SlideShare uma empresa Scribd logo
MODELO
TEXTO BÍBLICO
SALMOS 119.9-12
• 9) Com que purificará o jovem o seu caminho?
observando-o conforme a tua palavra.
• 10) Com todo o meu coração te busquei; não me
deixes desviar dos teus mandamentos.
• 11) Escondi a tua palavra no meu coração, para eu
não pecar contra ti.
• 12) Bendito és tu, ó Senhor; ensina-me os teus
estatutos.
DESTAQUE
• “...Mas a fornicação, e toda a impureza ou avareza,
nem ainda se nomeie entre vós, como convém a
santos;...” (Efésios 5:3)
• Fornicação: (palavra que vem de fornicis,
ou fornix: abóbada, ou arco).
• Fornice era o arco da porta sob a qual as
prostitutas romanas se exibiam.
• As meretrizes ficavam por lá porque, além de ligar o
lugar ao sexo, a mulher romana que não tivesse pai,
nem marido, nem filho do sexo masculino devia
obediência a um homem, a qual podiam também serem
escravas.
• Sendo assim, as mulheres deveriam ficar sempre dentro
dos limites da casa/prédio do seu "dono" ou protetor -
por isso, não podiam passar do arco (fornice).
• Por volta do Século III d.C. criou-se então o verbo
"fornicare", que seria o ato de freqüentar esse lugar.
Temos esta palavra no português, que se originou
do latim, o que significa sexo ilícito (nesse
contexto).
• O caso é que no português, há séculos, por conta
da igreja, tornou-se delicadamente diferente, porém vital
o significado dessa palavra.
• O significado de sexo ilícito seria supostamente a prática
de sexo antes ou fora do casamento.
• A palavra ilícito significa imoralidade, ou o que
é contrário as leis. Naquela época, como foi dito ante às
leis da Judéia, considerava-se ilícita a
prática de sexo antes do casamento.
• Atualmente as regras religiosas e civis foram
separadas, de modo que não existe na
legislação brasileira nenhuma norma que proíba o
sexo antes do casamento, ou ainda que considere
inválido esse casamento por um deles não ser
mais virgem.
• No entanto, para a maioria das denominações do
cristianismo, as proibições do sexo antes, e fora do
casamento, continuam a existir, embora não tornem
um casamento nulo, mas sim anulável.
• Também não impedem a pessoa que não seja
virgem de contrair matrimônio religioso.
• Segundo o Dicionário Aurélio, além de sexo ilícito;
mortificação ou aborrecimento e apostasia - na época
quando os hebreus mudavam de religião - também
significam fornicar.
• Segundo o dicionário grego há porém mais um
significado metafórico que seria a prática de adoração a
deuses.
• A palavra Fornicar ou Fornicação, ficou amplamente
conhecida entre as Escolas de Mistérios como o ato de
derramar o sêmen , como um ato de impureza conforme
na Bíblia em Levítico - cap. 15 à 16.
• Nas Escolas de Alquimia, ficou conhecido como o ato de
derramar o vazo de Hermes. (alquimia)
• Antigas Bíblias se refere ao 6º Mandamento como:
• "Não Fornicar", coisa que depois foi alterada pelo
reformadores conservadores para "Não Adulterar" que já
tem outro significado.
DEVOCIONAL
• SEG......................................... Gn 1:31
• TER.......................................... Gn 1:28
• QUA......................................... Gn 1:28
• QUI.......................................... Gn 1:24
• SEX......................................... Pv 15:18,19
• SAB......................................... Hb 13:4
• DOM........................................ 1 Pd 1:16
OBJETIVOS
• Ensinar: Que Deus criou o sexo com um propósito
distinto
• Enfatizar: Que Deus criou o homem com o desejo
sexual e que o Diabo tem deturpado este instinto.
• Refutar: Biblicamente as mentiras da mídia quanto à
sexualidade.
I - PORQUE DEUS CRIOU O SEXO ?
"FOGE, TAMBÉM, DOS DESEJOS DA MOCIDADE;
E SEGUE A JUSTIÇA, A FÉ, A CARIDADE E A PAZ COM
OS
QUE, COM UM CORAÇÃO PURO, INVOCAM O
SENHOR."
2 TIMÓTEO 2.22
• As propagandas, em sua maioria, usam-no para chamar
a atenção.
• Explora-se o assunto em livros, revistas, filmes,
músicas... E os programas humorísticos? Suas piadas
sempre enfocam o sexo, seja de forma direta, seja
subjetivamente.
• O sexo nunca foi em si mesmo, pecaminoso.
• Deus o estabeleceu para ser desfrutado na relação
matrimonial antes que o pecado entrasse no mundo (Gn
2.21-25).
• Todas as coisas vivas no universo devem sua vida ao
princípio do sexo: flores, animais e seres humanos,
que dependem da união entre macho e fêmea —
excetuando-se, é claro, as reproduções assexuadas
entre certos tipos de insetos e plantas.
DEFINIÇÃO
• 1- no Homem, conformação física, orgânica, celular,
particular que permite distinguir o homem e a mulher,
atribuindo-lhes um papel específico na reprodução.
• 2- nos animais, conjunto das características corporais
que diferenciam, numa espécie, os machos e as fêmeas
e que lhes permitem reproduzir-se.
• 3- nos vegetais, conjunto de características que
distinguem os órgãos reprodutores femininos e
masculinos.
Significado de Sexualidade - subst. f. –
• comportamentos ligados à união entre homens e
mulheres.
• Sexualidade - A atração que o homem sente pela mulher
e vice-versa.
• Deus criou o sexo para o relacionamento
conjugal "Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua
mãe e se unirá à sua mulher, e serão ambos uma só
carne.
• E ambos estavam nus, o homem e sua mulher; e não se
envergonhavam" (Gênesis 2:24-25).
• O sexo fora do casamento é errado:
• "Não sabeis que os vossos corpos são membros de
Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo
e os faria membros de meretriz? Absolutamente, não.
• Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta
forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão
os dois uma só carne.
• Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com
ele.
Fugi da impureza.
• Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora
do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca
contra o próprio corpo.
• Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do
Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte
de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (1 Corintios
6:15-19).
• Sexo antes do casamento é errado, porque ele viola a
lei do amor.
• 1 Coríntios 13:4 diz: "O amor é paciente."
• O verdadeiro amor espera!
• Não existe sexo seguro fora do casamento! Claro, talvez
você possa se livrar de uma AIDS, de se engravidar, e
de outras doenças sexualmente transmissíveis.
• Mas você não pode proteger seu coração.
• Vamos falar mais sobre os benefícios da espera até o
casamento: "Por que esperar?"
• Ilustração do guarda-chuvas:
• Os mandamentos de Deus são para
nossa proteção.
