SlideShare uma empresa Scribd logo
PRINCIPAIS BIOMAS
                        BRASILEIROS




quarta-feira, 16 de maio de 12
AMAZÔNIA




quarta-feira, 16 de maio de 12
FLORESTA AMAZÔNICA
          Estende-se do oceano Atlântico às encostas orientais da Cordilheira dos Andes, até
          aproximadamente 600 m de altitude, contendo parte de nove países da América do Sul, sendo
          69% dessa área pertencente ao Brasil .


          A floresta abriga 2.500 espécies de árvores (um terço da madeira tropical do planeta) e 30 mil das
          100 mil espécies de plantas que existem em toda a América Latina. Muitas espécies endêmicas
          (que ocorrem em apenas determinado local)


          Vasta diversidade de fauna


          Apresenta diversos estratos ou andares formados pelas copas das árvores (o mais alto, em geral,
          entre 30 e 40m acima do solo)


          É rica em epífitas (orquídeas e bromélias)


          Muito úmida (CHUVAS: 1.800mm/ano). Temperatura média entre 25º e 28º C.


quarta-feira, 16 de maio de 12
FLORESTA AMAZÔNICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
FLORESTA AMAZÔNICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
FLORESTA AMAZÔNICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
CERRADO




quarta-feira, 16 de maio de 12
CERRADO
          Cerrado é o nome regional dado às savanas brasileiras e se localiza no grande platô que
          ocupa o planalto central brasileiro.


          O clima do cerrado é quente, semi-úmido, com verão chuvoso e inverno seco.


          Vegetação pseudo-xerófita, com galhos retorcidos e cascas grossas.


          O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro. Ocupa uma área que corresponde a 25% do
          território nacional.


          Apresenta aproximadamente 10 mil espécies de plantas diferentes (muitas de uso medicinal).
          Isso sem contar as 759 espécies de aves que se reproduzem na região, 180 espécies de
          répteis, 195 de mamíferos.


          O número de insetos é surpreendente: apenas na área do Distrito Federal há 90 espécies de
          cupins, mil espécies de borboletas e 500 tipos diferentes de abelhas e vespas


quarta-feira, 16 de maio de 12
CERRADO




quarta-feira, 16 de maio de 12
CERRADO




quarta-feira, 16 de maio de 12
MATA ATLÂNTICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
MATA ATLÂNTICA
               A Mata Atlântica (floresta pluvial costeira) está situada entre o R.N e o R.S.


               Composto por uma série de fitofisionomias bastante diversificadas.


               Abriga uma parcela significativa da biodiversidade do Brasil.


               Possui cerca de 20.000 espécies de plantas, sendo muitas endêmicas e epífitas.


               As folhas são largas (latifoliadas) e perenes (perenifólias).


               Entre aves, mamíferos, répteis e anfíbios são 1.361 espécies de animais das quais 567
               são endêmicas.


               Atualmente muito devastada e a maior parte da mata ainda preservada é de floresta



quarta-feira, 16 de maio de 12
MATA ATLÂNTICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
MATA ATLÂNTICA




quarta-feira, 16 de maio de 12
CAMPOS DE ALTITUDE
                Campos de Altitude é um ecossistema do bioma Mata Atlântica que ocorre acima dos
                limites de ocorrência da floresta altomontana, onde predominam rochas expostas e
                vegetação rasteira formada, principalmente, por gramíneas e muitos líquens.


                São especies herbáceas e arbustivas notadamente das famílias poaceae, cyperaceae,
                asteraceae e mimosaceae




quarta-feira, 16 de maio de 12
RESTINGA
             É uma área de terreno arenoso e salino, próximo ao mar.


             Coberto de plantas herbáceas características sob influência marinha e fluvio-marinha.


             Estas comunidades, distribuídas em mosaico, ocorrem em áreas de grande diversidade
             ecológica sendo consideradas comunidades edáficas por dependerem mais da natureza
             do solo que do clima.




quarta-feira, 16 de maio de 12
MANGUEZAL

           •      Vegetação de regiões litorâneas, inundáveis por ocasião das marés altas.

           •      Solo salino e com pouco oxigênio.

           •      Vegetais pneumatóforos (raízes áreas) e halófitos (adaptadas ao solo
                  salino).

           •      Desempenha importante papel para a fauna para diversos tipos de animais,
                  por ser utilizado para reprodução de peixes, moluscos, moluscos e
                  crustáceos, e área de alimentação de aves, mamíferos e etc.




quarta-feira, 16 de maio de 12
MANGUEZAL




quarta-feira, 16 de maio de 12
CAATINGA




quarta-feira, 16 de maio de 12
CAATINGA

                O bioma Caatinga abrange cerca de 850.000 km2 (10% do território brasileiro).
                Climas semi-árido, com chuvas irregulares.

