SlideShare uma empresa Scribd logo
FUNDAMENTOS BÍBLICOS DA FAMÍLIA
9ª AULA
DIVÓRCIO À LUZ DA BÍBLIA
EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - 2020
Facilitadores: Gisele Feitosa e Francisco Tudela
QUESTIONAMENTOS SOBRE O DIVÓRCIO:
1. Divórcio é da vontade de Deus?
2. É pecado casar-se com uma pessoa que já foi casada?
3. É pecado divorciar-se?
4. A igreja e o cristão devem receber um divorciado?
DIVÓRCIO NO ANTIGO TESTAMENTO
DIREITO E
PRIVILÉGIO
DO HOMEM
DIVÓRCIO POR
QUALQUER
MOTIVO
A CARTA DE
DIVÓRCIO
Dt 24.1-3 “Se um homem casar-se com
uma mulher e depois não a quiser mais por
encontrar nela algo que ele reprova, dará
certidão de divórcio à mulher e a mandará
embora. Se, depois de sair da casa, ela se
tornar mulher de outro homem, e o seu
segundo marido não gostar mais dela, lhe
dará certidão de divórcio, e mandará
embora a mulher. Ou também, se ele
morrer, o primeiro marido, que se divorciou
dela, não poderá casar-se com ela de novo,
visto que ela foi contaminada....”
Dt 24.1 NO CONTEXTO DO PERÍODO INTERBÍBLICO
O que nesse texto se traduz por “coisa indecente; algo errado; que não
gosta;...” é o termo hebraico ʿerwat dabar (coisa indecente).
Formaram-se escolas de interpretação e os mais renomados intérpretes da
lei foram Shamai e Hillel (Gamaliel de At 5.34 era neto de Hillel).
DIVÓRCIO NO PERÍODO INTERBÍBLICO
ESCOLA DE SHAMMAI
ESCOLA DE HILLEL
A escola de Hillel era liberal e, interpretava
essa palavra como sendo qualquer coisa que
incomodasse ao esposo, permitindo o divórcio
por qualquer motivo.
A escola de Shamai era mais restrita e
interpretava essa palavra como fornicação
(ato sexual que não é entre cônjuges) e
nenhum outro motivo justificava o divórcio.
CAUSAS ALEGADAS, HOJE, PARA O DIVÓRCIO
ESCOLA DE HILLEL
VIVE PARA O
TRABALHO
ARROGÂNCIA
E EGOÍSMO
NÃO CUIDA
DO LAR
AGRESSIVO
VIOLENTO
NÃO QUER
TRABALHAR
CANSOU
DA VIDA
CONJUGAL
NEGAR
SEXO
NOJO
CIUME
DOENTIO
DOMINADOR
FIM DOS
SONHOS EM
COMUM
COMPULSIVO
EM
COMPRAS
DESONESTO
INGERÊNCIA
DOS PAIS
CAUSAS ALEGADAS, HOJE, PARA O DIVÓRCIO
ESCOLA DE HILLEL (em vermelho escola de Shamai)
INSATISFAÇÃO
COM O
CÔNJUGE
ADULTÉRIO
TORNAR-SE
HOMOSSEXUAL
VICIADO EM
DROGAS,
ALCOOL
FRIEZA E
DISTÂNCIA
EMOCIONAL
MALTRATA
OS FILHOS
VONTADE DE
EXPERIMENTAR
OUTRO PARCEIRO
VIVE NO
CELULAR
NÃO QUER
OUVIR
FALTA DE
AMOR E DE
ATRAÇÃO
CONTRAIU
AIDS
VICIADO EM
JOGO
NÃO PROVÊ O LAR
FALTA DE DINHEIRO
QUERER TER MAIS
JESUS, O DIVÓRCIO E O CONTEXTO SOCIAL DA ÉPOCA
ESCOLA DE
SHAMMAI
ADULTÉRIO
Mt 5.32 “Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar
de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz
que ela se torne adúltera, e quem se casar com a
mulher divorciada estará cometendo adultério".
No momento deste questionamento as mulheres estavam
sendo “colocadas de lado” por seus maridos, sem carta de
divórcio como mandava a lei, eram “repudiadas” e quem as
quisesse pagava pela carta, foi contra essa situação que
Jesus se opôs ao divórcio que não por adultério.
Is 50.1”..Onde está a certidão de divórcio de sua mãe..”
Devemos considerar este versículo neste contexto cultural
e não fazer dele uma doutrina.
Mt 19.7-8 “Perguntaram eles: "Então, por que Moisés mandou dar uma
certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora? “ Jesus
respondeu: "Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres
por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim
desde o princípio.”
Os fariseus dizem que Moisés “mandou” e Jesus os corrige e diz “permitiu”.
A permissão foi dada para desfazer casamentos fora dos padrões divinos.
O divórcio é resultado do PECADO que se infiltrou NO CASAMENTO.
Para evitar maus tratos do marido que perdera o interesse por sua esposa.
Um casamento que não pudesse ser desfeito poderia provocar tratamento
violento por parte do homem, especialmente numa sociedade onde a
mulher era considerada propriedade do homem.
O DIVÓRCIO NÃO DEVE SER APRESENTADO COMO UM
“BEM”, MAS, EM ALGUNS CASOS, COMO UM “MAL MENOR”.
O DIVÓRCIO NOTICIADO NA BÍBLIA
1000 aC - 1 Cr 8.7-8 Gera, pai de Uzá e de Aiúde, foi quem os deportou.
Depois de ter se divorciado de suas mulheres Husim e
Baara, Saaraim teve filhos na terra de Moabe.
DEUS ODEIA O DIVÓRCIO E A VIOLÊNCIA.
430 aC - Ml 2.16 “eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e
"o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas”
A VIOLÊNCIA NO CASAMENTO É INFIDELIDADE À ALIANÇA FEITA
DIANTE DE DEUS E DESTRÓI O CASAMENTO.
O DIVÓCIO NA SOCIEDADE PÓS-MODERNA
Segundo o instituto de pesquisa Barna Group o percentual de divorciados,
25%, é o mesmo entre os cristãos, e está igualmente distribuído entre
evangélicos, católicos e outras denominações.
Mt 15.19,20 “Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios,
