SlideShare uma empresa Scribd logo
Convergência
  midiática
Convergência possui uma concepção
técnica
Possui uma dimensão cultural, na
medida em que produz novos textos da
cultura e com outros níveis de
mediação,
Também envolve economia política
Impõem-se como necessidade
estratégica para as empresas.
Tudo isso incide sobre os produtos
midiáticos cuja principal característica
é a de ser naturalmente convergente.
A convergência já da natureza da mídia: os meios de
comunicação já são potencialmente convergentes na
medida acoplam e hibridizam linguagens
O jornalismo impresso: linguagens verbais, gráficas,
fotográficas, infográficas e outras
Irene Machado: semiosis in design – programação
transcodificadora
McLuhan : a visão, o som e o movimento são em toda
extensão simultâneos e globais.
Lúcia Santaella: matrizes das possibilidades verbais,
sonoras e visuais de linguagens que se interpenetram
numa intensidade vertiginosa a partir da eclosão das
mídias.
Jornalismo online: composição e design gráfico,
convergência entre a arte e a comunicação
(Longhi).
Rusch (2005) se apropria do conceito de
“extensive audio-visual event”, retirado da web
arte, para pensar o jornalismo online como um
evento audiovisual

Estrutura hipertextual e hipermodal
Confere maior eficácia na transferência de
informações por meio de publicações na web

Proporciona níveis mais significativos de
interação com os conteúdos noticiosos.

Amplia possibilidades de participação do
leitor através interfaces de navegabilidade
que permitem escrita tridimensional –
hipertextual – e hipermodal.
Jornalismo: (Barbosa, 2007) integração entre
meios distintos e mais:
- produção de conteúdos combinando
multiplataformas para publicação e distribuição
- convergência estrutural com a reorganização das
redações e a introdução de novas funções para os
jornalistas
uso associado de tecnologias da informação,
softwares, sistemas inteligentes, audiência ativa,
exploração do potencial interativo, hipertextual e
multimídia da internet
 construção de narrativas jornalísticas em
conformidade com tais recursos
Jornalismo Digital em Base de Dados
assegura funcionalidades para a
construção e gestão de produtos
jornalísticos digitais e a estruturação e a
apresentação
dos conteúdos.
As BDs são definidoras da estrutura e da
organização das informações, bem como
de sua apresentação.
Forma das notícias, modos de
classificação interna e externa,
atualização, níveis de articulação.
Resolução semântica, relato imersivo ou
narrativa multimídia e jornalismo
participativo
Cinco dimensões para a convergência
(Grant, 2009) : propriedades, táticas,
estrutura, captura da informação
(information gathering) e apresentação
(narrativa).

Essa última característica da convergência
jornalística vem como resultado da
convergência tecnológica (Kolodzy, 2009),
que abriu novas formas de apresentar a
informação com multimídia: diferentes
plataformas de narrativas podem ser
combinadas.
Funcionalidades

Novas tecnologias não são só
ferramentas mas constitutivas das
práticas.

Possibilitam a criação de formatos

Reconfiguram a estruturação da
informação

Suporte para modelos de narrativa
multimídia.

Memória dos conteúdos publicados.
Mídias convencionais e
convergência

Incorporação da lógica da web nos
formatos tradicionais (emails, redes
sociais, chats e postagem de
materiais audiovisuais).

Utilização das ferramentas como
estratégia tanto para os produtos
convencionais como para o online.

Disponibilização dos diversos
materiais na memória dos sistemas.
Desconstrução dos programas jornalísticos
(Alves 2006) graças a proliferação do
podcasting.

Provedores de conteúdo na internet
disponibilizam aos assinantes arquivos
digitais de áudio ou vídeo, que são
capturados pelos computadores e
repassados para pequenos aparelhos
reprodutores de MP3 e MP4.
TV Digital como suporte de múltiplas convergências
Modelo brasileiro segue caminho inverso do resto
do mundo (Becker, 2009)
Aposta na baixa resolução para beneficiar o
compartilhamento de conteúdos em suportes
diferentes.
Arlindo Machado apostava na possibilidade de
intervenção radical do espectador.
A produção de um jornalismo mais dinâmico e
segmentado, com informação on demand,
veiculando vários vídeos simultaneamente depende
da inovação das linguagens de programação em
plataformas digitais específicas para a TV Digital.
A convergência que se vê hoje ainda se dá entre
sistemas diferentes.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Aula4 cultura da convergência
Aula4 cultura da convergênciaAula4 cultura da convergência
Aula4 cultura da convergência
lilianedb
 
