SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
Observe a natureza.
 O céu, por exemplo, às vezes se apresenta azul e
          radiante, o sol brilha e faz calor.
Outras, se mostra nublado, escuro, faz frio, chove...
    A nossa volta, tudo o que existe apresenta
  dois pólos que se opõem e se complementam.
                Segundo o taoísmo,
     são expressões das energias yin e yang,
Nesse trabalho, vamos nos aprofundar sobre
        a primeira divisão do TAO,
         a simbologia YIN e YANG,
as forças que interagem em todo o Universo
       e compõem tudo o que existe!
"No início era o Tao", o TODO indivisível, o Uno,
 que se dividiu em duas metades - Yin e Yang .
     Portanto, Yin e Yang são polaridades,
  aspectos opostos e complementares do Tao,
  dois pólos arquetípicos de tudo o que existe:
         dia e noite, esquerda e direita,
   feminino e masculino, atividade e repouso,
         positivo e negativo, terra e céu,
               e assim por diante...
Essas qualidades são analogias que exemplificam
 a expressão de cada força no mundo fenomênico
e não incluem qualquer juízo de valor, pois nenhum
dos dois é mais importante ou melhor que o outro.
   Na verdade, um não pode existir sem o outro.
  Assim, referir-se a Yang como negativo, apenas
indica que ele é negativo ao ser comparado ao Yin,
    que é positivo. Como as cargas dos elétrons
                      e prótons.
No Nei Ching, o imperador
          Amarelo disse:
“O princípio do Yin e do Yang –
   os elementos masculino e
  feminino da Natureza – é o
   princípio básico de todo o
  Universo... de tudo quanto
 existe na Criação... a raiz e a
fonte da vida e da morte. O céu
foi criado por uma acumulação
  de Yang, o elemento da luz;
    a terra foi criada por uma
 acumulação de yin, o elemento
          da escuridão”.
Assim, o poder criador foi associado ao Yang
 – o Céu, o Sol, masculino, - enquanto o Yin
corresponde à Terra, ao receptivo, feminino.
   O céu está acima, cheio de movimento.
A terra - na antiga concepção geocêntrica –
         está embaixo e em repouso.
    Dessa forma, yin passou a simbolizar
       o repouso e yang, o movimento.
No núcleo do Yang encontramos uma semente de Yin
e no núcleo do Yin, uma semente de Yan. Assim, toda
 vez que uma das forças atinge seu ponto extremo,
  como tem dentro de si a semente de seu oposto,
    nele se transforma, em ciclos ininterruptos,
     contínuos, regulares e interdependentes.
Complicado?
                    Não é!
Lembre-se do dia e da noite, que se sucedem
continuamente... Eles dão origem um ao outro!
 E também das estações do ano, que o fazem
        em ciclos um pouco maiores!
Mas o símbolo mais amplo
  e profundo da dinâmica
Yin Yang, é a relação entre
    o Céu e a Terra .
O ser humano encontra-se
  no centro dessa relação!
   Na verdade, junto com
 todas as formas de vida
sobre o Planeta, somos um
 dos resultados possíveis
    desta inter-relação!
Nosso organismo é constituído de matéria
densa e sólida, bem como de elementos sutis,
           diáfanos e imateriais...
   O corpo físico provém das profundezas
 fecundas do planeta, enquanto nossa vida
   psíquica emana dos mundos celestiais!
A união desses elementos é simbolizada pelo
    Tigre e o Dragão , que representam o
  equilíbrio das forças do corpo físico (tigre,
terra, vigor) e da mente (dragão, descendente
  do céu, poder) integradas num movimento
 contínuo, de influência mútua. (Isoladamente,
  cada animal tem um significado diferente...).
A energia Yin está associada ao feminino, à noite,
      ao escuro, ao frio, à lua, ao repouso.
Em nós ela se expressa como emocional, passiva,
     receptiva, interior, cerebral, profunda.
O Yin geralmente se contrai, flui para baixo e para
 dentro, e se esconde nas profundezas do corpo.
       A inteligência é de composição Yin.
O Yang se expressa como masculino, criativo,
  cheio, ativo, movimento, luminoso, quente,
             fogo, dia, brilho, Sol.
   Em nosso corpo, o Yang se expande, flui
para cima e para fora. O Yang é o que você vê.
     A expressão da inteligência é Yang.
Mesmo o yang estando relacionado a energia
       masculina, nem por isso os homens são
     necessariamente yang, e as mulheres, yin –
  as duas energias estão presentes nos dois sexos,
                de forma equilibrada.
    A preponderância de uma delas vai interferir
na opção sexual do indivíduo. É o caso, por exemplo,
   dos homens com excesso de Yin – femininos ou
    passivos – que então se sentem atraídos por
                   pessoas Yang...
A presença do yin e do yang em maior ou
   menor grau em alguém, também explica
     as diferenças de temperamento e
a maneira como cada um percebe a realidade
      e expressa o que sente e pensa.
O tipo yang tende a ser extrovertido,
é caloroso, transborda vitalidade e valoriza
     a ação, enquanto o tipo yin , mais
introspectivo e sensível, se volta ao mundo
       dos pensamentos e das idéias.
Nossas emoções estão agrupadas em torno
           dessas 2 polaridades.
    O amor, a tolerância, a iniciativa,
 a criatividade, a amizade, a admiração,
            a ajuda, são Yang.
 O ódio, o embotamento, o sedentarismo,
   a intolerância, a inimizade, a inveja,
   a dificuldade e a oposição, são Yin.
Embora cada pessoa exiba uma ênfase numa
dessas forças emocionais, ninguém é yin ou yang
                    o tempo todo.
     Há momentos em que estamos ativos,
                alegres e dispostos.
   Em outros, podemos nos mostrar agitados
    e irritados, ou ainda sermos capturados