os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos
testemunhos e as calúnias. Essas coisas tornam o homem
‘impuro’; mas o comer sem lavar as mãos não o torna ‘impuro’ "
Coração se refere ao seu interior, a tudo o que nos motiva a fazer e a
querer algo.
Nossa sociedade extinguiu a culpa por determinados atos.
E como ela fez isso?
Banindo conceitos de pecado.
O que antes era tido como pecado, hoje, é considerado opção de vida.
Ignorar a culpa e a existência do pecado não significa ausência dos seus
efeitos na vida do pecador.
Prova disso é o aumento de casos de depressão, suicídio, divórcio, etc...
PALAVRAS GREGAS QUE
SIGNIFICAM AMOR:
O DIABO DISTORCE O
AMOR FAZENDO COM QUE:
PHILEO: AMOR FAMILIAR O PHILEO SEJA MOTIVADO POR INTERESSE
EROS: AMOR SEXUAL O EROS SEJA PECAMINOSO E PRATICADO FORA
DO CASAMENTO
AGAPOS: AMOR
INCONDICIONAL
HOMENS NÃO SE SINTAM DIGNOS DE RECEBER
O AGAPOS
PRAGMA: AMOR
RACIONAL, CONDICIONAL
O MUNDO ENSINA SOMENTE ESTE AMOR
STORGE: AMOR-AMIZADE O CONFUNDAM COM O EROS
códigocivilbrasileiro
Deveres dos cônjuges:
Art. 1566 - “I – fidelidade recíproca; II – vida em comum, no domicílio conjugal; III –
mútua assistência; IV – sustento, guarda e educação dos filhos; V – respeito e
consideração mútuos”.
Art. 1571 - “A sociedade conjugal termina: I – pela morte de um dos cônjuges; II – pela
nulidade ou anulação do casamento; III – pela separação judicial; IV – pelo divórcio”.
Art. 1572 - “Qualquer dos cônjuges poderá propor a ação de separação judicial,
imputando ao outro qualquer ato que importe grave violação dos deveres do casamento
e torne insuportável a vida em comum”
Art. 1573 - ELENCA AS POSSIBILIDADES QUE PODEM TORNAR INSUSTENTÁVEL
A COMUNHÃO, quais sejam: “I – adultério; II – tentativa de morte; III – sevícia ou injúria
grave; IV – abandono voluntário do lar conjugal, durante 1 (um) ano contínuo; V –
condenação por crime infamante; VI – conduta desonrosa”. “O juiz poderá considerar
outros fatos que tornem evidente a impossibilidade da vida em comum”.
5%+4,4%=9,4%
<<< 25%
DIVÓRCIO – Mt 19.8
SEGUNDO JESUS
CORAÇÃO DE
PEDRA
INCAPACIDADE DE SE
VOLTAR PARA DEUS
“Moisés lhes permitiu
divorciar-se de suas mulheres
por causa da dureza de
coração de vocês.”
Então o divórcio não veio por
causa do adultério, mas foi
permitido por causa da
degeneração do homem:
JESUS E O DIVÓRCIO – Mt 19.3-6
“Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova.
E perguntaram-lhe: "É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher
por qualquer motivo? "
Ele respondeu: "Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez
homem e mulher’ e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e
se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? (Gn 2.24)
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. PORTANTO, O QUE
DEUS UNIU, NINGUÉM O SEPARE“
PRINCÍPIO: Deus não quer o divórcio, pois criou o
casamento para que não se separem.
O PADRÃO DIVINO PARA O CASAMENTO É QUE SEJA INDISSOLÚVEL:
Mc 10.9 “Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe“.
Mas há uma larga diferença entre o ideal e o real.
Conhecendo a dureza do coração humano e seus problemas de
relacionamento, Deus permitiu exceções ao Seu projeto inicial, tendo em
vista a intrusão do pecado nos relacionamentos, como casos de violência
doméstica, abusos emocionais e sexuais e casos contumazes de adultério.
O DIVÓRCIO SÓ É APLICÁVEL NOS CASOS EM QUE NÃO SE LEVOU
EM CONTA A LEI DIVINA, ISTO É, O PECADO PREVALECEU.
a) Mt 19.9 “Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por
imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério“
b) 1Co 7.15“Todavia, se o descrente separar-se, que se separe. Em tais casos, o irmão
ou a irmã não fica debaixo de servidão; Deus nos chamou para vivermos em paz.”
Embora Deus não queira o divórcio, a Bíblia exemplifica
algumas situações admissíveis:
a) infidelidade de um dos cônjuges; e
b) se o cônjuge descrente deixar o cônjuge crente, libera-o
para novo casamento.
DESCRENTE (ἄπιστος em grego) não é sinônimo da pessoa que não vai
à igreja, tem o sentido de infiel, incrédulo, ateu, e se refere, inclusive, a
uma pessoa que se diz crente, que até congrega numa igreja, mas não
segue as orientações de Deus para um casamento feliz e duradouro.
E nos casos que caracterizem falta de cuidado da família, maus tratos....
1Tm 5.8 “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos
de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.”
O outro cônjuge estará livre para o divórcio, pois se trata da
hipótese de abandono do cônjuge crente pelo que é pior que o
descrente (tanto o ateu como, o que
abandonou a fé).
É a situação b.
