SlideShare uma empresa Scribd logo
Lucrécia R. Valle
Novembro // 2011
CURA DE UMA MULHER
            ENCURVADA
• Jesus estava ensinando numa das sinagogas no
  sábado. E estava ali uma mulher que tinha um
  espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e
  andava encurvada, e não podia de modo algum
  endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-
  lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e
  impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se
  endireitou, e glorificava a Deus.

• [...] E não devia ser solta desta prisão, no dia de
  sábado, esta que é filha de Abraão, a qual há
  dezoito anos Satanás tinha presa?
                                             Lucas 13:10-13 e 16
Jesus estava ensinando numa das
sinagogas no sábado.
               Jesus ensina de forma
               constante, contínua, ofertando-
               nos sempre a oportunidade do
               aprendizado, em todos os dias
               de nossas vidas. Não ensina em
               qualquer lugar; busca em nós a
               sinagoga, ou seja, aquele local
               de nossa intimidade que nos
               possibilita conectar-se com o
               Criador, onde se encontra
               nossas aspirações superiores.
Não se reveste o ensinamento de Jesus de
quaisquer fórmulas complicadas.
Guardando embora o devido respeito a todas
as escolas de revelação da fé com os seus
colégios iniciáticos, notamos que o Senhor
desce da Altura, a fim de libertar o templo do
coração humano para a sublimidade do amor e
da luz, através da fraternidade, do amor e do
conhecimento.


         Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã
Para isso, o Mestre não exige que os homens
se façam heróis ou santos de um dia para o
outro. Não pede que os seguidores pratiquem
milagres, nem lhes reclama o impossível.
Dirige-se a palavra dEle à vida comum, aos
campos mas simples do sentimento, a luta
vulgar e às experiências de cada dia.
                                                                      Emmanuel




         Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã
E estava ali uma mulher que tinha
           um espírito de enfermidade...
Na raiz de toda doença, há sempre
componentes psíquicos ou espirituais que são
heranças decorrentes da Lei de Causa e Efeito,
procedentes de vidas transatas, que imprimem
nos genes os fatores propiciadores para a
instalação dos distúrbios na área da saúde.
                                                                            Joanna de Ângelis




Elucidações psicológicas à luz do espiritismo– Joanna de Ângelis / Divaldo Pereira Franco – Doença
• Mestre, sendo Deus tão misericordioso, por que pune
  seus filhos com defeitos e moléstias tão horríveis?
  - Acreditas, Tiago respondeu Jesus -, que Deus desça
  de sua sabedoria e de seu amor para punir seus
  próprios filhos? O Pai tem o seu plano determinado
  com respeito à criação inteira; mas, dentro desse
  plano, a cada criatura cabe uma parte na edificação,
  pela qual terá de responder. Abandonando o trabalho
  divino, para viver ao sabor dos caprichos próprios, a
  alma cria para si a situação correspondente,
  trabalhando para reintegrar-se no plano divino,
  depois de se haver deixado levar pelas sugestões
  funestas, contrárias à sua própria paz.
                Boa Nova – Humberto de Campos / Francisco Cândido Xavier – Lição: 13
Pode um Espírito tomar temporariamente o invólucro
corporal de uma pessoa viva, isto é, introduzir-se num
corpo animado e obrar em lugar do outro que se acha
encarnado neste corpo?
“O Espírito não entra em um corpo como entras numa
casa. Identifica-se com um Espírito encarnado, cujos
defeitos e qualidades sejam os mesmos que os seus, a
fim de obrar conjuntamente com ele. Mas, o encarnado
é sempre quem atua, conforme quer, sobre a matéria de
que se acha revestido. Um Espírito não pode substituir-se
ao que está encarnado, por isso que este terá que
permanecer ligado ao seu corpo até ao termo fixado para
sua existência material.”
                             Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 473
[...] “Mas, é preciso saibas que essa
    dominação não se efetua nunca
    sem que aquele que a sofre o
    consinta, quer por sua fraqueza,
    quer por desejá-la[...].”




         Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 474
... andava encurvada, e não podia de
         modo algum endireitar-se.
                          “É sempre a dívida moral que se
                          encarrega de produzir sincronia
                          entre o antigo algoz e sua vítima
                          anterior. O mais, é resultado da
                          perseverança dos indigitados
                          cobradores e das debilidades
                          morais daqueles que lhe passam a
                          sofrer o assédio”.
                                                                              Dr. Inácio Ferreira


Transtornos psiquiátricos e obsessivos – Manoel P. Miranda/ Divaldo Pereira Franco – capítulo 6
FAIXAS
Receberás, portanto, variados apelos, nascidos
do campo mental de todas as inteligências
encarnadas e desencarnadas que se afinam
contigo, tentando influenciar-te, através das
ondas inúmeras em que se revela a gama
infinita dos pensamentos da Humanidade, mas,
se buscas o Cristo, não ignoras em que altura
lhe brilha a faixa.
                                                                    Emmanuel



            Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38
Renovação moral
• O obsidiado, se não procurar-se diariamente,
  num trabalho perseverante de autodomínio ou
  autoeducação, progredindo em moral e
  edificação espiritual, jamais deixará de se
  sentir obsidiado, ainda que o seu primitivo
  obsessor se regenere. Sua renovação moral,
  portanto, será a principal terapêutica, nos
  casos em que ele possa agir. Yvone A. Pereira
• Casa limpa e adornada - Vide Mateus 12:43-45

          Recordações da Mediunidade– Yvone do Amaral Pereira – Cap. O complexo obsessão
Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe...
                  Se a realidade espiritual te busca, ofertando-
                  te serviço no levantamento das boas obras,
                  não te detenhas, apresentando
                  deformidades e frustrações. No clima da Boa
                  Nova, todos nós encontramos recursos de
                  cura e reabilitação, reerguimento e consolo.
                  Para isso, basta sejamos sinceros, diante da
                  nossa própria necessidade de corrigenda,
                  com o espírito espontaneamente
                  consagrado ao privilégio de trabalhar e
                  servir.
                                                                                   Emmanuel
Palavras de Vida Eterna – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição127: Chamamento divino
Jesus, o nosso Salvador, estende-nos os braços
amoráveis e compassivos. Com ele, a vida enriquecer-se-
á de valores imperecíveis e à sombra dos seus
ensinamentos celestes seguiremos, pelo trabalho
santificante, na direção da Pátria Universal ...
Todos os crentes registram-lhe o apelo consolador, mas
raros se revelam suficientemente valorosos na fé para
lhe buscarem a companhia. Em suma, é muito doce
escutar o “vinde a mim... Entretanto, para falar com
verdade, já consegues ir?
                                                                           Emmanuel




            Fonte Viva – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: Consegues ir?
Com a bússola do Evangelho, sabemos
perfeitamente onde se localizam o bem e o
mal, razão por que, dispondo todos nós do
leme da vontade, o problema de sintonia corre
por nossa conta.
                                                                   Emmanuel




            Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38
Como distinguir o bem e o mal?
“O bem é tudo o que é conforme à lei de Deus; o
  mal, tudo o que lhe é contrário. Assim, fazer o
  bem é proceder de acordo com a lei de Deus.
  Fazer o mal é infringi-la.”




                          Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 630
imediatamente ela se endireitou, e
           glorificava a Deus.
• Sempre surge a oportunidade, o tempo em
  que as vinculações menos felizes chegam a
  seu término. São os momentos em que o
  saneamento dos padrões negativos, que por
  vezes nos acompanham por períodos
  milenares, encontram o seu ponto final.




                       Luz Imperecível – UEM – Lição 62: Terreno Árido
Bibliografia
• Boa Nova – Humberto de Campos / Francisco Cândido Xavier – Lição :13
• Elucidações psicológicas à Luz do Espiritismo – Joanna de Ângelis / Divaldo
  Pereira Franco – Tema: Doença
• Fonte Viva – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: Consegues ir?
• Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questões 473, 474, 630
• Lucas 13:10-13 e 16
• Luz Imperecível – UEM – Lição 62: Terreno Árido
• Palavras de Vida Eterna – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição127:
  Chamamento divino
• Recordações da Mediunidade – Yvone do Amaral pereira – Capítulo: O
  complexo obsessão
• Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã
• Salmos 38:4-7
• Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38
• Transtornos psiquiátricos e obsessivos – Manoel P. Miranda/ Divaldo Pereira
  Franco – capítulo 6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Poder da Vontade
O Poder da VontadeO Poder da Vontade
O Poder da Vontade
Ricardo Azevedo
 
