SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
Lei do Amor
AULA 088 EAE – ESCOLA DE APRENDIZES DO EVANGELHO
CASA DO CAMINHO – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP
DANIEL DE MELO - 29 DE OUTUBRO DE 2014
RECAPITULANDO
• Lei do Progresso
• Lei do Trabalho
• Lei da Justiça
META A ALCANÇAR
Pelo progresso, tudo caminha para uma união harmônica
geral, num congraçamento de todas as partes no todo.
Constatamos isto nos diversos setores do conhecimento
humano.
Se estendermos nosso raciocínio, ao infinito, tudo tenderá
para uma lei única, harmônica, que é a Lei do Amor.
Caminhamos para a supremacia do Amor, que é a meta final
a ser atingida na forma: fraternidade e solidariedade
absolutas.
COMO DEFINIR O AMOR?
Pode-se aquilatar a evolução de uma criatura pelo seu
espírito de solidariedade e de fraternidade em relação à
coletividade.
Podemos definir o Amor como sendo sentimento espontâneo
e esclarecido que impulsiona a criatura a ser útil ao seu
próximo, auxiliando-o na sua evolução, visando não somente
o seu bem, mas o bem de toda coletividade da qual faz parte.
A natureza nos dá belos exemplos: a sociedade dos cristais
se congregam harmoniosa e equilibradamente, nos
oferecendo uma lição de solidariedade e fraternidade. As
formigas, as abelhas, onde se constata, pela natureza, que o
amor é realmente uma lei.
Amar é...
(definição do amor)
Hino ao Amor Cristão
Paulo de Tarso: I Coríntios 13
(NTLH)
1Eu poderia falar todas as línguas
que são faladas na terra e até no céu,
mas, se não tivesse amor,
as minhas palavras seriam
como o som de um gongo
ou como o barulho de um sino.
2Poderia ter o dom de anunciar
mensagens de Deus,
ter todo o conhecimento,
entender todos os segredos
e ter tanta fé, que até poderia tirar
as montanhas do seu lugar,
mas, se não tivesse amor,
eu não seria nada.
3Poderia dar tudo o que tenho
e até mesmo entregar o meu corpo
para ser queimado,
mas, se eu não tivesse amor,
isso não me adiantaria nada.
4Quem ama é paciente e bondoso.
Quem ama não é ciumento,
nem orgulhoso, nem vaidoso.
5Quem ama não é grosseiro nem egoísta;
não fica irritado, nem guarda mágoas.
6Quem ama não fica alegre quando alguém
faz uma coisa errada,
mas se alegra quando alguém
faz o que é certo.
7Quem ama nunca desiste,
porém suporta tudo com fé, esperança
e paciência.
8O amor é eterno.
Existem mensagens espirituais,
porém elas durarão pouco.
Existe o dom de falar
em línguas estranhas,
mas acabará logo.
Existe o conhecimento,
mas também terminará.
9Pois os nossos dons de conhecimento
e as nossas mensagens espirituais
são imperfeitos.
10Mas, quando vier o que é perfeito,
então o que é imperfeito desaparecerá.
11Quando eu era criança,
falava como criança, sentia como criança
e pensava como criança.
Agora que sou adulto,
parei de agir como criança.
12O que agora vemos
é como uma imagem imperfeita
num espelho embaçado,
mas depois veremos face a face.
Agora o meu conhecimento é imperfeito,
mas depois conhecerei perfeitamente,
assim como sou conhecido por Deus.
13Portanto, agora existem
estas três coisas:
a fé, a esperança e o amor.
Porém a maior delas é o amor.
Primeira Carta aos Coríntios,
escrita por Paulo de Tarso,
Narração de Cid Moreira.
Nova Tradução da Linguagem de Hoje © 2000, Sociedade Bíblica do Brasil
Áudio acessível em http://youtu.be/VHb2M9Qa_FY
Texto acessível em https://www.bible.com/pt/bible/211/1co.13.ntlh
Monte Castelo
Legião Urbana
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.
É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal,
Não sente inveja ou se envaidece.
O amor é o fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor eu nada seria.
É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder.
É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.
Estou acordado e todos dormem.
Todos dormem. Todos dormem.
Agora vejo em parte,
Mas então veremos face a face.
