SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTORICO
 Muitasvezes,não percebemosa presençadaquelesanimaiscom corpos de
formasestranhase cores variadas,que vivemao nossoredor, voamsobre
nossascabeças ou aquelesque selocomovempróximodosnossospés.A
maioriadessessereséformada por animaisartrópodes.
 Essegrupo inclui animaiscomo aranha,mosca, siri,lacraia,piolho-de-cobra,
camarão, escorpião,abelha,entreinúmerosoutros. O grupo dos artrópodes
é tão bemadaptado aos diferentesambientesque, atualmente,representa
maisde 70% dasespéciesanimaisconhecidas.
CARACTERISTICAS
GERAIS
 A principal característica que diferencia os astrópodes dos demais invertebrados são
as patas articuladas. Foi essa característica que deu o nome ao grupo, pois a
expressão patas articuladas vem do grego: artro, que significa "articulação", e podos,
"patas".
 As patas articuladas permitem que o animal possa realizar vários movimentos
diferentes, muitos deles bem definidos e elaborados. Além de uma locomoção muito
eficiente, as patas articuladas apresentam outras vantagens para o animal, pois
auxiliam na sua defesa e na captura de alimento. No dia-a-dia, é fácil observar nas
formigas, por exemplo, a atividade que essas patas permitem.

Inseto saindo do seu exoesqueleto antigo.
 Além das patas articuladas, outra característica importante dos artrópodes é a
presença de um reforço externo: o exoesqueleto. Ele é resistente, impermeável e é
constituído de sais de quitina, que é um tipo de "açúcar".
 O exoesqueleto reveste e protege o corpo desses animais de muitos perigos externos
e também evita que eles percam água. É uma importante adaptação ao ambiente
terrestre.
 Embora ofereça proteção, o exoesqueleto limita o tamanho do animal, pois não
acompanha o crescimento do corpo. Quando esse exoesqueleto fica pequeno, ocorre
a muda. Nesse fenômeno, o exoesqueleto antigo se desprende do corpo do animal e é
trocado pelo novo, que já está formado.

 Até se tornarem adultos, os artrópodes podem fazer essa troca várias vezes. Por isso,
podemos encontrar exoesqueletos de artrópodes soltos em árvores.
OS DIVERSOS GRUPOS DE
ARTROPODES
 Os artrópodes são subdivididos em
classes de acordo com alguns critérios,
como a divisão do corpo e onúmero de
apêndices apresentados (por exemplo:
número de patas, antenas etc.).
 Entre as classes de artrópodes, podemos
citar: crustáceos, aracnídeos, quilópode
s, diplópodes einsetos.
 A seguir, vamos conhecer melhor cada
uma delas.
CRUSTACEOS
 A maioria dos crustáceos é marinha, ou seja, vive nos
mares e oceanos. Algumas espécies, porém, têm seu
hábitat na água doce, e outras, ainda, são terrestres,
como o tatuzinho-de-jardim. Podemos citar como
exemplos de crustáceos mais conhecidos: Camarão,
lagosta, siri, caranguejo e craca. O tamanho desses
animais varia bastante de uma espécie para outra.
 O corpo dos crustáceos, é dividido em cefalotórax, parte
do corpo formada por cabeça e tórax fundidos, e abdome.
 Esses animais possuem um número variável de patas
(geralmente cinco pares) e dois pares de antenas. O
exoesqueleto de muitos crustáceos apresenta carbonato
de cálcio, uma substância que forma a carapaça dura dos
siris e caranguejos.
ARACNIDEOS
 A classe dos aracnídeos inclui aranhas,
escorpiões e carrapatos. Algumas
espécies peçonhentas de aranhas e
escorpiões podem causar a morte,
principalmente de crianças pequenas. O
número de acidentes envolvendo o veneno
desses animais é grande no Brasil.
ARACNIDEOS
 O corpo dos aracnídeos é dividido
em cefalotórax e abdome. Esses animais
têm quatro pares de patas e não possuem
antenas. Apresentam um par
de pedipalpos (palpos), que são
apêndices sensoriais, e também um par de
quelíceras, apêndices em forma de pinça.


