SlideShare uma empresa Scribd logo
Anorexia nervosa         A anorexia  nervosaé uma disfunção alimentar , caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar  e stress. A anorexia nervosa é uma doença complexa, envolvendo componentes psicológicos , fisiológicos e sociais . Uma pessoa com anorexia nervosa é chamada de anoréxica. Uma pessoa anoréxica pode ser também bulimia . A anorexia nervosa afecta primariamente adolescentes do sexo feminino  e jovens mulheres do Hemisfério Ocidental , mas também afecta  alguns rapazes. No caso dos jovens adolescentes de ambos os sexos, poderá estar ligada a problemas de auto-imagem, dificuldade em ser aceito pelo grupo , ou em lidar com a sexualidade genital emergente, especialmente se houver um quadro neurótico  (particularmente do tipo obsessivo-compulsivo ) ou história de abuso sexual  ou de bullying .  Este tipo de problemas pode levar a morte ( por suicídio ou por fraqueza), tendo a taxa de mortalidade neste tipo de situações ser de 10 %.
Tratamento a fazer : Deve-se ter duas vertentes, a não-farmacológica e a farmacológica. Entretanto deve-se ter em mente a importância de uma relação médico-paciente satisfatória , uma vez que a negação pelo paciente é muitas vezes presente. Dependendo do estado geral da paciente pode-se pensar em internação para restabelecimento da saúde. Correcção de possíveis alterações metabólicas e um plano alimentar bem definido são fundamentais. Além disso, o tratamento também deve abordar o quadro psicológico, podendo ser principalmente a terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia individual. Em relação a abordagem farmacológico tem-se utilizado principalmente os antidepressivos , mas que é uma área que carece de muitos resultados satisfatórios tendo em vista a multicausalidade da doença. Dessa forma, é importante uma abordagem multi-disciplinar, apoio da família e aderência do paciente. Podem dar-se recaídas com o passar do tempo, daí a importância de se ter um acompanhamento profissional delonga data.
Causas da anorexia nervosa A anorexia nervosa afecta muito mais pessoas jovens (entre 15 a 25 anos), e do sexo feminino. Até agora, os seguintes fatos têm emergido na busca das causas desse transtorno: Causas genéticas/ambientais: Estudos sobre desenvolvimento de transtornos alimentares envolvendo irmãs gémeas têm sugerido um fundo genético para o desenvolvimento da anorexia.  Pais e mães de pacientes diagnosticadas com essa desordem possuem, relativamente a grupos de comparação da população não sele-te , níveis mais elevados de perfeccionismo e preocupação com a forma física.  Características sociopsíquica  de anoréxicas: Independentemente do subtipo de anorexia desenvolvida, restritiva ou purgativa, anoréxicas possuem, relativamente a pessoas saudáveis de sua idade e sexo, uma incidência maior de transtornos da ansiedade (especialmente o transtorno obsessivo-conmpulsivo) e do humor.  Outros traços obsessivos-compulsivos, além do perfeccionismo, são notados na infância de anoréxicas, principalmente inflexibilidade, forte adesão a regras estabelecidas, observação dos padrões mantidos por autoridades, etc.
Sintomas : Peso corporal em 85% ou menos do nível normal.  Prática excessiva de actividades físicas, mesmo tendo um peso abaixo do normal. Comummente , anoréxicos vêem peso onde não existe, ou seja, o anoréctico pensa que tem um peso acima do normal.  Em pessoas do sexo feminino, ausência de ao menos três ou mais menstruações . A anorexia nervosa pode causar sérios danos ao sistema reprodutor feminino.  Crescimento retardado ou até paragem do mesmo, com a resultante má formação do esqueleto  ( pernas  e braços curtos em relação ao tronco).  Depressão profunda.  Tendências suicidas .  Bulimia , que pode desenvolver-se posteriormente em pessoas anoréxicas.  Obstipação  grave.  Anorexia é um mal que acontece quando os jovens tentam emagrecer através de dieta ou outras maneiras e a tentativa é frustrante ai param de comer ou reduzem ao máximo nos hábitos alimentares e surge essa doença avassaladora.
Distúrbio de ingestão compulsiva  A ingestão compulsiva no distúrbio de ingestão compulsiva é definido como a ingestão de uma grande quantidade de comida sendo superior à que a maioria das pessoas comem num período de tempo semelhante e sob as mesmas circunstâncias. O distúrbio de ingestão compulsiva é um síndrome persistente e frequente de ingestão compulsiva, que não é acompanhado por comportamentos compensatórios regulares necessário para o diagnóstico de bulimia nervosa. Os episódios de voracidade estão associados a certas condições, nomeadamente comer muito mais rápido do que o normal; comer só porque tem vergonha do quanto come; comer até se sentir desagradavelmente cheio; comer muito apesar de não ter fome; sentir-se triste, ou culpabilizado depois de comer. Depois da ingestão compulsiva o/a jovem apresenta mal estar em relação aos episódios e estes aparecem , em média, pelo menos, duas vezes por semana.
