SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCRITOS JOANINOS E EPÍSTOLAS CATÓLICAS
Padre Fábio Almeida, Diocese de Estância.
Instituto de Teologia São João XXIII
Anotações de aula - 27 de maio de 2017
* Evangelho de João
*Sinóticos: Retrato de Jesus - Vida e Missão
*João: "Raio X" de Jesus - Frei Carlos Mesters
-> Sinóticos: Cristologia Ascendente -> da humanidade à Divindade de Jesus
A PROFISSÃO DE FÉ DE PEDRO. "Jesus partiu com seus discípulos para os
povoados de Cesareia de Filipe e, no caminho, perguntou a seus discípulos:
"Quem dizem os homens que eu sou?" Eles responderam: "João Batista";
outros, Elias; outros ainda, um dos profetas", - "E vós, perguntou ele, quem
dizeis que eu sou?" Respondeu Pedro: "Tu és o Cristo". Então proibiu-os
severamente de falar a alguém a seu respeito". (Mc 8, 27 - 33)
-> Cristologia de João => Descendente: Da Divindade à humanidade.
CONTROVÉRSIAS E CONFLITOS
Discipulado de Jesus X Discipulado de João Batista (Batismo de Conversão)
"Sinais" joaninos => Pedagogia de Jesus: Quando JESUS realiza um SINAL
revela Sua Pessoa.
João 6 => Sacia a multidão: "Eu sou o pão da vida..."
SINAIS
* Bodas de Canaã (Jo 2, 1-11);
* Cura do Filho de um Funcionário (Jo 2, 46-54);
* Cura de um Enfermo (Piscina de Betesda) (Jo 5, 1-18)
Observação: 38 anos (uma geração) aguardando.
* Multiplicação dos Pães. (Jo 6, 1-15);
* Jesus anda sobre as águas. (Jo 6, 16-21);
* Cura de um cego de nascença. (Jo 9, 1-41)
* Ressurreição de Lázaro. (Jo 11, 1-44)
=> Quem é Jesus? Aquele que convoca para a vida eterna. É Ele a
ressurreição. (Jo 11, 25).
=> Em que sentido o sinal da Ressurreição de Lázaro ilumina a nossas vida?
OS NOMES DE JESUS
* Eu sou.
Jesus se auto apresenta, no Evangelho de João, com o mesmo nome de
JHWH: "Eu sou" (Ex. 3, 14).
Como Javé, Jesus não se deixa enquadrar em esquemas, imagens ou nomes
fixistas. Ele é o Deus conosco.
"Eu sou", na forma absoluta, como em Ex. 3, 14, aparece em Jo 8,
24.27.57;13,19. O "Eu sou" como predicativo introduz certo discurso de
Jesus. Jo 6, 35; Jo 6, 48-51; Jo 8, 12; Jo 10, 7; Jo 10, 11; Jo 11, 25; Jo 15, 1;
Jo 14, 6).
Assim, somos convidados a entrar no Evangelho de João com a mesma atitude
de Moisés diante da sarça ardente: com despojamento e muita escuta de Deus
que se manifesta nos sinais de nosso tempo. Ele é um Deus livre e
surpreendente que caminha e faz história conosco.
Bibliografia
COMBLIN, J. A Fé no Evangelho. São Paulo: Paulus, 2010. Pgs. 71 - 88.
"A fé é bem diferente daquilo que se ensinava há poucos anos. Ensinava-se que a
fé consiste em acreditar em toda a doutrina proposta pelo magistério eclesiástico.
Insistia-se muito no caráter misterioso da fé. Os dogmas eram apresentados de tal
maneira que pareciam puros mistérios incompreensíveis. A fé era justamente crer
no inacreditável. Já faz tempo que os teólogos procuraram mudar essa longa prática
catequética. A fé não é ato intelectual. A fé consiste em entregar a vida a Jesus. Ele
proclama uma nova vida, um novo mundo e convida a trabalhar com ele nessa
tarefa. A fé consiste em nos entregar a Jesus sem saber por onde passará o
caminho pelo qual nos conduz. É ato de confiança e ato que compromete a vida
toda. Pois a fé é entrar num caminho novo, desconhecido. A fé abre novos
horizontes para a vida. Não é um sacrifício: é um imenso benefício. Doravante, os
discípulos de Jesus sabem aonde vai a sua vida, qual será a sua tarefa." (Disponível
em: <http://www.paulus.com.br/loja/a-fe-no-evangelho_p_737.html>, acessado em
30.05.2017).
EXERCÍCIO
1. Quatro ideias do texto que mais iluminam a sua experiência de fé.
2. Qual o rosto de Jesus que você descobriu nesta leitura?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Faetef Faetef
 