ARACNIDEOS
 A maioria dos aracnídeos é carnívora. Alguns
desses animais são parasitas do sangue de
vertebrados, como os carrapatos. A sarna ou
escabiose é causada por um aracnídeo, um
ácaro.
 A aranha apresenta no abdome as
suas glândulas fiandeiras, que produzem os
fios utilizados para construir ninhos ou tecer
teias nas árvores e nos cantos onde esses
animais vivem.
QUILOPODES
 Quilópode é uma palavra de origem grega que
significa "aquela que tem mil patas" (quilo significa
"mil", epodos "patas"). Esse grupo é representado
pela lacraia e pela centopéia.
 O corpo dos quilópodes é formado por
uma cabeça e muitos segmentos. Em cada um
desses segmentos, existe um par de pernas. Esses
animais têm um par de antenas longas na cabeça.
 Esses seres terrestres vivem na sombra, em regiões
quentes e em locais bastante úmidos. São ovíparos,
carnívoros e predadores. Eles possuem veneno, que
é inoculo no inimigo ou na presa.

DIPLOPODES
 Um representante desse grupo é o piolho-de-cobra,
conhecido também como embuá ou gongolo. O corpo dos
diplópodes possui uma cabeça com uma par de antenas
curtas e tem também vários segmentos.
 Em cada segmento do seu corpo, há dois pares de
pernas, daí o nome diplópodes - que vem do grego e
significa "patas duplas" (disignifica "duplo", e podos,
"patas").
 Os diplópodes gostam de lugares escuros e terra úmida.
Vivem embaixo de pedras e folhas mortas ou dentro de
troncos de árvores apodrecidos. Assim como os
quilópodes, eles procuram sombra e umidade.
 Quando atacados, enrolam-se e liberam uma secreção
que afugenta os inimigos. Os diplópodes são ovíparos,
isto é, pões ovos.
INSETOS
 Os principais representantes dessa classe são os artrópodes
que encontram com mais facilidade no dia-a-dia; por exemplo:
formiga, barata, mosquito, borboleta, mosca, besouro,
joaninha, abelha, gafanhoto, entre muitos outros.
 A classe dos artrópodes com maior variedade e número de
espécies é a dos insetos. Com grande capacidade reprodutiva,
os insetos formam a única classe de invertebrados com
representantes dotados de asas, o que contribui para o
sucesso na ocupação de todos os ambientes do planeta exceto
as águas oceânicas mais profundas.
 Na cabeça há um par de antenas e uma par de olhos, além do
aparelho bucal. O tipo de aparelho bucal relaciona-se ao tipo
de alimentação do inseto e é utilizado pelos cientistas como um
dos principais critérios de classificação.
INSETOS
 As tão doloridas picadas de abelhas não
são feitas pelo aparelho bucal, mas sim
pelo ferrão localizado na extremidade
do abdome, ligado a uma glândula que
produz veneno.

DIGESTÃO
 Vários artrópodes são carnívoros, mas
há também os herbívoros, que se
alimentam de diferentes partes das
plantas.
 O sistema digestório dos artrópodes é
completo, e os resíduos alimentares,
isto é, as fezes, são eliminados pelos
ânus.

CIRCULAÇÃO
 A circulação dos artrópodes é aberta,
isto é, o "sangue" não circula apenas
dentro dos vasos, mas banha espaços
do corpo do animal. Esse "sangue" é
incolor ou ligeiramente azulado e não
transporta gases, apenas os nutrientes.
RESPIRAÇÃO
 Nas diversas classes de artrópodes, o tipo de respiração
varia.
 Muitos artrópodes são terrestres, como os insetos,
diplópodes e quilópodes, e respiram retirando oxigênio do
ambiente por estruturas denominadas traquéias.
 A traquéia está ligada a fibras musculares que se
contraem e estimulam o ar a entrar pelos espiráculos da
traquéia.
 Os artrópodes aquáticos, como os crustáceos, podem ter
respiração branquial. As brânquias são estruturas que
retiram oxigênio dissolvido na água para a respiração
animal. Estão presentes em grande parte dos
invertebrados aquáticos e nos peixes. Os
microcrustáceos (crustáceos muito pequenos) fazem
respiração cutânea, isto é, respiram pela pele.
REPRODUÇÃO
 Na maioria dos artrópodes, o sexo são separados e a fecundação é
interna, isto é, o macho lança os gametas masculinos dentro do corpo
da fêmea.
 O desenvolvimento pode ser direto: os filhotes já nascem
semelhantes aos pais, como é o caso de muitos aracnídeos, e portanto
esses animais não passam por metamorfose.


