SlideShare uma empresa Scribd logo
Cozinha Brasileira
Regional
BA, MA e PI
Prof. Especialista Ruth Franco
Unifacid wyden
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
• Área circunvizinha à Salvador;
• Influência predominantemente africana;
• Alimentação voltada à fé;
• Comidas de santo – terreiros de
Candomblé.
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
• Umas das mais antigas regiões da
colonização portuguesa;
• Sede do governo na colônia – destaque
na economia;
• Atividade portuária intensa – entrada e
escoamento de produtos para a Coroa;
• Destino de grande parte dos africanos
escravizados.
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
• Região geográfica: entorno da Baía de
Todos os Santos, indo do litoral até o
interior que circunda a baía;
• Principais municípios: Salvador, Santo
Amaro, Amargosa, Cruz das Almas,
Maragogipe, Cachoeira, entre outros.
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
• A culinária do Recôncavo baiano é
particular, considerando-se o restante
do Nordeste brasileiro, bem como do
Brasil como um todo;
• Trata-se de uma pequena parte do
território do Nordeste com uma cultura
muito diferenciada no que se refere aos
costumes e hábitos.
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
PRINCIPAIS INGREDIENTES:
Abacaxi, açúcar, aipim ou macaxeira, alho,
amendoim, arroz, azeite de dendê, azeite de
oliva ou azeite doce, banana, banana da terra,
caju, canela, camarão, camarão seco – usado
como tempero, carne de boi, carimã ou massa
de mandioca fermentada, castanha de caju,
cebola, coco, coentro, cravo-da-índia,
crustáceos;
BAHIA
RECÔNCAVO BAIANO
Farinha de mandioca, farinha de trigo ou
farinha do reino, feijão tipo fradinho, folha de
bananeira, fubá de amendoim – amendoim
triturado com açúcar, fubá de milho, galinha,
galinha d’angola, gengibre, gergelim, goiaba,
goma de mandioca ou polvilho, inhame, leite,
leite de coco, limão, manteiga, mel, milho,
ovos, peixes, pimenta, pimentão, quiabo,
rapadura, sal, tomate.
BAHIA
AZEITE DE DENDÊ
• Pode ser encontrado facilmente nas
feiras e mercados do Recôncavo baiano;
• O dendê é o fruto de uma palmeira
chamada de dendezeiro;
• De origem africana, a palmeira produz
os frutos em cachos.
BAHIA
• O azeite de dendê é extraído
com o cozimento da amêndoa e
misturado com água. Essa
mistura é aquecida para
despendimento do óleo, que é
retirado da superfície da
mistura, após o cozimento;
• Muito mais usado do que o
azeite de oliva, na região.
BAHIA
• São herança da culinária africana, tem cunho religioso e são
comidas votivas, ou seja, alimentos preparados ritualmente e
oferecidos aos orixás nos terreiros de religiões de matriz africana;
• Essas preparações culinárias oferecidas como um voto aos orixás
são também chamados de Ajeum dos Orixás, ou comidas de
santo.
BAHIA – PRINCIPAIS PRATOS
• Patrimônio cultural imaterial da Bahia
- IPHAN;
• Massa: feijão fradinho triturado,
temperada com cebola ralada e sal.
Deve ser mexida com bastante vigor
para incorporar e dar leveza;
• Os bolinhos são modelados com o
auxílio de duas colheres de pau,
(técnica quenelle) e fritos no azeite de
dendê bem quente;
• Condimentados com: molho de
pimenta malagueta, camarão seco,
cebola picada, vatapá, caruru e salada
vinagrete de tomate verde.
ACARAJÉ
• Considerado oferenda à orixá
Iansã;
• O acarajé é vendido nas ruas de
Salvador, pelas baianas do acarajé.
Essa atividade foi reconhecida
como profissão, com a instituição
do dia nacional da baiana do
acarajé, comemorado no dia 25 de
novembro.
ACARAJÉ
• Feito com a mesma massa do
acarajé, envolto numa folha de
bananeira e cozido no vapor, sem
contato com a água.
• É servido temperado com molho
de acarajé e sobre a folha de
bananeira.
• Nos terreiros, é ofertado à Obá e
Oxum.
ABARÁ
• Preparado com pão dormido embebido
em água de coco, triturado com cebola,
castanhas-de-caju, amendoim, camarões
secos, leite de coco e azeite de dendê;
• Essa mistura é cozida e acrescida de
camarão seco demolhado, pimenta
malagueta e sal;
• Pode ser servido só ou como