2.9.7 os espiritos durante os combates
2.9.7   os espiritos durante os combates2.9.7   os espiritos durante os combates
2.9.7 os espiritos durante os combates
Marta Gomes
 
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro SantosA Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
Mauro Santos
 
A realeza de jesus
A realeza de jesusA realeza de jesus
A realeza de jesus
Edemilson G Souza
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
Denise Aguiar
 
AULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalhoAULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalho
Harleyde Santos
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Tiburcio Santos
 
Evangeliza - Progressão dos Espíritos
Evangeliza - Progressão dos EspíritosEvangeliza - Progressão dos Espíritos
Evangeliza - Progressão dos Espíritos
Antonino Silva
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos PrudentesMistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
Grupo Espírita Cristão
 
Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2
Grupo Espírita Cristão
 
Motivos de resignação 05 05-17
Motivos de resignação 05 05-17Motivos de resignação 05 05-17
Motivos de resignação 05 05-17
Unesp
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
Ricardo Azevedo
 
Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos - Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos -
Danilo Galvão
 
O PODER DA GRATIDÃO
O PODER DA GRATIDÃOO PODER DA GRATIDÃO
O PODER DA GRATIDÃO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
A ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamentoA ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamento
ceakitajai
 
A familia na visao espirita
A familia na visao espiritaA familia na visao espirita
A familia na visao espirita
Henrique Vieira
 
Necessidade da vida social
Necessidade da vida socialNecessidade da vida social
Necessidade da vida social
Izabel Cristina Fonseca
 
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alvesNinguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Francisco Pereira
 

Mais procurados (20)

O Poder da Vontade
O Poder da VontadeO Poder da Vontade
O Poder da Vontade
 
2.9.7 os espiritos durante os combates
2.9.7   os espiritos durante os combates2.9.7   os espiritos durante os combates
2.9.7 os espiritos durante os combates
 
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro SantosA Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
 
A realeza de jesus
A realeza de jesusA realeza de jesus
A realeza de jesus
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
 
AULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalhoAULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalho
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
Evangeliza - Progressão dos Espíritos
Evangeliza - Progressão dos EspíritosEvangeliza - Progressão dos Espíritos
Evangeliza - Progressão dos Espíritos
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos PrudentesMistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
 
Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2
 
Motivos de resignação 05 05-17
Motivos de resignação 05 05-17Motivos de resignação 05 05-17
Motivos de resignação 05 05-17
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos - Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos -
 
O PODER DA GRATIDÃO
O PODER DA GRATIDÃOO PODER DA GRATIDÃO
O PODER DA GRATIDÃO
 
A ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamentoA ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamento
 
A familia na visao espirita
A familia na visao espiritaA familia na visao espirita
A familia na visao espirita
 
Necessidade da vida social
Necessidade da vida socialNecessidade da vida social
Necessidade da vida social
 
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alvesNinguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
 

Semelhante a A cura de uma mulher encurvada

Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
CEJG
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
Ricardo Azevedo
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
CEJG
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de SombraSérie Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Ricardo Azevedo
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
Eduardo Manoel Araujo
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens OcultasSérie Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - SegurançaSérie Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Ricardo Azevedo
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
paikachambi
 
Conquiste o inimigo venca a obsessao
Conquiste o inimigo   venca a obsessaoConquiste o inimigo   venca a obsessao
Conquiste o inimigo venca a obsessao
Henrique Vieira
 
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Claudio Macedo
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Jose Luiz Maio
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
ssuser9b8021
 
O verdadeiro Cristão
O verdadeiro CristãoO verdadeiro Cristão
O verdadeiro Cristão
Renato Arabe Saraiva
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Voltei irmão jacob
Voltei irmão jacobVoltei irmão jacob
Voltei irmão jacob
Antonio SSantos
 
Voltei irmao jacob
Voltei irmao jacobVoltei irmao jacob
Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2
Ricardo Azevedo
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
MRS
 

