SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Biomas são grandes estruturas ecológicas com fisionomias distintas encontradas nos diferentes continentes, caracterizados principalmente pelos fatores climáticos (temperatura e umidade) e formações vegetais relacionados à latitude.
Floresta Amazônica (Hiléia) Floresta Pluvial Costeira (Floresta Atlântica) Floresta de Araucárias Cerrado Pampa Caatinga Floresta de Cocais (Babaçuais) Pantanal mato-grossensse Manguezais
FLORESTA AMAZÔNICA Localiza-se na região norte do Brasil Precipitações pluviométricas superior a 1.800mm/ano Floresta apresenta diversos estratos O estrato mais alto localiza-se 30m e 40m acima do solo Apresentam raízes tabulares responsáveis pela sustentação das plantas Árvore mais conhecida da região é a seringueira São abundantes também as epífitas (bromélias)
Região da bacia amazônica ostenta a maior variedade de aves, primatas, roedores, jacarés, sapos, insetos, lagartos e peixes de água doce de todo o planeta. (Mais de 30 milhões de espécies de insetos). Por ali circulam 324 espécies de mamíferos, como a onça-pintada, a ariranha, a preguiça e o macacos. Vivem cerca de 25% da população de primatas do globo e 70 das 334 espécies de papagaios existentes. Com relação a peixe de água doce, concentra de 2500 a 3000 espécies diferentes. Só no Rio Negro podem ser encontradas 450 espécies enquanto que na Europa não se contam mais de 200.
CERRADO As árvores do cerrado são muitos peculiares, com troncos tortos, cobertos por uma cortiça grossa, e de folhas geralmente grandes e rígidas. Muitas plantas herbáceas têm órgãos subterrâneos para armazenar água e nutrientes.
Situa-se nos estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no oeste de São Paulo e Paraná Trata-se de um bioma do tipo savana, com vegetação arbórea esparsa formada por pequenas árvores e arbustos
O clima do cerrado é relativamente quente (26° C) e índice pluviométrico entre 1600 e 2000 mm/ano concentrados no verão. O solo é pobre pois carece de determinados minerais.
Atualmente, a região contribui com mais de 70% da produção de carne bovina do País.
É também um importante centro de produção de grãos (soja, feijão, milho e arroz). Como uma atividade secundária, grandes extensões de cerrado são ainda utilizadas na produção de polpa de celulose para a indústria de papel.
 
CAATINGA o único bioma exclusivamente brasileiro está localizado entre a floresta amazônica e a floresta atlântica, compreendendo quase 10% da área total do território brasileiro
Abrange os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia, sul e leste do Piauí e norte de Minas Gerais. Possui um clima semi-árido com temperaturas médias anuais entre 27ºC e 29ºC, e índices pluviométricos irregulares variando de 250 a 1000mm por ano, concentrando-se durante 3 a 5 meses. Na estação seca a temperatura do solo, que é raso, pedregoso pode chegar a 60ºC.
VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE ESTIAGEM
VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE CHUVA
•  A vegetação da caatinga é extremamente diversificada e possui espécies adaptadas às condições do ambiente (solo e clima). •  As espécies arbóreas e arbustivas apresentam folhas pequenas (caducifolia) ou modificadas em espinhos, outras, com raízes superficiais para absorver o máximo de águas pluviais. •  Algumas das espécies nativas da caatinga são: barriguda, amburana,aroeira, umbu, baraúna, maniçoba, macambira, mandacaru e juazeiro. MANDACARU
FLORESTAS DE COCAIS (BABAÇUAIS) Localiza-se em certas áreas dos estados do Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte
A floresta de babaçu é economicamente importante; das sementes da palmeira extrai-se o óleo, as folhas são utilizadas para a cobertura de casas e para a fabricação de utensílios domésticos
PANTANAL MATO-GROSSENSE
 
 
TUIUIÚ
Abriga uma das mais ricas reservas de vida selvagem do mundo Em alguns locais mais elevados onde o solo não retém água a vegetação pode apresentar a vegetação típica de caatinga como cactus. Nas áreas que são inundadas durante as cheias anuais crescem gramíneas formando pastagens naturais
MATA ATLÂNTICA
Apresenta um alto índice pluviométrico chegando a valores entre 1800 a 3600mm por ano, devido a condensação da brisa oceânica carregada de vapor que é empurrada para as regiões continentais . Nesse bioma a maioria dos rios é perene, possuindo rios de águas claras e rios de águas pretas.
 