acompanhamento de outros pratos;
• Presente em várias produções culinárias, o
vatapá é uma oferenda a vários orixás;
• Muito presente na mesa das famílias,
tanto das mais pobres às mais ricas.
VATAPÁ
• Preparado com quiabo, camarão seco,
amendoim e castanha-de-caju;
• No candomblé, representa a comida de
Xangô;
• Também é feito em homenagem aos
santos gêmeos, São Cosme e São
Damião e oferecido aos santos e às
crianças no final do mês de setembro.
CARURU
• O ingrediente principal pode ser peixe,
bacalhau, camarão, siri-mole, mexilhão,
miolo de boi, ovo;
• Todas preparadas com tomate, coentro,
pimenta malagueta, cebola, leite de coco,
pimentão e azeite de dendê;
• Ensopado em que, no fundo de uma
panela, são colocadas rodelas de tomate,
cebola, pimentão e coentro. Por cima dos
vegetais coloca-se o ingrediente principal,
acrescido de outra camada de vegetais;
• Após o início do cozimento acrescenta-se
o azeite de dendê, a pimenta amassada e
o leite de coco.
MOQUECA
• Prato cremoso, preparado
com camarão refogado em
azeite extra virgem e azeite de
dendê, cebola e alho, purê de
macaxeira, tomate e leite de
coco;
• Muito na região e de fácil
preparo;
• Oferecido à Iansã.
BOBÓ DE CAMARÃO
• Os doces do Recôncavo baiano são herança da doçaria
portuguesa, como os doces de frutas em calda, ambrosia, baba
de moça, fios de ovos e as cocadas brancas e pretas;
• Existem, também, os doces clássicos da culinária brasileira, como
o quindim, que é feito com gema de ovos, açúcar, leite de coco e
coco ralado (nos terreiros, oferecido a Oxum); e o cuscuz de
tapioca, preparado com leite de coco, tapioca granulada e coco
ralado (dedicado à Oxalá).
DOCES
DOCES
Visão Geral
Dê uma breve visão geral do que você vai abordar em sua apresentação.
Geografia
• A América Latina é dividida em várias regiões:
América do Norte, América Central, América do
Sul e Caribe.
• Adicione um mapa ou faça uma lista dos países
que compõem a América Latina.
História
Faça um cronograma dos eventos históricos importantes ou liste as contribuições históricas feitas por
pessoas de herança hispânica/latina.
1º Evento 2º Evento 3º Evento 4º Evento 5º Evento 6º Evento
Data Data Data Data Data Data
Descrição Descrição Descrição Descrição Descrição Descrição
Fatos interessantes
Liste alguns fatos interessantes sobre o Mês da
Tradição Hispânica. Aqui estão alguns exemplos:
• Latino/a refere-se a pessoas que são da América Latina ou
são descendentes da América Latina. Nem todos os latinos
falam espanhol. Alguns latinos falam português e francês.
• Hispânico refere-se a pessoas que compartilham uma língua
comum - o espanhol.
• As pessoas que se identificam como hispânicas. ou Latinas
podem ser de qualquer raça ou origem.
Pessoas importantes
Escolha três pessoas notáveis da herança hispânica/latina usando o Bing.com e discuta suas vidas e
realizações. Aqui estão alguns exemplos:
Dolores Huerta trabalhou para
melhorar as condições sociais e
econômicas dos trabalhadores rurais.
Rita Moreno ganhou um Emmy, um
Grammy, um Oscar e um Tony.
Gloria Estefan vendeu mais de 100
milhões de álbuns em todo o
mundo.
Artes e literatura
Forneça exemplos de arte e literatura que
são significativos para o Mês da Tradição
Hispânica. Aqui estão alguns exemplos:
• Os escritos do ganhador do prêmio Nobel
Gabriel Garcia Márquez
• A música da vencedora do Grammy Celia Cruz
• A arte de Frida Kahlo
Como celebrar
Liste algumas maneiras de celebrar o Mês da
Tradição Hispânica. Aqui estão alguns exemplos:
• Encontrar artistas hispânicos/latinos
• Ler autores hispânicos/latinos
• Ouvir música hispânica/latina
• Aprenda a história hispânica/latino-americana
Conclusão
Forneça um breve resumo de sua apresentação. Relembre ao público-alvo o
que você abordou nos slides anteriores.
Faça o teste Bing e teste seu conhecimento sobre as contribuições de
incríveis hispânicos/latinos, do passado e do presente.
Perguntas e Respostas
Convidar o público-alvo a fazer perguntas
Recursos
Liste os recursos que você usou para sua pesquisa:
• Fonte #1
• Fonte #2
• Fonte #3