Rm 7.1-2 “Meus irmãos, falo a vocês como a pessoas que conhecem a
lei. Acaso vocês não sabem que a lei tem autoridade sobre alguém
apenas enquanto ele vive? Por exemplo, pela lei a mulher casada está
ligada a seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer,
ela estará livre da lei do casamento.”
Deus permite um segundo casamento
quando um dos cônjuges morre.
A falsa crença de que o benefício da
pensão por morte seria cancelado
diante da nova união, acaba levando
as pessoas a não oficializarem seus
novos relacionamentos.
(*Militar...)
Há cristãos que se divorciam e perguntam:
Me divorciei fora das hipóteses da Bíblia, poderei casar de novo?
Col 2.13 “Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão
da sua carne, Deus os vivificou juntamente com Cristo. ELE NOS
PERDOOU TODAS AS TRANSGRESSÕES,”
O cristão que se divorciou por motivos não justificados na Bíblia, pecou.
Quando se casar novamente, o casal deve orar junto
e pedir a Deus que os oriente a formarem uma
família segundo os Seus propósitos, de modo que
NÃO SE REPITA O “CORAÇÃO DURO”
DO CASAMENTO ANTERIOR.
Mas....
Se alguém planeja se divorciar já contando com o perdão, deve se lembrar que é impossível enganar a Deus.
Peça perdão, talvez você não tivesse a maturidade que tem hoje, e siga
sua vida no novo casamento com a segurança de que o divórcio
injustificado não mais ocorrerá.
Com a nova aliança, somos aptos a receber
perdão de Deus por todos os nossos pecados,
inclusive o do divórcio feito fora dos casos
permitidos por Deus.
Sl 103.3 “É Ele que perdoa todos os seus pecados...”
Mc 3.28,29 “Eu lhes asseguro que todos os pecados
e blasfêmias dos homens lhes serão perdoados, mas
quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca terá
perdão: é culpado de pecado eterno".
PEDIR PERDÃO
COMO LIDAR COM AS TRAIÇÕES CONJUGAIS?
Jr 3.6,8 “Você viu o que fez Israel, a infiel?...Viu também que DEI À INFIEL
ISRAEL UMA CERTIDÃO DE DIVÓRCIO e a mandei embora, POR
CAUSA DE TODOS OS SEUS ADULTÉRIOS.”
Do mesmo modo que Deus ao se divorciar do “casamento” com Israel, seu
povo, por adultério, os aceitaria de volta caso se arrependessem, ASSIM
OS CÔNJUGES DEVEM TRATAR A TRAIÇÃO:
Jr 3.12,13 “Vá e proclame esta mensagem para os lados do norte: "
‘VOLTE, Ó INFIEL ISRAEL’, declara o Senhor, ‘Não mais franzirei a testa
cheio de ira contra vocês, pois eu sou fiel’, declara o Senhor, ‘Não ficarei
irado para sempre. MAS RECONHEÇA O SEU PECADO: você se rebelou
contra o Senhor, o seu Deus, e ofereceu os seus favores a deuses
estranhos, debaixo de toda árvore verdejante, e não me obedeceu’ ",
declara o Senhor.”
A ORIENTAÇÃO DE JESUS PARA QUEM ADULTEROU:
Jo 18.11 “Declarou Jesus: "Eu também não a condeno. Agora vá e
ABANDONE SUA VIDA DE PECADO“.
O PERDÃO ESTÁ DISPONÍVEL A TODOS OS QUE CREEM EM JESUS
E AQUELES QUE CONVIVEM COM PESSOAS DIVORCIADAS?
1Jo 4.11 “Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos
AMAR-NOS UNS AOS OUTROS.”
Não discriminar as pessoas divorciadas e as de um segundo
casamento.
A igreja é um “hospital” para pecadores e seus membros, que também são
pecadores, e NÃO DEVE IMPEDIR que a graça de Deus as recupere.
DEIXE DEUS CUIDAR DESSE ASSUNTO.
Rm 7.1-2 “Meus irmãos, falo a vocês como a pessoas que conhecem a lei.
Acaso vocês não sabem que a lei tem autoridade sobre alguém apenas
enquanto ele vive? Por exemplo, pela lei a mulher casada está ligada a
seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer, ela
estará livre da lei do casamento. Por isso, se ela se casar com outro
homem enquanto seu marido ainda estiver vivo, será considerada
adúltera. Mas se o marido morrer, ela estará livre daquela lei, e mesmo
que venha a se casar com outro homem, não será adúltera.”
Algumas pessoas usam a opinião de Paulo para respaldar uma posição
contrária a um novo casamento em qualquer hipótese.
Afirmam que o que traiu e o que foi traído estão ligados até a morte.
O contexto não permite tal entendimento, pois o objetivo de Paulo era
mostrar a diferença entre a antiga e a nova aliança:
Rm 7.4 “Assim, meus irmãos, vocês também morreram para a lei, ...”
FIM
Agora já podemos
responder aos
questionamentos
sobre o divórcio..
Próxima aula: A QUE DISTÂNCIA ESTÃO DO DIVÓRCIO?
Revista Fundamentos Bíblicos da Família; 4ª Ed. São José dos
Campos; Ed. Cristã Evangélica, 2016
Textos Bíblicos extraídos: Bíblia Sagrada Nova Versão Internacional;
São Paulo; Ed. Vida; 2001
Bíblia De Estudo NVI, Barker; São Paulo; Ed. Vida; 2003
Método Escola Bíblica Discipuladora – Ministério de Educação
Religiosa – PIB Penha SP. – 2017
Bíblia A Mensagem, E. H. Peterson; São Paulo; Ed. Vida; 2011
Reflexões extraídas da World Wide Web
Esta aula está disponibilizada em www.escolabiblicavirtual.com.br 29