 
 
Estende-se do nordeste até o litoral catarinenese É formada por plantas com raízes respiratórias.  Mais importantes ( Rhizophora mangle  e  Avicennia tomentosa ) Desenvolve-se em solo lodoso e salgado
Agricultores e pecuaristas foram atraídos para a região devido ao seu solo fértil e condições naturais favoráveis, o que ocasionou uma desordenada expansão, gerando um acelerado desgaste do solo e iniciando um processo de desertificação em algumas áreas desse bioma.
 
FLORESTAS DE ARAUCÁRIA Situa-se em certas regiões os estados do RS, SC, PR, SP Índices pluviométricos em torno de 1400mm anuais
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Clima e tempo
Clima e tempoClima e tempo
Clima e tempo
Guilherme Drumond
 
Os biomas brasileiros.ppt
Os biomas brasileiros.pptOs biomas brasileiros.ppt
Os biomas brasileiros.ppt
Jones Godinho
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
KELSON DA LUZ OLIVEIRA
 
Cerrado
CerradoCerrado
Cerrado
Edmar Souza
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Bioma: Cerrado
Bioma: CerradoBioma: Cerrado
Bioma: Cerrado
Malu Anacleto
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
Euna Machado
 
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores ClimáticosClima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Impactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivoImpactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivo
BIOLOGIA Associação Pré-FEDERAL
 
Região sul do Brasil
Região sul do BrasilRegião sul do Brasil
Região sul do Brasil
Nome Sobrenome
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Professor
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
Wanessa Veloso
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
Blog do Prof. Elienai
 
Vegetação mundial
Vegetação mundialVegetação mundial
Vegetação mundial
dela28
 
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
Ibá – Indústria Brasileira de Árvores
 
Ecossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileirosEcossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileiros
Edna Uliana
 
Unidades de conservação
Unidades de conservaçãoUnidades de conservação
Unidades de conservação
Maira Egito Barros
 
A estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o anoA estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o ano
Nahya Paola Souza
 
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
Tânia Reis
 

Mais procurados (20)

Clima e tempo
Clima e tempoClima e tempo
Clima e tempo
 
Os biomas brasileiros.ppt
Os biomas brasileiros.pptOs biomas brasileiros.ppt
Os biomas brasileiros.ppt
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
 
Cerrado
CerradoCerrado
Cerrado
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
Bioma: Cerrado
Bioma: CerradoBioma: Cerrado
Bioma: Cerrado
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
 
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores ClimáticosClima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
 
Impactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivoImpactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivo
 
Região sul do Brasil
Região sul do BrasilRegião sul do Brasil
Região sul do Brasil
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
 
Vegetação mundial
Vegetação mundialVegetação mundial
Vegetação mundial
 
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
Biodiversidade: preservação das espécies para o equilíbrio do planeta
 
Ecossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileirosEcossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileiros
 
Unidades de conservação
Unidades de conservaçãoUnidades de conservação
Unidades de conservação
 
A estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o anoA estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o ano
 
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
 

Destaque

Apresentação power point sobre biomas
Apresentação power point sobre biomasApresentação power point sobre biomas
Apresentação power point sobre biomas
norivalfp
 
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicosFluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Alessandra Vieira da Silva
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
RoseliMorais
 
Otm geografia
Otm geografiaOtm geografia
Otm geografia
Flávia Maria
 
Ecossistemas aquáticos
Ecossistemas aquáticosEcossistemas aquáticos
Ecossistemas aquáticos
Alessandra Vieira da Silva
 
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De PesquisaReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
joao jose saraiva da fonseca
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Maicon Azevedo
 

Destaque (7)

Apresentação power point sobre biomas
Apresentação power point sobre biomasApresentação power point sobre biomas
Apresentação power point sobre biomas
 
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicosFluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
 
