SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
S I S T E M A D E R E T O R N O
D E Á G U A S Q U E N T E S
S A N I T Á R I A S
O Q U E É ?
M A I O 2 0 2 3 - N E W S # 5
SISTEMA DE RETORNO DE ÁGUAS
QUENTES SANITÁRIAS
O QUE É?
Ao início da manhã ou ao final de um longo dia de trabalho sabe bem tomar um
banho; no entanto, ter de esperar para que a água fique quente não é muito
agradável! Já reparou no desperdício de água fria que sai da torneira antes de
sair a água quente? E que tal adotar uma solução amiga do ambiente e cÓmoda
para o seu dia-a-dia, Aqui entra o Sistema de Retorno de Águas Quentes Sanitárias.
Mas o que é?
VAMOS DESCOBRIR?
Sempre que uma torneira é fechada, após a obtenção de água quente, a água que
permanece nas tubagens vai diminuindo a sua temperatura ao longo do tempo –
resultando, novamente, em água fria. Tal acontecimento é notório se a torneira em
questão se encontrar a uma grande distância do equipamento de aquecimento
central existente.
Escrito por:
CATARINA ARAÚJO
Palavras-chave
#retorno
#água
#quente
#sanitária
#conforto
#sistema
#redução
#ambiente
#ferreiralapa
VANTAGENS
Q U E D E V E C O N H E C E R
manualmente – deverá ser acionado pelo
utilizador através do clique de um botão,
minutos antes de utilizar água quente;
O Sistema de Retorno de Água Quente Sanitária
tem como objetivo reutilizar a água que se
encontra parada na tubagem e reencaminhá-la
novamente para o equipamento de aquecimento
central, de modo a esta ser novamente aquecida.
Este tipo de sistema pode ser adotado se for sua
intenção obter água quente de modo imediato. A
instalação deste tipo de sistema deverá respeitar a
regulamentação atualmente em vigor em Portugal.
Um Sistema de Aquecimento de Água Quente
Sanitária é constituído por um equipamento de
aquecimento central (caldeira, esquentador,
bomba de calor, etc) e pelos equipamentos que
constituem o sistema de retorno de água quente
como controlador digital, bomba de circulação de
água quente, sensor de temperatura e vaso de
expansão.
O sistema de retorno é totalmente digital
podendo ser acionado de diversas maneiras:
por faixa horária – o utilizador poderá
programar para que o sistema seja acionado e
desligado numa faixa horária pretendida,
aquecendo a água a determinada hora;
por diferença de temperatura – o sistema
poderá ser programado para aquecer a água a
determinada temperatura e, caso haja uma
diferença significativa, esta será reaquecida
novamente.
Comodidade;
Conforto;
Redução do desperdício de água;
Redução de energia;
Poderá ser adotado em edifício novos ou já
existentes.
Quais as suas vantagens?
Estamos disponíveis para esclarecer qualquer
dúvida!
QUAL O OBJETIVO? O QUE CONSTITUI ESTE SISTEMA?
W W W . F E R R E I R A L A P A . C O M @ F E R R E I R A L A P A
F O L L O W U S !

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Boletim Informativo Maio 2023.pdf

Componentes do circuito solar térmico em circulação forçada
Componentes do circuito solar térmico em circulação forçadaComponentes do circuito solar térmico em circulação forçada
Componentes do circuito solar térmico em circulação forçadaCarlos Duarte Castanheira
 
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdf
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdfAQUECEDOR Piscina control 6.0.pdf
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdfImpercapSaunas1
 
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmico
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmicoOrçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmico
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmicoCarlos Duarte Castanheira
 
Coletores solares
Coletores solaresColetores solares
Coletores solaresLuis Duarte
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporAntonio Carlos
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporAntonio Carlos
 
Tratamento agua para caldeiras de alta pressão
Tratamento agua   para caldeiras de alta pressãoTratamento agua   para caldeiras de alta pressão
Tratamento agua para caldeiras de alta pressãoWagner Branco
 
Projecto reaproveitamento da água ar condicionado
Projecto reaproveitamento da água ar condicionadoProjecto reaproveitamento da água ar condicionado
Projecto reaproveitamento da água ar condicionadoÁlvaro Adolfo
 
Evaporador/Destilador e osmose reversa
Evaporador/Destilador e osmose reversaEvaporador/Destilador e osmose reversa
Evaporador/Destilador e osmose reversaRodrigo Martins
 
