SlideShare uma empresa Scribd logo
A consciência, a vida dos homens e a ajuda contínua que vem do Céu
A consciência tem sido definida por Mestres desencarnados del Cerchio Firenze
77 (Mestres Círculo Florença 77): << CORPO AKASICO - (igual << Consciência>>): O
que recebe e transcreve, fazendo-lo tornar-se mesma natureza do indivíduo, a
Realidade de que o mesmo indivíduo, existendo , descobre e adquire. Nunca é
abandonada pelo indivíduo durante as muitas encarnações, mas se constutue mão à
mão>>.que o individuo evolve 1
>>
O altruísmo e amor dos homens dependem da amplidão de suas consciência; os
homens às primeiras encarnações na Terra têm uma consciência pequeníssima ou
pequena e, portanto, têm um egoísmo violento 2
e, portanto, êstes homens não são
altruístas, nem são capazes de amar; Em vez disso os homens de evolução média
começam a ser altruístas e à amar, não obstante eles tenham ainda limitaçães, isto é
vícios, defectos e outras pobrezas espirituais, por exemplo, eles são mentirosos; Em
vez disso os homens com uma consciência ampla, isto é já evoluída, eles são aquêles
que sabem amar porque se tornados santos.
Para entender quem são as pessoas que vivem na Terra em várias épocas é
necesario saber quanta consciência eles têm porque a natureza dos homens depende
da amplidão de suas consciência; tanto quanto eu sei da história humana, posso dizer
que o mundo vai quase sempre mal, porque a consciência da maioria dos homens que
vivem aí é sempre estada pequena ou muito pequena; o Senhor Jesus nós disse de
quem eram os "espíritos" dos homens: eles eram aquêles os Anjos que se rebelaram
contra Deus: "... Os espíritos caídos que se eram voluntariamenteafastadod de mim
tinham empreendido o caminho errado, eles não podiam e não queriam saber nada de
progresso, de aperfeiçoamento; todavia para não barrarcompletamente la estrada
suas , eles foram colocados sob condições nas quais, sem prejuízo da sua liberdade
pessoal, , eles podem voltar quando querem. Para isso, ele foi criado agora todo o
mundo material, todo o universo, o homem. Nele, de acordo com o grau de suas
malvadez os espíritos malignos foram revestidas de material, expostos a lutas,
tentações e dores; em primeiro lugar para trazê-los gradualmente através destas
condições de vida, ao compreensão de seus erros, e em segundo lugar para começar
desta forma também ao seus retôrno voluntário: porque em todos os lugares por
primeira coisa há o princípio da liberdade eo princípio de aperfeiçoamento vem como
1
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee
2
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee
1
segundo ... toda a terra e inúmeros outros corpos celestes são formadas pela grande
alma de Satanás: a criação visível inteira consiste apenas de partículas do grande
espírito de Lúcifer e do suo séquito expulso e caiu na matéria; Deus, que é amor eterno
e compaixão, ele nunca poderia aniquilar Lúcifer, porque o isto que Deus tem chamado
uma vez por vida pode então mudar de forma e passar de uma menos nobre a um mais
nobre, ou vice-versa, mas nunca pode ser aniquilado 3
".
Mas quando os demônios podemos encarnar-se em homens? Quando os seres
inferiores (cristais, plantas e animais) têm desenvolvidos nos três reinos da natureza
(mineral, vegetal e animal) uma consciência ou corpo akasico suficiente para a
encarnação dos demons nos homens. Daqui, mão à mão essas consciência se são
desenvolvidas o Senhor Deus as doa aos demônios, juntamente com a Centelha ou
Gota Divina ou Espírito ou Si, o corpo físico, o corpo astral, o corpo mental; é assim que
se forma o junto homem que está sempre animada pelo Espírito, isto é, da Centelha
divina em cada existência nos quatro mundos do Cosmos (físico, astral, mental e
Akasico 4
). Coisas na Terra têm sido quase sempre mal, mas por quê? Eles são talvez
os mesmos demônios que se encarnam nos mesmos homens, ou seja os demônios que
homens mudam periódicamente mão à mão que ampliam a suas consciência como
previsto por a lei divina da evolução? Não, eles não são os mesmos demônios que
encarnam continuamente nos mesmos homens na Terra porque a vida foi ideada e
realizada pelo Senhor Deus em modo tal de fazer crescer a consciência ea mente dos
homens em encarnações sucessivas, de acordo com a Lei da Evolução << Processo
para qual a vida através de formas sempre mais organizadas, manifesta graus sempre
maiores de mente e espírito 5
>> ( minha nota: Por Espírito se entende Consciência
porque o Espírito do homem é a "Gôta ou Centelha Divina - Espírito - Si, que é o Fulcro
da existência individual não está sujeito à evolução. Emanação divina que determina a
individualidade e a vida do indivíduo ou do microcosmo 6
").
Das raças e das modalidades de encarnação do mesmo foi dito por aquêles que
sabem muito mais dos homens (Os Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77
(Círculo Florença 77):
3
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 162-163, Armenia
4
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 64-65 (Cosmo), Mediterranee
5
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206, Mediterranee
6
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 207 (Goccia o Scintilla Divina – Spirito- Sé),
Mediterranee
2
<< A Terra, escola de "raças" em evolução; Pergunta: É difícil constatar que
do início dos tempos até hoje foi realmente uma evolução contínua no conduta e na
consciência dos homens; na verdade, alguns, a julgar por este mundo falam de
regresso ...
Resposta dos Mestres acima mencionados: << Olhando para as coisas da Terra pode
parecer que ali não seja estada evolução nos homens. As comparações com as
grandes civilizações do passado parecem, e talvez são desfavoráveis para as pessoas
hoje. Mas tenha em mente que diferentes "raças" sucedem-se ciclicamente na Terra.
Não é que todos os homens que estavam no início da encarnações humanas na Terra
são o mesmo de hoje; Não é que aquêles que começaram sua evolução em forma
humana no início da Manifestação têm progredido até à hoje, e você são
substancialmente os mesmos de aquêl tempo, em tal caso o dúvida na evolução seria
legítimo olhandose ao redor. Mas tenha em mente, apenas a sucessão cíclica de
diferentes "raças"; por isso, quando uma " raça" tem alcançado a sua máxima evolução
deixa a Terra; e antes que êste aconteça, já ao metade do seu ciclo de ela se encarna
uma nova que começa a sua evolução; Não só isso, mas quando a primeira "raça"
terminou a sua evolução, de ponto onde não se encarna mais começa a encarnarse
uma outra "raça", ainda, para que haja uma nova redução do nível geral. Olhando a
terra, então, podemos dizer que ela seja um tipo de ambiente que serve a evolução,
assim como uma escola serve à dar instrução. Se um olha fora da escola, sem renderse
conta de quais são os indivíduos que a freqüentam, ele dizerá: "Mas estes homens
nunca aprendem, sempre são na escola." E assim, à procura do exterior, podemos
dizer, "Mas esses homens não aprendem nunca são sempre! á escola". E assim
olhando da externo, se pode dizer:”Mas êstes homens não evoluem nunca “.O fato é
que eles não são os mesmos homens, como eles não são sempre os mesmos alunos
que frequentam a mesma escola. A evolução não é vista por esta razão, e não está
sujeita a estatística. Você veem, de tanto em tanto, dos grandes espíritos, e eles são
aquêles que começaram sua evolução vários milhares de anos atrás; e então eles ver a
evolução média dos homens; e então você vê os homens ao estado primitivo,depois se
veem homens de media evolução; e depois se veem homens ao estado primitivo não
como civilização, mas do ponto de vista espiritual, a evolução do que é iniciada de
pouco. A Terra é uma mistura de todos estes "raças" e sub-raças que se alternam e se
entrelaçam, é uma espécie de ginásio onde nós, seres humanos vimos de propósito
3
para evoluir e que, quando temos alcançado um certo medida itinerária evolutivo,
abandonamos para continuar a evolução no outra dimensão 7
>>.
Portanto, eles não são sempre os mesmos homens que frequentam la Terra a
"excelente 8
escola entre aquêles do Espírito.
Mas como se faz à fazer viver os homens em paz na Terra, considerado que a
vida dos seres, especialmente dos homens, foi exposta a lutas, tentações e dores 9
?
Porque ao onisciência de Deus tal tipo de vida se é revelado o único tipo de vida
adequado para o crescimento em demônios da consciência, cultura e até mesmo o
conhecimento de Deus. Então, sendo assim as coisas, parece-me que para melhorar o
mundo seja necessario melhorar os singular homens; melhorándo-los se reduzem as
violências em todos os níveis, mas também os conflitos, todos devido ao natureza ou
bem ao pequena ou muito pequena consciência dos indivíduos expostos a lutas,
tentações e dores. Mas há mais: os demônios das Além, aquêles não encarnados em
homens na Terra, influem não só nas escolhas humanas com as tentações - que são
insitas na vida - mas também e sobretudo com os assoltos e os ataques que estes
Demons não encarnados na Terra fazem aos seres humanos 10
. Para êstes
aspectos da dificuldade de viver à causa dos Demônios não encarnarnados na Terra
ver os apósitos aprofundamentos deste Catecismo na pasta de Anjos e Demônios.
É bem ter em mente que para superar nossas vícios e defeitos, o nosso eu
humano 11
com o complexo instintos-sentidos-necessidades e desejos e. nosso egoísmo
necessita auto-disciplina, mas sem impor-se sacrifícios excessivos e tanto menos
aflições. Todo isto que se deve fazer não é muito difícil, e todos podem fazer: você
deve aprender a conhecer-se mesmos através a consapevolezza (não consciência )
constante de nosso ser homem tentando descobrir como realmente somos, porque a
verdade de nós mesmos nos livra de nossos limites (vícios e defeitos) e, portanto,
também do nosso egoísmo e nosso eu humano, porque tal conhecimento amplia nossa
consciência 12
; isto significa que a descoberta de nossos vícios e nossos defeitos
produze suas eliminação como resultado de reflexões íntimas, uma atenta análise de
7
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 162-163 (La Terra, scuola di “razze” in
evoluzione), Mediterranee
8
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 185. Armenia
9
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162, Armenia
10
Maria di Nazareth, Messaggi da Medjugorje, Mensagens de 25 de Maio de 1988, de 25 de Dezembro de
1991 (Assalti) e de 25 de Fevereiro de 1992 (Attacchi), MIR
11
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 208-209 (Io), Mediterranee
12
Vangelo di Giovanni 8, 31-32 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se
stessi), Mediterranee
4
si mesmos 13
, mas sobretudo em virtude de un processo natural, dom divino que
depende da superamento do eu egoístico e humano tornando-se sabedores dos nossos
limites. É muito importante conhecer a si mesmos tanto que um dos Mestres
desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77) disse: "Conhecer a si
mesmo significa viver espiritualmente 14
". Mas também é mais importante para se
tornar capaz de amar a Deus e outros seres humanos porque estamos unidos por uma
relação de amor 15
.
À propósito do amor Santa Teresa do Menino Jesus, a Santa da pequena Via,
Doutor da Igreja Católica disse: << .... Eu entendo tão bem que só o amor pode nos
fazer agradável ao Senhor, de constituir êle a minha única ambição. À Jesus agrada de
me mostrar o único caminho que leva à fornalha de Deus, ou seja, o abandono da
criança que se adormece sem temor nos braços de seu Pai. "No caso de alguém é
pequeno vira a mim", disse o Espírito Santo pela boca de Salomão, e este mesmo
Espírito disse ainda a dizer que "a misericórdia é concedida aos pequenos ...". Ah, se
todas as almas débil e imperfeitas sentiram o que ela sente a menor entre eles, a alma
de seu Teresa, não uma desesperaria de chegar ao cume das montanhas de amor,
porque Jesus não pede grandes feitos, mas apenas o abandono e o reconhecimento. .
Pois ele diz no Salmo XLIX "Eu não tenho de qualquer um dos vossos bodes rebanhos
de cabras ... Se eu tivesse fome, não para você eu dizeria-lo, porque a terra e tudo o
que conte é meu. Talvez eu devo comer a carne de touros ou beber o sangue de
carneiros? Imolem a Deus dos sacrifícios de louvor e de agradecimento. Isso é o que
Jesus pede de nós, ele não tem necessidade absolutamente de todas as nossas obras,
mas apenas do nosso amor, porque este Deus que diz que eles não precisam de nos
dizer que ele está com fome, ele não hesitou em pedir um pouco de água da
Samaritana ... Jesus, eu sei-lo bem, o amor é reembolsado somente com amor, então
eu tentei, eu encontrei alívio rendendo amor por amor ... Não à riquezas e glória (se
tratasse também da glória do Céu) aspira ocoração do menino ... ..Sim, Amado, minha
vida se consumirá assim. Eu não tenho outros meios para provarte o meu amor, se você
não jogue as flores, que não deixa escapar nenhum pequeno sacrifício, nenhum
cuidado, nenhuma palavra, eo aproveitar de todas as pequenas coisas, e fazer isso por
13
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se stessi); La voce dell’ignoto,
página 47, Mediterranee
14
Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 127, Mediterranee
15
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 12 de Setembro, Amrita
5
amor .... Meu Jesus, eu te amo, eu amo a minha Igreja Mãe, eu me lembro que "o
menor movimento de puro amor é mais útil do que todos os outros trabalhos reunidos,
mas não o amor puro amor existe em meu coração? .... . Jesus, eu são pequena
demais para fazer grandes coisas, e minha loucura é a esperança de que teu amor vai
me aceitar como uma vítima! Minha loucura consiste em implorando as águias, minhas
irmãs, porque eles obter-me a graça para voar para o sol do amor com os próprios
divinas asas de águia.... . Oh Jesus, por que eu não podo dizer a todos almas pequenas
quanto inefável a tua condescendência ... Eu sinto que se, o que é impossível, você
trovasse uma alma mais fraca mais pequena que a minha, você comprazerias de
colmar-la com ainda maior favores se ela se abandonasse com total confiança para a
tua infinita misericórdia ....16
>>.
Depois de tantas palavras aladas juntamos apenas alguns pequeno exemplo
sobre o que devemos fazer para ampliar nossa consciência e, daqui, para crescer no
amor: devemos entender que o escopo de nossa vida não é aquêle de satisfazer nosso
próprio egoísmo, isto é, as suas próprias necessidades, seus sentidos, seus instintos e
desejos, se bem aquêle de ajudar os outros, à ser atentos à isto que podemos fazer por
eles em todos os aspectos descobrindo que o amor permeia toda a vida também a
nossa. Depois de tudo o que temos de fazer não é impossível; alguns exemplos: basta
voltar nossa atenção para os pobres, dar-se um pedaço de doce para dar-lhe ao um
outro, basta um gesto gentil com um estranho, a renúncia à algo para ajudar uma outra
pessoa; o cuidado com os outros, especialmente doentes ou prisioneiros são
especialmente necessárias ; no que diz respeito recordamos o que disse o Senhor
Jesus falando de pequenas boas ações que temos feito pouco para outros como nós,
porque nós também fez dele17
porque todos somos Um na Realidade do Espírito 18
:
seja aquêles que estão bem e os ricos que os esfomeados, os sedentos, os forasteiros,
os nús, os doentes e os encarcerados. É porém evidente que, quanto mais você é ricos
e potentes, tantas mais são as obras que o homem tem de fazer, porque eles devem
ser comensuradas com aos maiores possibilidade que eles têm para doar e fazer pelos
outros. Em suma, devemos aprender a viver o Evangelho como prescrito pelo Senhor
Jesus no Suas Evangelhos. Ao Deus e ao Senhor Jesus basta pouco em fundo para ser
16
Santa Teresa del Bambino Gesù (di Lisieux), Gli Scritti, páginas 230-245, Postulazione Generale dei
Carmelitani Scalzi, Roma
17
Vangelo di Matteo 25, 31-46
18
Vangelo di Giovanni 17, 20-25 ; Cerchio Firenze 77, páginas 33-34 (Assoluto), páginas 71-72 (Dio) e
páginas 296-297 (Tutto ; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee
6
feliz: basta nosso empenho no fazer o nosso melhor também para viver bem
evangelicamente 19
.
Quanto à natureza humana devemos reconhecer que, especialmente nas
primeiras encarnações humanos o homem tem un egoísmo violento e, portanto, ele/ela
é um malvado 20
; em oropósito o Senhor Jesus disse: << escutam a todos e tentam de
entender! Nada que entra no homem do externo pode fazer-lo impuro. Pelo contrário, é
o que que sae do coração que pode fazer um homem impuro. >>. Quando Jesus estava
longe das multidões e foi entrado na casa de seus discípulos lhe perguntaram acerca
aquela parábola. O Senhor disse-lhes: << Nem mesmo você são capaz de entender?
Mas você não cabem que todo o que entra no homem do externo não pode fazê-lo
impuro, porque não entra em seu coração, mas no estômago e, em seguida, entra em
uma cloaca? ..... >>. Com estas palavras, Jesus afirmou que você podem comer todos
os alimentos. Depois o Senhor disse ainda: << É o que vem de fora,do homem que
rende-lo impuro. Na verdade, a partir do íntimo, do coração saem todos os maus
pensamentos que levam ao mal; os pecados sexuais, os furtos, os assassinios, os
traições entre marido e mulher, o desejo de ter as coisas dos outros, as malícias, os
embrulhos, as obscenidades, a inveja, a malêdicencia, a soberba, loucura ... Todas
estes coisas males vêm fora do homem e eles fazem-lo se tornar impuro 21
>>.
Quanto à influência malvada de demônios em seres humanos nós informamos
que essa influência não se limita - infelizmente, apenas a tentações - porque quando os
demônios não encarnados na Terra que julgarem conveniente para os seus escopos
malignos eles assaltam ou atacam os homens "lançandolhes" sôbre a pessoa energias
malévolos para fazer-los se tornar pior de como eles são em certas situações especiais
ou transmitendolhes pensamentos pessimistas, ou induzindo-lhes, nós não sabem
como, à fazer sonhos ruins para fazê-los se estar mal. Nossa Senhora em Medjugorje
ele revelou a existência de tal comportamento demoníacos, pérfidos e cruel que pioram
o nosso estado de ser 22
; para a explicação do argumento, consultam a alguns
documentos explicativos disponíveis neste Catecismo entre os Aprofundamentos na
pasta de Anjos e Demônios.
19
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 318, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
20
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee
21
Vangelo di Marco 7, 14-23
22
Maria di Nazareth, Messaggi da Medjugorje, Mensagens de 25 de Dezembro de 1991 (Assalti), de 25 de
Fevereiro de 1992 (Attacchi) e de 25 de Março de 1992 (Satanás esta jogando com você e con vossas almas
e eu não podo ajudar porque você está longe de meu coração), MIR
7
O Livro de Jeremias na Bíblia nós ensina que a natureza do homem, que é bem
conhecido do Senhor Deus é misterioso e difícilmente curável 23
; se pode juntar que tal
natureza permanece desconhecido para ao homem mesmo, se ele/ela não faz o
esforço para auto conhecerse 24
; da necessidade de fazer tal esforço, o Senhor Jesus
nos falou na Palestina dois mil anos antes 25
, juntamente à uma série de outras regras
a serem observadas para a libertação da cadeia de nascimento e morte 26
; isto significa
livrar-se da cadeia das misérias, das doenças e dos dores 27
. Tas liberação acontece
depois múltipla encarnação na Terra 28
quando o homem tornou-se santo pela evolução/
ampliaçao da sua consciência 29
. Dois mil anos antes o Messias Jesus disse isto que as
pessoas de naquele tempo pudiam entender, tendo em conta tanto seja da mente que
da cultura dos povos antigos do mundo. No XIX século as possibilidades de
aprendizagem do homem e, portanto, seu conhecimentos se eram muito ampliadas
dos tempos da encarnação de Jesus na Palestina; portanto, era tornado -se possível
dar à um grande número de pessoas ensinamentos mais aprofundados através os quais
eles poderiam aprender melhor e sem muitos mistérios e histórias romanceadas os
segredos da vida.
Por estas razões, o Senhor Jesus, no século XIX, na Áustria escolheu um
homem santo, Jakob Lorber, como seu escrivão e ditou lhe uma enorme obra t que foi
transcrita em mais de trinta livros (publicado por La Nuova Rivelazione, Via Vetrego,
148-30035 Mirano (Venezia), telefone e fax 041- 43. 61. 54).
Este obra inclue o grande Evangelho de João, contido em 11 livros, totalizando
4.000 páginas e talvez mais. Neste Evangelho, foram tratados os seguintes temas:
Essência e escopo da Revelação, Deus e seu Reino, a Criação, o homem, os Anjos,
Satanás e as conseqüências de sua queda para o homem, o Inferno, a Morte e a vida
no outro mundo, o Dia do Juízo, a Ressurreição da carne, a Reencarnação, a Fim dos
tempos e o retorno do Senhor. O Grande Evangelho de João foi resumido por temas por
23
Libro di Geremia 17, 9
24
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 35-36 (Autoconoscenza) e página 37
(Autopsicanalisi), Mediterranee
25
Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, trad. Mario Pincherle, página 17-19, Macroedizioni
26
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione); Per un mondo migliore,
página 214 (Reincarnazione), Mediterranee
27
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 133-137 (Il significato della miseria, della malattia e del dolore),
Armenia
28
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione) ; Per un mondo migliore,
página 214 Reincarnazione), Mediterranee
29
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 106-112 (Evoluzione), Mediterranee
8
Josef Mahlberg em um livro de 196 páginas; este livro é muito útil e tem por título, o
Senhor fala, foi publicada por Arménia, mas evidentemente é muito conciso, em
comparação com o Evangelho original ditado à Jakob Lorber.
A obra ditada a Jakob Lorber também inclue ensinamentos científicos ou
segredos da natureza, algumas das quais foram descobertas pela ciência após a
revelação de Jakob Lorber.
No século XX, o Senhor Deus decidiu integrar as Revelações anteriores; novas
Revelações foram possíveis por o crescimento intelectual e cultural dos homens que
permitiu uma difusão generalizada da verdade permanecem até então patrimônio de
uns poucos eleitos:
- O 'evangelho revelado pelo Senhor Jesus a Maria Valtorta foi transcrito em
dez volumes de cerca de 400 páginas cada um; o homem desta época tem a
oportunidade de conhecer cada episódio da vida pública do Senhor e muitos
episódios de sua vida familiar com sua mãe Maria e o padeasto José.
Estamos, portanto, na presença de um obra importantíssima que revivenós a
vida de Cristo desde o nascimento até a ressurreição e sucessivas Aparições
na Palestina, em maior número do aquelas referidas pelos Evangelhos
canônicos;
- As Revelações de Findhorn do mesmo Senhor Deus à Eileen Caddy,
editadas por Edizioni Amrita e Edizioni Mediterranee e aquela dos Anjos à
Dorothy Maclean (editada pela Edizioni Mediterranee);
- A Revelação de Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo
Firenze 77): Este é um ensinamento ético e filosófico - esotéricos (Edizioni
Mediterranee) útilíssimo para ampliar nossas conhecimetos da vida;
- A Revelação da Virgem Maria de Nazaré, em Medjugorje, que desde 1981
até ao mês de abril de 2017 tem-nós ensinado a viver espiritualmente com
um ensinamento tanto eficaz, quanto simples, que até mesmo o homem mais
simples e menos culto pode entender (Edizioni MIR e Shalom);
Estas Revelações se integram mútuamente.
