SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
DIVÓRCIO
     &
CASAMENTO
BÍBLIA
Também foi dito: Quem repudiar sua
    mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu,
   porém, vos digo que todo aquele que
repudia sua mulher, a não ser por causa
  de infidelidade, a faz adúltera; e quem
          casar com a repudiada, comete
              adultério. – Mateus 5:31-32
(u-i). [Do lat. tard. prostitutione.]
S. f.
 1. Ato ou efeito de prostituir(-se).
[Do lat. prostituere, 'expor', 'pôr à venda'.]
V. t. d.
 1.      Iniciar na vida de prostituto; entregar à devassidão;
desmoralizar, corromper.
 2.      Fig. Tornar vil ou degradante; degradar, aviltar,
desonrar: 2
V. t. d. e i.
 3.      Entregar, para que se prostitua: 2
 4.      Expor publicamente: 2
V. p.
 5.      Entregar-se à vida de pública devassidão; tornar-se
prostituto.
 6.      Produzir (o artista ou o cientista de capacidade) obra
artística ou científica com o objetivo exclusivo de enriquecer,
desprezando princípios, idéias, ou a qualidade do trabalho: 2

 7.   Fig. Desonrar-se, aviltar-se, praticando ações
vergonhosas ou indecorosas; rebaixar-se: 2
Todo aquele que repudia sua mulher e
    casa com outra, comete adultério; e
quem casa com a que foi repudiada pelo
      marido, também comete adultério.
                           Lucas 16:18
A mulher está ligada enquanto
 o marido vive; mas se falecer
 o marido, fica livre para casar
   com quem quiser, contanto
         que seja no Senhor.
                      I Cor. 7:39
Aproximaram-se dele alguns fariseus que o
experimentavam, dizendo: É lícito ao homem
    repudiar sua mulher por qualquer motivo?
Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o
    Criador os fez desde o princípio homem e
    mulher, e que ordenou: Por isso deixará o
 homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher;
 e serão os dois uma só carne? Assim já não
 são mais dois, mas um só carne. Portanto o
   que Deus ajuntou, não o separe o homem.
                               Mateus 19:3-7
Disse-lhes ele: Pela dureza de vossos
  corações Moisés vos permitiu repudiar
    vossas mulheres; mas não foi assim
   desde o princípio. Eu vos digo porém,
que qualquer que repudiar sua mulher, a
     não ser por causa de infidelidade, e
  casar com outra, comete adultério; e o
    que casar com a repudiada também
       comete adultério. - Mateus 19:8-9
PAULO
Ou ignorais, irmãos (pois falo aos que
conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre
    o homem por todo o tempo que ele vive?
Porque a mulher casada está ligada pela lei a
  seu marido enquanto ele viver; mas, se ele
    morrer, ela está livre da lei do marido. De
    sorte que, enquanto viver o marido, será
  chamado adúltera, se for de outro homem;
    mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e
      assim não será adúltera se for de outro
                    marido. – Romanos 7:1-3
ESPÍRITO DE PROFECIA
     O Lar Adventista
Entre os judeus era permitido ao homem
          repudiar sua mulher pelas mais triviais
       ofensas, e a mulher se achava então em
   liberdade de casar outra vez. Este costume