O percurso da anorexia :
Anorexia Nervosa:
  ANTES…DEPOIS…
Ingestão Compulsiva : A compulsão alimentar é um transtorno alimentar comum, em que um indivíduo consome regularmente uma grande quantidade de comida de uma vez só, ou «depenica» constantemente, mesmo quando não tem fome ou se sente fisicamente desconfortável por comer tanto. Ao contrário dos bulímicos, quem come compulsivamente não purga depois de comer em excesso, nem pratica com frequência exercício em excesso na tentativa de queimar calorias. A compulsão alimentar pode ocorrer em pessoas de qualquer sexo, raça, idade ou estrato socioeconómico e, como quem sofre do transtorno de compulsão alimentar aumenta com frequência de peso ou se torna clinicamente obeso, torna-se passível de contrair uma grande variedade de doenças. Infelizmente, não há uma cura reconhecida para o transtorno de ingestão compulsiva, mas existe uma variedade de opções de tratamento que podem ser exploradas quando o transtorno é diagnosticado.
  Como se Desenvolve? É natural que os adolescentes sintam fome, pois nesse período o apetite aumenta dado que o organismo reclama nutrientes para suportar o crescimento. Há, no entanto, adolescentes cujo apetite é tão voraz que são incapazes de resistir à comida. Comem, comem, comem ... sem parar. Qualquer motivo serve para devorarem mais um pacote de bolachas, batatas fritas... e quando se esgotam renovam-se até estarem empanturrados com uma sensação de total desconforto.Comem porque estão zangados, aborrecidos, magoados, stressados...Quem sofre de crises de voracidade alimentar alivia a tensão e conquista algum conforto através da comida, mas depressa emergem sentimentos de culpa e vergonha porque perderam o controlo. Surge também uma insatisfação com os quilos que se ganham, consequência óbvia da quantidade exagerada de alimentos ingeridos. A obesidade é uma característica comum a quem sofre desta desordem, o que leva ao desenvolvimento de problemas de saúde como hipertensão, dores articulares, dificuldades respiratórias...Nestas situações voltam-se para o comportamento oposto – a dieta, que muitas vezes faz regressar os comportamentos compulsivos.Esta situação pouco saudável com os alimentos leva à acumulação de perturbações emocionais, com baixa auto-estima e depressões. Os jovens sentem-se sem valor e sem esperança, o que agrava ainda mais a compulsão.A ingestão compulsiva é semelhante à bulimia, com a diferença de que não há comportamentos compensatórios de purga. E, ao contrário dos restantes distúrbios alimentares não há grande diferença entre o número de rapazes e raparigas afectadas.Este e todos os outros distúrbios alimentares podem ser superados, o primeiro passo é reconhecer o problema e procurar ajuda. Depois há que procurar adquirir hábitos alimentares saudáveis, para que os alimentos sejam uma fonte de prazer e não uma ameaça para a saúde física e mental.
Sintomas :     Recusa-se a manter o peso corporal a nível igual ou acima do mínimo normal adequado à idade e à altura (por ex., perda de peso levando à manutenção do peso corporal abaixo de 85% do esperado; ou fracasso em ter o ganho de peso esperado durante o período de crescimento, levando a um peso corporal menor que 85% do esperado).Grande preocupação em ganhar peso ou se tornar gordo mesmo com o peso abaixo do normal. Perturbação no modo de encarar o peso ou a forma do seu corpo, influência indevida do peso ou da forma do corpo sobre a auto-avaliação, ou negação do baixo peso corporal actual. Nas mulheres pós –  menarca  , ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos. (Considera-se que uma mulher tem amenorréia se seus períodos ocorrem apenas após  a administração de hormônio por  ex:  estrogénio ). * Hormônio – È uma substância química específica fabricada pelo sistema endócrino ou pelos  neurónios altamente especializados. Esta substância é segregada em quantidades muito pequenas na corrente sanguínea ou em outros fluidos corporais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigidoSlide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigido
Walquiria Dutra
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
Caio Maximino
 
Anorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamentoAnorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamento
00199600
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
- Daniela Sousa
 
Anorexia e bulimia
Anorexia e bulimiaAnorexia e bulimia
Anorexia e bulimia
ap3bmachado
 
A Bulimia
A BulimiaA Bulimia
A Bulimia
marleneves
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicos
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicosTranstornos Alimentares: aspectos psicológicos
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicos
lais araujo
 
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidade
BibliotecaRoque
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
Cintia da Cruz Silva
 
Transtorno Alimentar
Transtorno AlimentarTranstorno Alimentar
Transtorno Alimentar
tarisson clisman santos
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia Anorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
Diana Resendes
 
Obesidade Completo
Obesidade CompletoObesidade Completo
Obesidade Completo
profanabela
 
Slides obesidade
Slides obesidadeSlides obesidade
Slides obesidade
Ana Lucia Costa
 
Transtornos alimentares 2014
Transtornos alimentares 2014Transtornos alimentares 2014
Transtornos alimentares 2014
Marcelo da Rocha Carvalho
 
DistúRbios Alimentares
DistúRbios AlimentaresDistúRbios Alimentares
DistúRbios Alimentares
profanabela
 
Distúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares NovoDistúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares Novo
Catarina'a Silva
 
Distúrbios alimentares
Distúrbios alimentaresDistúrbios alimentares
Distúrbios alimentares
Bruna Telles
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
Clenilson Rodrigues
 
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da CriançaDistúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Enfº Ícaro Araújo
 

Mais procurados (20)

Slide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigidoSlide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigido
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Anorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamentoAnorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamento
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Anorexia e bulimia
Anorexia e bulimiaAnorexia e bulimia
Anorexia e bulimia
 
A Bulimia
A BulimiaA Bulimia
A Bulimia
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Bulimia
 
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicos
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicosTranstornos Alimentares: aspectos psicológicos
Transtornos Alimentares: aspectos psicológicos
 
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidade
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Transtorno Alimentar
Transtorno AlimentarTranstorno Alimentar
Transtorno Alimentar
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia Anorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
 
Obesidade Completo
Obesidade CompletoObesidade Completo
Obesidade Completo
 
Slides obesidade
Slides obesidadeSlides obesidade
Slides obesidade
 
Transtornos alimentares 2014
Transtornos alimentares 2014Transtornos alimentares 2014
Transtornos alimentares 2014
 
DistúRbios Alimentares
DistúRbios AlimentaresDistúRbios Alimentares
DistúRbios Alimentares
 
Distúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares NovoDistúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares Novo
 
Distúrbios alimentares
Distúrbios alimentaresDistúrbios alimentares
Distúrbios alimentares
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da CriançaDistúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
 

Destaque

Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
Fran Louren
 
Anorexia Nervosa Slideshow
Anorexia Nervosa SlideshowAnorexia Nervosa Slideshow
Anorexia Nervosa Slideshow
guestf8c76a
 
Powerpoint anorexia
Powerpoint anorexiaPowerpoint anorexia
Powerpoint anorexia
dying2beautiful
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
crishmuler
 