Com estas integrações não é de todo diminuida a fecundidade da Doutrina do
Filho Jesus, Sabedoria personificada, nem de dois mil anos antes, pois que é suficiente
até mesmo um único capítulo dos Evangelhos canônicos e do Quinto Evangelho de
Tomé para entender o caminho que o homem deve seguir para retornar à casa do Pai;
muitas vezes basta apenas uma página e alguma vez também um único verseto para
9
trazer os homens na estrada principal do Reino dos Céus; você faço um exemplo de
verseto iluminante destes Evangelhos: << Fazem também aos outros todo aquêle que
você querem que eles fizam a você ...30
>>. Todavia, esta massa de novas noçães em
linguagem modernao enriquece a doutrina sacra universal dos primeiros séculos
dezenove, também no aspecto filosófico (com o Magistério dos Mestres desencarnados
do Cerchio Firenze 77 (Florença Círculo 77).
Nas Novas Revelações muitos argumentos são ilustrados ou aprofundados
porque o crescimento da consciência, da mente e da cultura humana permitiam-lo. Todo
isto foi feito pela Divindade em linha com o ritmos e a graduabilidade da evolução
humana . As verdades de Abraão e de Moisés para o povos de seu tempo não podiam
ser aquellas dos homens dos séculos XIX e XX .
O Senhor Deus fez dizer ao profeta Maomé pelo anjo Gabriel:
- << enviamos outros apóstolos antes de você ....; cada época tem um livro 31
>> ;
- << Deus cancela o que ele quer ou confirma isso, e perto de ele é a mãe (ou
seja, o protótipo) do Livro 32
>>.
As Sacras Escrituras do passado são sempre fecundas de ensinamentos,
também se você tem que ter em conta os erros das Tradições orais; por exemplo dos
erros da Tradição oral judaica corrigidos pelo Senhor Jesus33
.
As Sacras Escrituras do mundo revelam ao homem, à medida que êle cresce
espiritualmente - também em uma mesma vida - o que significados que apenas três ou
cinco anos antes não tinha intuído; Esta realidade é verdade para nós, especialmente
para os Evangelhos, que são a Palavra de Deus34
. Os quatro Evangelhos canônicos,
muito concisas (250 páginas todos os quatro juntos) e o Quinto Evangelho do apóstolo
Tomé de páginas quarenta, ainda são adequados para o catequese de muitas pessoas,
mas o Evangelho revelado a Maria Valtorta contém não só o ensinamento público, mas
também aquêle reservado aos Apóstolos. Êsse também contém a história do
nascimento do Menino Jesus e episódios da vida privada de Maria e de Jesus, bem
como vários outros episódios da vida privada do Senhor. No tempo que o Grande
Evangelho de João contém revelaçães iimportantes, tais como aquelas da ausência
30
Vangelo di Matteo 7, 12
31
Il Corano, trad. L. Bonelli, sura XIV 38, Ulrico Hoepli
32
Il Corano, trad. L. Bonelli, sura XIV 39, Ulrico Hoepli .
33
Vangelo di Matteo, capítulos 5, 6, 7, 9, 15, 19 e 23
34
Vangelo di Giovanni 1, 1-12 ; Il Corano trad. L. Bonelli, sura III 40, Ulrico Hoepli
10
do juízo final, da existência de juizo individual para cada homem depois cada
encarnação terrena (este juizo é baseado sòmente e exclusivamente sobre as
boas obras que fizemos na Terra e nunca sobre os pecados que cometemos) e do
verdadeiro significado da ressurreição da carne.
Cada a Sacra Escritura, independentemente de outros ou por novas Revelações
do séculos XIX e XX, tem uma gama de significados cuja descoberta requere reflexão,
meditação e confronto com os acontecimentos de vida quotidiana de cada homem 35
. É
como dizer que cada dia o homem pode aprender por só com suas próprias experiência
e inteligência o isto que os acontecimentos quotidianos à luz da Sacra Escritura, eles
querem ensinarlhe.
Comparando com o passado, o homem comum de hoje é muito avantajado,
porque pode dispor das Sacras Escrituras de outros povos, para além das aquelas já
mencionadas dos séculos XIX e XX. Estas escrituras antigas e modernas podem
confirmarlhe o que ele sabe de sua religião, mas também juntar novas verdades para
refinar e completar o seus conhecimentos teológicos e aquelas da vida no planeta Terra
em todos os seus aspectos, também ao nível do pensamento 36
. E por quanto
resguarda ao Anjos Dorothy Maclean, da Comunidade de Findhorn na Escócia, ela
explica suas preciosa atividade nos Reinos da Natureza 37
.
O Senhor Deus - como Pai, Grande Mãe Espírito Santo 38
e Filho Jesus - tem um
grandíssima cura de nós e da nossa educação e formação cultural e religiosa; como
Mãe nós resulta que Deus apareceu apenas uma vez na Terra, em La Salette, França
39
; Deus como Mãe apareceu a dois pastorinhos, Melanie e Maximin, 19 de setembro de
1846, mas a Igreja Católica não a reconhecida, mas era evidente - seja por aspecto
que para o Seu discurso - que a Senhora Bela não era Maria Nazaré; para fazer
tornar-se a Aparição de La Salette...40
; uma Aparição de Maria foi dito "a Bela
Semhora fala em nome de Deus, que enviou-lhe, como já fez com os profetas 41
.
35
Veja, por exemplo, vários autores, Guida alla lettura della Bibbia, páginas 319-367, San Paolo
36
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…come l’uomo pensa così egli sarà: …come
pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee
37
Dorothy Maclean, Spiriti di Natura, Edizioni Mediterranee
38
Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, traduzione di Mario Pincherle, pagine 101, 103 e 104,
Macroedizioni
39
Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, páginas 18 e seguenti, San Paolo
40
Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 21, San Paolo
41
Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 24, San Paolo
11
O Senhor Deus nós fala diretamente ou indirectamente, por meio de profetas ou
Anjos (por exemplo, no caso do Corão). O Senhor fala a nós para sempre, mas
gradualmente, regularidade e continuidade, século após século. Saqui o Senhor Deus
como Mãe falou em La Salette, no século XIX. Mas isso não é todo: Deus também fala
aos homens individuais que têm fé e confiança Nele quando fazem silêncio dentro deles
para escutar o Senhor 42
.
A Nossa Senhora Maria fala-nós desde que Ela vivia na Palestina 43
; neste
Catecismo de Ela aqui principalmente citam a Revelação de Medjugorje na Croácia,
uma Magistério tanto simples quanto eficaz, que continua até hoje (abril de 2017)
desde 1981 (e isto é um outro indício ida situação gravíssima em que se trova a
Humanidade, mas ao mesmo tempo indica que êste é um tempo de graça e de
crescimento). Há muitos livros que referem as Aparições de Nossa Senhora; uma
síntese eficaz das mesmas se trova no livro de Paola Giovetti, As Aparições da Virgem
Maria, San Paolo.
Por Jakob Lorber, Seu escrivão austríaco, o Senhor Jesus fez saber ao homem
moderno:
a. Que o Senhor Deus criou Lúcifer e êste os Anjos, mas com os poderes e o
potência recebidos por Deus; todos eles foram criados livres de ser ou não fiel a
Deus. Sabemos que Lúcifer, a ser criado, se rebelou contra Deus e com ele uma
parte dos Anjos. Depois de suas rebelião o Criador se trovou de frente à um
dilema, visto que os anjos rebeldes tinham a intenção de combatê-lo (até mesmo
a guerra é uma invenção malvada de Satanás): aniquilá-los ou salvá-los. A
aniquilação dos rebeldes era contrária à sua natureza amorosa e também
significaria a aniquilação dos Anjos permaneceu fiel a Deus 44
, comandados pelo
Arcanjo Miguel 45
;
b. A 'alternativa era aceitar de pate de Deus a situação criada por Lúcifer e seus
seguidores, e no idear e realizar um plano de Salvação dos Demônios
organizando um projeto de vida reparador: a vida na Terra dos demônios por
42
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 6 Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a
Findhorn, páginas 143-144 (Stai nella quiete ed ascolta), Mediterranee
Eileen Caddy, as portas internas, Mensagem de 6 de Agosto, Amrita; A voz de Deus em Findhorn,
página 143, Mediterranee
43
Paola Giovetti, Le apparizioni della Vergine Maria, página 5, San Paolo
Paola Giovetti, As aparições de Vergine Maria, página 5, San Paolo
44
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 161, Armenia
45
Albert J. Hebert, S.M., L’Arcangelo San Michele, Edizioni Segno
12
meio dos homens, como conhecemos, exposta à lutas, tentações e dores para o
retorno dos anjos rebeldes, ou demônios no Reino dos Céús com Deus. O
conflito celeste foi um conflito entre Lúcifer-Satanás e Deus mesmo e é
considerada a morte espiritual de Lúcifer-Satanás e dos outros anjos rebeldes; a
separação de Deus foi criado por anjos rebeldes com seus pensamentos,
porque o pensamento cria 46
, mas na realidade de Deus tal separação não era
possível, porque Todo é Um e Deus é o Absoluta e nunca está separado de seus
filhos 47
;
c. A separação (mas sòmente à nivel mental 48
) de Deus de Satanás e dos anjos
rebeldes, portanto, originou suas traição; o conflito entre eles e Deus que dura
ainda originou a punição-correção dos Demônios, com todo isto que déste
consegue, para a recuperação dos rebeldes no planeta Terra por meio das
encarnaçães dos demônios mesmos nos homens 49
. Sabemos que tal punição -
correção continua nos planos ou mundos de existência de vida após a morte
(Astral, Mental e Akasico ou da Consciência) porque o homem não morre na
Terra, mas vive em continuação no Cosmos 50
, porque a vida é eterna, a morte
não existe e por isto o homem é imortal 51
; a correção - punição dos demônios
humanos 52
continua nas sucessivas encarnações terrenas até à quando o
demônio humano chegará ao soleira da Santidade; depois do que atende-lo a
vida no Reino dos Céus;
d. Sendo Deus amor 53
o eterno inferno, isto é, os sofrimentos e a infelicidade
eterna, não podem existir na realidade, porque Deus não permitiria-lhes; mas
objetivamente não existe tão pouco o Paraíso; o Senhor nosso Deus e o Senhor
Jesus nos ensinam que o Inferno e o Paraíso são estados de ser ou mental que
46
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…come l’uomo pensa così egli sarà; come
pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee
47
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita : Cerchio Firenze 77, páginas 33-34
(Assoluto), páginas 71-72 (Dio) e páginas 296-207 (Tutto ; Tutto è perfetto; Tutto-Uno-Assoluto),
Mediterranee
48
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita
49
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 157-163 (La natura di Satana e le conseguenze della sua caduta),
Armenia
50
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 64-65 (Cosmo), Mediterranee ; Raymond A. Moody
Jr, La vita oltre la vita, Oscar Mondadori
51
Eileen Caddy, Il SENTIERO interiore, páginas 53-54, Mediterranee ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del
Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee
52
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162 e 178, Armenia
53
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 42, Mediterranee
13
o homem leva com ele 54
. Enquanto o estado de ser infernal eterno não poderia
existir porque estaria em contradição com o plano de Redenção e Salvação de
Deus, e sobretudo com o amor, a onipotência e a onisciência de Deus; o estado
de ser infernal temporário está destinado a ser superado por cada homem
durante o processo de ampliação - evolução de sua consciência durante os além
cinquenta mil anos da vida humana 55
e as multíplice encarnaçães na Terra.
e. Mas, então, quem criou o Inferno e quem o Paraiso e onde eles estão se
objetivamente não existem? Um dos Mestres do Cerchio Firenze 77 ( Circulo
Florence 77, o Mestre Kempis disse: << Não é verdadeiro que a vida terrena
deve ser escapada para fazer-se méritos no Céu e honrar Deus. O inferno - se
existisse - não seria profundo o suficiente para acolher dignamente.quem assim,
tivesse vivido 56
>>. Tanto o Inferno que o Paraíso foram criados pelo
pensamento do homem, porque também o pensamento do homem cria 57
:
Daqui foram as religiões com os pensamentos de sacerdotes e fiéis à criar o
inferno e paraíso nas áreas do plano ou mundo mental. Sobre Paraíso foi dito
pelos Mestres de Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77): << Un aceno à
aquela região do "mundo mental" correspondente aos céus descrito por
religiões: a criatura, a qual fosse nesses céus, não é separada dos outros, a
menos de um estado particular de consciência. Todo está ao redor a você. Um
homem que tivesse vivido para merecer –se uma recompensa eterna ou tivesse
dedicado sua vida a um ideal, após a passagem no plano mental, para karma,
vé e experimenta o ideal sonhado. Este estado corresponde a um sentido de
satisfação, de beatitude. Muitas entidades que apresentam-se em determinadas
reuniões mediúnicas provem precisamente o da região “do mundo mental"; aqui
porque eles descrevem uma vida após a morte semelhante ao aquêl eles
creriam existisse no tempo que eles estavam vivos, porque eles estão-lo estão
experimentando, e, para eles, é uma coisa real não um sonho. Uma vez que o
indivíduo não suficiente evoluído tenha cessado êste sonho, ele repousa –se, vê
claramente e tranqülidade todas as vidas passadas, mas não está consapevole
(não consciente) de quanto está acontecendo em torno à êle, porque ele entrou
54
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita ; Jakob Lorber, Il Signore parla,
página 176, Armenia
55
Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 185, Mediterranee
56
Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 94, Mediterranee
57
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…Come l’uomo pensa così egli crea; come
pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee
14
no "plano" sucessivo a aquêl mental (Minha nota: o plano akasico ou da
consciência) Ele tem abandonado seu corpo mental e está no soleira de uma
plano (Minha nota: o plano akasico ou da Consciência) no qual ele viverá uma
imensa, beatitude indescritível 58
>>.
f. Desde a separação imaginária de Deus, criada pelo pensamento de Satanás - e
até mesmo de outros anjos rebeldes - ele derivou o afastamento do antigo
Arcangelo Lucifer, que se tornou Satanás, o demônio, ou o diabo - e dos outros
demônios ou diabos, do Reino dos Céus 59
. Porque dois sentimentos contrários,
isto é, o amor eo ódio, não podem coexistir, porque o um exclue o outro.
Todavia Deus, que é amor, decidiu de corrigir os Demônios porque Ele queria
abracar-los novamente no Plano Divino após ter-los confinados nos mundos da
Matéria para escopo educativo 60
porque Satanás e seus seguidores em
oposição ao Criador, não podia continuar a viver em sua casa. Os Demônios que
sentiam de algum modo separados de Deus por causa de seu pensamento
negativo, eles não estavam realmente, seja porque o Altíssimo Senhor nunca é
separado de seus filhos 61
, seja porque é absoluto 62
e, portanto, todo isto que
existe isto é seres, mundos e coisas são parte Dele Os Anjos rebeldes, tendo
cultivado o ódio dentro deles, e qualquer outra qualidade negativa mudou sua
natureza; por isto Lúcifer, não podia mais ser chamado assim porque ele levava
as Trevas e não a Luz e, assim, tornou-se Satanás, o Demônio ou o Diabo e
outros anjos rebeldes se tornaram demônios ou diabos e Deus tirou à êles
potência e fôrça criativa que tinha atribuído êles 63
. E, naturalmente, esses anjos,
eu dizeia, foram afastados pelo Reino dos Céus e foram confinados nos mundos
da matéria do Cosmos (mundos, astral e mental); eu não creio que os
Demônios vivam também no akasico Plano ou da consciência porque eles não
têm consciência até que o Senhor Deus não essa doará-los em concomitância
com a primeira encarnação humana, quando receberem a consciência de uma
bêsta evoluída, como um cavalo, um cão et caetera, juntamente com a Centelha
58
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 179-180, Mediterranee
59
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 220 (Piano Divino), Mediterranee
60
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 157-163 (La natura di Satana e le conseguenze della sua caduta),
Armenia
61
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita
62
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 33-34 (Assoluto, páginas 71-72 (Dio) e páginas
296-297 (Tutto; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee
63
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 160, Armenia
15
Divina . Esta consciência irá ampliar, assim como irá desenvolver a mente dos
demônios por meio dos vários encarnações na Terra no homens em virtude da
lei de evolução 64
; o Senhor Deus criou o Cosmos 65
com os mundos, todas as
coisas, os animais e o homem para re-educar e salvar-se os Demônios
mesmos .
g. O traição de Satanás criou as condições para um conflito e, portanto, o recusa
da autoridade paterna e materna, o que tornou-se indispensável por amor 66
a
conseguinte correção / educação ao fim de fazer tornar à obter aos anjos
rebeldes a natureza e as condiçães da vida originárias no Reino dos Céus.
Dito isto, se pode dizer que o Reino dos Céus também significa intimidade e comunhão
com Deus na unidade da Santíssima Trindade de Deus 67
O Pai, o Filho Jesus eo
Grande Mãe Espírito Santo 68
; e também a unidade dos homens no Filho e aquela do
Filho no Pai 69
.
Daqui deriva que é correto dizer:
a. que Deus é uma comunhão de seres 70
unidos por uma relação de amor 71
e -
para entender melhor qual tipo de relação se pode ter com Deus - você
também pode dizer que Ele é uma família em Si mesmo (o Pai, do Filho
Jesus e a Grande Mãe Espírito Santo) e, em seguida, todos os seres vivos e
as coisas em Cristo 72
.
b. Do Um que é Deus têm origem todas todos os mundos, todas as coisas e
todos os seres vivos, a partir da última criatura, o mais completo: esta última,
o homem foi feito à imagem e semelhança do Criador mesmo 73
. O mesmo
Senhor Deus, para completar o plano de Redenção e Salvação dos demônios
se encarnou no homem Jesus de Nazaré com a Sua Palavra ou Verbo 74
; no
64
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee
65
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 64-65 (Cosmo), Mediterranee
66
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 161, Armenia
67
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 36-45 (Dio: unità o trinità), Armenia
68
Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, trad. Mario Pincherle, página 101 e 105, Macroedizioni
69
Vangelo di Giovanni capítulos 14, 15, 16 e 17
70
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 52-53 (Comunione), Mediterranee
71
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 12 de Setembro, Amrita
72
Vangelo di Giovanni, capítulos 14, 15, 16 e 17 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 63-
64 (Coscienza Cosmica), Mediterranee
73
Genesi 1, 27 ; Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita
74
Vangelo di Giovanni 1, 1 ; Il Corano, trad. L. Bonelli, sura III 40, Ulrico Hoepli ; Maria di Nazareth,
Messaggi da Medjugorje, Mensagem de 25 de Abril de 1988, MIR
16
Filho, o Senhor Deus aperfeiçoaou / completou a Lei Mosaica e todas as
outras Escrituras Sacras do mundo com o Evangelhos também fazer-nos
informados de uma realidade impensável do Espírito: as fusões dos seres 75
.
Na Realidade do Espírito Criador as criaturas são fundidas na diversidade 76
,
mas os seres sentem-se mesmos como nunca antes. Além ao homem
também em todos os seres vivos e todas as coisas estão recapituladas na
consciência do Filho Jesus 77
.
Sabemos coisa è a Redenção para a Salvação 78
:
a. Redenção corresponde ao processo evolutivo pelo qual a vida, através de
formas cada vez mais organizados, expressa graus sempre maiores de mente e
de consciência por meio das multíplice encarnações e das correções /
ensinamentos cármicos e da cura espiritual do Senhor Jesus 79
; em outras
palavras, podemos dizer que a Redenção é uma ampliação da consciência, da
cultura e de conhecimento de Deus e cura, purificação, ensinamento e expiação
espiritual, pela Grande Mãe Espírito Santo, do Senhor Jesus, mas também da
Virgem Maria, a Co-redentora 80
Um, porque é com o Filho Jesus 81
. Na Terra há
muitos lugares que podem ser definidos infernos, especialmente no Sul do
mundo. A Redenção continua na vida após a morte porque o homem não morre
quando seu corpo físico morre na Terra; " ... não há alguma interrupção entre a
vida de um veículo físico, e o prosseguimento da existência com a vida em
outro veículo, o veículo astral 82
. "Nem ele está para o prosseguimento da
existência do plano astral ao plano mental e, sucessivamente, do plano mental
ao akasico plano ou da consciência. Quando o homem da Terra passa além de a
75
Vangelo di Giovanni, capítulos 14, 15, 16 e 17 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas
123-124 (Fusione – ver Comunhaão), Mediterranee
76
Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, páginas 209-210 (L’Uno nei molti), Mediterranee
77
Vangelo di Giovanni 1, 1-4 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 63-64 (Coscienza
Assoluta e Coscienza Cosmica), Mediterranee
78
Isaia 40, i-11 ; Vangelo di Luca 3, 1-6
Is 40, 1-11; Lucas 3: 1-6
79
Eileen Caddy, Le porte interiori, mensa gens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le
grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 160-161 (Il “ritorno” del Cristo), Mediterranee
80
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 96, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
81
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 119, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
82
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 189, Mediterranee
17
viver com a "sua" Centelha Divina na outra vida da Terra ele passa no plano ou
no mundo astral com o corpo astral, o corpo mental eo corpo akasico ou da
consciência; a consciência é um corpo eterno, aquêl que o homem traz consigo
na Comunhão dos santos sempre animada por a Centelha Divina. Em planos ou
mundos astral e mentais, o homem viverá duas vidas diferentes existencias, ou
vidas durante as quais assimilará as experiências vividas no plano físico, a
Terra, na forma de sensações, emoções, comoçães (plano astral) e
pensamentos (Plano mental) 83
; em seguida, passará além de no Plano Akasico
ou da Consciência, sempre animado pela "sua" Centelha Divina. Após essas
vidas ultrafisícas o homem que ainda não é tornado-se um santo se reencarnará
na Terra até que se não será se tornado santo; após ele viverá eternamente no
chão da Comunhão dos Santos 84
., Daqui a vida é eterna 85
e a morte não existe
86
. Se transmigra da Terra quando o nosso corpo fisíco ali morre, mas - sempre
animados pela Centelha Divina – “despertamos” nós imediatramente no mundo
astral e ali vivemos com os corpos astral, mental e akasico ou da consciência;
quando o corpo astral morre no plamo astral, o homem – sempre animado por la
Centelha Divina continua a viver no plano mental con o coprpo mental, e la
consciência; ou corpo akasico e enfim irá à viver – sempre animado por la
Centelha Divina – no mundo akasico com o corpo akasico ou consciência.
continuamente nos quatro planos ou mundos do Cosmos (físico - com a Terra - o
astral, quatro vidas diferentes e akasico mente ou consciência) de quem a vida
no plano físico é crucial 87
. Reencarnação e morte do físico, astral e mental
permite que o indivíduo ... sempre novas experiências com personalidades
sempre renovada 88
. Portanto, não há morte 89
: Ele migra da Terra quando o
nosso corpo físico morre lá, mas - sempre animada pelo Centelha Divina, nós
"despertar" de imediato no mundo astral e viver lá com o corpo astral, mental e
akasico ou consciência; quando o corpo astral morre no plano astral, o homem -
