SlideShare uma empresa Scribd logo
A Crase
1. Introdução
2. Crase, fusão da preposição a
2.1 Exemplos
2.2 Dicas I
2.3 Dicas II
3. Alguns exemplos em que ocorre crase
3.1 Alguns exemplos em que não ocorre crase
3.2 Uso facultativo da crase
4.A crase na música
5. Fonte
Profª Rosiane Fernandes Silva
1. Introdução
Crase é uma palavra de origem grega
“Krasis” e significa "mistura", "fusão".
Na escrita, para indicar a crase, utilizamos o
acento grave ( `).
Apesar do uso corrente, crase não é o nome
do acento, mas do fenômeno representado
através do acento grave.
2.Crase, fusão da preposição a
A crase ocorre quando a preposição a se funde com:
•O artigo feminino definido a: Assistimos à peça de
teatro.
•O artigo inicial do pronome demonstrativo aquele e
suas flexões: Não me refiro àqueles livros.
• O pronome demonstrativo a ou ( as): Irei à loja do
centro.
2.1Exemplos
Encontrei a menina. O verbo encontrar não exige a
preposição a, por isso o substantivo menina é precedido
apenas de artigo.
Gostei da menina. Conversei com a menina. Os verbos
gostar e conversar, transitivo indireto, exigem preposição que
se contrai ( de +a + da), não o artigo a.
Agradei à menina. O verbo agradar, na acepção de “ser
gentil”, “ser agradável”, é transitivo indireto e exige a
preposição a, que se une com o artigo a resultando em crase.
2.2 Dicas I
 Em caso de dúvidas, substitua o termo
regido por um equivalente masculino. Se
ocorrer a combinação ao, ocorreu a crase.
 Observe: Vou à cidade
Vou ao bairro.
Chegou às duas horas
Chegou ao meio-dia.
Note:
Convoquei as alunas/ os alunos para a
reunião após a substituição não aparece o
ao, por isso não ocorre crase.
2.3 Dicas II
Outra regra prática que deve ser verificada é a
de substituir verbos que transmitem ideia de
movimento ( ir , vir, chegar) pelo verbo voltar.
Ocorrendo a preposição de não haverá
crase, mas se ocorrer a preposição da haverá
crase.
Exemplos: Vou a Roma. Voltei de Roma.
Vou à Roma dos Césares. Voltei da Roma dos
Césares.
Siga a regra: Se vou A e volto DA crase há.
Se vou A e volto DE, crase pra quê?
3.Alguns exemplos em que ocorre
crase
1. Antes de substantivo feminino que exija artigo:
Adaptei-me à turma.
2. Antes de numeral seguido da palavra hora, mesmo
subentendida:
Chegaremos às quatro horas
Fui dormir às duas da manhã.
3. Antes da palavra casa, se esta vier determinada:
Retornou à casa paterna.
4. Se puder subentender as palavras moda ou maneira:
Saiu à francesa.
Escrever à Graciliano Ramos.
3.1 Alguns exemplos em que não ocorre a crase.
1. Antes de substantivo masculino:
Iremos a cavalo.
2. Antes do artigo indefinido uma:
Foi a uma igreja orar.
3. Antes de verbo:
Convenceu-me a aceitar.
4. Antes de expressões de tratamento:
Remetemos a Vossa Senhorita os documentos.
5. Antes de palavra feminina em sentido genérico:
Não assisto as peças que não tenham um bom elenco.
3.2 Uso facultativo da crase
1. Antes de nome próprio referente a pessoa:
Ofereci um poema a ou ( à ) Helena.
2. Antes de pronome possessivo:
Dirigiu a palavra à ou ( a) nossa secretária.
3. Depois de até:
Renato caminhou até a ou ( à) porta.

