SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
A VERDADEIRA ORIGEM DO NATAL
 
Quem nunca fez um pedido ao Papai Noel?  Ou quem  nunca  ficou  a  espera  de  receber  um presente de Natal? Afinal de contas...Quem é esta figura simpática?  Você  sabe  o  que  está  por  traz desse  “BOM” velhinho  de  roupas  vermelhas e face rosada?
 
“ São  Nicolau,  bispo  de  Mira,  um santo venerado pelos gregos e latinos no  dia  6  de  dezembro...  A lenda de  sua  dádiva  oferecida as escondidas,  de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido...  Diz se ter originado o costume de dar presentes as escondi- das  no  dia  de  São  Nicolau  (6  de dezembro),  o  que  mais  tarde  foi transferido para o dia de Natal.  Daí a associação do Natal com São Nicolau (Papai Noel),  que  sorrateiramente  a  idéia  é  fazê-lo  substituir  Papai  do  Céu.”  A Enciclopédia Britânica, Vol. 19 pág. 648-649, 11º edição inglesa.
 
PAPAI NOEL NA VERDADE É UM SANTO CATÓLICO
NÃO SE ESQUEÇA, O QUE SATANÁS MAIS QUER É SER ADORADO. (MATEUS 4)
MAS COMO ELE NÃO CRIA NADA... ENTÃO ELE COPIA. VEJA  A  COMPARAÇÃO  ENTRE  JESUS  CRISTO E PAPAI NOEL:
Papai Noel mora no Pólo  Norte... Jesus, em todo o lugar, através do Seu Santo  Espírito.
Papai Noel vem somente uma vez ao ano. Jesus está  sempre presente através do Seu Santo Espírito.
Papai Noel enche nossas meias com presentes... Jesus supre todas as nossas  necessidades.
Papai Noel desce pela chaminé sem ser convidado... Jesus fica na  nossa porta, bate e entra em nosso coração.
Papai Noel nos deixa sentar no seu colo... Jesus nos deixa descansar em  Seus braços.
Os ajudantes de Papai Noel fazem brinquedos... Jesus faz vida nova, consola nosso coração aflito, repara lares destruídos e constrói esperanças.
Enquanto Papai Noel coloca presentes sob a árvore de  Natal... Jesus tornou-se nosso presente e morreu na  cruz por todos nós.
 