Semelhante a A cura de uma mulher encurvada (20)

Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 51 - Socorre a ti mesmo
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de SombraSérie Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens OcultasSérie Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - SegurançaSérie Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Conquiste o inimigo venca a obsessao
Conquiste o inimigo   venca a obsessaoConquiste o inimigo   venca a obsessao
Conquiste o inimigo venca a obsessao
 
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
 
O verdadeiro Cristão
O verdadeiro CristãoO verdadeiro Cristão
O verdadeiro Cristão
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
 
Voltei irmão jacob
Voltei irmão jacobVoltei irmão jacob
Voltei irmão jacob
 
Voltei irmao jacob
Voltei irmao jacobVoltei irmao jacob
Voltei irmao jacob
 
Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
 

Mais de Eduardo Henrique Marçal

Banho de descarrego ou limpeza
Banho de descarrego ou limpezaBanho de descarrego ou limpeza
Banho de descarrego ou limpeza
Eduardo Henrique Marçal
 
A conduta nos templos umbandistas
A conduta nos templos umbandistasA conduta nos templos umbandistas
A conduta nos templos umbandistas
Eduardo Henrique Marçal
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Reforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem MartírioReforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem Martírio
Eduardo Henrique Marçal
 
Oferendas na Umbanda
Oferendas na UmbandaOferendas na Umbanda
Oferendas na Umbanda
Eduardo Henrique Marçal
 
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
Eduardo Henrique Marçal
 
Exu o Grande Arcano - Rivas Neto
Exu o Grande Arcano - Rivas NetoExu o Grande Arcano - Rivas Neto
Exu o Grande Arcano - Rivas Neto
Eduardo Henrique Marçal
 
Exus
ExusExus
Colonias Espirituais
Colonias EspirituaisColonias Espirituais
Colonias Espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
União da Alma ao Corpo
União da Alma ao CorpoUnião da Alma ao Corpo
União da Alma ao Corpo
Eduardo Henrique Marçal
 
O que pode destruir a nossa vida
O que pode destruir a nossa vidaO que pode destruir a nossa vida
O que pode destruir a nossa vida
Eduardo Henrique Marçal
 
Espíritos Elementais
Espíritos ElementaisEspíritos Elementais
Espíritos Elementais
Eduardo Henrique Marçal
 
Colônias Espirituais
Colônias EspirituaisColônias Espirituais
Colônias Espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso LarCinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
Eduardo Henrique Marçal
 
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
Eduardo Henrique Marçal
 
Magia com as Plantas
Magia com as Plantas Magia com as Plantas
Magia com as Plantas
Eduardo Henrique Marçal
 
Festa da carne
Festa da carneFesta da carne
Festa da carne
Eduardo Henrique Marçal
 
Apometria
ApometriaApometria
Reencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
Reencarnação e Patologia do Sexo - HomossexualismoReencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
Reencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
Eduardo Henrique Marçal
 

Mais de Eduardo Henrique Marçal (20)

Banho de descarrego ou limpeza
Banho de descarrego ou limpezaBanho de descarrego ou limpeza
Banho de descarrego ou limpeza
 
A conduta nos templos umbandistas
A conduta nos templos umbandistasA conduta nos templos umbandistas
A conduta nos templos umbandistas
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Umbanda
 
Reforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem MartírioReforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem Martírio
 
Oferendas na Umbanda
Oferendas na UmbandaOferendas na Umbanda
Oferendas na Umbanda
 
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
A mente e as Causas de Adoecimento - femh set2012
 
Calendario 2
Calendario 2Calendario 2
Calendario 2
 
Exu o Grande Arcano - Rivas Neto
Exu o Grande Arcano - Rivas NetoExu o Grande Arcano - Rivas Neto
Exu o Grande Arcano - Rivas Neto
 
Exus
ExusExus
Exus
 
Colonias Espirituais
Colonias EspirituaisColonias Espirituais
Colonias Espirituais
 
União da Alma ao Corpo
União da Alma ao CorpoUnião da Alma ao Corpo
União da Alma ao Corpo
 
O que pode destruir a nossa vida
O que pode destruir a nossa vidaO que pode destruir a nossa vida
O que pode destruir a nossa vida
 
Espíritos Elementais
Espíritos ElementaisEspíritos Elementais
Espíritos Elementais
 
Colônias Espirituais
Colônias EspirituaisColônias Espirituais
Colônias Espirituais
 
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso LarCinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
Cinqüenta perguntas sobre o livro Nosso Lar
 
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
Incenso e Sal Grosso realmente funcionam?
 