     levava a grande infelicidade e pecado. No
              Sermão do Monte, Jesus declarou
  plenamente que não podia haver dissolução
               do laço matrimonial, a não ser por
      infidelidade do voto conjugal. "Qualquer",
     disse Ele, "que repudiar sua mulher, a não
      ser por causa de prostituição, faz que ela
cometa adultério; e qualquer que casar com a
 repudiada comete adultério." Mat. 5:32. - LA,
Quando, posteriormente, os fariseus O
   interrogaram acerca da legalidade do
divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes
       a antiga instituição do casamento,
        segundo foi ordenada na criação.
       "Moisés", disse Ele, "por causa da
  dureza do vosso coração, vos permitiu
          repudiar vossa mulher; mas, no
     princípio, não foi assim." Mat. 19:8.
                                  LA. 341
ESPÍRITO DE PROFECIA
   O Maior Discurso de Cristo
Entre os judeus era permitido ao homem
 repudiar sua mulher pelas mais triviais ofensas,
     e a mulher se achava então em liberdade de
  casar outra vez. Este costume levava a grande
     infelicidade e pecado. No Sermão do Monte,
Jesus declarou plenamente que não podia haver
    dissolução do laço matrimonial, a não ser por
  infidelidade do voto conjugal. "Qualquer", disse
      Ele, "que repudiar sua mulher, a não ser por
         causa de prostituição, faz que ela cometa
adultério; e qualquer que casar com a repudiada
             comete adultério." Mat. 5:32. MDC, 63
Quando, posteriormente, os fariseus O interrogaram acerca
 da legalidade do divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes a
   antiga instituição do casamento, segundo foi ordenada na
     criação. "Moisés", disse Ele, "por causa da dureza do
      vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher;
       mas, no princípio, não foi assim." Mat. 19:8. Ele lhes
        chamou a atenção para os abençoados dias do Éden,
  quando Deus declarou tudo "muito bom". Gên. 1:31. Então
    tiveram origem o casamento e o sábado, instituições
             gêmeas para a glória de Deus no benefício da
humanidade. Então, ao unir o Criador as mãos do santo par
em matrimônio, dizendo: Um homem "deixará... o seu pai e a
   sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma
 carne" (Gên. 2:24), enunciou a lei do matrimônio para todos
 os filhos de Adão, até ao fim do tempo. Aquilo que o próprio
Pai Eterno declarou bom, era a lei da mais elevada bênção e
              desenvolvimento para o homem. - MDC, 63 - 64
ESPÍRITO DE PROFECIA
     O Lar Adventista
Vi que a irmã ------, por ora, não tem
   direito de desposar outro homem;
       mas se ela, ou qualquer outra
mulher, obtiver um divórcio legal na
       base de adultério por parte do
 marido, então está livre para casar
                   com quem quiser.
  Manuscrito 2, 1863 (Carta 4a, 1863). - LA. 344
1. Nos casos de violação do sétimo
     mandamento onde a parte culpada não
  manifesta verdadeiro arrependimento, se a
    parte ofendida pode obter o divórcio sem
tornar pior a situação de ambos e dos filhos,
     se os têm, devem separar-se.- LA. 346