Anorexia ppt
Anorexia pptAnorexia ppt
Anorexia ppt
Emanuel Rainho
 
Anorexia & Bulimia presentation
Anorexia & Bulimia presentationAnorexia & Bulimia presentation
Anorexia & Bulimia presentation
Narattapat Watcharapariyapat
 
Anorexia nervosa
Anorexia nervosaAnorexia nervosa
Anorexia nervosa
ByronPoliano
 
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power PoimtA Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
nerysaudavel
 
Anorexia nervosa
Anorexia nervosaAnorexia nervosa
Anorexia nervosa
Deepak Vekaria
 
Trabalho da bulimia e anorexia
Trabalho da bulimia e anorexiaTrabalho da bulimia e anorexia
Trabalho da bulimia e anorexia
oitavodoidos
 
Bulimia Nervosa
Bulimia NervosaBulimia Nervosa
Bulimia Nervosa
soulsquad11
 
Eating disorders
Eating disordersEating disorders
Eating disorders
Cristina Santos
 
Anorexia - Slideshare
Anorexia - SlideshareAnorexia - Slideshare
Anorexia - Slideshare
Paulina Benitez
 
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMSA Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
Van Der Häägen Brazil
 
The power of the image*
The power of the image*The power of the image*
The power of the image*
MAriana121013
 
A Anorexia
A AnorexiaA Anorexia
Anorexia Nervosa
Anorexia NervosaAnorexia Nervosa
Anorexia Nervosa
Grier Jamison
 
Anorexia Nervosa
Anorexia NervosaAnorexia Nervosa
Anorexia Nervosa
softballchic91
 
Reprodução assistida
Reprodução assistida Reprodução assistida
anorexia poster (1) (1)
anorexia poster (1) (1)anorexia poster (1) (1)
anorexia poster (1) (1)
Nicole McGregor
 

Destaque (20)

Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
 
Anorexia Nervosa Slideshow
Anorexia Nervosa SlideshowAnorexia Nervosa Slideshow
Anorexia Nervosa Slideshow
 
Powerpoint anorexia
Powerpoint anorexiaPowerpoint anorexia
Powerpoint anorexia
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
 
Anorexia ppt
Anorexia pptAnorexia ppt
Anorexia ppt
 
Anorexia & Bulimia presentation
Anorexia & Bulimia presentationAnorexia & Bulimia presentation
Anorexia & Bulimia presentation
 
Anorexia nervosa
Anorexia nervosaAnorexia nervosa
Anorexia nervosa
 
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power PoimtA Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
 
Anorexia nervosa
Anorexia nervosaAnorexia nervosa
Anorexia nervosa
 
Trabalho da bulimia e anorexia
Trabalho da bulimia e anorexiaTrabalho da bulimia e anorexia
Trabalho da bulimia e anorexia
 
Bulimia Nervosa
Bulimia NervosaBulimia Nervosa
Bulimia Nervosa
 
Eating disorders
Eating disordersEating disorders
Eating disorders
 
Anorexia - Slideshare
Anorexia - SlideshareAnorexia - Slideshare
Anorexia - Slideshare
 
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMSA Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS
 
The power of the image*
The power of the image*The power of the image*
The power of the image*
 
A Anorexia
A AnorexiaA Anorexia
A Anorexia
 
Anorexia Nervosa
Anorexia NervosaAnorexia Nervosa
Anorexia Nervosa
 
Anorexia Nervosa
Anorexia NervosaAnorexia Nervosa
Anorexia Nervosa
 
Reprodução assistida
Reprodução assistida Reprodução assistida
Reprodução assistida
 
anorexia poster (1) (1)
anorexia poster (1) (1)anorexia poster (1) (1)
anorexia poster (1) (1)
 

Semelhante a Anorexia Nervosa

Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
miguel_sampaio
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
vera cavinato
 
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexiaTrabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
Hellen Cristina
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
Vitor Souza
 
Disturbios alimentares!
Disturbios alimentares!Disturbios alimentares!
Disturbios alimentares!
helensantos0
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Modelo relatório
Modelo relatórioModelo relatório
Modelo relatório
Dário Barbosa
 