II - UM PLANO OPOSTO AO DE
DEUS
• Deus criou os seres humanos como seres sexuados, ou
seja, macho e fêmea.
• Em Gênesis 1.27, podemos ver claramente a distinção
entre macho e fêmea na criação.
• Nesse versículo, a primeira vez que aparece a palavra
“homem”, o termo hebraico é: “´adam”, que significa:
humanidade (designação da espécie humana – homem
e mulher).
• Porém na segunda vez que lemos a palavra “homem”, o
termo hebraico muda para “zakar”, que significa: macho.
A palavra hebraica para “mulher” é: “nêqebah”, que
significa fêmea.
• Deus criou os seres humanos macho e fêmea tendo
como propósito a união sexual (Gn 2.18-25).
• Deus criou o homem (macho) e, posteriormente, a
mulher com a finalidade de uni-los, tornando-os “uma só
carne”. Gênesis 2.24 “enfatiza a completa identificação
das duas personalidades no casamento.
• A passagem nos diz que Deus instituiu o casamento e
que este deve ser monogâmico e
heterossexual, a união completa entre
duas pessoas (homem e mulher)”
III - AS MENTIRAS DA MÍDIA
• Nos dias de hoje, o sexo vem sendo banalizado pelo ser
humano.
• Há verdadeiros absurdos ocorrendo no mundo, e Deus
tem julgado e continuará punindo a humanidade
conforme os seus pecados (Gn 19.24- 26; Rm 1.18-32).
• Mas em contraposição, os valores morais têm sido tão
deturpados que atitudes legítimas, contrárias à
imoralidade.
• Também têm sido consideradas extremistas.
• Mas em contraposição, os valores morais têm sido
tão deturpados que atitudes legítimas, contrárias à
imoralidade, também têm sido extremistas.
• Quem hoje é contra as revistas pornográficas, os
filmes eróticos, as danças lascivas e as músicas
erotizantes é considerado "careta", retrógrado.
• Isso denota quanto o sexo vem sendo banalizado
em todo o MUNDO.
• A MÍDIA incentiva , com seus apelos sensacionalista a
prática do sexo fora do casamento, Deus não criou o
sexo para ser usado sem qualquer regra.
• É preciso entender que o Senhor o fez para propiciar
prazer a pessoas casadas que se amam, com a
possibilidade de receber dádivas que completem essa
relação de amor: os filhos.
• Sexo com qualquer pessoa e sem nenhum limite é tudo
o que a natureza carnal deseja (Gl 5.19-21).
• Contudo veja qual é a vontade de Deus: "... a vossa
santificação: que vos abstenhais da prostituição...
Porque não nos chamou Deus para a
imundícia, mas para a santificação"
(1 Ts 4.3-7)
PADRÕES DE MORALIDADE SEXUAL
• Hb 13.4 “Venerado seja entre todos o matrimônio e o
leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e
aos adúlteros DEUS os julgará”.
• O crente, antes de mais nada, precisa ser moral e
sexualmente puro (cf. 2Co 11.2; Tt 2.5; 1Pe 3.2).
• A palavra “puro” (gr. hagnos ou amiantos) significa livre
de toda mácula da lascívia.
• O termo refere-se a abstenção de todos os atos e
pensamentos que incitam desejos incompatíveis com a
virgindade e a castidade ou com os votos matrimoniais
da pessoa.
• No tocante ao ensino bíblico sobre a moral sexual,
vejamos o seguinte:
(1) A intimidade sexual é limitada ao matrimônio.
• Somente nesta condição ela é aceita e abençoada por
DEUS (ver Gn 2.24; Ct 2.7; 4.12).
• Mediante o casamento, marido e mulher tornam-se uma
só carne, segundo a vontade de DEUS.
• Os prazeres físicos e emocionais normais, decorrentes
do relacionamento conjugal fiel, são ordenados por
DEUS e por Ele honrados.
(2) O adultério.
• A fornicação, o homossexualismo, os desejos impuros e
as paixões degradantes são pecados graves aos olhos
de DEUS por serem transgressões da lei do amor (Êx
20.14) e profanação do relacionamento conjugal.
• Tais pecados são severamente condenados nas
Escrituras (ver Pv 5.3) e colocam o culpado fora do reino
de DEUS (Rm 1.24-32; 1Co 6.9,10; Gl 5.19-21).
• (3) A imoralidade e a impureza sexual não somente
incluem o ato sexual ilícito, mas também qualquer
prática sexual com outra pessoa que não seja seu
cônjuge.
• Há quem ensine, em nossos dias, que qualquer
intimidade sexual entre jovens e adultos solteiros, tendo
eles mútuo “compromisso”, é aceitável, uma vez que
não haja ato sexual completo.
• Tal ensino peca contra a santidade de DEUS e o padrão
bíblico da pureza.
• DEUS proíbe, explicitamente, “descobrir a nudez” ou
“ver a nudez” de qualquer pessoa a não ser entre
marido e mulher legalmente casados.
(Lv 18.6-30; 20.11, 17, 19-21)
IV – TUDO TEM SEU TEMPO
• Embora poucos namorados se atrevam a assumir tais
práticas dentro do meio evangélico, a verdade é que
segundo estatísticas 90% dos casais de namorados
evangélicos que namoram a mais de um 1 ano já se
envolveram em práticas sexuais, as quais de acordo
com a bíblia são ilícitas se praticadas antes do
casamento.
• Aqueles que ainda não cometeram seriamente
consideram se deveriam permanecer esperando ou não.
• Muitos perguntam; “Onde na bíblia está escrito
que sexo antes do casamento é pecado?” * (textos
bíblicos retirados da NVI da bíblia).
• Mas, por causa da prostituição, cada um deve ter sua
esposa, e cada mulher o seu próprio marido.” – 1
CORINTIOS 7:2.
• Toda e qualquer prática sexual direta ou indireta
envolvendo duas ou mais pessoas que estiverem foram
do laço matrimonial, ou seja, namorados praticando o
sexo, sexo entre um casado e um solteiro, adultério,
prostituição, ou pessoas que vivem juntas, mas não são
casadas legalmente, homossexualismo, bi-sexualismo,
sexo virtual, e outros pecados que envolvem o sexo, em
resumo direto é pecado porque Deus
condena tais praticas.
• (4) O crente deve ter autocontrole e abster-se de
toda e qualquer prática sexual antes do casamento.
• Justificar intimidade premarital em nome de CRISTO,
simplesmente com base num “compromisso” real ou
imaginário, é transigir abertamente com os padrões
santos de DEUS.
• É igualar-se aos modos impuros do mundo e querer
deste modo justificar a imoralidade.
• Depois do casamento, a vida íntima deve limitar-se
ao cônjuge.
• A Bíblia cita a temperança como um aspecto do fruto do
ESPÍRITO, no crente, i.e., a conduta positiva e pura,
contrastando com tudo que representa prazer sexual
imoral como libidinagem, fornicação, adultério e
impureza.
• Nossa dedicação à vontade de DEUS, pela fé, abre o
caminho para recebermos a bênção do domínio próprio:
“temperança” (Gl 5.22-24).
(5) Termos bíblicos descritivos da imoralidade e
que revelam a extensão desse mal:
(a) Fornicação (gr. porneia). Descreve uma ampla
variedade de práticas sexuais, prémaritais.
• Tudo que significa: Desejos, intimidade e carícia
fora do casamento é claramente transgressão dos
padrões morais de DEUS para seu povo