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx

Caruru
CaruruCaruru
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptxHISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
AdrianaReginaCostaRD
 
NutriçãO Vocabulario
NutriçãO VocabularioNutriçãO Vocabulario
NutriçãO Vocabulario
TomateVerdeFrito
 
Glossario
GlossarioGlossario
A chamada diversidade cultural baiana
A chamada diversidade cultural baianaA chamada diversidade cultural baiana
A chamada diversidade cultural baiana
Sarah Grazielle
 
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptxPRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
JocianedaRosaMarques
 
Slides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlosSlides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlos
Patrick Quaresma
 
Slides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucileneSlides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucilene
Patrick Quaresma
 
Eletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptxEletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptx
maria leir leir
 
Culinaria Brasileira HistóRia
Culinaria Brasileira HistóRiaCulinaria Brasileira HistóRia
Culinaria Brasileira HistóRia
Bombokado Kado
 
Culinária afro-brasileira
Culinária afro-brasileiraCulinária afro-brasileira
Culinária afro-brasileira
Mary Alvarenga
 
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere 9B
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere  9BTema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere  9B
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere 9B
Francini Domingues
 
Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2
Claudia Cardoso
 
Influência Cultural Africana
Influência Cultural AfricanaInfluência Cultural Africana
Influência Cultural Africana
Adriana Marques
 
Oficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileiraOficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileira
Victor Cabral
 
Gastronomia de Moçambique
Gastronomia de MoçambiqueGastronomia de Moçambique
Gastronomia de Moçambique
clubeculturamix
 
AeB5
AeB5AeB5
Culinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileiraCulinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileira
yuritorresoficial
 
38431790 comida-de-santo
38431790 comida-de-santo38431790 comida-de-santo
38431790 comida-de-santo
Elisabete De Souza E Silva
 
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina 3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
Licinio Borges
 

Semelhante a COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx (20)

Caruru
CaruruCaruru
Caruru
 
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptxHISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
 
NutriçãO Vocabulario
NutriçãO VocabularioNutriçãO Vocabulario
NutriçãO Vocabulario
 
Glossario
GlossarioGlossario
Glossario
 
A chamada diversidade cultural baiana
A chamada diversidade cultural baianaA chamada diversidade cultural baiana
A chamada diversidade cultural baiana
 
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptxPRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
PRATO TÍPICO REGIÃO SUL.pptx
 
Slides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlosSlides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlos
 
Slides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucileneSlides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucilene
 
Eletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptxEletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptx
 
Culinaria Brasileira HistóRia
Culinaria Brasileira HistóRiaCulinaria Brasileira HistóRia
Culinaria Brasileira HistóRia
 
Culinária afro-brasileira
Culinária afro-brasileiraCulinária afro-brasileira
Culinária afro-brasileira
 
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere 9B
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere  9BTema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere  9B
Tema;cultura alimentar Gerson clei rodrigues de araujo Nicolas Quintiere 9B
 
Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2
 
Influência Cultural Africana
Influência Cultural AfricanaInfluência Cultural Africana
Influência Cultural Africana
 
Oficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileiraOficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileira
 
Gastronomia de Moçambique
Gastronomia de MoçambiqueGastronomia de Moçambique
Gastronomia de Moçambique
 
AeB5
AeB5AeB5
AeB5
 
Culinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileiraCulinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileira
 
38431790 comida-de-santo
38431790 comida-de-santo38431790 comida-de-santo
38431790 comida-de-santo
 
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina 3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
3 Dias... 3 Línguas,prof. Sandrina
 

COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx

  • 1. Cozinha Brasileira Regional BA, MA e PI Prof. Especialista Ruth Franco Unifacid wyden
  • 2. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO • Área circunvizinha à Salvador; • Influência predominantemente africana; • Alimentação voltada à fé; • Comidas de santo – terreiros de Candomblé.
  • 3. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO • Umas das mais antigas regiões da colonização portuguesa; • Sede do governo na colônia – destaque na economia; • Atividade portuária intensa – entrada e escoamento de produtos para a Coroa; • Destino de grande parte dos africanos escravizados.
  • 4. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO • Região geográfica: entorno da Baía de Todos os Santos, indo do litoral até o interior que circunda a baía; • Principais municípios: Salvador, Santo Amaro, Amargosa, Cruz das Almas, Maragogipe, Cachoeira, entre outros.
  • 6. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO • A culinária do Recôncavo baiano é particular, considerando-se o restante do Nordeste brasileiro, bem como do Brasil como um todo; • Trata-se de uma pequena parte do território do Nordeste com uma cultura muito diferenciada no que se refere aos costumes e hábitos.
  • 7. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO PRINCIPAIS INGREDIENTES: Abacaxi, açúcar, aipim ou macaxeira, alho, amendoim, arroz, azeite de dendê, azeite de oliva ou azeite doce, banana, banana da terra, caju, canela, camarão, camarão seco – usado como tempero, carne de boi, carimã ou massa de mandioca fermentada, castanha de caju, cebola, coco, coentro, cravo-da-índia, crustáceos;
  • 8. BAHIA RECÔNCAVO BAIANO Farinha de mandioca, farinha de trigo ou farinha do reino, feijão tipo fradinho, folha de bananeira, fubá de amendoim – amendoim triturado com açúcar, fubá de milho, galinha, galinha d’angola, gengibre, gergelim, goiaba, goma de mandioca ou polvilho, inhame, leite, leite de coco, limão, manteiga, mel, milho, ovos, peixes, pimenta, pimentão, quiabo, rapadura, sal, tomate.
  • 9. BAHIA AZEITE DE DENDÊ • Pode ser encontrado facilmente nas feiras e mercados do Recôncavo baiano; • O dendê é o fruto de uma palmeira chamada de dendezeiro; • De origem africana, a palmeira produz os frutos em cachos.
  • 10. BAHIA
  • 11. • O azeite de dendê é extraído com o cozimento da amêndoa e misturado com água. Essa mistura é aquecida para despendimento do óleo, que é retirado da superfície da mistura, após o cozimento; • Muito mais usado do que o azeite de oliva, na região. BAHIA
  • 12. • São herança da culinária africana, tem cunho religioso e são comidas votivas, ou seja, alimentos preparados ritualmente e oferecidos aos orixás nos terreiros de religiões de matriz africana; • Essas preparações culinárias oferecidas como um voto aos orixás são também chamados de Ajeum dos Orixás, ou comidas de santo. BAHIA – PRINCIPAIS PRATOS
  • 13. • Patrimônio cultural imaterial da Bahia - IPHAN; • Massa: feijão fradinho triturado, temperada com cebola ralada e sal. Deve ser mexida com bastante vigor para incorporar e dar leveza; • Os bolinhos são modelados com o auxílio de duas colheres de pau, (técnica quenelle) e fritos no azeite de dendê bem quente; • Condimentados com: molho de pimenta malagueta, camarão seco, cebola picada, vatapá, caruru e salada vinagrete de tomate verde. ACARAJÉ
  • 14. • Considerado oferenda à orixá Iansã; • O acarajé é vendido nas ruas de Salvador, pelas baianas do acarajé. Essa atividade foi reconhecida como profissão, com a instituição do dia nacional da baiana do acarajé, comemorado no dia 25 de novembro. ACARAJÉ
  • 15. • Feito com a mesma massa do acarajé, envolto numa folha de bananeira e cozido no vapor, sem contato com a água. • É servido temperado com molho de acarajé e sobre a folha de bananeira. • Nos terreiros, é ofertado à Obá e Oxum. ABARÁ
  • 16. • Preparado com pão dormido embebido em água de coco, triturado com cebola, castanhas-de-caju, amendoim, camarões secos, leite de coco e azeite de dendê; • Essa mistura é cozida e acrescida de camarão seco demolhado, pimenta malagueta e sal; • Pode ser servido só ou como acompanhamento de outros pratos; • Presente em várias produções culinárias, o vatapá é uma oferenda a vários orixás; • Muito presente na mesa das famílias, tanto das mais pobres às mais ricas. VATAPÁ