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
IBMemorialJC
 
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
Natalino das Neves Neves
 
7 inimigos da familia, influencias externas
7   inimigos da familia, influencias externas7   inimigos da familia, influencias externas
7 inimigos da familia, influencias externas
PIB Penha
 
A família e a igreja
A família e a igrejaA família e a igreja
A família e a igreja
Moisés Sampaio
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
Autonoma
 
2. o plano de deus para a familia
2. o plano de deus para a familia2. o plano de deus para a familia
2. o plano de deus para a familia
PIB Penha
 
Estudo para família 2011
Estudo para família 2011Estudo para família 2011
Estudo para família 2011
ipadcamela
 
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdfUm amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
Pr Ismael Carvalho
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
Junior Cesar Santiago
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
Luan Almeida
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedido
marckmel
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidades
caselato
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamento
Pr Ismael Carvalho
 
Casados p sempre
Casados p sempreCasados p sempre
Casados p sempre
iceanapolis
 
Relacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãosRelacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãos
Arsky
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
4 qual o papel de cada um no lar
4   qual o papel de cada um no lar4   qual o papel de cada um no lar
4 qual o papel de cada um no lar
PIB Penha
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x BíblicaCasamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
 
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
 
7 inimigos da familia, influencias externas
7   inimigos da familia, influencias externas7   inimigos da familia, influencias externas
7 inimigos da familia, influencias externas
 
A família e a igreja
A família e a igrejaA família e a igreja
A família e a igreja
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
 
2. o plano de deus para a familia
2. o plano de deus para a familia2. o plano de deus para a familia
2. o plano de deus para a familia
 
Estudo para família 2011
Estudo para família 2011Estudo para família 2011
Estudo para família 2011
 
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdfUm amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedido
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidades
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamento
 
Casados p sempre
Casados p sempreCasados p sempre
Casados p sempre
 
Relacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãosRelacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãos
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 
4 qual o papel de cada um no lar
4   qual o papel de cada um no lar4   qual o papel de cada um no lar
4 qual o papel de cada um no lar
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x BíblicaCasamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
 

Semelhante a 9 o divorcio a luz da biblia

Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19
mredil
 
Causas de Maldicao Parte II 18
Causas de Maldicao Parte II 18Causas de Maldicao Parte II 18
Causas de Maldicao Parte II 18
mredil
 
Casamento2
Casamento2Casamento2
Casamento2
josecidade
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
Elenildosilva
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
Elenildosilva
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
Elenildosilva
 
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblicaDivórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
ASD Remanescentes
 
01 sexo fora do casamento
01   sexo fora do casamento01   sexo fora do casamento
01 sexo fora do casamento
Pastor Robson Colaço
 
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento ComunitárioO Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
Christian Lepelletier
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
Moisés Sampaio
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
Pastor Natalino Das Neves
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
Ailton da Silva
 
A maldição do adultério
A maldição do adultérioA maldição do adultério
A maldição do adultério
Giovani Luiz Zimmermann Jr.
 