 No desenvolvimento indireto, como ocorre com grande parte dos
insetos, o animal que sai do ovo passa por uma metamorfose antes de
atingir a vida adulta.


 A metamorfose pode ser completa ou incompleta. Na metamorfose
completa, o animal passa pelas fases de larva, pupa e adulto - isso
ocorre, por exemplo, nas borboletas e moscas. Na metamorfose
incompleta, não há a fase de larva ou a de pupa - é o que ocorre, por
exemplo, com as baratas e os gafanhotos.

Artrópodes
Artrópodes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

20100824122841 artropodes
20100824122841 artropodes20100824122841 artropodes
20100824122841 artropodes
Daniel Peixoto
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
deisebdias
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Iuri Fretta Wiggers
 
2401 Insetos
2401 Insetos2401 Insetos
2401 Insetos
lilian.moreira
 
Reino animalia artrópodes,insetos ok
Reino animalia artrópodes,insetos okReino animalia artrópodes,insetos ok
Reino animalia artrópodes,insetos ok
IVORASSWEILER
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
tenenteleu123
 
Arthropoda 2
Arthropoda 2Arthropoda 2
Arthropoda 2
Fabio Santos Nery
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
guest5484d9
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
Valentina Queiroz
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Insetos
InsetosInsetos
ArtróPodes CaracteríSticas Gerais
ArtróPodes  CaracteríSticas GeraisArtróPodes  CaracteríSticas Gerais
ArtróPodes CaracteríSticas Gerais
Matheus Bringel
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Killer Max
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Ribeirocan
 
Artrópodes.ppt
 Artrópodes.ppt  Artrópodes.ppt
Artrópodes.ppt
Raquel Souza
 
Filo Arthropoda
Filo ArthropodaFilo Arthropoda
Filo Arthropoda
Diego Yamazaki Bolano
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
Ronnezza Campos
 
Artrópodes: Insetos
Artrópodes: InsetosArtrópodes: Insetos
Artrópodes: Insetos
Marcela Salgado Bonizi
 
Artrópodes oficial
Artrópodes   oficialArtrópodes   oficial
Artrópodes oficial
Animais Amados
 
Invertebrados parte iv artrópodos - Para ensino Fundamental
Invertebrados parte iv   artrópodos - Para ensino FundamentalInvertebrados parte iv   artrópodos - Para ensino Fundamental
Invertebrados parte iv artrópodos - Para ensino Fundamental
Roxana Alhadas
 

Mais procurados (20)

20100824122841 artropodes
20100824122841 artropodes20100824122841 artropodes
20100824122841 artropodes
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
2401 Insetos
2401 Insetos2401 Insetos
2401 Insetos
 
Reino animalia artrópodes,insetos ok
Reino animalia artrópodes,insetos okReino animalia artrópodes,insetos ok
Reino animalia artrópodes,insetos ok
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Arthropoda 2
Arthropoda 2Arthropoda 2
Arthropoda 2
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Insetos
InsetosInsetos
Insetos
 
ArtróPodes CaracteríSticas Gerais
ArtróPodes  CaracteríSticas GeraisArtróPodes  CaracteríSticas Gerais
ArtróPodes CaracteríSticas Gerais
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Artrópodes.ppt
 Artrópodes.ppt  Artrópodes.ppt
Artrópodes.ppt
 