4. Com as locuções que indicam meio ou
instrumento:
Escreveu a ou ( à) mão.
O bandido foi morto a ou ( à) bala.
4.A crase na música
5.Fontes
Site:
http://www.jurisway.org.br/v2/cursoonline.asp?id_titulo=5078&id_curso=
404

Livro didático:
Maia,Crase I, Crase II, p.94 e 102.
Ernani & Nicola, Crase, p.101.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Artigo
ArtigoArtigo
O emprego da vírgula
O emprego da vírgulaO emprego da vírgula
O emprego da vírgula
Rita Cunha
 
Sintaxe sintaxe
Sintaxe   sintaxeSintaxe   sintaxe
Sintaxe sintaxe
Colégio Santa Luzia
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
JuliaAparecida
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
Karen Olivan
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
Alice Silva
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
Heydy Silva
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Débora Costa
 
Concordância verbal simples e composto - ppt
Concordância verbal   simples e composto - pptConcordância verbal   simples e composto - ppt
Concordância verbal simples e composto - ppt
Vilmar Vilaça
 
Conjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativasConjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativas
Lidiane Rodrigues
 
USO DA CRASE
USO DA CRASEUSO DA CRASE
USO DA CRASE
claudianavegante
 
Slide+regencia+!
Slide+regencia+!Slide+regencia+!
Slide+regencia+!
Ranielison
 
Verbos 2
Verbos 2Verbos 2
Verbos 2
Aportuguesando
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
Elaine Teixeira
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
Alice Silva
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
Karen Olivan
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
Caroline Cunha
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
Aula semântica
Aula   semânticaAula   semântica
Aula semântica
Mairus Prete
 

Mais procurados (20)

Artigo
ArtigoArtigo
Artigo
 
O emprego da vírgula
O emprego da vírgulaO emprego da vírgula
O emprego da vírgula
 
Sintaxe sintaxe
Sintaxe   sintaxeSintaxe   sintaxe
Sintaxe sintaxe
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Concordância verbal simples e composto - ppt
Concordância verbal   simples e composto - pptConcordância verbal   simples e composto - ppt
Concordância verbal simples e composto - ppt
 
Conjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativasConjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativas
 
USO DA CRASE
USO DA CRASEUSO DA CRASE
USO DA CRASE
 
Slide+regencia+!
Slide+regencia+!Slide+regencia+!
Slide+regencia+!
 
Verbos 2
Verbos 2Verbos 2
Verbos 2
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Aula semântica
Aula   semânticaAula   semântica
Aula semântica
 

Destaque

Super-resumo uso da crase
Super-resumo uso da craseSuper-resumo uso da crase
Super-resumo uso da crase
Miraldo Ohse
 
Apresentação1 crase
Apresentação1 craseApresentação1 crase
Apresentação1 crase
Ayla De Sá Marques
 
Pronomes pessoais obliquos
Pronomes pessoais obliquosPronomes pessoais obliquos
Pronomes pessoais obliquos
Rogéria Mattos
 
Aula 4 crase
Aula 4   craseAula 4   crase
Aula 4 crase
Gedalias .
 
Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da crase
Flávia Cunha
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Aula sobre crase
Aula sobre craseAula sobre crase
Aula sobre crase
catarinodilson
 
Crase
CraseCrase
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
dilsoncatarino
 
Dicas de português
Dicas de portuguêsDicas de português
Dicas de português
Kakau Lima
 
AcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFicaAcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFica
kleber brito
 

Destaque (11)

Super-resumo uso da crase
Super-resumo uso da craseSuper-resumo uso da crase
Super-resumo uso da crase
 
Apresentação1 crase
Apresentação1 craseApresentação1 crase
Apresentação1 crase
 
Pronomes pessoais obliquos
Pronomes pessoais obliquosPronomes pessoais obliquos
Pronomes pessoais obliquos
 
Aula 4 crase
Aula 4   craseAula 4   crase
Aula 4 crase
 
Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da crase
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Pronomes
 
Aula sobre crase
Aula sobre craseAula sobre crase
Aula sobre crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
 
Dicas de português
Dicas de portuguêsDicas de português
Dicas de português
 
AcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFicaAcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFica
 

Semelhante a Crase

Crase
CraseCrase
Crase
letieri11
 
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Curso de português   erros mais comuns - aula 3Curso de português   erros mais comuns - aula 3
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Ricardo Fidelis
 