       2. Se há possibilidade de ficarem eles
   próprios e os filhos em situação pior pelo
    divórcio, não conhecemos nenhum texto
bíblico que declare culpada a parte inocente
            por não se separarem..- LA. 346
ESPÍRITO DE PROFECIA
     O Lar Adventista
Não posso ver que esta nova união deva ser
         perturbada. É uma questão séria separar um
       homem de sua esposa. Não há nenhuma base
      bíblica para dar tal passo nesse caso. Ele não a
deixou, ela o deixou a ele. Ele não se tornou a casar
         até que ela conseguiu divórcio. Quando K se
    divorciou de J ele sofreu mui vivamente, e não foi
senão depois de ela casar-se com outro homem que
 J se tornou a casar. Aquela que ele escolheu, estou
    certa de que será um auxílio para ele, e ele pode
          ser uma ajuda para ela. ... Não vejo nada na
   Palavra de Deus que exija que ela se separe dele.
  Como pedistes meu conselho, dou-o francamente.
                             Carta 50, 1895. 2ME, 340
A Parte que Provoca
 não Tem Direito a
 Novo Casamento
Tenho estado a considerar vosso caso em
   relação com L, e não tenho outro conselho
 senão o que dei. Creio que não tendes razão
   moral para casar com L; ele não tem razão
moral para desposar-vos. Ele abandonou sua
           esposa depois de infligir-lhe grande
      provocação. Abandonou aquela a quem
      votara diante de Deus amar e tratar com
    carinho enquanto ambos vivessem. Antes
  mesmo de ela requerer divórcio, quando ela
era sua legítima esposa, ele a abandonou por
  três anos, e depois a esqueceu, e exprimiu-
                             vos seu amor. . .
Quando, posteriormente, os fariseus O interrogaram acerca
 da legalidade do divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes a
   antiga instituição do casamento, segundo foi ordenada na
     criação. "Moisés", disse Ele, "por causa da dureza do
      vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher;
       mas, no princípio, não foi assim." Mat. 19:8. Ele lhes
        chamou a atenção para os abençoados dias do Éden,
  quando Deus declarou tudo "muito bom". Gên. 1:31. Então
    tiveram origem o casamento e o sábado, instituições
             gêmeas para a glória de Deus no benefício da
humanidade. Então, ao unir o Criador as mãos do santo par
em matrimônio, dizendo: Um homem "deixará... o seu pai e a
   sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma
 carne" (Gên. 2:24), enunciou a lei do matrimônio para todos
 os filhos de Adão, até ao fim do tempo. Aquilo que o próprio
Pai Eterno declarou bom, era a lei da mais elevada bênção e
                desenvolvimento para o homem.MDC, 63 - 64
ESPÍRITO DE PROFECIA
    Mensagens Escolhidas
A Parte que Provoca
   não Tem Direito
 a Novo Casamento
Tenho estado a considerar vosso caso em relação
com L, e não tenho outro conselho senão o que dei.
   Creio que não tendes razão moral para casar com
  L; ele não tem razão moral para desposar-vos. Ele
 abandonou sua esposa depois de infligir-lhe grande
      provocação. Abandonou aquela a quem votara
 diante de Deus amar e tratar com carinho enquanto
     ambos vivessem. Antes mesmo de ela requerer
  divórcio, quando ela era sua legítima esposa, ele a
   abandonou por três anos, e depois a esqueceu, e
        exprimiu-vos seu amor. O assunto foi tratado
         amplamente entre vós e um homem casado
enquanto ele estava legalmente ligado à mulher que
             desposara, que dele tivera dois filhos. . .
Não vejo nem uma partícula de
 condescendência na Escritura para qualquer
     de vós contrair casamento, se bem que a
           esposa dele esteja divorciada. Pela
    provocação que ele lhe fez, foi em grande
    parte seu próprio modo de agir que trouxe
  esse resultado, e não posso ver em aspecto
   mais favorável o ter ele direito legal de ligar
seus interesses com os vossos ou de ligardes
         os vossos interesses com os seus. . .
Surpreendo-me de que houvésseis por um
      momento de pensar em tal coisa, e pôr vossas
afeições em um homem casado que abandonou sua
         mulher e seus filhos em tais circunstãncias.
  Aconselho-vos a expordes vossos pensamentos e
 planos a esse respeito no ponto em que estão, aos
  vossos irmãos de responsabilidade, para que lhes
        recebais os conselhos, e deixai que eles vos
    mostrem pela lei de Deus o erro em que caístes.
Haveis ambos violado a lei só com o pensar que vos
podíeis unir em casamento. Devíeis haver repelido o
              pensamento à sua primeira sugestão.
                         Carta 14, 1893. – 2ME, 341
ESPÍRITO DE PROFECIA
     O Lar Adventista
Uma mulher pode estar legalmente
   divorciada do marido pelas leis do país,
  mas não divorciada à vista de Deus e de
      acordo com a lei mais alta. Só há um
        pecado, o adultério, que pode pôr o
      esposo e a esposa em posição de se
 sentirem livres do voto matrimonial à vista
de Deus. Embora as leis do país possam
       permitir o divórcio, à luz da Bíblia
      continuam como marido e esposa,
      segundo as leis de Deus. – LA, 344

