SlideShare uma empresa Scribd logo
Dons eTalentos usadosDons eTalentos usados
para a Glória de Deuspara a Glória de Deus
Ef 4:7-12
Efésios 4
E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida
repartida por Cristo.
Por isso é que foi dito: "Quando ele subiu em triunfo às alturas,
levou cativo muitos prisioneiros, e deu dons aos homens".
( Que significa "ele subiu", senão que também descera às
profundezas da terra?
Aquele que desceu é o mesmo que subiu acima de todos os
céus, a fim de encher todas as coisas. )
E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas,
outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres,
com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para
que o corpo de Cristo seja edificado,
... E deu dons aos homens... E deu dons aos homens
 Paulo citando Sl 68:18, ensina que os dons são
concedidos por Cristo por meio do Espírito.
 O NT possui três listas de dons espirituais:
◦ Rm 12:6-8
◦ ICo 12:8-11, 28
◦ Ef 4:11
 As listas não são idênticas e não são exaustivas;
Dons e TalentosDons e Talentos
 Dons citados nas listas:
◦ Palavra de sabedoria
◦ Palavra de conhecimento
◦ Fé
◦ Dons de curar
◦ Operação de milagres
◦ Profecia
◦ Discernimento de espíritos
◦ Variedade de línguas
◦ Interpretação de línguas
◦ Contribuição
◦ Serviço
◦ Misericórdia
◦ Governo
◦ Exortação
Dons e TalentosDons e Talentos
 Dons que não estão nas listas:
◦ Ministério com crianças
◦ Ministério com adolescentes
◦ Ministério com jovens
◦ Ministério com homens
◦ Ministério com mulheres
◦ Ministério com 3ª idade
◦ Ministério de Música
Dons e TalentosDons e Talentos
 Dons espirituais: “uma aptidão divinamente concedida
para servir a Deus e aos outros cristãos de modo a
glorificar a Cristo e a edificar os irmãos e irmãs na fé”
(Warren Wiersbe);
 Somente os que são nascidos de novo recebem dons
espirituais;
 Todo crente possui pelo menos um dom espiritual:
◦ IPe 4.10 Servi uns aos outros, cada um conforme o
dom que recebeu, como bons despenseiros da
multiforme graça de Deus.
Dons e TalentosDons e Talentos
 Dons espirituais:
◦ São concedidos conforme a vontade de Deus:
 ...tendo, porém, diferentes dons segundo a graça
que nos foi dada (Rm 12:6);
 Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas
coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um,
individualmente (ICo 12:11)
 E a cada um de nós foi concedida a graça,
conforme a medida repartida por Cristo (Ef 4:7)
Dons e TalentosDons e Talentos
◦ Talentos são aptidões naturais:
 Comuns a crentes e não crentes
 Habilidades que se desenvolvem ao longo da vida:
 Habilidades manuais
 Aptidões para artes plásticas
 Aptidões para Música
 Habilidade com números e matemática
 Tendência para liderança
Dons e TalentosDons e Talentos
 O Espírito Santo usa habilidades naturais para serem
usadas na obra:
◦ Aulas de Judô
◦ Aulas de Inglês
◦ Aulas de pintura em tela
◦ Aulas de artesanato
◦ Aulas de corte de cabelo e tratamento capilar
◦ Aulas de alfabetização de adultos
Dons e TalentosDons e Talentos
 Profissionais que podem ser úteis servindo aos irmãos e
ao próximo na igreja:
◦ Professor: inglês, reforço escolar, vestibular
comunitário, instrumentos musicais; Ed. Física
◦ Médico: ambulatório
◦ Dentista: ambulatório
◦ Engenheiro: aulas de matemática
◦ Advogado: assessoria jurídica
◦ Artista: ensino de técnicas artísticas
◦ Psicólogo: Atendimento ambulatorial, orientação
vocacional
◦ Assistente Social: orientação para emprego
Dons e TalentosDons e Talentos
◦ Administrador: orientação profissional para jovens
◦ Prof. Ed. Física: aulas para 3ª idade
◦ Analista de sistemas: aulas de informática
 Profissionais em geral podem ministrar palestras para a
comunidade:
◦ Ética e Cidadania
◦ Direito do consumidor
◦ Cuidados básicos em saúde
 A Igreja em ação na comunidade
 O Evangelho se fazendo visível
Apóstolos, Profetas, Evangelistas,Apóstolos, Profetas, Evangelistas,
Pastores e MestresPastores e Mestres
Atos 13:1-3: Havia na igreja de Antioquia profetas e
mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio
de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e
Saulo.
E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito
Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra
a que os tenho chamado.
Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos,
os despediram.
ApóstolosApóstolos
 “Alguém que foi enviado com uma missão”
 Dos muitos discípulos Jesus escolheu doze “Apóstolos”
 Tinham como missão: Pregação, Ensino, Administração
 Pregavam como “testemunhas da ressurreição”
(At 1:21,22)
◦ Escolhendo o que substituiria Judas:
At 1.21,22 É necessário, pois, que, dos homens que
nos acompanharam todo o tempo que o Senhor Jesus
andou entre nós, começando no batismo de João, até
ao dia em que dentre nós foi levado às alturas, um
destes se torne testemunha conosco da sua
ressurreição.
ApóstolosApóstolos