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdfGabrielPereira31509
 
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).pptformaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).pptJosDuartePetit
 

Semelhante a Boletim Informativo Maio 2023.pdf (20)

Descongelamento
Descongelamento   Descongelamento
Descongelamento
 
Manual heliotemp
Manual heliotempManual heliotemp
Manual heliotemp
 
Componentes do circuito solar térmico em circulação forçada
Componentes do circuito solar térmico em circulação forçadaComponentes do circuito solar térmico em circulação forçada
Componentes do circuito solar térmico em circulação forçada
 
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdf
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdfAQUECEDOR Piscina control 6.0.pdf
AQUECEDOR Piscina control 6.0.pdf
 
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmico
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmicoOrçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmico
Orçamentação de projeto de inst. de sistema solar térmico
 
8 termoacumulacao
8 termoacumulacao8 termoacumulacao
8 termoacumulacao
 
Nr – 13
Nr – 13Nr – 13
Nr – 13
 
Aquecedor Solar - Henrimar
Aquecedor Solar - Henrimar Aquecedor Solar - Henrimar
Aquecedor Solar - Henrimar
 
Coletores solares
Coletores solaresColetores solares
Coletores solares
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
 
Tratamento agua para caldeiras de alta pressão
Tratamento agua   para caldeiras de alta pressãoTratamento agua   para caldeiras de alta pressão
Tratamento agua para caldeiras de alta pressão
 
Projecto reaproveitamento da água ar condicionado
Projecto reaproveitamento da água ar condicionadoProjecto reaproveitamento da água ar condicionado
Projecto reaproveitamento da água ar condicionado
 
Evaporador/Destilador e osmose reversa
Evaporador/Destilador e osmose reversaEvaporador/Destilador e osmose reversa
Evaporador/Destilador e osmose reversa
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Aquecedorsolar
AquecedorsolarAquecedorsolar
Aquecedorsolar
 
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf
1297SINDROME DO BAIXO DELTA T EM SISTEMAS DE ÁGUA GELADA.pdf
 
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).pptformaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
 
Apostila de hidráulica
Apostila de hidráulicaApostila de hidráulica
Apostila de hidráulica
 
Avalfis2serie
Avalfis2serieAvalfis2serie
Avalfis2serie
 

Mais de Ferreira Lapa

Boletim Informativo Novembro 2023.pdf
Boletim Informativo Novembro 2023.pdfBoletim Informativo Novembro 2023.pdf
Boletim Informativo Novembro 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Setembro 2023.pdf
Boletim Informativo Setembro 2023.pdfBoletim Informativo Setembro 2023.pdf
Boletim Informativo Setembro 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Agosto 2023.pdf
Boletim Informativo Agosto 2023.pdfBoletim Informativo Agosto 2023.pdf
Boletim Informativo Agosto 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Julho 2023
Boletim Informativo Julho 2023Boletim Informativo Julho 2023
Boletim Informativo Julho 2023Ferreira Lapa
 
Boletim Informativo JuLho 2023
Boletim Informativo JuLho 2023Boletim Informativo JuLho 2023
Boletim Informativo JuLho 2023Ferreira Lapa
 
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfBoletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfBoletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Abril 2023.pdf
Boletim Informativo Abril 2023.pdfBoletim Informativo Abril 2023.pdf
Boletim Informativo Abril 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Março 2023.pdf
Boletim Informativo Março 2023.pdfBoletim Informativo Março 2023.pdf
Boletim Informativo Março 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdf
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdfBoletim Informativo Fevereiro 2023.pdf
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdfFerreira Lapa
 
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdf
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdfBoletim Informativo Janeiro 2023.pdf
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdfFerreira Lapa
 

Mais de Ferreira Lapa (11)

Boletim Informativo Novembro 2023.pdf
Boletim Informativo Novembro 2023.pdfBoletim Informativo Novembro 2023.pdf
Boletim Informativo Novembro 2023.pdf
 
Boletim Informativo Setembro 2023.pdf
Boletim Informativo Setembro 2023.pdfBoletim Informativo Setembro 2023.pdf
Boletim Informativo Setembro 2023.pdf
 
Boletim Informativo Agosto 2023.pdf
Boletim Informativo Agosto 2023.pdfBoletim Informativo Agosto 2023.pdf
Boletim Informativo Agosto 2023.pdf
 