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O divórcio lição 07 para ebd
O divórcio   lição 07 para ebdO divórcio   lição 07 para ebd
O divórcio lição 07 para ebdjoseph2012sky
 
A Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoA Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoRoberto Trindade
 
Alicerces para um casamento feliz(1)
Alicerces para um casamento feliz(1)Alicerces para um casamento feliz(1)
Alicerces para um casamento feliz(1)antonio ferreira
 
O lar cristão divórcio viúvez 2o casamento
O lar cristão   divórcio viúvez 2o casamentoO lar cristão   divórcio viúvez 2o casamento
O lar cristão divórcio viúvez 2o casamentoEstudos Bíblicos
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 063° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06Joel de Oliveira
 
Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19mredil
 
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Natalino das Neves Neves
 

Mais procurados (20)

Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
2013 2 tri - lição 7 - o divórcio
2013   2 tri - lição 7 - o divórcio2013   2 tri - lição 7 - o divórcio
2013 2 tri - lição 7 - o divórcio
 
O divórcio lição 07 para ebd
O divórcio   lição 07 para ebdO divórcio   lição 07 para ebd
O divórcio lição 07 para ebd
 
Lição 7
Lição 7Lição 7
Lição 7
 
Casamento e divórcio revisado
Casamento e divórcio revisadoCasamento e divórcio revisado
Casamento e divórcio revisado
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
 
Lição 6ª Conselhos para casados e solteiros
Lição 6ª Conselhos para casados e solteirosLição 6ª Conselhos para casados e solteiros
Lição 6ª Conselhos para casados e solteiros
 
Lição 7
Lição 7Lição 7
Lição 7
 
Divórcio
DivórcioDivórcio
Divórcio
 
A Questao Do Divorcio
A Questao Do DivorcioA Questao Do Divorcio
A Questao Do Divorcio
 
O casamento bíblico
O casamento bíblicoO casamento bíblico
O casamento bíblico
 
A Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoA Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no Casamento
 
Alicerces para um casamento feliz(1)
Alicerces para um casamento feliz(1)Alicerces para um casamento feliz(1)
Alicerces para um casamento feliz(1)
 
O lar cristão divórcio viúvez 2o casamento
O lar cristão   divórcio viúvez 2o casamentoO lar cristão   divórcio viúvez 2o casamento
O lar cristão divórcio viúvez 2o casamento
 
32 Adventismo (Parte 5)
32   Adventismo (Parte 5)32   Adventismo (Parte 5)
32 Adventismo (Parte 5)
 
Nao adulterarás b
Nao adulterarás bNao adulterarás b
Nao adulterarás b
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 063° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
 
Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19
 
31 Adventismo (Parte 4)
31   Adventismo (Parte 4)31   Adventismo (Parte 4)
31 Adventismo (Parte 4)
 
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
 

Semelhante a Casamento e divorcio

LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptxLIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptxNathanaelLacerda1
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADEHamilton Souza
 
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2Mensagens Virtuais
 
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar Cantanhede
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar CantanhedeA Origem do Casamento - Autor. Ribamar Cantanhede
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar CantanhedeRibamar Cantanhede
 
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdfI. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdfFreiSauloSilva
 
Lição 4 - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptx
Lição 4  - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptxLição 4  - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptx
Lição 4 - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptxLaurindo6
 
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRI
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRILição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRI
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRIGérson Fagundes da Cunha
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013João Paulo Silva Mendes
 
Alicerces para um casamento feliz
Alicerces para um casamento felizAlicerces para um casamento feliz
Alicerces para um casamento felizantonio ferreira
 
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)Hilton da Silva
 

Semelhante a Casamento e divorcio (20)

Estudo sobre o matrimonio
Estudo sobre o matrimonioEstudo sobre o matrimonio
Estudo sobre o matrimonio
 
Adultério conjugal
Adultério conjugalAdultério conjugal
Adultério conjugal
 
Divórcio e novo casamento
Divórcio e novo casamentoDivórcio e novo casamento
Divórcio e novo casamento
 
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptxLIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
 
O casamento misto
O casamento mistoO casamento misto
O casamento misto
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
 