Divorcio e novo casamento grupo cotia
Divorcio e novo casamento grupo cotiaDivorcio e novo casamento grupo cotia
Divorcio e novo casamento grupo cotia
Eduardo Sousa Gomes
 
Nossa família não é problema de outra pessoa pps
Nossa família não é problema de outra pessoa ppsNossa família não é problema de outra pessoa pps
Nossa família não é problema de outra pessoa pps
C. Soares
 
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptxLIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
NathanaelLacerda1
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
Wemerson Silva Mendes
 
O Lar Adventista - Estudo 09
O Lar Adventista - Estudo 09O Lar Adventista - Estudo 09
O Lar Adventista - Estudo 09
Pr. Delmar Fonseca
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deus
PIB Penha
 

Semelhante a 9 o divorcio a luz da biblia (20)

Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19Causas de maldicao Parte III 19
Causas de maldicao Parte III 19
 
Causas de Maldicao Parte II 18
Causas de Maldicao Parte II 18Causas de Maldicao Parte II 18
Causas de Maldicao Parte II 18
 
Casamento2
Casamento2Casamento2
Casamento2
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
Lição o divórcio
Lição   o divórcioLição   o divórcio
Lição o divórcio
 
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblicaDivórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
Divórcio e novo casamento uma visão realista e biblica
 
01 sexo fora do casamento
01   sexo fora do casamento01   sexo fora do casamento
01 sexo fora do casamento
 
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento ComunitárioO Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
O Significado do Casamento e Preparação para o Casamento Comunitário
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
 
A maldição do adultério
A maldição do adultérioA maldição do adultério
A maldição do adultério
 
Divorcio e novo casamento grupo cotia
Divorcio e novo casamento grupo cotiaDivorcio e novo casamento grupo cotia
Divorcio e novo casamento grupo cotia
 
Nossa família não é problema de outra pessoa pps
Nossa família não é problema de outra pessoa ppsNossa família não é problema de outra pessoa pps
Nossa família não é problema de outra pessoa pps
 
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptxLIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
LIÇÃO 4 - A SUTILEZA DA NORMALIZAÇÃO DO DIVÓRCIO.pptx
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
 
O Lar Adventista - Estudo 09
O Lar Adventista - Estudo 09O Lar Adventista - Estudo 09
O Lar Adventista - Estudo 09
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deus
 

Último

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 

Último (15)