É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.
Artista: Legião Urbana (1989)
Álbum: As Quatro Estações
Letra/Música: Renato Russo
Inspirada na Primeira Carta aos Coríntios de Paulo de Tarso e no Soneto XI de Luiz
Vaz de Camões.
NA PRÁTICA...
“O senhor não daria banho a
um leproso nem por um milhão
de dólares? Eu também não.
Só por amor se pode dar
banho a um leproso.”
Madre Teresa de Calcutá
O EGOÍSMO
O grande obstáculo ao progresso moral da humanidade é o
egoísmo.
A felicidade obtida pela desgraça alheia é efêmera, não
perdura e trará consequências posteriormente pela lei da
causa e efeito. Quem assim procede revela muito mais
ignorância do que maldade.
O egoísta é Também é ingrato, ele se esquece que tudo que
ele possui é retirado da sociedade em que vive. Quem tira de
um meio e não reconhece a necessidade de trabalhar em
torno desse mesmo meio, é ingrato, injusto e não ajunta sua
colaboração ao esforço comum dos semelhantes.
A DOR
A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.
Se nos revoltarmos com a dor, se não assimilarmos o
sofrimento, teremos sofrido em vão e se repetirá com
maior intensidade.
Assim, a lei divina da justiça, impelindo a criatura, pela
dor, ao caminho seguro e reto da felicidade verdadeira,
não é lei de represália ou de vingança, mas sim de
advertência e de auxílio para, por fim, esclarecer-se e
libertar-se do sofrimento.
O ESCLARECIMENTO E A AJUDA
AOS NECESSITADOS
É importante ter consciência que ele se faz muito mais por
atitudes e exemplos do que por palavras: Jesus exemplificou
e viveu cada palavra do evangelho e nada escreveu.
Há criaturas que não ajudam o próximo, alegando que quem
sofre está pagando o que precisa pagar. Quem garante que
não foi você o escolhido para tirar aquela criatura da sua
provação?
A dor surge para que tenhamos a necessária conscientização
do mal q fizemos ao nosso semelhante. Devemos ajudar os
nossos semelhantes. Em cada passo de amor, dou um passo
para a eternidade.
OS EFEITOS DO AMOR
O amor remove montanhas que criamos com os nossos
próprios erros do passado.
Podemos pagar com amor as nossas dívidas pretéritas.
Jesus ensinou “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”.
Então, quem quiser viver a vontade de Deus, que ame.
Quem quiser amar, que procure multiplicar a capacidade
própria de servir: “Que a luz seja colocada sobre o velador
para que os que se aproximarem dela se beneficiem “.
LIÇÃO DE AMOR
Saturnino, um homem simples, mas que foi um cristão
exemplar, e que muito amou, conquistando a amizade e o
respeito de quantos o conheciam. Num acidente de trabalho
perdeu o polegar e posteriormente, no Centro Espírita onde
colaborava ativamente, foi informado por uma entidade que,
para ele, estava programado que perderia o braço naquela
encarnação, para resgatar débitos de vida anterior, mas,
devido aos méritos acumulados na presente encarnação ele
resgatou com seu amor grande parcelas de suas dívidas, não
lhe sendo mais necessário perder o braço, mas apenas o
polegar.
A vida escreve - psicografado por Francisco Cândido Xavier.
COMO AJUDAR O PRÓXIMO?
O AMOR é um sentimento:
• Esclarecido: a criatura que ama precisa saber o que está
fazendo.
• Espontâneo: quem ama dá sem esperar recompensa
alguma.
Ajudar o necessitado NÃO é atender aquilo que ele está pedindo,
mas dar o que ele está realmente necessitando. Ao ajudar o
próximo devemos ajudá-lo na sua evolução espiritual e física.
Conhecer a existência e a sobrevivência do espírito e as leis que
regem sua evolução é necessário para o direcionamento da ajuda.
É preciso servir, mas acima de tudo é preciso saber servir.
Amar é...
(conclusão)
Obrigado!
Daniel de Melo
twitter.com/daniel_melo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososEduardo Ottonelli Pithan
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIgrupodepaisceb
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmogmo1973
 