sempre animada pelo Centelha Divina - ele continua a viver no plano mental
83
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 220-221 (Piani), Mediterranee
84
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 52-53 (Comunione e Comunione dei Santi),
Mediterranee
85
Eileen Caddy, Il SENTIERO interiore, páginas 53-54, Mediterranee
86
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee
87
Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, páginas 102-104, Mediterranee
88
Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 53, Mediterranee
89
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee
18
com o corpo mental e consciência ou akasico corpo e, finalmente, vai viver,
sempre animada pelo Centelha Divina, Mundo Akasico com o corpo Akasico ou
consciência. Os três planos ou mundos ultraterrestriessão "lugares" de
purificação e assimilação de experiências feitas no plano físico (Terra). Do
mundo akasico nós reincarnaremos na Terra novamente e novamente
reincarnaremos-nós nos outros três planos de vida do Cosmos (astral, mental e
akasico 90
) sempre vivendo até que nos tornemos santos. As encarnações na
Terra cessam quando nos tornamos santos. De santos viveremos eternamente
na Comunhão dos Santos. O escopo da vida do homem na Terra é aquêle de
aprender a amar ampliando a sua consciência, que é o altruísmo. De quanto
sôbre exposto deriva que não debemos ter nunca medo nem da morte nem
tanto menos do inferno, porque êle na realidade, não existe, porque o
objetivo final da vida do homem na terra é o Reino dos Céus, por o qual
vivemos continuamente nos quatro planos de vida do Cosmos. Viver
também significa ampliar nossa consciência 91
; por êste viver e crescer
temos de fazer a nossa parte 92
porque se alguém fazesse por nós
tornaríamos-se como autômatos.
b. A redenção do homem é realizado com a reencarnação 93
os créditos e
correções cármicas 94
bem como a " cura espiritual" da nossa consciência na
Consciência de Cristo 95
. A lei divina de karma compensa o Bem que o homem
faz (crédito kármico) com a paz e tranquilidade, no tempo que o mal é
compensado com penas e angústias 96
(Dívida cármica ou correções /
ensinamentos cármicos). As correções / ensinamentos cármicos implicam dor
física ou psíquico e daqui sofrimentos, mas tais correções / ensinamentos
cármicas nós vêm dadas sòmente no existência terrestre em qual nós estamos
90
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 65 (Cosmo) e página 78 (Dopomorte), Mediterranee
91
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 60-64 (Coscienza) ; Per un mondo migliore, página
206 (Evoluzione), Mediterranee
92
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de30 de Maio, de 29 e 31 de Agôsto, Amrita
93
Jakob Lorber, il Signore parla, páginas 184-186 Reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77,
Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione), Mediterranee
94
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma),
Mediterranee
95
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le
grandi verità ricercate dall’uomo, página 160-161(Il “ritorno” del Cristo), Mediterranee
96
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 49 (Mantra del karma), Mediterranee
19
capaz de entender tais correções97
. O dor se é revelado ao onisciência do
Senhor Deus, o único ensinamento que ajuda o homem a ampliar sua
consciência através da reflexão e compreensão de seus erros comportamentais
do passado também chamados também pecados. Portanto, devemos lembrar
que, se todo na vida é karma - que é uma concatenação de causas e efeitos - é
porque o caso, boa e má sorte não existem 98
porque tudo é karma 99
e - ao
mesmo tempo - todo está nas mãos de Deus 100
.
c. O Reino do Céu é um estado mental que cada um tem que procurar e trovar 101
.
Assim, deve ser porque Deus disse assim, mas nós mesmos, podemos
constatar-lo no nosso pequeno observando o nosso estado mental durante a
vida quotidiana e com a autopsicanálise 102
através do qual aprendemos à
conhecer nós mesmos 103
. É importante conhecer a si mesmos; "O homem
deve conhecer a si mesmo, conhecer os seus limites (Minha nota: vícios,
defeitos e outras pobrezas espírituais) caber até que ponto é do mundo e em
que ponto é do espírito. Isso significa viver uma vida espiritual ... Viver
espiritualmente significa ser sinceros com se mesmos ...104
.
d. O Reino do Céu é um estado mental não é um lugar, e, portanto, está dentro de
nós, mas você saber-lo, crer – lo e trazê-lo para fora 105
. O Reino do Céu é no
intimo mundo do homem, porque dentro de nós há Deus, podemos experimentar
esse estado mental reconhecê-lo, acreditando e fazendo-lo emergir dentro de
nós.; só debemos refletir-se depois que nós renderemos conta, seja por quanto
nós resguarda pessoalmente, seja por quanto resguarda as pessoas que vivem
em nossa casa e para aqueles que conhecemos bem, mas que vivem em outros
lugares, porque o isto que somos verdadeiramente dentro de nós geralmente se
manifesta ao externo. Basta ler os jornais e escutar o telejornal para caber
97
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 46 (n°4, 5, 6 e 7) e página 158,
Mediterranee
98
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita
99
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 43-49 (La dinamica del karma),
Mediterranee
100
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 14 de Novembro e de 14 de Dezembro, Amrita
101
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 1 de Junho, Amrita
102
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 37 (Autopsicanalisi), Mediterranee
103
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se stessi), Mediterranee
104
Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 127(IL significato “di vivere spiritualmente”),
Mediterranee
105
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 1 de Junho, Amrita
20
onde está o Reino do Céu e onde estão os infernos. O Reino do Céu existe onde
há amor, e onde há amor há Deus106
; no tempo que existem os infernos dentro o
homem onde há ódio, as violências também feitas dentro ds famílias, também
sôbre as crianças, que são indefesas e sacros; ou existem os infernos onde há
revoluções, guerras, carestias, epidemias e muitas outras coisas desagradáveis
que é constelada a vida dos homens que na sua maioria vivem em sua própria
maneira, ignorando o Decálogo107
e as mandamentos do amor 108
.
e. Não devemos, portanto, nunca tem medo da vida ou do futuro, porque cada
existência terrena de cada um é baseada em um projeto melhorativo de vida
para cada um de nós, nada é casual: cada contacto è justo, cada ação é guiada:
em cada coisa hã a mão de Deus 109
; mas há de mais: cada homem tem um
talento específico para doar e é necessário porque se é parte de um todo 110
e
de isto devemos ser gratos a Deus 111
. Não devemos, tanto menos ter medo da
morte, porque ela não existe 112
porque o homem vive contìnuamente em um
dos quatro planos ou mundos do Cosmos até que se tornou santo e de Santo
viverá eternamente no plano da Comunhão dos Santos, o Reindo dos Céus,
como já foi dito. O escopo da vida de cada pessoa na Terra é aquêle de expandir
seu amore, sua consciência, sua cultura, e o conhecimento de Deus, até que
esteja santos. Desde então, viveremos eternamente no plano da Comunhão dos
Santos e assim o Senhor Deus realizará o projeto que tem feito, para cada
demônio: fazer-lo retornar pelo homem no reino dos céus; No entanto, como
sabemos, cada homem deve ganhar o Reino dos Céus; porém, como sabemos,
cada homem se deve ganhar o Reino dos Céus fazendo a sua parte 113
, porque
se alguém fazess-la por nós ficaríamos sempre crianças espirituais, enquanto
que Deus quer que você se tornar santos - isto é, adultos, na amor, na
consciência e na fé - para nos dar a felicidade eterna.
106
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 17 de Julho, Amrita
107
Deuteronomio 5, 6-22
108
Levitico 19, 17-18 ; Deuteronomio 6, 4-9 ; Vangelo di Matteo 22, 34-40
109
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto e de 14 de Dezembro, Amrita
110
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17 de Maio e de 14 de Agôsto, Amrita : Cerchio Firenze
77, Dizionario del Cerchio, página 296-297 (Tutto ; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee
111
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita
112
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee
113
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e de 31 de Agôsto, Amrita
21
f. Na verdade todos nós podemos testemunhar que para muitos estados de ser
infernais que eles estão em inúmeros homens do planeta Terra em cada época,
não temos muitas experiências de estados de ser paradisíacos no homem, isto
é de homens santificados. Nos seres humanos, os estados de ser paradisíacos
(de alegria, de felicidade, mas também de paz, porque o Senhor Jesus, depois
de Sua Ressurreição, assim Ele saudava Seus Apóstolos: "A paz esteja com
vós114
¡ ") são muito menos comuns de aquêles infernais que são muito
populares porque há muito mais pessoas egoístas, isto é ruim, de aquêles bom.
As crônicas dos Mass Mídia referem-nós de poucos estados do ser paradisíacos
, quando na verdade, existem muitos mais. Em vez estas crônicas nos fornecer
inúmeros testemunhos de estados quotidianas de ser infernais descrevendo-nós
crimes e sofrimentos de todos os tipos em todas as partes do mundo, sem
exceção, também se a intensidade do dor são diferentes para as muitas
diferenças que existem entre os homens. A culpa por tudo isso é de Satanás,
seus seguidores, Eva e Adão com responsabilidades decrescentes . E depois
nossas, de todos os homens, mais ou menos, com os muitos homens-
demônios 115
que calcam as cenas de aquêle imenso teatro que é êste mundo.
Um exemplo? Os terroristas, mas eles não são o único malvados. Mas tão
pouco essas pessoas são perdidos porque o escopo final da vida na Terra é o
Reino do Céu também para êles, que porém cada um terá que ganhar vivendo
muitas vidas sucessivas na Terra e, em seguida, nos outros três planos ou
mundos do Cosmos (astral, mental e akasico), fazendo em cada existência
terrena a sua parte 116
Porque se alguém fazesse-la para nós ficaríamos sempre
malvados, mas a vida, que é mestra , através la lei da evolução, a
reencarnação, as correçães e o perdão dos pecados con a Redenção de Jesus
Redentor redimirá também os terroristas e todos os outros malvados e os
ímpios.
g. A evolução tem sido chamada de "processo pelo qual a vida através de formas
cada vez mais organizados expressa graus sempre maiores de mente e espírito
117
(Minha nota: Por Espírito entenda-se a Consciência). Evolução é efectuada
114
Vangelo di Luca 24, 36-42 ; Vangelo di Giovanni 20, 19-29
115
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 178, Armenia
116
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e de 29 e 31 Agôsto, Amrita
117
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee
22
por meio de reencarnaciones 118
e das relativas correçães / ensinamentos
cármicos 119
. A Evolução também se pode definir um processo de redenção e
purificação da pessoa que deve receber ao ensinamento do dor pelo mal que ele
fez. Mas não devemos ter medo de não ressair, porque o Espírito está sempre
trabalhando para nos ajudar a compreender os erros que cometemos no
passado; devemos nôs armar de boa vontade no aceitar a correção cármicas,
porque toda a sua vida tem para escopo o nosso verdadeiro bem e nada foi
casual para esse fim 120
: A runião em Deus de cada um de nós tem lugar no final
de muitas encarnações terrenas de nossa Centelha Divina e nossa consciência
em homens sempre diferentes mas com graus sempre maiores de mente e de
consciência 121
e sempre com novas personalidades para ver as coisas sempre
de pontos de vista diferentes122
, no arco de mais de cinquenta mil anos 123
.
h. A vida dos seres do cosmos foi projetada pelo Senhor Deus para salvar os anjos
rebeldes tornado-se demônios aos ordens de Lúcifer, pela vida de homens nos
quatro planos ou mundos do Cosmo para induzir-los a compreender os seus
erros" ... e para começar desta forma para o seu retorno voluntário ....124
. ;
Este ensinamento vem da revelação do Senhor Jesus para Jakob Lorber.
i. Se é verdade, tão certo como os paraísos e os infernos estão no intimo dos
homens 125
e, portanto, eles correspondem a estados de ser ou estados de
mentais ou "de sentir” 126
, Porém também é verdade que os paraísos e os
infernos na Terra correspondem também as condições de vida de muitas áreas
da Terra, especialmente no Sul do mundo; estas condições de vida paradisíacas
ou infernais que existem na Terra pode existir na vida futura do Além no primeiro
plano da existência de outro mundo (o caso do sofrimento no mundo astral para
aquêles que se tiram suas próprias vidas para escapar do sofrimento físicas ou
118
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 184-186 (La reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77, Per
un mondo migliore, página 214 (Reincarnazione), Mediterranee
119
Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma),
Mediterranee
120
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita
121
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee
122
Cerchio Firenze 77, Maestro perché, página 53 (Perché deve esistere la morte del corpo fisico, del corpo
astrale e di quello mentale?), Mediterranee
123
Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 185, Mediterranee
124
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162, Armenia
125
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita ; Jakob Lorber, Il Signore
parla, página 176, Amrita
126
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 257-263 (Sentire), Mediterranee
23
mentais 127
). As condições de vida paradisíacas e infernais que existem na Terra
são úteis para fazer ampliar a muitos demônios humanos 128
a cultura, a
consciência eo conhecimento de Deus através da vida na Terra e nos outros três
planos o mundos do Cosmos (astral, mental e Akasico ou da Consciência) em
homens com um grau sempre maiores de mente e deconsciência. Os quatro
mundos diferentes do Cosmos (mundos físico, astral, mental e Akasico ou da
Consciência) são escolas do Espírito, para as quais a vida na Terra é
fundamental 129
;
j. Devemos sempre lembrar que o pensamento cria 130
por isso temos que
controlar nossos pensamentos aprender a viver o Evangelho. Desta forma
podemos melhorar a nós mesmos e ao mesmo tempo a nossa condição
espiritual, porque nossa vida é condenada para fazer crescer continuamente
nossa mente e nossa consciência de acordo com a Lei da Evolução
frequentemente citada. Mas devemos escolher de obedecer aos Mandamentos
de Deus (Decálogo131
e Mandamentos de amor 132
), Vida após vida, porque o
fim de nossas muitas existências terrenas 133
é a reunião com Deus, em
Cristo, que não retornar mais à Terra, mas Ele surgirá dentro de nós 134
.
k. Os infernos na Terra são inumeráveis porque inumeráveis são as pessoas que
não vivem ainda evangelicamente, mas antes vivem egoisticamente; muitas
deles são malvadas e violentas; É principalmente devido a essas pessoas, se
existem os infernos e estados de ser infernais na Terra. Inumeráveis são
também as pessoas que não vivem bem no mundo os Mandamentos do Senhor
Jesus, também mas esforçandose de fazer-lo o como fazem os Cristãos. Mas se
começarmos a aplicar-nos de mais em oração, porque a oração é sintonia com
127
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 284 (Suicidio), Mediterranee
128
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 162 e 178, Armenia
129
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 185, Armenia ; Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate
dall’uomo, página 228 ; Maestro perché?, páginas 102-104, Mediterranee
130
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140141(Come l’uomo pensa così egli sarà…come
pensate così create ; questa è la Mia legge), Mediterranee
131
Deuteronomio 5, 6-22
132
Levitico 19, 17-18 ; Deuteronomio 6, 4-9 ; Vangelo di Matteo 22, 34-40
133
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 184-186 (La reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77,
Dizionario del Cerchio, página 238-240 (Reincarnazione), Mediterranee
134
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le
grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 160-161(Il “ritorno” di Cristo), Mediterranee
24
Deus 135
mas a oração não basta porque é necessário fazer boas obras 136
;
assim contribuiremos, cada um à sua maneira pequena, à melhorar o mundo.
l. Nas primeiras encarnações humanas na Terra os homens têm um egoísmo
violento 137
; o Eu 138
e o complexo instintos-sentidos- necessitades e desejos de
êstes homens é mais forte do seus Ego formado por sua Centelha Divina e sua
pequena Consciência para qual pràticamente, eles estão sempre tentando de
impor sua vontade sobre as pessoas que estão com eles. O mal que eles fazem
é corrigido com a reencarnação e os ensinamentos do dor em muitas das suas
vidas sucessivas, até que eles caberão que Deus não tem pôsto a felicidade
nos prazeres materiais e sensuais do mundo e da carne, nem nas riquezas, no
poder e no sucesso, as na vida simples. Todavia vivendo, pecando e errando
139
, gradualmente, os homens-demônios descobrirão - com o ensinamento do
dor, das famílias e das religiões - mas especialmente com suas reflexões - que
os verdadeiros valores da vida são aquêllos que tem ensinado o Messias Jesus
de Nazaré nos evangelhos. Devemos confiar em Deus e em vidas futuras
que o próprio Senhor providenciou para nós, e para os quais há um projeto
e um plano porque nada é causal 140
; experimentando os eventos futuros de
tais multíplices existências terrenas, o homem caberá gradualmente que cada
história, mesmo o mais negativa foi instrumental porque nada acontece em vão
141
para doar às pessoas o conhecimentos e consciência e fazê-los
entender o significado eo escopo das nossas existências na Terra.
m. As experiências da vida humana na Terra são indispensáveis para entender que
os verdadeiros tesouros da vida são boas obras que nós fazemos, ou seja, as
gentilezas, a bondade, os ajudas aos necessitados et caetera. Se você entender
isso, então ele também entenderá o significado eo escopo da nossa vida
terrena: ensinar-nós a amar a Deus e todos os homens irmãos como a nós
mesmos. E depois se entenderá também onde o Senhor Deus colocou a
135
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17 de Janeiro, de 28 Fevereiro e de 31 Agôsto, Amrita ;
La voce di Dio a Findhorn, página 100, Mediterranee
136
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17de Janeiro de 28 de Fevereiro e de 31 de Agôsto,
Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, página 100, Mediterranee
137
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee
138
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 208-209 (Io), Mediterranee
139
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita
140
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita
141
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita
25
felicidade; Ele colocou-la na vida simples, no tomar-se cura dos outros acabando
de pensar em nós mesmos e fazendo a vontade de Deus 142
Todas as coisas que
o Senhor Jesus nos ensina com seu modelo espiritual da vida evangélica. Para
entender como nós tem que se comportar é suficiente refletir sôbre os
Mandamentos dos Evangelhos antigos e modernos.
n. A escolha de viver por tais Mandamentos nos leva ao vitória sôbre nosso
Eu e sôbre o complexo instintos-sentidos- necessitades e desejos carnais
(nossos verdadeiros enemigos, juntamente com os Demônios. Tudo isso vale
para todos os homens da terra, de todas as épocas, não só para os cristãos;
nenhum, porém, ter medo, porque o olho de Deus sempre vigia sôbre de nós;
não escapam seus olhos e seu amor flue para cada um de nós na mesma
maneira 143
Por isto temos que ter fé e confiança em Êle, e devemos
obedecer Seus Mandamentos e à aquêles de Jesus 144
; nossa participação
é também esta e ninguém pode fazer-la ao nosso lugar 145
;
o. Até da Antiguidade o Senhor Deus nos deu não só os Dez Mandamentos e os
Mandamentos do amor a partir dos quais é derivada a Lei Moral para nós
permitir de distinguir o bem do o mal, mas depois Ele nós ensinou também qual
Via escolher entre aquela do bom e aquela do Mal 146
; em seguida, o mesmo
Deus inspirou o Reis os sistemas jurídicos que regem as vidas das povos da
melhor maneira possível; enfim - diz-se para sintetizar - o Senhor Deus projetou
a vida cotidiana com as Variantes 147
, de modo que nós podemos sempre
escolher o bem entre as alternativas insitas nos acontecimentos quotidianos da
vida, as quais sempre nós dão sempre a possibilidade de escolher en cada
momento entre o Bem eo Mal, as dois vias entre os quais devemos escolher 148
.
Em outras palavras, estamos todos colocados em posição de ser sempre capaz,
momento a momento, para escolher a via do Bem que também nós indica. A
vida na Terra tem o escopo de é nós fazer crescer no amor, de ampliar nossa
consciência, nossa cultura e o conhecimento de Deus; por isto é importantíssimo
vivê-la ao melhor de nossas possibilidades, alternando trabalho ao divertimento
142
Vangelo di Matteo 12, 46-50
143
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Março, Amrita
144
Vangelo di Giovanni 15, 14
145
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e del 29 e 31 de Agôsto, Amrita
146
Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie)
147
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 301-304 (Varianti), Mediterranee
148
Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie)
26
. A vida que cada um de nós vive não é fruto do caso, porque foi ideada
expressamente para cada um de nós e è por isto é perfeita 149
e é por esta
razão que devemos aceitá-la e vivê-la com gratidão, agradecendo e louvando a
Deus 150
. É por isto absurdo ter medo de viver, e é até mesmo mais absurdo
suicidar-se porque tão pouco os Suicides esquivam aos correçães /
ensinamentos da Lei do Karma, porque seus" ... efeitos são inelutáveis 151
"; de
daro << Aquêles que tomam suas próprias vidas apenas para escapar de seu
sofrimento físico ou morais não alcançam o escopo, porque até à quando seu
carma não está exaurido o seus sofrimentos continuam no mundo astral,
176 ...152
. A vida é um dom precioso, mesmo quando sofrem, porque ele está
sofrendo e refletindo que se cabem os erros que cometemos em precência e,
portanto, nós aprendemos como terÍamos devido nós comportar e – cabendo os
erros que fizemos - nós crescemos em altruísmo, conhecimento e consciência .
p. Sabemos que o Mal consiste no viver egoístamente, no tempo que o Bem
consiste no viver altruísticamente; o Bem também é o dom de si mesmos. O
caos que existe no mundo demostra que nós ainda não temos cabido que os
prazeres do mundo e da carne, os sucessos, as riquezas e o poder não devem
tornar-se o escopo da nossa vida, porque a Matéria foi sòmente um meio para
reconduzir os demônios sôbre as vias do Espírito. O Senhor Jesus disse em
propôsito: " ... Agora você também será claro por que Lúcifer acreditava que ele
tinha que agir como ele fez, para que a Matéria podesse ser criada; um erro em
cada caso, porque o fim da minha criação não é a matéria, bem sòmente o
conhecimento livre, o amor e a compreensão da Divindade da parte dos seres