(Lv 18.6-30; 20.11,12, 17; 1Co 6.18; 1Ts 4.3).
• (b) A lascívia: (gr. aselgeia) denota a ausência de
princípios morais, principalmente o relaxamento pelo
domínio próprio que leva à conduta virtuosa (ver 1Tm
2.9).
• (c) Enganar: aproveitar-se de uma pessoa, ou explorá-
la (gr. pleonekteo, e.g., 1Ts 4.6), significa privá-la da
pureza moral que DEUS pretendeu para essa pessoa,
para a satisfação de desejos egoístas.
• (d) A lascívia ou cobiça carnal: (gr. epithumia) é um
desejo carnal imoral que a pessoa daria vazão se
tivesse oportunidade (Ef 4.22; 1Pe 4.3; 2Pe 2.18; ver Mt
5.28).
• RELACIONAMENTOS QUE FEREM O PRINCÍPIO DA
SEXUALIDADE CRISTÃ:
1) Adultério
• É o sexo extraconjugal entre pessoas casadas ou entre
casado e solteiro. O sétimo mandamento bíblico
condena o adultério (Êxodo 20.14). O adúltero é
condenado à morte (Levítico 20.10 e Deuteronômio
22.22).
2) Prostituição
• É o sexo entre solteiros, e solteiro e casado. Quem se
prostitui peca contra o seu próprio corpo (1 Coríntios
6.18). A prostituição é uma das obras da carne (Gálatas
5.19).
3) homossexualismo
• Esta prática sexual entre pessoas do mesmo sexo
também é condenada pela Bíblia (Levítico 18.22;
Romanos 1.27; 1Coríntios 6.9,10).
4) Fornicação
• A Bíblia condena esta prática, que é o sexo preconjugal
ou extraconjugal. Uma pessoa na igreja de Corinto
praticava este pecado (1 Coríntios 5.1).
5) 3.5 - Bestialidade
• Ato detestável e repulsivo a Deus. Pela lei, o homem ou
a mulher que mantivesse
relação sexual com animais era punido de
morte (Êxodo 22.19).
• Sexo entre parentes próximos (Levítico 18:6).
• Sexo anal (a mulher não tem prazer algum no sexo anal
e doenças podem nascer dessa relação - Ânus não foi
feito pelo criador para o sexo, sim para eliminação de
resíduos alimentar.
• Sexo oral (responsável por inúmeras doenças na boca e
nos lábios - boca foi feita para alimentar-se e comunicar-
se e não para sexo).
• Adultério (incluindo intenção de adulterar, Êxodo 20:14;
Mateus 5.28.
• Fornicação. Prostituição. Qualquer relação sexual
fora do casamento.
• Masturbação. É Lascívia e muitas vezes adultério -
Gl 5:19; Mt 5:27,28; Ninguém se masturba
pensando numa cachoeira ou num pé de couve -
Masturbação é egocêntrica e escravista (Rm 6:12 e
1Co 6.12).
• Defraudação - Defraudar significa excitar ou
despertar desejos sexuais na outra pessoa, que não
podem ser satisfeitos dentro da vontade de DEUS,
que é o casamento.
• Carícias exageradas: Que provocarão
desejos que não poderão ser satisfeitos.
(defraudar, 1Ts 4.6; Ef 4.19).
• Pedofilia: (sexo da pessoa de maior com menor de 16
anos ou com crianças menores do que essa idade -
abuso sexual).
• Luxúria: Atração pelos prazeres carnais;
comportamento desmedido em relação aos prazeres
sexuais; lascívia (1Jo 2.16; Rm 8.4-14; Gl 5.17).
• Impureza: (gr. akatharsia), i.e., pecados sexuais, atos
pecaminosos e vícios, inclusive maus pensamentos e
desejos do coração (Ef 5.3; Cl 3.5; Rm 8.4-14; Gl 5.17).
• Lascívia: (gr. aselgeia), i.e., sensualidade. É a pessoa
seguir suas próprias paixões e maus desejos
a ponto de perder a vergonha e a decência
(2Co 12.21; Rm 8.4-14; Gl 5.17).
V – UM CAMINHO DE SANTIDADE
• 3) "A vontade de Deus é que vocês sejam
santificados: abstenham-se da imoralidade sexual.
• 4) Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de
maneira santa e honrosa". (I Ts 4:3-4 )
• De acordo com a cultura do “presente século”, o
conceito de “namoro saudável” está, em muitos
aspectos, distante daquele apresentado na Bíblia
Sagrada, de modo que até muitos crentes em Jesus
desconhecem os princípios bíblicos que devem orientar
este relacionamento.
• Neste final, trataremos destes princípios. Como é
o namoro segundo a vontade de Deus?
OS 10 MANDAMENTOS DO NAMORO CRISTÃO
• Quais são os 10 mandamentos do namoro?
• Namoro é uma fase muito bonita.
• É definida como o ato de galantear, cortejar,
procurar inspirar amor a alguém.
• O namoro cristão, tenha a idade que tiver, deve ser uma
convivência afetiva preliminar que amadurece e prepara
o casal para o compromisso mais profundo.
• O contrário disso, longe dos princípios de Deus,
pode resultar em uma experiência nociva e
traumática.
• Observe alguns princípios que ajudam a
manter o seu namoro dentro do ponto de
vista de Deus.
• 1. Não namore por lazer: namoro não é passatempo e
o cristão consciente deve encarar o namoro como uma
etapa importante e básica para um relacionamento
duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de
namoros bem ajustados.
• 2. Não se prenda em um jugo desigual (II Co 6:14-18):
iniciar um namoro com alguém que não tem temor a
Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um
casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas
que freqüentam igrejas evangélicas podem não ser
verdadeiros convertidos ou não levarem o
relacionamento com Deus a sério.
• 3. Imponha limites no relacionamento: o namoro
moderno, segundo o ponto de vista dos incrédulos, está
deformado e nele intimidade sexual ou práticas que
levam a uma intimidade cada vez maior são normais,
mas o namoro do cristão não deve ser assim, o que
nos leva ao próximo mandamento.
• 4. Diga não ao sexo: Deus criou o sexo para ser
praticado entre duas pessoas que se amam e têm entre
si um compromisso permanente.
• É uma bênção para ser desfrutada plenamente
dentro do casamento; fora dele é impureza.
• 5. Promova o diálogo e a comunicação: conversar é
essencial, estabeleça uma comunicação constante,
franca e direta e não evite conversar sobre qualquer
assunto.
• 6. Cultive o romantismo: a convivência a dois deve ser
marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso
não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho
ao relacionamento.
• 7. Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro
equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade,
respeito e valorização. O respeito é imprescindível
para um compromisso respeitoso e duradouro.
Desrespeito é falta de amor.
• 8. Pratique a fidelidade: infidelidade no namoro
leva à infidelidade no casamento. Fidelidade é
elemento imprescindível em qualquer tipo de
relacionamento coerente à vontade de Deus, que
abomina a leviandade.
• 9. Assuma publicamente seu relacionamento:
uma pessoa madura e coerente com a vontade de
Deus não precisa e nem deve lutar contra seus
sentimentos ou escondê-los.
• 10. Forme um triângulo amoroso: namoro
realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus.
Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
Edson_2012.A-F
 
