SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
INTRODUÇÃO
• Com este trabalho, pretendemos explicar aos nossos
colegas, os principais climas do mundo (quentes,
temperados e frios).
• Iremos falar, concretamente, nos climas quentes, que são:
clima equatorial, tropical húmido, tropical seco e clima
desértico quente.
• Vamos analisar gráficos, de acordo, com as temperaturas
médias anuais e mensais, a amplitude térmica anual, a
precipitação, as estações húmidas e estações secas.
NOÇÃO DE CLIMA
• O clima de um lugar ou região é a sucessão habitual dos
estados de tempo, ao longo do ano, sobre esse mesmo
lugar ou região, ou seja, uma síntese anual do tempo.
• Clima é um conceito usado para dividir o mundo em
regiões que dividem parâmetros climáticos parecidos.
PÁG. 100, EXERCÍCIO 1
Latitude Lugar Temperatura
média anual
(°C )
Temp. média
mensal da
maioria dos
meses
Zona climática
Baixa Elevada (superior
a 18°C)
Média Moderada (de
5°C a 18°C)
elevada Negativa (
inferior a 0°C)
Lomé
Bilbau
Igaluit
14,8
-9,7
26,8 Quente
Temperada do
norte
Fria do
norte
EXERCÍCIO 2; PÁGINA 100
Lugar A
Lugar B
Lugar C
Igaluit
Bilbau
Lomé
Todos os climas quentes apresentam temperatura média anual
e temperaturas médias mensais elevadas, mas a amplitude
térmica anual vai aumentando com a latitude:
• É quase nula, no clima equatorial;
• Sobe um pouco, mantendo valores baixos, nos climas
tropicais, sobretudo no tropical seco;
• É mais alta no clima desértico quente, atingindo valores
superiores a 10°C.
• O aumento da amplitude térmica anual com a latitude
deve-se ao aumento da variação sazonal do aquecimento
solar á medida que cresce a distância ao equador.
PÁGINA 102
Clima Equatorial Tropical húmido
Temp. média anual
Temp. média mensal Elevada em todos os meses
do ano e com valores muito
próximos
Amplitude térmica anual 28°C - 27°C = 1°C
Precipitação
Estação húmida
Estação seca
28°C 26°C
Elevada todos os
meses e com valores
aproximados
28°C - 25°C = 3°C
Total anual: 2404 mm Total anual: 1501 mm
Todo o ano
Estação húmida mais
prolongada: 8 meses
Não existe
Estação seca mais
curta: 4 meses
PÁGINA 103
COMPLETA
Clima Tropical seco Desértico quente
Temp. média anual
Temp. média mensal
Amplitude térmica anual
Precipitação
Estação húmida Não existe estação
húmida
Estação seca
28°C 23°C
Elevada em todos os meses,
mas a de Maio é a mais alta
e a de Julho é mais baixa.
Elevada em todos os
meses, mas a de Junho é
a mais alta e a de
Dezembro é mais baixa.
32°C - 25° = 7°C 30°C - 19°C = 11°C
Total anual: 455 mm Total anual: 122 mm
Estação húmida
mais curta: 3 meses
Estação seca mais
prolongada: 8 meses
Todos os meses do
ano são secos.
Na zona quente, a precipitação vai diminuindo á medida
que a latitude aumenta:
 Tem valores elevados no clima equatorial, em que a estação
húmida dura todo o ano;
 É abundante no clima tropical húmido, em que a estação
húmida é mais prolongada do que a seca;
 No clima tropical seco, há lugar para uma estação seca mais
prolongada, que ocorre em menos meses;
 No clima desértico quente, a estação seca dura todo o ano,
logo, a precipitação torna-se rara;
Esta redução da precipitação com a latitude, deve-se á
gradual diminuição da influência das baixas pressões
equatoriais e ao progressivo aumento da influência das altas
pressões subtropicais.
CLIMA EQUATORIAL
• A temperatura média é cerca de 25°C.
• A precipitação é abundante durante todo o ano,
não existindo nenhum período seco.
• A vegetação natural é chamada floresta
equatorial, rica em árvores jovens, plantas
rasteiras, lianas e trepadeiras…
• Os principais produtos agrícolas são: inhame,
batata doce e mandioca.
Inhame
Lianas
Batata doce
CLIMA TROPICAL HÚMIDO
• Temperaturas médias mensais elevadas, com amplitude
térmica anual muito baixa.
• As precipitações são abundantes embora distribuídas
irregularmente ao longo do ano. Chove muito na estação
húmida e pouco na estação seca.
• A vegetação natural – floresta galeria, que faz a transição
da floresta equatorial para a savana alta, de espécies
arbóreas e arbustivas, que vai dando lugar à savana baixa,
de arbustos e ervas altas.
• Principais produtos agrícolas são: arroz, café, cacau, cana
de açúcar e algodão.
Café
Cacau
Cana de
açúcar
PÁGINA 104; EXERCÍCIO 1
1.
a)
b)
2.
Clima equatorial:
Clima tropical húmido:
Clima tropical húmido
Clima equatorial
Floresta equatorial;
Mandioca
Savana; Cacau
CLIMA TROPICAL SECO
• Tem temperaturas médias mensais elevadas, com
amplitude térmica anual baixa.
• A precipitação, apenas existe em alguns meses, pois
a estação seca é mais prolongada.
• A vegetação natural – estepe; erva baixa e alguns
arbustos, ou seja, vai dando lugar á erva rasteira.
• A agricultura é escassa, mas é predominante a criação
de gado.
CLIMA DESÉRTICO QUENTE
• As temperaturas médias mensais são elevadas, com
amplitude térmica anual moderada.
• A precipitação é muito rara.
• A vegetação natural é escassa e é constituída por
plantas xerófilas: resistentes ao calor e á secura (ex.
Catos).
• A agricultura é constituída por oásis ou campos
irrigados artificialmente, sobretudo para produtos
hortícolas.
Oásis
PÁGINA 105; EXERCÍCIO 1
• 1.
a) É a duração da estação húmida
(maior no tropical húmido) e da estação
seca (maior no tropical seco).
b) O clima quente é muito seco. A
vegetação natural é escassa e de
xerófilas.
CONCLUSÃO
• Podemos concluir que existem 4 tipos de climas quentes:
desértico quente; tropical seco; equatorial; tropical húmido.
• Todos os climas quentes apresentam temperatura média
anual e temperaturas médias mensais elevadas, mas a
amplitude térmica anual vai aumentando com a latitude.
• O aumento da amplitude térmica anual com a latitude
deve-se ao aumento da variação sazonal do aquecimento
solar á medida que cresce a distância ao equador.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13Gina Espenica
 