           pela tristeza e falta de ânimo.
Locais e coisas também são Yin e Yang.
     Montanhas, prédios e lugares altos, objetos
  grandes, maciços, duros, concretos, são forças
       Yang, poderosas nos meses de verão,
    mas que enfraquecem durante a noite escura.
Os locais em que há Yang demais são muito agitados
 e ruidosos - boates, festas, shows, etc – causando
   excessos de todo tipo; devem ser freqüentados
                 com moderação.
Partes baixas, vales, proximidade de rios,
   objetos pequenos, frágeis, moles, são Yin,
  forças poderosas nos meses de inverno e
    que enfraquecem durante o dia claro.
Os locais em que há Yin demais - cemitérios
e igrejas - são muito calmos e sem vida e não
   se deve permanecer muito tempo neles.
Existem diversas partes, pontos, regiões,
órgãos e sistemas do nosso corpo onde os
    princípios do Yin - Yang também são
aplicados, diferenciando formas e funções.
Considera-se Yin o
  lado direito do corpo,
a parte anterior (ventral);
a parte palmar; membros
   inferiores; o tronco;
   o interior do corpo e
   os órgãos maciços:
     pulmão, coração,
    pericárdio, fígado,
    baço-pâncreas, rim
     e seus meridianos.
Consideramos Yang
o lado esquerdo e exterior
      do corpo; a parte
     posterior (dorsal);
 os membros superiores;
     cabeça (cérebro);
       os órgãos ocos:
     intestino delgado,
      intestino grosso,
    estômago, vesícula –
        biliar, tríplice
     aquecedor, bexiga,
   útero e os meridianos
      dessas vísceras.
É o fluxo ininterrupto e suave das energias
Yin e Yang, que mantém o bom funcionamento
  dos sistemas e órgãos internos de nosso
 corpo, e conseqüentemente, das atividades
        nervosas, emocionais e mentais.
Embora opostas em suas características,
     essas duas forças não se separam.
 Elas são a cara e a coroa da mesma moeda.
 No corpo humano, a harmonia e o equilíbrio
entre essas polaridades, determinam a saúde,
 o bem-estar e a longevidade de uma pessoa.
Quando há desequilíbrio entre essas
  polaridades, surge a doença, porque isso
significa que uma delas está predominando.
   Se o Yang estiver mais forte, em geral
    a pessoa apresentará um quadro de
 excesso de energia, com agitação e calor.
        Já com predominância do Yin,
 apresentará sintomas de fraqueza e frieza.
A classificação Yin e Yang abrange, portanto, não
     apenas órgãos e vísceras, mas processos
         fisiológicos normais e patológicos.
Existe, inclusive uma série de sinais na aparência
    física e gestual do paciente, que aliados aos
 sintomas, são utilizados no processo diagnóstico
   da MCT, nas diversas situações patogênicas.
Por exemplo, são considerados Yang voz
  vibrante,otimismo, desembaraço, olhar brilhante;
aspecto arrogante; as infecções agudas, a tendência
ao emagrecimento; inflamações, febre, sensibilidade
 e tônus muscular aumentados, espasmo, pele seca,
    quente; insônia; ansiedade; excitação; tensão;
 dilatação; alteração dos movimentos e convulsões.
São diagnosticados como Yin, todos os
     processos crônicos; tendência à obesidade,
congestão, hipotermia, o tônus muscular diminuído,
a flacidez; sensibilidade diminuída, pele úmida, fria;
 sonolência; pessimismo; olhar apagado; aspecto
      alquebrado; timidez; depressão; inibição;
                    coma, estupor.
Para confirmar o diagnóstico de uma patologia,
  a MTC verifica o pulso e a língua do paciente,
 para identificar os sistemas e órgãos atingidos
   pelo desequilíbrio das polaridades, causado
geralmente pelos agentes patogênicos aos quais o
            organismo está exposto.
Na concepção da medicina chinesa os desequilíbrios
  energéticos são causado por agentes externos:
      - vento, secura, calor, umidade e frio -
associados a sentimentos ou estados emocionais –
       raiva, medo, alegria, “preocupação”
                    e tristeza.
Como vemos, o clima e o estado emocional de uma
        pessoa, podem afetar sua saúde.
Por exemplo, reumatismo é denominado “doença
       do frio, da tristeza e da umidade”...
Já a gastrite é provocada pela emoção da raiva e
 pelo calor, que leva o Chi do “fígado” a invadir
                  o “estômago”...
    Quando o vento penetra no mar de medula
(o cérebro) pode causar uma paralisia equivalente
   ao acidente vascular cerebral do ocidente...
O diagnóstico terapêutica deve ainda levar em conta,
a qualidade do Chi Yin e Yang de natureza ancestral
                     ou pré-natal.
  Na epilepsia, por exemplo, ou síndrome Dian xian
 (vento da cabra louca), considera-se que houve um
   dano ao Yin ancestral (pré natal), antes do bebê
  nascer, provocado por susto, surpresa ou alegria.
Talvez venha daí, as concepções populares de dano
 fetal causados por sustos e desejos não satisfeitos,
          para explicar defeitos congênitos.
Enfim, o fluxo de Chi Yin ou Yang em
  nosso corpo, pode ser alterado por
    fatores ambientais e emocionais,
resultando em doenças pelo excesso ou
  falta dessas energias nos diversos
     órgãos, sistemas e meridianos.
 Somente depois de identificados todos
   os sintomas e fatores presentes na
    síndrome, o profissional da MTC
 pode concluir o diagnóstico e escolher
  as melhores opções de tratamentos!
Obrigado pela atenção!
Espero que nos encontremos na próxima
            apresentação!
Texto adaptado do Sistema Taoísta de
        Cura de Mantak Chia
    Criação e Formatação: OLGA
MENDONÇA
              Psicóloga, Psicoterapeuta Corporal
e Naturoterapeuta
 Contato: terapeutaolga@gmail.com