 Ensinavam a doutrina vinda de Cristo:
“E perseveravam na doutrina dos Apóstolos” (At 2:42)
 Administravam os bens da Igreja:
◦ At 4.36,37 José, a quem os apóstolos deram o
sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de
exortação, levita, natural de Chipre, como tivesse um
campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos
pés dos apóstolos.
ApóstolosApóstolos
 Responsáveis pela disciplina: At 5:1-11
 Atendiam os crentes em outras regiões onde a igreja
crescia: At 8:14, 9:32
 O dom do Espírito era concedido por meio deles:
At 8:15-17
ApóstolosApóstolos
 Cada cristão tem um ministério Apostólico:
“Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio”
(Jo 20:21)
◦ Anunciamos a Cristo ressuscitado;
◦ Ensinamos os novos convertidos a sã doutrina;
◦ Administramos como bons mordomos os bens da
Igreja.
ProfetasProfetas
 O que proclama a Palavra de Deus
 O propósito da profecia:
ICo 14.1-3:
Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas
principalmente que profetizeis.
Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a
Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala
mistérios.
Mas o que profetiza fala aos homens, edificando, exortando
e consolando.
◦ Edificação
◦ Exortação
◦ Consolação
 Todo crente tem um chamado ao ministério profético
EvangelistasEvangelistas
 O dom de evangelismo é a habilidade e o desejo de
comunicar, corajosa e claramente, o evangelho de Jesus
Cristo para que não-cristãos tornem-se cristãos.
 Pessoas com o Dom de Evangelismo
Tem uma verdadeira paixão pelos que ainda não
conhecem a Jesus Cristo como seu Salvador, tendo
especial capacidade para iniciar uma conversão com
estranhos e introduzir o tema da fé e da salvação.
Vive buscando oportunidade para anunciar o evangelho
e engenhando como fazê-lo de forma criativa e simples.
Não perde oportunidades e não se envergonha de falar
de sua fé em público ou a desconhecidos.
EvangelistasEvangelistas
 O crente que não possui o dom de Evangelista não tem
com isso desculpa para não evangelizar;
 O “Ide” de Jesus é dirigido a todo cristão comprometido
com a obra de Deus;
PastoresPastores
 Chamados para cuidar do rebanho
 O Apóstolo Paulo falando aos presbíteros da igreja em
Éfeso:
◦ At 20:28: Atendei por vós e por todo o rebanho sobre
o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para
pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou
com o seu próprio sangue;
PastoresPastores
 O Apóstolo Pedro:
IPe 5:1-4: Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu,
presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de
Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser
revelada:
pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por
constrangimento, mas espontaneamente, como Deus
quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade;
nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes,
tornando-vos modelos do rebanho.
Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a
imarcescível coroa da glória.
PastoresPastores
 Acolhem os novos crentes;
 Alimentam o rebanho com a Palavra;
 Tem especial interesse em estar com as ovelhas, visitá-
las, orar com elas, cuidar de suas feridas, participar de
suas alegrias;
 Tem paciência para ouvir seus problemas e aconselhar
ou exortar com doçura e firmeza;
MestresMestres
 Se dedicam a estudar e ensinar;
 Aprimoram sempre seu conhecimento para abençoar o
povo de Deus;
 São habilidosos com as palavras e didáticos nas
explicações;
Deus quer me usarDeus quer me usar
para edificar a Igrejapara edificar a Igreja
Ef 4:12: com o fim de preparar os santos para a obra do
ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,
 Tudo que de mim puder ser aproveitado para abençoar
a Igreja e trazer os que estão perdidos eu vou oferecer
a Deus;
 Tudo que eu poderia fazer e ainda não faço com este
propósito, eu vou pedir a Deus que me conceda
capacidade para ser mais útil;
 Não vou me conformar em sentar no banco e não estar
com meus dons e talentos sendo aplicados para a
Glória de Deus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A obra do espirito santo na igreja
A obra do espirito santo na igrejaA obra do espirito santo na igreja
A obra do espirito santo na igreja
Marconi Pacheco
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
Rodrigo Bomfim
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
Marcelo Santos
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
RODRIGO FERREIRA
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
Luan Almeida
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
Elisa Schenk
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
Daniel de Carvalho Luz
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
igrejafecrista
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
UEPB
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Respirando Deus
 