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 

9 o divorcio a luz da biblia

  • 1. FUNDAMENTOS BÍBLICOS DA FAMÍLIA 9ª AULA DIVÓRCIO À LUZ DA BÍBLIA EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - 2020 Facilitadores: Gisele Feitosa e Francisco Tudela
  • 2. QUESTIONAMENTOS SOBRE O DIVÓRCIO: 1. Divórcio é da vontade de Deus? 2. É pecado casar-se com uma pessoa que já foi casada? 3. É pecado divorciar-se? 4. A igreja e o cristão devem receber um divorciado?
  • 3. DIVÓRCIO NO ANTIGO TESTAMENTO DIREITO E PRIVILÉGIO DO HOMEM DIVÓRCIO POR QUALQUER MOTIVO A CARTA DE DIVÓRCIO Dt 24.1-3 “Se um homem casar-se com uma mulher e depois não a quiser mais por encontrar nela algo que ele reprova, dará certidão de divórcio à mulher e a mandará embora. Se, depois de sair da casa, ela se tornar mulher de outro homem, e o seu segundo marido não gostar mais dela, lhe dará certidão de divórcio, e mandará embora a mulher. Ou também, se ele morrer, o primeiro marido, que se divorciou dela, não poderá casar-se com ela de novo, visto que ela foi contaminada....”
  • 4. Dt 24.1 NO CONTEXTO DO PERÍODO INTERBÍBLICO O que nesse texto se traduz por “coisa indecente; algo errado; que não gosta;...” é o termo hebraico ʿerwat dabar (coisa indecente). Formaram-se escolas de interpretação e os mais renomados intérpretes da lei foram Shamai e Hillel (Gamaliel de At 5.34 era neto de Hillel).
  • 5. DIVÓRCIO NO PERÍODO INTERBÍBLICO ESCOLA DE SHAMMAI ESCOLA DE HILLEL A escola de Hillel era liberal e, interpretava essa palavra como sendo qualquer coisa que incomodasse ao esposo, permitindo o divórcio por qualquer motivo. A escola de Shamai era mais restrita e interpretava essa palavra como fornicação (ato sexual que não é entre cônjuges) e nenhum outro motivo justificava o divórcio.
  • 6. CAUSAS ALEGADAS, HOJE, PARA O DIVÓRCIO ESCOLA DE HILLEL VIVE PARA O TRABALHO ARROGÂNCIA E EGOÍSMO NÃO CUIDA DO LAR AGRESSIVO VIOLENTO NÃO QUER TRABALHAR CANSOU DA VIDA CONJUGAL NEGAR SEXO NOJO CIUME DOENTIO DOMINADOR FIM DOS SONHOS EM COMUM COMPULSIVO EM COMPRAS DESONESTO INGERÊNCIA DOS PAIS
  • 7. CAUSAS ALEGADAS, HOJE, PARA O DIVÓRCIO ESCOLA DE HILLEL (em vermelho escola de Shamai) INSATISFAÇÃO COM O CÔNJUGE ADULTÉRIO TORNAR-SE HOMOSSEXUAL VICIADO EM DROGAS, ALCOOL FRIEZA E DISTÂNCIA EMOCIONAL MALTRATA OS FILHOS VONTADE DE EXPERIMENTAR OUTRO PARCEIRO VIVE NO CELULAR NÃO QUER OUVIR FALTA DE AMOR E DE ATRAÇÃO CONTRAIU AIDS VICIADO EM JOGO NÃO PROVÊ O LAR FALTA DE DINHEIRO QUERER TER MAIS
  • 8. JESUS, O DIVÓRCIO E O CONTEXTO SOCIAL DA ÉPOCA ESCOLA DE SHAMMAI ADULTÉRIO Mt 5.32 “Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério". No momento deste questionamento as mulheres estavam sendo “colocadas de lado” por seus maridos, sem carta de divórcio como mandava a lei, eram “repudiadas” e quem as quisesse pagava pela carta, foi contra essa situação que Jesus se opôs ao divórcio que não por adultério. Is 50.1”..Onde está a certidão de divórcio de sua mãe..” Devemos considerar este versículo neste contexto cultural e não fazer dele uma doutrina.
  • 9. Mt 19.7-8 “Perguntaram eles: "Então, por que Moisés mandou dar uma certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora? “ Jesus respondeu: "Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio.” Os fariseus dizem que Moisés “mandou” e Jesus os corrige e diz “permitiu”. A permissão foi dada para desfazer casamentos fora dos padrões divinos. O divórcio é resultado do PECADO que se infiltrou NO CASAMENTO. Para evitar maus tratos do marido que perdera o interesse por sua esposa. Um casamento que não pudesse ser desfeito poderia provocar tratamento violento por parte do homem, especialmente numa sociedade onde a mulher era considerada propriedade do homem. O DIVÓRCIO NÃO DEVE SER APRESENTADO COMO UM “BEM”, MAS, EM ALGUNS CASOS, COMO UM “MAL MENOR”.
  • 10. O DIVÓRCIO NOTICIADO NA BÍBLIA 1000 aC - 1 Cr 8.7-8 Gera, pai de Uzá e de Aiúde, foi quem os deportou. Depois de ter se divorciado de suas mulheres Husim e Baara, Saaraim teve filhos na terra de Moabe. DEUS ODEIA O DIVÓRCIO E A VIOLÊNCIA. 430 aC - Ml 2.16 “eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e "o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas” A VIOLÊNCIA NO CASAMENTO É INFIDELIDADE À ALIANÇA FEITA DIANTE DE DEUS E DESTRÓI O CASAMENTO.
  • 11. O DIVÓCIO NA SOCIEDADE PÓS-MODERNA Segundo o instituto de pesquisa Barna Group o percentual de divorciados, 25%, é o mesmo entre os cristãos, e está igualmente distribuído entre evangélicos, católicos e outras denominações.
