SlideShare uma empresa Scribd logo
A Grécia Antiga: Período Homérico
Homero:
• O Período Homérico representa uma nova
  fase na estruturação da sociedade grega em
  decorrência da invasão dos dórios no período
  anterior. O novo povo encerrou a cultura
  creto-micênica que esteve presente por
  séculos e em seu lugar deu início a cultura
  gentílica.
• No final do Período Pré-Homérico os dórios,
  povo indo-europeu, invadiram violentamente
  a Grécia, destruindo a estrutura comercial
  existente, a cultura que lá estava estabilizada
  e causando a migração desta população como
  alternativa para sobreviver. A invasão dos
  dórios fez com que surgissem novas colônias
  gregas em novos territórios, mas alterou
  radicalmente a estrutura existente na Grécia.
Dórios:
• O novo período da história da Grécia Antiga
  recebe a denominação de Homérico por causa do
  poeta Homero, que escreveu e revelou muitas
  informações sobre esta fase da história grega. A
  estrutura que havia na Grécia foi toda distorcida
  e deu lugar para uma sociedade baseada nos
  Genos. Os membros dos Genos eram chamados
  de Gens e dependiam da unidade familiar. Como
  uma organização fechada, os Genos tinham uma
  grande independência econômica.
Os genos:
• Os Genos conquistaram grande autonomia política em
  consequência da independência econômica, mesmo a
  nova organização tendo base familiar, toda a
  população era favorecida. O trabalho desenvolvido na
  nova sociedade era individual, mas o bem da
  comunidade era sempre almejado. Havia um chefe que
  determinava o papel de cada um, tudo que era
  produzido era dividido igualmente entre os Gens. A
  estrutura garantia que nenhum Genos se
  desenvolvesse mais que outros, as famílias que tinham
  dificuldade na produção eram livres para utilizar
  escravos ou o trabalho de artesãos.
• É claro que em toda relação humana, por mais
  que se preze pela igualdade social, sempre há
  expressões que favorecem a determinados
  indivíduos, o que é efeito das relações políticas.
  Apesar da sociedade ser igualitária, a
  proximidade familiar com o chefe do Genos era
  que determinava o grau de importância do
  indivíduo na sociedade. O chefe do Genos era
  respeitado por ser considerado como detentor
  de ‘fórmulas secretas’ que lhe permitiam fazer
  contato com os ancestrais e com os deuses que
  protegiam as famílias.
• A organização econômica e social do Genos não foi
  capaz de resistir por muito tempo, as técnicas arcaicas
  não davam mais conta de sustentar a população. A
  tendência era de que o Genos se dividisse em
  estruturas menores, o rompimento dos laços
  familiares causava sua fragilização. Esse processo
  favoreceu aos possuidores de maior importância
  social, ou seja, os parentes mais próximos do chefe do
  Genos. A sociedade ficou extremamente fragmentada
  e formada por um grupo detentor das melhores
  condições sociais e econômicas, a maioria passou a
  viver de míseros salários e esmolas.
A grécia antiga   período homérico
A grécia antiga   período homérico
• A nova estrutura social era baseada em três níveis. Em
  primeiro lugar estavam os eupátridas (bem-nascidos),
  que por serem mais próximos no parentesco do chefe
  do antigo Genos ficaram com as melhores terras,
  monopolizaram os equipamentos de guerra e ficaram
  com todo o poder formando uma aristocracia baseada
  na terra. Em segundo lugar estavam os georgoi
  (agricultores), enquadrados em um patamar médio,
  ficaram com a periferia. E na camada mais baixa da
  nova sociedade estavam os Thetas (marginais),
  desprovidos de terras e completamente
  marginalizados.
• A nova aristocracia ficou com o poder e era
  denominada de fratrias, que formavam em grupo as
  tribos. A união destas tribos fez surgir as cidades-
  estado chamadas de Pólis. Nos século IX e VIII a.C.
  surgiram aproximadamente 160 pólis na Grécia, sendo
  que cada uma possuía seu templo em uma região
  elevada da cidade, o qual era chamado de Acrópole.
  Os Basileus eram os governantes da pólis, mas tinham
  o poder limitado pelos eupátridas. Tentaram dar um
  golpe para tomar o poder máximo, mas foram
  impedidos e substituídos pelos Arcondes, que eram
  indicados anualmente pelo Conselho dos Aristocratas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
Alex J. Eger
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
Gilmar Andrioli
 