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAISLição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Erberson Pinheiro
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Dagmar Wendt
 
1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo
Nicolas Panda
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
Respirando Deus
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
O Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de DeusO Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de Deus
José Silva
 

Mais procurados (20)

A obra do espirito santo na igreja
A obra do espirito santo na igrejaA obra do espirito santo na igreja
A obra do espirito santo na igreja
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
 
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAISLição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
O Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de DeusO Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de Deus
 

Destaque

Talentos e Dons
Talentos e DonsTalentos e Dons
Talentos e Dons
Paulo Bergmann
 
Os 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito SantoOs 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito Santo
Roberto Trindade
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
Os 9 dons do espirito santo
Os 9 dons do espirito santoOs 9 dons do espirito santo
Os 9 dons do espirito santo
Revista Shalom
 
Talent on apres
Talent on apresTalent on apres
Talent on apres
Vanderlei Campos
 
Conselhosquemarcam
ConselhosquemarcamConselhosquemarcam
Conselhosquemarcam
Dagmar Wendt
 
O talento
O talentoO talento
O talento
Fer Nanda
 
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentosAplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
HoganAtelieRH
 
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
Fábio Giordani
 
Parabola dos talentos (1)
Parabola dos talentos (1)Parabola dos talentos (1)
Parabola dos talentos (1)
Alice Lirio
 
Talentos andré dametto
Talentos andré damettoTalentos andré dametto
Talentos andré dametto
André Dametto Consultoria
 
Soluções Mapa de Talentos
Soluções  Mapa de TalentosSoluções  Mapa de Talentos
Soluções Mapa de Talentos
mapadetalentos
 
Pedagogo na área empresarial
Pedagogo na área empresarialPedagogo na área empresarial
Pedagogo na área empresarial
Leandro Oliveira
 
O Deus soberano que atrai irresistivelmente
O Deus soberano que atrai irresistivelmenteO Deus soberano que atrai irresistivelmente
O Deus soberano que atrai irresistivelmente
Tiago Silveira
 
O solo da glória de Deus
O solo da glória de DeusO solo da glória de Deus
O solo da glória de Deus
Tiago Silveira
 
Os elementos essenciais da vida: pão da vida
Os elementos essenciais da vida: pão da vidaOs elementos essenciais da vida: pão da vida
Os elementos essenciais da vida: pão da vida
Tiago Silveira
 