SIGNIFICADO DO NATAL A palavra “Natal” vem do latim NATALE – Que é relativo ao nascimento “dia de nascimento”, ou “ aniversário natalício”, especialmente com o dia em  que  se  comemorava  o nascimento do deus da  religião  “mitraica”,  dos  persas  antigos,  o NATALIS  SOLIS  INVICTUS  (nascimento  do  sol invencível).  Mas  com  o  sincretismo  religioso,  passou  a  ser  comemorado  o  nascimento  do Messias.
ORIGEM DA FESTA DO NATAL O  Imperador  Constantino,  aproximadamente  em  336  d.C., celebrou o primeiro natal pagão e isto debaixo de imposição, de opressão.  Muitos  resistiram  e  morreram  nesse  episódio histórico,  porque  não  se  submeteram  a tamanha  aberração, dizendo  que  não  aceitavam  o paganismo.  Cristãos europeus também resistiram e muitos, ao longo da história, morreram ao fio da espada, enforcados ou mesmo queimados e o argumento de Roma Papal era o de que eles não eram cristãos. No  ano  354  d.C.  o  papa  Libério e o Imperador de Roma nesta época,  Justiniano,  ordenaram  que  os  cristãos  celebrassem o nascimento  de  Jesus  no  dia  25 de dezembro.  Provavelmente ele  escolheu  esta  data  porque  em  Roma  já  se comemorava neste  dia,  o  dia  de  Saturno,  ou  seja,  a  festa  chamada Saturnália.  A religião mitraica, dos persas (inimiga dos cristãos) comemorava  neste  dia o NATALIS SOLIS INVICTUS, ou seja, “O nascimento  do  Sol  invencível”.  Adorar  o  sol  consiste  em mitraísmo (idolatria anti-bíblica).
O QUE AS ENCICLOPÉDIAS RELATAM SOBRE A ORIGEM DO NATAL? “ A festa do Natal foi instituída oficialmente pelo Papa romano Libério  no Ano 354.  Na verdade, a data de 25 de dezembro não se deve a um  estrito aniversário cronológico, mas sim à substituição, com motivos cristãos,  das  antigas  festas  pagãs  –  onde  os  pagãos  tributavam  homenagem às divindades do Oriente – expressam o sincretismo da festividade,  de  acordo  com  as  medidas  de  assimilação  religiosa adotadas por Constatino. A razão provável da adoção do dia 25 de dezembro é que os primeiros cristãos  desejaram  que  a  data  coincidisse  com  a  festa  pagã dos romanos  dedicada  “ao  nascimento  do  sol  inconquistado”,   que  comemorava o solstício do inverno.  No mundo romano, a Saturnália, comemorava em 17 de dezembro, era um período de alegria e troca de presentes.  O  dia  25  de  dezembro  era  tido  também  como  o  do  nascimento do misterioso deus iraniano Mitra, o Sol da Virtude.” Fonte: Enciclopédia Britânica do Brasil; artigo-Natal.
“ A  festa  do  Natal não estava incluída entre as primeiras festividades da  Igreja...  Os  primeiros  indícios  dela  são  provenientes  do  Egito...  os  costumes pagãos relacionados com o princípio do ano se concentravam na festa do Natal.” Fonte: Enciclopédia Católica, edição de 1911. “ A data real deste acontecimento [do nascimento de Jesus]...Não foi ainda satisfatoriamente  reconhecida.  O  dia  25  de  dezembro  aparece  pela primeira  vez  no  calendário  de Philocalus (354).  No ano 245, o teólogo Orígenes  repudiava  a  idéia de se festejar o nascimento de Cristo ‘como se fosse ele um faraó’.” Fonte: Enciclopédia Barsa, 1968, Vol. 9, pág. 437. “ O  Natal  de acordo com muitas autoridades da história eclesiástica, não se  celebrou nos primeiros séculos da Igreja.  O costume dos Nazarenos não era celebrar o nascimento do Messias, e sim a sua morte.” Fonte: Enciclopédia Americana, edição 1944.
O INÍCIO DO NATAL SE DEU COM “NINRODE,  NETO DE CÃO, FILHO DE NOÉ” Recebemos o natal da Igreja Católica Romana e esta por sua  vez o recebeu do paganismo... E  de  onde  os  pagãos  o  receberam?  Qual é a origem verdadeira? Tudo tem uma raiz, tem um princípio.  Seu início e origem estão na  antiga  Babilônia  de  Ninrode,  um  dos  maiores  rebeldes contra  o  Criador do Universo.  O nome Ninrode, em Hebraico, deriva  de  “Marad”  que  significa  “ele se rebelou, rebelde”. Ele  foi  o  verdadeiro  fundador  do  sistema babilônico que até hoje domina o mundo – Sistema de Competição Organizado –  de  impérios  e  governos  pelo  homem,  baseado  no sistema
Econômico  de  concorrência,  consumismo e lucro.  Ninrode liderou a construção da Torre de Babel, a Babilônia primitiva, a  antiga  Nínive  e  muitas  outras  cidades.  Ele organizou o  primeiro reino deste mundo. Ninrode  se  afastou de Deus e deu início à grande apostasia profana  e  bem organizada, que tem dominado o mundo até hoje.  Ninrode era tão perverso e perturbador, que se casou com a própria mãe, cujo nome era Semíramis. Depois  de  sua morte prematura, sua mãe-esposa, propagou a  doutrina  maligna  da  sobrevivência  de  Ninrode como um  ente  espiritual.  Ela  alegava  que um grande pinheiro havia  crescido  da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que  simbolizava  o  desabrochar  da  morte de Ninrode para  uma nova vida.
Todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento ela alegava Que  Ninrode  visitava  a  árvore  “sempre  viva”  e  deixava  Presentes  nela.  O  dia  de  aniversário  de Ninrode era 25 de dezembro, esta é a verdadeira origem da “Árvore de Natal” e da prática de se dar “PRESENTES”! Semíramis  converte-se  na “Rainha do Céu” dos Babilônicos e Ninrode, sob vários nomes, converteu-se no “divino filho do céu”. Ninrode passou a ser o falso messias, filho de Baal: o deus-sol, os  quais  transformaram-se  em objetos principais de adoração.  Esta  veneração  espalhou-se  pelo  mundo  afora; o presépio é uma continuação do mesmo em nossos dias, mudando de nome em  cada  país  e  segundo suas línguas.  No Egito chamava-se ísis  e  osíris,  na  Ásia  cibele  e deois, na Roma pagã fortuna e júpiter, até mesmo na Grécia, China, Japão e Tibet encontra-se o  equivalente  da  madonna  (minha dona ou minha senhora) e tudo  isto  muito  antes  do  nascimento  do Verdadeiro Messias (Ungido), o Senhor Jesus Cristo.
 