                Vegetação de aspecto xerófito, arbustivo, com plantas que apresentam
                modificações para sobrevivência à escassez de água: espinhos, folhas caducas
                (que caem), armazenamento de água, raízes compridas.


                Fauna: abundância de répteis, roedores e insetos.




quarta-feira, 16 de maio de 12
CAATINGA




quarta-feira, 16 de maio de 12
PANTANAL




quarta-feira, 16 de maio de 12
PANTANAL


                O bioma Pantanal com seus 250.000 km2 é considerado a maior superfície
                inundável do mundo, dividido entre o Brasil, o Paraguai e a Bolívia.

                Fauna e flora exuberantes, rica em biodiversidade

                Existem mais espécies de aves no Pantanal (656 espécies) do que na América
                do Norte (cerca de 500) e mais espécies de peixes do que na Europa (263 no
                Pantanal contra aproximadamente 200 em rios europeus).




quarta-feira, 16 de maio de 12
PANTANAL




quarta-feira, 16 de maio de 12
PANTANAL




quarta-feira, 16 de maio de 12

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biomas do brasileiros
Biomas do brasileirosBiomas do brasileiros
Biomas do brasileiros
Raquel Avila
 
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do BrasilDomínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
José Walisson Pinto
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Estude Mais
 
Biomas brasileiros, Mari e Cintia
Biomas brasileiros, Mari e CintiaBiomas brasileiros, Mari e Cintia
Biomas brasileiros, Mari e Cintia
toolsdivinopolis
 
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
Adna Myrella
 
Biomas do Brasil
Biomas do BrasilBiomas do Brasil
Biomas do Brasil
Fábio Ianomami
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
Washington sucupira
 
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
Ajuda Escolar
 
biomas
biomasbiomas
biomas
Deyse Santos
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Esequias Bueno
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Leandro A. Machado de Moura
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
Annalu Jannuzzi
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
RoseliMorais
 
Os biomas brasileiros ......
Os biomas brasileiros ......Os biomas brasileiros ......
Os biomas brasileiros ......
Anacleto Damiani
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Andre Luiz Nascimento
 
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do BrasilOs DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
leila Cardoso
 
6º ano cap 6 biomas brasileiros
6º ano cap 6  biomas brasileiros6º ano cap 6  biomas brasileiros
6º ano cap 6 biomas brasileiros
ISJ
 
Biomas - resumo
Biomas - resumoBiomas - resumo
Biomas - resumo
Estude Mais
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo

Mais procurados (20)

Biomas do brasileiros
Biomas do brasileirosBiomas do brasileiros
Biomas do brasileiros
 
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do BrasilDomínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas brasileiros, Mari e Cintia
Biomas brasileiros, Mari e CintiaBiomas brasileiros, Mari e Cintia
Biomas brasileiros, Mari e Cintia
 
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
Biomas do Brasil (Ecossistemas terrestres) e Ecossistemas Aquáticos
 
Biomas do Brasil
Biomas do BrasilBiomas do Brasil
Biomas do Brasil
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
 
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
Biomas: CAMPOS, CERRADOS e DESERTOS. E + Estepes e Savanas.
 
biomas
biomasbiomas
biomas
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
 
Os biomas brasileiros ......
Os biomas brasileiros ......Os biomas brasileiros ......
Os biomas brasileiros ......
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do BrasilOs DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
 
6º ano cap 6 biomas brasileiros
6º ano cap 6  biomas brasileiros6º ano cap 6  biomas brasileiros
6º ano cap 6 biomas brasileiros
 
Biomas - resumo
Biomas - resumoBiomas - resumo
Biomas - resumo
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 

Destaque

Bioma Restinga
Bioma   RestingaBioma   Restinga
Bioma Restinga
Jade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Maicon Azevedo
 
Presentación1plantas adaptacion
Presentación1plantas  adaptacionPresentación1plantas  adaptacion
Presentación1plantas adaptacion
nokia530
 
Revisão ENEM - Genômica celular
Revisão ENEM - Genômica celularRevisão ENEM - Genômica celular
Revisão ENEM - Genômica celular
emanuel
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
emanuel
 
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD MapGeorrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
eunamahcado
 
Biomas cerrado-2
Biomas   cerrado-2Biomas   cerrado-2
Biomas cerrado-2
Vinícius Nonato
 

