SlideShare uma empresa Scribd logo
1
2
● Interesse local
● Gargalo na agricultura urbana
● Mercado emergente
● Escalabilidade possível
Para promover
● Soberania alimentar
● Socialização
● Geração de renda
3
● CEM
● Complexo da Penha
● DvDI/INT
● Esdi/UERJ
● AS-PTA
● Cariru
Com objetivo de
Criar viveiros
para plantio
urbano
4
5
Centro de
Educação
Multicultural
Arena Dicró
Parque
Ary Barroso
EDI
Maria de
Lourdes
Clínica
da Família
Escola
Municipal
Bernardo de
Vasconcelos
CRAS Carlos
Drummond
Quintais
da Serra
Moradores
6
7
Logística
do sistema
8
9
Equipe
Convidados
Foram realizados 7 encontros.
Cada encontro tinha um objetivo específico.
Todas as pesquisas e documentos foram
compartilhadas na ferramenta Trello
e tornadas públicas.
10
1. Promover soberania alimentar e agricultura urbana
2. Desenvolver viveiros para produção de mudas
3. Colaborar na articulação dos multiplicadores
no Complexo da Penha
11
12
Briefing Pesquisa Especialistas
Geração de
alternativas
Etapas do projeto
Visita ao Cpx. Mockups Detalhamento Workshop 2
Briefing
1. Viveiros de baixo custo de produção
2. Materiais e ferramentas de fácil acesso
3. Fácil de construir
4. Considerar a irrigação
5. Proteção do sol, vento, insetos, animais domésticos
6. Uso de bandejas comerciais
13
14
15
Busca e avaliação
de similares
16
Desenvolvimento
de alternativas
17
Parcerias
Apresentação Samara Tanaka Apresentação do Diego Fonseca
Grupo Educação Popular na Cinelândia
18
19
Arena Dicró
Parque Ary Barroso
EDI Maria de Lourdes
Clínica da Família
Felipe Cardoso
Escola Municipal
Bernardo Vasconcelos
Centro de Educação
Multicultural (CEM)
21
22
23
24
25
26
Mockups
Conclusão da fase 1
Resultados tangíveis
27
Modelo 1
28
Foi pensado para:
● CEM
● Arena Dicró
● Escola Municipal
Bernardo de Vasconcelos
● Clínica da Família
Estrutura básica
Piso
29
Modelo 1
30
Modelo 1
Possibilidade construtiva
Modelo 2
31
Foi pensado para:
● Arena Dicró
● Quintais da Serra
32
Modelo 2
33
Possibilidade construtiva
Modelo 2
34
Modelo 3
35
Modelo 3
36
Modelo 4
36
Foi pensado para:
● CEM
● Arena Dicró
● Escola Municipal
Bernardo de Vasconcelos
● Muros e/ou grades de
casas ou qualquer outro
espaço.
37
Modelo 4
Fixação com duas
possibilidades:
Pendurado no
parapeito / grade
da janela ou do muro
através de ganchos
Recipiente para as
bandejas
ripas de madeira/pallet/
chapas de OSB
38
Modelo 4
Fixação com duas
possibilidades:
Fixada na parede
com mão francesa.
Recipiente para as
bandejas
ripas de madeira/pallet/
chapas de OSB/chapas
de LP
Possibilidade construtiva
39
Modelo 5
40
Modelo 5
Sombrite
Sombrite fixado com
lacre plástico, arame
Rodízios
Facilidade na movimentação
41
Modelo 6
Foi pensado para:
● CEM
● Arena Dicró
● Escola Municipal
Bernardo de Vasconcelos
● transporte das mudas em
veículos como vans e trem
Irrigação
Sistema de irrigação
a caixa (forrada com lona) será ao mesmo tempo
depósito para a bandeja e reservatório de água.
42
43
Modelo 6
Aspectos intangíveis
Dinâmica de grupo
44
45
Perguntamos
Quais as motivações?
Quais expectativas?
Quais os aprendizados?
Houve uma mudança de olhar/ novas percepções?
Quais contribuições para experiência profissional?
Sugestões /Desdobramentos para o segunda fase?
46
Motivações?
Transformação social
Desejo de mudar
Aprendizado
Ecologia
Trocas e parcerias
Fora da caixa acadêmica
Novas formas de fazer (método),
Acreditar no projeto
Expectativas atendidas?
Novos conhecimentos = Trocas afetivas + profissionais
Troca/Transformação/Novas percepções
Mudar e ser modificado
Articulação/ Conexões realizadas
Oportunidade de aprender e trabalhar
Coesão da equipe
Perspectiva de replicação do projeto
Trabalho mais dinâmico em grupo
Conhecer um mundo diferente do que vivo
47
Aprendizados?
Trabalho em equipe
Vivência de projeto real
Projeto com impactos diversos
em uma comunidade
Trabalho com viveiros, cultivo
urbano, estufas, PANCs
Gestão
Inovação
Networking
Design thinking
Trello
Ferramenta colaborativa
Visualização e sistematização
de informações
48
Mudança de olhar
(novas percepções)
Importância de diferentes saberes
em todo o processo
O olhar coletivo/ cuidado com o
outro/ empatia
Respeitar mais o tempo individual
Visita ao Cpx. da Penha e interagir
com as pessoas que trabalham lá
Pensar fora da caixa
Trabalhar com o que se tem
acesso
Como as relações podem
transformar a percepção de
mundo de quem participa de
projetos de impacto
socioambiental
49
Abordagens projetuais participativas
para além de usuários/consumidores
Gerenciamento de projeto
Interação com pessoas
de outras realidades
Ampliação dos diálogos
Importância da vivência
Contribuições para
experiência profissional?
Conhecimento em uma área de
projeto pouco comum: agricultura
Apresentar diferentes soluções
para um mesmo problema
Projeto de um equipamento que
atenderá a diferentes necessidades,
de baixo custo e simples confecção.
50
Sugestões
(Desdobramentos)
Ampliar interação entre
Complexo da Penha X Esdi X INT
Participação de mais alunos e moradores
Envolver os multiplicadores
nessa construção
Visitar os locais de implementação
dos projetos
Prototipar e testar as idéias,
produtos e serviços
Manter a integração entre participantes
da oficina e os usuários dos produtos
Utilizar materiais "descartados”
e biodegradáveis
Envolver mídias locais
a partir da juventude
Maior divulgação
Comida agroecológicas/
Confraternização/ Bolo e café
Próximos passos
Sementes urbanas - fase 2
● Desenvolvimento do serviço no território
● Desenvolvimento/ prototipação no território
● Testes
● Implantação
● Novas parcerias
51
52
Obrigado.
esdi.uerj.br
espacosverdesesdi@gmail.com
facebook.com/espacosverdesesdi/
int.gov.br
Divisão de Desenho Industrial
julio.silva@int.gov.br
facebook.com/cemmulticultural/
cem.contatos@gmail.com
aspta.org.br
urbana@aspta.org.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação wsu int x esdi x cem