  • 12. Mt 15.19,20 “Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias. Essas coisas tornam o homem ‘impuro’; mas o comer sem lavar as mãos não o torna ‘impuro’ " Coração se refere ao seu interior, a tudo o que nos motiva a fazer e a querer algo. Nossa sociedade extinguiu a culpa por determinados atos. E como ela fez isso? Banindo conceitos de pecado. O que antes era tido como pecado, hoje, é considerado opção de vida. Ignorar a culpa e a existência do pecado não significa ausência dos seus efeitos na vida do pecador. Prova disso é o aumento de casos de depressão, suicídio, divórcio, etc...
  • 13. PALAVRAS GREGAS QUE SIGNIFICAM AMOR: O DIABO DISTORCE O AMOR FAZENDO COM QUE: PHILEO: AMOR FAMILIAR O PHILEO SEJA MOTIVADO POR INTERESSE EROS: AMOR SEXUAL O EROS SEJA PECAMINOSO E PRATICADO FORA DO CASAMENTO AGAPOS: AMOR INCONDICIONAL HOMENS NÃO SE SINTAM DIGNOS DE RECEBER O AGAPOS PRAGMA: AMOR RACIONAL, CONDICIONAL O MUNDO ENSINA SOMENTE ESTE AMOR STORGE: AMOR-AMIZADE O CONFUNDAM COM O EROS
  • 14. códigocivilbrasileiro Deveres dos cônjuges: Art. 1566 - “I – fidelidade recíproca; II – vida em comum, no domicílio conjugal; III – mútua assistência; IV – sustento, guarda e educação dos filhos; V – respeito e consideração mútuos”. Art. 1571 - “A sociedade conjugal termina: I – pela morte de um dos cônjuges; II – pela nulidade ou anulação do casamento; III – pela separação judicial; IV – pelo divórcio”. Art. 1572 - “Qualquer dos cônjuges poderá propor a ação de separação judicial, imputando ao outro qualquer ato que importe grave violação dos deveres do casamento e torne insuportável a vida em comum” Art. 1573 - ELENCA AS POSSIBILIDADES QUE PODEM TORNAR INSUSTENTÁVEL A COMUNHÃO, quais sejam: “I – adultério; II – tentativa de morte; III – sevícia ou injúria grave; IV – abandono voluntário do lar conjugal, durante 1 (um) ano contínuo; V – condenação por crime infamante; VI – conduta desonrosa”. “O juiz poderá considerar outros fatos que tornem evidente a impossibilidade da vida em comum”.
  • 16. DIVÓRCIO – Mt 19.8 SEGUNDO JESUS CORAÇÃO DE PEDRA INCAPACIDADE DE SE VOLTAR PARA DEUS “Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês.” Então o divórcio não veio por causa do adultério, mas foi permitido por causa da degeneração do homem:
  • 17. JESUS E O DIVÓRCIO – Mt 19.3-6 “Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: "É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo? " Ele respondeu: "Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’ e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? (Gn 2.24) Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. PORTANTO, O QUE DEUS UNIU, NINGUÉM O SEPARE“ PRINCÍPIO: Deus não quer o divórcio, pois criou o casamento para que não se separem.
  • 18. O PADRÃO DIVINO PARA O CASAMENTO É QUE SEJA INDISSOLÚVEL: Mc 10.9 “Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe“. Mas há uma larga diferença entre o ideal e o real. Conhecendo a dureza do coração humano e seus problemas de relacionamento, Deus permitiu exceções ao Seu projeto inicial, tendo em vista a intrusão do pecado nos relacionamentos, como casos de violência doméstica, abusos emocionais e sexuais e casos contumazes de adultério. O DIVÓRCIO SÓ É APLICÁVEL NOS CASOS EM QUE NÃO SE LEVOU EM CONTA A LEI DIVINA, ISTO É, O PECADO PREVALECEU.
  • 19. a) Mt 19.9 “Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério“ b) 1Co 7.15“Todavia, se o descrente separar-se, que se separe. Em tais casos, o irmão ou a irmã não fica debaixo de servidão; Deus nos chamou para vivermos em paz.” Embora Deus não queira o divórcio, a Bíblia exemplifica algumas situações admissíveis: a) infidelidade de um dos cônjuges; e b) se o cônjuge descrente deixar o cônjuge crente, libera-o para novo casamento. DESCRENTE (ἄπιστος em grego) não é sinônimo da pessoa que não vai à igreja, tem o sentido de infiel, incrédulo, ateu, e se refere, inclusive, a uma pessoa que se diz crente, que até congrega numa igreja, mas não segue as orientações de Deus para um casamento feliz e duradouro.
  • 20. E nos casos que caracterizem falta de cuidado da família, maus tratos.... 1Tm 5.8 “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.” O outro cônjuge estará livre para o divórcio, pois se trata da hipótese de abandono do cônjuge crente pelo que é pior que o descrente (tanto o ateu como, o que abandonou a fé). É a situação b.