Destaque (9)

Bioma Restinga
Bioma   RestingaBioma   Restinga
Bioma Restinga
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Presentación1plantas adaptacion
Presentación1plantas  adaptacionPresentación1plantas  adaptacion
Presentación1plantas adaptacion
 
Revisão ENEM - Genômica celular
Revisão ENEM - Genômica celularRevisão ENEM - Genômica celular
Revisão ENEM - Genômica celular
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD MapGeorrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
Georrefenciamento de bases vetoriais no AutoCAD Map
 
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
Mapeamento de estratificação de altitude para vegetação no Brasil: subsídios...
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
 
Biomas cerrado-2
Biomas   cerrado-2Biomas   cerrado-2
Biomas cerrado-2
 

Semelhante a Biomas brasileiros

4 biomas
4   biomas4   biomas
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
RedneyAlesi
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
LinoReis1
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
petrivanacarvalho
 
Ecossistemas Brasileiros.pdf
Ecossistemas Brasileiros.pdfEcossistemas Brasileiros.pdf
Ecossistemas Brasileiros.pdf
AndressaCosta90
 
Ecossistemas brasileiros csanl
Ecossistemas brasileiros csanlEcossistemas brasileiros csanl
Ecossistemas brasileiros csanl
Ricardo Vilas
 
Principais biomas brasileiros
Principais biomas brasileirosPrincipais biomas brasileiros
Principais biomas brasileiros
Luis Augusto
 
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAISSAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
Conceição Fontolan
 
Biologia, esse 1
Biologia, esse 1Biologia, esse 1
Biologia, esse 1
Roberto Bagatini
 
6-anos-biomas-brasileiros ciências/ Biologia
6-anos-biomas-brasileiros  ciências/ Biologia6-anos-biomas-brasileiros  ciências/ Biologia
6-anos-biomas-brasileiros ciências/ Biologia
enivaldeth1
 
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/BiologiaBiomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
enivaldeth1
 
Principais ecossistemas brasileiros
Principais ecossistemas brasileirosPrincipais ecossistemas brasileiros
Principais ecossistemas brasileiros
Patricia Alcantara
 
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
Fabiano Scarpa
 
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADOBiomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Conceição Fontolan
 
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medioBiomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
JulianaAraujo840650
 
MATA ATLÂNTICA - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
MATA ATLÂNTICA  - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUEMATA ATLÂNTICA  - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
MATA ATLÂNTICA - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
Luan Henrique Alves
 
kkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkk
Mata Atlântica
Mata AtlânticaMata Atlântica
Mata Atlântica
Ana Cristina de Jesus
 
Ecossistemas Brasileiros
Ecossistemas BrasileirosEcossistemas Brasileiros
Ecossistemas Brasileiros
pradomarcio
 

Semelhante a Biomas brasileiros (20)

4 biomas
4   biomas4   biomas
4 biomas
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
 
Ecossistemas Brasileiros.pdf
Ecossistemas Brasileiros.pdfEcossistemas Brasileiros.pdf
Ecossistemas Brasileiros.pdf
 
Ecossistemas brasileiros csanl
Ecossistemas brasileiros csanlEcossistemas brasileiros csanl
Ecossistemas brasileiros csanl
 
Principais biomas brasileiros
Principais biomas brasileirosPrincipais biomas brasileiros
Principais biomas brasileiros
 
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAISSAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
 
Biologia, esse 1
Biologia, esse 1Biologia, esse 1
Biologia, esse 1
 
6-anos-biomas-brasileiros ciências/ Biologia
6-anos-biomas-brasileiros  ciências/ Biologia6-anos-biomas-brasileiros  ciências/ Biologia
6-anos-biomas-brasileiros ciências/ Biologia
 
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/BiologiaBiomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
Biomas-brasileiros.ppt Ciências/Biologia
 
Principais ecossistemas brasileiros
Principais ecossistemas brasileirosPrincipais ecossistemas brasileiros
Principais ecossistemas brasileiros
 
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
 
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADOBiomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
 
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medioBiomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
 
MATA ATLÂNTICA - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
MATA ATLÂNTICA  - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUEMATA ATLÂNTICA  - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
MATA ATLÂNTICA - ESP. MÍDIAS NA EDUCAÇÃO (UFOP) - LUAN HENRIQUE
 
kkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkk
 
Mata Atlântica
Mata AtlânticaMata Atlântica
Mata Atlântica
 
Ecossistemas Brasileiros
Ecossistemas BrasileirosEcossistemas Brasileiros
Ecossistemas Brasileiros
 