Projeto tecnologico2013 neyder
Projeto tecnologico2013 neyderProjeto tecnologico2013 neyder
Projeto tecnologico2013 neyder
neydersuelly
 
Palestra-oficina USP São Carlos
Palestra-oficina USP São CarlosPalestra-oficina USP São Carlos
Palestra-oficina USP São Carlos
Instituto Educadigital
 
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
Regiane Nigro
 
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projetoÁgueda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
Agrupamento de Escolas da Batalha
 
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
Rodrigo Cursino
 
Projeto lixo
Projeto   lixoProjeto   lixo
Projeto lixo
tefarroupilha
 
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamentoParticipação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
PlanningwithCommunities
 
DESIGN_THINKING_MOGI.pptx
DESIGN_THINKING_MOGI.pptxDESIGN_THINKING_MOGI.pptx
DESIGN_THINKING_MOGI.pptx
DecioFerreiraForni
 
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MECInovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Gestão Pública: Pensando Diferente
 
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
EloGroup
 
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MECInovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
EloGroup
 
EcoTeatro do Mirante
EcoTeatro do MiranteEcoTeatro do Mirante
EcoTeatro do Mirante
Alessandro Sbampato
 
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
Livro didático
Livro didáticoLivro didático
Livro didático
Cristiane Trindade
 
Projeto recriar na escola pdf
Projeto recriar na escola   pdfProjeto recriar na escola   pdf
Projeto recriar na escola pdf
Míriam Morata Novaes
 
Design Durable
Design DurableDesign Durable
Design Durable
Denise Eler
 
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE, un nouveau paradigme pour les métiers de l...
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE,  un nouveau paradigme pour les métiers de l...DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE,  un nouveau paradigme pour les métiers de l...
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE, un nouveau paradigme pour les métiers de l...
Denise Eler
 
Pio xii sustentável
Pio xii sustentávelPio xii sustentável
Pio xii sustentável
Karl Marx
 
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdfTCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
RahaminArruda
 
Oficina MetaSorocaba 2008
Oficina MetaSorocaba 2008 Oficina MetaSorocaba 2008
Oficina MetaSorocaba 2008
Hudson Augusto
 

Semelhante a Apresentação wsu int x esdi x cem (20)

Projeto tecnologico2013 neyder
Projeto tecnologico2013 neyderProjeto tecnologico2013 neyder
Projeto tecnologico2013 neyder
 
Palestra-oficina USP São Carlos
Palestra-oficina USP São CarlosPalestra-oficina USP São Carlos
Palestra-oficina USP São Carlos
 
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
1º Encontro de Pontos de Cultura Socioambiental
 
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projetoÁgueda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
Águeda: O eTwinning e a Metodologia de projeto
 
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
Como Comunidades de Práticas podem ajudar a apoiar uma cultura de colaboração...
 
Projeto lixo
Projeto   lixoProjeto   lixo
Projeto lixo
 
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamentoParticipação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
Participação das comunidades no planeamento sessão de lançamento
 
DESIGN_THINKING_MOGI.pptx
DESIGN_THINKING_MOGI.pptxDESIGN_THINKING_MOGI.pptx
DESIGN_THINKING_MOGI.pptx
 
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MECInovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
 
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
Ministério da Educação - Inovação aberta na administração pública: o desafio ...
 
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MECInovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
Inovação aberta na administração pública - O desafio da sustentabilidade no MEC
 
EcoTeatro do Mirante
EcoTeatro do MiranteEcoTeatro do Mirante
EcoTeatro do Mirante
 
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
 
Livro didático
Livro didáticoLivro didático
Livro didático
 
Projeto recriar na escola pdf
Projeto recriar na escola   pdfProjeto recriar na escola   pdf
Projeto recriar na escola pdf
 
Design Durable
Design DurableDesign Durable
Design Durable
 
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE, un nouveau paradigme pour les métiers de l...
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE,  un nouveau paradigme pour les métiers de l...DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE,  un nouveau paradigme pour les métiers de l...
DESIGN THINKING - DESIGN DURABLE, un nouveau paradigme pour les métiers de l...
 
Pio xii sustentável
Pio xii sustentávelPio xii sustentável
Pio xii sustentável
 
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdfTCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
TCC PRÁTICO DESIGN CCT 2016.pdf
 
Oficina MetaSorocaba 2008
Oficina MetaSorocaba 2008 Oficina MetaSorocaba 2008
Oficina MetaSorocaba 2008
 

Apresentação wsu int x esdi x cem