                          Visite nosso site
    e conheça outros PPS da série:
       http://terapeutaolga.com.br/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de força
Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de forçaPrimeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de força
Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de forçaCeiClarencio
 
Curso passes ( Leonardo Pereira),
Curso passes ( Leonardo Pereira), Curso passes ( Leonardo Pereira),
Curso passes ( Leonardo Pereira), Leonardo Pereira
 
Nadis e Pontos Marma
Nadis e Pontos MarmaNadis e Pontos Marma
Nadis e Pontos MarmaMichele Pó
 
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAAula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAFlávio Soares
 
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaCurso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaEdna Costa
 
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...costaunicastelo
 
Chacras, plexos, nadis, kundalini e prana
Chacras, plexos, nadis, kundalini e pranaChacras, plexos, nadis, kundalini e prana
Chacras, plexos, nadis, kundalini e pranapaikachambi
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1Tiburcio Santos
 
Estudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doençasEstudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doençasEdna Costa
 
Reiki cristaloterapia
Reiki cristaloterapiaReiki cristaloterapia
Reiki cristaloterapiaJoao Sousa
 
Apostila de chakras e mediunidade (autoria desconhecida)
Apostila de chakras e mediunidade  (autoria desconhecida)Apostila de chakras e mediunidade  (autoria desconhecida)
Apostila de chakras e mediunidade (autoria desconhecida)danieladod
 
Aula 5 Centros de Força
Aula 5   Centros de ForçaAula 5   Centros de Força
Aula 5 Centros de ForçaEHMANA
 

Mais procurados (20)

Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de força
Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de forçaPrimeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de força
Primeiro Módulo - Aulas 7 e 8 - Perispirito e centros de força
 
62200067 palestra-de-chakras
62200067 palestra-de-chakras62200067 palestra-de-chakras
62200067 palestra-de-chakras
 
Curso passes ( Leonardo Pereira),
Curso passes ( Leonardo Pereira), Curso passes ( Leonardo Pereira),
Curso passes ( Leonardo Pereira),
 
Nadis e Pontos Marma
Nadis e Pontos MarmaNadis e Pontos Marma
Nadis e Pontos Marma
 
Bexiga
Bexiga Bexiga
Bexiga
 
10 os chacras
10 os chacras10 os chacras
10 os chacras
 
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAAula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
 
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaCurso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
 
Yang
YangYang
Yang
 
Corpos sutís e o corpo físico
Corpos sutís e o corpo físicoCorpos sutís e o corpo físico
Corpos sutís e o corpo físico
 
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...
Curso do Passe Espírita - Associação Espírita Missionários da Luz - 2012 - Fe...
 