Palestra Sobre O Amor
Palestra Sobre O AmorPalestra Sobre O Amor
Palestra Sobre O Amorguestaa6f1b
 
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaPalestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaDivulgador do Espiritismo
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigosgmo1973
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmoDivulgador do Espiritismo
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOSergio Menezes
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor JulianoCarvalho29
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãogmo1973
 
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan KardecEscala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardecmarjoriestavismeyer
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamentoLorena Dias
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Clair Bianchini
 
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Leonardo Pereira
 

Mais procurados (20)

Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
 
Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Indulgencia
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
 
Palestra Sobre O Amor
Palestra Sobre O AmorPalestra Sobre O Amor
Palestra Sobre O Amor
 
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaPalestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan KardecEscala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".
 
Laços familia
Laços familiaLaços familia
Laços familia
 

Destaque

Lei de amor e caridade
Lei de amor e caridadeLei de amor e caridade
Lei de amor e caridadegrupodepaisceb
 
Slide perispírito
Slide  perispíritoSlide  perispírito
Slide perispíritobonattinho
 
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade CeiClarencio
 
Amor , o maior mandamento
Amor , o maior mandamentoAmor , o maior mandamento
Amor , o maior mandamentoRenato Lopes
 
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011luananegra
 
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modelo
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modeloGlicemia mensal ch oe_insulinas_modelo
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modeloluananegra
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisErberson Pinheiro
 
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11Patricia Farias
 
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELO
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELOAESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELO
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELODaniel de Melo
 
As duas dores do amor
As duas dores do amorAs duas dores do amor
As duas dores do amorAmadeu Wolff
 
1 Estamos Com Fome De Amor
1  Estamos Com Fome De Amor1  Estamos Com Fome De Amor
1 Estamos Com Fome De AmorRafaela
 
O amor é dom supremo. ok
O amor é dom supremo.  okO amor é dom supremo.  ok
O amor é dom supremo. okrafael gomide
 
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4Patricia Farias
 
Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!Leonardo Pereira
 

Destaque (20)

299 há um canto novo
299   há um canto novo299   há um canto novo
299 há um canto novo
 
Lei de amor e caridade
Lei de amor e caridadeLei de amor e caridade
Lei de amor e caridade
 
Slide perispírito
Slide  perispíritoSlide  perispírito
Slide perispírito
 
1. lei de amor 20 03-2013
1. lei de amor 20 03-20131. lei de amor 20 03-2013
1. lei de amor 20 03-2013
 
Programa A Arte de Amar
Programa A Arte de AmarPrograma A Arte de Amar
Programa A Arte de Amar
 
72 Lei Do Amor
72 Lei Do Amor72 Lei Do Amor
72 Lei Do Amor
 
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade
Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade
 
Amor , o maior mandamento
Amor , o maior mandamentoAmor , o maior mandamento
Amor , o maior mandamento
 
Amar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimoAmar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimo
 
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011
Glicemia mensal ch oe_insulinas_2011
 
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modelo
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modeloGlicemia mensal ch oe_insulinas_modelo
Glicemia mensal ch oe_insulinas_modelo
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
 
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11
Livro dos Espiritos q259 ESE cap19 item11
 
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELO
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELOAESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELO
AESP01 EPA DM - SUICIDIO INFANTIL SETEMBRO AMARELO
 
As duas dores do amor
As duas dores do amorAs duas dores do amor
As duas dores do amor
 
1 Estamos Com Fome De Amor
1  Estamos Com Fome De Amor1  Estamos Com Fome De Amor
1 Estamos Com Fome De Amor
 
LIÇÃO 05 – DONS DE ELOCUÇÃO
LIÇÃO 05 – DONS DE ELOCUÇÃOLIÇÃO 05 – DONS DE ELOCUÇÃO
LIÇÃO 05 – DONS DE ELOCUÇÃO
 
O amor é dom supremo. ok
O amor é dom supremo.  okO amor é dom supremo.  ok
O amor é dom supremo. ok
 
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4
Livro dos Espiritos 269 ESE cap 21 item4
 
Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!
 