derivados por Me: a matéria foi sòmente um meio. Lucifer persistiu nesta
segunda erro e se perdeu nos extremos de suas qualidades polares,
enganando-se mesmo na ideia de dever conservar a matéria. Ele quis reinar
fazendo-se príncipe da matéria, que ele considerava sua propriedade e depois
escureceu mais e mais os seres humanos que estavam se formando, pois que
a luta com Deus lhe parecia grande, magnífica e conservadora da vida. Êste
também explica o mistério da Minha encarnação, que devia quebrar a matéria,
149
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Março e de 27 de Agôsto, Amrita
150
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 3 e 4 de Maio, del 30 de Julho e de 6 e 27 de Agôsto,
Amrita
151
Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 209 (Karma) ; vedi assenza de Libertà,
Mediterranee
152
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 284-286 (Suicidio), Mediterranee
27
que de outra forma, perdendo-se Lucifer mais e mais na rugosidade do pólo
oposto, seria se tornada progressivamente mais dura. Minha encarnação
significou, portanto, uma pausa e mostrou como poderia livrar da idolatria e
adoração das qualidades polares; Ela devia demonstrar (e êste era o fim do
primeiro) como a morte que liga os homens a matéria e seus prazeres pode
ser superada e vencida, e também que a vida não se desenrola na matéria,
mas no espírito, e que esta é apenas uma prisão dêste 153
".
q. Aquêles que vivem egoístamente se cria ídolos: si mesmo o ou outros seres
humanos, o dinheiro, o poder, a riqueza, o sucesso et caetera; por isto devemos
prestar muita atenção aos nossos pensamentos, a fim de que não renda nós
escravos dos ídolos que nós induzem a fazer alguns pecados que são
transgressões aos Mandamentos de Deus. Que poda cada um de nós descobrir
dentro de si mesmo, ao mais pronto que ele tem em si próprio Deus e, portanto,
o amor, o Reino dos Céus e as virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade. O
altruísmo, a consequência do amor, também êle está dentro de nós e todo
emerge em nós se na calma se escuta a voz de Deus154
e se vive de acordo
com a Sua Palavra, em vez de limitarse à escutar-la 155
;
r. A observância da Palavra de Deus nôs livra da escravidão dos prazeres do
mundo e da carne ou da escravidão do pecado 156
. Não necessita muito, assim
como ensina S. Teresa do Menino Jesus; são suficientes reflexões quotidianas
sobre as Sacras Escrituras e à como se aplicam em nossas vidas; para agradar
a Deus e ser unidos com Ele deve reconhecê-lo e aceitá-lo (e, então, todo se
torna possível) 157
; você também necessario ser gratos a Deus 158
e ter fé e
confiança n'Êle 159
; mas não basta porque devemos viver o Evangelho ao
melhor de nossa possibilidades a cada dia. Mas também necessita viver de
forma simples e ter um contrôle eficaz dos nossos pensamentos que não nós
153
Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 161-162, Armenia
154
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 6 de Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, página
143 ( Stai nella quiete e ascolta), Mediterranee
155
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 28 de Março, Amrita
156
Vangelo di Giovanni 8, 31-36
157
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 21 de Outubro, Amrita
158
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 3 e 4 de Maio, de 30 de julho, de 27 de Agôsto e de 12
de Novembro, Amrita
159
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 4 de Janeiro, de 23 de Junho e de 10 de Setembro,
Amrita
28
faza exceder em nada, exceto em boas obras, ainda que pequeníssimas. Então,
quando, ano após ano temos demonstrado apreço pela obra de Deus, fé e
confiança, gratidão e boa vontade, a Mãe Espírito Santo nós doará também a
Continência ou Temperança e assim tornaremos-se capaz de moderar as
nossas necessidades, sentidos, instintos e você desejos. E, lentamente, nós
serão doados outras qualidades e virtudes das quais temos necessdade para
crescer no amor; Por isto, também é necessário para o nosso empenho
quotidiano “no fazer aos outros todo o que quereremos que fizessem a nós 160
“
. Nosso empenho é indispensável, porque a lei diz: "Você receberás na medida
em que você terás doado. Estas não são apenas palavras; eles são a lei. Se
você vives e você colocá-los em prática, você verás em que maneira
maravilhosa se materializam. Quando você começarás à dar, você descobrirás
de receber mais e mais. Não ter medo, não manter nada para você;
simplesmente das e continua dando. Um coração aberto e generoso atrai à si
apenas o melhor. Fazes em modo que teu coração seja aberto e disponível, em
modo de não entreter nada e e deixa por que em êle hospede sempre o espírito
do dom. Olhe isto que você tens de dar e, depois das-lo, sem se preocupar que
coisa seja pois que cada dom oferecido ajuda ao completamento do todo. Você
não esperas que alguém outro para vira à retirar teus dons, mas doa
voluntariamente isto que você tens : assim fazendo, você descobrirás que êle se
insere no todo, assim como o elemento de um mosaico colocado no pôsto justo
completar a imagem 161
. E quem dá todo recebe todo 162
, como o Senhor Jesus.
Todo êste é equivalente a um importante caminho de fé em Deus e de
Caridade, à qualquer religião se pertenca, mas não é suficiente para reunirse à
Deus; para completar o ascese em Deus - isto é, o tirocínio espiritual que nó s
permite superar o eu e o complexo instintos-sentidos-necessitades e desejos – é
necessario tornar-se capaz de amar Deus e aos outros;
s. O Senhor Deus disse a Eileen Caddy Comunidade Findhorn na Escócia:
<< ... Você tem que aprender que só dando todos recebes todo; você só pode
ter sucesso depois de aprender a amar a Mim de todo o teu coração, mente,
160
Vangelo di Matteo 7, 12
161
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 22 de Dezembro, Amrita
162
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita
29
alma e com toda tua força, porque sem amor você não pode cumprir estes
passos, ou você pode viver esta vida. Abre teu coração e ama 163
>> .
t. O Senhor Jesus se auto definiu o Bom Pastor 164
e continua a ser o Bom Pastor
por excelência; talvez você pode dizer que eles são bons pastores todos os bons
sacerdotes de todas as religiões verdadeiras. Talvez você também pode dizer
que todas as religiões, quando eles não distorcem o espírito ea letra das
Revelações Divinas, são feitos de bons pastores.
u. Em outra ocasião, o Messias Jesus também definiu dois poderes terrestres,
aquêle temporal e aquêle religioso e precisou, ao mesmo tempo quais devemos
ser as competências, os deveres e as responsabilidades das instituições civis e
religiosas com a famosa resposta que o Senhor deu aos fariseus que estavam
tentando de colhêe-lo en erro: "Portanto, dão ao imperador que pertence ao
imperador, mas aquêl que é de Deus dáo-lo a Deus 165
>>; com tal resposta
Cristo disse, implicitamente, que o poder temporal não é das religiões, mas dos
reis ou presidentes das repúblicas, e que o homem deve obedecer seja aos reis
que aos Presidentes das Repúblicas, mas também as religiões verdadeiras para
as suas respectivas competências; são religiões verdadeiras aqueles que
prescrevem de amar a Deus e outros seres humanos como si mesmos e de
perdoar aos outros.
v. Os Evangelhos são explicações do Decálogo 166
. As religiões devem ensinar
os mandamentos de Deus, sem alterar as Revelações, assim como aconteceu
com os judeus 167
e sobretudo com os árabes 168
. Praticamente todas as
religiões, por causa dos erros dos Tradições Orais e das interpretações de
temas e versos das Revelações divinas têm modificado os ensinamentos de
Deus, de Jesus e dos Profetas.
163
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita
164
Il Vangelo di Giovanni, capítulo 10
165
Vangelo di Matteo 22, 15-22
166
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 123, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
167
Vangelo di Matteo capítulos 5, 6, 7, 15, 16, 19 e 23
168
No nosso Catecismo, entre os Aprofundamentos das Religiões, você vai encontrar o Elaborado 4
concernente os numeros erros de interpretação dos temas fundamentais do Alcorão, cometidos com a
astúcia e maldade por Fundamentalistas islâmicos
30
w. O Senhor Jesus recusou todos cada poder e honra e explicitamente disse que o
Seu reino não era deste mundo 169
. Deriva dêste que as religiões se devem
interessar sòmente e exclusivamente da vida espiritual dos fiéis, mas eles
devem estar sempre pronto para defendê-los dos arbítrios dos reis, também ao
custo de vida, mas sempre sem algum tipo de violência, bem como ensinou o
Senhor Jesus eo ' indiano Gandhi, a grande alma da Índia.
x. Eles tão pouco no Arabismo ou Maometismo (ou o Islamismo - como
maliciosamente têm ensinado a dizer que os violentos fundamentalistas árabes
sucessores do Profeta dos beduínos, Maomé) os poderes civis e militares
poderia ser atribuídos aos religiosos porque o Arcangelo Gabriele disse
Muhammad:
- " Você adverte daqui os homens, pois que você és apenas um que aviso 170
";
- " Você, não és,de fato constituido de autoridades sobre eles 171
" ;
- Em outra tradução, os dois versos estão emparelhados: "Sê admoestação
aviso à todos porque você és um admoestador, e você não és sido nomeado
como seus soberano 172
";
- Em uma terceira tradução está escrito: "Portanto, admoesta, porque tu não
és outro que um admoestador, e você não tens autoridade sobre eles 173
"
Aqui o tradutor colocou uma nota em base ao qual ele informa que o
admoestação do anjo resguardava o tempo em qual Mohammed " ... não era
ainda cabeça de uma comunidade de crentes ". Mas esta, na opinião deste
escritor, é apenas uma opinião e é provavelmente infundada. Se recorda
que, por causa e e por força de interpretações humanas errôneas da religião
dos árabes foi deformada, como é explicado no elaborada 4 deste Catecismo
que - você trovarão entre os aprofundamentos das Religiões - com o título
"Contribuição para o conhecimento do Alcorão com assinalação de numeros
erros de interpretação de temas fundamentais da Revelação de Deus ao
169
170
Il Corano, trad. L. Bonelli, sura LXXXVIII 21, Ulrico Hoepli
171
Il Corano, trad. L. Bonelli, sura LXXXVIII sura 22, Ulrico Hoepli
172
Alessandro Nangeroni, Dizionario del Corano, página 80, sura LVIII 21-22, Xenia Tascabili
173
Il Corano, trad. Hamza R. Piccardo, sura LXXXVIII 21-22, ver nota n ° 5, Newton & Compton
31
profeta Muhammad, cometidos com astúcia e maldade por fundamentalistas
islâmicos ";
- Outra tradução do Alcorão, aquela de Bausani, sura LVIII sura não contém os
versetos ja ou supra citados.
y. Em todos as Naçãos os citados dois poderes civis e militares, por um lado e
aquêle religiosos, da outra, devem colaborar juntos para garantir aos pessoas a
vida mais calma possível, ainda que se você saba que os conflitos e os dissídios
entre indivíduos, grupos, tribos e povos até agora têm sido inevitáveis e nossa
opinião serão ainda até que todos os demônios não serão redimidos. Isto porque
de quando o ex-Arcanjo Lúcifer quis a guerra contra Deus e o seu nome foi
mudado en Satanás. Satanás continua a quer a guerra; a este respeito a Nossa
Senhora em Medjugorje, disse que" ... quer a guerra eo ódio ...174
" ; Os conflitos
são parte da natureza de Satanás e de seus escopos malignos que são
compartilhadas por homens muito antes de aprender a amar.
z. Mas o Senhor Deus nos ajuda nisso porque todo el Mal que acontece na Terra
torna-se instrumental para a história divina da Salvação e porque "nada
acontece em vão", e então todos nós nos beneficiar também de nossos erros de
comportamento 175
incluindo ímpios, belicistas, malvados e terroristas, porque
Deus nos ama a todos sem distinçães pois que aos seus "....olhos todas as
almas são iguais 176
" tanto que o Senhor disse: "Eu amo todos vocês, e antes
que você estará conscientes melhor será, por que não escapar aos meus olhos,
e meu amor corre para cada um de vocês da mesma maneira. Quando você
poderás aceitar o fato de ser um Comigo, Você também poderás aceitar de ser
um com os outros 177
".Segue-se que todos os povos, bem como todos os
homens são amados por Deus da mesma maneira. Tem que ser assim, porque o
Senhor disse de Si mesmo: "Eu sou o amor178
"; Portanto, não pode haver povo
escolhido, porque cada nação é o seu povo179
; pelo menos dois antigos profetas
disse aos judeus: Isaías e Sofonias 180
.
174
Maria di Nazareth, I Messaggi della Regina della pace, Mensagem de 25 de Setembro de 2001, Shalom
175
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita
176
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Maio, Amrita
177
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Março, Amrita
178
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 42, Mediterranee
179
Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 23, San Paolo
180
Isaia, capítulo 56 ; Sofonia 3, 9-10
32
aa. Deriva dêste que o mal é instrumental para a Redenção e Salvação dos
homens-demônios 181
, Mas se deve reconhecer a autoridade paternal e maternal
de Deus, e obedecer os Seus Mandamentos; portanto, todos os homens
também devem observas os preceitos dos Evangelhos, arrependendo-se,
convertendo-se e vivendo a vida inteira evangelicamente ao melhor de sua
possibilidades e assim eles fazeráo a Deus182
. Os sofrimentos causado por
ensinamento cármico do dor devidas também à "lutas, tentações e dores "
devem ser aceitadas por seres humanos porque é necessário compreender
quais erros de comportamento que cometeram no passado e, desta forma,
vamos crescer em conhecimento e consciência, e vamos superar, dia após dia,
o nosso egoísmo e nosso egocentrismo. Só assim se compreenderá o
significado e o escopo insitos no plano de Deus para a nossa vida na terra 183
.
bb. É a dor 184
que revela ao homem o esplendor de altruísmo; o altruísmo é uma
manifestação do amor. Os conflitos, incluso aquêles armados, não podem ser
evitados pela presença simultânea da mistura de homens (no sentido das almas)
que existe na Terra em todos os épocas 185
. Bem como explicar a um elaborado,
"Contribuição para o conhecimento da vida, origem e destino do homem",
disponível em nosso Catecismo entre Insights para a pasta de "Natureza, Vida e
Destino Humano" . No entanto, é dever dos reis e religiões, cada um em seu
papel, a trabalhar intensamente em conjunto para reduzir o sofrimento e as
necessidades dos cidadãos;
cc. As muitas existências terrenas, tão perturbado, que o homem tem de viver no
planeta Terra186
ampliar a sua cultura, a sua consciência e o conhecimento de
Deus, eles não duram para sempre, porque como toda a gente vive,
gradualmente, vem, embora lentamente entender o que a vida e Deus que criou
e organizou quer ensinar: Deus através da vida quer nos ensinar a amá-lo e
181
Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162 e 178, Armenia
182
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 319, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
183
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 27 de Agôsto e de 14 de Dezembro, Amrita
184
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 75-77 (Dolore), Mediterranee
185
Cerchio Firenze 77, as grandes verdades procurado pelo homem, páginas 162-163 (As "raças"
Escola da Terra em evolução), Mediterranee
186
Cerchio Firenze 77, dicionário do Círculo, página 54 (Conhecimento), páginas 106-112
(evolução) e páginas 238-240 (Reencarnação), Mediterranee
33
amar todos os outros homens irmãos como a nós mesmos. Acho que isso
aconteça gradualmente na última vida terrena de todo homem quando ele se
torna um santo, sob a Lei de Evolução e as correções cármicos através
dell'ammaestramento dor, os ensinamentos de famílias e verdadeiras religiões.
Lentamente, vida após vida187
, Cada um de nós vir a compreender não só todos
os erros que cometeu no passado distante ou recente, mas também que é
melhor concordar que uma disputa e que a paz é melhor do que uma guerra
ganha, com todos os seus horrores; Portanto, todos os seres humanos, bem
como todas as pessoas, aprender de forma gradual e lentamente para evitar
disputas ou para compô-los, cada um de acordo com os tempos de sua
capacidade de compreender que somos todos irmãos, todos filhos de Deus.
Desta forma, evitando críticas, inveja, julgamentos, disputas e conflitos188
Todos
são começou cutucando o caminho da paz, mas ai - o Senhor Jesus diria - aos
sete pseudo religiosa verdade que as religiões têm apenas as formalidades, e ai
também aos sacerdotes e esses chefes de Estado que pregam o ódio, a
vingança e guerra.
dd.Os europeus, após a segunda grande guerra mundial, ter escolhido o caminho
da paz, mas não passar por isso de novo com esse sentimento de fraternidade e
altruísmo que os levaria para ajudar mais e melhor os povos pobres do Sul.
Queremos árabes e judeus na Palestina - o território onde pregou o Senhor
Jesus - para também escolher sua obediência o caminho para a sua Sagrada
Escritura, em que é o comando para trilhar o caminho da paz e perdão.
Europeus, judeus e palestinos, tudo em seu papel, deve aprender a trabalhar
mais e melhor para a paz, a Bíblia (Mandamentos de amor) e o Alcorão189
a mão.
ee. O Senhor Deus nos ensina tudo o que não devemos fazer e aquêle, em vez
que, nós temos que fazer para entrar no Reino dos Céus:
<< Não te tenho dado a vida no mundo, porque você levasse a morte.
Não você tenho dado o desejo porque você se tornasse ávido..
Eu não te tenho dado a mente, porque você rendessi escravo de suas ciladas.
187
Thorwald Dethlefsen, vida após vida, reencarnado com diálogos, Mediterranee
188
Eileen Caddy, As portas interiores, Mensagem de 12 de Setembro, Amritas
189
Alessandro Nangeroni, Dizionario del Corano, página 95, sura VII 199 (Sappi perdonare) e página 101,
sura XLV 14-15 (Dì a coloro che credono), Xenia Tascabili
34
Nem te tenho dado a tranqúilidade, porque você vegetasse eo progresso,
porque você te circundasse de coisas inútiis ou perdesse a tua vida na busca
desses.
Eu não te tenho dado a grandeza porque você desprezasse os humildes.
Nem Eu te tenho dado o poder porque você oprimisse e obrasse injustiças.
Eu não te tenho dado a paz porque tu destruísse-la.
E se eu tenho permitido a guerra, é porque você apreçasse o acordo.
Se eu tenho permitido o dor que vem do egoísmo de teus semelhantes e do teu
é porque você compreendesses o esplendor do altruísmo.
Se Eu tenho permitido a intolerância, a ofensa, a escravidão, é porque você
perseguisses as virtudes contrárias.
E se Eu tenho permitido que você fosse humilhado, desfrutado, incomprendido,
é porque você aprendesses a não humilhar, a não desfrutar, a entender, pois
que uma vida feliz, mas estéril não é tão preciosa como uma que doas
compreensão.
Mas Eu te tenho dado vida no mundo, porque você rendesses-lo mais belo. Eu
te tenho dado a abundância porque te fosse mais fácil doar. Eu te tenho dado o
bem-estar, porque você tivesses piedade de quem sofre. Eu te tenho dado a
sapiência porque você criasse.
Eu te tenho dado o deseja, porque você criasse o bem de teus semelhantes, e
a mente porque você cabesses que só uma coisa é necessária, e aquela você
escolhesses: aquela coisa que te conduze além dos opostos, onde não há
separação, onde causa e efeito são uma só realidade 190
>>.
A ajuda continuou que vem ao homem do céu
O Senhor Deus fala a todos aquêles que reconhecem-lo e aceitá-lo 191
e vivem
de acordo com suas leis para o melhor de sua possibilidades, e assim Deus se agrada
192
; uma das coisas que temos de fazer é estar na quietação para escutar 193
os
ensinamentos do Senhor, cada um segundo as suas necessidades espirituais. Mas há
uma ajuda importante ao qual raramente pensam: é a ajuda que Deus dá a cada um de
190
Cerchio Firenze 77, La Fonte Preziosa, páginas 229-230, Mediterranee
191
Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 21 de Outubro, Amrita
192
Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 319, CEV srl, 03036 Isola del Liri
(Frosinone), Italia
193
Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 143-144, Mediterranee
35
nós através dos Anjos, por exemplo, o Anjo Custódio, o Anjo do lareira para cada
família, o Anjo de cada casa e os curandeiros Anjos 194
; particularmente importante para
cada um de nós é o Anjo Custódio; de-lhe o Mestres desencarnados do Cerchio Firenze
77 (Círculo Florença 77) disseram:
a. Anjo Custódio: << A guia espiritual (ver "voz da consciência", da
vossa religião chamada Anjo Custódio, não deve ser vista como
um órgão externo, estranho, que você repara dos golpes, que
você protege no sentido tradicional e pessoal, mas algo que do
vosso intímo ser emerge e tenta de fazer florescer vossa
consciência, de fazer-la afirmar nos confrontos dos impulsos
deteriorar-se, 231-233 g 195
>>;
b. Voz da Consciência: << O firmar-se da consciência em um sentido
positivo, altruístico, é "algo" que vem das estrato mais altos e mais
profundos do mundo do sentir, a partir deste centro de consciência
que é chamado de "guia espiritual" e que quando o indivíduo é
submetido aos assim ditos tentações - para usar uma palavra que
te faz sorrir – tentar de representarlhe a realidade em maneira
mais reta, mais preciso. É a voz da consciência, de acordo com a
definição de certos. Eis a voz da consciência não é nem mais nem
menos do que esta comunicação, êste canal que desce da propria
guia espiritual no intímo dos seres (ver "Angelo Custódio", 231 g
196
>>.
Os Anjos são inumeráveis, e desenrolam em nome de Deus e para o benefício
de todos os seres vivos as tarefas necessárias para trazer ordem e luz para toda a
Criação. Se os planetas perfeitamente percorrem suas órbitas é devido ao atividades
dos Anjos e o mesmo vale para o crescimento de todos os produzidos agrícolos e
florestal. Uma demonstração das possibilidades extraordinárias dos Anjos foi dada em
Findhorn na Escócia, onde em virtude da cooperação entre Anjos e homens, numa terra
deserta, onde até então tinham sempre cresceu apenas as ervas ruim; o jardim; na
areia tornou-se luxuriante e nenhum agrônomo e agricultor foi capaz de trovar uma
explicação ... Ele diz Dorothy << Se nós que eram três adultos e três crianças
194
Giuditta Dembech, Gli Angeli fra noi, página 103-120, L’Ariete
195
Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 28, Mediterrane
196
Cerchio Firenze 77, Dizioario del Cerchio, página 311 (Voce della coscienza), Medi
77 Florence Círculo, Círculo Dictionary, página 311 (Voz da Consciência), Mediterranee
36
pequenas, têm podido criar aquêle estupendo jardim, outros homens, juntando-se com
boa vontade, poderiam transformar em um Éden até mesmo o Sahara ...197
>>. (Minha
nota: O pedido de cooperação aos Anjos pelos homens dos desertos está aqui implícita.
Eu recomendo a todos a leitura do livro por Dorothy Maclean sobre os Espíritos de
natureza, porque dessa forma eles poderão não só aprender muito sobre os Anjos e dos
Anjos, mas poderão também mudar si mesmos e se tornar verdadeiros filhos de Deus e,
eles poderão portanto," ... contribuir a criar um mundo melhor e mais justo ... ").
Imitando o Senhor Jesus, nosso Redentor e Salvador, eu digo "Paz aos
homens da Terra."
197
Dorothy Maclean, Spiriti di Natura, páginas 12-13, Mediterranee
37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Doutrina Espírita e os fatos momentosos
A Doutrina Espírita e os fatos momentososA Doutrina Espírita e os fatos momentosos
A Doutrina Espírita e os fatos momentosos
Eder Freyre
 