  • 21. Rm 7.1-2 “Meus irmãos, falo a vocês como a pessoas que conhecem a lei. Acaso vocês não sabem que a lei tem autoridade sobre alguém apenas enquanto ele vive? Por exemplo, pela lei a mulher casada está ligada a seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer, ela estará livre da lei do casamento.” Deus permite um segundo casamento quando um dos cônjuges morre. A falsa crença de que o benefício da pensão por morte seria cancelado diante da nova união, acaba levando as pessoas a não oficializarem seus novos relacionamentos. (*Militar...)
  • 22. Há cristãos que se divorciam e perguntam: Me divorciei fora das hipóteses da Bíblia, poderei casar de novo? Col 2.13 “Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou juntamente com Cristo. ELE NOS PERDOOU TODAS AS TRANSGRESSÕES,” O cristão que se divorciou por motivos não justificados na Bíblia, pecou. Quando se casar novamente, o casal deve orar junto e pedir a Deus que os oriente a formarem uma família segundo os Seus propósitos, de modo que NÃO SE REPITA O “CORAÇÃO DURO” DO CASAMENTO ANTERIOR. Mas....
  • 23. Se alguém planeja se divorciar já contando com o perdão, deve se lembrar que é impossível enganar a Deus. Peça perdão, talvez você não tivesse a maturidade que tem hoje, e siga sua vida no novo casamento com a segurança de que o divórcio injustificado não mais ocorrerá. Com a nova aliança, somos aptos a receber perdão de Deus por todos os nossos pecados, inclusive o do divórcio feito fora dos casos permitidos por Deus. Sl 103.3 “É Ele que perdoa todos os seus pecados...” Mc 3.28,29 “Eu lhes asseguro que todos os pecados e blasfêmias dos homens lhes serão perdoados, mas quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca terá perdão: é culpado de pecado eterno". PEDIR PERDÃO
  • 24. COMO LIDAR COM AS TRAIÇÕES CONJUGAIS? Jr 3.6,8 “Você viu o que fez Israel, a infiel?...Viu também que DEI À INFIEL ISRAEL UMA CERTIDÃO DE DIVÓRCIO e a mandei embora, POR CAUSA DE TODOS OS SEUS ADULTÉRIOS.” Do mesmo modo que Deus ao se divorciar do “casamento” com Israel, seu povo, por adultério, os aceitaria de volta caso se arrependessem, ASSIM OS CÔNJUGES DEVEM TRATAR A TRAIÇÃO: Jr 3.12,13 “Vá e proclame esta mensagem para os lados do norte: " ‘VOLTE, Ó INFIEL ISRAEL’, declara o Senhor, ‘Não mais franzirei a testa cheio de ira contra vocês, pois eu sou fiel’, declara o Senhor, ‘Não ficarei irado para sempre. MAS RECONHEÇA O SEU PECADO: você se rebelou contra o Senhor, o seu Deus, e ofereceu os seus favores a deuses estranhos, debaixo de toda árvore verdejante, e não me obedeceu’ ", declara o Senhor.”
  • 25. A ORIENTAÇÃO DE JESUS PARA QUEM ADULTEROU: Jo 18.11 “Declarou Jesus: "Eu também não a condeno. Agora vá e ABANDONE SUA VIDA DE PECADO“. O PERDÃO ESTÁ DISPONÍVEL A TODOS OS QUE CREEM EM JESUS
  • 26. E AQUELES QUE CONVIVEM COM PESSOAS DIVORCIADAS? 1Jo 4.11 “Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos AMAR-NOS UNS AOS OUTROS.” Não discriminar as pessoas divorciadas e as de um segundo casamento. A igreja é um “hospital” para pecadores e seus membros, que também são pecadores, e NÃO DEVE IMPEDIR que a graça de Deus as recupere. DEIXE DEUS CUIDAR DESSE ASSUNTO.
  • 27. Rm 7.1-2 “Meus irmãos, falo a vocês como a pessoas que conhecem a lei. Acaso vocês não sabem que a lei tem autoridade sobre alguém apenas enquanto ele vive? Por exemplo, pela lei a mulher casada está ligada a seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer, ela estará livre da lei do casamento. Por isso, se ela se casar com outro homem enquanto seu marido ainda estiver vivo, será considerada adúltera. Mas se o marido morrer, ela estará livre daquela lei, e mesmo que venha a se casar com outro homem, não será adúltera.” Algumas pessoas usam a opinião de Paulo para respaldar uma posição contrária a um novo casamento em qualquer hipótese. Afirmam que o que traiu e o que foi traído estão ligados até a morte. O contexto não permite tal entendimento, pois o objetivo de Paulo era mostrar a diferença entre a antiga e a nova aliança: Rm 7.4 “Assim, meus irmãos, vocês também morreram para a lei, ...”
  • 28. FIM Agora já podemos responder aos questionamentos sobre o divórcio.. Próxima aula: A QUE DISTÂNCIA ESTÃO DO DIVÓRCIO?
  • 29. Revista Fundamentos Bíblicos da Família; 4ª Ed. São José dos Campos; Ed. Cristã Evangélica, 2016 Textos Bíblicos extraídos: Bíblia Sagrada Nova Versão Internacional; São Paulo; Ed. Vida; 2001 Bíblia De Estudo NVI, Barker; São Paulo; Ed. Vida; 2003 Método Escola Bíblica Discipuladora – Ministério de Educação Religiosa – PIB Penha SP. – 2017 Bíblia A Mensagem, E. H. Peterson; São Paulo; Ed. Vida; 2011 Reflexões extraídas da World Wide Web Esta aula está disponibilizada em www.escolabiblicavirtual.com.br 29