SlideShare uma empresa Scribd logo
Exercício Roma
ESTE EXERCÍCIO ABRANGE APENAS ORIGENS, MONARQUIA E
REPÚBLICA.
PARTE I - QUESTÕES DISCURSIVAS - (Verifique as respostas no final da página)
1- A respeito da localização geográfica, onde estava localizada Roma?
2- Explique a origem lendária e histórica de Roma,
3- Quais as fases da história política de Roma?
4- Como podemos caracterizar o poder político no período da monarquia?
5- Sobre a estrutura da sociedade romana na fase da Monarquia, como estava dividida?
6- Caracterize os segmentos sociais que compunham a sociedade no período
monárquico.
7- Explique as características gerais da República romana.
8- Quais as atribuições do Senado?
9- Em linhas gerais como estava estruturada o poder político na República?
10- Roma e Cartago pegaram em armas e foram a guerra. Qual o motivo das Guerras
Púnicas?
PARTE II - QUESTÕES OBJETIVAS - (Verifique as respostas no final da página)
1- Assinale a alternativa correta. Em relação as fases da História política de Roma podemos afirmar
que divide-se em:
a) Monarquia e Republica.
b) Monarquia, República e Império.
c) Tirania, República e Império.
d) Monarquia, República, Império e Democracia.
e) República, Império e Democracia.
2- Leia o texto:
"Os homens que combatem e morrem por Roma, têm o ar, a luz e mais nada (...). Lutam e perecem para
sustentar a riqueza e o luxo de outro, mas embora sejam chamados senhores do mundo, não têm um
único torrão de terra que seja seu." (Tibério Graco - Perry Anderson, PASSAGEM DA ANTIGÜIDADE AO
FEUDALISMO, pág. 60)
Os irmãos Tibério e Caio Graco, Tribunos da Plebe romana, pretendiam:
a) limitar a área de terras públicas ocupadas por particulares e distribuí-las aos mais pobres.
b) limitar a área de latifúndios e distribuir as terras públicas aos Patrícios.
c) limitar o direito de cidadania romana aos habitantes da região de Roma.
d) limitar a expansão territorial derivada de urna prolongada política de conquista e anexação de terras.
e) limitar a desapropriação dos latifúndios e estabelecer propriedades coletivas.
3- Foi junto com Crasso e Pompeu um dos triúnviros do governo em Roma. Promoveu várias reformas,
construção de estradas e a reformulação do calendário. Empreendeu várias e venceu várias guerra.
Tentou reduzir o poder do Senado, mas isto lhe custou a vida. Nas escadarias do senado foi assassinado
em 44 a.C. e entre seus algozes estava seu filho adotivo. Estamos nos referindo a qual personagem
da história política de Roma?
a) Júlio César. b) Diocleciano. c) Teodósio. d) Constantino. e) Augusto.
4-A implosão do império Romano deveu-se basicamente a qual fator?
a)Às transformações ocorridas na agricultura romana em decorrência da expansão militar no
Mediterrâneo, quando a agricultura para exportação arruinou a pequena propriedade.
b) às transformações econômicas que assinalaram a decadência da exploração coletiva do solo e a
restauração da propriedade privada da terra durante o período da Realeza.
c) Atribui-se como principal causa da decadência a crise no sistema Escravista.
d) Devido a divisão do Império em Ocidente com capital em Roma e Oriente com capital em Bizâncio,
enfraquecendo o controle dos imperadores sobre as fronteiras do império.
e) N.D.A
5- O império romano agonizava, ainda no século IV, os romanos assistiram às primeiras levas de
bárbaros cruzarem as fronteiras do império à procura de terras para o cultivo e o pastoreio. Teodósio, em
seu governo, preocupado em melhorar a administração e salvar o império, em 395 adota a seguinte
medida:
a) Divide o império romano em: do Ocidente, com capital em Roma e do Oriente, com capital
Constantinopla. b) Adota o cristianismo como religião oficial a fim conseguir maior quantidade de adeptos
para o seu governo. c) Institui a Paz Romana, uma trégua com objetivo de diminuir a tensão nas
fronteiras e evitar as invasões.
d) Empreende uma das maiores campanhas militares da história romana para reprimir as invasões
bárbaras.
e) N.D.A
6- (FUVEST) A civilização ocidental contemporânea apresenta traços marcantes que revelam o legado
cultural da civilização romana. A respeito da herança cultural romana assinale a alternativa correta.
a)-O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas línguas
germânicas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação ocidental.
b)- O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas línguas neolatinas, e o Direito
Romano, que constituiu a base da legislação ocidental.
c)-O idioma usado pelos romanos - o italiano - que deu origem às chamadas línguas neolatinas, e o
Direito Romano, que constituiu a base da legislação ocidental.
d)- O idioma usado pelos romanos – o italiota - que deu origem às chamadas línguas inglesas, e o Direito
Penal, que constituiu a base da legislação ocidental
GABARITO : Parte I e II
Parte I:
1- Localizada na Península Itálica, no continente europeu.
2- Segundo a lenda os gêmeos órfãos Rômulo e Remo foram amamentados por uma loba, até que
um pastou os encontrou e os criou. Já adultos Rômulo e Remo retomam o controle do Lácio e em
troca recebem terras nas margens do Rio Tibre. A partir deste episódio iniciam fundação de Roma.
Em uma disputa matou Remo e tornou-se o primeiro rei de Roma.
Entretanto pelas pesquisas históricas sabe-se que a região do Lácio era habitada por povos pastores
que, para se defenderem de possíveis invasões, se estabeleceram nas colinas próximas ao rio Tibre.
Sentindo-se ameaçados, os latinos se uniram sob a liderança de uma das aldeias, Roma. Roma foi
dominando todos os povos da península, unificando-os sob seu poder.
3- Monarquia, República e Império
4- O poder estava centralizado nas mãos do rei que era escolhido pela Assembléia Curial, o cargo
era vitalício, exerciam a função de juiz, sacerdote e militar, mas tinham o poder limitado pelo Senado.
5- Patrícios, clientes, plebeus e escravos.
6- patrícios — Eram os aristocratas, os grandes proprietários de terras, os únicos que podiam
ocupar cargos políticos, religiosos e militares. Eram a elite da sociedade.
clientes - Eram os plebeus apadrinhados por patrícios aos quais deviam obediência, geralmente
prestavam serviços não braçais .
plebeus — homens livres, mas considerados estrangeiros; não tinham direitos políticos. Eram
pequenos agricultores, pastores, comerciantes e artesãos. Constituíam a maioria da população.
escravos — em número reduzido, originados dos povos conquistados eram considerados "coisa"
(res).
7- República significa "coisa de todos". Regime no qual o governante exerce o poder por tempo
determinado. O Senado concentrava poder a ponto de ter controle das ações do governante. As
pricipais estruturas de poder na República eram o Senado e as Assembléias.
8-
O Senado era o órgão que detinha maior poder, composto de senadores vitalícios. Eram suas
atribuições: elaborar as leis, cuidar das questões financeiras e religiosas, conduzir a política externa,
administrar as províncias, participar da escolha do ditador.
9- A República estava assentada no poder político do Senado e das Assembléias.
10- O choque de interesses entre Roma e Cartago pelo controle do comércio marítimo do
Mediterrâneo.
Parte II
1-B; 2-A; 3-A;4-C;5-A;6-B
Pequeno resumo:
A cidade de Roma situa-se no centro da Península Itálica, região do Mediterrâneo, onde o solo
fértil, permitindo uma intensa atividade agrícola.Na época da fundação de Roma, a Itália era
ocupada por gauleses, etruscos, latinos e gregos.
A fundação de Roma data o ano 1000 a. C. aproximadamente. Tudo indica que, em sua origem
funcionava como o centro de defesa contra os frequentes ataques etruscos.
No começo o povo dividi-se em patrícios, plebeus e escravos. Os patrícios eram aristocratas.
descendiam de famílias nobres. Eram proprietários de quase todos os bens materiais,
controlavam o governo e exerciam as funções políticas.
Os plebeus eram aqueles que não descendiam dos primitivos romanos. Esses foram se
tornando muito numerosos, principalmente após as conquistas, quando populações inteiras
foram subjugadas pelos exércitos romanos. No começo os plebeus não tinham direitos
políticos nem eram considerados cidadãos romanos.