SEJA COMO CRIANÇA
SEJA COMO CRIANÇASEJA COMO CRIANÇA
SEJA COMO CRIANÇA
Tiago Silveira
 
Os elementos essenciais da vida: luz
Os elementos essenciais da vida: luzOs elementos essenciais da vida: luz
Os elementos essenciais da vida: luz
Tiago Silveira
 
Um coração parecido com o do senhor
Um coração parecido com o do senhorUm coração parecido com o do senhor
Um coração parecido com o do senhor
Tiago Silveira
 
Passos da Restauração de Pedro
Passos da Restauração de PedroPassos da Restauração de Pedro
Passos da Restauração de Pedro
Eid Marques
 

Destaque (20)

Talentos e Dons
Talentos e DonsTalentos e Dons
Talentos e Dons
 
Os 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito SantoOs 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito Santo
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Os 9 dons do espirito santo
Os 9 dons do espirito santoOs 9 dons do espirito santo
Os 9 dons do espirito santo
 
Talent on apres
Talent on apresTalent on apres
Talent on apres
 
Conselhosquemarcam
ConselhosquemarcamConselhosquemarcam
Conselhosquemarcam
 
O talento
O talentoO talento
O talento
 
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentosAplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
Aplicações Hogan em todo o ciclo de gestão de talentos
 
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
Triangulo de talentos Gerenciamento de Projetos - Painel ESPM 2016_2
 
Parabola dos talentos (1)
Parabola dos talentos (1)Parabola dos talentos (1)
Parabola dos talentos (1)
 
Talentos andré dametto
Talentos andré damettoTalentos andré dametto
Talentos andré dametto
 
Soluções Mapa de Talentos
Soluções  Mapa de TalentosSoluções  Mapa de Talentos
Soluções Mapa de Talentos
 
Pedagogo na área empresarial
Pedagogo na área empresarialPedagogo na área empresarial
Pedagogo na área empresarial
 
O Deus soberano que atrai irresistivelmente
O Deus soberano que atrai irresistivelmenteO Deus soberano que atrai irresistivelmente
O Deus soberano que atrai irresistivelmente
 
O solo da glória de Deus
O solo da glória de DeusO solo da glória de Deus
O solo da glória de Deus
 
Os elementos essenciais da vida: pão da vida
Os elementos essenciais da vida: pão da vidaOs elementos essenciais da vida: pão da vida
Os elementos essenciais da vida: pão da vida
 
SEJA COMO CRIANÇA
SEJA COMO CRIANÇASEJA COMO CRIANÇA
SEJA COMO CRIANÇA
 
Os elementos essenciais da vida: luz
Os elementos essenciais da vida: luzOs elementos essenciais da vida: luz
Os elementos essenciais da vida: luz
 
Um coração parecido com o do senhor
Um coração parecido com o do senhorUm coração parecido com o do senhor
Um coração parecido com o do senhor
 
Passos da Restauração de Pedro
Passos da Restauração de PedroPassos da Restauração de Pedro
Passos da Restauração de Pedro
 

Semelhante a Dons e talentos usados para a gloria de deus

Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
Ricardo Gondim
 
igreja-161123235227 (1).pdf
igreja-161123235227 (1).pdfigreja-161123235227 (1).pdf
igreja-161123235227 (1).pdf
Tiago Silva
 
Um visão bíblica da Igreja
Um visão bíblica da IgrejaUm visão bíblica da Igreja
Um visão bíblica da Igreja
Viva a Igreja
 
Cat07
Cat07Cat07
E Deu Dons aos Homens
E Deu Dons aos HomensE Deu Dons aos Homens
E Deu Dons aos Homens
pralucianaevangelista
 
Manual do diacono
Manual do diaconoManual do diacono
Manual do diacono
diaconosdapituba
 
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-SeminárioAula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
sebastiaoluzemboluz
 
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
LUIZ GUSTAVO Souza Paula
 
A igreja primitiva
A igreja primitivaA igreja primitiva
A igreja primitiva
Wilson Paulo de Santana Paulo
 
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno LageO que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
Igreja Presbiteriana Renovada de Castelo Branco
 