Chacras, plexos, nadis, kundalini e prana
Chacras, plexos, nadis, kundalini e pranaChacras, plexos, nadis, kundalini e prana
Chacras, plexos, nadis, kundalini e prana
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1
 
Crystal sete chakras
Crystal   sete chakrasCrystal   sete chakras
Crystal sete chakras
 
Estudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doençasEstudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doenças
 
Reiki cristaloterapia
Reiki cristaloterapiaReiki cristaloterapia
Reiki cristaloterapia
 
Apostila de chakras e mediunidade (autoria desconhecida)
Apostila de chakras e mediunidade  (autoria desconhecida)Apostila de chakras e mediunidade  (autoria desconhecida)
Apostila de chakras e mediunidade (autoria desconhecida)
 
Aula 5 Centros de Força
Aula 5   Centros de ForçaAula 5   Centros de Força
Aula 5 Centros de Força
 
Corpos espirituais
Corpos espirituaisCorpos espirituais
Corpos espirituais
 
Apresentação ma 2
Apresentação ma 2Apresentação ma 2
Apresentação ma 2
 

Destaque

Conceitos Básicos MTC parte 2
Conceitos Básicos MTC parte 2Conceitos Básicos MTC parte 2
Conceitos Básicos MTC parte 2Andreia Moreira
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1Andreia Moreira
 
Conceitos Básicos MTC parte 5
Conceitos Básicos MTC parte 5Conceitos Básicos MTC parte 5
Conceitos Básicos MTC parte 5Andreia Moreira
 
Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Andreia Moreira
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaApostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaCesar Pereira
 
Pontos Fonte E Lo
Pontos  Fonte E  LoPontos  Fonte E  Lo
Pontos Fonte E LoRenata Pudo
 
Pontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moPontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moFlavia Parente
 
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Ásia Mágica
 
Meridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesMeridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesFlavia Parente
 
5 elementos - Shu Antigos
5 elementos - Shu Antigos5 elementos - Shu Antigos
5 elementos - Shu AntigosFlavia Parente
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...http://www.saudebio.com Bio
 
Ação energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaAção energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaFlavia Parente
 
Vasos maravilhosos
Vasos maravilhososVasos maravilhosos
Vasos maravilhososRenata Pudo
 
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoO diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoFisio Júnias
 
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityLingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityMarcos Dias
 
As várias avaliações da medicina tradicional chinesa
As várias avaliações da medicina tradicional chinesaAs várias avaliações da medicina tradicional chinesa
As várias avaliações da medicina tradicional chinesaliliana ponte
 

Destaque (20)

Conceitos Básicos MTC parte 2
Conceitos Básicos MTC parte 2Conceitos Básicos MTC parte 2
Conceitos Básicos MTC parte 2
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1
 
Conceitos Básicos MTC parte 5
Conceitos Básicos MTC parte 5Conceitos Básicos MTC parte 5
Conceitos Básicos MTC parte 5
 
Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaApostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
 
A sabedoria do TAO
A sabedoria do TAOA sabedoria do TAO
A sabedoria do TAO
 
Pontos Fonte E Lo
Pontos  Fonte E  LoPontos  Fonte E  Lo
Pontos Fonte E Lo
 
Pontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moPontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu mo
 
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
 
Pulsologia
PulsologiaPulsologia
Pulsologia
 
Meridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesMeridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos Musculares
 
5 elementos - Shu Antigos
5 elementos - Shu Antigos5 elementos - Shu Antigos
5 elementos - Shu Antigos
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Ação energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaAção energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupuntura
 
Vasos maravilhosos
Vasos maravilhososVasos maravilhosos
Vasos maravilhosos
 
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoO diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
 
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityLingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
As várias avaliações da medicina tradicional chinesa
As várias avaliações da medicina tradicional chinesaAs várias avaliações da medicina tradicional chinesa
As várias avaliações da medicina tradicional chinesa
 