A Miséria Humana
A Miséria HumanaA Miséria Humana
A Miséria Humana
-
 
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
A escolha das provas
A escolha das provasA escolha das provas
A escolha das provas
Bloguinho Espírita
 
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
OrdineGesu
 
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Patricia Farias
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Sergio Menezes
 
A escolha das provas
A escolha das provasA escolha das provas
A escolha das provas
Helio Cruz
 
Eae 98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
Eae   98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentosEae   98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
Eae 98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
Norberto Scavone Augusto
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
Ponte de Luz ASEC
 
Terra, Planeta de Provas e Expiações
Terra, Planeta de Provas e ExpiaçõesTerra, Planeta de Provas e Expiações
Terra, Planeta de Provas e Expiações
Angelo Baptista
 
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meuCapítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Eduardo Ottonelli Pithan
 
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
Lar Irmã Zarabatana
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Bruno Cechinel Filho
 
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
Lucia Andrade
 
A volta do espírito à vida corporal
A volta do espírito à vida corporalA volta do espírito à vida corporal
A volta do espírito à vida corporal
Helio Cruz
 
Há muitas moradas na casa de meu pai
Há muitas moradas na casa de meu paiHá muitas moradas na casa de meu pai
Há muitas moradas na casa de meu pai
Ana Karina Andrade
 
Mundos regeneradores dalila melo, julho 2013
Mundos regeneradores   dalila melo, julho 2013Mundos regeneradores   dalila melo, julho 2013
Mundos regeneradores dalila melo, julho 2013
Dalila Melo
 

Mais procurados (20)

A Doutrina Espírita e os fatos momentosos
A Doutrina Espírita e os fatos momentososA Doutrina Espírita e os fatos momentosos
A Doutrina Espírita e os fatos momentosos
 
A Miséria Humana
A Miséria HumanaA Miséria Humana
A Miséria Humana
 
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
A escolha das provas
A escolha das provasA escolha das provas
A escolha das provas
 
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
 
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
 
A escolha das provas
A escolha das provasA escolha das provas
A escolha das provas
 
Eae 98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
Eae   98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentosEae   98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
Eae 98 - categoria dos mundos habitados - esclarecimentos
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
 
Terra, Planeta de Provas e Expiações
Terra, Planeta de Provas e ExpiaçõesTerra, Planeta de Provas e Expiações
Terra, Planeta de Provas e Expiações
 
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meuCapítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
 
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
 
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
Palestra pluralidade-mundos-habitados-1211296550779779-8
 
A volta do espírito à vida corporal
A volta do espírito à vida corporalA volta do espírito à vida corporal
A volta do espírito à vida corporal
 
Há muitas moradas na casa de meu pai
Há muitas moradas na casa de meu paiHá muitas moradas na casa de meu pai
Há muitas moradas na casa de meu pai
 
Mundos regeneradores dalila melo, julho 2013
Mundos regeneradores   dalila melo, julho 2013Mundos regeneradores   dalila melo, julho 2013
Mundos regeneradores dalila melo, julho 2013
 

Semelhante a 028c - A consciência, a vida dos homens e o continuo aiuxilio che vem do Céu

Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4
Candice Gunther
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
Fernando Pinto
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Francisco Baptista
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Patricia Farias
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Candice Gunther
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Fernando A. O. Pinto
 
O estreito caminho
O estreito caminhoO estreito caminho
O estreito caminho
verasrebello
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30
Candice Gunther
 
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
OrdineGesu
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
Daniane Bornea Friedl
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Antonino Silva
 
Jornada 2008 apocalipse e os problemas humanos
Jornada 2008   apocalipse e os problemas humanosJornada 2008   apocalipse e os problemas humanos
Jornada 2008 apocalipse e os problemas humanos
Norberto Tomasini Jr
 
025c - o HOMEM é UM jUNTO
025c - o HOMEM é UM jUNTO025c - o HOMEM é UM jUNTO
025c - o HOMEM é UM jUNTO
OrdineGesu
 
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
OrdineGesu
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
Gianete Rocha
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
dijfergs
 
Conhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmoConhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmo
Amanda Figueirêdo
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Fernando Pinto
 

Semelhante a 028c - A consciência, a vida dos homens e o continuo aiuxilio che vem do Céu (20)

Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
 
O estreito caminho
O estreito caminhoO estreito caminho
O estreito caminho
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30
 
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
021c - Quanto aos microscópicos sois negros dos Demônios e aos modos de defen...
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
 
Jornada 2008 apocalipse e os problemas humanos
Jornada 2008   apocalipse e os problemas humanosJornada 2008   apocalipse e os problemas humanos
Jornada 2008 apocalipse e os problemas humanos
 
025c - o HOMEM é UM jUNTO
025c - o HOMEM é UM jUNTO025c - o HOMEM é UM jUNTO
025c - o HOMEM é UM jUNTO
 
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
030c - O homen e sua vida en Deus;seu destino não é nunva o inferno, mas é se...
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
 
Conhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmoConhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmo
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
 

Mais de OrdineGesu

043c - A nova organixação das Nações United (NU)
043c - A nova organixação das Nações United (NU)043c - A nova organixação das Nações United (NU)
043c - A nova organixação das Nações United (NU)
OrdineGesu
 
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
OrdineGesu
 
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
OrdineGesu
 
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
OrdineGesu
 
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
OrdineGesu
 
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
OrdineGesu
 
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
OrdineGesu
 
036c - A Ressureição do Senhor Jesus
036c - A Ressureição  do Senhor Jesus036c - A Ressureição  do Senhor Jesus
036c - A Ressureição do Senhor Jesus
OrdineGesu
 
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
OrdineGesu
 
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
OrdineGesu
 
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
OrdineGesu
 
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
OrdineGesu
 
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
OrdineGesu
 
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
OrdineGesu
 
024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites
OrdineGesu
 
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
OrdineGesu
 
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
OrdineGesu
 
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
OrdineGesu
 
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
OrdineGesu
 
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
OrdineGesu
 

Mais de OrdineGesu (20)

043c - A nova organixação das Nações United (NU)
043c - A nova organixação das Nações United (NU)043c - A nova organixação das Nações United (NU)
043c - A nova organixação das Nações United (NU)
 
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
042c - Paz ou guerra na Palesina e no mundo. La Paz, naturalmente
 
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
041c - As Civilizações edificadas pelo homem, seu eu, seu egoísmo e o escopo ...
 