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário   como ensinar crianças na igreja - marisaSeminário   como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Sergio Silva
 
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao SenhorLição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Éder Tomé
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
Márcio Martins
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito   02 - amor, aleria. pazO fruto do espírito   02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
Cleudson Corrêa
 
A realidade do inferno.
A realidade do inferno.A realidade do inferno.
A realidade do inferno.
Antonio Filho
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Éder Tomé
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
faculdadeteologica
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Éder Tomé
 
Dízimos, Ofertas e Primícias
Dízimos, Ofertas e PrimíciasDízimos, Ofertas e Primícias
Dízimos, Ofertas e Primícias
Karyn Martins
 
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivosLição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Éder Tomé
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoração
guest3e2535
 
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicosLição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
Éder Tomé
 
Escola bíblica dominical
Escola bíblica dominicalEscola bíblica dominical
Escola bíblica dominical
Vilmar Nascimento
 
Maturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZecaMaturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZeca
DM Zeca
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Éder Tomé
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
Pastor W. Costa
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
RODRIGO FERREIRA
 
A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais procurados (20)

Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
 
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário   como ensinar crianças na igreja - marisaSeminário   como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
 
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao SenhorLição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito   02 - amor, aleria. pazO fruto do espírito   02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
 
A realidade do inferno.
A realidade do inferno.A realidade do inferno.
A realidade do inferno.
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Dízimos, Ofertas e Primícias
Dízimos, Ofertas e PrimíciasDízimos, Ofertas e Primícias
Dízimos, Ofertas e Primícias
 
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivosLição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Lição 09 - A Fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoração
 
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicosLição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos
 
Escola bíblica dominical
Escola bíblica dominicalEscola bíblica dominical
Escola bíblica dominical
 
Maturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZecaMaturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZeca
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
 
A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus
 

Destaque

Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
Amor pela EBD
 
Equilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
Equilibrando Trabalho, Família e Vida PessoalEquilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
Equilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
ANCP Ribeirão Preto
 
O Tempo Para todas as Coisas.
O Tempo Para todas as Coisas.O Tempo Para todas as Coisas.
O Tempo Para todas as Coisas.
Antonio Fernandes
 
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 9 - O Tempo para Todas as CoisasLição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Natalino das Neves Neves
 
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPADTudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
Quenia Damata
 
Eclesiastes 3
Eclesiastes 3Eclesiastes 3
Eclesiastes 3
Enerliz
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
Ricardo Gondim
 
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno LageHá Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Igreja Presbiteriana Renovada de Castelo Branco
 
Ética cristã slides aula 2
Ética cristã   slides aula 2Ética cristã   slides aula 2
Ética cristã slides aula 2
Jose Ventura
 

Destaque (9)

Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
Tempo e Trabalho - Eclesiastes 3
 
Equilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
Equilibrando Trabalho, Família e Vida PessoalEquilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
Equilibrando Trabalho, Família e Vida Pessoal
 
O Tempo Para todas as Coisas.
O Tempo Para todas as Coisas.O Tempo Para todas as Coisas.
O Tempo Para todas as Coisas.
 