Último

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 

Último (20)

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 

Biomas brasileiros

  • 1. PRINCIPAIS BIOMAS BRASILEIROS quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 3. FLORESTA AMAZÔNICA Estende-se do oceano Atlântico às encostas orientais da Cordilheira dos Andes, até aproximadamente 600 m de altitude, contendo parte de nove países da América do Sul, sendo 69% dessa área pertencente ao Brasil . A floresta abriga 2.500 espécies de árvores (um terço da madeira tropical do planeta) e 30 mil das 100 mil espécies de plantas que existem em toda a América Latina. Muitas espécies endêmicas (que ocorrem em apenas determinado local) Vasta diversidade de fauna Apresenta diversos estratos ou andares formados pelas copas das árvores (o mais alto, em geral, entre 30 e 40m acima do solo) É rica em epífitas (orquídeas e bromélias) Muito úmida (CHUVAS: 1.800mm/ano). Temperatura média entre 25º e 28º C. quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 8. CERRADO Cerrado é o nome regional dado às savanas brasileiras e se localiza no grande platô que ocupa o planalto central brasileiro. O clima do cerrado é quente, semi-úmido, com verão chuvoso e inverno seco. Vegetação pseudo-xerófita, com galhos retorcidos e cascas grossas. O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro. Ocupa uma área que corresponde a 25% do território nacional. Apresenta aproximadamente 10 mil espécies de plantas diferentes (muitas de uso medicinal). Isso sem contar as 759 espécies de aves que se reproduzem na região, 180 espécies de répteis, 195 de mamíferos. O número de insetos é surpreendente: apenas na área do Distrito Federal há 90 espécies de cupins, mil espécies de borboletas e 500 tipos diferentes de abelhas e vespas quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 12. MATA ATLÂNTICA A Mata Atlântica (floresta pluvial costeira) está situada entre o R.N e o R.S. Composto por uma série de fitofisionomias bastante diversificadas. Abriga uma parcela significativa da biodiversidade do Brasil. Possui cerca de 20.000 espécies de plantas, sendo muitas endêmicas e epífitas. As folhas são largas (latifoliadas) e perenes (perenifólias). Entre aves, mamíferos, répteis e anfíbios são 1.361 espécies de animais das quais 567 são endêmicas. Atualmente muito devastada e a maior parte da mata ainda preservada é de floresta quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 15. CAMPOS DE ALTITUDE Campos de Altitude é um ecossistema do bioma Mata Atlântica que ocorre acima dos limites de ocorrência da floresta altomontana, onde predominam rochas expostas e vegetação rasteira formada, principalmente, por gramíneas e muitos líquens. São especies herbáceas e arbustivas notadamente das famílias poaceae, cyperaceae, asteraceae e mimosaceae quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 16. RESTINGA É uma área de terreno arenoso e salino, próximo ao mar. Coberto de plantas herbáceas características sob influência marinha e fluvio-marinha. Estas comunidades, distribuídas em mosaico, ocorrem em áreas de grande diversidade ecológica sendo consideradas comunidades edáficas por dependerem mais da natureza do solo que do clima. quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 17. MANGUEZAL •  Vegetação de regiões litorâneas, inundáveis por ocasião das marés altas. •  Solo salino e com pouco oxigênio. •  Vegetais pneumatóforos (raízes áreas) e halófitos (adaptadas ao solo salino). •  Desempenha importante papel para a fauna para diversos tipos de animais, por ser utilizado para reprodução de peixes, moluscos, moluscos e crustáceos, e área de alimentação de aves, mamíferos e etc. quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 20. CAATINGA O bioma Caatinga abrange cerca de 850.000 km2 (10% do território brasileiro). Climas semi-árido, com chuvas irregulares. Vegetação de aspecto xerófito, arbustivo, com plantas que apresentam modificações para sobrevivência à escassez de água: espinhos, folhas caducas (que caem), armazenamento de água, raízes compridas. Fauna: abundância de répteis, roedores e insetos. quarta-feira, 16 de maio de 12
  • 23. PANTANAL O bioma Pantanal com seus 250.000 km2 é considerado a maior superfície inundável do mundo, dividido entre o Brasil, o Paraguai e a Bolívia. Fauna e flora exuberantes, rica em biodiversidade Existem mais espécies de aves no Pantanal (656 espécies) do que na América do Norte (cerca de 500) e mais espécies de peixes do que na Europa (263 no Pantanal contra aproximadamente 200 em rios europeus). quarta-feira, 16 de maio de 12