Os escravos eram os prisioneiros de guerras ou aqueles que tinham sido enjeitado quando
crianças.
Os romanos deixaram uma herança rica na literatura, arquitetura, direito, escultura, na
atividade militar, entre outras. Há várias versões sobre a origem de Roma, que, a partir de uma
aldeia se transformou em um grande império.Um destas versões, considerada lendária, conta
que a cidade foi fundada pelos gêmeos Rômulo e Remo, provenientes das tribos latinas da
Europa Central. Outra versão, embasada em documentos e arqueologia, diz que a região foi
povoada por várias tribos, como úmbrios, samnitas, sabinos e, posteriormente, dominada
pelos etruscos. A história da Roma Antiga se divide em três períodos: Monarquia, República e
Império. O Período Monárquico ocorreu entre 753 a.C. e 509 a.C., aproximadamente. Durante
este período, Roma foi dominada pelos etruscos. Sob os reis etruscos, foram realizadas obras
públicas, como drenagem de pântanos, construção de esgotos, templos, entre outras. Em 509
a.C., os romanos derrubaram o rei etrusco Tarquínio, o Soberbo, e fundaram uma república. A
sociedade, neste período, se dividia em quatro classes principais. Os patrícios eram grandes
proprietários de terras. Abaixo deles haviam os clientes, grupo de pessoas, geralmente plebeus
ou estrangeiros, que davam terras aos patrícios e deles recebiam proteção. Os plebeus
formavam a maioria da população, constituindo-se de pequenos agricultores, comerciantes,
pastores e artesãos. Os escravos não tinham direitos políticos e muitos se tornavam
gladiadores. Gladiadores eram guerreiros que lutavam em arenas. Seu nome deriva do gládio,
espada utilizada por soldados. Sua função era entreter o público. Costuma ser dito que a
estratégia das elites em desviar a atenção do povo da política através de comida e diversão era
denominada Política do Pão e Circo. Entre os principais tipos de gladiadores, estavam o trácio,
o murmillo, o hoplomaco, o retiário, entre outros. Cada um utilizava armas e armaduras
específicas. Haviam vários tipos de lutas nas arenas romanas, como Ludus Magnus, lutas de
gladiadores contra gladiadores; Venatium: lutas envolvendo animais; Naumachias: lutas com
embarcações de grande ou pequeno porte; Equitarium: lutas envolvendo corridas de cavalo ou
desafios de bigas. Algumas destas lutas deixavam evidente a tecnologia de arenas como o
Coliseu, que foi construído entre os anos 70 e 90. Esta arena tinha uma aprimorada estrutura
interna, engrenagens que permitiam inundações em lutas aquáticas, assim como cobertura
externa. O Período Republicano ocorreu entre 509 a.C. e 23 a.C., aproximadamente. Neste
período, Roma foi governada por dois cônsules. Estes eram auxiliados por senadores,
responsáveis pelas finanças, assuntos externos e criação de leis. Durante períodos de guerras,
a cidade podia ser governada por um ditador. República é uma palavra de origem latina que
significa "coisa do povo".Porém, as instituições eram comandadas pelos patrícios, tendo os
plebeus pouca ou nenhuma participação política. Esta situação se inverteu com uma luta entre
patrícios e plebeus, que se estendeu por quase dois séculos, e que resultou na conquista de
alguns direitos por parte da plebe. Dentre estes direitos, podemos destacar a Lei das Doze
Tábuas, que definia direitos e deveres dos plebeus. Estas leis viraram referência no estudo do
Direito. Foi criada a Lei da Canuléia, que permitia o casamento entre patrícios e plebeus. Estes
conquistaram, também, o direito de exercer cargos sacerdotais e políticos. Além disso,
surgiram os Tribunos da Plebe, que representavam os interesses dos plebeus no senado. A
partir da República, Roma iniciou o processo de maior expansão territorial, conquistando toda
a península itálica. A ambição dos romanos, porém, estava no além-mar. Na disputa pelo Mar
Mediterrâneo, Roma entrou em conflito com Cartago, nas chamadas Guerras Púnicas, de 264
a.C. a 146 a.C. Puni era o nome latino dado a Cartago, antiga colônia fenícia. Houve três
guerras, todas com vitória romana. Na primeira Guerra Púnica, Roma conquistou a ilha de
Sicília, ao sul da Itália. Na segunda Guerra Púnica, um dos generais cartagineses, Aníbal, tentou
atacar Roma por terra, com um grande exército. Foi derrotado em 202 a.C. Na terceira Guerra
Púnica, Cartago foi completamente destruída. Assim, o Mar Mediterrâneo passou a ser
controlado pelos romanos. A partir de então, outras conquistas posteriores consolidaram
Roma como um dos maiores impérios da antiguidade. Estas conquistas refletiram em
crescimento econômico, maior número de escravos e forte concentração de terras. A
abundância de escravos, nas mãos de grandes proprietários de terras, gerou um desequilíbrio
econômico e social. As lutas políticas fez surgir dois partidos rivais: o partido aristocrático, que
defendia o interesse dos mais ricos; e o popular, que desejava redistribuição de terras. Nesta
luta política se destacaram Tibério e Caio Graco, irmãos que tentaram um projeto de reforma
agrária entre 133 a.C. e 121 a.C. Ambos foram assassinados. Algumas guerras civis deram
origens a ditaduras militares, cujos governantes utilizavam o exército para se manter no poder.
De 107 a.C. a 79 a.C. Mário e Sila assumiram o governo. Por volta de 72 a.C., o gladiador
Espártaco comandou uma revolta de 70 mil escravos. Após algumas vitórias, Espártaco e seus
seguidores foram esmagados pelo general Pompeu.
Os Triunviratos foram governos de três pessoas. Porém, desde o início o sistema mostrou-se
falho, havendo disputas internas pelo poder. Por volta de 60 a.C., foi criado o Primeiro
Triunvirato, composto por Crasso, Pompeu e Júlio César. Com a morte de Crasso, Pompeu e
Júlio César disputaram o poder. Com a vitória de César, este se tornou ditador perpétuo de
Roma, realizando reformas e diminuindo o poder do senado. Em 44 a.C., Júlio César foi
assassinado em um conspiração no senado, encabeçada por Bruto, que César considerava um
filho. Com a morte de César, foi criado o Segundo Triunvirato, composto por Lépido, Otávio e
Marco Antônio. Na luta que se seguiu, Lépido foi afastado e Otávio venceu Marco Antônio.
Com o poder nas mãos, Otávio foi proclamado imperador de Roma. Acaba, assim, a República
e inicia o Império,que ocorreu entre 27 a.C. e 476 d.C. O Período Imperial, por sua vez, se
divide em Alto Império e Baixo Império. O Alto Império ocorreu entre 27 a.C. e estendeu-se até
o século III, aproximadamente. Os imperadores tinham poder quase total e geralmente eram
considerados divinos. O primeiro imperador foi Otávio, denominado Augusto, que governou
durante 41 anos. Este período ficou caracterizado pela hegemonia e prosperidade,
denominado Pax Romana, que durou até o século III. Outros imperadores, que se destacaram,
por bem ou por mal, foram Calígula, Nero, Tito, Marco Aurélio, Sétimo Severo, entre outros.os
cristãos, grupo de seguidores das ideias de Jesus Cristo, foram fortemente perseguidos em
Roma, em parte porque recusavam-se a adorar os deuses oficiais, assim como não prestavam
culto ao imperador, por serem monoteístas. Apesar das perseguições, em 313, através do
Édito de Milão, o imperador Constantino concedeu liberdade de culto aos cristãos. Mais tarde,
o então imperador Teodósio proibiu cultos pagãos, medida que tornaria o cristianismo a
religião oficial de Roma. O Baixo Império ocorreu do século III até 476, aproximadamente. Este
período representou o declínio do Império Romano. Sufocado por uma crise militar e
econômica, o Império foi dividido em dois: Ocidental, com sede em Roma; e Oriental, com
sede em Constantinopla. Entre os fatores que causaram a queda da parte ocidental, podemos
destacar o custo em manter os exércitos nas fronteiras; a perda de controle de regiões, devido
ao tamanho do império; aumento dos impostos e corrupção, entre outros. A dificuldade em
sustentar o exército, possibilitou o recrutamento de povos além das fronteiras de Roma,
denominados bárbaros. A perda de controle das fronteiras também permitiu a migração cada
vez maior destes povos. Assim, em 476, invasões violentas de povos bárbaros consolidaram a
queda do Império Romano do Ocidente. O Império Romano do Oriente, porém, sobreviveu por
mais alguns séculos.
 