  • 17. • Preparado com quiabo, camarão seco, amendoim e castanha-de-caju; • No candomblé, representa a comida de Xangô; • Também é feito em homenagem aos santos gêmeos, São Cosme e São Damião e oferecido aos santos e às crianças no final do mês de setembro. CARURU
  • 18. • O ingrediente principal pode ser peixe, bacalhau, camarão, siri-mole, mexilhão, miolo de boi, ovo; • Todas preparadas com tomate, coentro, pimenta malagueta, cebola, leite de coco, pimentão e azeite de dendê; • Ensopado em que, no fundo de uma panela, são colocadas rodelas de tomate, cebola, pimentão e coentro. Por cima dos vegetais coloca-se o ingrediente principal, acrescido de outra camada de vegetais; • Após o início do cozimento acrescenta-se o azeite de dendê, a pimenta amassada e o leite de coco. MOQUECA
  • 19. • Prato cremoso, preparado com camarão refogado em azeite extra virgem e azeite de dendê, cebola e alho, purê de macaxeira, tomate e leite de coco; • Muito na região e de fácil preparo; • Oferecido à Iansã. BOBÓ DE CAMARÃO
  • 20. • Os doces do Recôncavo baiano são herança da doçaria portuguesa, como os doces de frutas em calda, ambrosia, baba de moça, fios de ovos e as cocadas brancas e pretas; • Existem, também, os doces clássicos da culinária brasileira, como o quindim, que é feito com gema de ovos, açúcar, leite de coco e coco ralado (nos terreiros, oferecido a Oxum); e o cuscuz de tapioca, preparado com leite de coco, tapioca granulada e coco ralado (dedicado à Oxalá). DOCES
  • 21. DOCES
  • 22. Visão Geral Dê uma breve visão geral do que você vai abordar em sua apresentação.
  • 23. Geografia • A América Latina é dividida em várias regiões: América do Norte, América Central, América do Sul e Caribe. • Adicione um mapa ou faça uma lista dos países que compõem a América Latina.
  • 24. História Faça um cronograma dos eventos históricos importantes ou liste as contribuições históricas feitas por pessoas de herança hispânica/latina. 1º Evento 2º Evento 3º Evento 4º Evento 5º Evento 6º Evento Data Data Data Data Data Data Descrição Descrição Descrição Descrição Descrição Descrição
  • 25. Fatos interessantes Liste alguns fatos interessantes sobre o Mês da Tradição Hispânica. Aqui estão alguns exemplos: • Latino/a refere-se a pessoas que são da América Latina ou são descendentes da América Latina. Nem todos os latinos falam espanhol. Alguns latinos falam português e francês. • Hispânico refere-se a pessoas que compartilham uma língua comum - o espanhol. • As pessoas que se identificam como hispânicas. ou Latinas podem ser de qualquer raça ou origem.
  • 26. Pessoas importantes Escolha três pessoas notáveis da herança hispânica/latina usando o Bing.com e discuta suas vidas e realizações. Aqui estão alguns exemplos: Dolores Huerta trabalhou para melhorar as condições sociais e econômicas dos trabalhadores rurais. Rita Moreno ganhou um Emmy, um Grammy, um Oscar e um Tony. Gloria Estefan vendeu mais de 100 milhões de álbuns em todo o mundo.
  • 27. Artes e literatura Forneça exemplos de arte e literatura que são significativos para o Mês da Tradição Hispânica. Aqui estão alguns exemplos: • Os escritos do ganhador do prêmio Nobel Gabriel Garcia Márquez • A música da vencedora do Grammy Celia Cruz • A arte de Frida Kahlo
  • 28. Como celebrar Liste algumas maneiras de celebrar o Mês da Tradição Hispânica. Aqui estão alguns exemplos: • Encontrar artistas hispânicos/latinos • Ler autores hispânicos/latinos • Ouvir música hispânica/latina • Aprenda a história hispânica/latino-americana
  • 29. Conclusão Forneça um breve resumo de sua apresentação. Relembre ao público-alvo o que você abordou nos slides anteriores. Faça o teste Bing e teste seu conhecimento sobre as contribuições de incríveis hispânicos/latinos, do passado e do presente.
  • 30. Perguntas e Respostas Convidar o público-alvo a fazer perguntas
  • 31. Recursos Liste os recursos que você usou para sua pesquisa: • Fonte #1 • Fonte #2 • Fonte #3