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica - aula 1
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica  - aula 13°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica  - aula 1
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica - aula 1
Daniel Alves Bronstrup
 
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
Viviane Jordão Moro
 
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICOGRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
marianaralg
 
História (Grécia)
História (Grécia)História (Grécia)
História (Grécia)
Giorgia Marrone
 
A Grécia Antiga
A Grécia AntigaA Grécia Antiga
A Grécia Antiga
Davi Gonçalves Valério
 
Grécia
GréciaGrécia
A Grécia Antiga - Parte 1
A Grécia Antiga - Parte 1A Grécia Antiga - Parte 1
A Grécia Antiga - Parte 1
Henrique Tobal Jr.
 
Civilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
Civilização Grega Antiga - Prof. MedeirosCivilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
Civilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
João Medeiros
 
Hist.6 civilizaogrega
Hist.6 civilizaogregaHist.6 civilizaogrega
Hist.6 civilizaogrega
Luiz Nolasco
 
Atenas
AtenasAtenas
Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
Fabiana Tonsis
 
Pré - Homérico
Pré - Homérico Pré - Homérico
Pré - Homérico
Laguat
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
Cleide Professora
 
Grecia Antiga
Grecia AntigaGrecia Antiga
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
Carlos Vieira
 
CIVILIZAÇÃO GREGA
CIVILIZAÇÃO GREGACIVILIZAÇÃO GREGA
CIVILIZAÇÃO GREGA
Cristina Soares
 
Grécia antiga sem cabeçalho
Grécia antiga sem cabeçalhoGrécia antiga sem cabeçalho
Grécia antiga sem cabeçalho
ElvisJohnR
 
Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
Carlos Zaranza
 

Mais procurados (20)

Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica - aula 1
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica  - aula 13°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica  - aula 1
3°ano - Grécia Antiga - Antiguidade Clássica - aula 1
 
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
 
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICOGRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
GRÉCIA ANTIGA - DO PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO AO ARCAICO
 
História (Grécia)
História (Grécia)História (Grécia)
História (Grécia)
 
A Grécia Antiga
A Grécia AntigaA Grécia Antiga
A Grécia Antiga
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
A Grécia Antiga - Parte 1
A Grécia Antiga - Parte 1A Grécia Antiga - Parte 1
A Grécia Antiga - Parte 1
 
Civilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
Civilização Grega Antiga - Prof. MedeirosCivilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
Civilização Grega Antiga - Prof. Medeiros
 
Hist.6 civilizaogrega
Hist.6 civilizaogregaHist.6 civilizaogrega
Hist.6 civilizaogrega
 
Atenas
AtenasAtenas
Atenas
 
Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
 
Pré - Homérico
Pré - Homérico Pré - Homérico
Pré - Homérico
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
 
Grecia Antiga
Grecia AntigaGrecia Antiga
Grecia Antiga
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
CIVILIZAÇÃO GREGA
CIVILIZAÇÃO GREGACIVILIZAÇÃO GREGA
CIVILIZAÇÃO GREGA
 
Grécia antiga sem cabeçalho
Grécia antiga sem cabeçalhoGrécia antiga sem cabeçalho
Grécia antiga sem cabeçalho
 
Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
 

Semelhante a A grécia antiga período homérico

A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
historiando
 
A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
Nelia Salles Nantes
 
A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
Nelia Salles Nantes
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
Nelia Salles Nantes
 
Texto política na grécia antiga
Texto política na grécia antigaTexto política na grécia antiga
Texto política na grécia antiga
turco2802
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Antiguida..
Antiguida..Antiguida..
Antiguida..
Gilda Sandes
 
Aula 9 atenas
Aula 9  atenasAula 9  atenas
Aula 9 atenas
Profdaltonjunior
 
Grécia show de bola
Grécia show de bolaGrécia show de bola
Grécia show de bola
tigraomd
 
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO     DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
Fernando Alcoforado
 
GRÉCIA ANTIGA.pptx
GRÉCIA ANTIGA.pptxGRÉCIA ANTIGA.pptx
GRÉCIA ANTIGA.pptx
VanessaSilva460656
 
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma AntigaANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
Júlio Sandes
 