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO:
1 - A cultura romana incorporou vários elementos de outras culturas, inclusive, na esfera
religiosa.
Sobre a religião na Roma Antiga, considere as afirmativas a seguir:
I. Os romanos, apesar de monoteístas, aceitavam facilmente o culto de deuses de outros
povos. Essa interação cultural pode ser explicada pelo fato do Estado romano, envolvido
apenas com questões políticas, não ter se importado com assuntos religiosos.
II. A civilização romana praticava a tolerância e identificava-se com outros povos que cul-
tuavam um único deus. Tais características foram fundamentais para a expansão do
Cristianismo e sua adoção como religião oficial do Estado romano, no século II d.C.
III. A religião romana, politeísta, foi se diversificando à medida que Roma ganhava importância
política e econômica. Assim como os exércitos incorporavam novos territórios, a religião
romana foi absorvendo deuses e cultos de outros povos.
2 - Vindos de diferentes lugares, vários povos foram se estabelecendo na
Península Itálica. Os etruscos habitaram o norte dessa Península a partir do
século VIII a.C. Descreva abaixo a influência dos etruscos para o
desenvolvimento de Roma.
3 - Os primeiros habitantes de Roma viviam em pequenos povoamentos e se
organizavam em gens. Com o passar do tempo, a população foi crescendo e
foram surgindo grupos sociais como os patrícios, os clientes e os plebeus.
Sobre esses grupos sociais, relacione as colunas.
a) Patrícios;
b) Clientes;
c) Plebeus;
( ) Descendentes de famílias de estrangeiros, seguiam seu patrono,
auxiliando-o na guerra e trabalhando em suas terras.
( ) Constituíam a maior parte da população romana, possuíam as terras
menos produtivas e estavam sempre endividados.
( ) Concentravam todos os poderes político, militar e jurídicos. Possuíam as
melhores terras.
4 - Explique por que os clientes recebiam proteção jurídica dos patrícios.
5 - Sobre o trabalho diário e pesado do dia-a- dia em Roma é coreto afirmar:
a- estava a cargo dos plebeus
b- estava a cargo doa patrícios, que eram os mais explorados
c- estava a cargo dos escravos, que geralmente eram prisioneiros de guerra
6 - Leia e assinale a correta.A política do "Pão e Circo" tinha como principal objetivo:
a- expulsar a população pobre de Roma;
b- solucionar completamente o problema do desemprego das pessoas livres
c- evitar conflitos, pois os desempregados passaram a ter temporariamente seus problemas
imediatos resolvidos.
7 - Em Roma os Patrícios eram:
a-homens livres, mas considerados como estrangeiros
b-os Aristocratas: grandes proprietários de terra e gado
c- os escravos, originários dos povos conquistados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades Diversas Cláudia
 
