SlideShare uma empresa Scribd logo
Psicologia Aplicada
Profª Enf. Mirna Kathary Sousa da SilvaDias
Apresentação
OBJETIVO DA DISCIPLINA:
Usar a psicologia para criação de espaços para discussão de temas atuais que
influenciam direta ou indiretamente a atuação profissional da saúde;
Conhecer as principais abordagens da Psicologia da Saúde;
Compreender o significado do comportamento humano: personalidade,
aprendizagem, mecanismos de ajustamento;
Identificar processos psicológicos envolvidosna relação profissional-paciente;
Reconhecer a função do profissional no processo de humanização hospitalar
CONTEUDO
PROGRAMATICO:
 Perspectivas Históricas e Atuais da Psicologia da
Saúde;
 Personalidade: subjetividade, limites e diferenças;
 O adoecer e a Hospitalização;
 A Família;
 A Morte e o Morrer;
 Simbologia da Unidade de Terapia Intensiva;
 Relação Enfermeiro/Paciente;
 Equipe Interdisciplinar;
 Atendimento Domiciliar;
 Humanização.
Psicologia aplicada é a utilização dos dados da psicologiana solução
de problemas práticos. Este ramo reúne as diversas áreas
da psicologia clínica, educacional e social, entre outras. O estudo apresenta como principal
objetivoa resposta às necessidades da sociedade em sua estrutura como um todo.
Com base na afirmação de que o estado psicológicohumano é fundamental para
desfrutar do bem individual, e por consequênciao bem comum,esta área da psicologia
busca permanentemente métodos para o
desenvolvimento cognitivo, emocional e relacional dos indivíduos e sua interação social
O que é?
Quais foram os primórdios da Psicologia?
Antes mesmo de ser considerada uma ciência, a Psicologiasurge como um estudo do
ramo filosófico,sendo bastante utilizada para compreender as ações, os sonhos, os
comportamentos e os impulsos dos seres humanos. O registro mais antigo da Psicologia
aparece em um livro do século16, definindo-acomo o princípio dos fenômenos da
mente e do espírito.
Com o tempo analisou-seos diferentes aspectos da mente, como a imaginação, a
memóriae o pensamento. Aristóteles, Platão e René Descartes foram alguns dos
pensadores que contribuíram significativamentepara a construção do conceito de
Psicologia, oferecendo avanços do ponto de vistacientíficoe filosófico.
O filosofoSócrates promove ideias consistentes sobre a principal característicahumana, a
razão, a qual teoriza sobre a consciênciano campo da Filosofia. Platão se direcionapara a
indagação: “De onde veioà razão?” No estudo da sua doutrina a razão é localizada na
cabeça, tendo como consequênciaa separação do corpo da alma. Logo após, o
discípulode Platão, Aristóteles teve uma importânciafundamental para a psicologia,
preocupa-se em definir um “lugar”, no corpo humano, em que afirmaa não dissociação da
alma com o corpo. Segundo ele, o psyché, seria o princípio ativo da vida. O resultado dessa
linhapsicológicaé o encontro do homem como ser pensante.
O desenvolvimento acadêmicoda Psicologiacomeçou a ganhar mais impulsoem
1879, com a fundação do primeiro instituto de Psicologia, em Leipzig, na Alemanha.
Nessa ocasião, muitos profissionais se formaram e se capacitaram no estudo da
mente, influenciando na criação de diversas escolas de pensamento ao longo dos
últimos séculos.
Como é a história da Psicologia em seu
surgimento?
Desde 1879, com a criação do instituto de Psicologiapor Wilhelm Wundt, o campo de estudo
tem apresentado diferentes processos investigativos para a compreensão da mente
humana. Ao longo dos seus 142 anos, a Psicologiaconquistou independênciapara atuar
cientificamentee com conhecimento legal.
As diferentes perspectivas ajudam a entender a complexidade humana e seus eventos,
considerando fatores biológicos, psicológicos e socioculturais que impactam o
comportamento e o pensamento das pessoas.
Por isso,a Psicologiacontemporâneaestá dividida em diferentes tópicos, com o intuito de
entender o processo mental, neural e cultural, além de questões que envolvem desde o
nascimento até a morte dos seres humanos. A partir de 1960, a Psicologiacontinuou a evoluir
com a introdução de novas ideias, perspectivas e teorias que impactam até hoje as
pesquisas dentro da área.
Alguns dos marcos da história da
Psicologia no Brasil.
No século 19, a Psicologia passou a marcar presença em diversas áreas brasileiras, estabelecendo
ligações com outros campos do saber. Isso porque a nação brasileira passou a ser gerenciada
por um aparelho estatal que estruturavaos papéis sociais dos indivíduos em um projeto político,