 
 
 
 
A Bíblia nunca manda celebrar o nascimento do Senhor Jesus  Cristo;  a  ordem instituída por Cristo, é que a congregação se  reúna  na  ceia  do  Senhor, para celebrar a Sua morte e Sua ressurreição (I Coríntios 11:23-34). Muitas  festas  que  hoje  em dia são comemoradas tais como:  dia  dos  Pais,  dia  das Mães, domingo de páscoa, sexta-feira  santa,  dia  das  crianças,  natal  e  ano  novo, etc., são festas fundamentadas  no  paganismo  e  no  cristianismo romano e  que  não  tem nada a ver com a verdade da Palavra do nosso Deus Eterno. Mesmo  querendo  fazer  a  vontade  do  Criador,  como  fiéis discípulos, somos surpreendidos por situação que nos chocam e  deixam  atônitos,  que  nos embaraçam na busca de corrigir nossas  vidas  errantes  para  com a realidade espiritual.  Não obstante,  nem  tudo  está  perdido.  Temos  um  Deus  que transforma  maldição  em  bênção.  Agora  não  somos  mais ignorantes quanto à festividade iniciada na Babilônia.
QUAL DEVE SER ENTÃO NOSSO PROCEDIMENTO PRÁTICO? 1-  Tirá-la  totalmente  do  nosso  coração.  Lançar  fora  toda  dependência  sentimental  da  data  do  Sol  Invictus  (25  de  dezembro); 2-  Instruirmos  nossos  filhos  e  irmãos  de  fé:  “conhecereis  a  verdade e a verdade vos libertará.”  João 8:32; 3-  Abolir  os  enfeites  natalinos,  pois  sabemos suas origens e significados; 4-  Não  nos  condicionar  financeiramente  a comidas típicas ou presentes; 5-  Resistir  ao  espírito  satânico  de gastos excessivos no Natal. Disse  Jesus:  “Mas  em  vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.”  (Mateus 15:09).  A observância do  Natal  é  preceito  de  homens  e  tem  origem  pagã e isto foi proibido por Deus, como já vimos.
“ E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”  Romanos 12:02.
Estudo formatado pelos Adventistas do 7º Dia Históricos de Florianópolis-SC Contato: arautosdaverdade@hotmail.com Visite: WWW.ADVENTISTAS-HISTORICOS.COM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaÉder Tomé
 
A origem oculta dos símolos na igreja adventista
A origem oculta dos símolos na igreja adventistaA origem oculta dos símolos na igreja adventista
A origem oculta dos símolos na igreja adventistaEduardo Sousa Gomes
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaADMILTON SOARES
 
As Festas Judaicas e suas Tradições
As Festas Judaicas e suas TradiçõesAs Festas Judaicas e suas Tradições
As Festas Judaicas e suas TradiçõesPLETZ.com -
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADELeonam dos Santos
 
9 o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...
9   o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...9   o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...
9 o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...Pib Penha
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Moisés Sampaio
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de MateusRODRIGO FERREIRA
 
Lição 20 Renúncia
Lição 20   RenúnciaLição 20   Renúncia
Lição 20 RenúnciaWander Sousa
 

Mais procurados (20)

Os Quatro Evangelhos
Os Quatro EvangelhosOs Quatro Evangelhos
Os Quatro Evangelhos
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Carta à Igreja de Tiatira no Apocalipse
Carta à Igreja de Tiatira no ApocalipseCarta à Igreja de Tiatira no Apocalipse
Carta à Igreja de Tiatira no Apocalipse
 
A origem oculta dos símolos na igreja adventista
A origem oculta dos símolos na igreja adventistaA origem oculta dos símolos na igreja adventista
A origem oculta dos símolos na igreja adventista
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
As Festas Judaicas e suas Tradições
As Festas Judaicas e suas TradiçõesAs Festas Judaicas e suas Tradições
As Festas Judaicas e suas Tradições
 
Fruto do Espírito
Fruto do EspíritoFruto do Espírito
Fruto do Espírito
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
 
250681181 o-verdadeiro-natal
250681181 o-verdadeiro-natal250681181 o-verdadeiro-natal
250681181 o-verdadeiro-natal
 
Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
9 o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...
9   o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...9   o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...
9 o reino do norte iii – jeroboão, zacarias, salum, menaém, pecaías, pecá e...
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Símbolos da Nova Era
Símbolos da Nova EraSímbolos da Nova Era
Símbolos da Nova Era
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateus
 
Lição 20 Renúncia
Lição 20   RenúnciaLição 20   Renúncia
Lição 20 Renúncia
 

Destaque

Natal, a história recontada
Natal, a história recontadaNatal, a história recontada
Natal, a história recontadaAna Melo
 
Jesus e o Natal
Jesus e o NatalJesus e o Natal
Jesus e o Nataligmateus
 
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergO carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergCarla Ferreira
 
Conto veado.florido
Conto veado.floridoConto veado.florido
Conto veado.floridoAna Violante
 
TradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalTradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalAna Cunha
 
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado CampinasNatal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinasgrandesfestas_sonhar_cps
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfIsa Crowe
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalesquecimento1
 
A dieta do pai natal história e imagens
A dieta do pai natal   história e imagensA dieta do pai natal   história e imagens
A dieta do pai natal história e imagensJani Miranda
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalMaria Sousa
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreMarisol Santos
 

Destaque (19)

Natal
NatalNatal
Natal
 
O natal em portugal
O natal em portugalO natal em portugal
O natal em portugal
 
Slide de natal
Slide de natalSlide de natal
Slide de natal
 
Natal, a história recontada
Natal, a história recontadaNatal, a história recontada
Natal, a história recontada
 
Jesus e o Natal
Jesus e o NatalJesus e o Natal
Jesus e o Natal
 
Poesias de Natal
Poesias de NatalPoesias de Natal
Poesias de Natal
 
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergO carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
 
Conto veado.florido
Conto veado.floridoConto veado.florido
Conto veado.florido
 
Livro natal bimby_lo
Livro natal bimby_loLivro natal bimby_lo
Livro natal bimby_lo
 
TradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalTradiçõEs De Natal
TradiçõEs De Natal
 
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado CampinasNatal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
 
Natal, história
Natal, históriaNatal, história
Natal, história
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdf
 
Uma Prenda de Natal
Uma Prenda de NatalUma Prenda de Natal
Uma Prenda de Natal
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natal
 
Natal nas asas do arco-íris
Natal nas asas do arco-írisNatal nas asas do arco-íris
Natal nas asas do arco-íris
 
A dieta do pai natal história e imagens
A dieta do pai natal   história e imagensA dieta do pai natal   história e imagens
A dieta do pai natal história e imagens
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
 

Semelhante a A verdadeira origem pagã do Natal

a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismo
a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismoa verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismo
a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismoMarcio de Medeiros
 
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdf
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdfaverdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdf
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdfPastorAndrRodrigues
 
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...Marcio de Medeiros
 
Natal uma festa bonita, mas perigosa
Natal  uma festa bonita, mas perigosaNatal  uma festa bonita, mas perigosa
Natal uma festa bonita, mas perigosaMarcio de Medeiros
 
10 motivos para não celebrar a festa Natalina
10 motivos para não celebrar a festa Natalina10 motivos para não celebrar a festa Natalina
10 motivos para não celebrar a festa NatalinaMarcio de Medeiros
 
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSIeda Pinheiro
 
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdf
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdfestudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdf
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdfTiago Silva
 
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptx
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptxestudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptx
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptxTiago Silva
 

Semelhante a A verdadeira origem pagã do Natal (20)

a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismo
a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismoa verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismo
a verdadeira historia de uma festa marcada pelo ocultismo
 
A verdade sobre o natal
A verdade sobre o natalA verdade sobre o natal
A verdade sobre o natal
 
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdf
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdfaverdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdf
averdadesobrenatal-100719060022-phpapp02.pdf
 
Será que o natal é bíblico
Será que o natal é bíblicoSerá que o natal é bíblico
Será que o natal é bíblico
 
Será que o natal é bíblico
Será que o natal é bíblicoSerá que o natal é bíblico
Será que o natal é bíblico
 
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...
O paganismo é algo sutil, vem bem disfarçado, aparentemente inocente mas tem ...
 