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
Joel Silva
 
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida CristãLivro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Nilson Almeida
 
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituaisLição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
pralucianaevangelista
 
M7 ensino 01 02
M7 ensino 01 02M7 ensino 01 02
Apostila os Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
Apostila   os  Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo Apostila   os  Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
Apostila os Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
Robson Rocha
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
José Carlos Polozi
 
Lição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de DeusLição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de Deus
Igreja Presbiteriana Zona Sul
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
UEPB
 
“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”
JUERP
 
O sacerdócio de todos os crentes
O sacerdócio de todos os crentesO sacerdócio de todos os crentes
O sacerdócio de todos os crentes
Brasilia2013
 

Semelhante a Dons e talentos usados para a gloria de deus (20)

Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
 
igreja-161123235227 (1).pdf
igreja-161123235227 (1).pdfigreja-161123235227 (1).pdf
igreja-161123235227 (1).pdf
 
Um visão bíblica da Igreja
Um visão bíblica da IgrejaUm visão bíblica da Igreja
Um visão bíblica da Igreja
 
Cat07
Cat07Cat07
Cat07
 
E Deu Dons aos Homens
E Deu Dons aos HomensE Deu Dons aos Homens
E Deu Dons aos Homens
 
Manual do diacono
Manual do diaconoManual do diacono
Manual do diacono
 
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-SeminárioAula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
Aula 6 Discipulado Cristão PDF.pdf-Seminário
 
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
 
A igreja primitiva
A igreja primitivaA igreja primitiva
A igreja primitiva
 
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno LageO que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
 
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 06.pptx
 
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida CristãLivro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
 
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituaisLição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
 
M7 ensino 01 02
M7 ensino 01 02M7 ensino 01 02
M7 ensino 01 02
 
Apostila os Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
Apostila   os  Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo Apostila   os  Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
Apostila os Ministérios e Dons da Igreja de Jesus Cristo
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
 
Lição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de DeusLição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de Deus
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
 
“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”
 
O sacerdócio de todos os crentes
O sacerdócio de todos os crentesO sacerdócio de todos os crentes
O sacerdócio de todos os crentes
 

Mais de Tiago Silveira

Ezequias e a serpente de bronze
Ezequias e a serpente de bronze Ezequias e a serpente de bronze
Ezequias e a serpente de bronze
Tiago Silveira
 
A importancia da Escola Bíblica Dominical
A importancia da Escola Bíblica DominicalA importancia da Escola Bíblica Dominical
A importancia da Escola Bíblica Dominical
Tiago Silveira
 
As prioridades na vida do homem de Deus
As prioridades na vida do homem de DeusAs prioridades na vida do homem de Deus
As prioridades na vida do homem de Deus
Tiago Silveira
 
Os elementos essenciais da vida: água
Os elementos essenciais da vida: águaOs elementos essenciais da vida: água
Os elementos essenciais da vida: água
Tiago Silveira
 
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vida
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vidaOs elementos essenciais da vida ar: folego de vida
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vida
Tiago Silveira
 
O Deus soberano que elege os que salva
O Deus soberano que elege os que salvaO Deus soberano que elege os que salva
O Deus soberano que elege os que salva
Tiago Silveira
 
O Deus soberano que guarda os que são seus
O Deus soberano que guarda os que são seusO Deus soberano que guarda os que são seus
O Deus soberano que guarda os que são seus
Tiago Silveira
 
Jó: Fé, Perseverança, Adoração
Jó: Fé, Perseverança, AdoraçãoJó: Fé, Perseverança, Adoração
Jó: Fé, Perseverança, Adoração
Tiago Silveira
 
O Deus soberano e a corrupção humana
O Deus soberano e a corrupção humanaO Deus soberano e a corrupção humana
O Deus soberano e a corrupção humana
Tiago Silveira
 
O atleta que alcança o premio
O atleta que alcança o premioO atleta que alcança o premio
O atleta que alcança o premio
Tiago Silveira
 