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
040c - Orações e obras para fazer cessar as guerras, os conflitos e o terrori...
 
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
039c - Não o ódio e as armas, mas o amor trunfará sobre o mundo como Jesus so...
 
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança
 
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
037c - A avidez de poder, de riqueza e de domínio sempre foi a causa das guer...
 
036c - A Ressureição do Senhor Jesus
036c - A Ressureição  do Senhor Jesus036c - A Ressureição  do Senhor Jesus
036c - A Ressureição do Senhor Jesus
 
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
035c - O rol do Senhor Jesus, o Messias de todos o povos
 
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
034c- Maria de Nazaré, a mulher perfeita, a EVA SUPER, de acordo com as Revel...
 
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
033c - A conversão de todos os homens é já no Destino dos Não Cristãos
 
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
032c - El Plano de Salvação de Deus e Jesus Redentor
 
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
 
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
027c - O Senhor Deus diz ao homem porque ele deu sua vida
 
024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites
 
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
 
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
022c - Contribuição ao conhecimento da origen da vida e ao destino do homen, ...
 
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
020c - Quanto aos Arcanjos e aos Anjos.Extraido do Elaborado 2
 
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
019c - QUANTO AO LUCÍFERO - SATANÃS É AOS SEUS DÍABOS
 
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
018c - Os erros de Lucifer, a Criaçao e os metods para salvar os demonio biss
 

Último

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 

Último (18)