Natal uma festa bonita, mas perigosa
Natal  uma festa bonita, mas perigosaNatal  uma festa bonita, mas perigosa
Natal uma festa bonita, mas perigosa
 
10 motivos para não celebrar a festa Natalina
10 motivos para não celebrar a festa Natalina10 motivos para não celebrar a festa Natalina
10 motivos para não celebrar a festa Natalina
 
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
 
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdf
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdfestudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdf
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pdf
 
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptx
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptxestudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptx
estudosobrenatalpowerpoint1-160104101545.pptx
 
O natal veio do paganismo
O natal veio do paganismoO natal veio do paganismo
O natal veio do paganismo
 
a verdadde sobre o natal
a verdadde sobre o natala verdadde sobre o natal
a verdadde sobre o natal
 
A verdadeira face de origem da
A verdadeira face de origem daA verdadeira face de origem da
A verdadeira face de origem da
 
Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4
 
Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4
 
Os feriados
Os feriadosOs feriados
Os feriados
 
Paganismo
PaganismoPaganismo
Paganismo
 
O natal veio do paganismo
O natal veio do paganismoO natal veio do paganismo
O natal veio do paganismo
 
A.origem.do.natal
A.origem.do.natalA.origem.do.natal
A.origem.do.natal
 

Mais de ASD Remanescentes

➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.ASD Remanescentes
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholManuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholASD Remanescentes
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.ASD Remanescentes
 
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.ASD Remanescentes
 
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.ASD Remanescentes
 
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.ASD Remanescentes
 
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.ASD Remanescentes
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?ASD Remanescentes
 
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?ASD Remanescentes
 
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04ASD Remanescentes
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoASD Remanescentes
 
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.ASD Remanescentes
 
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03ASD Remanescentes
 
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 ASD Remanescentes
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 ASD Remanescentes
 
Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?ASD Remanescentes
 
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.ASD Remanescentes
 
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaPapa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaASD Remanescentes
 
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.ASD Remanescentes
 

Mais de ASD Remanescentes (20)

➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.➤Série de Estudos Vida Eterna.
➤Série de Estudos Vida Eterna.
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o EspanholManuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido para o Espanhol
 
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
Manuscrito Hebraico Shem tov traduzido Português.
 
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
Adulteração no Hino "Castelo Forte" do Hinário Adventista.
 
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
Analisando o termo OUTRO do grego ALLOS(ἄλλον) de João 14:16.
 
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
Livro de Ellen White que não pode ser traduzido.
 
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.A  Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
A Nova Teologia Adventista e a Mensagem do Anticristo.
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?
 
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
Ellen White comia carne depois da Reforma de Saúde(1863)?
 
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
O Calendário e a Criação em Gêneses. - Refutado Serie 04
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
 
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
IASD irmã de Babilônia nas Profecias.
 
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
O Shabbat Lunar em Êxodo 12, será? Refutado Serie 03
 
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02 Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
Gêneses 1:14 e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 02
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
 
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
Jesus,Yeshua ou Yehoshua?
 
Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?Qual verdadeiro Nome de Deus?
Qual verdadeiro Nome de Deus?
 
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
A Ordem e a Forma do Batismo Segundo Ellen White e a Bíblia.
 
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de RomaPapa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
Papa Bento XVI e João Paulo II diz que Mateus 28:19 é invenção de Roma
 
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
As Horas do Dia e o inicio do Sábado.
 

Último

Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusVini Master
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19PIB Penha
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 

Último (12)

Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 

A verdadeira origem pagã do Natal

  • 2.  
  • 3. Quem nunca fez um pedido ao Papai Noel? Ou quem nunca ficou a espera de receber um presente de Natal? Afinal de contas...Quem é esta figura simpática? Você sabe o que está por traz desse “BOM” velhinho de roupas vermelhas e face rosada?
  • 4.  
  • 5. “ São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro... A lenda de sua dádiva oferecida as escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido... Diz se ter originado o costume de dar presentes as escondi- das no dia de São Nicolau (6 de dezembro), o que mais tarde foi transferido para o dia de Natal. Daí a associação do Natal com São Nicolau (Papai Noel), que sorrateiramente a idéia é fazê-lo substituir Papai do Céu.” A Enciclopédia Britânica, Vol. 19 pág. 648-649, 11º edição inglesa.
  • 6.  
  • 7. PAPAI NOEL NA VERDADE É UM SANTO CATÓLICO
  • 8. NÃO SE ESQUEÇA, O QUE SATANÁS MAIS QUER É SER ADORADO. (MATEUS 4)
  • 9. MAS COMO ELE NÃO CRIA NADA... ENTÃO ELE COPIA. VEJA A COMPARAÇÃO ENTRE JESUS CRISTO E PAPAI NOEL:
  • 10. Papai Noel mora no Pólo Norte... Jesus, em todo o lugar, através do Seu Santo Espírito.
  • 11. Papai Noel vem somente uma vez ao ano. Jesus está sempre presente através do Seu Santo Espírito.
  • 12. Papai Noel enche nossas meias com presentes... Jesus supre todas as nossas necessidades.
  • 13. Papai Noel desce pela chaminé sem ser convidado... Jesus fica na nossa porta, bate e entra em nosso coração.
  • 14. Papai Noel nos deixa sentar no seu colo... Jesus nos deixa descansar em Seus braços.
  • 15. Os ajudantes de Papai Noel fazem brinquedos... Jesus faz vida nova, consola nosso coração aflito, repara lares destruídos e constrói esperanças.
  • 16. Enquanto Papai Noel coloca presentes sob a árvore de Natal... Jesus tornou-se nosso presente e morreu na cruz por todos nós.
  • 17.  
  • 18. SIGNIFICADO DO NATAL A palavra “Natal” vem do latim NATALE – Que é relativo ao nascimento “dia de nascimento”, ou “ aniversário natalício”, especialmente com o dia em que se comemorava o nascimento do deus da religião “mitraica”, dos persas antigos, o NATALIS SOLIS INVICTUS (nascimento do sol invencível). Mas com o sincretismo religioso, passou a ser comemorado o nascimento do Messias.
  • 19. ORIGEM DA FESTA DO NATAL O Imperador Constantino, aproximadamente em 336 d.C., celebrou o primeiro natal pagão e isto debaixo de imposição, de opressão. Muitos resistiram e morreram nesse episódio histórico, porque não se submeteram a tamanha aberração, dizendo que não aceitavam o paganismo. Cristãos europeus também resistiram e muitos, ao longo da história, morreram ao fio da espada, enforcados ou mesmo queimados e o argumento de Roma Papal era o de que eles não eram cristãos. No ano 354 d.C. o papa Libério e o Imperador de Roma nesta época, Justiniano, ordenaram que os cristãos celebrassem o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro. Provavelmente ele escolheu esta data porque em Roma já se comemorava neste dia, o dia de Saturno, ou seja, a festa chamada Saturnália. A religião mitraica, dos persas (inimiga dos cristãos) comemorava neste dia o NATALIS SOLIS INVICTUS, ou seja, “O nascimento do Sol invencível”. Adorar o sol consiste em mitraísmo (idolatria anti-bíblica).
  • 20. O QUE AS ENCICLOPÉDIAS RELATAM SOBRE A ORIGEM DO NATAL? “ A festa do Natal foi instituída oficialmente pelo Papa romano Libério no Ano 354. Na verdade, a data de 25 de dezembro não se deve a um estrito aniversário cronológico, mas sim à substituição, com motivos cristãos, das antigas festas pagãs – onde os pagãos tributavam homenagem às divindades do Oriente – expressam o sincretismo da festividade, de acordo com as medidas de assimilação religiosa adotadas por Constatino. A razão provável da adoção do dia 25 de dezembro é que os primeiros cristãos desejaram que a data coincidisse com a festa pagã dos romanos dedicada “ao nascimento do sol inconquistado”, que comemorava o solstício do inverno. No mundo romano, a Saturnália, comemorava em 17 de dezembro, era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus iraniano Mitra, o Sol da Virtude.” Fonte: Enciclopédia Britânica do Brasil; artigo-Natal.