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Cruzadinha sobre a  Roma AntigaCruzadinha sobre a  Roma Antiga
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Mary Alvarenga
 
Atividades historia introduçao
Atividades historia introduçaoAtividades historia introduçao
Atividades historia introduçao
Atividades Diversas Cláudia
 
Exercicios grecia antiga
Exercicios grecia antigaExercicios grecia antiga
Exercicios grecia antiga
Adail Silva
 
Atividades sobre o iluminismo
Atividades sobre o iluminismoAtividades sobre o iluminismo
Atividades sobre o iluminismo
Alcineia Pires
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Acrópole - História & Educação
 
7 ano -_07.07
7 ano -_07.077 ano -_07.07
7 ano -_07.07
Washington Rocha
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
Viviane Simões
 
Pré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudalPré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudal
Jorge Marcos Oliveira
 
Revolução Russa
 Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa
Luis Silva
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Mary Alvarenga
 
Exercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano greciaExercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano grecia
Mila E Wlamir
 
Ap cs história- 7° ano - correto
Ap cs   história- 7° ano - corretoAp cs   história- 7° ano - correto
Ap cs história- 7° ano - correto
Giselda morais rodrigues do
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
Acrópole - História & Educação
 
Pré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudalPré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudal
Jorge Marcos Oliveira
 
Lista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre FeudalismoLista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre Feudalismo
Bruno Basílio
 
Atividades sobre grécia
Atividades sobre gréciaAtividades sobre grécia
Atividades sobre grécia
PAULO APARECIDO DOS SANTOS
 
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
Mary Alvarenga
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
Carlos Zaranza
 

Mais procurados (20)

Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
 
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
 
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
Cruzadinha sobre a  Roma AntigaCruzadinha sobre a  Roma Antiga
Cruzadinha sobre a Roma Antiga
 
Atividades historia introduçao
Atividades historia introduçaoAtividades historia introduçao
Atividades historia introduçao
 
Exercicios grecia antiga
Exercicios grecia antigaExercicios grecia antiga
Exercicios grecia antiga
 
Atividades sobre o iluminismo
Atividades sobre o iluminismoAtividades sobre o iluminismo
Atividades sobre o iluminismo
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
 
7 ano -_07.07
7 ano -_07.077 ano -_07.07
7 ano -_07.07
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
 
Pré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudalPré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudal
 
Revolução Russa
 Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
 
Exercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano greciaExercicios 6 ano grecia
Exercicios 6 ano grecia
 
Ap cs história- 7° ano - correto
Ap cs   história- 7° ano - corretoAp cs   história- 7° ano - correto
Ap cs história- 7° ano - correto
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Pré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudalPré barra mundo feudal
Pré barra mundo feudal
 
Lista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre FeudalismoLista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre Feudalismo
 
Atividades sobre grécia
Atividades sobre gréciaAtividades sobre grécia
Atividades sobre grécia
 
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
 

Semelhante a 245925757 exercicio-roma-2 (1)