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)Carlos F. M. Costa
 
Climas mundo alt. mm 12-13
Climas  mundo alt.    mm 12-13Climas  mundo alt.    mm 12-13
Climas mundo alt. mm 12-13Gina Espenica
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaIlda Bicacro
 
3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos3.Factores Climáticos
3.Factores ClimáticosMayjö .
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficosMayjö .
 
A importância da atmosfera
A importância da atmosferaA importância da atmosfera
A importância da atmosferaGeografias Geo
 
Localização absoluta e relativa
Localização absoluta e relativaLocalização absoluta e relativa
Localização absoluta e relativainessalgado
 
Const. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalConst. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalGina Espenica
 
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E Mundo
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E MundoFicha De Trabalho - Clima Portugal E Mundo
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E Mundoabarros
 

Mais procurados (20)

Clima temperado continental
Clima temperado continentalClima temperado continental
Clima temperado continental
 
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
 
Tipos De Clima
Tipos De ClimaTipos De Clima
Tipos De Clima
 
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
 
Regras De Aulas
Regras De AulasRegras De Aulas
Regras De Aulas
 
Climas mundo alt. mm 12-13
Climas  mundo alt.    mm 12-13Climas  mundo alt.    mm 12-13
Climas mundo alt. mm 12-13
 
Clima frio polar
Clima frio polar   Clima frio polar
Clima frio polar
 
Clima temperado mediterrâneo
Clima temperado mediterrâneo Clima temperado mediterrâneo
Clima temperado mediterrâneo
 
Clima mediterrânico
Clima mediterrânicoClima mediterrânico
Clima mediterrânico
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
 
A importância da atmosfera
A importância da atmosferaA importância da atmosfera
A importância da atmosfera
 
Secas
SecasSecas
Secas
 
Climas
ClimasClimas
Climas
 
Localização absoluta e relativa
Localização absoluta e relativaLocalização absoluta e relativa
Localização absoluta e relativa
 
Const. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalConst. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. final
 
Temperatura
TemperaturaTemperatura
Temperatura
 
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E Mundo
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E MundoFicha De Trabalho - Clima Portugal E Mundo
Ficha De Trabalho - Clima Portugal E Mundo
 
Resumo a saga
Resumo a sagaResumo a saga
Resumo a saga
 

Destaque

Ficha trabalho climas quentes
Ficha trabalho climas quentesFicha trabalho climas quentes
Ficha trabalho climas quentesAlexandra Duarte
 