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
Francini Domingues
 
Distúrbios alimentares - Anorexia
Distúrbios alimentares - AnorexiaDistúrbios alimentares - Anorexia
Distúrbios alimentares - Anorexia
Júpiter Morais
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
jessicassuncao
 
Distúrbio alimentar
Distúrbio alimentarDistúrbio alimentar
Distúrbio alimentar
Walquiria Dutra
 
Desvios Alimentares
Desvios Alimentares Desvios Alimentares
Desvios Alimentares
debieone
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
Juliana Costa
 
Violência Escolar
Violência EscolarViolência Escolar
Violência Escolar
denise93
 
Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares
Juliana Costa
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
Cláudia Sofia
 
Transtornos alimentares/bulimia
Transtornos alimentares/bulimiaTranstornos alimentares/bulimia
Transtornos alimentares/bulimia
Lindy Gomes
 
Disfunções alimentares
Disfunções alimentaresDisfunções alimentares
Disfunções alimentares
Abmael Rocha Junior
 
Nelcy 2
Nelcy 2Nelcy 2
Nelcy 2
cunhaluis
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
Brendha Soares
 

Semelhante a Anorexia Nervosa (20)

Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexiaTrabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
 
Disturbios alimentares!
Disturbios alimentares!Disturbios alimentares!
Disturbios alimentares!
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
 
Modelo relatório
Modelo relatórioModelo relatório
Modelo relatório
 
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
 
Distúrbios alimentares - Anorexia
Distúrbios alimentares - AnorexiaDistúrbios alimentares - Anorexia
Distúrbios alimentares - Anorexia
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
 
Distúrbio alimentar
Distúrbio alimentarDistúrbio alimentar
Distúrbio alimentar
 
Desvios Alimentares
Desvios Alimentares Desvios Alimentares
Desvios Alimentares
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Violência Escolar
Violência EscolarViolência Escolar
Violência Escolar
 
Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
 
Transtornos alimentares/bulimia
Transtornos alimentares/bulimiaTranstornos alimentares/bulimia
Transtornos alimentares/bulimia
 
Disfunções alimentares
Disfunções alimentaresDisfunções alimentares
Disfunções alimentares
 
Nelcy 2
Nelcy 2Nelcy 2
Nelcy 2
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
 

Mais de profanabela

Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
profanabela
 
Imc7 Ano
Imc7 AnoImc7 Ano
Imc7 Ano
profanabela
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Bulimia
profanabela
 
AlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO SaudavelAlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO Saudavel
profanabela
 
Sexualidade 09
Sexualidade 09Sexualidade 09
Sexualidade 09
profanabela
 
IST6
IST6IST6
IST2
IST2IST2
IST5
IST5IST5
IST3
IST3IST3
IST4
IST4IST4
IST1
IST1IST1

Mais de profanabela (11)

Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
 
Imc7 Ano
Imc7 AnoImc7 Ano
Imc7 Ano
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Bulimia
 
AlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO SaudavelAlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO Saudavel
 