PPT - Civilização Romana
PPT - Civilização RomanaPPT - Civilização Romana
PPT - Civilização Romana
josafaslima
 
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
Joemille Leal
 
Roma
RomaRoma
Roma antiga resumo
Roma antiga resumoRoma antiga resumo
Roma antiga resumo
Gisele Finatti Baraglio
 
Roma
RomaRoma
Roma
RomaRoma
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Juliana_hst
 
MONARQUIA ROMANA.pdf
MONARQUIA ROMANA.pdfMONARQUIA ROMANA.pdf
MONARQUIA ROMANA.pdf
felipescherner
 
4
44
Roma
RomaRoma
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Marco Silva
 
Roma 1
Roma 1Roma 1
Roma antiga-resumo-ilustrado
Roma antiga-resumo-ilustradoRoma antiga-resumo-ilustrado
Roma antiga-resumo-ilustrado
Marcio Cicchelli
 
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
Lú Carvalho
 
01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf
Vítor Santos
 
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
JuniorMadruga2
 
Roma Aspecto Culturais
Roma Aspecto CulturaisRoma Aspecto Culturais
Roma Aspecto Culturais
Kely Cristina Metzker
 
Roma Antiga
Roma  Antiga Roma  Antiga
O mundo romano no apogeu do império - 1.ª parte
O mundo romano  no apogeu do império - 1.ª parteO mundo romano  no apogeu do império - 1.ª parte
O mundo romano no apogeu do império - 1.ª parte
Carlos Pinheiro
 
O mundo romano - tetyana
O mundo romano -  tetyanaO mundo romano -  tetyana
O mundo romano - tetyana
Tetyana Nascimento
 

Semelhante a 245925757 exercicio-roma-2 (1) (20)

PPT - Civilização Romana
PPT - Civilização RomanaPPT - Civilização Romana
PPT - Civilização Romana
 
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma antiga resumo
Roma antiga resumoRoma antiga resumo
Roma antiga resumo
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
MONARQUIA ROMANA.pdf
MONARQUIA ROMANA.pdfMONARQUIA ROMANA.pdf
MONARQUIA ROMANA.pdf
 
4
44
4
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Roma 1
Roma 1Roma 1
Roma 1
 
Roma antiga-resumo-ilustrado
Roma antiga-resumo-ilustradoRoma antiga-resumo-ilustrado
Roma antiga-resumo-ilustrado
 
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
Semi extensivo - frente 2 módulos 3 e 4
 
01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf
 
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
As contribuições da civilização romana para a construção da cultura ocidental...
 
Roma Aspecto Culturais
Roma Aspecto CulturaisRoma Aspecto Culturais
Roma Aspecto Culturais
 
Roma Antiga
Roma  Antiga Roma  Antiga
Roma Antiga
 
O mundo romano no apogeu do império - 1.ª parte
O mundo romano  no apogeu do império - 1.ª parteO mundo romano  no apogeu do império - 1.ª parte
O mundo romano no apogeu do império - 1.ª parte
 
O mundo romano - tetyana
O mundo romano -  tetyanaO mundo romano -  tetyana
O mundo romano - tetyana
 

Último

Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
BeatrizLittig1
 
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagemsaúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
DavyllaVerasMenezes
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
jhordana1
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AntonioXavier35
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
jhordana1
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
BarbaraKelle
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Lenilson Souza
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
WilberthLincoln1
 
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdfaula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
ADRIANEGOMESDASILVA
 

Último (11)

Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
 
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagemsaúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
 
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdfaula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
 

245925757 exercicio-roma-2 (1)

