SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Universidade do Estado do Pará
Centro de Ciências Sociais e Educação- CCSE
São Miguel do Guamá- Campus XI
Arte, Cultura e Sociedade
Docente: Izabel Tavares
EQUIPE:
Akysandra Falcão
Lena Thais
Mateus Janderson
Mikelly Chida
Reinara Nascimento
Tema 1: Cultura Popular
O Interação entre pessoas de uma mesma
sociedade, essa varia de acordo com as
transformações ocorridas no meio social.
Pode ter várias origens, já que uma
comunidade pode ser composta por
pessoas de vários territórios que
compartilham a cultura de sua nação
formando uma nova, e também abrange
todas as classes sociais.
Exemplos de Cultura Popular
Brasileira:
O A cultura popular brasileira é formada por
diversos tipos de manifestações
populares, que incluem folclore,
superstições e cantigas.
Cultura Popular Paraense
O Dança, música, artesanato, festas
folclóricas e religiosas, artes plásticas,
lendas do imaginário popular e culinária
compõem a multiplicidade de formas da
cultura do Estado.
O Entre as manifestações folclóricas mais
antigas e mais conhecidas do Pará estão
o Carimbó, o Siriá e o lundu. O município
de Marapanim é considerado até hoje o
berço do Carimbó.
O Carimbó
O Sonoridade de origem
Indígena
O Em Tupi significa: Pau que
produz som, ou seja,
Curimbó, como
inicialmente era conhecido
este ritmo.
O Carimbó no Pará
O A mais extraordinária manifestação de
criatividade artística do povo paraense foi
criada pelos índios Tupinambá que, segundo
os historiadores, eram dotados de um senso
artístico invulgar, chegando a ser
considerados, nas tribos, como verdadeiros
semi-deuses.
O Inicialmente, segundo tudo indica, a "Dança
do Carimbó" era apresentada num andamento
monótono, como acontece com a grande
maioria das danças indígenas.
Intrumentação:
O O acompanhamento da dança é feito
obrigatoriamente com dois tambores
chamados de "carimbós", fabricados a partir
de um tronco oco de madeira, modelado em
meio ao fogo, e coberto com uma pele de
camurça.
O Outros tocadores executam como
acompanhamento diversos instrumentos
tradicionais do estilo, como o ganzá, o reco-
reco, o banjo, a flauta, os maracás, afoxé e
os pandeiros. Esses instrumentos compõem
um conjunto musical característico.
O Há ainda um desdobramento moderno do
carimbó, surgido a partir do sucesso do
cantor Pinduca, nome artístico de Aurino
Quirino Gonçalves, responsável pelo
lançamento do carimbó nacionalmente.
O A partir dele, instrumentos elétricos e de
sopro começaram a ser misturados ao
carimbó tradicional, com destaque especial
para o baixo elétrico, que nos arranjos
passa a fazer uma linha bastante original e
característica.
FESTIVAL DA CULTURA
GUAMENSE
O É realizado nos dias 29,30 e 31 de outubro na
orla do rio Guamá, tendo como objetivo
divulgar os valores culturais, incentivar
artistas da terra a divulgar seus potenciais
artísticos.
O Há várias atividades como: exposições
culturais (artesanato, pintura, peças raras,
etc.) apresentação de danças folclóricas,
teatrais e musicais, venda de comidas típicas
e concurso da “Garota Guamá”. O referido
evento tem o apoio da Prefeitura Municipal e
a coordenação da Secretaria de Educação,
Cultura, Desporto e Turismo – SEMECDT.
Carimbó em São Miguel do
Guamá
O Bené Costa
• Um marco da
cultura
guamaense;
• Grupos de
carimbó (música
e dança);
Titulação do Carimbó
Patrimônio Cultural Brasileiro
O A Secretaria de Cultura de São Miguel do
Guamá, Socorro Cirilo juntamente com o
seu Diretor de Cultura Antônio Ferreira e
o Diretor Bené Costa Mestre de Carimbó
de São Miguel do Guamá, representando
o Grupo de Carimbó Os Brasileirinhos do
Guamá, representando a nossa cidade
estiveram ontem na entrega da Titulação
do Carimbo Patrimônio Cultural Brasileiro.
Referências:
O http://brasilescola.uol.com.br/cultura/cultura-
popular.htm
O http://www.zun.com.br/cultura-popular-brasileira-
exemplos/
O http://www.oparanasondasdoradio.ufpa.br/contexto
90link24diversidadecomomarcacultural.html
O http://www.rosanevolpatto.trd.br/dancacarimbo.htm
O http://pt.wikipedia.org/wiki/Carimbó
O http://www.cdpara.pa.gov.br/carimbo.php
Obrigada pela Atenção!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTEAPOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
VIVIAN TROMBINI
 