Semelhante a AULA 088 EAE DM - LEI DO AMOR

Amor incondicional
Amor incondicionalAmor incondicional
Amor incondicionalLuis Eduardo
 
Adenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreAdenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreErica Lopes
 
Adenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempreAdenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_semprezfrneves
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoCeile Bernardo
 
Incompatibilidade de genios
Incompatibilidade de geniosIncompatibilidade de genios
Incompatibilidade de geniosHome
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOSergio Menezes
 
O desafio de_amar
O desafio de_amarO desafio de_amar
O desafio de_amarJosé Reis
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Candice Gunther
 
Estudo sobre o amor(ensino biblico)
Estudo sobre o amor(ensino biblico) Estudo sobre o amor(ensino biblico)
Estudo sobre o amor(ensino biblico) Alexandre Gouvea
 
Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01apqbarros
 
Licao 01 O Amor, Um Dom De Deus
Licao 01 O Amor, Um Dom De DeusLicao 01 O Amor, Um Dom De Deus
Licao 01 O Amor, Um Dom De Deusguest06a00c
 
Boletim o pae abril 2019
Boletim o pae   abril 2019Boletim o pae   abril 2019
Boletim o pae abril 2019O PAE PAE
 
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptx
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptxa influencia dos espiritos em nossas vidas.pptx
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptxCarlacarvalhopinheir
 
Sentido do Amor na filosofia
Sentido do Amor na filosofiaSentido do Amor na filosofia
Sentido do Amor na filosofiaLaís Maíne
 

Semelhante a AULA 088 EAE DM - LEI DO AMOR (20)

Amor incondicional
Amor incondicionalAmor incondicional
Amor incondicional
 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
 
Adenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreAdenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempre
 
Adenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempreAdenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempre
 
Exercitando O Amor1
Exercitando O Amor1Exercitando O Amor1
Exercitando O Amor1
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
 
Eu superior o verdadeiro mestre apostila 05
Eu superior o verdadeiro mestre   apostila 05Eu superior o verdadeiro mestre   apostila 05
Eu superior o verdadeiro mestre apostila 05
 
Incompatibilidade de genios
Incompatibilidade de geniosIncompatibilidade de genios
Incompatibilidade de genios
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
 
O desafio de_amar
O desafio de_amarO desafio de_amar
O desafio de_amar
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
 
Estudo sobre o amor(ensino biblico)
Estudo sobre o amor(ensino biblico) Estudo sobre o amor(ensino biblico)
Estudo sobre o amor(ensino biblico)
 
Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01
 
Jormi 47
Jormi 47Jormi 47
Jormi 47
 
jormi- Jornal Missionario n° 47
jormi- Jornal Missionario n° 47jormi- Jornal Missionario n° 47
jormi- Jornal Missionario n° 47
 
Licao 01 O Amor, Um Dom De Deus
Licao 01 O Amor, Um Dom De DeusLicao 01 O Amor, Um Dom De Deus
Licao 01 O Amor, Um Dom De Deus
 
Boletim o pae abril 2019
Boletim o pae   abril 2019Boletim o pae   abril 2019
Boletim o pae abril 2019
 
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptx
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptxa influencia dos espiritos em nossas vidas.pptx
a influencia dos espiritos em nossas vidas.pptx
 
Sentido do Amor na filosofia
Sentido do Amor na filosofiaSentido do Amor na filosofia
Sentido do Amor na filosofia
 
Palavras De Vida
Palavras De VidaPalavras De Vida
Palavras De Vida
 

Mais de Daniel de Melo

AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1Daniel de Melo
 
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4Daniel de Melo
 
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927Daniel de Melo
 
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3Daniel de Melo
 
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2Daniel de Melo
 
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5Daniel de Melo
 
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092Daniel de Melo
 
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805Daniel de Melo
 
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805Daniel de Melo
 
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722Daniel de Melo
 
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727Daniel de Melo
 
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717Daniel de Melo
 
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606Daniel de Melo
 
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318Daniel de Melo
 
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123Daniel de Melo
 
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...Daniel de Melo
 
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104Daniel de Melo
 
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908Daniel de Melo
 
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826Daniel de Melo
 
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803Daniel de Melo
 

Mais de Daniel de Melo (20)

AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
 
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4
A034 EAE DM - CONSAGRAÇÃO E EXCURSÕES AO ESTRANGEIRO 20190628v4
 
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927
A035 EAE DM - PARÁBOLAS III - VIDA RURAL 20180927
 
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3
A027 EAE DM - PARÁBOLAS I - USOS E COSTUMES SOCIAIS - 20200626v3
 
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
 
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5
A054 EAE DM - FUNDAÇÃO DA IGREJA CRISTÃ - 20190327V5
 
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092
A066 EAE DM - JUSTIFICAÇÃO DOS PECADOS - 2018092
 
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805
AULA 042 EAE DM - TRIBUNAL JUDAICO - 20180805
 