Porque zaqueu subiu na árvore
Porque zaqueu subiu na árvorePorque zaqueu subiu na árvore
Porque zaqueu subiu na árvore
Tiago Silveira
 
Deus se revela a Moisés
Deus se revela a MoisésDeus se revela a Moisés
Deus se revela a Moisés
Tiago Silveira
 
Livros proféticos
Livros proféticosLivros proféticos
Livros proféticos
Tiago Silveira
 
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUSTRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
Tiago Silveira
 
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUSIMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
Tiago Silveira
 
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGAA LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
Tiago Silveira
 
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURAO DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
Tiago Silveira
 
As lições de vida da parábola do bom samaritano
As lições de vida da parábola do bom samaritanoAs lições de vida da parábola do bom samaritano
As lições de vida da parábola do bom samaritano
Tiago Silveira
 
O OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUSO OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUS
Tiago Silveira
 
Alcançando uma espiritualidade saudável
Alcançando uma espiritualidade saudávelAlcançando uma espiritualidade saudável
Alcançando uma espiritualidade saudável
Tiago Silveira
 

Mais de Tiago Silveira (20)

Ezequias e a serpente de bronze
Ezequias e a serpente de bronze Ezequias e a serpente de bronze
Ezequias e a serpente de bronze
 
A importancia da Escola Bíblica Dominical
A importancia da Escola Bíblica DominicalA importancia da Escola Bíblica Dominical
A importancia da Escola Bíblica Dominical
 
As prioridades na vida do homem de Deus
As prioridades na vida do homem de DeusAs prioridades na vida do homem de Deus
As prioridades na vida do homem de Deus
 
Os elementos essenciais da vida: água
Os elementos essenciais da vida: águaOs elementos essenciais da vida: água
Os elementos essenciais da vida: água
 
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vida
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vidaOs elementos essenciais da vida ar: folego de vida
Os elementos essenciais da vida ar: folego de vida
 
O Deus soberano que elege os que salva
O Deus soberano que elege os que salvaO Deus soberano que elege os que salva
O Deus soberano que elege os que salva
 
O Deus soberano que guarda os que são seus
O Deus soberano que guarda os que são seusO Deus soberano que guarda os que são seus
O Deus soberano que guarda os que são seus
 
Jó: Fé, Perseverança, Adoração
Jó: Fé, Perseverança, AdoraçãoJó: Fé, Perseverança, Adoração
Jó: Fé, Perseverança, Adoração
 
O Deus soberano e a corrupção humana
O Deus soberano e a corrupção humanaO Deus soberano e a corrupção humana
O Deus soberano e a corrupção humana
 
O atleta que alcança o premio
O atleta que alcança o premioO atleta que alcança o premio
O atleta que alcança o premio
 
Porque zaqueu subiu na árvore
Porque zaqueu subiu na árvorePorque zaqueu subiu na árvore
Porque zaqueu subiu na árvore
 
Deus se revela a Moisés
Deus se revela a MoisésDeus se revela a Moisés
Deus se revela a Moisés
 
Livros proféticos
Livros proféticosLivros proféticos
Livros proféticos
 
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUSTRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
TRABALHANDO PARA AGRADAR A DEUS
 
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUSIMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
IMPEDIMENTOS PARA UMA COMPLETA DEPENDÊNCIA DE DEUS
 
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGAA LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
A LIBERTAÇÃO DE UM ENDEMONIADO NA SINAGOGA
 
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURAO DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
O DIÁCONO QUE DEUS PROCURA
 
As lições de vida da parábola do bom samaritano
As lições de vida da parábola do bom samaritanoAs lições de vida da parábola do bom samaritano
As lições de vida da parábola do bom samaritano
 
O OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUSO OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUS
 
Alcançando uma espiritualidade saudável
Alcançando uma espiritualidade saudávelAlcançando uma espiritualidade saudável
Alcançando uma espiritualidade saudável
 

Último

Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 

Último (15)

Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 

Dons e talentos usados para a gloria de deus

  • 1. Dons eTalentos usadosDons eTalentos usados para a Glória de Deuspara a Glória de Deus Ef 4:7-12
  • 2. Efésios 4 E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo. Por isso é que foi dito: "Quando ele subiu em triunfo às alturas, levou cativo muitos prisioneiros, e deu dons aos homens". ( Que significa "ele subiu", senão que também descera às profundezas da terra? Aquele que desceu é o mesmo que subiu acima de todos os céus, a fim de encher todas as coisas. ) E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,
  • 3. ... E deu dons aos homens... E deu dons aos homens  Paulo citando Sl 68:18, ensina que os dons são concedidos por Cristo por meio do Espírito.  O NT possui três listas de dons espirituais: ◦ Rm 12:6-8 ◦ ICo 12:8-11, 28 ◦ Ef 4:11  As listas não são idênticas e não são exaustivas;
  • 4. Dons e TalentosDons e Talentos  Dons citados nas listas: ◦ Palavra de sabedoria ◦ Palavra de conhecimento ◦ Fé ◦ Dons de curar ◦ Operação de milagres ◦ Profecia ◦ Discernimento de espíritos ◦ Variedade de línguas ◦ Interpretação de línguas ◦ Contribuição ◦ Serviço ◦ Misericórdia ◦ Governo ◦ Exortação
  • 5. Dons e TalentosDons e Talentos  Dons que não estão nas listas: ◦ Ministério com crianças ◦ Ministério com adolescentes ◦ Ministério com jovens ◦ Ministério com homens ◦ Ministério com mulheres ◦ Ministério com 3ª idade ◦ Ministério de Música
  • 6. Dons e TalentosDons e Talentos  Dons espirituais: “uma aptidão divinamente concedida para servir a Deus e aos outros cristãos de modo a glorificar a Cristo e a edificar os irmãos e irmãs na fé” (Warren Wiersbe);  Somente os que são nascidos de novo recebem dons espirituais;  Todo crente possui pelo menos um dom espiritual: ◦ IPe 4.10 Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.
  • 7. Dons e TalentosDons e Talentos  Dons espirituais: ◦ São concedidos conforme a vontade de Deus:  ...tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada (Rm 12:6);  Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente (ICo 12:11)  E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo (Ef 4:7)
  • 8. Dons e TalentosDons e Talentos ◦ Talentos são aptidões naturais:  Comuns a crentes e não crentes  Habilidades que se desenvolvem ao longo da vida:  Habilidades manuais  Aptidões para artes plásticas  Aptidões para Música  Habilidade com números e matemática  Tendência para liderança
  • 9. Dons e TalentosDons e Talentos  O Espírito Santo usa habilidades naturais para serem usadas na obra: ◦ Aulas de Judô ◦ Aulas de Inglês ◦ Aulas de pintura em tela ◦ Aulas de artesanato ◦ Aulas de corte de cabelo e tratamento capilar ◦ Aulas de alfabetização de adultos
  • 10. Dons e TalentosDons e Talentos  Profissionais que podem ser úteis servindo aos irmãos e ao próximo na igreja: ◦ Professor: inglês, reforço escolar, vestibular comunitário, instrumentos musicais; Ed. Física ◦ Médico: ambulatório ◦ Dentista: ambulatório ◦ Engenheiro: aulas de matemática ◦ Advogado: assessoria jurídica ◦ Artista: ensino de técnicas artísticas ◦ Psicólogo: Atendimento ambulatorial, orientação vocacional ◦ Assistente Social: orientação para emprego
  • 11. Dons e TalentosDons e Talentos ◦ Administrador: orientação profissional para jovens ◦ Prof. Ed. Física: aulas para 3ª idade ◦ Analista de sistemas: aulas de informática  Profissionais em geral podem ministrar palestras para a comunidade: ◦ Ética e Cidadania ◦ Direito do consumidor ◦ Cuidados básicos em saúde  A Igreja em ação na comunidade  O Evangelho se fazendo visível
  • 12. Apóstolos, Profetas, Evangelistas,Apóstolos, Profetas, Evangelistas, Pastores e MestresPastores e Mestres Atos 13:1-3: Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.
  • 13.