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 9 - O Tempo para Todas as CoisasLição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
 
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPADTudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
Tudo tem o seu tempo - Lição 11 CPAD
 
Eclesiastes 3
Eclesiastes 3Eclesiastes 3
Eclesiastes 3
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
 
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno LageHá Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
 
Ética cristã slides aula 2
Ética cristã   slides aula 2Ética cristã   slides aula 2
Ética cristã slides aula 2
 

Semelhante a 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06

Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Natalino das Neves Neves
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
Felicio Araujo
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
Natalino das Neves Neves
 
Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo   Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo
Maressa Almeida
 
04 Homossexualismo
04   Homossexualismo04   Homossexualismo
04 Homossexualismo
Pastor Robson Colaço
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
Flavio Josef
 
O jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidadeO jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidade
Marcos Patricio Patricio
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
Hamilton Souza
 
Ética cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidadeÉtica cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidade
Leonardo Batista dos Santos
 
Swing ou Troca de Casais
Swing ou Troca de CasaisSwing ou Troca de Casais
Swing ou Troca de Casais
Pastor Robson Colaço
 
O LADO OBSCURO DA CARNE
O LADO OBSCURO DA CARNEO LADO OBSCURO DA CARNE
O LADO OBSCURO DA CARNE
Pr. Pery Marques Marques
 
Lição 09 - Não adulterarás
Lição 09 - Não adulterarásLição 09 - Não adulterarás
Lição 09 - Não adulterarás
Pr. Andre Luiz
 
Orgia Sexo Grupal
Orgia Sexo GrupalOrgia Sexo Grupal
Orgia Sexo Grupal
Pastor Robson Colaço
 
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptxLição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
Joel Silva
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deus
PIB Penha
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
Ailton da Silva
 
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominicalA família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
yosseph2013
 
12 levitico 17 27
12 levitico 17   2712 levitico 17   27
12 levitico 17 27
PIB Penha
 
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecadoLição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Éder Tomé
 
Apostila REPENSE
Apostila REPENSEApostila REPENSE
Apostila REPENSE
Cristiane Bruno
 

Semelhante a 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06 (20)

Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
 
Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo   Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo
 
04 Homossexualismo
04   Homossexualismo04   Homossexualismo
04 Homossexualismo
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
O jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidadeO jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidade
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
 
Ética cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidadeÉtica cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidade
 
Swing ou Troca de Casais
Swing ou Troca de CasaisSwing ou Troca de Casais
Swing ou Troca de Casais
 
O LADO OBSCURO DA CARNE
O LADO OBSCURO DA CARNEO LADO OBSCURO DA CARNE
O LADO OBSCURO DA CARNE
 
Lição 09 - Não adulterarás
Lição 09 - Não adulterarásLição 09 - Não adulterarás
Lição 09 - Não adulterarás
 
Orgia Sexo Grupal
Orgia Sexo GrupalOrgia Sexo Grupal
Orgia Sexo Grupal
 
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptxLição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deus
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominicalA família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
 
12 levitico 17 27
12 levitico 17   2712 levitico 17   27
12 levitico 17 27
 
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecadoLição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
 
Apostila REPENSE
Apostila REPENSEApostila REPENSE
Apostila REPENSE
 

Mais de Joel de Oliveira

4º trimestre 2015 adolescentes lição 02
4º trimestre 2015 adolescentes lição 024º trimestre 2015 adolescentes lição 02
4º trimestre 2015 adolescentes lição 02
Joel de Oliveira
 
4º trimestre 2015 adolescentes lição 01
4º trimestre 2015 adolescentes lição 014º trimestre 2015 adolescentes lição 01
4º trimestre 2015 adolescentes lição 01
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 13
3º trimestre 2015 adolescentes lição 133º trimestre 2015 adolescentes lição 13
3º trimestre 2015 adolescentes lição 13
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 12
3º trimestre 2015 adolescentes lição 123º trimestre 2015 adolescentes lição 12
3º trimestre 2015 adolescentes lição 12
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 11
3º trimestre 2015 adolescentes lição 113º trimestre 2015 adolescentes lição 11
3º trimestre 2015 adolescentes lição 11
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 10
3º trimestre 2015 adolescentes lição 103º trimestre 2015 adolescentes lição 10
3º trimestre 2015 adolescentes lição 10
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 09
3º trimestre 2015 adolescentes   lição 093º trimestre 2015 adolescentes   lição 09
3º trimestre 2015 adolescentes lição 09
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 083º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 073º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
Joel de Oliveira
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 053° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
Joel de Oliveira
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 043° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
Joel de Oliveira
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
Joel de Oliveira
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 023° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
Joel de Oliveira
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 013° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
Joel de Oliveira
 

Mais de Joel de Oliveira (14)

4º trimestre 2015 adolescentes lição 02
4º trimestre 2015 adolescentes lição 024º trimestre 2015 adolescentes lição 02
4º trimestre 2015 adolescentes lição 02
 
4º trimestre 2015 adolescentes lição 01
4º trimestre 2015 adolescentes lição 014º trimestre 2015 adolescentes lição 01
4º trimestre 2015 adolescentes lição 01
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 13
3º trimestre 2015 adolescentes lição 133º trimestre 2015 adolescentes lição 13
3º trimestre 2015 adolescentes lição 13
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 12
3º trimestre 2015 adolescentes lição 123º trimestre 2015 adolescentes lição 12
3º trimestre 2015 adolescentes lição 12
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 11
3º trimestre 2015 adolescentes lição 113º trimestre 2015 adolescentes lição 11
3º trimestre 2015 adolescentes lição 11
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 10
3º trimestre 2015 adolescentes lição 103º trimestre 2015 adolescentes lição 10
3º trimestre 2015 adolescentes lição 10
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 09
3º trimestre 2015 adolescentes   lição 093º trimestre 2015 adolescentes   lição 09
3º trimestre 2015 adolescentes lição 09
 
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 083º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 08
 
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 073º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
3º trimestre 2015 Adolescentes Lição 07
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 053° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 05
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 043° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 04
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03 3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 03
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 023° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 013° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 01
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (16)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06

  • 2. TEXTO BÍBLICO SALMOS 119.9-12 • 9) Com que purificará o jovem o seu caminho? observando-o conforme a tua palavra. • 10) Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. • 11) Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti. • 12) Bendito és tu, ó Senhor; ensina-me os teus estatutos.
  • 3. DESTAQUE • “...Mas a fornicação, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos;...” (Efésios 5:3)
  • 4. • Fornicação: (palavra que vem de fornicis, ou fornix: abóbada, ou arco). • Fornice era o arco da porta sob a qual as prostitutas romanas se exibiam. • As meretrizes ficavam por lá porque, além de ligar o lugar ao sexo, a mulher romana que não tivesse pai, nem marido, nem filho do sexo masculino devia obediência a um homem, a qual podiam também serem escravas. • Sendo assim, as mulheres deveriam ficar sempre dentro dos limites da casa/prédio do seu "dono" ou protetor - por isso, não podiam passar do arco (fornice).
  • 5. • Por volta do Século III d.C. criou-se então o verbo "fornicare", que seria o ato de freqüentar esse lugar. Temos esta palavra no português, que se originou do latim, o que significa sexo ilícito (nesse contexto). • O caso é que no português, há séculos, por conta da igreja, tornou-se delicadamente diferente, porém vital o significado dessa palavra. • O significado de sexo ilícito seria supostamente a prática de sexo antes ou fora do casamento. • A palavra ilícito significa imoralidade, ou o que é contrário as leis. Naquela época, como foi dito ante às leis da Judéia, considerava-se ilícita a prática de sexo antes do casamento.
  • 6. • Atualmente as regras religiosas e civis foram separadas, de modo que não existe na legislação brasileira nenhuma norma que proíba o sexo antes do casamento, ou ainda que considere inválido esse casamento por um deles não ser mais virgem. • No entanto, para a maioria das denominações do cristianismo, as proibições do sexo antes, e fora do casamento, continuam a existir, embora não tornem um casamento nulo, mas sim anulável. • Também não impedem a pessoa que não seja virgem de contrair matrimônio religioso.
  • 7. • Segundo o Dicionário Aurélio, além de sexo ilícito; mortificação ou aborrecimento e apostasia - na época quando os hebreus mudavam de religião - também significam fornicar. • Segundo o dicionário grego há porém mais um significado metafórico que seria a prática de adoração a deuses. • A palavra Fornicar ou Fornicação, ficou amplamente conhecida entre as Escolas de Mistérios como o ato de derramar o sêmen , como um ato de impureza conforme na Bíblia em Levítico - cap. 15 à 16.
  • 8. • Nas Escolas de Alquimia, ficou conhecido como o ato de derramar o vazo de Hermes. (alquimia) • Antigas Bíblias se refere ao 6º Mandamento como: • "Não Fornicar", coisa que depois foi alterada pelo reformadores conservadores para "Não Adulterar" que já tem outro significado.
  • 9. DEVOCIONAL • SEG......................................... Gn 1:31 • TER.......................................... Gn 1:28 • QUA......................................... Gn 1:28 • QUI.......................................... Gn 1:24 • SEX......................................... Pv 15:18,19 • SAB......................................... Hb 13:4 • DOM........................................ 1 Pd 1:16
  • 10. OBJETIVOS • Ensinar: Que Deus criou o sexo com um propósito distinto • Enfatizar: Que Deus criou o homem com o desejo sexual e que o Diabo tem deturpado este instinto. • Refutar: Biblicamente as mentiras da mídia quanto à sexualidade.
  • 11. I - PORQUE DEUS CRIOU O SEXO ? "FOGE, TAMBÉM, DOS DESEJOS DA MOCIDADE; E SEGUE A JUSTIÇA, A FÉ, A CARIDADE E A PAZ COM OS QUE, COM UM CORAÇÃO PURO, INVOCAM O SENHOR." 2 TIMÓTEO 2.22
  • 12. • As propagandas, em sua maioria, usam-no para chamar a atenção. • Explora-se o assunto em livros, revistas, filmes, músicas... E os programas humorísticos? Suas piadas sempre enfocam o sexo, seja de forma direta, seja subjetivamente.
  • 13. • O sexo nunca foi em si mesmo, pecaminoso. • Deus o estabeleceu para ser desfrutado na relação matrimonial antes que o pecado entrasse no mundo (Gn 2.21-25). • Todas as coisas vivas no universo devem sua vida ao princípio do sexo: flores, animais e seres humanos, que dependem da união entre macho e fêmea — excetuando-se, é claro, as reproduções assexuadas entre certos tipos de insetos e plantas.
  • 14. DEFINIÇÃO • 1- no Homem, conformação física, orgânica, celular, particular que permite distinguir o homem e a mulher, atribuindo-lhes um papel específico na reprodução. • 2- nos animais, conjunto das características corporais que diferenciam, numa espécie, os machos e as fêmeas e que lhes permitem reproduzir-se. • 3- nos vegetais, conjunto de características que distinguem os órgãos reprodutores femininos e masculinos.
  • 15. Significado de Sexualidade - subst. f. – • comportamentos ligados à união entre homens e mulheres. • Sexualidade - A atração que o homem sente pela mulher e vice-versa. • Deus criou o sexo para o relacionamento conjugal "Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e serão ambos uma só carne. • E ambos estavam nus, o homem e sua mulher; e não se envergonhavam" (Gênesis 2:24-25).
  • 16. • O sexo fora do casamento é errado: • "Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo e os faria membros de meretriz? Absolutamente, não. • Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão os dois uma só carne. • Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele.
  • 17. Fugi da impureza. • Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo. • Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (1 Corintios 6:15-19).
  • 18. • Sexo antes do casamento é errado, porque ele viola a lei do amor. • 1 Coríntios 13:4 diz: "O amor é paciente." • O verdadeiro amor espera! • Não existe sexo seguro fora do casamento! Claro, talvez você possa se livrar de uma AIDS, de se engravidar, e de outras doenças sexualmente transmissíveis. • Mas você não pode proteger seu coração. • Vamos falar mais sobre os benefícios da espera até o casamento: "Por que esperar?" • Ilustração do guarda-chuvas: • Os mandamentos de Deus são para nossa proteção.
  • 19. II - UM PLANO OPOSTO AO DE DEUS • Deus criou os seres humanos como seres sexuados, ou seja, macho e fêmea. • Em Gênesis 1.27, podemos ver claramente a distinção entre macho e fêmea na criação. • Nesse versículo, a primeira vez que aparece a palavra “homem”, o termo hebraico é: “´adam”, que significa: humanidade (designação da espécie humana – homem e mulher).
  • 20. • Porém na segunda vez que lemos a palavra “homem”, o termo hebraico muda para “zakar”, que significa: macho. A palavra hebraica para “mulher” é: “nêqebah”, que significa fêmea. • Deus criou os seres humanos macho e fêmea tendo como propósito a união sexual (Gn 2.18-25). • Deus criou o homem (macho) e, posteriormente, a mulher com a finalidade de uni-los, tornando-os “uma só carne”. Gênesis 2.24 “enfatiza a completa identificação das duas personalidades no casamento. • A passagem nos diz que Deus instituiu o casamento e que este deve ser monogâmico e heterossexual, a união completa entre duas pessoas (homem e mulher)”
  • 21. III - AS MENTIRAS DA MÍDIA • Nos dias de hoje, o sexo vem sendo banalizado pelo ser humano. • Há verdadeiros absurdos ocorrendo no mundo, e Deus tem julgado e continuará punindo a humanidade conforme os seus pecados (Gn 19.24- 26; Rm 1.18-32). • Mas em contraposição, os valores morais têm sido tão deturpados que atitudes legítimas, contrárias à imoralidade. • Também têm sido consideradas extremistas.
  • 22. • Mas em contraposição, os valores morais têm sido tão deturpados que atitudes legítimas, contrárias à imoralidade, também têm sido extremistas. • Quem hoje é contra as revistas pornográficas, os filmes eróticos, as danças lascivas e as músicas erotizantes é considerado "careta", retrógrado. • Isso denota quanto o sexo vem sendo banalizado em todo o MUNDO.
  • 23. • A MÍDIA incentiva , com seus apelos sensacionalista a prática do sexo fora do casamento, Deus não criou o sexo para ser usado sem qualquer regra. • É preciso entender que o Senhor o fez para propiciar prazer a pessoas casadas que se amam, com a possibilidade de receber dádivas que completem essa relação de amor: os filhos. • Sexo com qualquer pessoa e sem nenhum limite é tudo o que a natureza carnal deseja (Gl 5.19-21). • Contudo veja qual é a vontade de Deus: "... a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição... Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação" (1 Ts 4.3-7)
  • 24. PADRÕES DE MORALIDADE SEXUAL • Hb 13.4 “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros DEUS os julgará”. • O crente, antes de mais nada, precisa ser moral e sexualmente puro (cf. 2Co 11.2; Tt 2.5; 1Pe 3.2). • A palavra “puro” (gr. hagnos ou amiantos) significa livre de toda mácula da lascívia. • O termo refere-se a abstenção de todos os atos e pensamentos que incitam desejos incompatíveis com a virgindade e a castidade ou com os votos matrimoniais da pessoa.
  • 25. • No tocante ao ensino bíblico sobre a moral sexual, vejamos o seguinte: (1) A intimidade sexual é limitada ao matrimônio. • Somente nesta condição ela é aceita e abençoada por DEUS (ver Gn 2.24; Ct 2.7; 4.12). • Mediante o casamento, marido e mulher tornam-se uma só carne, segundo a vontade de DEUS. • Os prazeres físicos e emocionais normais, decorrentes do relacionamento conjugal fiel, são ordenados por DEUS e por Ele honrados.
  • 26. (2) O adultério. • A fornicação, o homossexualismo, os desejos impuros e as paixões degradantes são pecados graves aos olhos de DEUS por serem transgressões da lei do amor (Êx 20.14) e profanação do relacionamento conjugal. • Tais pecados são severamente condenados nas Escrituras (ver Pv 5.3) e colocam o culpado fora do reino de DEUS (Rm 1.24-32; 1Co 6.9,10; Gl 5.19-21).
  • 27. • (3) A imoralidade e a impureza sexual não somente incluem o ato sexual ilícito, mas também qualquer prática sexual com outra pessoa que não seja seu cônjuge. • Há quem ensine, em nossos dias, que qualquer intimidade sexual entre jovens e adultos solteiros, tendo eles mútuo “compromisso”, é aceitável, uma vez que não haja ato sexual completo. • Tal ensino peca contra a santidade de DEUS e o padrão bíblico da pureza. • DEUS proíbe, explicitamente, “descobrir a nudez” ou “ver a nudez” de qualquer pessoa a não ser entre marido e mulher legalmente casados. (Lv 18.6-30; 20.11, 17, 19-21)
  • 28. IV – TUDO TEM SEU TEMPO • Embora poucos namorados se atrevam a assumir tais práticas dentro do meio evangélico, a verdade é que segundo estatísticas 90% dos casais de namorados evangélicos que namoram a mais de um 1 ano já se envolveram em práticas sexuais, as quais de acordo com a bíblia são ilícitas se praticadas antes do casamento. • Aqueles que ainda não cometeram seriamente consideram se deveriam permanecer esperando ou não.
  • 29. • Muitos perguntam; “Onde na bíblia está escrito que sexo antes do casamento é pecado?” * (textos bíblicos retirados da NVI da bíblia). • Mas, por causa da prostituição, cada um deve ter sua esposa, e cada mulher o seu próprio marido.” – 1 CORINTIOS 7:2. • Toda e qualquer prática sexual direta ou indireta envolvendo duas ou mais pessoas que estiverem foram do laço matrimonial, ou seja, namorados praticando o sexo, sexo entre um casado e um solteiro, adultério, prostituição, ou pessoas que vivem juntas, mas não são casadas legalmente, homossexualismo, bi-sexualismo, sexo virtual, e outros pecados que envolvem o sexo, em resumo direto é pecado porque Deus condena tais praticas.
  • 30. • (4) O crente deve ter autocontrole e abster-se de toda e qualquer prática sexual antes do casamento. • Justificar intimidade premarital em nome de CRISTO, simplesmente com base num “compromisso” real ou imaginário, é transigir abertamente com os padrões santos de DEUS. • É igualar-se aos modos impuros do mundo e querer deste modo justificar a imoralidade. • Depois do casamento, a vida íntima deve limitar-se ao cônjuge.
  • 31. • A Bíblia cita a temperança como um aspecto do fruto do ESPÍRITO, no crente, i.e., a conduta positiva e pura, contrastando com tudo que representa prazer sexual imoral como libidinagem, fornicação, adultério e impureza. • Nossa dedicação à vontade de DEUS, pela fé, abre o caminho para recebermos a bênção do domínio próprio: “temperança” (Gl 5.22-24).
  • 32. (5) Termos bíblicos descritivos da imoralidade e que revelam a extensão desse mal: (a) Fornicação (gr. porneia). Descreve uma ampla variedade de práticas sexuais, prémaritais. • Tudo que significa: Desejos, intimidade e carícia fora do casamento é claramente transgressão dos padrões morais de DEUS para seu povo (Lv 18.6-30; 20.11,12, 17; 1Co 6.18; 1Ts 4.3).
  • 33. • (b) A lascívia: (gr. aselgeia) denota a ausência de princípios morais, principalmente o relaxamento pelo domínio próprio que leva à conduta virtuosa (ver 1Tm 2.9). • (c) Enganar: aproveitar-se de uma pessoa, ou explorá- la (gr. pleonekteo, e.g., 1Ts 4.6), significa privá-la da pureza moral que DEUS pretendeu para essa pessoa, para a satisfação de desejos egoístas. • (d) A lascívia ou cobiça carnal: (gr. epithumia) é um desejo carnal imoral que a pessoa daria vazão se tivesse oportunidade (Ef 4.22; 1Pe 4.3; 2Pe 2.18; ver Mt 5.28).
  • 34. • RELACIONAMENTOS QUE FEREM O PRINCÍPIO DA SEXUALIDADE CRISTÃ: 1) Adultério • É o sexo extraconjugal entre pessoas casadas ou entre casado e solteiro. O sétimo mandamento bíblico condena o adultério (Êxodo 20.14). O adúltero é condenado à morte (Levítico 20.10 e Deuteronômio 22.22). 2) Prostituição • É o sexo entre solteiros, e solteiro e casado. Quem se prostitui peca contra o seu próprio corpo (1 Coríntios 6.18). A prostituição é uma das obras da carne (Gálatas 5.19).
  • 35. 3) homossexualismo • Esta prática sexual entre pessoas do mesmo sexo também é condenada pela Bíblia (Levítico 18.22; Romanos 1.27; 1Coríntios 6.9,10). 4) Fornicação • A Bíblia condena esta prática, que é o sexo preconjugal ou extraconjugal. Uma pessoa na igreja de Corinto praticava este pecado (1 Coríntios 5.1). 5) 3.5 - Bestialidade • Ato detestável e repulsivo a Deus. Pela lei, o homem ou a mulher que mantivesse relação sexual com animais era punido de morte (Êxodo 22.19).
  • 36. • Sexo entre parentes próximos (Levítico 18:6). • Sexo anal (a mulher não tem prazer algum no sexo anal e doenças podem nascer dessa relação - Ânus não foi feito pelo criador para o sexo, sim para eliminação de resíduos alimentar. • Sexo oral (responsável por inúmeras doenças na boca e nos lábios - boca foi feita para alimentar-se e comunicar- se e não para sexo). • Adultério (incluindo intenção de adulterar, Êxodo 20:14; Mateus 5.28.
  • 37. • Fornicação. Prostituição. Qualquer relação sexual fora do casamento. • Masturbação. É Lascívia e muitas vezes adultério - Gl 5:19; Mt 5:27,28; Ninguém se masturba pensando numa cachoeira ou num pé de couve - Masturbação é egocêntrica e escravista (Rm 6:12 e 1Co 6.12). • Defraudação - Defraudar significa excitar ou despertar desejos sexuais na outra pessoa, que não podem ser satisfeitos dentro da vontade de DEUS, que é o casamento. • Carícias exageradas: Que provocarão desejos que não poderão ser satisfeitos. (defraudar, 1Ts 4.6; Ef 4.19).
  • 38. • Pedofilia: (sexo da pessoa de maior com menor de 16 anos ou com crianças menores do que essa idade - abuso sexual). • Luxúria: Atração pelos prazeres carnais; comportamento desmedido em relação aos prazeres sexuais; lascívia (1Jo 2.16; Rm 8.4-14; Gl 5.17). • Impureza: (gr. akatharsia), i.e., pecados sexuais, atos pecaminosos e vícios, inclusive maus pensamentos e desejos do coração (Ef 5.3; Cl 3.5; Rm 8.4-14; Gl 5.17). • Lascívia: (gr. aselgeia), i.e., sensualidade. É a pessoa seguir suas próprias paixões e maus desejos a ponto de perder a vergonha e a decência (2Co 12.21; Rm 8.4-14; Gl 5.17).
  • 39. V – UM CAMINHO DE SANTIDADE • 3) "A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. • 4) Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa". (I Ts 4:3-4 )
  • 40. • De acordo com a cultura do “presente século”, o conceito de “namoro saudável” está, em muitos aspectos, distante daquele apresentado na Bíblia Sagrada, de modo que até muitos crentes em Jesus desconhecem os princípios bíblicos que devem orientar este relacionamento. • Neste final, trataremos destes princípios. Como é o namoro segundo a vontade de Deus?
  • 41. OS 10 MANDAMENTOS DO NAMORO CRISTÃO • Quais são os 10 mandamentos do namoro? • Namoro é uma fase muito bonita. • É definida como o ato de galantear, cortejar, procurar inspirar amor a alguém. • O namoro cristão, tenha a idade que tiver, deve ser uma convivência afetiva preliminar que amadurece e prepara o casal para o compromisso mais profundo. • O contrário disso, longe dos princípios de Deus, pode resultar em uma experiência nociva e traumática. • Observe alguns princípios que ajudam a manter o seu namoro dentro do ponto de vista de Deus.
  • 42. • 1. Não namore por lazer: namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar o namoro como uma etapa importante e básica para um relacionamento duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados. • 2. Não se prenda em um jugo desigual (II Co 6:14-18): iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas que freqüentam igrejas evangélicas podem não ser verdadeiros convertidos ou não levarem o relacionamento com Deus a sério.
  • 43. • 3. Imponha limites no relacionamento: o namoro moderno, segundo o ponto de vista dos incrédulos, está deformado e nele intimidade sexual ou práticas que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão não deve ser assim, o que nos leva ao próximo mandamento. • 4. Diga não ao sexo: Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas que se amam e têm entre si um compromisso permanente. • É uma bênção para ser desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.
  • 44. • 5. Promova o diálogo e a comunicação: conversar é essencial, estabeleça uma comunicação constante, franca e direta e não evite conversar sobre qualquer assunto. • 6. Cultive o romantismo: a convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento. • 7. Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso respeitoso e duradouro. Desrespeito é falta de amor.
  • 45. • 8. Pratique a fidelidade: infidelidade no namoro leva à infidelidade no casamento. Fidelidade é elemento imprescindível em qualquer tipo de relacionamento coerente à vontade de Deus, que abomina a leviandade. • 9. Assuma publicamente seu relacionamento: uma pessoa madura e coerente com a vontade de Deus não precisa e nem deve lutar contra seus sentimentos ou escondê-los. • 10. Forme um triângulo amoroso: namoro realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.