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805
A075 EAE DM - PENSAMENTO E VONTADE - 20180805
 
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722
AULA 17 CBE DM - A VIDA MORAL COM BASE NO EVANGELHO DE JESUS - 20180722
 
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727
AULA 078 EAE DM - MEDICINA PSICOSSOMÁTICA - 20180727
 
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
A031 EAE DM - PARÁBOLAS II - DOMÉSTICAS E FAMILIARES 20180717
 
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606
A019 EAE DM - A FRATERNIDADE ESSÊNIA - 20180606
 
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318
A06 CBE DM - DIFERENÇAS ENTRE ESPIRITISMO UMBANDA E RELIGIÕES AFRO - 20180318
 
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
 
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
 
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104
A014 EAE DM - NASCIMENTO DO MESSIAS - CONTROVÉRSIAS DOUTRINÁRIAS 20171104
 
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908
A033 EAE DM - O QUADRO DOS DISCÍPULOS 20170908
 
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826
A010 EAE DM - GOVERNO DOS JUÍZES, REIS ATÉ SALOMÃO 20170826
 
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803
A01 CBE DM - O QUE É O ESPIRITISMO - 20170803
 

Último

Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 

Último (15)

Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 

AULA 088 EAE DM - LEI DO AMOR

  • 1. Lei do Amor AULA 088 EAE – ESCOLA DE APRENDIZES DO EVANGELHO CASA DO CAMINHO – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP DANIEL DE MELO - 29 DE OUTUBRO DE 2014
  • 2.
  • 3. RECAPITULANDO • Lei do Progresso • Lei do Trabalho • Lei da Justiça
  • 4. META A ALCANÇAR Pelo progresso, tudo caminha para uma união harmônica geral, num congraçamento de todas as partes no todo. Constatamos isto nos diversos setores do conhecimento humano. Se estendermos nosso raciocínio, ao infinito, tudo tenderá para uma lei única, harmônica, que é a Lei do Amor. Caminhamos para a supremacia do Amor, que é a meta final a ser atingida na forma: fraternidade e solidariedade absolutas.
  • 5. COMO DEFINIR O AMOR? Pode-se aquilatar a evolução de uma criatura pelo seu espírito de solidariedade e de fraternidade em relação à coletividade. Podemos definir o Amor como sendo sentimento espontâneo e esclarecido que impulsiona a criatura a ser útil ao seu próximo, auxiliando-o na sua evolução, visando não somente o seu bem, mas o bem de toda coletividade da qual faz parte. A natureza nos dá belos exemplos: a sociedade dos cristais se congregam harmoniosa e equilibradamente, nos oferecendo uma lição de solidariedade e fraternidade. As formigas, as abelhas, onde se constata, pela natureza, que o amor é realmente uma lei.
  • 7. Hino ao Amor Cristão Paulo de Tarso: I Coríntios 13 (NTLH)
  • 8. 1Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino.
  • 9. 2Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada.
  • 10. 3Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.
  • 11. 4Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso.
  • 12. 5Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas.
  • 13. 6Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo.
  • 14. 7Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.
  • 15. 8O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco.
  • 16. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo.
  • 17. Existe o conhecimento, mas também terminará.
  • 18. 9Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos.
  • 19. 10Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá.
  • 20. 11Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança.
  • 21. 12O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus.
  • 22. 13Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor.
  • 23. Primeira Carta aos Coríntios, escrita por Paulo de Tarso, Narração de Cid Moreira. Nova Tradução da Linguagem de Hoje © 2000, Sociedade Bíblica do Brasil Áudio acessível em http://youtu.be/VHb2M9Qa_FY Texto acessível em https://www.bible.com/pt/bible/211/1co.13.ntlh
  • 25. Ainda que eu falasse A língua dos homens
  • 26. E falasse a língua dos anjos, Sem amor eu nada seria.
  • 27. É só o amor! É só o amor Que conhece o que é verdade.
  • 28. O amor é bom, não quer o mal, Não sente inveja ou se envaidece.
  • 29. O amor é o fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente;