Sexualidade 09
Sexualidade 09Sexualidade 09
Sexualidade 09
 
IST6
IST6IST6
IST6
 
IST2
IST2IST2
IST2
 
IST5
IST5IST5
IST5
 
IST3
IST3IST3
IST3
 
IST4
IST4IST4
IST4
 
IST1
IST1IST1
IST1
 

Anorexia Nervosa

  • 1. Anorexia nervosa A anorexia nervosaé uma disfunção alimentar , caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar e stress. A anorexia nervosa é uma doença complexa, envolvendo componentes psicológicos , fisiológicos e sociais . Uma pessoa com anorexia nervosa é chamada de anoréxica. Uma pessoa anoréxica pode ser também bulimia . A anorexia nervosa afecta primariamente adolescentes do sexo feminino e jovens mulheres do Hemisfério Ocidental , mas também afecta alguns rapazes. No caso dos jovens adolescentes de ambos os sexos, poderá estar ligada a problemas de auto-imagem, dificuldade em ser aceito pelo grupo , ou em lidar com a sexualidade genital emergente, especialmente se houver um quadro neurótico (particularmente do tipo obsessivo-compulsivo ) ou história de abuso sexual ou de bullying . Este tipo de problemas pode levar a morte ( por suicídio ou por fraqueza), tendo a taxa de mortalidade neste tipo de situações ser de 10 %.
  • 2. Tratamento a fazer : Deve-se ter duas vertentes, a não-farmacológica e a farmacológica. Entretanto deve-se ter em mente a importância de uma relação médico-paciente satisfatória , uma vez que a negação pelo paciente é muitas vezes presente. Dependendo do estado geral da paciente pode-se pensar em internação para restabelecimento da saúde. Correcção de possíveis alterações metabólicas e um plano alimentar bem definido são fundamentais. Além disso, o tratamento também deve abordar o quadro psicológico, podendo ser principalmente a terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia individual. Em relação a abordagem farmacológico tem-se utilizado principalmente os antidepressivos , mas que é uma área que carece de muitos resultados satisfatórios tendo em vista a multicausalidade da doença. Dessa forma, é importante uma abordagem multi-disciplinar, apoio da família e aderência do paciente. Podem dar-se recaídas com o passar do tempo, daí a importância de se ter um acompanhamento profissional delonga data.
  • 3. Causas da anorexia nervosa A anorexia nervosa afecta muito mais pessoas jovens (entre 15 a 25 anos), e do sexo feminino. Até agora, os seguintes fatos têm emergido na busca das causas desse transtorno: Causas genéticas/ambientais: Estudos sobre desenvolvimento de transtornos alimentares envolvendo irmãs gémeas têm sugerido um fundo genético para o desenvolvimento da anorexia. Pais e mães de pacientes diagnosticadas com essa desordem possuem, relativamente a grupos de comparação da população não sele-te , níveis mais elevados de perfeccionismo e preocupação com a forma física. Características sociopsíquica de anoréxicas: Independentemente do subtipo de anorexia desenvolvida, restritiva ou purgativa, anoréxicas possuem, relativamente a pessoas saudáveis de sua idade e sexo, uma incidência maior de transtornos da ansiedade (especialmente o transtorno obsessivo-conmpulsivo) e do humor. Outros traços obsessivos-compulsivos, além do perfeccionismo, são notados na infância de anoréxicas, principalmente inflexibilidade, forte adesão a regras estabelecidas, observação dos padrões mantidos por autoridades, etc.
  • 4. Sintomas : Peso corporal em 85% ou menos do nível normal. Prática excessiva de actividades físicas, mesmo tendo um peso abaixo do normal. Comummente , anoréxicos vêem peso onde não existe, ou seja, o anoréctico pensa que tem um peso acima do normal. Em pessoas do sexo feminino, ausência de ao menos três ou mais menstruações . A anorexia nervosa pode causar sérios danos ao sistema reprodutor feminino. Crescimento retardado ou até paragem do mesmo, com a resultante má formação do esqueleto ( pernas e braços curtos em relação ao tronco). Depressão profunda. Tendências suicidas . Bulimia , que pode desenvolver-se posteriormente em pessoas anoréxicas. Obstipação grave. Anorexia é um mal que acontece quando os jovens tentam emagrecer através de dieta ou outras maneiras e a tentativa é frustrante ai param de comer ou reduzem ao máximo nos hábitos alimentares e surge essa doença avassaladora.