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2
Primeira carta do Apostolo Paulo aos 2
 
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar Cantanhede
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar CantanhedeA Origem do Casamento - Autor. Ribamar Cantanhede
A Origem do Casamento - Autor. Ribamar Cantanhede
 
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdfI. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
 
02 Casamento Heterossexual
02   Casamento Heterossexual02   Casamento Heterossexual
02 Casamento Heterossexual
 
Heterossexual
HeterossexualHeterossexual
Heterossexual
 
Lição 4 - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptx
Lição 4  - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptxLição 4  - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptx
Lição 4 - A Sutileza da Normalização do Divórcio.pptx
 
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRI
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRILição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRI
Lição - nº2 - Casamento uma união vitálicia (13 de abril de 2013) - 2º TRI
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
 
Alicerces para um casamento feliz
Alicerces para um casamento felizAlicerces para um casamento feliz
Alicerces para um casamento feliz
 
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)
Sermão - Mateus 5. 27 - 32 (3)
 
Casamento e Família - ebook Ultimato
Casamento e Família - ebook UltimatoCasamento e Família - ebook Ultimato
Casamento e Família - ebook Ultimato
 

Mais de ASD Remanescentes

➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.ASD Remanescentes
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholManuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholASD Remanescentes
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.ASD Remanescentes
 
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.ASD Remanescentes
 
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.ASD Remanescentes
 
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.ASD Remanescentes
 
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.ASD Remanescentes
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?ASD Remanescentes
 
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?ASD Remanescentes
 
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04ASD Remanescentes
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoASD Remanescentes
 
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.ASD Remanescentes
 
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03ASD Remanescentes
 
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 ASD Remanescentes
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 ASD Remanescentes
 
Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?ASD Remanescentes
 
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.ASD Remanescentes
 
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaPapa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaASD Remanescentes
 
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.ASD Remanescentes
 

Mais de ASD Remanescentes (20)

➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholManuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
 
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
 
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
 
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
 
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?
 
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
 
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
 
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
 
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
 
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
 
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
 
Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?
 
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
 
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaPapa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
 