Magia com as Plantas
Magia com as Plantas Magia com as Plantas
Magia com as Plantas
 
Festa da carne
Festa da carneFesta da carne
Festa da carne
 
Apometria
ApometriaApometria
Apometria
 
Reencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
Reencarnação e Patologia do Sexo - HomossexualismoReencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
Reencarnação e Patologia do Sexo - Homossexualismo
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (18)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

A cura de uma mulher encurvada

  • 2. CURA DE UMA MULHER ENCURVADA • Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado. E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse- lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. • [...] E não devia ser solta desta prisão, no dia de sábado, esta que é filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa? Lucas 13:10-13 e 16
  • 3. Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado. Jesus ensina de forma constante, contínua, ofertando- nos sempre a oportunidade do aprendizado, em todos os dias de nossas vidas. Não ensina em qualquer lugar; busca em nós a sinagoga, ou seja, aquele local de nossa intimidade que nos possibilita conectar-se com o Criador, onde se encontra nossas aspirações superiores.
  • 4. Não se reveste o ensinamento de Jesus de quaisquer fórmulas complicadas. Guardando embora o devido respeito a todas as escolas de revelação da fé com os seus colégios iniciáticos, notamos que o Senhor desce da Altura, a fim de libertar o templo do coração humano para a sublimidade do amor e da luz, através da fraternidade, do amor e do conhecimento. Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã
  • 5. Para isso, o Mestre não exige que os homens se façam heróis ou santos de um dia para o outro. Não pede que os seguidores pratiquem milagres, nem lhes reclama o impossível. Dirige-se a palavra dEle à vida comum, aos campos mas simples do sentimento, a luta vulgar e às experiências de cada dia. Emmanuel Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã
  • 6. E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade... Na raiz de toda doença, há sempre componentes psíquicos ou espirituais que são heranças decorrentes da Lei de Causa e Efeito, procedentes de vidas transatas, que imprimem nos genes os fatores propiciadores para a instalação dos distúrbios na área da saúde. Joanna de Ângelis Elucidações psicológicas à luz do espiritismo– Joanna de Ângelis / Divaldo Pereira Franco – Doença
  • 7. • Mestre, sendo Deus tão misericordioso, por que pune seus filhos com defeitos e moléstias tão horríveis? - Acreditas, Tiago respondeu Jesus -, que Deus desça de sua sabedoria e de seu amor para punir seus próprios filhos? O Pai tem o seu plano determinado com respeito à criação inteira; mas, dentro desse plano, a cada criatura cabe uma parte na edificação, pela qual terá de responder. Abandonando o trabalho divino, para viver ao sabor dos caprichos próprios, a alma cria para si a situação correspondente, trabalhando para reintegrar-se no plano divino, depois de se haver deixado levar pelas sugestões funestas, contrárias à sua própria paz. Boa Nova – Humberto de Campos / Francisco Cândido Xavier – Lição: 13
  • 8. Pode um Espírito tomar temporariamente o invólucro corporal de uma pessoa viva, isto é, introduzir-se num corpo animado e obrar em lugar do outro que se acha encarnado neste corpo? “O Espírito não entra em um corpo como entras numa casa. Identifica-se com um Espírito encarnado, cujos defeitos e qualidades sejam os mesmos que os seus, a fim de obrar conjuntamente com ele. Mas, o encarnado é sempre quem atua, conforme quer, sobre a matéria de que se acha revestido. Um Espírito não pode substituir-se ao que está encarnado, por isso que este terá que permanecer ligado ao seu corpo até ao termo fixado para sua existência material.” Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 473
  • 9. [...] “Mas, é preciso saibas que essa dominação não se efetua nunca sem que aquele que a sofre o consinta, quer por sua fraqueza, quer por desejá-la[...].” Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 474