Filo Arthropoda
Filo ArthropodaFilo Arthropoda
Filo Arthropoda
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Artrópodes: Insetos
Artrópodes: InsetosArtrópodes: Insetos
Artrópodes: Insetos
 
Artrópodes oficial
Artrópodes   oficialArtrópodes   oficial
Artrópodes oficial
 
Invertebrados parte iv artrópodos - Para ensino Fundamental
Invertebrados parte iv   artrópodos - Para ensino FundamentalInvertebrados parte iv   artrópodos - Para ensino Fundamental
Invertebrados parte iv artrópodos - Para ensino Fundamental
 

Destaque

Esponges
Esponges Esponges
Esponges
laurapuigros2002
 
Glympse
GlympseGlympse
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingüesLeer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
Fernando Trujillo Sáez
 
Apresentação up
Apresentação upApresentação up
Apresentação up
Emerson Clayton
 
Colegio particular francisca de las llagas
Colegio particular francisca de las llagasColegio particular francisca de las llagas
Colegio particular francisca de las llagas
martinx12
 
Managing Communications Certificate of Completion
Managing Communications Certificate of CompletionManaging Communications Certificate of Completion
Managing Communications Certificate of CompletionSamir Iqbal
 
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
Damon Harman
 
Faap 2012.08.01-esparta
Faap 2012.08.01-espartaFaap 2012.08.01-esparta
Faap 2012.08.01-esparta
Ricardo Esparta
 
Deuteronomy 22 commentary
Deuteronomy 22 commentaryDeuteronomy 22 commentary
Deuteronomy 22 commentary
GLENN PEASE
 
Music Video Moodboard
Music Video MoodboardMusic Video Moodboard
Music Video Moodboard
joetiongson
 
Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017
colegiodesafio
 
Film listings
Film listingsFilm listings
Film listings
hollymariaisabelle
 
Jana moneres i invertebrats
Jana moneres i invertebratsJana moneres i invertebrats
Jana moneres i invertebrats
escola juncadella
 
Media nirvana
Media nirvanaMedia nirvana
Media nirvana
prytaleksandra
 
Els animals marina
Els animals marinaEls animals marina
Els animals marina
escola juncadella
 
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
anga
 
How do you attract your audience?
How do you attract your audience? How do you attract your audience?
How do you attract your audience?
jaziiee
 
Els amfibis
Els amfibisEls amfibis
Els amfibis
irpairsona
 

Destaque (20)

Esponges
Esponges Esponges
Esponges
 
Glympse
GlympseGlympse
Glympse
 
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingüesLeer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
Leer y escribir en contextos interculturales y plurilingües
 
Apresentação up
Apresentação upApresentação up
Apresentação up
 
Colegio particular francisca de las llagas
Colegio particular francisca de las llagasColegio particular francisca de las llagas
Colegio particular francisca de las llagas
 
Managing Communications Certificate of Completion
Managing Communications Certificate of CompletionManaging Communications Certificate of Completion
Managing Communications Certificate of Completion
 
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
Damon Harman Cover Letter 2016 # 2
 
Faap 2012.08.01-esparta
Faap 2012.08.01-espartaFaap 2012.08.01-esparta
Faap 2012.08.01-esparta
 
Deuteronomy 22 commentary
Deuteronomy 22 commentaryDeuteronomy 22 commentary
Deuteronomy 22 commentary
 
Music Video Moodboard
Music Video MoodboardMusic Video Moodboard
Music Video Moodboard
 
Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017
 
Film listings
Film listingsFilm listings
Film listings
 
Jana moneres i invertebrats
Jana moneres i invertebratsJana moneres i invertebrats
Jana moneres i invertebrats
 
Media nirvana
Media nirvanaMedia nirvana
Media nirvana
 
Els animals marina
Els animals marinaEls animals marina
Els animals marina
 
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
Problemas energéticos. tema 6, págs. 202-203
 
Els artròpodes
Els artròpodesEls artròpodes
Els artròpodes
 
How do you attract your audience?
How do you attract your audience? How do you attract your audience?
How do you attract your audience?
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Els amfibis
Els amfibisEls amfibis
Els amfibis
 