Hebreus
HebreusHebreus
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Rogério Nunes
 
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptxAlianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
CarlosAzevedo109
 
Relativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igrejaRelativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igreja
Fulvio Leite
 
Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2
Moisés Sampaio
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
Romulo Roosemberg
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
Moisés Sampaio
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Éder Tomé
 
Aula 2a parte patristica
Aula  2a parte patristicaAula  2a parte patristica
Aula 2a parte patristica
Gcom digital factory
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
RODRIGO FERREIRA
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 1 antropologia
Aula 1   antropologiaAula 1   antropologia
Aula 1 antropologia
magnao2
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
Respirando Deus
 
As Cartas de Paulo
As Cartas de PauloAs Cartas de Paulo
As Cartas de Paulo
Egmon Pereira
 
A Pedagogia De Jesus
A Pedagogia De JesusA Pedagogia De Jesus
A Pedagogia De Jesus
Ângela Almeida
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
pbmarcelo
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
ADMILTON SOARES
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
faculdadeteologica
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
UEPB
 

Mais procurados (20)

Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptxAlianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
 
Relativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igrejaRelativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igreja
 
Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
 
Aula 2a parte patristica
Aula  2a parte patristicaAula  2a parte patristica
Aula 2a parte patristica
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
Aula 1 antropologia
Aula 1   antropologiaAula 1   antropologia
Aula 1 antropologia
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
 
As Cartas de Paulo
As Cartas de PauloAs Cartas de Paulo
As Cartas de Paulo
 
A Pedagogia De Jesus
A Pedagogia De JesusA Pedagogia De Jesus
A Pedagogia De Jesus
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
 

Semelhante a Escritos joaninos e epístolas católicas

Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
Respirando Deus
 
Teologia moral frei oton - aula 4 cristologia
Teologia moral   frei oton - aula 4 cristologiaTeologia moral   frei oton - aula 4 cristologia
Teologia moral frei oton - aula 4 cristologia
Zé Vitor Rabelo
 
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
Sérgio Ira
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
PIB Penha
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Giselle Bueno
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Giselle Bueno
 
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano BComentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
José Lima
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01
Joel Silva
 
Religiao De Jesus
Religiao De JesusReligiao De Jesus
Religiao De Jesus
ockotber
 
Religiao De Jesus
Religiao De JesusReligiao De Jesus
Religiao De Jesus
ockotber
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Aula 8 - João
Aula 8 - JoãoAula 8 - João
Aula 8 - João
ibrdoamor
 
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
Sergio Silva
 
Vol1cap10 04 jun2017
Vol1cap10 04 jun2017Vol1cap10 04 jun2017
Vol1cap10 04 jun2017
vitorazjr
 
Iii trim 2012 lição 1
Iii trim 2012   lição 1Iii trim 2012   lição 1
Iii trim 2012 lição 1
Prof_Adalberto
 
Encontro com Cristo
Encontro com CristoEncontro com Cristo
Encontro com Cristo
mcredentorista
 
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Virna Salgado Barra
 
Estudo jesus www.forumespirita.net
Estudo jesus www.forumespirita.netEstudo jesus www.forumespirita.net
Estudo jesus www.forumespirita.net
Fórum Espírita
 
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra vocêAula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
Andre Nascimento
 
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptxO Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
prigaissogordo
 

Semelhante a Escritos joaninos e epístolas católicas (20)

Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Teologia moral frei oton - aula 4 cristologia
Teologia moral   frei oton - aula 4 cristologiaTeologia moral   frei oton - aula 4 cristologia
Teologia moral frei oton - aula 4 cristologia
 