  • 10. ... andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. “É sempre a dívida moral que se encarrega de produzir sincronia entre o antigo algoz e sua vítima anterior. O mais, é resultado da perseverança dos indigitados cobradores e das debilidades morais daqueles que lhe passam a sofrer o assédio”. Dr. Inácio Ferreira Transtornos psiquiátricos e obsessivos – Manoel P. Miranda/ Divaldo Pereira Franco – capítulo 6
  • 11. FAIXAS Receberás, portanto, variados apelos, nascidos do campo mental de todas as inteligências encarnadas e desencarnadas que se afinam contigo, tentando influenciar-te, através das ondas inúmeras em que se revela a gama infinita dos pensamentos da Humanidade, mas, se buscas o Cristo, não ignoras em que altura lhe brilha a faixa. Emmanuel Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38
  • 12. Renovação moral • O obsidiado, se não procurar-se diariamente, num trabalho perseverante de autodomínio ou autoeducação, progredindo em moral e edificação espiritual, jamais deixará de se sentir obsidiado, ainda que o seu primitivo obsessor se regenere. Sua renovação moral, portanto, será a principal terapêutica, nos casos em que ele possa agir. Yvone A. Pereira • Casa limpa e adornada - Vide Mateus 12:43-45 Recordações da Mediunidade– Yvone do Amaral Pereira – Cap. O complexo obsessão
  • 13. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe... Se a realidade espiritual te busca, ofertando- te serviço no levantamento das boas obras, não te detenhas, apresentando deformidades e frustrações. No clima da Boa Nova, todos nós encontramos recursos de cura e reabilitação, reerguimento e consolo. Para isso, basta sejamos sinceros, diante da nossa própria necessidade de corrigenda, com o espírito espontaneamente consagrado ao privilégio de trabalhar e servir. Emmanuel Palavras de Vida Eterna – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição127: Chamamento divino
  • 14. Jesus, o nosso Salvador, estende-nos os braços amoráveis e compassivos. Com ele, a vida enriquecer-se- á de valores imperecíveis e à sombra dos seus ensinamentos celestes seguiremos, pelo trabalho santificante, na direção da Pátria Universal ... Todos os crentes registram-lhe o apelo consolador, mas raros se revelam suficientemente valorosos na fé para lhe buscarem a companhia. Em suma, é muito doce escutar o “vinde a mim... Entretanto, para falar com verdade, já consegues ir? Emmanuel Fonte Viva – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: Consegues ir?
  • 15. Com a bússola do Evangelho, sabemos perfeitamente onde se localizam o bem e o mal, razão por que, dispondo todos nós do leme da vontade, o problema de sintonia corre por nossa conta. Emmanuel Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38
  • 16. Como distinguir o bem e o mal? “O bem é tudo o que é conforme à lei de Deus; o mal, tudo o que lhe é contrário. Assim, fazer o bem é proceder de acordo com a lei de Deus. Fazer o mal é infringi-la.” Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questão 630
  • 17. imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. • Sempre surge a oportunidade, o tempo em que as vinculações menos felizes chegam a seu término. São os momentos em que o saneamento dos padrões negativos, que por vezes nos acompanham por períodos milenares, encontram o seu ponto final. Luz Imperecível – UEM – Lição 62: Terreno Árido
  • 18. Bibliografia • Boa Nova – Humberto de Campos / Francisco Cândido Xavier – Lição :13 • Elucidações psicológicas à Luz do Espiritismo – Joanna de Ângelis / Divaldo Pereira Franco – Tema: Doença • Fonte Viva – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: Consegues ir? • Livro dos Espíritos – Allan Kardec – questões 473, 474, 630 • Lucas 13:10-13 e 16 • Luz Imperecível – UEM – Lição 62: Terreno Árido • Palavras de Vida Eterna – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição127: Chamamento divino • Recordações da Mediunidade – Yvone do Amaral pereira – Capítulo: O complexo obsessão • Roteiro – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição: A mensagem cristã • Salmos 38:4-7 • Seara dos Médiuns – Emmanuel / Francisco Cândido Xavier – Lição 38 • Transtornos psiquiátricos e obsessivos – Manoel P. Miranda/ Divaldo Pereira Franco – capítulo 6