Semelhante a Artrópodes

Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Ferrari Ferrari
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
wagneripo
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
Universidade Estadual de Maringá
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
wagneripo
 
001678868.pdf
001678868.pdf001678868.pdf
001678868.pdf
rickriordan
 
Artrópodos
ArtrópodosArtrópodos
Artrópodos
Joseane Pasini CB
 
Diversidade animal ii
Diversidade animal iiDiversidade animal ii
Diversidade animal ii
Alessandra Vieira da Silva
 
artropodes 2021(1).pptx
artropodes 2021(1).pptxartropodes 2021(1).pptx
artropodes 2021(1).pptx
CauGabrielMackSouto2
 
Animais invertebrdos e vertebrados
Animais invertebrdos e vertebradosAnimais invertebrdos e vertebrados
Animais invertebrdos e vertebrados
SESI 422 - Americana
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
Laercio Fernandes
 
Artropodes16082011
Artropodes16082011Artropodes16082011
Artropodes16082011
modesto namahala
 
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
unhadecorada
 
Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)
Melissa Neiva
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
Naira Silva
 
Crustaceos
CrustaceosCrustaceos
Crustaceos
Altair Hoepers
 
7a série organismos invertebrados
7a série   organismos invertebrados7a série   organismos invertebrados
7a série organismos invertebrados
SESI 422 - Americana
 
Repteis
RepteisRepteis
Filo artropoda
Filo artropodaFilo artropoda
Filo artropoda
GunScript
 
Apresentação animais
Apresentação   animaisApresentação   animais
Apresentação animais
Mafalda Cardoso
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
Jonathan Araújo
 

Semelhante a Artrópodes (20)

Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
001678868.pdf
001678868.pdf001678868.pdf
001678868.pdf
 
Artrópodos
ArtrópodosArtrópodos
Artrópodos
 
Diversidade animal ii
Diversidade animal iiDiversidade animal ii
Diversidade animal ii
 
artropodes 2021(1).pptx
artropodes 2021(1).pptxartropodes 2021(1).pptx
artropodes 2021(1).pptx
 
Animais invertebrdos e vertebrados
Animais invertebrdos e vertebradosAnimais invertebrdos e vertebrados
Animais invertebrdos e vertebrados
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Artropodes16082011
Artropodes16082011Artropodes16082011
Artropodes16082011
 
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
 
Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
 
Crustaceos
CrustaceosCrustaceos
Crustaceos
 
7a série organismos invertebrados
7a série   organismos invertebrados7a série   organismos invertebrados
7a série organismos invertebrados
 
Repteis
RepteisRepteis
Repteis
 
Filo artropoda
Filo artropodaFilo artropoda
Filo artropoda
 
Apresentação animais
Apresentação   animaisApresentação   animais
Apresentação animais
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 