  • 30. É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer.
  • 31. Ainda que eu falasse A língua dos homens
  • 32. E falasse a língua dos anjos Sem amor eu nada seria.
  • 33. É um não querer mais que bem querer; É solitário andar por entre a gente;
  • 34. É um não contentar-se de contente; É cuidar que se ganha em se perder.
  • 35. É um estar-se preso por vontade; É servir a quem vence, o vencedor;
  • 36. É um ter com quem nos mata a lealdade. Tão contrário a si é o mesmo amor.
  • 37. Estou acordado e todos dormem. Todos dormem. Todos dormem.
  • 38. Agora vejo em parte, Mas então veremos face a face.
  • 39. É só o amor! É só o amor Que conhece o que é verdade.
  • 40. Ainda que eu falasse A língua dos homens
  • 41. E falasse a língua dos anjos, Sem amor eu nada seria.
  • 42. Artista: Legião Urbana (1989) Álbum: As Quatro Estações Letra/Música: Renato Russo Inspirada na Primeira Carta aos Coríntios de Paulo de Tarso e no Soneto XI de Luiz Vaz de Camões.
  • 43. NA PRÁTICA... “O senhor não daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso.” Madre Teresa de Calcutá
  • 44. O EGOÍSMO O grande obstáculo ao progresso moral da humanidade é o egoísmo. A felicidade obtida pela desgraça alheia é efêmera, não perdura e trará consequências posteriormente pela lei da causa e efeito. Quem assim procede revela muito mais ignorância do que maldade. O egoísta é Também é ingrato, ele se esquece que tudo que ele possui é retirado da sociedade em que vive. Quem tira de um meio e não reconhece a necessidade de trabalhar em torno desse mesmo meio, é ingrato, injusto e não ajunta sua colaboração ao esforço comum dos semelhantes.
  • 45. A DOR A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória. Se nos revoltarmos com a dor, se não assimilarmos o sofrimento, teremos sofrido em vão e se repetirá com maior intensidade. Assim, a lei divina da justiça, impelindo a criatura, pela dor, ao caminho seguro e reto da felicidade verdadeira, não é lei de represália ou de vingança, mas sim de advertência e de auxílio para, por fim, esclarecer-se e libertar-se do sofrimento.
  • 46. O ESCLARECIMENTO E A AJUDA AOS NECESSITADOS É importante ter consciência que ele se faz muito mais por atitudes e exemplos do que por palavras: Jesus exemplificou e viveu cada palavra do evangelho e nada escreveu. Há criaturas que não ajudam o próximo, alegando que quem sofre está pagando o que precisa pagar. Quem garante que não foi você o escolhido para tirar aquela criatura da sua provação? A dor surge para que tenhamos a necessária conscientização do mal q fizemos ao nosso semelhante. Devemos ajudar os nossos semelhantes. Em cada passo de amor, dou um passo para a eternidade.
  • 47. OS EFEITOS DO AMOR O amor remove montanhas que criamos com os nossos próprios erros do passado. Podemos pagar com amor as nossas dívidas pretéritas. Jesus ensinou “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. Então, quem quiser viver a vontade de Deus, que ame. Quem quiser amar, que procure multiplicar a capacidade própria de servir: “Que a luz seja colocada sobre o velador para que os que se aproximarem dela se beneficiem “.
  • 48. LIÇÃO DE AMOR Saturnino, um homem simples, mas que foi um cristão exemplar, e que muito amou, conquistando a amizade e o respeito de quantos o conheciam. Num acidente de trabalho perdeu o polegar e posteriormente, no Centro Espírita onde colaborava ativamente, foi informado por uma entidade que, para ele, estava programado que perderia o braço naquela encarnação, para resgatar débitos de vida anterior, mas, devido aos méritos acumulados na presente encarnação ele resgatou com seu amor grande parcelas de suas dívidas, não lhe sendo mais necessário perder o braço, mas apenas o polegar. A vida escreve - psicografado por Francisco Cândido Xavier.
  • 49. COMO AJUDAR O PRÓXIMO? O AMOR é um sentimento: • Esclarecido: a criatura que ama precisa saber o que está fazendo. • Espontâneo: quem ama dá sem esperar recompensa alguma. Ajudar o necessitado NÃO é atender aquilo que ele está pedindo, mas dar o que ele está realmente necessitando. Ao ajudar o próximo devemos ajudá-lo na sua evolução espiritual e física. Conhecer a existência e a sobrevivência do espírito e as leis que regem sua evolução é necessário para o direcionamento da ajuda. É preciso servir, mas acima de tudo é preciso saber servir.

Notas do Editor

  1. Agradecer aos amigos do plano espiritual e material