Camões crase - 2013
Camões   crase - 2013Camões   crase - 2013
Camões crase - 2013
Christiane Queiroz
 
Crase
CraseCrase
Camões crase
Camões   craseCamões   crase
Camões crase
Christiane Queiroz
 
Estudo sobre Crase
Estudo sobre CraseEstudo sobre Crase
Estudo sobre Crase
Maiara Goularte
 
Crase 3
Crase 3Crase 3
Crase (à)
Crase (à)Crase (à)
Crase (à)
Camila Rodrigues
 
Crase
CraseCrase
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptxcrases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
sheyllafeitosa1
 
Crase
CraseCrase
Crase
CraseCrase
Crase
CraseCrase
Crase
CraseCrase
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
Damisa
 
O uso da crase
O uso da craseO uso da crase
O uso da crase
nixsonmachado
 
Crase
CraseCrase
crase.pdf
crase.pdfcrase.pdf
crase.pdf
ManuBarreto3
 
1.2.2 crase
1.2.2   crase1.2.2   crase
1.2.2 crase
Ivana Mayrink
 
Trabalho da deza
Trabalho da dezaTrabalho da deza
Trabalho da deza
Lucas Lemos
 

Semelhante a Crase (20)

Crase
CraseCrase
Crase
 
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Curso de português   erros mais comuns - aula 3Curso de português   erros mais comuns - aula 3
Curso de português erros mais comuns - aula 3
 
Camões crase - 2013
Camões   crase - 2013Camões   crase - 2013
Camões crase - 2013
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Camões crase
Camões   craseCamões   crase
Camões crase
 
Estudo sobre Crase
Estudo sobre CraseEstudo sobre Crase
Estudo sobre Crase
 
Crase 3
Crase 3Crase 3
Crase 3
 
Crase (à)
Crase (à)Crase (à)
Crase (à)
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptxcrases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
 
O uso da crase
O uso da craseO uso da crase
O uso da crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
crase.pdf
crase.pdfcrase.pdf
crase.pdf
 
1.2.2 crase
1.2.2   crase1.2.2   crase
1.2.2 crase
 
Trabalho da deza
Trabalho da dezaTrabalho da deza
Trabalho da deza
 

Mais de Rosiane Fernandes

Conotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçaoConotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçao
Rosiane Fernandes
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Rosiane Fernandes
 
Anuncios
AnunciosAnuncios
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
Rosiane Fernandes
 
Mural das atitudes Toscas
Mural das atitudes ToscasMural das atitudes Toscas
Mural das atitudes Toscas
Rosiane Fernandes
 
Baú das lembranças
Baú das lembrançasBaú das lembranças
Baú das lembranças
Rosiane Fernandes
 
Seminário
SeminárioSeminário
Seminário
Rosiane Fernandes
 
Projeto: Fabulando e Contando- Parte I
Projeto: Fabulando e Contando- Parte IProjeto: Fabulando e Contando- Parte I
Projeto: Fabulando e Contando- Parte I
Rosiane Fernandes
 
Tosco em ação-2012
Tosco em ação-2012Tosco em ação-2012
Tosco em ação-2012
Rosiane Fernandes
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
Rosiane Fernandes
 
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Rosiane Fernandes
 
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Rosiane Fernandes
 

Mais de Rosiane Fernandes (12)

Conotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçaoConotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçao
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Anuncios
AnunciosAnuncios
Anuncios
 
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
 
Mural das atitudes Toscas
Mural das atitudes ToscasMural das atitudes Toscas
Mural das atitudes Toscas
 
Baú das lembranças
Baú das lembrançasBaú das lembranças
Baú das lembranças
 
Seminário
SeminárioSeminário
Seminário
 
Projeto: Fabulando e Contando- Parte I
Projeto: Fabulando e Contando- Parte IProjeto: Fabulando e Contando- Parte I
Projeto: Fabulando e Contando- Parte I
 