Cura Real
Cura RealCura Real
Cura Real
 

Semelhante a Conceitos Básicos MTC parte 3

Iching+e+saúde
Iching+e+saúdeIching+e+saúde
Iching+e+saúdescratsid
 
medicina-tradicional-chinesa.pdf
medicina-tradicional-chinesa.pdfmedicina-tradicional-chinesa.pdf
medicina-tradicional-chinesa.pdfFabioAbagabir1
 
Apostila profa. adriana shiatsu e tuiná
Apostila profa. adriana   shiatsu e tuináApostila profa. adriana   shiatsu e tuiná
Apostila profa. adriana shiatsu e tuináThales Ranniere
 
Astrologia e Diagnóstico - Vanda Marques
Astrologia e Diagnóstico - Vanda MarquesAstrologia e Diagnóstico - Vanda Marques
Astrologia e Diagnóstico - Vanda MarquesMichele Pó
 
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico Os Signos Final
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico  Os Signos FinalAstrologia Como MéTodo De DiagnóStico  Os Signos Final
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico Os Signos FinalMichele Pó
 
Boletim c.b. 007 iemanjá e omulu
Boletim c.b. 007   iemanjá e omuluBoletim c.b. 007   iemanjá e omulu
Boletim c.b. 007 iemanjá e omuluguerreirosdaluz
 
Circulos espiritualidade feminina
Circulos espiritualidade femininaCirculos espiritualidade feminina
Circulos espiritualidade femininaju_almeida
 
Boletim c.b. 004 ogun e iansã
Boletim c.b. 004   ogun e iansãBoletim c.b. 004   ogun e iansã
Boletim c.b. 004 ogun e iansãguerreirosdaluz
 
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e MentaisConceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentaiscomunidadedepraticas
 
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao DiagnósticoAstrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao DiagnósticoMichele Pó
 
Guia essencial-dos-chacras
Guia essencial-dos-chacrasGuia essencial-dos-chacras
Guia essencial-dos-chacrasDirce Bussoloto
 
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdf
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdfAGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdf
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdfRoberto Rabat Chame
 
Boletim c.b. 002 oxalá e oiá tempo
Boletim c.b. 002   oxalá e oiá tempoBoletim c.b. 002   oxalá e oiá tempo
Boletim c.b. 002 oxalá e oiá tempoguerreirosdaluz
 

Semelhante a Conceitos Básicos MTC parte 3 (20)

Iching+e+saúde
Iching+e+saúdeIching+e+saúde
Iching+e+saúde
 
Yin & Yang
Yin & YangYin & Yang
Yin & Yang
 
Teoria do yin e yang
Teoria do yin e yangTeoria do yin e yang
Teoria do yin e yang
 
medicina-tradicional-chinesa.pdf
medicina-tradicional-chinesa.pdfmedicina-tradicional-chinesa.pdf
medicina-tradicional-chinesa.pdf
 
Yin - Yang
Yin - YangYin - Yang
Yin - Yang
 
Apostila profa. adriana shiatsu e tuiná
Apostila profa. adriana   shiatsu e tuináApostila profa. adriana   shiatsu e tuiná
Apostila profa. adriana shiatsu e tuiná
 
Astrologia e Diagnóstico - Vanda Marques
Astrologia e Diagnóstico - Vanda MarquesAstrologia e Diagnóstico - Vanda Marques
Astrologia e Diagnóstico - Vanda Marques
 
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico Os Signos Final
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico  Os Signos FinalAstrologia Como MéTodo De DiagnóStico  Os Signos Final
Astrologia Como MéTodo De DiagnóStico Os Signos Final
 
Boletim c.b. 007 iemanjá e omulu
Boletim c.b. 007   iemanjá e omuluBoletim c.b. 007   iemanjá e omulu
Boletim c.b. 007 iemanjá e omulu
 
Circulos espiritualidade feminina
Circulos espiritualidade femininaCirculos espiritualidade feminina
Circulos espiritualidade feminina
 
Boletim c.b. 004 ogun e iansã
Boletim c.b. 004   ogun e iansãBoletim c.b. 004   ogun e iansã
Boletim c.b. 004 ogun e iansã
 
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e MentaisConceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
 
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao DiagnósticoAstrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
 
Guia essencial-dos-chacras
Guia essencial-dos-chacrasGuia essencial-dos-chacras
Guia essencial-dos-chacras
 
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdf
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdfAGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdf
AGRISSENIOR NOTÍCIAS Nº 548 pdf
 
Boletim c.b. 002 oxalá e oiá tempo
Boletim c.b. 002   oxalá e oiá tempoBoletim c.b. 002   oxalá e oiá tempo
Boletim c.b. 002 oxalá e oiá tempo
 
61818432 a-cura-de-orion
61818432 a-cura-de-orion61818432 a-cura-de-orion
61818432 a-cura-de-orion
 