Atividade extra função da arte
Atividade extra função da arteAtividade extra função da arte
Atividade extra função da arte
Gabriela Lemos
 
Introdução à História da Arte aula 1
Introdução à História da Arte   aula 1Introdução à História da Arte   aula 1
Introdução à História da Arte aula 1
VIVIAN TROMBINI
 

Mais procurados (20)

Diversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No BrasilDiversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No Brasil
 
Arte Indígena Brasileira
Arte Indígena BrasileiraArte Indígena Brasileira
Arte Indígena Brasileira
 
História da dança
História da dançaHistória da dança
História da dança
 
Aula de Xilogravura
Aula de XilogravuraAula de Xilogravura
Aula de Xilogravura
 
A diversidade e a cultura afrobrasileira
A diversidade e a cultura afrobrasileiraA diversidade e a cultura afrobrasileira
A diversidade e a cultura afrobrasileira
 
Planejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2ºPlanejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2º
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTEAPOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
 
Atividade extra função da arte
Atividade extra função da arteAtividade extra função da arte
Atividade extra função da arte
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Arte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino MédioArte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino Médio
 
Plano de curso de arte E.M BNCC 2019
Plano de curso de arte E.M BNCC 2019Plano de curso de arte E.M BNCC 2019
Plano de curso de arte E.M BNCC 2019
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do Brasil
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Introdução à História da Arte aula 1
Introdução à História da Arte   aula 1Introdução à História da Arte   aula 1
Introdução à História da Arte aula 1
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
 
Arte erudita popular e de massa
Arte erudita popular e de massaArte erudita popular e de massa
Arte erudita popular e de massa
 
Unidade 1 - Aula 2 - Cultura popular, folclore e cultura popular brasileira
Unidade 1 - Aula 2 - Cultura popular, folclore e cultura popular brasileiraUnidade 1 - Aula 2 - Cultura popular, folclore e cultura popular brasileira
Unidade 1 - Aula 2 - Cultura popular, folclore e cultura popular brasileira
 
Arte e artesanato
Arte e artesanatoArte e artesanato
Arte e artesanato
 

Destaque (8)

Cultura e artes
Cultura e artesCultura e artes
Cultura e artes
 
Arte e cultura
Arte e culturaArte e cultura
Arte e cultura
 
Linguagem e estrutura musical by sidnei
Linguagem e estrutura musical by sidneiLinguagem e estrutura musical by sidnei
Linguagem e estrutura musical by sidnei
 
Arte e cultura
Arte e culturaArte e cultura
Arte e cultura
 
A Origem Da DançA
A Origem Da DançAA Origem Da DançA
A Origem Da DançA
 
Música
MúsicaMúsica
Música
 
Slide dança
Slide dançaSlide dança
Slide dança
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slide
 

Semelhante a Arte e cultura

Cultura Latina Luisa
Cultura Latina LuisaCultura Latina Luisa
Cultura Latina Luisa
martinsramon
 
23 12 link pet cultural informativo
23 12 link pet cultural   informativo23 12 link pet cultural   informativo
23 12 link pet cultural informativo
Ygor El Hireche
 
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
Gil Ferreira
 

Semelhante a Arte e cultura (20)

Cultura Latina Luisa
Cultura Latina LuisaCultura Latina Luisa
Cultura Latina Luisa
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
 