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
09 nocoes basicas_de_cristologia_pe_antonio_pontes
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
 
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano BComentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
Comentário: 3º Domingo da Páscoa - Ano B
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01
 
Religiao De Jesus
Religiao De JesusReligiao De Jesus
Religiao De Jesus
 
Religiao De Jesus
Religiao De JesusReligiao De Jesus
Religiao De Jesus
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
 
Aula 8 - João
Aula 8 - JoãoAula 8 - João
Aula 8 - João
 
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
Lição 17 - Por que Jesus é diferente - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões...
 
Vol1cap10 04 jun2017
Vol1cap10 04 jun2017Vol1cap10 04 jun2017
Vol1cap10 04 jun2017
 
Iii trim 2012 lição 1
Iii trim 2012   lição 1Iii trim 2012   lição 1
Iii trim 2012 lição 1
 
Encontro com Cristo
Encontro com CristoEncontro com Cristo
Encontro com Cristo
 
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
 
Estudo jesus www.forumespirita.net
Estudo jesus www.forumespirita.netEstudo jesus www.forumespirita.net
Estudo jesus www.forumespirita.net
 
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra vocêAula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
Aula Jonatas 41: Quem é jesus pra você
 
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptxO Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
O Caminho para a Vida - fevereiro1.docx.pptx
 

Mais de Paulo César dos Santos

A reforma universitária de 1968 25 anos depois
A reforma universitária de 1968 25 anos depoisA reforma universitária de 1968 25 anos depois
A reforma universitária de 1968 25 anos depois
Paulo César dos Santos
 
História e crise dos paradigmas
História e crise dos paradigmasHistória e crise dos paradigmas
História e crise dos paradigmas
Paulo César dos Santos
 
A queda original
A queda originalA queda original
A queda original
Paulo César dos Santos
 
At pentateuco e históricos (apostila 1)
At pentateuco e históricos (apostila 1)At pentateuco e históricos (apostila 1)
At pentateuco e históricos (apostila 1)
Paulo César dos Santos
 
Bíblia I -introdução e História de Israel
Bíblia I -introdução e História de Israel Bíblia I -introdução e História de Israel
Bíblia I -introdução e História de Israel
Paulo César dos Santos
 
2º swinga fest
2º swinga fest2º swinga fest
2º swinga fest
Paulo César dos Santos
 
Metodologia da pesquisa científica
Metodologia da pesquisa científicaMetodologia da pesquisa científica
Metodologia da pesquisa científica
Paulo César dos Santos
 

Mais de Paulo César dos Santos (7)

A reforma universitária de 1968 25 anos depois
A reforma universitária de 1968 25 anos depoisA reforma universitária de 1968 25 anos depois
A reforma universitária de 1968 25 anos depois
 
História e crise dos paradigmas
História e crise dos paradigmasHistória e crise dos paradigmas
História e crise dos paradigmas
 
A queda original
A queda originalA queda original
A queda original
 
At pentateuco e históricos (apostila 1)
At pentateuco e históricos (apostila 1)At pentateuco e históricos (apostila 1)
At pentateuco e históricos (apostila 1)
 
Bíblia I -introdução e História de Israel
Bíblia I -introdução e História de Israel Bíblia I -introdução e História de Israel
Bíblia I -introdução e História de Israel
 
2º swinga fest
2º swinga fest2º swinga fest
2º swinga fest
 
Metodologia da pesquisa científica
Metodologia da pesquisa científicaMetodologia da pesquisa científica
Metodologia da pesquisa científica
 

Último

edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Escritos joaninos e epístolas católicas

  • 1. ESCRITOS JOANINOS E EPÍSTOLAS CATÓLICAS Padre Fábio Almeida, Diocese de Estância. Instituto de Teologia São João XXIII Anotações de aula - 27 de maio de 2017 * Evangelho de João *Sinóticos: Retrato de Jesus - Vida e Missão *João: "Raio X" de Jesus - Frei Carlos Mesters -> Sinóticos: Cristologia Ascendente -> da humanidade à Divindade de Jesus A PROFISSÃO DE FÉ DE PEDRO. "Jesus partiu com seus discípulos para os povoados de Cesareia de Filipe e, no caminho, perguntou a seus discípulos: "Quem dizem os homens que eu sou?" Eles responderam: "João Batista"; outros, Elias; outros ainda, um dos profetas", - "E vós, perguntou ele, quem dizeis que eu sou?" Respondeu Pedro: "Tu és o Cristo". Então proibiu-os severamente de falar a alguém a seu respeito". (Mc 8, 27 - 33) -> Cristologia de João => Descendente: Da Divindade à humanidade. CONTROVÉRSIAS E CONFLITOS Discipulado de Jesus X Discipulado de João Batista (Batismo de Conversão) "Sinais" joaninos => Pedagogia de Jesus: Quando JESUS realiza um SINAL revela Sua Pessoa. João 6 => Sacia a multidão: "Eu sou o pão da vida..." SINAIS * Bodas de Canaã (Jo 2, 1-11); * Cura do Filho de um Funcionário (Jo 2, 46-54); * Cura de um Enfermo (Piscina de Betesda) (Jo 5, 1-18) Observação: 38 anos (uma geração) aguardando. * Multiplicação dos Pães. (Jo 6, 1-15); * Jesus anda sobre as águas. (Jo 6, 16-21); * Cura de um cego de nascença. (Jo 9, 1-41) * Ressurreição de Lázaro. (Jo 11, 1-44) => Quem é Jesus? Aquele que convoca para a vida eterna. É Ele a ressurreição. (Jo 11, 25). => Em que sentido o sinal da Ressurreição de Lázaro ilumina a nossas vida?
  • 2. OS NOMES DE JESUS * Eu sou. Jesus se auto apresenta, no Evangelho de João, com o mesmo nome de JHWH: "Eu sou" (Ex. 3, 14). Como Javé, Jesus não se deixa enquadrar em esquemas, imagens ou nomes fixistas. Ele é o Deus conosco. "Eu sou", na forma absoluta, como em Ex. 3, 14, aparece em Jo 8, 24.27.57;13,19. O "Eu sou" como predicativo introduz certo discurso de Jesus. Jo 6, 35; Jo 6, 48-51; Jo 8, 12; Jo 10, 7; Jo 10, 11; Jo 11, 25; Jo 15, 1; Jo 14, 6). Assim, somos convidados a entrar no Evangelho de João com a mesma atitude de Moisés diante da sarça ardente: com despojamento e muita escuta de Deus que se manifesta nos sinais de nosso tempo. Ele é um Deus livre e surpreendente que caminha e faz história conosco. Bibliografia COMBLIN, J. A Fé no Evangelho. São Paulo: Paulus, 2010. Pgs. 71 - 88. "A fé é bem diferente daquilo que se ensinava há poucos anos. Ensinava-se que a fé consiste em acreditar em toda a doutrina proposta pelo magistério eclesiástico. Insistia-se muito no caráter misterioso da fé. Os dogmas eram apresentados de tal maneira que pareciam puros mistérios incompreensíveis. A fé era justamente crer no inacreditável. Já faz tempo que os teólogos procuraram mudar essa longa prática catequética. A fé não é ato intelectual. A fé consiste em entregar a vida a Jesus. Ele proclama uma nova vida, um novo mundo e convida a trabalhar com ele nessa tarefa. A fé consiste em nos entregar a Jesus sem saber por onde passará o caminho pelo qual nos conduz. É ato de confiança e ato que compromete a vida toda. Pois a fé é entrar num caminho novo, desconhecido. A fé abre novos horizontes para a vida. Não é um sacrifício: é um imenso benefício. Doravante, os discípulos de Jesus sabem aonde vai a sua vida, qual será a sua tarefa." (Disponível em: <http://www.paulus.com.br/loja/a-fe-no-evangelho_p_737.html>, acessado em 30.05.2017). EXERCÍCIO 1. Quatro ideias do texto que mais iluminam a sua experiência de fé. 2. Qual o rosto de Jesus que você descobriu nesta leitura?