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democraciaArea integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Carlos Henrique Tavares
 
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodosGrécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
GislidaNunez
 
Grecia Antiga
Grecia Antiga Grecia Antiga
Grecia Antiga
Carlos Zaranza
 
Grecia
GreciaGrecia
Grecia
ISJ
 
Pism
PismPism
Grecia
GreciaGrecia
Grecia
Victor Melo
 
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptxmaterial para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
jeandias52
 
GRECIA 2013
GRECIA 2013GRECIA 2013
GRECIA 2013
Fabio Salvari
 

Semelhante a A grécia antiga período homérico (20)

A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
 
A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
 
A grécia antiga período homérico
A grécia antiga   período homéricoA grécia antiga   período homérico
A grécia antiga período homérico
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
 
Texto política na grécia antiga
Texto política na grécia antigaTexto política na grécia antiga
Texto política na grécia antiga
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Antiguida..
Antiguida..Antiguida..
Antiguida..
 
Aula 9 atenas
Aula 9  atenasAula 9  atenas
Aula 9 atenas
 
Grécia show de bola
Grécia show de bolaGrécia show de bola
Grécia show de bola
 
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO     DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
DO ESTADO ANTIGO AO NECESSÁRIO ESTADO DO FUTURO
 
GRÉCIA ANTIGA.pptx
GRÉCIA ANTIGA.pptxGRÉCIA ANTIGA.pptx
GRÉCIA ANTIGA.pptx
 
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma AntigaANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
ANTIGUIDADE CLÁSSICA - Grécia e Roma Antiga
 
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democraciaArea integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
 
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodosGrécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
Grécia antiga completa com todo o conteudo dos cinco periodos
 
Grecia Antiga
Grecia Antiga Grecia Antiga
Grecia Antiga
 
Grecia
GreciaGrecia
Grecia
 
Pism
PismPism
Pism
 
Grecia
GreciaGrecia
Grecia
 
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptxmaterial para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
material para ajudar na compreensão sobre as realidades sociais pptx
 
GRECIA 2013
GRECIA 2013GRECIA 2013
GRECIA 2013
 

Mais de historiando

Os negros no brasil colônia
Os negros no brasil colôniaOs negros no brasil colônia
Os negros no brasil colônia
historiando
 
Os iorubás
Os iorubásOs iorubás
Os iorubás
historiando
 
O pri meiro reinado
O pri meiro reinadoO pri meiro reinado
O pri meiro reinado
historiando
 
Os árabes
Os árabesOs árabes
Os árabes
historiando
 
O império bizantino
O império bizantinoO império bizantino
O império bizantino
historiando
 
A guerra fria final
A guerra fria   finalA guerra fria   final
A guerra fria final
historiando
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
historiando
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
historiando
 
O reino de kush
O reino de kushO reino de kush
O reino de kush
historiando
 
A independência do brasil
A independência do brasilA independência do brasil
A independência do brasil
historiando
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
historiando
 
Roma antiga da república ao império
Roma antiga   da república ao impérioRoma antiga   da república ao império
Roma antiga da república ao império
historiando
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
historiando
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
historiando
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
historiando
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
historiando
 
A guerra do vietnã
A guerra do vietnãA guerra do vietnã
A guerra do vietnã
historiando
 
A guerra fria 1945 a 1989
A guerra fria   1945 a 1989A guerra fria   1945 a 1989
A guerra fria 1945 a 1989
historiando
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
historiando
 
O holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômicaO holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômica
historiando
 

Mais de historiando (20)

Os negros no brasil colônia
Os negros no brasil colôniaOs negros no brasil colônia
Os negros no brasil colônia
 
Os iorubás
Os iorubásOs iorubás
Os iorubás
 
O pri meiro reinado
O pri meiro reinadoO pri meiro reinado
O pri meiro reinado
 
Os árabes
Os árabesOs árabes
Os árabes
 
O império bizantino
O império bizantinoO império bizantino
O império bizantino
 
A guerra fria final
A guerra fria   finalA guerra fria   final
A guerra fria final
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
 
O reino de kush
O reino de kushO reino de kush
O reino de kush
 
A independência do brasil
A independência do brasilA independência do brasil
A independência do brasil
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Roma antiga da república ao império
Roma antiga   da república ao impérioRoma antiga   da república ao império
Roma antiga da república ao império
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
 