  • 1. Exercício Roma ESTE EXERCÍCIO ABRANGE APENAS ORIGENS, MONARQUIA E REPÚBLICA. PARTE I - QUESTÕES DISCURSIVAS - (Verifique as respostas no final da página) 1- A respeito da localização geográfica, onde estava localizada Roma? 2- Explique a origem lendária e histórica de Roma, 3- Quais as fases da história política de Roma? 4- Como podemos caracterizar o poder político no período da monarquia? 5- Sobre a estrutura da sociedade romana na fase da Monarquia, como estava dividida? 6- Caracterize os segmentos sociais que compunham a sociedade no período monárquico. 7- Explique as características gerais da República romana. 8- Quais as atribuições do Senado? 9- Em linhas gerais como estava estruturada o poder político na República? 10- Roma e Cartago pegaram em armas e foram a guerra. Qual o motivo das Guerras Púnicas? PARTE II - QUESTÕES OBJETIVAS - (Verifique as respostas no final da página) 1- Assinale a alternativa correta. Em relação as fases da História política de Roma podemos afirmar que divide-se em: a) Monarquia e Republica. b) Monarquia, República e Império. c) Tirania, República e Império. d) Monarquia, República, Império e Democracia. e) República, Império e Democracia. 2- Leia o texto: "Os homens que combatem e morrem por Roma, têm o ar, a luz e mais nada (...). Lutam e perecem para sustentar a riqueza e o luxo de outro, mas embora sejam chamados senhores do mundo, não têm um único torrão de terra que seja seu." (Tibério Graco - Perry Anderson, PASSAGEM DA ANTIGÜIDADE AO FEUDALISMO, pág. 60) Os irmãos Tibério e Caio Graco, Tribunos da Plebe romana, pretendiam: a) limitar a área de terras públicas ocupadas por particulares e distribuí-las aos mais pobres. b) limitar a área de latifúndios e distribuir as terras públicas aos Patrícios. c) limitar o direito de cidadania romana aos habitantes da região de Roma. d) limitar a expansão territorial derivada de urna prolongada política de conquista e anexação de terras. e) limitar a desapropriação dos latifúndios e estabelecer propriedades coletivas. 3- Foi junto com Crasso e Pompeu um dos triúnviros do governo em Roma. Promoveu várias reformas, construção de estradas e a reformulação do calendário. Empreendeu várias e venceu várias guerra. Tentou reduzir o poder do Senado, mas isto lhe custou a vida. Nas escadarias do senado foi assassinado em 44 a.C. e entre seus algozes estava seu filho adotivo. Estamos nos referindo a qual personagem da história política de Roma? a) Júlio César. b) Diocleciano. c) Teodósio. d) Constantino. e) Augusto.
  • 2. 4-A implosão do império Romano deveu-se basicamente a qual fator? a)Às transformações ocorridas na agricultura romana em decorrência da expansão militar no Mediterrâneo, quando a agricultura para exportação arruinou a pequena propriedade. b) às transformações econômicas que assinalaram a decadência da exploração coletiva do solo e a restauração da propriedade privada da terra durante o período da Realeza. c) Atribui-se como principal causa da decadência a crise no sistema Escravista. d) Devido a divisão do Império em Ocidente com capital em Roma e Oriente com capital em Bizâncio, enfraquecendo o controle dos imperadores sobre as fronteiras do império. e) N.D.A 5- O império romano agonizava, ainda no século IV, os romanos assistiram às primeiras levas de bárbaros cruzarem as fronteiras do império à procura de terras para o cultivo e o pastoreio. Teodósio, em seu governo, preocupado em melhorar a administração e salvar o império, em 395 adota a seguinte medida: a) Divide o império romano em: do Ocidente, com capital em Roma e do Oriente, com capital Constantinopla. b) Adota o cristianismo como religião oficial a fim conseguir maior quantidade de adeptos para o seu governo. c) Institui a Paz Romana, uma trégua com objetivo de diminuir a tensão nas fronteiras e evitar as invasões. d) Empreende uma das maiores campanhas militares da história romana para reprimir as invasões bárbaras. e) N.D.A 6- (FUVEST) A civilização ocidental contemporânea apresenta traços marcantes que revelam o legado cultural da civilização romana. A respeito da herança cultural romana assinale a alternativa correta. a)-O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas línguas germânicas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação ocidental. b)- O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas línguas neolatinas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação ocidental. c)-O idioma usado pelos romanos - o italiano - que deu origem às chamadas línguas neolatinas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação ocidental. d)- O idioma usado pelos romanos – o italiota - que deu origem às chamadas línguas inglesas, e o Direito Penal, que constituiu a base da legislação ocidental GABARITO : Parte I e II Parte I: 1- Localizada na Península Itálica, no continente europeu. 2- Segundo a lenda os gêmeos órfãos Rômulo e Remo foram amamentados por uma loba, até que um pastou os encontrou e os criou. Já adultos Rômulo e Remo retomam o controle do Lácio e em troca recebem terras nas margens do Rio Tibre. A partir deste episódio iniciam fundação de Roma. Em uma disputa matou Remo e tornou-se o primeiro rei de Roma. Entretanto pelas pesquisas históricas sabe-se que a região do Lácio era habitada por povos pastores que, para se defenderem de possíveis invasões, se estabeleceram nas colinas próximas ao rio Tibre. Sentindo-se ameaçados, os latinos se uniram sob a liderança de uma das aldeias, Roma. Roma foi dominando todos os povos da península, unificando-os sob seu poder. 3- Monarquia, República e Império 4- O poder estava centralizado nas mãos do rei que era escolhido pela Assembléia Curial, o cargo era vitalício, exerciam a função de juiz, sacerdote e militar, mas tinham o poder limitado pelo Senado.
  • 3. 5- Patrícios, clientes, plebeus e escravos. 6- patrícios — Eram os aristocratas, os grandes proprietários de terras, os únicos que podiam ocupar cargos políticos, religiosos e militares. Eram a elite da sociedade. clientes - Eram os plebeus apadrinhados por patrícios aos quais deviam obediência, geralmente prestavam serviços não braçais . plebeus — homens livres, mas considerados estrangeiros; não tinham direitos políticos. Eram pequenos agricultores, pastores, comerciantes e artesãos. Constituíam a maioria da população. escravos — em número reduzido, originados dos povos conquistados eram considerados "coisa" (res). 7- República significa "coisa de todos". Regime no qual o governante exerce o poder por tempo determinado. O Senado concentrava poder a ponto de ter controle das ações do governante. As pricipais estruturas de poder na República eram o Senado e as Assembléias. 8- O Senado era o órgão que detinha maior poder, composto de senadores vitalícios. Eram suas atribuições: elaborar as leis, cuidar das questões financeiras e religiosas, conduzir a política externa, administrar as províncias, participar da escolha do ditador. 9- A República estava assentada no poder político do Senado e das Assembléias. 10- O choque de interesses entre Roma e Cartago pelo controle do comércio marítimo do Mediterrâneo. Parte II 1-B; 2-A; 3-A;4-C;5-A;6-B Pequeno resumo: A cidade de Roma situa-se no centro da Península Itálica, região do Mediterrâneo, onde o solo fértil, permitindo uma intensa atividade agrícola.Na época da fundação de Roma, a Itália era ocupada por gauleses, etruscos, latinos e gregos. A fundação de Roma data o ano 1000 a. C. aproximadamente. Tudo indica que, em sua origem funcionava como o centro de defesa contra os frequentes ataques etruscos. No começo o povo dividi-se em patrícios, plebeus e escravos. Os patrícios eram aristocratas. descendiam de famílias nobres. Eram proprietários de quase todos os bens materiais, controlavam o governo e exerciam as funções políticas. Os plebeus eram aqueles que não descendiam dos primitivos romanos. Esses foram se tornando muito numerosos, principalmente após as conquistas, quando populações inteiras foram subjugadas pelos exércitos romanos. No começo os plebeus não tinham direitos políticos nem eram considerados cidadãos romanos. Os escravos eram os prisioneiros de guerras ou aqueles que tinham sido enjeitado quando crianças. Os romanos deixaram uma herança rica na literatura, arquitetura, direito, escultura, na atividade militar, entre outras. Há várias versões sobre a origem de Roma, que, a partir de uma aldeia se transformou em um grande império.Um destas versões, considerada lendária, conta que a cidade foi fundada pelos gêmeos Rômulo e Remo, provenientes das tribos latinas da Europa Central. Outra versão, embasada em documentos e arqueologia, diz que a região foi povoada por várias tribos, como úmbrios, samnitas, sabinos e, posteriormente, dominada
  • 4. pelos etruscos. A história da Roma Antiga se divide em três períodos: Monarquia, República e Império. O Período Monárquico ocorreu entre 753 a.C. e 509 a.C., aproximadamente. Durante este período, Roma foi dominada pelos etruscos. Sob os reis etruscos, foram realizadas obras públicas, como drenagem de pântanos, construção de esgotos, templos, entre outras. Em 509 a.C., os romanos derrubaram o rei etrusco Tarquínio, o Soberbo, e fundaram uma república. A sociedade, neste período, se dividia em quatro classes principais. Os patrícios eram grandes proprietários de terras. Abaixo deles haviam os clientes, grupo de pessoas, geralmente plebeus ou estrangeiros, que davam terras aos patrícios e deles recebiam proteção. Os plebeus formavam a maioria da população, constituindo-se de pequenos agricultores, comerciantes, pastores e artesãos. Os escravos não tinham direitos políticos e muitos se tornavam gladiadores. Gladiadores eram guerreiros que lutavam em arenas. Seu nome deriva do gládio, espada utilizada por soldados. Sua função era entreter o público. Costuma ser dito que a estratégia das elites em desviar a atenção do povo da política através de comida e diversão era denominada Política do Pão e Circo. Entre os principais tipos de gladiadores, estavam o trácio, o murmillo, o hoplomaco, o retiário, entre outros. Cada um utilizava armas e armaduras específicas. Haviam vários tipos de lutas nas arenas romanas, como Ludus Magnus, lutas de gladiadores contra gladiadores; Venatium: lutas envolvendo animais; Naumachias: lutas com embarcações de grande ou pequeno porte; Equitarium: lutas envolvendo corridas de cavalo ou desafios de bigas. Algumas destas lutas deixavam evidente a tecnologia de arenas como o Coliseu, que foi construído entre os anos 70 e 90. Esta arena tinha uma aprimorada estrutura interna, engrenagens que permitiam inundações em lutas aquáticas, assim como cobertura externa. O Período Republicano ocorreu entre 509 a.C. e 23 a.C., aproximadamente. Neste período, Roma foi governada por dois cônsules. Estes eram auxiliados por senadores, responsáveis pelas finanças, assuntos externos e criação de leis. Durante períodos de guerras, a cidade podia ser governada por um ditador. República é uma palavra de origem latina que significa "coisa do povo".Porém, as instituições eram comandadas pelos patrícios, tendo os plebeus pouca ou nenhuma participação política. Esta situação se inverteu com uma luta entre patrícios e plebeus, que se estendeu por quase dois séculos, e que resultou na conquista de alguns direitos por parte da plebe. Dentre estes direitos, podemos destacar a Lei das Doze Tábuas, que definia direitos e deveres dos plebeus. Estas leis viraram referência no estudo do Direito. Foi criada a Lei da Canuléia, que permitia o casamento entre patrícios e plebeus. Estes conquistaram, também, o direito de exercer cargos sacerdotais e políticos. Além disso, surgiram os Tribunos da Plebe, que representavam os interesses dos plebeus no senado. A partir da República, Roma iniciou o processo de maior expansão territorial, conquistando toda a península itálica. A ambição dos romanos, porém, estava no além-mar. Na disputa pelo Mar Mediterrâneo, Roma entrou em conflito com Cartago, nas chamadas Guerras Púnicas, de 264 a.C. a 146 a.C. Puni era o nome latino dado a Cartago, antiga colônia fenícia. Houve três guerras, todas com vitória romana. Na primeira Guerra Púnica, Roma conquistou a ilha de Sicília, ao sul da Itália. Na segunda Guerra Púnica, um dos generais cartagineses, Aníbal, tentou atacar Roma por terra, com um grande exército. Foi derrotado em 202 a.C. Na terceira Guerra Púnica, Cartago foi completamente destruída. Assim, o Mar Mediterrâneo passou a ser controlado pelos romanos. A partir de então, outras conquistas posteriores consolidaram Roma como um dos maiores impérios da antiguidade. Estas conquistas refletiram em crescimento econômico, maior número de escravos e forte concentração de terras. A abundância de escravos, nas mãos de grandes proprietários de terras, gerou um desequilíbrio
  • 5. econômico e social. As lutas políticas fez surgir dois partidos rivais: o partido aristocrático, que defendia o interesse dos mais ricos; e o popular, que desejava redistribuição de terras. Nesta luta política se destacaram Tibério e Caio Graco, irmãos que tentaram um projeto de reforma agrária entre 133 a.C. e 121 a.C. Ambos foram assassinados. Algumas guerras civis deram origens a ditaduras militares, cujos governantes utilizavam o exército para se manter no poder. De 107 a.C. a 79 a.C. Mário e Sila assumiram o governo. Por volta de 72 a.C., o gladiador Espártaco comandou uma revolta de 70 mil escravos. Após algumas vitórias, Espártaco e seus seguidores foram esmagados pelo general Pompeu. Os Triunviratos foram governos de três pessoas. Porém, desde o início o sistema mostrou-se falho, havendo disputas internas pelo poder. Por volta de 60 a.C., foi criado o Primeiro Triunvirato, composto por Crasso, Pompeu e Júlio César. Com a morte de Crasso, Pompeu e Júlio César disputaram o poder. Com a vitória de César, este se tornou ditador perpétuo de Roma, realizando reformas e diminuindo o poder do senado. Em 44 a.C., Júlio César foi assassinado em um conspiração no senado, encabeçada por Bruto, que César considerava um filho. Com a morte de César, foi criado o Segundo Triunvirato, composto por Lépido, Otávio e Marco Antônio. Na luta que se seguiu, Lépido foi afastado e Otávio venceu Marco Antônio. Com o poder nas mãos, Otávio foi proclamado imperador de Roma. Acaba, assim, a República e inicia o Império,que ocorreu entre 27 a.C. e 476 d.C. O Período Imperial, por sua vez, se divide em Alto Império e Baixo Império. O Alto Império ocorreu entre 27 a.C. e estendeu-se até o século III, aproximadamente. Os imperadores tinham poder quase total e geralmente eram considerados divinos. O primeiro imperador foi Otávio, denominado Augusto, que governou durante 41 anos. Este período ficou caracterizado pela hegemonia e prosperidade, denominado Pax Romana, que durou até o século III. Outros imperadores, que se destacaram, por bem ou por mal, foram Calígula, Nero, Tito, Marco Aurélio, Sétimo Severo, entre outros.os cristãos, grupo de seguidores das ideias de Jesus Cristo, foram fortemente perseguidos em Roma, em parte porque recusavam-se a adorar os deuses oficiais, assim como não prestavam culto ao imperador, por serem monoteístas. Apesar das perseguições, em 313, através do Édito de Milão, o imperador Constantino concedeu liberdade de culto aos cristãos. Mais tarde, o então imperador Teodósio proibiu cultos pagãos, medida que tornaria o cristianismo a religião oficial de Roma. O Baixo Império ocorreu do século III até 476, aproximadamente. Este período representou o declínio do Império Romano. Sufocado por uma crise militar e econômica, o Império foi dividido em dois: Ocidental, com sede em Roma; e Oriental, com sede em Constantinopla. Entre os fatores que causaram a queda da parte ocidental, podemos destacar o custo em manter os exércitos nas fronteiras; a perda de controle de regiões, devido ao tamanho do império; aumento dos impostos e corrupção, entre outros. A dificuldade em sustentar o exército, possibilitou o recrutamento de povos além das fronteiras de Roma, denominados bárbaros. A perda de controle das fronteiras também permitiu a migração cada vez maior destes povos. Assim, em 476, invasões violentas de povos bárbaros consolidaram a queda do Império Romano do Ocidente. O Império Romano do Oriente, porém, sobreviveu por mais alguns séculos.   EXERCICIOS DE FIXAÇÃO: 1 - A cultura romana incorporou vários elementos de outras culturas, inclusive, na esfera religiosa. Sobre a religião na Roma Antiga, considere as afirmativas a seguir:
  • 6. I. Os romanos, apesar de monoteístas, aceitavam facilmente o culto de deuses de outros povos. Essa interação cultural pode ser explicada pelo fato do Estado romano, envolvido apenas com questões políticas, não ter se importado com assuntos religiosos. II. A civilização romana praticava a tolerância e identificava-se com outros povos que cul- tuavam um único deus. Tais características foram fundamentais para a expansão do Cristianismo e sua adoção como religião oficial do Estado romano, no século II d.C. III. A religião romana, politeísta, foi se diversificando à medida que Roma ganhava importância política e econômica. Assim como os exércitos incorporavam novos territórios, a religião romana foi absorvendo deuses e cultos de outros povos. 2 - Vindos de diferentes lugares, vários povos foram se estabelecendo na Península Itálica. Os etruscos habitaram o norte dessa Península a partir do século VIII a.C. Descreva abaixo a influência dos etruscos para o desenvolvimento de Roma. 3 - Os primeiros habitantes de Roma viviam em pequenos povoamentos e se organizavam em gens. Com o passar do tempo, a população foi crescendo e foram surgindo grupos sociais como os patrícios, os clientes e os plebeus. Sobre esses grupos sociais, relacione as colunas. a) Patrícios; b) Clientes; c) Plebeus; ( ) Descendentes de famílias de estrangeiros, seguiam seu patrono, auxiliando-o na guerra e trabalhando em suas terras. ( ) Constituíam a maior parte da população romana, possuíam as terras menos produtivas e estavam sempre endividados. ( ) Concentravam todos os poderes político, militar e jurídicos. Possuíam as melhores terras. 4 - Explique por que os clientes recebiam proteção jurídica dos patrícios. 5 - Sobre o trabalho diário e pesado do dia-a- dia em Roma é coreto afirmar: a- estava a cargo dos plebeus b- estava a cargo doa patrícios, que eram os mais explorados c- estava a cargo dos escravos, que geralmente eram prisioneiros de guerra 6 - Leia e assinale a correta.A política do "Pão e Circo" tinha como principal objetivo: a- expulsar a população pobre de Roma; b- solucionar completamente o problema do desemprego das pessoas livres c- evitar conflitos, pois os desempregados passaram a ter temporariamente seus problemas imediatos resolvidos. 7 - Em Roma os Patrícios eram: a-homens livres, mas considerados como estrangeiros
  • 7. b-os Aristocratas: grandes proprietários de terra e gado c- os escravos, originários dos povos conquistados