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveisSinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
João Massarolo
 
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias LocativasCurso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
CECULT / UFRB
 
A mobilidade, por andr lemos seminario
A mobilidade, por andr lemos seminarioA mobilidade, por andr lemos seminario
A mobilidade, por andr lemos seminario
Fernanda Borel
 
Continuação de base econômica da sociedade
Continuação de base econômica da sociedadeContinuação de base econômica da sociedade
Continuação de base econômica da sociedade
Eduaardo Mendes
 
Intercom letícia. slide. pdf
Intercom letícia. slide. pdfIntercom letícia. slide. pdf
Intercom letícia. slide. pdf
grupogrim
 
Quem são os nativos digitais
Quem são os nativos digitaisQuem são os nativos digitais
Quem são os nativos digitais
antonio24raquel
 
Convergência de Mídias
Convergência de MídiasConvergência de Mídias
Convergência de Mídias
André Pase
 
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticasConvergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
Grupo COMERTEC
 
Mídia e novas mídias 3
Mídia e novas mídias 3 Mídia e novas mídias 3
Mídia e novas mídias 3
Ney Azevedo
 
Aula 6 - Mídia: evolução e convergência
Aula 6 - Mídia: evolução e convergênciaAula 6 - Mídia: evolução e convergência
Aula 6 - Mídia: evolução e convergência
Rebeca Ferrari
 
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
Tarcízio Silva
 
Redes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo OnlineRedes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo Online
Virgínia Andrade
 
Jornalismo online ppt
Jornalismo online   pptJornalismo online   ppt
Jornalismo online ppt
Priscila Alcântara
 

Destaque (14)

Aula4 cultura da convergência
Aula4 cultura da convergênciaAula4 cultura da convergência
Aula4 cultura da convergência
 
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveisSinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
Sinergias entre o ativismo transmídia e as mídias locativas e móveis
 
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias LocativasCurso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
Curso de Mídias Locativas - Bluetooth e Mídias Locativas
 
A mobilidade, por andr lemos seminario
A mobilidade, por andr lemos seminarioA mobilidade, por andr lemos seminario
A mobilidade, por andr lemos seminario
 
Continuação de base econômica da sociedade
Continuação de base econômica da sociedadeContinuação de base econômica da sociedade
Continuação de base econômica da sociedade
 
Intercom letícia. slide. pdf
Intercom letícia. slide. pdfIntercom letícia. slide. pdf
Intercom letícia. slide. pdf
 
Quem são os nativos digitais
Quem são os nativos digitaisQuem são os nativos digitais
Quem são os nativos digitais
 
Convergência de Mídias
Convergência de MídiasConvergência de Mídias
Convergência de Mídias
 
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticasConvergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
Convergência midiática e comunicação:cenários, atores e práticas
 
Mídia e novas mídias 3
Mídia e novas mídias 3 Mídia e novas mídias 3
Mídia e novas mídias 3
 
Aula 6 - Mídia: evolução e convergência
Aula 6 - Mídia: evolução e convergênciaAula 6 - Mídia: evolução e convergência
Aula 6 - Mídia: evolução e convergência
 
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
Cultura da Convergência - Henry Jenkins [resenha]
 
Redes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo OnlineRedes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo Online
 
Jornalismo online ppt
Jornalismo online   pptJornalismo online   ppt
Jornalismo online ppt
 

Semelhante a Convergência entre e inter mídias

Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAULLição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
AMADEUJOAQUIM1
 
Comunicação para o entendimento
Comunicação para o entendimentoComunicação para o entendimento
Comunicação para o entendimento
Márcia Marques
 
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
Thais Campas
 
Aula2 dos novos meios às hipermediações
Aula2 dos novos meios às hipermediaçõesAula2 dos novos meios às hipermediações
Aula2 dos novos meios às hipermediações
lilianedb
 
Educomunicação e jornalismo cidadão
Educomunicação e jornalismo cidadãoEducomunicação e jornalismo cidadão
Educomunicação e jornalismo cidadão
Antonia Alves
 
Semiótica Social
Semiótica SocialSemiótica Social
Semiótica Social
Leonardo Silva
 
Comunicação e Marketing
Comunicação e MarketingComunicação e Marketing
Comunicação e Marketing
parquedaamizade
 