Otm geografia
Otm geografiaOtm geografia
Otm geografia
 
Ecossistemas aquáticos
Ecossistemas aquáticosEcossistemas aquáticos
Ecossistemas aquáticos
 
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De PesquisaReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 

Semelhante a Biomas Brasileiros

biomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdfbiomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdf
WarlenSilva10
 
TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.
Joemille Leal
 
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticosBiomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
Camila Brito
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
itamyr
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
itamyr
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Alano Hellery Alano
 
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.pptbiomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
andrenespoli3
 
7 biomas brasileiros
7 biomas brasileiros7 biomas brasileiros
7 biomas brasileiros
Lucas Cechinel
 
Biomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhorBiomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhor
Iara Caetano
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
petrivanacarvalho
 

Semelhante a Biomas Brasileiros (10)

biomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdfbiomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdf
 
TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.
 
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticosBiomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.pptbiomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
biomas-brasileiros-150221214431-conversion-gate01.ppt
 
7 biomas brasileiros
7 biomas brasileiros7 biomas brasileiros
7 biomas brasileiros
 
Biomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhorBiomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhor
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
 

Mais de Escola Adventista de Amaralina

2⪠guerra mundial
2⪠guerra mundial2⪠guerra mundial
2⪠guerra mundial
Escola Adventista de Amaralina
 
Da era vargas %e0 nova rep%f ablica
Da era vargas %e0 nova rep%f ablicaDa era vargas %e0 nova rep%f ablica
Da era vargas %e0 nova rep%f ablica
Escola Adventista de Amaralina
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
O santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolosO santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolos
Escola Adventista de Amaralina
 
Comunicado
 Comunicado Comunicado
Excursão 2010
 Excursão 2010 Excursão 2010
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
Escola Adventista de Amaralina
 

Mais de Escola Adventista de Amaralina (20)

2⪠guerra mundial
2⪠guerra mundial2⪠guerra mundial
2⪠guerra mundial
 
Da era vargas %e0 nova rep%f ablica
Da era vargas %e0 nova rep%f ablicaDa era vargas %e0 nova rep%f ablica
Da era vargas %e0 nova rep%f ablica
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
 
O santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolosO santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolos
 
Equipe EAA
Equipe EAAEquipe EAA
Equipe EAA
 
Comunicado
 Comunicado Comunicado
Comunicado
 
Excursão 2010
 Excursão 2010 Excursão 2010
Excursão 2010
 
ApresentaçãO1
ApresentaçãO1ApresentaçãO1
ApresentaçãO1
 
ApresentaçãO1
ApresentaçãO1ApresentaçãO1
ApresentaçãO1
 
ApresentaçãO1
ApresentaçãO1ApresentaçãO1
ApresentaçãO1
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Administração
AdministraçãoAdministração
Administração
 
Administração
AdministraçãoAdministração
Administração
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 

Último

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Yan Kayk da Cruz Ferreira
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 

Biomas Brasileiros

  • 1.  
  • 2. Biomas são grandes estruturas ecológicas com fisionomias distintas encontradas nos diferentes continentes, caracterizados principalmente pelos fatores climáticos (temperatura e umidade) e formações vegetais relacionados à latitude.
  • 3. Floresta Amazônica (Hiléia) Floresta Pluvial Costeira (Floresta Atlântica) Floresta de Araucárias Cerrado Pampa Caatinga Floresta de Cocais (Babaçuais) Pantanal mato-grossensse Manguezais
  • 4. FLORESTA AMAZÔNICA Localiza-se na região norte do Brasil Precipitações pluviométricas superior a 1.800mm/ano Floresta apresenta diversos estratos O estrato mais alto localiza-se 30m e 40m acima do solo Apresentam raízes tabulares responsáveis pela sustentação das plantas Árvore mais conhecida da região é a seringueira São abundantes também as epífitas (bromélias)
  • 5. Região da bacia amazônica ostenta a maior variedade de aves, primatas, roedores, jacarés, sapos, insetos, lagartos e peixes de água doce de todo o planeta. (Mais de 30 milhões de espécies de insetos). Por ali circulam 324 espécies de mamíferos, como a onça-pintada, a ariranha, a preguiça e o macacos. Vivem cerca de 25% da população de primatas do globo e 70 das 334 espécies de papagaios existentes. Com relação a peixe de água doce, concentra de 2500 a 3000 espécies diferentes. Só no Rio Negro podem ser encontradas 450 espécies enquanto que na Europa não se contam mais de 200.
  • 6. CERRADO As árvores do cerrado são muitos peculiares, com troncos tortos, cobertos por uma cortiça grossa, e de folhas geralmente grandes e rígidas. Muitas plantas herbáceas têm órgãos subterrâneos para armazenar água e nutrientes.
  • 7. Situa-se nos estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no oeste de São Paulo e Paraná Trata-se de um bioma do tipo savana, com vegetação arbórea esparsa formada por pequenas árvores e arbustos
  • 8. O clima do cerrado é relativamente quente (26° C) e índice pluviométrico entre 1600 e 2000 mm/ano concentrados no verão. O solo é pobre pois carece de determinados minerais.
  • 9. Atualmente, a região contribui com mais de 70% da produção de carne bovina do País.
  • 10. É também um importante centro de produção de grãos (soja, feijão, milho e arroz). Como uma atividade secundária, grandes extensões de cerrado são ainda utilizadas na produção de polpa de celulose para a indústria de papel.
  • 11.  
  • 12. CAATINGA o único bioma exclusivamente brasileiro está localizado entre a floresta amazônica e a floresta atlântica, compreendendo quase 10% da área total do território brasileiro
  • 13. Abrange os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia, sul e leste do Piauí e norte de Minas Gerais. Possui um clima semi-árido com temperaturas médias anuais entre 27ºC e 29ºC, e índices pluviométricos irregulares variando de 250 a 1000mm por ano, concentrando-se durante 3 a 5 meses. Na estação seca a temperatura do solo, que é raso, pedregoso pode chegar a 60ºC.
  • 14. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE ESTIAGEM
  • 15. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE CHUVA
  • 16. • A vegetação da caatinga é extremamente diversificada e possui espécies adaptadas às condições do ambiente (solo e clima). • As espécies arbóreas e arbustivas apresentam folhas pequenas (caducifolia) ou modificadas em espinhos, outras, com raízes superficiais para absorver o máximo de águas pluviais. • Algumas das espécies nativas da caatinga são: barriguda, amburana,aroeira, umbu, baraúna, maniçoba, macambira, mandacaru e juazeiro. MANDACARU
  • 17. FLORESTAS DE COCAIS (BABAÇUAIS) Localiza-se em certas áreas dos estados do Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte
  • 18. A floresta de babaçu é economicamente importante; das sementes da palmeira extrai-se o óleo, as folhas são utilizadas para a cobertura de casas e para a fabricação de utensílios domésticos
  • 20.  
  • 21.  
  • 23. Abriga uma das mais ricas reservas de vida selvagem do mundo Em alguns locais mais elevados onde o solo não retém água a vegetação pode apresentar a vegetação típica de caatinga como cactus. Nas áreas que são inundadas durante as cheias anuais crescem gramíneas formando pastagens naturais
  • 25. Apresenta um alto índice pluviométrico chegando a valores entre 1800 a 3600mm por ano, devido a condensação da brisa oceânica carregada de vapor que é empurrada para as regiões continentais . Nesse bioma a maioria dos rios é perene, possuindo rios de águas claras e rios de águas pretas.
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29. Estende-se do nordeste até o litoral catarinenese É formada por plantas com raízes respiratórias. Mais importantes ( Rhizophora mangle e Avicennia tomentosa ) Desenvolve-se em solo lodoso e salgado
  • 30. Agricultores e pecuaristas foram atraídos para a região devido ao seu solo fértil e condições naturais favoráveis, o que ocasionou uma desordenada expansão, gerando um acelerado desgaste do solo e iniciando um processo de desertificação em algumas áreas desse bioma.
  • 31.  
  • 32. FLORESTAS DE ARAUCÁRIA Situa-se em certas regiões os estados do RS, SC, PR, SP Índices pluviométricos em torno de 1400mm anuais
  • 33.