social e cultural.
Com o passar do tempo, a ciência passou a ser vista de forma distinta, consolidando-se como
um campo específico do saber. Com isso, diversos pesquisadores iniciaram atividades em
laboratórios de pesquisa, principalmente nas cidades de São Paulo e de Belo Horizonte.
Wacław Radecki, por exemplo, foi um pesquisador que criou o primeiro modelo de ensino superior
em Psicologiano Brasil. No ano de 1952, o curso recebeu aval do Ministério da Educação (MEC)
e, em 1971,A partir de então, a Psicologia ganhou visibilidade em todo o país, ocupando
espaço enquanto campo de conhecimento e de oportunidades profissionais
Nesse período, a Psicologiase tornou parte importante de algumas disciplinas e matérias de
currículos universitários, como no Direito e na Medicina.
Porque devemos
estudar psicologia?
A Psicologia da
Saúde na prática
• Promover a saúde e prevenir a doença,
• Entender como as pessoas gerem a sua
circunstânciade doença e como recuperam dela
• Personalizar tratamentos e intervenções;
• Melhorar os sistemas de cuidados de saúde e
políticas públicas
Promover a saúde
e prevenir a
doença
Entender como as pessoas gerem a
sua circunstância de doença e como
recuperam dela.
A doença tem efeitos psicológicos que podem condicionar a recuperação. A pessoa com
doença pode experienciar stress, ansiedade ou depressão, ou ainda, ter de lidar com o
significado que aquela doença pode ter na sua própria identidade. Os psicólogos da saúde
tentam entender a melhor forma de apoiar as pessoas a lidarem com a sua doença,
enquanto investigam também as ligações complexas entre cognições, resiliência,
comportamentos de Saúde e seus resultados (e.g., adesão à medicação em diferentes
populações).
Personalizar tratamentos e intervenções.
Esta personalização do tratamento é muito útil para determinarmos o que realmente
funcionamelhor face às características e às circunstâncias de cada pessoa. Os processos
de investigação permitem-nos perceber que pacientes com certas características (género,
idade, ou características da personalidade) podem responder melhor ou pior a cada um
desses tratamentos.
Melhorar os sistemas de cuidados de
saúde e políticas públicas
A forma como os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde interagem com os
seus pacientes pode ter um impacto significativo na forma como estes últimos lidam com a
doença e respondem aos tratamentos. Da mesmamaneiraque trabalham com os
pacientes, cuidadores e famílias, os psicólogos podem também ter de trabalhar com
profissionais de saúde. A Psicologiada Saúde tem um papel importante na formação destes
profissionais ao promover a prestação do cuidado de saúde centrado no paciente e não na
doença. Esta abordagem possibilitauma maior capacidade de auto-gestão, permitindo
que o utente tenha maior controlo sobre a sua saúde, e ainda, que possa fazer escolhamais
acertadas. Pressupõe, portanto, dar uma especial importânciaaos estilos de comunicação
dos profissionais, como também perceber a melhor forma de ajustar estes estilos com as
necessidades dos pacientes de forma a melhorar os seus indicadores de saúde. Por
exemplo, em vários países os departamentos de Psicologiada Saúde em hospitais
académicos formam estudantes de medicinanas valências supracitadas.
A Psicologia da Saúde na prática...
A Psicologiada Saúde pergunta: o que motivaos comportamentos saudáveis, e como
podem estes comportamentos serem alterados? Investiga também como as nossas
emoções e crenças influenciam estes comportamentos e as suas consequências. Portanto,
os profissionais da saúde trabalham em múltiplos contextos e com diferentes grupos de
pessoas. Estes incluem pacientes, prestadores de cuidados e famílias, indivíduos na
comunidade, profissionais, e ainda, sistemas e instituições promotoras de serviços de saúde.
Como resultado desta ampla aplicabilidade, alguns conceitos fundamentais da área da
Psicologiada Saúde são relevantes a qualquer profissional que trabalhe com diretamente
com pacientes ou que promovamudanças comportamentais.
História da Psicologia: conheça um pouco mais e apaixone-se (anhanguera.com)
A utilidade da Psicologia da Saúde na sua prática profissional– Psicologiada Saúde
Aplicada (practicalhealthpsychology.com)
Psicologia (locaweb.com.br)
Subjetividade, individualidade, personalidade e identidade: concepções a partir da
psicologia histórico-cultural (bvsalud.org)
REFERENCIAS:

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf

Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicada
Gabriel Cristiano
 
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
FabiFaculdadeBatista
 
Para uma psicologia em movimento
Para uma psicologia em movimentoPara uma psicologia em movimento
Para uma psicologia em movimento
HERICO MACIEL
 
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptxHistoria da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Fabi294142
 
Introdução.docx
Introdução.docxIntrodução.docx
Introdução.docx
YoungRedgunAugusto
 
Psicologia Aplicada
Psicologia AplicadaPsicologia Aplicada
Psicologia Aplicada
Ângelo Rafael
 
Unidade 01 psicologia (1)
Unidade 01   psicologia (1)Unidade 01   psicologia (1)
Unidade 01 psicologia (1)
Suellen Souza Machado
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
flaviapv90
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
flaviapv90
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
flaviav90
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
Chrys Souza
 
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicasO conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
ellen1066
 
Psi saude e hospitalar
Psi saude e hospitalarPsi saude e hospitalar
Psi saude e hospitalar
Psicologia_2015
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
Edleusa Silva
 
621 2600-1-pb
621 2600-1-pb621 2600-1-pb
621 2600-1-pb
Douglas Neurocientista
 
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertido
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertidoPsicologia aplicada aula 001 quinta convertido
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertido
naienf
 
Psicologias[1]
Psicologias[1]Psicologias[1]
Psicologias[1]
Rildo45
 
Terapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-ComportamentalTerapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-Comportamental
Arlei AJ
 
Psicanálise e uso de medicação
Psicanálise e uso de medicaçãoPsicanálise e uso de medicação
Psicanálise e uso de medicação
Edleusa Silva
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
jacsonufcmestrado
 

Semelhante a AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf (20)

Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicada
 
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
 
Para uma psicologia em movimento
Para uma psicologia em movimentoPara uma psicologia em movimento
Para uma psicologia em movimento
 
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptxHistoria da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
 
Introdução.docx
Introdução.docxIntrodução.docx
Introdução.docx
 
Psicologia Aplicada
Psicologia AplicadaPsicologia Aplicada
Psicologia Aplicada
 
Unidade 01 psicologia (1)
Unidade 01   psicologia (1)Unidade 01   psicologia (1)
Unidade 01 psicologia (1)
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
 
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicasO conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas
 
Psi saude e hospitalar
Psi saude e hospitalarPsi saude e hospitalar
Psi saude e hospitalar
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
621 2600-1-pb
621 2600-1-pb621 2600-1-pb
621 2600-1-pb
 
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertido
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertidoPsicologia aplicada aula 001 quinta convertido
Psicologia aplicada aula 001 quinta convertido
 
Psicologias[1]
Psicologias[1]Psicologias[1]
Psicologias[1]
 
Terapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-ComportamentalTerapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-Comportamental
 
Psicanálise e uso de medicação
Psicanálise e uso de medicaçãoPsicanálise e uso de medicação
Psicanálise e uso de medicação
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 

Mais de MirnaKathary1

AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
MirnaKathary1
 
Assistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
Assistencia de enfermagem dotrabalho.pptAssistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
Assistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
MirnaKathary1
 
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdfESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
MirnaKathary1
 
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptxEPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
MirnaKathary1
 
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptxINTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
MirnaKathary1
 
Fundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptxFundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptx
MirnaKathary1
 
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptxEnfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
MirnaKathary1
 

Mais de MirnaKathary1 (7)

AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
 
Assistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
Assistencia de enfermagem dotrabalho.pptAssistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
Assistencia de enfermagem dotrabalho.ppt
 
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdfESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM.pdf
 
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptxEPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
EPIDEMIOLOGIA DO TRABALHO.pptx
 
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptxINTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
INTRODUÇÃO A SAUDE OCUPACIONAL.pptx
 
Fundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptxFundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptx
 
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptxEnfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
 

AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf

  • 1. Psicologia Aplicada Profª Enf. Mirna Kathary Sousa da SilvaDias
  • 2. Apresentação OBJETIVO DA DISCIPLINA: Usar a psicologia para criação de espaços para discussão de temas atuais que influenciam direta ou indiretamente a atuação profissional da saúde; Conhecer as principais abordagens da Psicologia da Saúde; Compreender o significado do comportamento humano: personalidade, aprendizagem, mecanismos de ajustamento; Identificar processos psicológicos envolvidosna relação profissional-paciente; Reconhecer a função do profissional no processo de humanização hospitalar
  • 3. CONTEUDO PROGRAMATICO:  Perspectivas Históricas e Atuais da Psicologia da Saúde;  Personalidade: subjetividade, limites e diferenças;  O adoecer e a Hospitalização;  A Família;  A Morte e o Morrer;  Simbologia da Unidade de Terapia Intensiva;  Relação Enfermeiro/Paciente;  Equipe Interdisciplinar;  Atendimento Domiciliar;  Humanização.
  • 4. Psicologia aplicada é a utilização dos dados da psicologiana solução de problemas práticos. Este ramo reúne as diversas áreas da psicologia clínica, educacional e social, entre outras. O estudo apresenta como principal objetivoa resposta às necessidades da sociedade em sua estrutura como um todo. Com base na afirmação de que o estado psicológicohumano é fundamental para desfrutar do bem individual, e por consequênciao bem comum,esta área da psicologia busca permanentemente métodos para o desenvolvimento cognitivo, emocional e relacional dos indivíduos e sua interação social O que é?
  • 5. Quais foram os primórdios da Psicologia? Antes mesmo de ser considerada uma ciência, a Psicologiasurge como um estudo do ramo filosófico,sendo bastante utilizada para compreender as ações, os sonhos, os comportamentos e os impulsos dos seres humanos. O registro mais antigo da Psicologia aparece em um livro do século16, definindo-acomo o princípio dos fenômenos da mente e do espírito. Com o tempo analisou-seos diferentes aspectos da mente, como a imaginação, a memóriae o pensamento. Aristóteles, Platão e René Descartes foram alguns dos pensadores que contribuíram significativamentepara a construção do conceito de Psicologia, oferecendo avanços do ponto de vistacientíficoe filosófico.
  • 6. O filosofoSócrates promove ideias consistentes sobre a principal característicahumana, a razão, a qual teoriza sobre a consciênciano campo da Filosofia. Platão se direcionapara a indagação: “De onde veioà razão?” No estudo da sua doutrina a razão é localizada na cabeça, tendo como consequênciaa separação do corpo da alma. Logo após, o discípulode Platão, Aristóteles teve uma importânciafundamental para a psicologia, preocupa-se em definir um “lugar”, no corpo humano, em que afirmaa não dissociação da alma com o corpo. Segundo ele, o psyché, seria o princípio ativo da vida. O resultado dessa linhapsicológicaé o encontro do homem como ser pensante. O desenvolvimento acadêmicoda Psicologiacomeçou a ganhar mais impulsoem 1879, com a fundação do primeiro instituto de Psicologia, em Leipzig, na Alemanha. Nessa ocasião, muitos profissionais se formaram e se capacitaram no estudo da mente, influenciando na criação de diversas escolas de pensamento ao longo dos últimos séculos.
  • 7. Como é a história da Psicologia em seu surgimento? Desde 1879, com a criação do instituto de Psicologiapor Wilhelm Wundt, o campo de estudo tem apresentado diferentes processos investigativos para a compreensão da mente humana. Ao longo dos seus 142 anos, a Psicologiaconquistou independênciapara atuar cientificamentee com conhecimento legal. As diferentes perspectivas ajudam a entender a complexidade humana e seus eventos, considerando fatores biológicos, psicológicos e socioculturais que impactam o comportamento e o pensamento das pessoas. Por isso,a Psicologiacontemporâneaestá dividida em diferentes tópicos, com o intuito de entender o processo mental, neural e cultural, além de questões que envolvem desde o nascimento até a morte dos seres humanos. A partir de 1960, a Psicologiacontinuou a evoluir com a introdução de novas ideias, perspectivas e teorias que impactam até hoje as pesquisas dentro da área.