  • 21. “ A festa do Natal não estava incluída entre as primeiras festividades da Igreja... Os primeiros indícios dela são provenientes do Egito... os costumes pagãos relacionados com o princípio do ano se concentravam na festa do Natal.” Fonte: Enciclopédia Católica, edição de 1911. “ A data real deste acontecimento [do nascimento de Jesus]...Não foi ainda satisfatoriamente reconhecida. O dia 25 de dezembro aparece pela primeira vez no calendário de Philocalus (354). No ano 245, o teólogo Orígenes repudiava a idéia de se festejar o nascimento de Cristo ‘como se fosse ele um faraó’.” Fonte: Enciclopédia Barsa, 1968, Vol. 9, pág. 437. “ O Natal de acordo com muitas autoridades da história eclesiástica, não se celebrou nos primeiros séculos da Igreja. O costume dos Nazarenos não era celebrar o nascimento do Messias, e sim a sua morte.” Fonte: Enciclopédia Americana, edição 1944.
  • 22. O INÍCIO DO NATAL SE DEU COM “NINRODE, NETO DE CÃO, FILHO DE NOÉ” Recebemos o natal da Igreja Católica Romana e esta por sua vez o recebeu do paganismo... E de onde os pagãos o receberam? Qual é a origem verdadeira? Tudo tem uma raiz, tem um princípio. Seu início e origem estão na antiga Babilônia de Ninrode, um dos maiores rebeldes contra o Criador do Universo. O nome Ninrode, em Hebraico, deriva de “Marad” que significa “ele se rebelou, rebelde”. Ele foi o verdadeiro fundador do sistema babilônico que até hoje domina o mundo – Sistema de Competição Organizado – de impérios e governos pelo homem, baseado no sistema
  • 23. Econômico de concorrência, consumismo e lucro. Ninrode liderou a construção da Torre de Babel, a Babilônia primitiva, a antiga Nínive e muitas outras cidades. Ele organizou o primeiro reino deste mundo. Ninrode se afastou de Deus e deu início à grande apostasia profana e bem organizada, que tem dominado o mundo até hoje. Ninrode era tão perverso e perturbador, que se casou com a própria mãe, cujo nome era Semíramis. Depois de sua morte prematura, sua mãe-esposa, propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual. Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida.
  • 24. Todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento ela alegava Que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava Presentes nela. O dia de aniversário de Ninrode era 25 de dezembro, esta é a verdadeira origem da “Árvore de Natal” e da prática de se dar “PRESENTES”! Semíramis converte-se na “Rainha do Céu” dos Babilônicos e Ninrode, sob vários nomes, converteu-se no “divino filho do céu”. Ninrode passou a ser o falso messias, filho de Baal: o deus-sol, os quais transformaram-se em objetos principais de adoração. Esta veneração espalhou-se pelo mundo afora; o presépio é uma continuação do mesmo em nossos dias, mudando de nome em cada país e segundo suas línguas. No Egito chamava-se ísis e osíris, na Ásia cibele e deois, na Roma pagã fortuna e júpiter, até mesmo na Grécia, China, Japão e Tibet encontra-se o equivalente da madonna (minha dona ou minha senhora) e tudo isto muito antes do nascimento do Verdadeiro Messias (Ungido), o Senhor Jesus Cristo.
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30. A Bíblia nunca manda celebrar o nascimento do Senhor Jesus Cristo; a ordem instituída por Cristo, é que a congregação se reúna na ceia do Senhor, para celebrar a Sua morte e Sua ressurreição (I Coríntios 11:23-34). Muitas festas que hoje em dia são comemoradas tais como: dia dos Pais, dia das Mães, domingo de páscoa, sexta-feira santa, dia das crianças, natal e ano novo, etc., são festas fundamentadas no paganismo e no cristianismo romano e que não tem nada a ver com a verdade da Palavra do nosso Deus Eterno. Mesmo querendo fazer a vontade do Criador, como fiéis discípulos, somos surpreendidos por situação que nos chocam e deixam atônitos, que nos embaraçam na busca de corrigir nossas vidas errantes para com a realidade espiritual. Não obstante, nem tudo está perdido. Temos um Deus que transforma maldição em bênção. Agora não somos mais ignorantes quanto à festividade iniciada na Babilônia.
  • 31. QUAL DEVE SER ENTÃO NOSSO PROCEDIMENTO PRÁTICO? 1- Tirá-la totalmente do nosso coração. Lançar fora toda dependência sentimental da data do Sol Invictus (25 de dezembro); 2- Instruirmos nossos filhos e irmãos de fé: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” João 8:32; 3- Abolir os enfeites natalinos, pois sabemos suas origens e significados; 4- Não nos condicionar financeiramente a comidas típicas ou presentes; 5- Resistir ao espírito satânico de gastos excessivos no Natal. Disse Jesus: “Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.” (Mateus 15:09). A observância do Natal é preceito de homens e tem origem pagã e isto foi proibido por Deus, como já vimos.
  • 32. “ E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:02.
  • 33. Estudo formatado pelos Adventistas do 7º Dia Históricos de Florianópolis-SC Contato: arautosdaverdade@hotmail.com Visite: WWW.ADVENTISTAS-HISTORICOS.COM