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
 

Casamento e divorcio

  • 1. DIVÓRCIO & CASAMENTO
  • 3. Também foi dito: Quem repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério. – Mateus 5:31-32
  • 4. (u-i). [Do lat. tard. prostitutione.] S. f. 1. Ato ou efeito de prostituir(-se).
  • 5. [Do lat. prostituere, 'expor', 'pôr à venda'.] V. t. d. 1. Iniciar na vida de prostituto; entregar à devassidão; desmoralizar, corromper. 2. Fig. Tornar vil ou degradante; degradar, aviltar, desonrar: 2 V. t. d. e i. 3. Entregar, para que se prostitua: 2 4. Expor publicamente: 2 V. p. 5. Entregar-se à vida de pública devassidão; tornar-se prostituto. 6. Produzir (o artista ou o cientista de capacidade) obra artística ou científica com o objetivo exclusivo de enriquecer, desprezando princípios, idéias, ou a qualidade do trabalho: 2 7. Fig. Desonrar-se, aviltar-se, praticando ações vergonhosas ou indecorosas; rebaixar-se: 2
  • 6. Todo aquele que repudia sua mulher e casa com outra, comete adultério; e quem casa com a que foi repudiada pelo marido, também comete adultério. Lucas 16:18
  • 7. A mulher está ligada enquanto o marido vive; mas se falecer o marido, fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor. I Cor. 7:39
  • 8. Aproximaram-se dele alguns fariseus que o experimentavam, dizendo: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem. Mateus 19:3-7
  • 9. Disse-lhes ele: Pela dureza de vossos corações Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas não foi assim desde o princípio. Eu vos digo porém, que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. - Mateus 19:8-9
  • 10. PAULO
  • 11. Ou ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que ele vive? Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido. De sorte que, enquanto viver o marido, será chamado adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro marido. – Romanos 7:1-3
  • 12. ESPÍRITO DE PROFECIA O Lar Adventista
  • 13. Entre os judeus era permitido ao homem repudiar sua mulher pelas mais triviais ofensas, e a mulher se achava então em liberdade de casar outra vez. Este costume levava a grande infelicidade e pecado. No Sermão do Monte, Jesus declarou plenamente que não podia haver dissolução do laço matrimonial, a não ser por infidelidade do voto conjugal. "Qualquer", disse Ele, "que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério; e qualquer que casar com a repudiada comete adultério." Mat. 5:32. - LA,
  • 14. Quando, posteriormente, os fariseus O interrogaram acerca da legalidade do divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes a antiga instituição do casamento, segundo foi ordenada na criação. "Moisés", disse Ele, "por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, no princípio, não foi assim." Mat. 19:8. LA. 341
  • 15. ESPÍRITO DE PROFECIA O Maior Discurso de Cristo
  • 16. Entre os judeus era permitido ao homem repudiar sua mulher pelas mais triviais ofensas, e a mulher se achava então em liberdade de casar outra vez. Este costume levava a grande infelicidade e pecado. No Sermão do Monte, Jesus declarou plenamente que não podia haver dissolução do laço matrimonial, a não ser por infidelidade do voto conjugal. "Qualquer", disse Ele, "que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério; e qualquer que casar com a repudiada comete adultério." Mat. 5:32. MDC, 63
  • 17. Quando, posteriormente, os fariseus O interrogaram acerca da legalidade do divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes a antiga instituição do casamento, segundo foi ordenada na criação. "Moisés", disse Ele, "por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, no princípio, não foi assim." Mat. 19:8. Ele lhes chamou a atenção para os abençoados dias do Éden, quando Deus declarou tudo "muito bom". Gên. 1:31. Então tiveram origem o casamento e o sábado, instituições gêmeas para a glória de Deus no benefício da humanidade. Então, ao unir o Criador as mãos do santo par em matrimônio, dizendo: Um homem "deixará... o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" (Gên. 2:24), enunciou a lei do matrimônio para todos os filhos de Adão, até ao fim do tempo. Aquilo que o próprio Pai Eterno declarou bom, era a lei da mais elevada bênção e desenvolvimento para o homem. - MDC, 63 - 64
  • 18. ESPÍRITO DE PROFECIA O Lar Adventista
  • 19. Vi que a irmã ------, por ora, não tem direito de desposar outro homem; mas se ela, ou qualquer outra mulher, obtiver um divórcio legal na base de adultério por parte do marido, então está livre para casar com quem quiser. Manuscrito 2, 1863 (Carta 4a, 1863). - LA. 344