GEO: Correcção do 5º teste - Climas
GEO: Correcção do 5º teste - ClimasGEO: Correcção do 5º teste - Climas
GEO: Correcção do 5º teste - Climas7F
 
Clima factores ficha_trabalho
Clima factores ficha_trabalhoClima factores ficha_trabalho
Clima factores ficha_trabalhoGeografias Geo
 
Geografia 7º ano - teste de avaliação
Geografia 7º ano - teste de avaliaçãoGeografia 7º ano - teste de avaliação
Geografia 7º ano - teste de avaliaçãoMaria Da Guia Fonseca
 
Ficha de Avaliação n.º 4 - Correção
Ficha de Avaliação n.º 4 - CorreçãoFicha de Avaliação n.º 4 - Correção
Ficha de Avaliação n.º 4 - CorreçãoFilomenaJarmelo
 
Graficos Temopluviometricos
Graficos TemopluviometricosGraficos Temopluviometricos
Graficos TemopluviometricosEmília Cabral
 
Clima factores clima_fichainformativa
Clima factores clima_fichainformativaClima factores clima_fichainformativa
Clima factores clima_fichainformativaGeografias Geo
 
Power Point Geografia
Power Point GeografiaPower Point Geografia
Power Point Geografia8ºC
 
Tipos de climas
Tipos de climasTipos de climas
Tipos de climaslsanlla
 
Factores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - TemperaturaFactores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - Temperaturaabarros
 
Geografia: meio natural
Geografia: meio naturalGeografia: meio natural
Geografia: meio natural7F
 
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)Andreia Margarido
 
Ficha de trabalho de história e geografia.
Ficha de trabalho de história e geografia.Ficha de trabalho de história e geografia.
Ficha de trabalho de história e geografia.filipe_gordinho
 

Destaque (20)

Ficha trabalho climas quentes
Ficha trabalho climas quentesFicha trabalho climas quentes
Ficha trabalho climas quentes
 
GEO: Correcção do 5º teste - Climas
GEO: Correcção do 5º teste - ClimasGEO: Correcção do 5º teste - Climas
GEO: Correcção do 5º teste - Climas
 
Clima factores ficha_trabalho
Clima factores ficha_trabalhoClima factores ficha_trabalho
Clima factores ficha_trabalho
 
Geografia 7º ano - teste de avaliação
Geografia 7º ano - teste de avaliaçãoGeografia 7º ano - teste de avaliação
Geografia 7º ano - teste de avaliação
 
Ficha de Avaliação n.º 4 - Correção
Ficha de Avaliação n.º 4 - CorreçãoFicha de Avaliação n.º 4 - Correção
Ficha de Avaliação n.º 4 - Correção
 
Graficos Temopluviometricos
Graficos TemopluviometricosGraficos Temopluviometricos
Graficos Temopluviometricos
 
Clima factores clima_fichainformativa
Clima factores clima_fichainformativaClima factores clima_fichainformativa
Clima factores clima_fichainformativa
 
Power Point Geografia
Power Point GeografiaPower Point Geografia
Power Point Geografia
 
Tipos de climas
Tipos de climasTipos de climas
Tipos de climas
 
Factores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - TemperaturaFactores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - Temperatura
 
Teste geografia
Teste geografiaTeste geografia
Teste geografia
 
Clima desértico quente
Clima desértico quenteClima desértico quente
Clima desértico quente
 
Geografia: meio natural
Geografia: meio naturalGeografia: meio natural
Geografia: meio natural
 
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)
Ficha de trabalho nº 9 (países europeus)
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Ficha UE
Ficha UEFicha UE
Ficha UE
 
Os climas da terra
Os climas da terraOs climas da terra
Os climas da terra
 
Ficha de trabalho de história e geografia.
Ficha de trabalho de história e geografia.Ficha de trabalho de história e geografia.
Ficha de trabalho de história e geografia.
 
