Gramaticais II.pdf
Exercícios Gramaticais II.pdfExercícios Gramaticais II.pdf
Exercícios Gramaticais II.pdf
 
Exercícios Gramaticais III.pdf
Exercícios Gramaticais III.pdfExercícios Gramaticais III.pdf
Exercícios Gramaticais III.pdf
 
Inverno I.pptx
Inverno I.pptxInverno I.pptx
Inverno I.pptx
 
Projeto São Martinho.pdf
Projeto São Martinho.pdfProjeto São Martinho.pdf
Projeto São Martinho.pdf
 
dicionario.pptx
dicionario.pptxdicionario.pptx
dicionario.pptx
 
Padrões diogo e luís
Padrões   diogo e luísPadrões   diogo e luís
Padrões diogo e luís
 
Padrões joana e mariana soares
Padrões   joana e mariana soaresPadrões   joana e mariana soares
Padrões joana e mariana soares
 
Sequências e padrões duarte e gonçalo rodrigues
Sequências e padrões   duarte e gonçalo rodriguesSequências e padrões   duarte e gonçalo rodrigues
Sequências e padrões duarte e gonçalo rodrigues
 

Último

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 

Foral de évora duarte, gonçalo rodrigues e joana

  • 1. O nosso concelho de Évora  Em 1165, o exercito do rei D. Afonso Henriques conquistou Évora sob o comando de Geraldo Geraldes sem Pavor. Inaugurou-se assim uma nova etapa de crescimento da cidade que chegou ao séc. XVI como a segunda mais importante do reino.
  • 2.  Desde logo D. Afonso Henriques mandou aí instalar a sede da Ordem Militar de São Bento de Caltrava e em 1166 concedeu à cidade de Évora o seu primeiro Foral (documento real utilizado em Portugal no seu antigo império colonial , que visava estabelecer um concelho e regular a sua administração , limites e privilégios).
  • 3. FORAL AFONSINO (1º Foral concedido a ÉVORA por D. Afonso Henriques) 1. [História] [História] Carta soberana que, regulando a administração de uma localidade, lhe dava certas regalias. In PRIBERAM
  • 5. TRABALHO ELABORADO POR:  Duarte Santos  Gonçalo Rodrigues  Joana Picaró 