61818432 a-cura-de-orion(1)
61818432 a-cura-de-orion(1)61818432 a-cura-de-orion(1)
61818432 a-cura-de-orion(1)
 
Mae e filho
Mae e filhoMae e filho
Mae e filho
 
aap1
aap1aap1
aap1
 

Mais de Andreia Moreira (20)

Pedido de Demissão
Pedido de DemissãoPedido de Demissão
Pedido de Demissão
 
Tratamento de Fibromialgia com Cristais Radiônicos
Tratamento de Fibromialgia com Cristais RadiônicosTratamento de Fibromialgia com Cristais Radiônicos
Tratamento de Fibromialgia com Cristais Radiônicos
 
Seus Rins
Seus RinsSeus Rins
Seus Rins
 
Sua Vesícula
Sua VesículaSua Vesícula
Sua Vesícula
 
Seus Pulmões
Seus Pulmões Seus Pulmões
Seus Pulmões
 
Seu Estômago
Seu  EstômagoSeu  Estômago
Seu Estômago
 
Seu Intestino Grosso
Seu Intestino GrossoSeu Intestino Grosso
Seu Intestino Grosso
 
Fígado
Fígado  Fígado
Fígado
 
Baço Pâncreas
Baço Pâncreas Baço Pâncreas
Baço Pâncreas
 
Seu Coração
Seu Coração Seu Coração
Seu Coração
 
Crystal Michelle Coutant -Templo de Deus
Crystal   Michelle Coutant -Templo de DeusCrystal   Michelle Coutant -Templo de Deus
Crystal Michelle Coutant -Templo de Deus
 
Intestino Delgado
Intestino DelgadoIntestino Delgado
Intestino Delgado
 
Declaro me vivo
Declaro me vivoDeclaro me vivo
Declaro me vivo
 
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
 
Plasma marinho
Plasma marinhoPlasma marinho
Plasma marinho
 
O Ponto Azul
O Ponto AzulO Ponto Azul
O Ponto Azul
 
Ressonancia Schumann
Ressonancia SchumannRessonancia Schumann
Ressonancia Schumann
 
Aspargos X Câncer
Aspargos X CâncerAspargos X Câncer
Aspargos X Câncer
 
Lemuria
Lemuria Lemuria
Lemuria
 
Seus Rins Na Visão Da Medicina Tradicional Chinesa
Seus Rins Na Visão Da Medicina Tradicional ChinesaSeus Rins Na Visão Da Medicina Tradicional Chinesa
Seus Rins Na Visão Da Medicina Tradicional Chinesa
 