Mapa de testes 2º p
Mapa de testes 2º p Mapa de testes 2º p
Mapa de testes 2º p
 
Guião 7º 5º teste
Guião 7º 5º testeGuião 7º 5º teste
Guião 7º 5º teste
 

Semelhante a Climas quentes, geografia 7ºano

GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetação
GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetaçãoGEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetação
GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetaçãoElisabeteCosta63
 
Climatologia e as grandes paisagens
Climatologia e as grandes paisagensClimatologia e as grandes paisagens
Climatologia e as grandes paisagensFabrício Almeida
 
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]Marco Aurélio Gondim
 
Climatologia (Parte 1)
Climatologia  (Parte 1)Climatologia  (Parte 1)
Climatologia (Parte 1)Hidrologia UFC
 
climas do brasil e seus respectivos biomas
climas do brasil e seus respectivos biomasclimas do brasil e seus respectivos biomas
climas do brasil e seus respectivos biomasRodrigoSaraiva28
 
Características dos Climas Mundiais
Características dos Climas MundiaisCaracterísticas dos Climas Mundiais
Características dos Climas Mundiaisleogartixa
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoDébora Sales
 
Diversidade Climática Mundial
Diversidade Climática MundialDiversidade Climática Mundial
Diversidade Climática Mundiallidia76
 
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)Karol Schmitz
 
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptx
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptxA CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptx
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptxbandaencontros
 

Semelhante a Climas quentes, geografia 7ºano (20)

CLIMARE
CLIMARECLIMARE
CLIMARE
 
GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetação
GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetaçãoGEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetação
GEOGRAFIA 7 - O clima - Distribuição e caraterísticas dos climas e da vegetação
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
 
Climatologia e as grandes paisagens
Climatologia e as grandes paisagensClimatologia e as grandes paisagens
Climatologia e as grandes paisagens
 
1 biomas
1   biomas1   biomas
1 biomas
 
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Climas - Prof. Marco Aurelio Gondim [www.gondim.net]
 
Climatologia (Parte 1)
Climatologia  (Parte 1)Climatologia  (Parte 1)
Climatologia (Parte 1)
 
climas do brasil e seus respectivos biomas
climas do brasil e seus respectivos biomasclimas do brasil e seus respectivos biomas
climas do brasil e seus respectivos biomas
 
Características dos Climas Mundiais
Características dos Climas MundiaisCaracterísticas dos Climas Mundiais
Características dos Climas Mundiais
 
Climas da terra
Climas da terraClimas da terra
Climas da terra
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetação
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
 
Diversidade Climática Mundial
Diversidade Climática MundialDiversidade Climática Mundial
Diversidade Climática Mundial
 
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
 
Climas
ClimasClimas
Climas
 
ÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMAÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMA
 
ÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMAÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMA
 
ÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMAÁSIA - CLIMA
ÁSIA - CLIMA
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptx
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptxA CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptx
A CLASSIFICAÇAO CLIMÁTICA.pptx
 

Último

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...azulassessoria9
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreLeandroLima265595
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxKtiaOliveira68
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxJustinoTeixeira1
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfAutonoma
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 

Último (20)

