SlideShare uma empresa Scribd logo
Aulas de Física e Química A Componente de Física 10º ano
Conservação da energia Lei da Conservação da Energia Num sistema isolado, a quantidade total de energia permanece constante ( a quantidade total de energia que existe antes de qualquer transferência ou transformação é a mesma que existe depois.   Um sistema isolado não permite trocas de energia com o exterior. Por sistema isolado apenas conhecemos um, o próprio Universo, considerando este como tudo o que se conhece. Sistemas quase isolados, permitem trocas de energia com o exterior, sendo estas, realizadas de forma muito lenta. Sistema, é o objecto de estudo. Um sistema pode ser separado do exterior por fronteiras reais ou imaginárias sendo que, consoante as fronteiras existentes, um sistema pode considerar-se isolado (não permite trocas de energia nem de matéria), fechado (permite trocas de energia mas não de matéria) e aberto (permite trocas de energia e de matéria).
Conservação da energia Automóvel Energia fornecida 100% Gasolina Energia útil (energia utilizada para colocar o motor do automóvel em funcionamento)  20% Energia degradada (80%) Consumida noutros fins
Energia cinética. Energia que está associada ao movimento Expressão Matemática   m – massa do corpo V – valor da velocidade do corpo.  Conservação da energia
Conservação da energia Energia potencial Energia associada às interacções que os corpos sofrem por parte de outros (neste caso energia associada à atracção que a massa de um corpo exerce sobre outro corpo de massa m) - Atracção gravítica.  Expressão matemática:  m – massa do corpo. g – aceleração gravítica do local. h – altura que dista o nível de referencia (Epg = 0 J) e a altura a que se encontra o corpo.
Conservação da energia Energia mecânica: soma da energia cinética e da energia potencial.
Transferências de energia Calor. Trabalho. Radiação. Calor Conservação da energia T 1 = 50 ºC T 2 = 20 ºC Calor Q Define-se calor Q, como uma medida de transferência de energia entre o sistema que possui temperatura mais alta para o que possui temperatura mais baixa.
Conservação da energia Transferências de energia Calor. Trabalho. Radiação. Calor O sistema que possui temperatura mais alta irá baixar a sua temperatura enquanto que o sistema que possui temperatura mais alta irá subir a sua temperatura até que se vai atingir um equilíbrio térmico ficando os dois com a mesma temperatura.  T 1f  < T 1i T 2f  > T 2i e T 1f  = T 2f
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conservação de energia
Conservação de energiaConservação de energia
Conservação de energia
Neoli Gonçalves da Silva
 
Trabalho, Energia e Potência
Trabalho, Energia e PotênciaTrabalho, Energia e Potência
Trabalho, Energia e Potência
SEEDUC-RJ
 
Energia potencial
Energia potencialEnergia potencial
Energia potencial
Lenilda Abreu
 
Energia potencial e conservaçao
Energia potencial e conservaçaoEnergia potencial e conservaçao
Energia potencial e conservaçao
Adrianne Mendonça
 
Trabalho e Energia Mecânica
Trabalho e Energia MecânicaTrabalho e Energia Mecânica
Trabalho e Energia Mecânica
Pibid Física
 
Trabalho de física
Trabalho de físicaTrabalho de física
Trabalho de física
cristbarb
 
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Adriana Cahongo
 
5 energia aquecimento arrefecimento
5   energia aquecimento arrefecimento5   energia aquecimento arrefecimento
5 energia aquecimento arrefecimento
daniela pinto
 
Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
barbarasaqua
 
2002 g3 energia potencial e cinética
2002 g3 energia potencial e cinética2002 g3 energia potencial e cinética
2002 g3 energia potencial e cinética
cristbarb
 
ConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia MecanicaConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia Mecanica
ori junior
 
Física energia
Física   energiaFísica   energia
Física energia
Joshwan Aragão Almeida
 
F101
F101F101
Trabalho e energia
Trabalho e energiaTrabalho e energia
Trabalho e energia
Eldon Avelar
 
Energia transferencia de energia
Energia   transferencia de energiaEnergia   transferencia de energia
Energia transferencia de energia
Paulo Brites
 
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSPResumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
Hugo Moreira
 
Fisica10 11-110524183508-phpapp02
Fisica10 11-110524183508-phpapp02 Fisica10 11-110524183508-phpapp02
Fisica10 11-110524183508-phpapp02
Adriana Cahongo
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
João Lopes
 
2001 g4 energia mecânica
2001 g4 energia mecânica2001 g4 energia mecânica
2001 g4 energia mecânica
cristbarb
 

Mais procurados (19)

Conservação de energia
Conservação de energiaConservação de energia
Conservação de energia
 
Trabalho, Energia e Potência
Trabalho, Energia e PotênciaTrabalho, Energia e Potência
Trabalho, Energia e Potência
 
Energia potencial
Energia potencialEnergia potencial
Energia potencial
 
Energia potencial e conservaçao
Energia potencial e conservaçaoEnergia potencial e conservaçao
Energia potencial e conservaçao
 