Tosco em ação-2012
Tosco em ação-2012Tosco em ação-2012
Tosco em ação-2012
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
 
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
 
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
Trabalho de Língua Portuguesa- Profª Rosiane-
 

Último

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 

Último (20)

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 

Crase

  • 1. A Crase 1. Introdução 2. Crase, fusão da preposição a 2.1 Exemplos 2.2 Dicas I 2.3 Dicas II 3. Alguns exemplos em que ocorre crase 3.1 Alguns exemplos em que não ocorre crase 3.2 Uso facultativo da crase 4.A crase na música 5. Fonte Profª Rosiane Fernandes Silva
  • 2. 1. Introdução Crase é uma palavra de origem grega “Krasis” e significa "mistura", "fusão". Na escrita, para indicar a crase, utilizamos o acento grave ( `). Apesar do uso corrente, crase não é o nome do acento, mas do fenômeno representado através do acento grave.
  • 3. 2.Crase, fusão da preposição a A crase ocorre quando a preposição a se funde com: •O artigo feminino definido a: Assistimos à peça de teatro. •O artigo inicial do pronome demonstrativo aquele e suas flexões: Não me refiro àqueles livros. • O pronome demonstrativo a ou ( as): Irei à loja do centro.
  • 4. 2.1Exemplos Encontrei a menina. O verbo encontrar não exige a preposição a, por isso o substantivo menina é precedido apenas de artigo. Gostei da menina. Conversei com a menina. Os verbos gostar e conversar, transitivo indireto, exigem preposição que se contrai ( de +a + da), não o artigo a. Agradei à menina. O verbo agradar, na acepção de “ser gentil”, “ser agradável”, é transitivo indireto e exige a preposição a, que se une com o artigo a resultando em crase.
  • 5. 2.2 Dicas I  Em caso de dúvidas, substitua o termo regido por um equivalente masculino. Se ocorrer a combinação ao, ocorreu a crase.  Observe: Vou à cidade Vou ao bairro. Chegou às duas horas Chegou ao meio-dia. Note: Convoquei as alunas/ os alunos para a reunião após a substituição não aparece o ao, por isso não ocorre crase.
  • 6. 2.3 Dicas II Outra regra prática que deve ser verificada é a de substituir verbos que transmitem ideia de movimento ( ir , vir, chegar) pelo verbo voltar. Ocorrendo a preposição de não haverá crase, mas se ocorrer a preposição da haverá crase. Exemplos: Vou a Roma. Voltei de Roma. Vou à Roma dos Césares. Voltei da Roma dos Césares. Siga a regra: Se vou A e volto DA crase há. Se vou A e volto DE, crase pra quê?
  • 7. 3.Alguns exemplos em que ocorre crase 1. Antes de substantivo feminino que exija artigo: Adaptei-me à turma. 2. Antes de numeral seguido da palavra hora, mesmo subentendida: Chegaremos às quatro horas Fui dormir às duas da manhã. 3. Antes da palavra casa, se esta vier determinada: Retornou à casa paterna. 4. Se puder subentender as palavras moda ou maneira: Saiu à francesa. Escrever à Graciliano Ramos.
  • 8. 3.1 Alguns exemplos em que não ocorre a crase. 1. Antes de substantivo masculino: Iremos a cavalo. 2. Antes do artigo indefinido uma: Foi a uma igreja orar. 3. Antes de verbo: Convenceu-me a aceitar. 4. Antes de expressões de tratamento: Remetemos a Vossa Senhorita os documentos. 5. Antes de palavra feminina em sentido genérico: Não assisto as peças que não tenham um bom elenco.
  • 9. 3.2 Uso facultativo da crase 1. Antes de nome próprio referente a pessoa: Ofereci um poema a ou ( à ) Helena. 2. Antes de pronome possessivo: Dirigiu a palavra à ou ( a) nossa secretária. 3. Depois de até: Renato caminhou até a ou ( à) porta. 4. Com as locuções que indicam meio ou instrumento: Escreveu a ou ( à) mão. O bandido foi morto a ou ( à) bala.
  • 10. 4.A crase na música