  • 5. Distúrbio de ingestão compulsiva A ingestão compulsiva no distúrbio de ingestão compulsiva é definido como a ingestão de uma grande quantidade de comida sendo superior à que a maioria das pessoas comem num período de tempo semelhante e sob as mesmas circunstâncias. O distúrbio de ingestão compulsiva é um síndrome persistente e frequente de ingestão compulsiva, que não é acompanhado por comportamentos compensatórios regulares necessário para o diagnóstico de bulimia nervosa. Os episódios de voracidade estão associados a certas condições, nomeadamente comer muito mais rápido do que o normal; comer só porque tem vergonha do quanto come; comer até se sentir desagradavelmente cheio; comer muito apesar de não ter fome; sentir-se triste, ou culpabilizado depois de comer. Depois da ingestão compulsiva o/a jovem apresenta mal estar em relação aos episódios e estes aparecem , em média, pelo menos, duas vezes por semana.
  • 6. O percurso da anorexia :
  • 9. Ingestão Compulsiva : A compulsão alimentar é um transtorno alimentar comum, em que um indivíduo consome regularmente uma grande quantidade de comida de uma vez só, ou «depenica» constantemente, mesmo quando não tem fome ou se sente fisicamente desconfortável por comer tanto. Ao contrário dos bulímicos, quem come compulsivamente não purga depois de comer em excesso, nem pratica com frequência exercício em excesso na tentativa de queimar calorias. A compulsão alimentar pode ocorrer em pessoas de qualquer sexo, raça, idade ou estrato socioeconómico e, como quem sofre do transtorno de compulsão alimentar aumenta com frequência de peso ou se torna clinicamente obeso, torna-se passível de contrair uma grande variedade de doenças. Infelizmente, não há uma cura reconhecida para o transtorno de ingestão compulsiva, mas existe uma variedade de opções de tratamento que podem ser exploradas quando o transtorno é diagnosticado.
  • 10. Como se Desenvolve? É natural que os adolescentes sintam fome, pois nesse período o apetite aumenta dado que o organismo reclama nutrientes para suportar o crescimento. Há, no entanto, adolescentes cujo apetite é tão voraz que são incapazes de resistir à comida. Comem, comem, comem ... sem parar. Qualquer motivo serve para devorarem mais um pacote de bolachas, batatas fritas... e quando se esgotam renovam-se até estarem empanturrados com uma sensação de total desconforto.Comem porque estão zangados, aborrecidos, magoados, stressados...Quem sofre de crises de voracidade alimentar alivia a tensão e conquista algum conforto através da comida, mas depressa emergem sentimentos de culpa e vergonha porque perderam o controlo. Surge também uma insatisfação com os quilos que se ganham, consequência óbvia da quantidade exagerada de alimentos ingeridos. A obesidade é uma característica comum a quem sofre desta desordem, o que leva ao desenvolvimento de problemas de saúde como hipertensão, dores articulares, dificuldades respiratórias...Nestas situações voltam-se para o comportamento oposto – a dieta, que muitas vezes faz regressar os comportamentos compulsivos.Esta situação pouco saudável com os alimentos leva à acumulação de perturbações emocionais, com baixa auto-estima e depressões. Os jovens sentem-se sem valor e sem esperança, o que agrava ainda mais a compulsão.A ingestão compulsiva é semelhante à bulimia, com a diferença de que não há comportamentos compensatórios de purga. E, ao contrário dos restantes distúrbios alimentares não há grande diferença entre o número de rapazes e raparigas afectadas.Este e todos os outros distúrbios alimentares podem ser superados, o primeiro passo é reconhecer o problema e procurar ajuda. Depois há que procurar adquirir hábitos alimentares saudáveis, para que os alimentos sejam uma fonte de prazer e não uma ameaça para a saúde física e mental.
  • 11. Sintomas : Recusa-se a manter o peso corporal a nível igual ou acima do mínimo normal adequado à idade e à altura (por ex., perda de peso levando à manutenção do peso corporal abaixo de 85% do esperado; ou fracasso em ter o ganho de peso esperado durante o período de crescimento, levando a um peso corporal menor que 85% do esperado).Grande preocupação em ganhar peso ou se tornar gordo mesmo com o peso abaixo do normal. Perturbação no modo de encarar o peso ou a forma do seu corpo, influência indevida do peso ou da forma do corpo sobre a auto-avaliação, ou negação do baixo peso corporal actual. Nas mulheres pós – menarca , ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos. (Considera-se que uma mulher tem amenorréia se seus períodos ocorrem apenas após a administração de hormônio por ex: estrogénio ). * Hormônio – È uma substância química específica fabricada pelo sistema endócrino ou pelos neurónios altamente especializados. Esta substância é segregada em quantidades muito pequenas na corrente sanguínea ou em outros fluidos corporais.