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 

Climas quentes, geografia 7ºano

  • 1.
  • 2. INTRODUÇÃO • Com este trabalho, pretendemos explicar aos nossos colegas, os principais climas do mundo (quentes, temperados e frios). • Iremos falar, concretamente, nos climas quentes, que são: clima equatorial, tropical húmido, tropical seco e clima desértico quente. • Vamos analisar gráficos, de acordo, com as temperaturas médias anuais e mensais, a amplitude térmica anual, a precipitação, as estações húmidas e estações secas.
  • 3. NOÇÃO DE CLIMA • O clima de um lugar ou região é a sucessão habitual dos estados de tempo, ao longo do ano, sobre esse mesmo lugar ou região, ou seja, uma síntese anual do tempo. • Clima é um conceito usado para dividir o mundo em regiões que dividem parâmetros climáticos parecidos.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. PÁG. 100, EXERCÍCIO 1 Latitude Lugar Temperatura média anual (°C ) Temp. média mensal da maioria dos meses Zona climática Baixa Elevada (superior a 18°C) Média Moderada (de 5°C a 18°C) elevada Negativa ( inferior a 0°C) Lomé Bilbau Igaluit 14,8 -9,7 26,8 Quente Temperada do norte Fria do norte
  • 13. EXERCÍCIO 2; PÁGINA 100 Lugar A Lugar B Lugar C Igaluit Bilbau Lomé
  • 14. Todos os climas quentes apresentam temperatura média anual e temperaturas médias mensais elevadas, mas a amplitude térmica anual vai aumentando com a latitude: • É quase nula, no clima equatorial; • Sobe um pouco, mantendo valores baixos, nos climas tropicais, sobretudo no tropical seco; • É mais alta no clima desértico quente, atingindo valores superiores a 10°C.
  • 15. • O aumento da amplitude térmica anual com a latitude deve-se ao aumento da variação sazonal do aquecimento solar á medida que cresce a distância ao equador.
  • 17.
  • 18. Clima Equatorial Tropical húmido Temp. média anual Temp. média mensal Elevada em todos os meses do ano e com valores muito próximos Amplitude térmica anual 28°C - 27°C = 1°C Precipitação Estação húmida Estação seca 28°C 26°C Elevada todos os meses e com valores aproximados 28°C - 25°C = 3°C Total anual: 2404 mm Total anual: 1501 mm Todo o ano Estação húmida mais prolongada: 8 meses Não existe Estação seca mais curta: 4 meses
  • 20.
  • 21. COMPLETA Clima Tropical seco Desértico quente Temp. média anual Temp. média mensal Amplitude térmica anual Precipitação Estação húmida Não existe estação húmida Estação seca 28°C 23°C Elevada em todos os meses, mas a de Maio é a mais alta e a de Julho é mais baixa. Elevada em todos os meses, mas a de Junho é a mais alta e a de Dezembro é mais baixa. 32°C - 25° = 7°C 30°C - 19°C = 11°C Total anual: 455 mm Total anual: 122 mm Estação húmida mais curta: 3 meses Estação seca mais prolongada: 8 meses Todos os meses do ano são secos.
  • 22. Na zona quente, a precipitação vai diminuindo á medida que a latitude aumenta:  Tem valores elevados no clima equatorial, em que a estação húmida dura todo o ano;  É abundante no clima tropical húmido, em que a estação húmida é mais prolongada do que a seca;  No clima tropical seco, há lugar para uma estação seca mais prolongada, que ocorre em menos meses;  No clima desértico quente, a estação seca dura todo o ano, logo, a precipitação torna-se rara; Esta redução da precipitação com a latitude, deve-se á gradual diminuição da influência das baixas pressões equatoriais e ao progressivo aumento da influência das altas pressões subtropicais.
  • 23. CLIMA EQUATORIAL • A temperatura média é cerca de 25°C. • A precipitação é abundante durante todo o ano, não existindo nenhum período seco. • A vegetação natural é chamada floresta equatorial, rica em árvores jovens, plantas rasteiras, lianas e trepadeiras… • Os principais produtos agrícolas são: inhame, batata doce e mandioca.
  • 25. CLIMA TROPICAL HÚMIDO • Temperaturas médias mensais elevadas, com amplitude térmica anual muito baixa. • As precipitações são abundantes embora distribuídas irregularmente ao longo do ano. Chove muito na estação húmida e pouco na estação seca. • A vegetação natural – floresta galeria, que faz a transição da floresta equatorial para a savana alta, de espécies arbóreas e arbustivas, que vai dando lugar à savana baixa, de arbustos e ervas altas. • Principais produtos agrícolas são: arroz, café, cacau, cana de açúcar e algodão.
  • 27.
  • 28. PÁGINA 104; EXERCÍCIO 1 1. a) b) 2. Clima equatorial: Clima tropical húmido: Clima tropical húmido Clima equatorial Floresta equatorial; Mandioca Savana; Cacau
  • 29. CLIMA TROPICAL SECO • Tem temperaturas médias mensais elevadas, com amplitude térmica anual baixa. • A precipitação, apenas existe em alguns meses, pois a estação seca é mais prolongada. • A vegetação natural – estepe; erva baixa e alguns arbustos, ou seja, vai dando lugar á erva rasteira. • A agricultura é escassa, mas é predominante a criação de gado.
  • 30.
  • 31. CLIMA DESÉRTICO QUENTE • As temperaturas médias mensais são elevadas, com amplitude térmica anual moderada. • A precipitação é muito rara. • A vegetação natural é escassa e é constituída por plantas xerófilas: resistentes ao calor e á secura (ex. Catos). • A agricultura é constituída por oásis ou campos irrigados artificialmente, sobretudo para produtos hortícolas.
  • 33. PÁGINA 105; EXERCÍCIO 1 • 1. a) É a duração da estação húmida (maior no tropical húmido) e da estação seca (maior no tropical seco). b) O clima quente é muito seco. A vegetação natural é escassa e de xerófilas.
  • 34. CONCLUSÃO • Podemos concluir que existem 4 tipos de climas quentes: desértico quente; tropical seco; equatorial; tropical húmido. • Todos os climas quentes apresentam temperatura média anual e temperaturas médias mensais elevadas, mas a amplitude térmica anual vai aumentando com a latitude. • O aumento da amplitude térmica anual com a latitude deve-se ao aumento da variação sazonal do aquecimento solar á medida que cresce a distância ao equador.