  • 8. Alguns dos marcos da história da Psicologia no Brasil. No século 19, a Psicologia passou a marcar presença em diversas áreas brasileiras, estabelecendo ligações com outros campos do saber. Isso porque a nação brasileira passou a ser gerenciada por um aparelho estatal que estruturavaos papéis sociais dos indivíduos em um projeto político, social e cultural. Com o passar do tempo, a ciência passou a ser vista de forma distinta, consolidando-se como um campo específico do saber. Com isso, diversos pesquisadores iniciaram atividades em laboratórios de pesquisa, principalmente nas cidades de São Paulo e de Belo Horizonte. Wacław Radecki, por exemplo, foi um pesquisador que criou o primeiro modelo de ensino superior em Psicologiano Brasil. No ano de 1952, o curso recebeu aval do Ministério da Educação (MEC) e, em 1971,A partir de então, a Psicologia ganhou visibilidade em todo o país, ocupando espaço enquanto campo de conhecimento e de oportunidades profissionais Nesse período, a Psicologiase tornou parte importante de algumas disciplinas e matérias de currículos universitários, como no Direito e na Medicina.
  • 10. A Psicologia da Saúde na prática • Promover a saúde e prevenir a doença, • Entender como as pessoas gerem a sua circunstânciade doença e como recuperam dela • Personalizar tratamentos e intervenções; • Melhorar os sistemas de cuidados de saúde e políticas públicas
  • 11. Promover a saúde e prevenir a doença
  • 12. Entender como as pessoas gerem a sua circunstância de doença e como recuperam dela. A doença tem efeitos psicológicos que podem condicionar a recuperação. A pessoa com doença pode experienciar stress, ansiedade ou depressão, ou ainda, ter de lidar com o significado que aquela doença pode ter na sua própria identidade. Os psicólogos da saúde tentam entender a melhor forma de apoiar as pessoas a lidarem com a sua doença, enquanto investigam também as ligações complexas entre cognições, resiliência, comportamentos de Saúde e seus resultados (e.g., adesão à medicação em diferentes populações).
  • 13. Personalizar tratamentos e intervenções. Esta personalização do tratamento é muito útil para determinarmos o que realmente funcionamelhor face às características e às circunstâncias de cada pessoa. Os processos de investigação permitem-nos perceber que pacientes com certas características (género, idade, ou características da personalidade) podem responder melhor ou pior a cada um desses tratamentos.
  • 14. Melhorar os sistemas de cuidados de saúde e políticas públicas A forma como os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde interagem com os seus pacientes pode ter um impacto significativo na forma como estes últimos lidam com a doença e respondem aos tratamentos. Da mesmamaneiraque trabalham com os pacientes, cuidadores e famílias, os psicólogos podem também ter de trabalhar com profissionais de saúde. A Psicologiada Saúde tem um papel importante na formação destes profissionais ao promover a prestação do cuidado de saúde centrado no paciente e não na doença. Esta abordagem possibilitauma maior capacidade de auto-gestão, permitindo que o utente tenha maior controlo sobre a sua saúde, e ainda, que possa fazer escolhamais acertadas. Pressupõe, portanto, dar uma especial importânciaaos estilos de comunicação dos profissionais, como também perceber a melhor forma de ajustar estes estilos com as necessidades dos pacientes de forma a melhorar os seus indicadores de saúde. Por exemplo, em vários países os departamentos de Psicologiada Saúde em hospitais académicos formam estudantes de medicinanas valências supracitadas.
  • 15. A Psicologia da Saúde na prática... A Psicologiada Saúde pergunta: o que motivaos comportamentos saudáveis, e como podem estes comportamentos serem alterados? Investiga também como as nossas emoções e crenças influenciam estes comportamentos e as suas consequências. Portanto, os profissionais da saúde trabalham em múltiplos contextos e com diferentes grupos de pessoas. Estes incluem pacientes, prestadores de cuidados e famílias, indivíduos na comunidade, profissionais, e ainda, sistemas e instituições promotoras de serviços de saúde. Como resultado desta ampla aplicabilidade, alguns conceitos fundamentais da área da Psicologiada Saúde são relevantes a qualquer profissional que trabalhe com diretamente com pacientes ou que promovamudanças comportamentais.
  • 16. História da Psicologia: conheça um pouco mais e apaixone-se (anhanguera.com) A utilidade da Psicologia da Saúde na sua prática profissional– Psicologiada Saúde Aplicada (practicalhealthpsychology.com) Psicologia (locaweb.com.br) Subjetividade, individualidade, personalidade e identidade: concepções a partir da psicologia histórico-cultural (bvsalud.org) REFERENCIAS: