SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Aulas 23 e 24

86. alternativa E
A lei da inércia diz que se a resultante das forças que atuam
num corpo for nula ele não sofre variação em seu estado de movimento, permanecendo em repouso ou em movimento retilíneo
uniforme.
87. alternativa E
I. Incorreta. Massa e peso são grandezas fisicamente diferentes.
II. Correta.
III. Correta.
88. alternativa B
Na ausência de forças na direção do movimento, ele passa a
descrever uma trajetória retilínea com direção perpendicular ao
fio.
89. alternativa A
I. Correta.
II. Incorreta. A força resultante sobre a caixa é nula, uma vez
que o movimento é retilíneo e uniforme.
III. Incorreta. O par ação/reação atua em corpos diferentes.
90. alternativa A
O fato de o indígena não parar ao mesmo tempo que o cavalo
pode ser atribuído à sua massa, pois ela está relacionada à dificuldade que os corpos apresentam ao sofrerem mudanças no
seu estado de movimento.
91. alternativa B
Ação e reação são forças iguais em módulo, possuem mesma
direção, sentidos contrários e, além disso, são aplicadas em
corpos diferentes.

1.76
em31.202

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano TrabalhoEnergia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalhoprof_pc
 
ConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia MecanicaConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia Mecanicaori junior
 
Movimentos e forças
Movimentos e forçasMovimentos e forças
Movimentos e forçasMarta-9C
 
Terceira lei de newton
Terceira lei de newtonTerceira lei de newton
Terceira lei de newtonmateusms96
 
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°ano
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°anoDinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°ano
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°anoRonaldo Santana
 
Aula6 força e movimento ii
Aula6 força e movimento iiAula6 força e movimento ii
Aula6 força e movimento iiWeslley Murdock
 
Força, Trabalho, Potência e Energia
Força, Trabalho, Potência e EnergiaForça, Trabalho, Potência e Energia
Força, Trabalho, Potência e EnergiaCarla Regina
 
Leis de newton 2 !
Leis de newton 2 !Leis de newton 2 !
Leis de newton 2 !gibs007
 

Mais procurados (18)

Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano TrabalhoEnergia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
Energia Em Movimentos 10º Ano Trabalho
 
ConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia MecanicaConservaçãO Da Energia Mecanica
ConservaçãO Da Energia Mecanica
 
Movimentos e forças
Movimentos e forçasMovimentos e forças
Movimentos e forças
 
Física - Calorimetria
Física - CalorimetriaFísica - Calorimetria
Física - Calorimetria
 
Leis de Newton I
Leis de Newton ILeis de Newton I
Leis de Newton I
 
Rinaldo delma durcelina
Rinaldo delma durcelinaRinaldo delma durcelina
Rinaldo delma durcelina
 
Terceira lei de newton
Terceira lei de newtonTerceira lei de newton
Terceira lei de newton
 
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°ano
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°anoDinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°ano
Dinâmica: Força e Vetor - Aula Ensino Fundamental - Ciências Fisicas 9°ano
 
teste
testeteste
teste
 
Aula6 força e movimento ii
Aula6 força e movimento iiAula6 força e movimento ii
Aula6 força e movimento ii
 
Força, Trabalho, Potência e Energia
Força, Trabalho, Potência e EnergiaForça, Trabalho, Potência e Energia
Força, Trabalho, Potência e Energia
 
Aula 1 fis em
Aula 1 fis emAula 1 fis em
Aula 1 fis em
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
 
História da física - Dinâmica
História da física - DinâmicaHistória da física - Dinâmica
História da física - Dinâmica
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
 
Leis de newton 2 !
Leis de newton 2 !Leis de newton 2 !
Leis de newton 2 !
 

Destaque (20)

Boletim 552 12-08-12
Boletim 552 12-08-12Boletim 552 12-08-12
Boletim 552 12-08-12
 
Computadora causas y soluciones
Computadora causas y solucionesComputadora causas y soluciones
Computadora causas y soluciones
 
E leste europeu 1
E leste europeu 1E leste europeu 1
E leste europeu 1
 
Atividade 2 3_conceituando_hipertexto_individualmente_alevezani
Atividade 2 3_conceituando_hipertexto_individualmente_alevezaniAtividade 2 3_conceituando_hipertexto_individualmente_alevezani
Atividade 2 3_conceituando_hipertexto_individualmente_alevezani
 
Vida de-empreguete
Vida de-empregueteVida de-empreguete
Vida de-empreguete
 
Atividade 2 2_navegando_em_busca_do_conceito_de_hipertexto
Atividade 2 2_navegando_em_busca_do_conceito_de_hipertextoAtividade 2 2_navegando_em_busca_do_conceito_de_hipertexto
Atividade 2 2_navegando_em_busca_do_conceito_de_hipertexto
 
excel
excelexcel
excel
 
Seara
SearaSeara
Seara
 
Adesivo método2 2
Adesivo método2   2Adesivo método2   2
Adesivo método2 2
 
Penedo Furado - Nota de Imprensa
Penedo Furado - Nota de ImprensaPenedo Furado - Nota de Imprensa
Penedo Furado - Nota de Imprensa
 
Israel marcos da silva
Israel marcos da silvaIsrael marcos da silva
Israel marcos da silva
 
Proposta Candidato a Prefeito - Dr. Enéas
Proposta Candidato a Prefeito - Dr. EnéasProposta Candidato a Prefeito - Dr. Enéas
Proposta Candidato a Prefeito - Dr. Enéas
 
Bamin
 Bamin   Bamin
Bamin
 
Puntaje mayo 2012 sucursal de ejido
Puntaje mayo 2012 sucursal de ejidoPuntaje mayo 2012 sucursal de ejido
Puntaje mayo 2012 sucursal de ejido
 
Batatas Rústicas
Batatas RústicasBatatas Rústicas
Batatas Rústicas
 
Aviso pagamento cheques, numerario e deposito-versao final.-pat
Aviso  pagamento cheques, numerario e deposito-versao final.-patAviso  pagamento cheques, numerario e deposito-versao final.-pat
Aviso pagamento cheques, numerario e deposito-versao final.-pat
 
Informativo 04 2010
Informativo 04   2010Informativo 04   2010
Informativo 04 2010
 
Pau
PauPau
Pau
 
Att00026
Att00026Att00026
Att00026
 
Formatação
FormataçãoFormatação
Formatação
 

Semelhante a Leis da inércia e forças em movimentos retilíneos uniformes

413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_viniciusafpinto
 
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdf
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdfResolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdf
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdfssuser90210f
 
05 Dinâmica - Leis de Newton
05 Dinâmica - Leis de Newton05 Dinâmica - Leis de Newton
05 Dinâmica - Leis de NewtonEletrons
 
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05   mecância - dinâmica - leis de newtonAula 05   mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newtonJonatas Carlos
 
413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_viniciusEmerson Assis
 
dinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leisdinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leisJoaoJose53
 

Semelhante a Leis da inércia e forças em movimentos retilíneos uniformes (13)

413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
 
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdf
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdfResolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdf
Resolução da atividade de casa e Leis de Newton.pdf
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
 
05 Dinâmica - Leis de Newton
05 Dinâmica - Leis de Newton05 Dinâmica - Leis de Newton
05 Dinâmica - Leis de Newton
 
dinamica- Física
dinamica- Física dinamica- Física
dinamica- Física
 
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05   mecância - dinâmica - leis de newtonAula 05   mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
 
8a série as leis de newton
8a série   as leis de newton8a série   as leis de newton
8a série as leis de newton
 
413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
 
dinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leisdinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leis
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
 

Mais de lucianogaldino

Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)lucianogaldino
 
Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)lucianogaldino
 
Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)lucianogaldino
 
Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)lucianogaldino
 
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)lucianogaldino
 
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)lucianogaldino
 
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)lucianogaldino
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2lucianogaldino
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1lucianogaldino
 
Dimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fusoDimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fusolucianogaldino
 
Artigo cremalheira revista augusto guzzo
Artigo cremalheira   revista augusto guzzoArtigo cremalheira   revista augusto guzzo
Artigo cremalheira revista augusto guzzolucianogaldino
 
Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)lucianogaldino
 
Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2lucianogaldino
 
Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013lucianogaldino
 
Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013lucianogaldino
 

Mais de lucianogaldino (20)

Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)
 
Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)
 
Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)
 
Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)
 
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
 
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
 
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1
 
Dimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fusoDimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fuso
 
Artigo cremalheira revista augusto guzzo
Artigo cremalheira   revista augusto guzzoArtigo cremalheira   revista augusto guzzo
Artigo cremalheira revista augusto guzzo
 
Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)
 
Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2
 
Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013
 
Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013
 
Apostila mat fund 1
Apostila mat fund 1Apostila mat fund 1
Apostila mat fund 1
 
Apostila estática
Apostila estáticaApostila estática
Apostila estática
 
Aula 38
Aula 38Aula 38
Aula 38
 
Aula 37
Aula 37Aula 37
Aula 37
 
Aula 36
Aula 36Aula 36
Aula 36
 

Último

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 

Último (20)

Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 

Leis da inércia e forças em movimentos retilíneos uniformes

  • 1. Aulas 23 e 24 86. alternativa E A lei da inércia diz que se a resultante das forças que atuam num corpo for nula ele não sofre variação em seu estado de movimento, permanecendo em repouso ou em movimento retilíneo uniforme. 87. alternativa E I. Incorreta. Massa e peso são grandezas fisicamente diferentes. II. Correta. III. Correta. 88. alternativa B Na ausência de forças na direção do movimento, ele passa a descrever uma trajetória retilínea com direção perpendicular ao fio. 89. alternativa A I. Correta. II. Incorreta. A força resultante sobre a caixa é nula, uma vez que o movimento é retilíneo e uniforme. III. Incorreta. O par ação/reação atua em corpos diferentes. 90. alternativa A O fato de o indígena não parar ao mesmo tempo que o cavalo pode ser atribuído à sua massa, pois ela está relacionada à dificuldade que os corpos apresentam ao sofrerem mudanças no seu estado de movimento. 91. alternativa B Ação e reação são forças iguais em módulo, possuem mesma direção, sentidos contrários e, além disso, são aplicadas em corpos diferentes. 1.76 em31.202