Boletim Informativo Julho 2023
Boletim Informativo Julho 2023Boletim Informativo Julho 2023
Boletim Informativo Julho 2023
 
Boletim Informativo JuLho 2023
Boletim Informativo JuLho 2023Boletim Informativo JuLho 2023
Boletim Informativo JuLho 2023
 
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfBoletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
 
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdfBoletim Informativo Junho 2023.pdf
Boletim Informativo Junho 2023.pdf
 
Boletim Informativo Abril 2023.pdf
Boletim Informativo Abril 2023.pdfBoletim Informativo Abril 2023.pdf
Boletim Informativo Abril 2023.pdf
 
Boletim Informativo Março 2023.pdf
Boletim Informativo Março 2023.pdfBoletim Informativo Março 2023.pdf
Boletim Informativo Março 2023.pdf
 
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdf
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdfBoletim Informativo Fevereiro 2023.pdf
Boletim Informativo Fevereiro 2023.pdf
 
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdf
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdfBoletim Informativo Janeiro 2023.pdf
Boletim Informativo Janeiro 2023.pdf
 

Último

Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalleandroladesenvolvim
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraGuilhermeLucio9
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréGuilhermeLucio9
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAMCassio Rodrigo
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaGuilhermeLucio9
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individualpablocastilho3
 
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfSamuel Ramos
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralFranciscaArrudadaSil
 

Último (8)

Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animal
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
 
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
 

Boletim Informativo Maio 2023.pdf

  • 1. S I S T E M A D E R E T O R N O D E Á G U A S Q U E N T E S S A N I T Á R I A S O Q U E É ? M A I O 2 0 2 3 - N E W S # 5 SISTEMA DE RETORNO DE ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS O QUE É? Ao início da manhã ou ao final de um longo dia de trabalho sabe bem tomar um banho; no entanto, ter de esperar para que a água fique quente não é muito agradável! Já reparou no desperdício de água fria que sai da torneira antes de sair a água quente? E que tal adotar uma solução amiga do ambiente e cÓmoda para o seu dia-a-dia, Aqui entra o Sistema de Retorno de Águas Quentes Sanitárias. Mas o que é? VAMOS DESCOBRIR? Sempre que uma torneira é fechada, após a obtenção de água quente, a água que permanece nas tubagens vai diminuindo a sua temperatura ao longo do tempo – resultando, novamente, em água fria. Tal acontecimento é notório se a torneira em questão se encontrar a uma grande distância do equipamento de aquecimento central existente. Escrito por: CATARINA ARAÚJO Palavras-chave #retorno #água #quente #sanitária #conforto #sistema #redução #ambiente #ferreiralapa
  • 2. VANTAGENS Q U E D E V E C O N H E C E R manualmente – deverá ser acionado pelo utilizador através do clique de um botão, minutos antes de utilizar água quente; O Sistema de Retorno de Água Quente Sanitária tem como objetivo reutilizar a água que se encontra parada na tubagem e reencaminhá-la novamente para o equipamento de aquecimento central, de modo a esta ser novamente aquecida. Este tipo de sistema pode ser adotado se for sua intenção obter água quente de modo imediato. A instalação deste tipo de sistema deverá respeitar a regulamentação atualmente em vigor em Portugal. Um Sistema de Aquecimento de Água Quente Sanitária é constituído por um equipamento de aquecimento central (caldeira, esquentador, bomba de calor, etc) e pelos equipamentos que constituem o sistema de retorno de água quente como controlador digital, bomba de circulação de água quente, sensor de temperatura e vaso de expansão. O sistema de retorno é totalmente digital podendo ser acionado de diversas maneiras: por faixa horária – o utilizador poderá programar para que o sistema seja acionado e desligado numa faixa horária pretendida, aquecendo a água a determinada hora; por diferença de temperatura – o sistema poderá ser programado para aquecer a água a determinada temperatura e, caso haja uma diferença significativa, esta será reaquecida novamente. Comodidade; Conforto; Redução do desperdício de água; Redução de energia; Poderá ser adotado em edifício novos ou já existentes. Quais as suas vantagens? Estamos disponíveis para esclarecer qualquer dúvida! QUAL O OBJETIVO? O QUE CONSTITUI ESTE SISTEMA? W W W . F E R R E I R A L A P A . C O M @ F E R R E I R A L A P A F O L L O W U S !