Pará e santa catarina
Pará e santa catarinaPará e santa catarina
Pará e santa catarina
 
Palavra jovem n 24
Palavra   jovem n 24Palavra   jovem n 24
Palavra jovem n 24
 
A diversidade cultural [parte 1]
A diversidade cultural [parte 1]A diversidade cultural [parte 1]
A diversidade cultural [parte 1]
 
Aspectos Culturais de Bom Jardim Maranhão
Aspectos Culturais de Bom Jardim   MaranhãoAspectos Culturais de Bom Jardim   Maranhão
Aspectos Culturais de Bom Jardim Maranhão
 
CULTURA POPULAR
CULTURA POPULARCULTURA POPULAR
CULTURA POPULAR
 
Manifestações artísticas 1º trimestre por simone helen drumond de carvalho
Manifestações artísticas   1º trimestre por simone helen drumond de carvalhoManifestações artísticas   1º trimestre por simone helen drumond de carvalho
Manifestações artísticas 1º trimestre por simone helen drumond de carvalho
 
Roteiro de estudos_autoral_13_17_julho
Roteiro de estudos_autoral_13_17_julhoRoteiro de estudos_autoral_13_17_julho
Roteiro de estudos_autoral_13_17_julho
 
CULTURA POPULAR ELETIVA.pptx
CULTURA POPULAR ELETIVA.pptxCULTURA POPULAR ELETIVA.pptx
CULTURA POPULAR ELETIVA.pptx
 
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroTrabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
 
23 12 link pet cultural informativo
23 12 link pet cultural   informativo23 12 link pet cultural   informativo
23 12 link pet cultural informativo
 
Camargo emerson zíngaro - tradição e assimilação na música sertaneja
Camargo emerson zíngaro  - tradição e assimilação na música sertanejaCamargo emerson zíngaro  - tradição e assimilação na música sertaneja
Camargo emerson zíngaro - tradição e assimilação na música sertaneja
 
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oesteFolclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
 
O samba e suas origens ademir
O samba e suas origens    ademirO samba e suas origens    ademir
O samba e suas origens ademir
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
 
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
Agenda Cultural | Santa Maria da Feira | junho a agosto 2014
 

Mais de Tavares tavares (13)

prioli.pdf
prioli.pdfprioli.pdf
prioli.pdf
 
articulação_1.pdf
articulação_1.pdfarticulação_1.pdf
articulação_1.pdf
 
articulação_1.pdf
articulação_1.pdfarticulação_1.pdf
articulação_1.pdf
 
Apostila curso-frances.pdf
Apostila curso-frances.pdfApostila curso-frances.pdf
Apostila curso-frances.pdf
 
Teatro nos anos 80; equipe, 5 caprichosas
Teatro nos anos 80; equipe, 5 caprichosasTeatro nos anos 80; equipe, 5 caprichosas
Teatro nos anos 80; equipe, 5 caprichosas
 
Teatro do absurdo
Teatro do absurdoTeatro do absurdo
Teatro do absurdo
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Cultura criadora
Cultura criadoraCultura criadora
Cultura criadora
 
Arte plásticas
Arte plásticasArte plásticas
Arte plásticas
 
Belém para
Belém paraBelém para
Belém para
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
 
introdução ao pensamento crítico
 introdução ao pensamento crítico introdução ao pensamento crítico
introdução ao pensamento crítico
 
final de investigacao cientifica
final de investigacao cientificafinal de investigacao cientifica
final de investigacao cientifica
 