A guerra do vietnã
A guerra do vietnãA guerra do vietnã
A guerra do vietnã
 
A guerra fria 1945 a 1989
A guerra fria   1945 a 1989A guerra fria   1945 a 1989
A guerra fria 1945 a 1989
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
 
O holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômicaO holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômica
 

A grécia antiga período homérico

  • 1. A Grécia Antiga: Período Homérico
  • 3. • O Período Homérico representa uma nova fase na estruturação da sociedade grega em decorrência da invasão dos dórios no período anterior. O novo povo encerrou a cultura creto-micênica que esteve presente por séculos e em seu lugar deu início a cultura gentílica.
  • 4. • No final do Período Pré-Homérico os dórios, povo indo-europeu, invadiram violentamente a Grécia, destruindo a estrutura comercial existente, a cultura que lá estava estabilizada e causando a migração desta população como alternativa para sobreviver. A invasão dos dórios fez com que surgissem novas colônias gregas em novos territórios, mas alterou radicalmente a estrutura existente na Grécia.
  • 6. • O novo período da história da Grécia Antiga recebe a denominação de Homérico por causa do poeta Homero, que escreveu e revelou muitas informações sobre esta fase da história grega. A estrutura que havia na Grécia foi toda distorcida e deu lugar para uma sociedade baseada nos Genos. Os membros dos Genos eram chamados de Gens e dependiam da unidade familiar. Como uma organização fechada, os Genos tinham uma grande independência econômica.
  • 8. • Os Genos conquistaram grande autonomia política em consequência da independência econômica, mesmo a nova organização tendo base familiar, toda a população era favorecida. O trabalho desenvolvido na nova sociedade era individual, mas o bem da comunidade era sempre almejado. Havia um chefe que determinava o papel de cada um, tudo que era produzido era dividido igualmente entre os Gens. A estrutura garantia que nenhum Genos se desenvolvesse mais que outros, as famílias que tinham dificuldade na produção eram livres para utilizar escravos ou o trabalho de artesãos.
  • 9. • É claro que em toda relação humana, por mais que se preze pela igualdade social, sempre há expressões que favorecem a determinados indivíduos, o que é efeito das relações políticas. Apesar da sociedade ser igualitária, a proximidade familiar com o chefe do Genos era que determinava o grau de importância do indivíduo na sociedade. O chefe do Genos era respeitado por ser considerado como detentor de ‘fórmulas secretas’ que lhe permitiam fazer contato com os ancestrais e com os deuses que protegiam as famílias.
  • 10. • A organização econômica e social do Genos não foi capaz de resistir por muito tempo, as técnicas arcaicas não davam mais conta de sustentar a população. A tendência era de que o Genos se dividisse em estruturas menores, o rompimento dos laços familiares causava sua fragilização. Esse processo favoreceu aos possuidores de maior importância social, ou seja, os parentes mais próximos do chefe do Genos. A sociedade ficou extremamente fragmentada e formada por um grupo detentor das melhores condições sociais e econômicas, a maioria passou a viver de míseros salários e esmolas.
  • 13. • A nova estrutura social era baseada em três níveis. Em primeiro lugar estavam os eupátridas (bem-nascidos), que por serem mais próximos no parentesco do chefe do antigo Genos ficaram com as melhores terras, monopolizaram os equipamentos de guerra e ficaram com todo o poder formando uma aristocracia baseada na terra. Em segundo lugar estavam os georgoi (agricultores), enquadrados em um patamar médio, ficaram com a periferia. E na camada mais baixa da nova sociedade estavam os Thetas (marginais), desprovidos de terras e completamente marginalizados.
  • 14. • A nova aristocracia ficou com o poder e era denominada de fratrias, que formavam em grupo as tribos. A união destas tribos fez surgir as cidades- estado chamadas de Pólis. Nos século IX e VIII a.C. surgiram aproximadamente 160 pólis na Grécia, sendo que cada uma possuía seu templo em uma região elevada da cidade, o qual era chamado de Acrópole. Os Basileus eram os governantes da pólis, mas tinham o poder limitado pelos eupátridas. Tentaram dar um golpe para tomar o poder máximo, mas foram impedidos e substituídos pelos Arcondes, que eram indicados anualmente pelo Conselho dos Aristocratas.