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 

028c - A consciência, a vida dos homens e o continuo aiuxilio che vem do Céu

  • 1. A consciência, a vida dos homens e a ajuda contínua que vem do Céu A consciência tem sido definida por Mestres desencarnados del Cerchio Firenze 77 (Mestres Círculo Florença 77): << CORPO AKASICO - (igual << Consciência>>): O que recebe e transcreve, fazendo-lo tornar-se mesma natureza do indivíduo, a Realidade de que o mesmo indivíduo, existendo , descobre e adquire. Nunca é abandonada pelo indivíduo durante as muitas encarnações, mas se constutue mão à mão>>.que o individuo evolve 1 >> O altruísmo e amor dos homens dependem da amplidão de suas consciência; os homens às primeiras encarnações na Terra têm uma consciência pequeníssima ou pequena e, portanto, têm um egoísmo violento 2 e, portanto, êstes homens não são altruístas, nem são capazes de amar; Em vez disso os homens de evolução média começam a ser altruístas e à amar, não obstante eles tenham ainda limitaçães, isto é vícios, defectos e outras pobrezas espirituais, por exemplo, eles são mentirosos; Em vez disso os homens com uma consciência ampla, isto é já evoluída, eles são aquêles que sabem amar porque se tornados santos. Para entender quem são as pessoas que vivem na Terra em várias épocas é necesario saber quanta consciência eles têm porque a natureza dos homens depende da amplidão de suas consciência; tanto quanto eu sei da história humana, posso dizer que o mundo vai quase sempre mal, porque a consciência da maioria dos homens que vivem aí é sempre estada pequena ou muito pequena; o Senhor Jesus nós disse de quem eram os "espíritos" dos homens: eles eram aquêles os Anjos que se rebelaram contra Deus: "... Os espíritos caídos que se eram voluntariamenteafastadod de mim tinham empreendido o caminho errado, eles não podiam e não queriam saber nada de progresso, de aperfeiçoamento; todavia para não barrarcompletamente la estrada suas , eles foram colocados sob condições nas quais, sem prejuízo da sua liberdade pessoal, , eles podem voltar quando querem. Para isso, ele foi criado agora todo o mundo material, todo o universo, o homem. Nele, de acordo com o grau de suas malvadez os espíritos malignos foram revestidas de material, expostos a lutas, tentações e dores; em primeiro lugar para trazê-los gradualmente através destas condições de vida, ao compreensão de seus erros, e em segundo lugar para começar desta forma também ao seus retôrno voluntário: porque em todos os lugares por primeira coisa há o princípio da liberdade eo princípio de aperfeiçoamento vem como 1 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee 2 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee 1
  • 2. segundo ... toda a terra e inúmeros outros corpos celestes são formadas pela grande alma de Satanás: a criação visível inteira consiste apenas de partículas do grande espírito de Lúcifer e do suo séquito expulso e caiu na matéria; Deus, que é amor eterno e compaixão, ele nunca poderia aniquilar Lúcifer, porque o isto que Deus tem chamado uma vez por vida pode então mudar de forma e passar de uma menos nobre a um mais nobre, ou vice-versa, mas nunca pode ser aniquilado 3 ". Mas quando os demônios podemos encarnar-se em homens? Quando os seres inferiores (cristais, plantas e animais) têm desenvolvidos nos três reinos da natureza (mineral, vegetal e animal) uma consciência ou corpo akasico suficiente para a encarnação dos demons nos homens. Daqui, mão à mão essas consciência se são desenvolvidas o Senhor Deus as doa aos demônios, juntamente com a Centelha ou Gota Divina ou Espírito ou Si, o corpo físico, o corpo astral, o corpo mental; é assim que se forma o junto homem que está sempre animada pelo Espírito, isto é, da Centelha divina em cada existência nos quatro mundos do Cosmos (físico, astral, mental e Akasico 4 ). Coisas na Terra têm sido quase sempre mal, mas por quê? Eles são talvez os mesmos demônios que se encarnam nos mesmos homens, ou seja os demônios que homens mudam periódicamente mão à mão que ampliam a suas consciência como previsto por a lei divina da evolução? Não, eles não são os mesmos demônios que encarnam continuamente nos mesmos homens na Terra porque a vida foi ideada e realizada pelo Senhor Deus em modo tal de fazer crescer a consciência ea mente dos homens em encarnações sucessivas, de acordo com a Lei da Evolução << Processo para qual a vida através de formas sempre mais organizadas, manifesta graus sempre maiores de mente e espírito 5 >> ( minha nota: Por Espírito se entende Consciência porque o Espírito do homem é a "Gôta ou Centelha Divina - Espírito - Si, que é o Fulcro da existência individual não está sujeito à evolução. Emanação divina que determina a individualidade e a vida do indivíduo ou do microcosmo 6 "). Das raças e das modalidades de encarnação do mesmo foi dito por aquêles que sabem muito mais dos homens (Os Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77): 3 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 162-163, Armenia 4 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 64-65 (Cosmo), Mediterranee 5 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206, Mediterranee 6 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 207 (Goccia o Scintilla Divina – Spirito- Sé), Mediterranee 2
  • 3. << A Terra, escola de "raças" em evolução; Pergunta: É difícil constatar que do início dos tempos até hoje foi realmente uma evolução contínua no conduta e na consciência dos homens; na verdade, alguns, a julgar por este mundo falam de regresso ... Resposta dos Mestres acima mencionados: << Olhando para as coisas da Terra pode parecer que ali não seja estada evolução nos homens. As comparações com as grandes civilizações do passado parecem, e talvez são desfavoráveis para as pessoas hoje. Mas tenha em mente que diferentes "raças" sucedem-se ciclicamente na Terra. Não é que todos os homens que estavam no início da encarnações humanas na Terra são o mesmo de hoje; Não é que aquêles que começaram sua evolução em forma humana no início da Manifestação têm progredido até à hoje, e você são substancialmente os mesmos de aquêl tempo, em tal caso o dúvida na evolução seria legítimo olhandose ao redor. Mas tenha em mente, apenas a sucessão cíclica de diferentes "raças"; por isso, quando uma " raça" tem alcançado a sua máxima evolução deixa a Terra; e antes que êste aconteça, já ao metade do seu ciclo de ela se encarna uma nova que começa a sua evolução; Não só isso, mas quando a primeira "raça" terminou a sua evolução, de ponto onde não se encarna mais começa a encarnarse uma outra "raça", ainda, para que haja uma nova redução do nível geral. Olhando a terra, então, podemos dizer que ela seja um tipo de ambiente que serve a evolução, assim como uma escola serve à dar instrução. Se um olha fora da escola, sem renderse conta de quais são os indivíduos que a freqüentam, ele dizerá: "Mas estes homens nunca aprendem, sempre são na escola." E assim, à procura do exterior, podemos dizer, "Mas esses homens não aprendem nunca são sempre! á escola". E assim olhando da externo, se pode dizer:”Mas êstes homens não evoluem nunca “.O fato é que eles não são os mesmos homens, como eles não são sempre os mesmos alunos que frequentam a mesma escola. A evolução não é vista por esta razão, e não está sujeita a estatística. Você veem, de tanto em tanto, dos grandes espíritos, e eles são aquêles que começaram sua evolução vários milhares de anos atrás; e então eles ver a evolução média dos homens; e então você vê os homens ao estado primitivo,depois se veem homens de media evolução; e depois se veem homens ao estado primitivo não como civilização, mas do ponto de vista espiritual, a evolução do que é iniciada de pouco. A Terra é uma mistura de todos estes "raças" e sub-raças que se alternam e se entrelaçam, é uma espécie de ginásio onde nós, seres humanos vimos de propósito 3
  • 4. para evoluir e que, quando temos alcançado um certo medida itinerária evolutivo, abandonamos para continuar a evolução no outra dimensão 7 >>. Portanto, eles não são sempre os mesmos homens que frequentam la Terra a "excelente 8 escola entre aquêles do Espírito. Mas como se faz à fazer viver os homens em paz na Terra, considerado que a vida dos seres, especialmente dos homens, foi exposta a lutas, tentações e dores 9 ? Porque ao onisciência de Deus tal tipo de vida se é revelado o único tipo de vida adequado para o crescimento em demônios da consciência, cultura e até mesmo o conhecimento de Deus. Então, sendo assim as coisas, parece-me que para melhorar o mundo seja necessario melhorar os singular homens; melhorándo-los se reduzem as violências em todos os níveis, mas também os conflitos, todos devido ao natureza ou bem ao pequena ou muito pequena consciência dos indivíduos expostos a lutas, tentações e dores. Mas há mais: os demônios das Além, aquêles não encarnados em homens na Terra, influem não só nas escolhas humanas com as tentações - que são insitas na vida - mas também e sobretudo com os assoltos e os ataques que estes Demons não encarnados na Terra fazem aos seres humanos 10 . Para êstes aspectos da dificuldade de viver à causa dos Demônios não encarnarnados na Terra ver os apósitos aprofundamentos deste Catecismo na pasta de Anjos e Demônios. É bem ter em mente que para superar nossas vícios e defeitos, o nosso eu humano 11 com o complexo instintos-sentidos-necessidades e desejos e. nosso egoísmo necessita auto-disciplina, mas sem impor-se sacrifícios excessivos e tanto menos aflições. Todo isto que se deve fazer não é muito difícil, e todos podem fazer: você deve aprender a conhecer-se mesmos através a consapevolezza (não consciência ) constante de nosso ser homem tentando descobrir como realmente somos, porque a verdade de nós mesmos nos livra de nossos limites (vícios e defeitos) e, portanto, também do nosso egoísmo e nosso eu humano, porque tal conhecimento amplia nossa consciência 12 ; isto significa que a descoberta de nossos vícios e nossos defeitos produze suas eliminação como resultado de reflexões íntimas, uma atenta análise de 7 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 162-163 (La Terra, scuola di “razze” in evoluzione), Mediterranee 8 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 185. Armenia 9 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162, Armenia 10 Maria di Nazareth, Messaggi da Medjugorje, Mensagens de 25 de Maio de 1988, de 25 de Dezembro de 1991 (Assalti) e de 25 de Fevereiro de 1992 (Attacchi), MIR 11 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 208-209 (Io), Mediterranee 12 Vangelo di Giovanni 8, 31-32 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se stessi), Mediterranee 4
  • 5. si mesmos 13 , mas sobretudo em virtude de un processo natural, dom divino que depende da superamento do eu egoístico e humano tornando-se sabedores dos nossos limites. É muito importante conhecer a si mesmos tanto que um dos Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77) disse: "Conhecer a si mesmo significa viver espiritualmente 14 ". Mas também é mais importante para se tornar capaz de amar a Deus e outros seres humanos porque estamos unidos por uma relação de amor 15 . À propósito do amor Santa Teresa do Menino Jesus, a Santa da pequena Via, Doutor da Igreja Católica disse: << .... Eu entendo tão bem que só o amor pode nos fazer agradável ao Senhor, de constituir êle a minha única ambição. À Jesus agrada de me mostrar o único caminho que leva à fornalha de Deus, ou seja, o abandono da criança que se adormece sem temor nos braços de seu Pai. "No caso de alguém é pequeno vira a mim", disse o Espírito Santo pela boca de Salomão, e este mesmo Espírito disse ainda a dizer que "a misericórdia é concedida aos pequenos ...". Ah, se todas as almas débil e imperfeitas sentiram o que ela sente a menor entre eles, a alma de seu Teresa, não uma desesperaria de chegar ao cume das montanhas de amor, porque Jesus não pede grandes feitos, mas apenas o abandono e o reconhecimento. . Pois ele diz no Salmo XLIX "Eu não tenho de qualquer um dos vossos bodes rebanhos de cabras ... Se eu tivesse fome, não para você eu dizeria-lo, porque a terra e tudo o que conte é meu. Talvez eu devo comer a carne de touros ou beber o sangue de carneiros? Imolem a Deus dos sacrifícios de louvor e de agradecimento. Isso é o que Jesus pede de nós, ele não tem necessidade absolutamente de todas as nossas obras, mas apenas do nosso amor, porque este Deus que diz que eles não precisam de nos dizer que ele está com fome, ele não hesitou em pedir um pouco de água da Samaritana ... Jesus, eu sei-lo bem, o amor é reembolsado somente com amor, então eu tentei, eu encontrei alívio rendendo amor por amor ... Não à riquezas e glória (se tratasse também da glória do Céu) aspira ocoração do menino ... ..Sim, Amado, minha vida se consumirá assim. Eu não tenho outros meios para provarte o meu amor, se você não jogue as flores, que não deixa escapar nenhum pequeno sacrifício, nenhum cuidado, nenhuma palavra, eo aproveitar de todas as pequenas coisas, e fazer isso por 13 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se stessi); La voce dell’ignoto, página 47, Mediterranee 14 Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 127, Mediterranee 15 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 12 de Setembro, Amrita 5
  • 6. amor .... Meu Jesus, eu te amo, eu amo a minha Igreja Mãe, eu me lembro que "o menor movimento de puro amor é mais útil do que todos os outros trabalhos reunidos, mas não o amor puro amor existe em meu coração? .... . Jesus, eu são pequena demais para fazer grandes coisas, e minha loucura é a esperança de que teu amor vai me aceitar como uma vítima! Minha loucura consiste em implorando as águias, minhas irmãs, porque eles obter-me a graça para voar para o sol do amor com os próprios divinas asas de águia.... . Oh Jesus, por que eu não podo dizer a todos almas pequenas quanto inefável a tua condescendência ... Eu sinto que se, o que é impossível, você trovasse uma alma mais fraca mais pequena que a minha, você comprazerias de colmar-la com ainda maior favores se ela se abandonasse com total confiança para a tua infinita misericórdia ....16 >>. Depois de tantas palavras aladas juntamos apenas alguns pequeno exemplo sobre o que devemos fazer para ampliar nossa consciência e, daqui, para crescer no amor: devemos entender que o escopo de nossa vida não é aquêle de satisfazer nosso próprio egoísmo, isto é, as suas próprias necessidades, seus sentidos, seus instintos e desejos, se bem aquêle de ajudar os outros, à ser atentos à isto que podemos fazer por eles em todos os aspectos descobrindo que o amor permeia toda a vida também a nossa. Depois de tudo o que temos de fazer não é impossível; alguns exemplos: basta voltar nossa atenção para os pobres, dar-se um pedaço de doce para dar-lhe ao um outro, basta um gesto gentil com um estranho, a renúncia à algo para ajudar uma outra pessoa; o cuidado com os outros, especialmente doentes ou prisioneiros são especialmente necessárias ; no que diz respeito recordamos o que disse o Senhor Jesus falando de pequenas boas ações que temos feito pouco para outros como nós, porque nós também fez dele17 porque todos somos Um na Realidade do Espírito 18 : seja aquêles que estão bem e os ricos que os esfomeados, os sedentos, os forasteiros, os nús, os doentes e os encarcerados. É porém evidente que, quanto mais você é ricos e potentes, tantas mais são as obras que o homem tem de fazer, porque eles devem ser comensuradas com aos maiores possibilidade que eles têm para doar e fazer pelos outros. Em suma, devemos aprender a viver o Evangelho como prescrito pelo Senhor Jesus no Suas Evangelhos. Ao Deus e ao Senhor Jesus basta pouco em fundo para ser 16 Santa Teresa del Bambino Gesù (di Lisieux), Gli Scritti, páginas 230-245, Postulazione Generale dei Carmelitani Scalzi, Roma 17 Vangelo di Matteo 25, 31-46 18 Vangelo di Giovanni 17, 20-25 ; Cerchio Firenze 77, páginas 33-34 (Assoluto), páginas 71-72 (Dio) e páginas 296-297 (Tutto ; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee 6
  • 7. feliz: basta nosso empenho no fazer o nosso melhor também para viver bem evangelicamente 19 . Quanto à natureza humana devemos reconhecer que, especialmente nas primeiras encarnações humanos o homem tem un egoísmo violento e, portanto, ele/ela é um malvado 20 ; em oropósito o Senhor Jesus disse: << escutam a todos e tentam de entender! Nada que entra no homem do externo pode fazer-lo impuro. Pelo contrário, é o que que sae do coração que pode fazer um homem impuro. >>. Quando Jesus estava longe das multidões e foi entrado na casa de seus discípulos lhe perguntaram acerca aquela parábola. O Senhor disse-lhes: << Nem mesmo você são capaz de entender? Mas você não cabem que todo o que entra no homem do externo não pode fazê-lo impuro, porque não entra em seu coração, mas no estômago e, em seguida, entra em uma cloaca? ..... >>. Com estas palavras, Jesus afirmou que você podem comer todos os alimentos. Depois o Senhor disse ainda: << É o que vem de fora,do homem que rende-lo impuro. Na verdade, a partir do íntimo, do coração saem todos os maus pensamentos que levam ao mal; os pecados sexuais, os furtos, os assassinios, os traições entre marido e mulher, o desejo de ter as coisas dos outros, as malícias, os embrulhos, as obscenidades, a inveja, a malêdicencia, a soberba, loucura ... Todas estes coisas males vêm fora do homem e eles fazem-lo se tornar impuro 21 >>. Quanto à influência malvada de demônios em seres humanos nós informamos que essa influência não se limita - infelizmente, apenas a tentações - porque quando os demônios não encarnados na Terra que julgarem conveniente para os seus escopos malignos eles assaltam ou atacam os homens "lançandolhes" sôbre a pessoa energias malévolos para fazer-los se tornar pior de como eles são em certas situações especiais ou transmitendolhes pensamentos pessimistas, ou induzindo-lhes, nós não sabem como, à fazer sonhos ruins para fazê-los se estar mal. Nossa Senhora em Medjugorje ele revelou a existência de tal comportamento demoníacos, pérfidos e cruel que pioram o nosso estado de ser 22 ; para a explicação do argumento, consultam a alguns documentos explicativos disponíveis neste Catecismo entre os Aprofundamentos na pasta de Anjos e Demônios. 19 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 318, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 20 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee 21 Vangelo di Marco 7, 14-23 22 Maria di Nazareth, Messaggi da Medjugorje, Mensagens de 25 de Dezembro de 1991 (Assalti), de 25 de Fevereiro de 1992 (Attacchi) e de 25 de Março de 1992 (Satanás esta jogando com você e con vossas almas e eu não podo ajudar porque você está longe de meu coração), MIR 7
  • 8. O Livro de Jeremias na Bíblia nós ensina que a natureza do homem, que é bem conhecido do Senhor Deus é misterioso e difícilmente curável 23 ; se pode juntar que tal natureza permanece desconhecido para ao homem mesmo, se ele/ela não faz o esforço para auto conhecerse 24 ; da necessidade de fazer tal esforço, o Senhor Jesus nos falou na Palestina dois mil anos antes 25 , juntamente à uma série de outras regras a serem observadas para a libertação da cadeia de nascimento e morte 26 ; isto significa livrar-se da cadeia das misérias, das doenças e dos dores 27 . Tas liberação acontece depois múltipla encarnação na Terra 28 quando o homem tornou-se santo pela evolução/ ampliaçao da sua consciência 29 . Dois mil anos antes o Messias Jesus disse isto que as pessoas de naquele tempo pudiam entender, tendo em conta tanto seja da mente que da cultura dos povos antigos do mundo. No XIX século as possibilidades de aprendizagem do homem e, portanto, seu conhecimentos se eram muito ampliadas dos tempos da encarnação de Jesus na Palestina; portanto, era tornado -se possível dar à um grande número de pessoas ensinamentos mais aprofundados através os quais eles poderiam aprender melhor e sem muitos mistérios e histórias romanceadas os segredos da vida. Por estas razões, o Senhor Jesus, no século XIX, na Áustria escolheu um homem santo, Jakob Lorber, como seu escrivão e ditou lhe uma enorme obra t que foi transcrita em mais de trinta livros (publicado por La Nuova Rivelazione, Via Vetrego, 148-30035 Mirano (Venezia), telefone e fax 041- 43. 61. 54). Este obra inclue o grande Evangelho de João, contido em 11 livros, totalizando 4.000 páginas e talvez mais. Neste Evangelho, foram tratados os seguintes temas: Essência e escopo da Revelação, Deus e seu Reino, a Criação, o homem, os Anjos, Satanás e as conseqüências de sua queda para o homem, o Inferno, a Morte e a vida no outro mundo, o Dia do Juízo, a Ressurreição da carne, a Reencarnação, a Fim dos tempos e o retorno do Senhor. O Grande Evangelho de João foi resumido por temas por 23 Libro di Geremia 17, 9 24 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 35-36 (Autoconoscenza) e página 37 (Autopsicanalisi), Mediterranee 25 Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, trad. Mario Pincherle, página 17-19, Macroedizioni 26 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione); Per un mondo migliore, página 214 (Reincarnazione), Mediterranee 27 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 133-137 (Il significato della miseria, della malattia e del dolore), Armenia 28 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione) ; Per un mondo migliore, página 214 Reincarnazione), Mediterranee 29 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 106-112 (Evoluzione), Mediterranee 8
  • 9. Josef Mahlberg em um livro de 196 páginas; este livro é muito útil e tem por título, o Senhor fala, foi publicada por Arménia, mas evidentemente é muito conciso, em comparação com o Evangelho original ditado à Jakob Lorber. A obra ditada a Jakob Lorber também inclue ensinamentos científicos ou segredos da natureza, algumas das quais foram descobertas pela ciência após a revelação de Jakob Lorber. No século XX, o Senhor Deus decidiu integrar as Revelações anteriores; novas Revelações foram possíveis por o crescimento intelectual e cultural dos homens que permitiu uma difusão generalizada da verdade permanecem até então patrimônio de uns poucos eleitos: - O 'evangelho revelado pelo Senhor Jesus a Maria Valtorta foi transcrito em dez volumes de cerca de 400 páginas cada um; o homem desta época tem a oportunidade de conhecer cada episódio da vida pública do Senhor e muitos episódios de sua vida familiar com sua mãe Maria e o padeasto José. Estamos, portanto, na presença de um obra importantíssima que revivenós a vida de Cristo desde o nascimento até a ressurreição e sucessivas Aparições na Palestina, em maior número do aquelas referidas pelos Evangelhos canônicos; - As Revelações de Findhorn do mesmo Senhor Deus à Eileen Caddy, editadas por Edizioni Amrita e Edizioni Mediterranee e aquela dos Anjos à Dorothy Maclean (editada pela Edizioni Mediterranee); - A Revelação de Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo Firenze 77): Este é um ensinamento ético e filosófico - esotéricos (Edizioni Mediterranee) útilíssimo para ampliar nossas conhecimetos da vida; - A Revelação da Virgem Maria de Nazaré, em Medjugorje, que desde 1981 até ao mês de abril de 2017 tem-nós ensinado a viver espiritualmente com um ensinamento tanto eficaz, quanto simples, que até mesmo o homem mais simples e menos culto pode entender (Edizioni MIR e Shalom); Estas Revelações se integram mútuamente. Com estas integrações não é de todo diminuida a fecundidade da Doutrina do Filho Jesus, Sabedoria personificada, nem de dois mil anos antes, pois que é suficiente até mesmo um único capítulo dos Evangelhos canônicos e do Quinto Evangelho de Tomé para entender o caminho que o homem deve seguir para retornar à casa do Pai; muitas vezes basta apenas uma página e alguma vez também um único verseto para 9
  • 10. trazer os homens na estrada principal do Reino dos Céus; você faço um exemplo de verseto iluminante destes Evangelhos: << Fazem também aos outros todo aquêle que você querem que eles fizam a você ...30 >>. Todavia, esta massa de novas noçães em linguagem modernao enriquece a doutrina sacra universal dos primeiros séculos dezenove, também no aspecto filosófico (com o Magistério dos Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Florença Círculo 77). Nas Novas Revelações muitos argumentos são ilustrados ou aprofundados porque o crescimento da consciência, da mente e da cultura humana permitiam-lo. Todo isto foi feito pela Divindade em linha com o ritmos e a graduabilidade da evolução humana . As verdades de Abraão e de Moisés para o povos de seu tempo não podiam ser aquellas dos homens dos séculos XIX e XX . O Senhor Deus fez dizer ao profeta Maomé pelo anjo Gabriel: - << enviamos outros apóstolos antes de você ....; cada época tem um livro 31 >> ; - << Deus cancela o que ele quer ou confirma isso, e perto de ele é a mãe (ou seja, o protótipo) do Livro 32 >>. As Sacras Escrituras do passado são sempre fecundas de ensinamentos, também se você tem que ter em conta os erros das Tradições orais; por exemplo dos erros da Tradição oral judaica corrigidos pelo Senhor Jesus33 . As Sacras Escrituras do mundo revelam ao homem, à medida que êle cresce espiritualmente - também em uma mesma vida - o que significados que apenas três ou cinco anos antes não tinha intuído; Esta realidade é verdade para nós, especialmente para os Evangelhos, que são a Palavra de Deus34 . Os quatro Evangelhos canônicos, muito concisas (250 páginas todos os quatro juntos) e o Quinto Evangelho do apóstolo Tomé de páginas quarenta, ainda são adequados para o catequese de muitas pessoas, mas o Evangelho revelado a Maria Valtorta contém não só o ensinamento público, mas também aquêle reservado aos Apóstolos. Êsse também contém a história do nascimento do Menino Jesus e episódios da vida privada de Maria e de Jesus, bem como vários outros episódios da vida privada do Senhor. No tempo que o Grande Evangelho de João contém revelaçães iimportantes, tais como aquelas da ausência 30 Vangelo di Matteo 7, 12 31 Il Corano, trad. L. Bonelli, sura XIV 38, Ulrico Hoepli 32 Il Corano, trad. L. Bonelli, sura XIV 39, Ulrico Hoepli . 33 Vangelo di Matteo, capítulos 5, 6, 7, 9, 15, 19 e 23 34 Vangelo di Giovanni 1, 1-12 ; Il Corano trad. L. Bonelli, sura III 40, Ulrico Hoepli 10
  • 11. do juízo final, da existência de juizo individual para cada homem depois cada encarnação terrena (este juizo é baseado sòmente e exclusivamente sobre as boas obras que fizemos na Terra e nunca sobre os pecados que cometemos) e do verdadeiro significado da ressurreição da carne. Cada a Sacra Escritura, independentemente de outros ou por novas Revelações do séculos XIX e XX, tem uma gama de significados cuja descoberta requere reflexão, meditação e confronto com os acontecimentos de vida quotidiana de cada homem 35 . É como dizer que cada dia o homem pode aprender por só com suas próprias experiência e inteligência o isto que os acontecimentos quotidianos à luz da Sacra Escritura, eles querem ensinarlhe. Comparando com o passado, o homem comum de hoje é muito avantajado, porque pode dispor das Sacras Escrituras de outros povos, para além das aquelas já mencionadas dos séculos XIX e XX. Estas escrituras antigas e modernas podem confirmarlhe o que ele sabe de sua religião, mas também juntar novas verdades para refinar e completar o seus conhecimentos teológicos e aquelas da vida no planeta Terra em todos os seus aspectos, também ao nível do pensamento 36 . E por quanto resguarda ao Anjos Dorothy Maclean, da Comunidade de Findhorn na Escócia, ela explica suas preciosa atividade nos Reinos da Natureza 37 . O Senhor Deus - como Pai, Grande Mãe Espírito Santo 38 e Filho Jesus - tem um grandíssima cura de nós e da nossa educação e formação cultural e religiosa; como Mãe nós resulta que Deus apareceu apenas uma vez na Terra, em La Salette, França 39 ; Deus como Mãe apareceu a dois pastorinhos, Melanie e Maximin, 19 de setembro de 1846, mas a Igreja Católica não a reconhecida, mas era evidente - seja por aspecto que para o Seu discurso - que a Senhora Bela não era Maria Nazaré; para fazer tornar-se a Aparição de La Salette...40 ; uma Aparição de Maria foi dito "a Bela Semhora fala em nome de Deus, que enviou-lhe, como já fez com os profetas 41 . 35 Veja, por exemplo, vários autores, Guida alla lettura della Bibbia, páginas 319-367, San Paolo 36 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…come l’uomo pensa così egli sarà: …come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee 37 Dorothy Maclean, Spiriti di Natura, Edizioni Mediterranee 38 Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, traduzione di Mario Pincherle, pagine 101, 103 e 104, Macroedizioni 39 Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, páginas 18 e seguenti, San Paolo 40 Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 21, San Paolo 41 Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 24, San Paolo 11