Artrópodes

  • 1.
  • 2. HISTORICO  Muitasvezes,não percebemosa presençadaquelesanimaiscom corpos de formasestranhase cores variadas,que vivemao nossoredor, voamsobre nossascabeças ou aquelesque selocomovempróximodosnossospés.A maioriadessessereséformada por animaisartrópodes.  Essegrupo inclui animaiscomo aranha,mosca, siri,lacraia,piolho-de-cobra, camarão, escorpião,abelha,entreinúmerosoutros. O grupo dos artrópodes é tão bemadaptado aos diferentesambientesque, atualmente,representa maisde 70% dasespéciesanimaisconhecidas.
  • 3.
  • 4. CARACTERISTICAS GERAIS  A principal característica que diferencia os astrópodes dos demais invertebrados são as patas articuladas. Foi essa característica que deu o nome ao grupo, pois a expressão patas articuladas vem do grego: artro, que significa "articulação", e podos, "patas".  As patas articuladas permitem que o animal possa realizar vários movimentos diferentes, muitos deles bem definidos e elaborados. Além de uma locomoção muito eficiente, as patas articuladas apresentam outras vantagens para o animal, pois auxiliam na sua defesa e na captura de alimento. No dia-a-dia, é fácil observar nas formigas, por exemplo, a atividade que essas patas permitem.  Inseto saindo do seu exoesqueleto antigo.  Além das patas articuladas, outra característica importante dos artrópodes é a presença de um reforço externo: o exoesqueleto. Ele é resistente, impermeável e é constituído de sais de quitina, que é um tipo de "açúcar".  O exoesqueleto reveste e protege o corpo desses animais de muitos perigos externos e também evita que eles percam água. É uma importante adaptação ao ambiente terrestre.  Embora ofereça proteção, o exoesqueleto limita o tamanho do animal, pois não acompanha o crescimento do corpo. Quando esse exoesqueleto fica pequeno, ocorre a muda. Nesse fenômeno, o exoesqueleto antigo se desprende do corpo do animal e é trocado pelo novo, que já está formado.   Até se tornarem adultos, os artrópodes podem fazer essa troca várias vezes. Por isso, podemos encontrar exoesqueletos de artrópodes soltos em árvores.
  • 5.
  • 6. OS DIVERSOS GRUPOS DE ARTROPODES  Os artrópodes são subdivididos em classes de acordo com alguns critérios, como a divisão do corpo e onúmero de apêndices apresentados (por exemplo: número de patas, antenas etc.).  Entre as classes de artrópodes, podemos citar: crustáceos, aracnídeos, quilópode s, diplópodes einsetos.  A seguir, vamos conhecer melhor cada uma delas.
  • 7. CRUSTACEOS  A maioria dos crustáceos é marinha, ou seja, vive nos mares e oceanos. Algumas espécies, porém, têm seu hábitat na água doce, e outras, ainda, são terrestres, como o tatuzinho-de-jardim. Podemos citar como exemplos de crustáceos mais conhecidos: Camarão, lagosta, siri, caranguejo e craca. O tamanho desses animais varia bastante de uma espécie para outra.  O corpo dos crustáceos, é dividido em cefalotórax, parte do corpo formada por cabeça e tórax fundidos, e abdome.  Esses animais possuem um número variável de patas (geralmente cinco pares) e dois pares de antenas. O exoesqueleto de muitos crustáceos apresenta carbonato de cálcio, uma substância que forma a carapaça dura dos siris e caranguejos.
  • 8.
  • 9. ARACNIDEOS  A classe dos aracnídeos inclui aranhas, escorpiões e carrapatos. Algumas espécies peçonhentas de aranhas e escorpiões podem causar a morte, principalmente de crianças pequenas. O número de acidentes envolvendo o veneno desses animais é grande no Brasil.
  • 10.
  • 11.
  • 12. ARACNIDEOS  O corpo dos aracnídeos é dividido em cefalotórax e abdome. Esses animais têm quatro pares de patas e não possuem antenas. Apresentam um par de pedipalpos (palpos), que são apêndices sensoriais, e também um par de quelíceras, apêndices em forma de pinça.  
  • 13.
  • 14. ARACNIDEOS  A maioria dos aracnídeos é carnívora. Alguns desses animais são parasitas do sangue de vertebrados, como os carrapatos. A sarna ou escabiose é causada por um aracnídeo, um ácaro.  A aranha apresenta no abdome as suas glândulas fiandeiras, que produzem os fios utilizados para construir ninhos ou tecer teias nas árvores e nos cantos onde esses animais vivem.
  • 15.