Trabalho e Energia Mecânica
Trabalho e Energia MecânicaTrabalho e Energia Mecânica
Trabalho e Energia Mecânica
 
Trabalho de física
Trabalho de físicaTrabalho de física
Trabalho de física
 
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
 
5 energia aquecimento arrefecimento
5   energia aquecimento arrefecimento5   energia aquecimento arrefecimento
5 energia aquecimento arrefecimento
 
Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
 
2002 g3 energia potencial e cinética
2002 g3 energia potencial e cinética2002 g3 energia potencial e cinética
2002 g3 energia potencial e cinética
 
ConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia MecanicaConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia Mecanica
 
Física energia
Física   energiaFísica   energia
Física energia
 
F101
F101F101
F101
 
Trabalho e energia
Trabalho e energiaTrabalho e energia
Trabalho e energia
 
Energia transferencia de energia
Energia   transferencia de energiaEnergia   transferencia de energia
Energia transferencia de energia
 
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSPResumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
Resumo 1+2+3 - Física - Prof. Paula - ESSP
 
Fisica10 11-110524183508-phpapp02
Fisica10 11-110524183508-phpapp02 Fisica10 11-110524183508-phpapp02
Fisica10 11-110524183508-phpapp02
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
2001 g4 energia mecânica
2001 g4 energia mecânica2001 g4 energia mecânica
2001 g4 energia mecânica
 

Semelhante a Aulas De FíSica A 10º Ano

Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9 Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Adriana Cahongo
 
Fisica
FisicaFisica
Fisica geral
Fisica geralFisica geral
Fisica geral
Maitê Giselle
 
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptxConteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
williancardx
 
Termoquímica(1 ano)
Termoquímica(1 ano)Termoquímica(1 ano)
Termoquímica(1 ano)
Karol Maia
 
Resumo de Física
Resumo de FísicaResumo de Física
Resumo de Física
marco105
 
Energia
EnergiaEnergia
Termoquímica 2o ano
Termoquímica  2o anoTermoquímica  2o ano
Termoquímica 2o ano
Karol Maia
 
Termodinâmica (parte 2)
Termodinâmica (parte 2)Termodinâmica (parte 2)
Termodinâmica (parte 2)
Charlesguidotti
 
Introdução às leis da termodinâmica
Introdução às leis da termodinâmicaIntrodução às leis da termodinâmica
Introdução às leis da termodinâmica
Helder Guerreiro
 
Fsicaas 110401124036-phpapp02
Fsicaas 110401124036-phpapp02 Fsicaas 110401124036-phpapp02
Fsicaas 110401124036-phpapp02
Adriana Cahongo
 
"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria
Vania Lima "Somos Físicos"
 
1+ciência..
1+ciência..1+ciência..
1+ciência..
Marcos Cordeiro
 
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptxAULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
MarcellusPinheiro1
 
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
ssuser704b7e
 
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio K
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio KDescrição do tratamento da constante de equilíbrio K
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio K
Felipe Gustavo Camacho
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Karol Maia
 
"Somos Físicos" tipos de Energias
"Somos Físicos" tipos de Energias "Somos Físicos" tipos de Energias
"Somos Físicos" tipos de Energias
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Aula sobre recursos energéticos (naturais)
Aula sobre recursos energéticos (naturais)Aula sobre recursos energéticos (naturais)
Aula sobre recursos energéticos (naturais)
lorenamarina4
 
2974558 quimica-teoria17-termoquimica
2974558 quimica-teoria17-termoquimica2974558 quimica-teoria17-termoquimica
2974558 quimica-teoria17-termoquimica
Maria De Fátima Malta
 

Semelhante a Aulas De FíSica A 10º Ano (20)

Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9 Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
Aulas de-fsica-a-10-ano-1215599910033908-9
 
Fisica
FisicaFisica
Fisica
 
Fisica geral
Fisica geralFisica geral
Fisica geral
 
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptxConteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
Conteúdo de Física para a prova do CBM.pptx
 
Termoquímica(1 ano)
Termoquímica(1 ano)Termoquímica(1 ano)
Termoquímica(1 ano)
 
Resumo de Física
Resumo de FísicaResumo de Física
Resumo de Física
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Termoquímica 2o ano
Termoquímica  2o anoTermoquímica  2o ano
Termoquímica 2o ano
 
Termodinâmica (parte 2)
Termodinâmica (parte 2)Termodinâmica (parte 2)
Termodinâmica (parte 2)
 
Introdução às leis da termodinâmica
Introdução às leis da termodinâmicaIntrodução às leis da termodinâmica
Introdução às leis da termodinâmica
 
Fsicaas 110401124036-phpapp02
Fsicaas 110401124036-phpapp02 Fsicaas 110401124036-phpapp02
Fsicaas 110401124036-phpapp02
 
"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria
 
1+ciência..
1+ciência..1+ciência..
1+ciência..
 
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptxAULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
AULA - PRINCÍPIOS DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA.pptx
 
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
1ª Série - Física - 1 Ano - Modulo. 4.pdf
 
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio K
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio KDescrição do tratamento da constante de equilíbrio K
Descrição do tratamento da constante de equilíbrio K
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
"Somos Físicos" tipos de Energias
"Somos Físicos" tipos de Energias "Somos Físicos" tipos de Energias
"Somos Físicos" tipos de Energias
 
Aula sobre recursos energéticos (naturais)
Aula sobre recursos energéticos (naturais)Aula sobre recursos energéticos (naturais)
Aula sobre recursos energéticos (naturais)
 
2974558 quimica-teoria17-termoquimica
2974558 quimica-teoria17-termoquimica2974558 quimica-teoria17-termoquimica
2974558 quimica-teoria17-termoquimica
 

Mais de prof_pc

Flashes de física - Movimento horizontal de projécteis
Flashes de física - Movimento horizontal de projécteisFlashes de física - Movimento horizontal de projécteis
Flashes de física - Movimento horizontal de projécteis
prof_pc
 
Consevação energia mecânica
Consevação energia mecânicaConsevação energia mecânica
Consevação energia mecânica
prof_pc
 
Atomos e iões
Atomos e iõesAtomos e iões
Atomos e iões
prof_pc
 
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano TrabalhoEnergia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
prof_pc
 
Energia Em Movimentos 10º Ano
Energia Em Movimentos 10º AnoEnergia Em Movimentos 10º Ano
Energia Em Movimentos 10º Ano
prof_pc
 
Movimento Num Plano Inclinado
Movimento Num Plano InclinadoMovimento Num Plano Inclinado
Movimento Num Plano Inclinado
prof_pc
 

Mais de prof_pc (6)

Flashes de física - Movimento horizontal de projécteis
Flashes de física - Movimento horizontal de projécteisFlashes de física - Movimento horizontal de projécteis
Flashes de física - Movimento horizontal de projécteis
 
Consevação energia mecânica
Consevação energia mecânicaConsevação energia mecânica
Consevação energia mecânica
 
Atomos e iões
Atomos e iõesAtomos e iões
Atomos e iões
 
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano TrabalhoEnergia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
 
Energia Em Movimentos 10º Ano
Energia Em Movimentos 10º AnoEnergia Em Movimentos 10º Ano
Energia Em Movimentos 10º Ano
 
Movimento Num Plano Inclinado
Movimento Num Plano InclinadoMovimento Num Plano Inclinado
Movimento Num Plano Inclinado
 

Aulas De FíSica A 10º Ano

  • 1. Aulas de Física e Química A Componente de Física 10º ano
  • 2. Conservação da energia Lei da Conservação da Energia Num sistema isolado, a quantidade total de energia permanece constante ( a quantidade total de energia que existe antes de qualquer transferência ou transformação é a mesma que existe depois. Um sistema isolado não permite trocas de energia com o exterior. Por sistema isolado apenas conhecemos um, o próprio Universo, considerando este como tudo o que se conhece. Sistemas quase isolados, permitem trocas de energia com o exterior, sendo estas, realizadas de forma muito lenta. Sistema, é o objecto de estudo. Um sistema pode ser separado do exterior por fronteiras reais ou imaginárias sendo que, consoante as fronteiras existentes, um sistema pode considerar-se isolado (não permite trocas de energia nem de matéria), fechado (permite trocas de energia mas não de matéria) e aberto (permite trocas de energia e de matéria).
  • 3. Conservação da energia Automóvel Energia fornecida 100% Gasolina Energia útil (energia utilizada para colocar o motor do automóvel em funcionamento) 20% Energia degradada (80%) Consumida noutros fins
  • 4. Energia cinética. Energia que está associada ao movimento Expressão Matemática m – massa do corpo V – valor da velocidade do corpo. Conservação da energia
  • 5. Conservação da energia Energia potencial Energia associada às interacções que os corpos sofrem por parte de outros (neste caso energia associada à atracção que a massa de um corpo exerce sobre outro corpo de massa m) - Atracção gravítica. Expressão matemática: m – massa do corpo. g – aceleração gravítica do local. h – altura que dista o nível de referencia (Epg = 0 J) e a altura a que se encontra o corpo.
  • 6. Conservação da energia Energia mecânica: soma da energia cinética e da energia potencial.
  • 7. Transferências de energia Calor. Trabalho. Radiação. Calor Conservação da energia T 1 = 50 ºC T 2 = 20 ºC Calor Q Define-se calor Q, como uma medida de transferência de energia entre o sistema que possui temperatura mais alta para o que possui temperatura mais baixa.
  • 8. Conservação da energia Transferências de energia Calor. Trabalho. Radiação. Calor O sistema que possui temperatura mais alta irá baixar a sua temperatura enquanto que o sistema que possui temperatura mais alta irá subir a sua temperatura até que se vai atingir um equilíbrio térmico ficando os dois com a mesma temperatura. T 1f < T 1i T 2f > T 2i e T 1f = T 2f
  • 9.