Conceitos Básicos MTC parte 3

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. Observe a natureza. O céu, por exemplo, às vezes se apresenta azul e radiante, o sol brilha e faz calor. Outras, se mostra nublado, escuro, faz frio, chove... A nossa volta, tudo o que existe apresenta dois pólos que se opõem e se complementam. Segundo o taoísmo, são expressões das energias yin e yang,
  • 5. Nesse trabalho, vamos nos aprofundar sobre a primeira divisão do TAO, a simbologia YIN e YANG, as forças que interagem em todo o Universo e compõem tudo o que existe!
  • 6. "No início era o Tao", o TODO indivisível, o Uno, que se dividiu em duas metades - Yin e Yang . Portanto, Yin e Yang são polaridades, aspectos opostos e complementares do Tao, dois pólos arquetípicos de tudo o que existe: dia e noite, esquerda e direita, feminino e masculino, atividade e repouso, positivo e negativo, terra e céu, e assim por diante...
  • 7. Essas qualidades são analogias que exemplificam a expressão de cada força no mundo fenomênico e não incluem qualquer juízo de valor, pois nenhum dos dois é mais importante ou melhor que o outro. Na verdade, um não pode existir sem o outro. Assim, referir-se a Yang como negativo, apenas indica que ele é negativo ao ser comparado ao Yin, que é positivo. Como as cargas dos elétrons e prótons.
  • 8. No Nei Ching, o imperador Amarelo disse: “O princípio do Yin e do Yang – os elementos masculino e feminino da Natureza – é o princípio básico de todo o Universo... de tudo quanto existe na Criação... a raiz e a fonte da vida e da morte. O céu foi criado por uma acumulação de Yang, o elemento da luz; a terra foi criada por uma acumulação de yin, o elemento da escuridão”.
  • 9. Assim, o poder criador foi associado ao Yang – o Céu, o Sol, masculino, - enquanto o Yin corresponde à Terra, ao receptivo, feminino. O céu está acima, cheio de movimento. A terra - na antiga concepção geocêntrica – está embaixo e em repouso. Dessa forma, yin passou a simbolizar o repouso e yang, o movimento.
  • 10. No núcleo do Yang encontramos uma semente de Yin e no núcleo do Yin, uma semente de Yan. Assim, toda vez que uma das forças atinge seu ponto extremo, como tem dentro de si a semente de seu oposto, nele se transforma, em ciclos ininterruptos, contínuos, regulares e interdependentes.
  • 11. Complicado? Não é! Lembre-se do dia e da noite, que se sucedem continuamente... Eles dão origem um ao outro! E também das estações do ano, que o fazem em ciclos um pouco maiores!
  • 12. Mas o símbolo mais amplo e profundo da dinâmica Yin Yang, é a relação entre o Céu e a Terra . O ser humano encontra-se no centro dessa relação! Na verdade, junto com todas as formas de vida sobre o Planeta, somos um dos resultados possíveis desta inter-relação!
  • 13. Nosso organismo é constituído de matéria densa e sólida, bem como de elementos sutis, diáfanos e imateriais... O corpo físico provém das profundezas fecundas do planeta, enquanto nossa vida psíquica emana dos mundos celestiais!
  • 14. A união desses elementos é simbolizada pelo Tigre e o Dragão , que representam o equilíbrio das forças do corpo físico (tigre, terra, vigor) e da mente (dragão, descendente do céu, poder) integradas num movimento contínuo, de influência mútua. (Isoladamente, cada animal tem um significado diferente...).
  • 15. A energia Yin está associada ao feminino, à noite, ao escuro, ao frio, à lua, ao repouso. Em nós ela se expressa como emocional, passiva, receptiva, interior, cerebral, profunda. O Yin geralmente se contrai, flui para baixo e para dentro, e se esconde nas profundezas do corpo. A inteligência é de composição Yin.
  • 16. O Yang se expressa como masculino, criativo, cheio, ativo, movimento, luminoso, quente, fogo, dia, brilho, Sol. Em nosso corpo, o Yang se expande, flui para cima e para fora. O Yang é o que você vê. A expressão da inteligência é Yang.
  • 17. Mesmo o yang estando relacionado a energia masculina, nem por isso os homens são necessariamente yang, e as mulheres, yin – as duas energias estão presentes nos dois sexos, de forma equilibrada. A preponderância de uma delas vai interferir na opção sexual do indivíduo. É o caso, por exemplo, dos homens com excesso de Yin – femininos ou passivos – que então se sentem atraídos por pessoas Yang...
  • 18. A presença do yin e do yang em maior ou menor grau em alguém, também explica as diferenças de temperamento e a maneira como cada um percebe a realidade e expressa o que sente e pensa.
  • 19. O tipo yang tende a ser extrovertido, é caloroso, transborda vitalidade e valoriza a ação, enquanto o tipo yin , mais introspectivo e sensível, se volta ao mundo dos pensamentos e das idéias.
  • 20. Nossas emoções estão agrupadas em torno dessas 2 polaridades. O amor, a tolerância, a iniciativa, a criatividade, a amizade, a admiração, a ajuda, são Yang. O ódio, o embotamento, o sedentarismo, a intolerância, a inimizade, a inveja, a dificuldade e a oposição, são Yin.
  • 21. Embora cada pessoa exiba uma ênfase numa dessas forças emocionais, ninguém é yin ou yang o tempo todo. Há momentos em que estamos ativos, alegres e dispostos. Em outros, podemos nos mostrar agitados e irritados, ou ainda sermos capturados pela tristeza e falta de ânimo.