  • 16. QUILOPODES  Quilópode é uma palavra de origem grega que significa "aquela que tem mil patas" (quilo significa "mil", epodos "patas"). Esse grupo é representado pela lacraia e pela centopéia.  O corpo dos quilópodes é formado por uma cabeça e muitos segmentos. Em cada um desses segmentos, existe um par de pernas. Esses animais têm um par de antenas longas na cabeça.  Esses seres terrestres vivem na sombra, em regiões quentes e em locais bastante úmidos. São ovíparos, carnívoros e predadores. Eles possuem veneno, que é inoculo no inimigo ou na presa. 
  • 17.
  • 18. DIPLOPODES  Um representante desse grupo é o piolho-de-cobra, conhecido também como embuá ou gongolo. O corpo dos diplópodes possui uma cabeça com uma par de antenas curtas e tem também vários segmentos.  Em cada segmento do seu corpo, há dois pares de pernas, daí o nome diplópodes - que vem do grego e significa "patas duplas" (disignifica "duplo", e podos, "patas").  Os diplópodes gostam de lugares escuros e terra úmida. Vivem embaixo de pedras e folhas mortas ou dentro de troncos de árvores apodrecidos. Assim como os quilópodes, eles procuram sombra e umidade.  Quando atacados, enrolam-se e liberam uma secreção que afugenta os inimigos. Os diplópodes são ovíparos, isto é, pões ovos.
  • 19.
  • 20. INSETOS  Os principais representantes dessa classe são os artrópodes que encontram com mais facilidade no dia-a-dia; por exemplo: formiga, barata, mosquito, borboleta, mosca, besouro, joaninha, abelha, gafanhoto, entre muitos outros.  A classe dos artrópodes com maior variedade e número de espécies é a dos insetos. Com grande capacidade reprodutiva, os insetos formam a única classe de invertebrados com representantes dotados de asas, o que contribui para o sucesso na ocupação de todos os ambientes do planeta exceto as águas oceânicas mais profundas.  Na cabeça há um par de antenas e uma par de olhos, além do aparelho bucal. O tipo de aparelho bucal relaciona-se ao tipo de alimentação do inseto e é utilizado pelos cientistas como um dos principais critérios de classificação.
  • 21.
  • 22. INSETOS  As tão doloridas picadas de abelhas não são feitas pelo aparelho bucal, mas sim pelo ferrão localizado na extremidade do abdome, ligado a uma glândula que produz veneno. 
  • 23. DIGESTÃO  Vários artrópodes são carnívoros, mas há também os herbívoros, que se alimentam de diferentes partes das plantas.  O sistema digestório dos artrópodes é completo, e os resíduos alimentares, isto é, as fezes, são eliminados pelos ânus. 
  • 24. CIRCULAÇÃO  A circulação dos artrópodes é aberta, isto é, o "sangue" não circula apenas dentro dos vasos, mas banha espaços do corpo do animal. Esse "sangue" é incolor ou ligeiramente azulado e não transporta gases, apenas os nutrientes.
  • 25. RESPIRAÇÃO  Nas diversas classes de artrópodes, o tipo de respiração varia.  Muitos artrópodes são terrestres, como os insetos, diplópodes e quilópodes, e respiram retirando oxigênio do ambiente por estruturas denominadas traquéias.  A traquéia está ligada a fibras musculares que se contraem e estimulam o ar a entrar pelos espiráculos da traquéia.  Os artrópodes aquáticos, como os crustáceos, podem ter respiração branquial. As brânquias são estruturas que retiram oxigênio dissolvido na água para a respiração animal. Estão presentes em grande parte dos invertebrados aquáticos e nos peixes. Os microcrustáceos (crustáceos muito pequenos) fazem respiração cutânea, isto é, respiram pela pele.
  • 26.
  • 27. REPRODUÇÃO  Na maioria dos artrópodes, o sexo são separados e a fecundação é interna, isto é, o macho lança os gametas masculinos dentro do corpo da fêmea.  O desenvolvimento pode ser direto: os filhotes já nascem semelhantes aos pais, como é o caso de muitos aracnídeos, e portanto esses animais não passam por metamorfose.    No desenvolvimento indireto, como ocorre com grande parte dos insetos, o animal que sai do ovo passa por uma metamorfose antes de atingir a vida adulta.    A metamorfose pode ser completa ou incompleta. Na metamorfose completa, o animal passa pelas fases de larva, pupa e adulto - isso ocorre, por exemplo, nas borboletas e moscas. Na metamorfose incompleta, não há a fase de larva ou a de pupa - é o que ocorre, por exemplo, com as baratas e os gafanhotos. 