Multimédia scriptwriting auxiliares
Multimédia scriptwriting auxiliaresMultimédia scriptwriting auxiliares
Multimédia scriptwriting auxiliares
Carlos Bruno Fernandes
 
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileiraProdução transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
Thiago Quadros
 
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
José Erigleidson da Silva
 
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre ComunicaçãoAula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
renatofrigo
 
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicos
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicosUma introdução ao multimédia: conceitos básicos
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicos
Luis Borges Gouveia
 
Convergencia
ConvergenciaConvergencia
Convergencia
Ronaldo Henn
 
Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)
Ronaldo Henn
 
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Rubens Fructuoso
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergência
Stefanie Silveira
 
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornaisJornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Yuri Almeida
 
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
Beatriz Polivanov
 
Mídias e tecnologias.pptx
Mídias e tecnologias.pptxMídias e tecnologias.pptx
Mídias e tecnologias.pptx
eron7
 
Francis eduardo
Francis eduardoFrancis eduardo
Francis eduardo
Carlos Elson Cunha
 

Semelhante a Convergência entre e inter mídias (20)

Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAULLição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
Lição 4º Jornalismo Hipérmédia.docx SAUL
 
Comunicação para o entendimento
Comunicação para o entendimentoComunicação para o entendimento
Comunicação para o entendimento
 
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
Aula02 arq usabilidade_senac_maio012
 
Aula2 dos novos meios às hipermediações
Aula2 dos novos meios às hipermediaçõesAula2 dos novos meios às hipermediações
Aula2 dos novos meios às hipermediações
 
Educomunicação e jornalismo cidadão
Educomunicação e jornalismo cidadãoEducomunicação e jornalismo cidadão
Educomunicação e jornalismo cidadão
 
Semiótica Social
Semiótica SocialSemiótica Social
Semiótica Social
 
Comunicação e Marketing
Comunicação e MarketingComunicação e Marketing
Comunicação e Marketing
 
Multimédia scriptwriting auxiliares
Multimédia scriptwriting auxiliaresMultimédia scriptwriting auxiliares
Multimédia scriptwriting auxiliares
 
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileiraProdução transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
Produção transmídia dentro da realidade audiovisual brasileira
 
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
 
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre ComunicaçãoAula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
 
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicos
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicosUma introdução ao multimédia: conceitos básicos
Uma introdução ao multimédia: conceitos básicos
 
Convergencia
ConvergenciaConvergencia
Convergencia
 
Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)
 
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 1ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergência
 
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornaisJornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
Jornalismo em bases de dados e o hackeamento dos jornais
 
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
Reflexão sobre as ferramentas digitais: novas linguagens publicitárias
 
Mídias e tecnologias.pptx
Mídias e tecnologias.pptxMídias e tecnologias.pptx
Mídias e tecnologias.pptx
 
Francis eduardo
Francis eduardoFrancis eduardo
Francis eduardo
 

Mais de Ronaldo Henn

Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
Ronaldo Henn
 
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humanaEtapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Ronaldo Henn
 
Ti review
Ti reviewTi review
Ti review
Ronaldo Henn
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
Ronaldo Henn
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
Ronaldo Henn
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
Ronaldo Henn
 
Aaula sonia
Aaula soniaAaula sonia
Aaula sonia
Ronaldo Henn
 
Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo Henn
 
Linguagens e convergências
Linguagens e convergênciasLinguagens e convergências
Linguagens e convergências
Ronaldo Henn
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
Ronaldo Henn
 
Shannon1948
Shannon1948Shannon1948
Shannon1948
Ronaldo Henn
 
Mc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furiaMc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furia
Ronaldo Henn
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
Ronaldo Henn
 
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamentoSantaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamentoRonaldo Henn
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Ronaldo Henn
 
Pontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gbPontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gb
Ronaldo Henn
 
Mídias harry pross
Mídias harry prossMídias harry pross
Mídias harry pross
Ronaldo Henn
 

Mais de Ronaldo Henn (19)

Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humanaEtapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
 
Ti review
Ti reviewTi review
Ti review
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
 
Aaula sonia
Aaula soniaAaula sonia
Aaula sonia
 
Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011
 
Linguagens e convergências
Linguagens e convergênciasLinguagens e convergências
Linguagens e convergências
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
 
Shannon1948
Shannon1948Shannon1948
Shannon1948
 
Shannon1948
Shannon1948Shannon1948
Shannon1948
 
Mc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furiaMc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furia
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
 