  • 14. ApóstolosApóstolos  “Alguém que foi enviado com uma missão”  Dos muitos discípulos Jesus escolheu doze “Apóstolos”  Tinham como missão: Pregação, Ensino, Administração  Pregavam como “testemunhas da ressurreição” (At 1:21,22) ◦ Escolhendo o que substituiria Judas: At 1.21,22 É necessário, pois, que, dos homens que nos acompanharam todo o tempo que o Senhor Jesus andou entre nós, começando no batismo de João, até ao dia em que dentre nós foi levado às alturas, um destes se torne testemunha conosco da sua ressurreição.
  • 15. ApóstolosApóstolos  Ensinavam a doutrina vinda de Cristo: “E perseveravam na doutrina dos Apóstolos” (At 2:42)  Administravam os bens da Igreja: ◦ At 4.36,37 José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, levita, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos.
  • 16. ApóstolosApóstolos  Responsáveis pela disciplina: At 5:1-11  Atendiam os crentes em outras regiões onde a igreja crescia: At 8:14, 9:32  O dom do Espírito era concedido por meio deles: At 8:15-17
  • 17. ApóstolosApóstolos  Cada cristão tem um ministério Apostólico: “Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio” (Jo 20:21) ◦ Anunciamos a Cristo ressuscitado; ◦ Ensinamos os novos convertidos a sã doutrina; ◦ Administramos como bons mordomos os bens da Igreja.
  • 18. ProfetasProfetas  O que proclama a Palavra de Deus  O propósito da profecia: ICo 14.1-3: Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas principalmente que profetizeis. Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. Mas o que profetiza fala aos homens, edificando, exortando e consolando. ◦ Edificação ◦ Exortação ◦ Consolação  Todo crente tem um chamado ao ministério profético
  • 19. EvangelistasEvangelistas  O dom de evangelismo é a habilidade e o desejo de comunicar, corajosa e claramente, o evangelho de Jesus Cristo para que não-cristãos tornem-se cristãos.  Pessoas com o Dom de Evangelismo Tem uma verdadeira paixão pelos que ainda não conhecem a Jesus Cristo como seu Salvador, tendo especial capacidade para iniciar uma conversão com estranhos e introduzir o tema da fé e da salvação. Vive buscando oportunidade para anunciar o evangelho e engenhando como fazê-lo de forma criativa e simples. Não perde oportunidades e não se envergonha de falar de sua fé em público ou a desconhecidos.
  • 20. EvangelistasEvangelistas  O crente que não possui o dom de Evangelista não tem com isso desculpa para não evangelizar;  O “Ide” de Jesus é dirigido a todo cristão comprometido com a obra de Deus;
  • 21. PastoresPastores  Chamados para cuidar do rebanho  O Apóstolo Paulo falando aos presbíteros da igreja em Éfeso: ◦ At 20:28: Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue;
  • 22. PastoresPastores  O Apóstolo Pedro: IPe 5:1-4: Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho. Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível coroa da glória.
  • 23. PastoresPastores  Acolhem os novos crentes;  Alimentam o rebanho com a Palavra;  Tem especial interesse em estar com as ovelhas, visitá- las, orar com elas, cuidar de suas feridas, participar de suas alegrias;  Tem paciência para ouvir seus problemas e aconselhar ou exortar com doçura e firmeza;
  • 24. MestresMestres  Se dedicam a estudar e ensinar;  Aprimoram sempre seu conhecimento para abençoar o povo de Deus;  São habilidosos com as palavras e didáticos nas explicações;
  • 25. Deus quer me usarDeus quer me usar para edificar a Igrejapara edificar a Igreja Ef 4:12: com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,  Tudo que de mim puder ser aproveitado para abençoar a Igreja e trazer os que estão perdidos eu vou oferecer a Deus;  Tudo que eu poderia fazer e ainda não faço com este propósito, eu vou pedir a Deus que me conceda capacidade para ser mais útil;  Não vou me conformar em sentar no banco e não estar com meus dons e talentos sendo aplicados para a Glória de Deus