  • 20. 1. Nos casos de violação do sétimo mandamento onde a parte culpada não manifesta verdadeiro arrependimento, se a parte ofendida pode obter o divórcio sem tornar pior a situação de ambos e dos filhos, se os têm, devem separar-se.- LA. 346 2. Se há possibilidade de ficarem eles próprios e os filhos em situação pior pelo divórcio, não conhecemos nenhum texto bíblico que declare culpada a parte inocente por não se separarem..- LA. 346
  • 21. ESPÍRITO DE PROFECIA O Lar Adventista
  • 22. Não posso ver que esta nova união deva ser perturbada. É uma questão séria separar um homem de sua esposa. Não há nenhuma base bíblica para dar tal passo nesse caso. Ele não a deixou, ela o deixou a ele. Ele não se tornou a casar até que ela conseguiu divórcio. Quando K se divorciou de J ele sofreu mui vivamente, e não foi senão depois de ela casar-se com outro homem que J se tornou a casar. Aquela que ele escolheu, estou certa de que será um auxílio para ele, e ele pode ser uma ajuda para ela. ... Não vejo nada na Palavra de Deus que exija que ela se separe dele. Como pedistes meu conselho, dou-o francamente. Carta 50, 1895. 2ME, 340
  • 23. A Parte que Provoca não Tem Direito a Novo Casamento
  • 24. Tenho estado a considerar vosso caso em relação com L, e não tenho outro conselho senão o que dei. Creio que não tendes razão moral para casar com L; ele não tem razão moral para desposar-vos. Ele abandonou sua esposa depois de infligir-lhe grande provocação. Abandonou aquela a quem votara diante de Deus amar e tratar com carinho enquanto ambos vivessem. Antes mesmo de ela requerer divórcio, quando ela era sua legítima esposa, ele a abandonou por três anos, e depois a esqueceu, e exprimiu- vos seu amor. . .
  • 25. Quando, posteriormente, os fariseus O interrogaram acerca da legalidade do divórcio, Jesus apontou a Seus ouvintes a antiga instituição do casamento, segundo foi ordenada na criação. "Moisés", disse Ele, "por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, no princípio, não foi assim." Mat. 19:8. Ele lhes chamou a atenção para os abençoados dias do Éden, quando Deus declarou tudo "muito bom". Gên. 1:31. Então tiveram origem o casamento e o sábado, instituições gêmeas para a glória de Deus no benefício da humanidade. Então, ao unir o Criador as mãos do santo par em matrimônio, dizendo: Um homem "deixará... o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" (Gên. 2:24), enunciou a lei do matrimônio para todos os filhos de Adão, até ao fim do tempo. Aquilo que o próprio Pai Eterno declarou bom, era a lei da mais elevada bênção e desenvolvimento para o homem.MDC, 63 - 64
  • 26. ESPÍRITO DE PROFECIA Mensagens Escolhidas
  • 27. A Parte que Provoca não Tem Direito a Novo Casamento
  • 28. Tenho estado a considerar vosso caso em relação com L, e não tenho outro conselho senão o que dei. Creio que não tendes razão moral para casar com L; ele não tem razão moral para desposar-vos. Ele abandonou sua esposa depois de infligir-lhe grande provocação. Abandonou aquela a quem votara diante de Deus amar e tratar com carinho enquanto ambos vivessem. Antes mesmo de ela requerer divórcio, quando ela era sua legítima esposa, ele a abandonou por três anos, e depois a esqueceu, e exprimiu-vos seu amor. O assunto foi tratado amplamente entre vós e um homem casado enquanto ele estava legalmente ligado à mulher que desposara, que dele tivera dois filhos. . .
  • 29. Não vejo nem uma partícula de condescendência na Escritura para qualquer de vós contrair casamento, se bem que a esposa dele esteja divorciada. Pela provocação que ele lhe fez, foi em grande parte seu próprio modo de agir que trouxe esse resultado, e não posso ver em aspecto mais favorável o ter ele direito legal de ligar seus interesses com os vossos ou de ligardes os vossos interesses com os seus. . .
  • 30. Surpreendo-me de que houvésseis por um momento de pensar em tal coisa, e pôr vossas afeições em um homem casado que abandonou sua mulher e seus filhos em tais circunstãncias. Aconselho-vos a expordes vossos pensamentos e planos a esse respeito no ponto em que estão, aos vossos irmãos de responsabilidade, para que lhes recebais os conselhos, e deixai que eles vos mostrem pela lei de Deus o erro em que caístes. Haveis ambos violado a lei só com o pensar que vos podíeis unir em casamento. Devíeis haver repelido o pensamento à sua primeira sugestão. Carta 14, 1893. – 2ME, 341
  • 31. ESPÍRITO DE PROFECIA O Lar Adventista
  • 32. Uma mulher pode estar legalmente divorciada do marido pelas leis do país, mas não divorciada à vista de Deus e de acordo com a lei mais alta. Só há um pecado, o adultério, que pode pôr o esposo e a esposa em posição de se sentirem livres do voto matrimonial à vista de Deus. Embora as leis do país possam permitir o divórcio, à luz da Bíblia continuam como marido e esposa, segundo as leis de Deus. – LA, 344