  • 22. Locais e coisas também são Yin e Yang. Montanhas, prédios e lugares altos, objetos grandes, maciços, duros, concretos, são forças Yang, poderosas nos meses de verão, mas que enfraquecem durante a noite escura. Os locais em que há Yang demais são muito agitados e ruidosos - boates, festas, shows, etc – causando excessos de todo tipo; devem ser freqüentados com moderação.
  • 23. Partes baixas, vales, proximidade de rios, objetos pequenos, frágeis, moles, são Yin, forças poderosas nos meses de inverno e que enfraquecem durante o dia claro. Os locais em que há Yin demais - cemitérios e igrejas - são muito calmos e sem vida e não se deve permanecer muito tempo neles.
  • 24. Existem diversas partes, pontos, regiões, órgãos e sistemas do nosso corpo onde os princípios do Yin - Yang também são aplicados, diferenciando formas e funções.
  • 25. Considera-se Yin o lado direito do corpo, a parte anterior (ventral); a parte palmar; membros inferiores; o tronco; o interior do corpo e os órgãos maciços: pulmão, coração, pericárdio, fígado, baço-pâncreas, rim e seus meridianos.
  • 26. Consideramos Yang o lado esquerdo e exterior do corpo; a parte posterior (dorsal); os membros superiores; cabeça (cérebro); os órgãos ocos: intestino delgado, intestino grosso, estômago, vesícula – biliar, tríplice aquecedor, bexiga, útero e os meridianos dessas vísceras.
  • 27. É o fluxo ininterrupto e suave das energias Yin e Yang, que mantém o bom funcionamento dos sistemas e órgãos internos de nosso corpo, e conseqüentemente, das atividades nervosas, emocionais e mentais.
  • 28. Embora opostas em suas características, essas duas forças não se separam. Elas são a cara e a coroa da mesma moeda. No corpo humano, a harmonia e o equilíbrio entre essas polaridades, determinam a saúde, o bem-estar e a longevidade de uma pessoa.
  • 29. Quando há desequilíbrio entre essas polaridades, surge a doença, porque isso significa que uma delas está predominando. Se o Yang estiver mais forte, em geral a pessoa apresentará um quadro de excesso de energia, com agitação e calor. Já com predominância do Yin, apresentará sintomas de fraqueza e frieza.
  • 30. A classificação Yin e Yang abrange, portanto, não apenas órgãos e vísceras, mas processos fisiológicos normais e patológicos. Existe, inclusive uma série de sinais na aparência física e gestual do paciente, que aliados aos sintomas, são utilizados no processo diagnóstico da MCT, nas diversas situações patogênicas.
  • 31. Por exemplo, são considerados Yang voz vibrante,otimismo, desembaraço, olhar brilhante; aspecto arrogante; as infecções agudas, a tendência ao emagrecimento; inflamações, febre, sensibilidade e tônus muscular aumentados, espasmo, pele seca, quente; insônia; ansiedade; excitação; tensão; dilatação; alteração dos movimentos e convulsões.
  • 32. São diagnosticados como Yin, todos os processos crônicos; tendência à obesidade, congestão, hipotermia, o tônus muscular diminuído, a flacidez; sensibilidade diminuída, pele úmida, fria; sonolência; pessimismo; olhar apagado; aspecto alquebrado; timidez; depressão; inibição; coma, estupor.
  • 33. Para confirmar o diagnóstico de uma patologia, a MTC verifica o pulso e a língua do paciente, para identificar os sistemas e órgãos atingidos pelo desequilíbrio das polaridades, causado geralmente pelos agentes patogênicos aos quais o organismo está exposto.
  • 34. Na concepção da medicina chinesa os desequilíbrios energéticos são causado por agentes externos: - vento, secura, calor, umidade e frio - associados a sentimentos ou estados emocionais – raiva, medo, alegria, “preocupação” e tristeza.
  • 35. Como vemos, o clima e o estado emocional de uma pessoa, podem afetar sua saúde. Por exemplo, reumatismo é denominado “doença do frio, da tristeza e da umidade”... Já a gastrite é provocada pela emoção da raiva e pelo calor, que leva o Chi do “fígado” a invadir o “estômago”... Quando o vento penetra no mar de medula (o cérebro) pode causar uma paralisia equivalente ao acidente vascular cerebral do ocidente...
  • 36. O diagnóstico terapêutica deve ainda levar em conta, a qualidade do Chi Yin e Yang de natureza ancestral ou pré-natal. Na epilepsia, por exemplo, ou síndrome Dian xian (vento da cabra louca), considera-se que houve um dano ao Yin ancestral (pré natal), antes do bebê nascer, provocado por susto, surpresa ou alegria. Talvez venha daí, as concepções populares de dano fetal causados por sustos e desejos não satisfeitos, para explicar defeitos congênitos.
  • 37. Enfim, o fluxo de Chi Yin ou Yang em nosso corpo, pode ser alterado por fatores ambientais e emocionais, resultando em doenças pelo excesso ou falta dessas energias nos diversos órgãos, sistemas e meridianos. Somente depois de identificados todos os sintomas e fatores presentes na síndrome, o profissional da MTC pode concluir o diagnóstico e escolher as melhores opções de tratamentos!
  • 38. Obrigado pela atenção! Espero que nos encontremos na próxima apresentação!
  • 39. Texto adaptado do Sistema Taoísta de Cura de Mantak Chia Criação e Formatação: OLGA MENDONÇA Psicóloga, Psicoterapeuta Corporal e Naturoterapeuta Contato: terapeutaolga@gmail.com Visite nosso site e conheça outros PPS da série: http://terapeutaolga.com.br/