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamentoSantaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamento
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Pontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gbPontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gb
 
Mídias harry pross
Mídias harry prossMídias harry pross
Mídias harry pross
 
Artigo adriana
Artigo adrianaArtigo adriana
Artigo adriana
 

Convergência entre e inter mídias

  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. Convergência possui uma concepção técnica Possui uma dimensão cultural, na medida em que produz novos textos da cultura e com outros níveis de mediação, Também envolve economia política Impõem-se como necessidade estratégica para as empresas. Tudo isso incide sobre os produtos midiáticos cuja principal característica é a de ser naturalmente convergente.
  • 10. A convergência já da natureza da mídia: os meios de comunicação já são potencialmente convergentes na medida acoplam e hibridizam linguagens O jornalismo impresso: linguagens verbais, gráficas, fotográficas, infográficas e outras Irene Machado: semiosis in design – programação transcodificadora McLuhan : a visão, o som e o movimento são em toda extensão simultâneos e globais. Lúcia Santaella: matrizes das possibilidades verbais, sonoras e visuais de linguagens que se interpenetram numa intensidade vertiginosa a partir da eclosão das mídias.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Jornalismo online: composição e design gráfico, convergência entre a arte e a comunicação (Longhi). Rusch (2005) se apropria do conceito de “extensive audio-visual event”, retirado da web arte, para pensar o jornalismo online como um evento audiovisual Estrutura hipertextual e hipermodal
  • 14. Confere maior eficácia na transferência de informações por meio de publicações na web Proporciona níveis mais significativos de interação com os conteúdos noticiosos. Amplia possibilidades de participação do leitor através interfaces de navegabilidade que permitem escrita tridimensional – hipertextual – e hipermodal.
  • 15. Jornalismo: (Barbosa, 2007) integração entre meios distintos e mais: - produção de conteúdos combinando multiplataformas para publicação e distribuição - convergência estrutural com a reorganização das redações e a introdução de novas funções para os jornalistas uso associado de tecnologias da informação, softwares, sistemas inteligentes, audiência ativa, exploração do potencial interativo, hipertextual e multimídia da internet construção de narrativas jornalísticas em conformidade com tais recursos
  • 16. Jornalismo Digital em Base de Dados assegura funcionalidades para a construção e gestão de produtos jornalísticos digitais e a estruturação e a apresentação dos conteúdos. As BDs são definidoras da estrutura e da organização das informações, bem como de sua apresentação. Forma das notícias, modos de classificação interna e externa, atualização, níveis de articulação. Resolução semântica, relato imersivo ou narrativa multimídia e jornalismo participativo
  • 17. Cinco dimensões para a convergência (Grant, 2009) : propriedades, táticas, estrutura, captura da informação (information gathering) e apresentação (narrativa). Essa última característica da convergência jornalística vem como resultado da convergência tecnológica (Kolodzy, 2009), que abriu novas formas de apresentar a informação com multimídia: diferentes plataformas de narrativas podem ser combinadas.
  • 18. Funcionalidades Novas tecnologias não são só ferramentas mas constitutivas das práticas. Possibilitam a criação de formatos Reconfiguram a estruturação da informação Suporte para modelos de narrativa multimídia. Memória dos conteúdos publicados.
  • 19. Mídias convencionais e convergência Incorporação da lógica da web nos formatos tradicionais (emails, redes sociais, chats e postagem de materiais audiovisuais). Utilização das ferramentas como estratégia tanto para os produtos convencionais como para o online. Disponibilização dos diversos materiais na memória dos sistemas.
  • 20. Desconstrução dos programas jornalísticos (Alves 2006) graças a proliferação do podcasting. Provedores de conteúdo na internet disponibilizam aos assinantes arquivos digitais de áudio ou vídeo, que são capturados pelos computadores e repassados para pequenos aparelhos reprodutores de MP3 e MP4.
  • 21. TV Digital como suporte de múltiplas convergências Modelo brasileiro segue caminho inverso do resto do mundo (Becker, 2009) Aposta na baixa resolução para beneficiar o compartilhamento de conteúdos em suportes diferentes. Arlindo Machado apostava na possibilidade de intervenção radical do espectador. A produção de um jornalismo mais dinâmico e segmentado, com informação on demand, veiculando vários vídeos simultaneamente depende da inovação das linguagens de programação em plataformas digitais específicas para a TV Digital. A convergência que se vê hoje ainda se dá entre sistemas diferentes.