Arte e cultura

  • 1. Universidade do Estado do Pará Centro de Ciências Sociais e Educação- CCSE São Miguel do Guamá- Campus XI Arte, Cultura e Sociedade Docente: Izabel Tavares EQUIPE: Akysandra Falcão Lena Thais Mateus Janderson Mikelly Chida Reinara Nascimento
  • 2.
  • 3. Tema 1: Cultura Popular O Interação entre pessoas de uma mesma sociedade, essa varia de acordo com as transformações ocorridas no meio social. Pode ter várias origens, já que uma comunidade pode ser composta por pessoas de vários territórios que compartilham a cultura de sua nação formando uma nova, e também abrange todas as classes sociais.
  • 4. Exemplos de Cultura Popular Brasileira: O A cultura popular brasileira é formada por diversos tipos de manifestações populares, que incluem folclore, superstições e cantigas.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Cultura Popular Paraense O Dança, música, artesanato, festas folclóricas e religiosas, artes plásticas, lendas do imaginário popular e culinária compõem a multiplicidade de formas da cultura do Estado. O Entre as manifestações folclóricas mais antigas e mais conhecidas do Pará estão o Carimbó, o Siriá e o lundu. O município de Marapanim é considerado até hoje o berço do Carimbó.
  • 9. O Carimbó O Sonoridade de origem Indígena O Em Tupi significa: Pau que produz som, ou seja, Curimbó, como inicialmente era conhecido este ritmo.
  • 10. O Carimbó no Pará
  • 11. O A mais extraordinária manifestação de criatividade artística do povo paraense foi criada pelos índios Tupinambá que, segundo os historiadores, eram dotados de um senso artístico invulgar, chegando a ser considerados, nas tribos, como verdadeiros semi-deuses. O Inicialmente, segundo tudo indica, a "Dança do Carimbó" era apresentada num andamento monótono, como acontece com a grande maioria das danças indígenas.
  • 12. Intrumentação: O O acompanhamento da dança é feito obrigatoriamente com dois tambores chamados de "carimbós", fabricados a partir de um tronco oco de madeira, modelado em meio ao fogo, e coberto com uma pele de camurça. O Outros tocadores executam como acompanhamento diversos instrumentos tradicionais do estilo, como o ganzá, o reco- reco, o banjo, a flauta, os maracás, afoxé e os pandeiros. Esses instrumentos compõem um conjunto musical característico.
  • 13. O Há ainda um desdobramento moderno do carimbó, surgido a partir do sucesso do cantor Pinduca, nome artístico de Aurino Quirino Gonçalves, responsável pelo lançamento do carimbó nacionalmente. O A partir dele, instrumentos elétricos e de sopro começaram a ser misturados ao carimbó tradicional, com destaque especial para o baixo elétrico, que nos arranjos passa a fazer uma linha bastante original e característica.
  • 14.
  • 15. FESTIVAL DA CULTURA GUAMENSE O É realizado nos dias 29,30 e 31 de outubro na orla do rio Guamá, tendo como objetivo divulgar os valores culturais, incentivar artistas da terra a divulgar seus potenciais artísticos. O Há várias atividades como: exposições culturais (artesanato, pintura, peças raras, etc.) apresentação de danças folclóricas, teatrais e musicais, venda de comidas típicas e concurso da “Garota Guamá”. O referido evento tem o apoio da Prefeitura Municipal e a coordenação da Secretaria de Educação, Cultura, Desporto e Turismo – SEMECDT.
  • 16. Carimbó em São Miguel do Guamá O Bené Costa • Um marco da cultura guamaense; • Grupos de carimbó (música e dança);
  • 17. Titulação do Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro O A Secretaria de Cultura de São Miguel do Guamá, Socorro Cirilo juntamente com o seu Diretor de Cultura Antônio Ferreira e o Diretor Bené Costa Mestre de Carimbó de São Miguel do Guamá, representando o Grupo de Carimbó Os Brasileirinhos do Guamá, representando a nossa cidade estiveram ontem na entrega da Titulação do Carimbo Patrimônio Cultural Brasileiro.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Referências: O http://brasilescola.uol.com.br/cultura/cultura- popular.htm O http://www.zun.com.br/cultura-popular-brasileira- exemplos/ O http://www.oparanasondasdoradio.ufpa.br/contexto 90link24diversidadecomomarcacultural.html O http://www.rosanevolpatto.trd.br/dancacarimbo.htm O http://pt.wikipedia.org/wiki/Carimbó O http://www.cdpara.pa.gov.br/carimbo.php