  • 12. O Senhor Deus nós fala diretamente ou indirectamente, por meio de profetas ou Anjos (por exemplo, no caso do Corão). O Senhor fala a nós para sempre, mas gradualmente, regularidade e continuidade, século após século. Saqui o Senhor Deus como Mãe falou em La Salette, no século XIX. Mas isso não é todo: Deus também fala aos homens individuais que têm fé e confiança Nele quando fazem silêncio dentro deles para escutar o Senhor 42 . A Nossa Senhora Maria fala-nós desde que Ela vivia na Palestina 43 ; neste Catecismo de Ela aqui principalmente citam a Revelação de Medjugorje na Croácia, uma Magistério tanto simples quanto eficaz, que continua até hoje (abril de 2017) desde 1981 (e isto é um outro indício ida situação gravíssima em que se trova a Humanidade, mas ao mesmo tempo indica que êste é um tempo de graça e de crescimento). Há muitos livros que referem as Aparições de Nossa Senhora; uma síntese eficaz das mesmas se trova no livro de Paola Giovetti, As Aparições da Virgem Maria, San Paolo. Por Jakob Lorber, Seu escrivão austríaco, o Senhor Jesus fez saber ao homem moderno: a. Que o Senhor Deus criou Lúcifer e êste os Anjos, mas com os poderes e o potência recebidos por Deus; todos eles foram criados livres de ser ou não fiel a Deus. Sabemos que Lúcifer, a ser criado, se rebelou contra Deus e com ele uma parte dos Anjos. Depois de suas rebelião o Criador se trovou de frente à um dilema, visto que os anjos rebeldes tinham a intenção de combatê-lo (até mesmo a guerra é uma invenção malvada de Satanás): aniquilá-los ou salvá-los. A aniquilação dos rebeldes era contrária à sua natureza amorosa e também significaria a aniquilação dos Anjos permaneceu fiel a Deus 44 , comandados pelo Arcanjo Miguel 45 ; b. A 'alternativa era aceitar de pate de Deus a situação criada por Lúcifer e seus seguidores, e no idear e realizar um plano de Salvação dos Demônios organizando um projeto de vida reparador: a vida na Terra dos demônios por 42 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 6 Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, páginas 143-144 (Stai nella quiete ed ascolta), Mediterranee Eileen Caddy, as portas internas, Mensagem de 6 de Agosto, Amrita; A voz de Deus em Findhorn, página 143, Mediterranee 43 Paola Giovetti, Le apparizioni della Vergine Maria, página 5, San Paolo Paola Giovetti, As aparições de Vergine Maria, página 5, San Paolo 44 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 161, Armenia 45 Albert J. Hebert, S.M., L’Arcangelo San Michele, Edizioni Segno 12
  • 13. meio dos homens, como conhecemos, exposta à lutas, tentações e dores para o retorno dos anjos rebeldes, ou demônios no Reino dos Céús com Deus. O conflito celeste foi um conflito entre Lúcifer-Satanás e Deus mesmo e é considerada a morte espiritual de Lúcifer-Satanás e dos outros anjos rebeldes; a separação de Deus foi criado por anjos rebeldes com seus pensamentos, porque o pensamento cria 46 , mas na realidade de Deus tal separação não era possível, porque Todo é Um e Deus é o Absoluta e nunca está separado de seus filhos 47 ; c. A separação (mas sòmente à nivel mental 48 ) de Deus de Satanás e dos anjos rebeldes, portanto, originou suas traição; o conflito entre eles e Deus que dura ainda originou a punição-correção dos Demônios, com todo isto que déste consegue, para a recuperação dos rebeldes no planeta Terra por meio das encarnaçães dos demônios mesmos nos homens 49 . Sabemos que tal punição - correção continua nos planos ou mundos de existência de vida após a morte (Astral, Mental e Akasico ou da Consciência) porque o homem não morre na Terra, mas vive em continuação no Cosmos 50 , porque a vida é eterna, a morte não existe e por isto o homem é imortal 51 ; a correção - punição dos demônios humanos 52 continua nas sucessivas encarnações terrenas até à quando o demônio humano chegará ao soleira da Santidade; depois do que atende-lo a vida no Reino dos Céus; d. Sendo Deus amor 53 o eterno inferno, isto é, os sofrimentos e a infelicidade eterna, não podem existir na realidade, porque Deus não permitiria-lhes; mas objetivamente não existe tão pouco o Paraíso; o Senhor nosso Deus e o Senhor Jesus nos ensinam que o Inferno e o Paraíso são estados de ser ou mental que 46 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…come l’uomo pensa così egli sarà; come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee 47 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita : Cerchio Firenze 77, páginas 33-34 (Assoluto), páginas 71-72 (Dio) e páginas 296-207 (Tutto ; Tutto è perfetto; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee 48 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita 49 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 157-163 (La natura di Satana e le conseguenze della sua caduta), Armenia 50 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 64-65 (Cosmo), Mediterranee ; Raymond A. Moody Jr, La vita oltre la vita, Oscar Mondadori 51 Eileen Caddy, Il SENTIERO interiore, páginas 53-54, Mediterranee ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee 52 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162 e 178, Armenia 53 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 42, Mediterranee 13
  • 14. o homem leva com ele 54 . Enquanto o estado de ser infernal eterno não poderia existir porque estaria em contradição com o plano de Redenção e Salvação de Deus, e sobretudo com o amor, a onipotência e a onisciência de Deus; o estado de ser infernal temporário está destinado a ser superado por cada homem durante o processo de ampliação - evolução de sua consciência durante os além cinquenta mil anos da vida humana 55 e as multíplice encarnaçães na Terra. e. Mas, então, quem criou o Inferno e quem o Paraiso e onde eles estão se objetivamente não existem? Um dos Mestres do Cerchio Firenze 77 ( Circulo Florence 77, o Mestre Kempis disse: << Não é verdadeiro que a vida terrena deve ser escapada para fazer-se méritos no Céu e honrar Deus. O inferno - se existisse - não seria profundo o suficiente para acolher dignamente.quem assim, tivesse vivido 56 >>. Tanto o Inferno que o Paraíso foram criados pelo pensamento do homem, porque também o pensamento do homem cria 57 : Daqui foram as religiões com os pensamentos de sacerdotes e fiéis à criar o inferno e paraíso nas áreas do plano ou mundo mental. Sobre Paraíso foi dito pelos Mestres de Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77): << Un aceno à aquela região do "mundo mental" correspondente aos céus descrito por religiões: a criatura, a qual fosse nesses céus, não é separada dos outros, a menos de um estado particular de consciência. Todo está ao redor a você. Um homem que tivesse vivido para merecer –se uma recompensa eterna ou tivesse dedicado sua vida a um ideal, após a passagem no plano mental, para karma, vé e experimenta o ideal sonhado. Este estado corresponde a um sentido de satisfação, de beatitude. Muitas entidades que apresentam-se em determinadas reuniões mediúnicas provem precisamente o da região “do mundo mental"; aqui porque eles descrevem uma vida após a morte semelhante ao aquêl eles creriam existisse no tempo que eles estavam vivos, porque eles estão-lo estão experimentando, e, para eles, é uma coisa real não um sonho. Uma vez que o indivíduo não suficiente evoluído tenha cessado êste sonho, ele repousa –se, vê claramente e tranqülidade todas as vidas passadas, mas não está consapevole (não consciente) de quanto está acontecendo em torno à êle, porque ele entrou 54 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita ; Jakob Lorber, Il Signore parla, página 176, Armenia 55 Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 185, Mediterranee 56 Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 94, Mediterranee 57 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (…Come l’uomo pensa così egli crea; come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee 14
  • 15. no "plano" sucessivo a aquêl mental (Minha nota: o plano akasico ou da consciência) Ele tem abandonado seu corpo mental e está no soleira de uma plano (Minha nota: o plano akasico ou da Consciência) no qual ele viverá uma imensa, beatitude indescritível 58 >>. f. Desde a separação imaginária de Deus, criada pelo pensamento de Satanás - e até mesmo de outros anjos rebeldes - ele derivou o afastamento do antigo Arcangelo Lucifer, que se tornou Satanás, o demônio, ou o diabo - e dos outros demônios ou diabos, do Reino dos Céus 59 . Porque dois sentimentos contrários, isto é, o amor eo ódio, não podem coexistir, porque o um exclue o outro. Todavia Deus, que é amor, decidiu de corrigir os Demônios porque Ele queria abracar-los novamente no Plano Divino após ter-los confinados nos mundos da Matéria para escopo educativo 60 porque Satanás e seus seguidores em oposição ao Criador, não podia continuar a viver em sua casa. Os Demônios que sentiam de algum modo separados de Deus por causa de seu pensamento negativo, eles não estavam realmente, seja porque o Altíssimo Senhor nunca é separado de seus filhos 61 , seja porque é absoluto 62 e, portanto, todo isto que existe isto é seres, mundos e coisas são parte Dele Os Anjos rebeldes, tendo cultivado o ódio dentro deles, e qualquer outra qualidade negativa mudou sua natureza; por isto Lúcifer, não podia mais ser chamado assim porque ele levava as Trevas e não a Luz e, assim, tornou-se Satanás, o Demônio ou o Diabo e outros anjos rebeldes se tornaram demônios ou diabos e Deus tirou à êles potência e fôrça criativa que tinha atribuído êles 63 . E, naturalmente, esses anjos, eu dizeia, foram afastados pelo Reino dos Céus e foram confinados nos mundos da matéria do Cosmos (mundos, astral e mental); eu não creio que os Demônios vivam também no akasico Plano ou da consciência porque eles não têm consciência até que o Senhor Deus não essa doará-los em concomitância com a primeira encarnação humana, quando receberem a consciência de uma bêsta evoluída, como um cavalo, um cão et caetera, juntamente com a Centelha 58 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 179-180, Mediterranee 59 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 220 (Piano Divino), Mediterranee 60 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 157-163 (La natura di Satana e le conseguenze della sua caduta), Armenia 61 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita 62 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 33-34 (Assoluto, páginas 71-72 (Dio) e páginas 296-297 (Tutto; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee 63 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 160, Armenia 15
  • 16. Divina . Esta consciência irá ampliar, assim como irá desenvolver a mente dos demônios por meio dos vários encarnações na Terra no homens em virtude da lei de evolução 64 ; o Senhor Deus criou o Cosmos 65 com os mundos, todas as coisas, os animais e o homem para re-educar e salvar-se os Demônios mesmos . g. O traição de Satanás criou as condições para um conflito e, portanto, o recusa da autoridade paterna e materna, o que tornou-se indispensável por amor 66 a conseguinte correção / educação ao fim de fazer tornar à obter aos anjos rebeldes a natureza e as condiçães da vida originárias no Reino dos Céus. Dito isto, se pode dizer que o Reino dos Céus também significa intimidade e comunhão com Deus na unidade da Santíssima Trindade de Deus 67 O Pai, o Filho Jesus eo Grande Mãe Espírito Santo 68 ; e também a unidade dos homens no Filho e aquela do Filho no Pai 69 . Daqui deriva que é correto dizer: a. que Deus é uma comunhão de seres 70 unidos por uma relação de amor 71 e - para entender melhor qual tipo de relação se pode ter com Deus - você também pode dizer que Ele é uma família em Si mesmo (o Pai, do Filho Jesus e a Grande Mãe Espírito Santo) e, em seguida, todos os seres vivos e as coisas em Cristo 72 . b. Do Um que é Deus têm origem todas todos os mundos, todas as coisas e todos os seres vivos, a partir da última criatura, o mais completo: esta última, o homem foi feito à imagem e semelhança do Criador mesmo 73 . O mesmo Senhor Deus, para completar o plano de Redenção e Salvação dos demônios se encarnou no homem Jesus de Nazaré com a Sua Palavra ou Verbo 74 ; no 64 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee 65 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 64-65 (Cosmo), Mediterranee 66 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 161, Armenia 67 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 36-45 (Dio: unità o trinità), Armenia 68 Tommaso apostolo, Il Quinto Vangelo, trad. Mario Pincherle, página 101 e 105, Macroedizioni 69 Vangelo di Giovanni capítulos 14, 15, 16 e 17 70 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 52-53 (Comunione), Mediterranee 71 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 12 de Setembro, Amrita 72 Vangelo di Giovanni, capítulos 14, 15, 16 e 17 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 63- 64 (Coscienza Cosmica), Mediterranee 73 Genesi 1, 27 ; Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita 74 Vangelo di Giovanni 1, 1 ; Il Corano, trad. L. Bonelli, sura III 40, Ulrico Hoepli ; Maria di Nazareth, Messaggi da Medjugorje, Mensagem de 25 de Abril de 1988, MIR 16
  • 17. Filho, o Senhor Deus aperfeiçoaou / completou a Lei Mosaica e todas as outras Escrituras Sacras do mundo com o Evangelhos também fazer-nos informados de uma realidade impensável do Espírito: as fusões dos seres 75 . Na Realidade do Espírito Criador as criaturas são fundidas na diversidade 76 , mas os seres sentem-se mesmos como nunca antes. Além ao homem também em todos os seres vivos e todas as coisas estão recapituladas na consciência do Filho Jesus 77 . Sabemos coisa è a Redenção para a Salvação 78 : a. Redenção corresponde ao processo evolutivo pelo qual a vida, através de formas cada vez mais organizados, expressa graus sempre maiores de mente e de consciência por meio das multíplice encarnações e das correções / ensinamentos cármicos e da cura espiritual do Senhor Jesus 79 ; em outras palavras, podemos dizer que a Redenção é uma ampliação da consciência, da cultura e de conhecimento de Deus e cura, purificação, ensinamento e expiação espiritual, pela Grande Mãe Espírito Santo, do Senhor Jesus, mas também da Virgem Maria, a Co-redentora 80 Um, porque é com o Filho Jesus 81 . Na Terra há muitos lugares que podem ser definidos infernos, especialmente no Sul do mundo. A Redenção continua na vida após a morte porque o homem não morre quando seu corpo físico morre na Terra; " ... não há alguma interrupção entre a vida de um veículo físico, e o prosseguimento da existência com a vida em outro veículo, o veículo astral 82 . "Nem ele está para o prosseguimento da existência do plano astral ao plano mental e, sucessivamente, do plano mental ao akasico plano ou da consciência. Quando o homem da Terra passa além de a 75 Vangelo di Giovanni, capítulos 14, 15, 16 e 17 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 123-124 (Fusione – ver Comunhaão), Mediterranee 76 Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, páginas 209-210 (L’Uno nei molti), Mediterranee 77 Vangelo di Giovanni 1, 1-4 ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 63-64 (Coscienza Assoluta e Coscienza Cosmica), Mediterranee 78 Isaia 40, i-11 ; Vangelo di Luca 3, 1-6 Is 40, 1-11; Lucas 3: 1-6 79 Eileen Caddy, Le porte interiori, mensa gens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 160-161 (Il “ritorno” del Cristo), Mediterranee 80 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 96, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 81 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 119, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 82 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 189, Mediterranee 17
  • 18. viver com a "sua" Centelha Divina na outra vida da Terra ele passa no plano ou no mundo astral com o corpo astral, o corpo mental eo corpo akasico ou da consciência; a consciência é um corpo eterno, aquêl que o homem traz consigo na Comunhão dos santos sempre animada por a Centelha Divina. Em planos ou mundos astral e mentais, o homem viverá duas vidas diferentes existencias, ou vidas durante as quais assimilará as experiências vividas no plano físico, a Terra, na forma de sensações, emoções, comoçães (plano astral) e pensamentos (Plano mental) 83 ; em seguida, passará além de no Plano Akasico ou da Consciência, sempre animado pela "sua" Centelha Divina. Após essas vidas ultrafisícas o homem que ainda não é tornado-se um santo se reencarnará na Terra até que se não será se tornado santo; após ele viverá eternamente no chão da Comunhão dos Santos 84 ., Daqui a vida é eterna 85 e a morte não existe 86 . Se transmigra da Terra quando o nosso corpo fisíco ali morre, mas - sempre animados pela Centelha Divina – “despertamos” nós imediatramente no mundo astral e ali vivemos com os corpos astral, mental e akasico ou da consciência; quando o corpo astral morre no plamo astral, o homem – sempre animado por la Centelha Divina continua a viver no plano mental con o coprpo mental, e la consciência; ou corpo akasico e enfim irá à viver – sempre animado por la Centelha Divina – no mundo akasico com o corpo akasico ou consciência. continuamente nos quatro planos ou mundos do Cosmos (físico - com a Terra - o astral, quatro vidas diferentes e akasico mente ou consciência) de quem a vida no plano físico é crucial 87 . Reencarnação e morte do físico, astral e mental permite que o indivíduo ... sempre novas experiências com personalidades sempre renovada 88 . Portanto, não há morte 89 : Ele migra da Terra quando o nosso corpo físico morre lá, mas - sempre animada pelo Centelha Divina, nós "despertar" de imediato no mundo astral e viver lá com o corpo astral, mental e akasico ou consciência; quando o corpo astral morre no plano astral, o homem - sempre animada pelo Centelha Divina - ele continua a viver no plano mental 83 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 220-221 (Piani), Mediterranee 84 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 52-53 (Comunione e Comunione dei Santi), Mediterranee 85 Eileen Caddy, Il SENTIERO interiore, páginas 53-54, Mediterranee 86 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee 87 Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, páginas 102-104, Mediterranee 88 Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 53, Mediterranee 89 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee 18
  • 19. com o corpo mental e consciência ou akasico corpo e, finalmente, vai viver, sempre animada pelo Centelha Divina, Mundo Akasico com o corpo Akasico ou consciência. Os três planos ou mundos ultraterrestriessão "lugares" de purificação e assimilação de experiências feitas no plano físico (Terra). Do mundo akasico nós reincarnaremos na Terra novamente e novamente reincarnaremos-nós nos outros três planos de vida do Cosmos (astral, mental e akasico 90 ) sempre vivendo até que nos tornemos santos. As encarnações na Terra cessam quando nos tornamos santos. De santos viveremos eternamente na Comunhão dos Santos. O escopo da vida do homem na Terra é aquêle de aprender a amar ampliando a sua consciência, que é o altruísmo. De quanto sôbre exposto deriva que não debemos ter nunca medo nem da morte nem tanto menos do inferno, porque êle na realidade, não existe, porque o objetivo final da vida do homem na terra é o Reino dos Céus, por o qual vivemos continuamente nos quatro planos de vida do Cosmos. Viver também significa ampliar nossa consciência 91 ; por êste viver e crescer temos de fazer a nossa parte 92 porque se alguém fazesse por nós tornaríamos-se como autômatos. b. A redenção do homem é realizado com a reencarnação 93 os créditos e correções cármicas 94 bem como a " cura espiritual" da nossa consciência na Consciência de Cristo 95 . A lei divina de karma compensa o Bem que o homem faz (crédito kármico) com a paz e tranquilidade, no tempo que o mal é compensado com penas e angústias 96 (Dívida cármica ou correções / ensinamentos cármicos). As correções / ensinamentos cármicos implicam dor física ou psíquico e daqui sofrimentos, mas tais correções / ensinamentos cármicas nós vêm dadas sòmente no existência terrestre em qual nós estamos 90 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 65 (Cosmo) e página 78 (Dopomorte), Mediterranee 91 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 60-64 (Coscienza) ; Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee 92 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de30 de Maio, de 29 e 31 de Agôsto, Amrita 93 Jakob Lorber, il Signore parla, páginas 184-186 Reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 238-240 (Reincarnazione), Mediterranee 94 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma), Mediterranee 95 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 160-161(Il “ritorno” del Cristo), Mediterranee 96 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 49 (Mantra del karma), Mediterranee 19
  • 20. capaz de entender tais correções97 . O dor se é revelado ao onisciência do Senhor Deus, o único ensinamento que ajuda o homem a ampliar sua consciência através da reflexão e compreensão de seus erros comportamentais do passado também chamados também pecados. Portanto, devemos lembrar que, se todo na vida é karma - que é uma concatenação de causas e efeitos - é porque o caso, boa e má sorte não existem 98 porque tudo é karma 99 e - ao mesmo tempo - todo está nas mãos de Deus 100 . c. O Reino do Céu é um estado mental que cada um tem que procurar e trovar 101 . Assim, deve ser porque Deus disse assim, mas nós mesmos, podemos constatar-lo no nosso pequeno observando o nosso estado mental durante a vida quotidiana e com a autopsicanálise 102 através do qual aprendemos à conhecer nós mesmos 103 . É importante conhecer a si mesmos; "O homem deve conhecer a si mesmo, conhecer os seus limites (Minha nota: vícios, defeitos e outras pobrezas espírituais) caber até que ponto é do mundo e em que ponto é do espírito. Isso significa viver uma vida espiritual ... Viver espiritualmente significa ser sinceros com se mesmos ...104 . d. O Reino do Céu é um estado mental não é um lugar, e, portanto, está dentro de nós, mas você saber-lo, crer – lo e trazê-lo para fora 105 . O Reino do Céu é no intimo mundo do homem, porque dentro de nós há Deus, podemos experimentar esse estado mental reconhecê-lo, acreditando e fazendo-lo emergir dentro de nós.; só debemos refletir-se depois que nós renderemos conta, seja por quanto nós resguarda pessoalmente, seja por quanto resguarda as pessoas que vivem em nossa casa e para aqueles que conhecemos bem, mas que vivem em outros lugares, porque o isto que somos verdadeiramente dentro de nós geralmente se manifesta ao externo. Basta ler os jornais e escutar o telejornal para caber 97 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 46 (n°4, 5, 6 e 7) e página 158, Mediterranee 98 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita 99 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 43-49 (La dinamica del karma), Mediterranee 100 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 14 de Novembro e de 14 de Dezembro, Amrita 101 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 1 de Junho, Amrita 102 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 37 (Autopsicanalisi), Mediterranee 103 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 54-55 (Conoscere se stessi), Mediterranee 104 Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, página 127(IL significato “di vivere spiritualmente”), Mediterranee 105 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 1 de Junho, Amrita 20
  • 21. onde está o Reino do Céu e onde estão os infernos. O Reino do Céu existe onde há amor, e onde há amor há Deus106 ; no tempo que existem os infernos dentro o homem onde há ódio, as violências também feitas dentro ds famílias, também sôbre as crianças, que são indefesas e sacros; ou existem os infernos onde há revoluções, guerras, carestias, epidemias e muitas outras coisas desagradáveis que é constelada a vida dos homens que na sua maioria vivem em sua própria maneira, ignorando o Decálogo107 e as mandamentos do amor 108 . e. Não devemos, portanto, nunca tem medo da vida ou do futuro, porque cada existência terrena de cada um é baseada em um projeto melhorativo de vida para cada um de nós, nada é casual: cada contacto è justo, cada ação é guiada: em cada coisa hã a mão de Deus 109 ; mas há de mais: cada homem tem um talento específico para doar e é necessário porque se é parte de um todo 110 e de isto devemos ser gratos a Deus 111 . Não devemos, tanto menos ter medo da morte, porque ela não existe 112 porque o homem vive contìnuamente em um dos quatro planos ou mundos do Cosmos até que se tornou santo e de Santo viverá eternamente no plano da Comunhão dos Santos, o Reindo dos Céus, como já foi dito. O escopo da vida de cada pessoa na Terra é aquêle de expandir seu amore, sua consciência, sua cultura, e o conhecimento de Deus, até que esteja santos. Desde então, viveremos eternamente no plano da Comunhão dos Santos e assim o Senhor Deus realizará o projeto que tem feito, para cada demônio: fazer-lo retornar pelo homem no reino dos céus; No entanto, como sabemos, cada homem deve ganhar o Reino dos Céus; porém, como sabemos, cada homem se deve ganhar o Reino dos Céus fazendo a sua parte 113 , porque se alguém fazess-la por nós ficaríamos sempre crianças espirituais, enquanto que Deus quer que você se tornar santos - isto é, adultos, na amor, na consciência e na fé - para nos dar a felicidade eterna. 106 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 17 de Julho, Amrita 107 Deuteronomio 5, 6-22 108 Levitico 19, 17-18 ; Deuteronomio 6, 4-9 ; Vangelo di Matteo 22, 34-40 109 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto e de 14 de Dezembro, Amrita 110 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17 de Maio e de 14 de Agôsto, Amrita : Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 296-297 (Tutto ; Tutto è perfetto ; Tutto-Uno-Assoluto), Mediterranee 111 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita 112 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 188-189 (Morte), Mediterranee 113 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e de 31 de Agôsto, Amrita 21
  • 22. f. Na verdade todos nós podemos testemunhar que para muitos estados de ser infernais que eles estão em inúmeros homens do planeta Terra em cada época, não temos muitas experiências de estados de ser paradisíacos no homem, isto é de homens santificados. Nos seres humanos, os estados de ser paradisíacos (de alegria, de felicidade, mas também de paz, porque o Senhor Jesus, depois de Sua Ressurreição, assim Ele saudava Seus Apóstolos: "A paz esteja com vós114 ¡ ") são muito menos comuns de aquêles infernais que são muito populares porque há muito mais pessoas egoístas, isto é ruim, de aquêles bom. As crônicas dos Mass Mídia referem-nós de poucos estados do ser paradisíacos , quando na verdade, existem muitos mais. Em vez estas crônicas nos fornecer inúmeros testemunhos de estados quotidianas de ser infernais descrevendo-nós crimes e sofrimentos de todos os tipos em todas as partes do mundo, sem exceção, também se a intensidade do dor são diferentes para as muitas diferenças que existem entre os homens. A culpa por tudo isso é de Satanás, seus seguidores, Eva e Adão com responsabilidades decrescentes . E depois nossas, de todos os homens, mais ou menos, com os muitos homens- demônios 115 que calcam as cenas de aquêle imenso teatro que é êste mundo. Um exemplo? Os terroristas, mas eles não são o único malvados. Mas tão pouco essas pessoas são perdidos porque o escopo final da vida na Terra é o Reino do Céu também para êles, que porém cada um terá que ganhar vivendo muitas vidas sucessivas na Terra e, em seguida, nos outros três planos ou mundos do Cosmos (astral, mental e akasico), fazendo em cada existência terrena a sua parte 116 Porque se alguém fazesse-la para nós ficaríamos sempre malvados, mas a vida, que é mestra , através la lei da evolução, a reencarnação, as correçães e o perdão dos pecados con a Redenção de Jesus Redentor redimirá também os terroristas e todos os outros malvados e os ímpios. g. A evolução tem sido chamada de "processo pelo qual a vida através de formas cada vez mais organizados expressa graus sempre maiores de mente e espírito 117 (Minha nota: Por Espírito entenda-se a Consciência). Evolução é efectuada 114 Vangelo di Luca 24, 36-42 ; Vangelo di Giovanni 20, 19-29 115 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 178, Armenia 116 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e de 29 e 31 Agôsto, Amrita 117 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee 22
  • 23. por meio de reencarnaciones 118 e das relativas correçães / ensinamentos cármicos 119 . A Evolução também se pode definir um processo de redenção e purificação da pessoa que deve receber ao ensinamento do dor pelo mal que ele fez. Mas não devemos ter medo de não ressair, porque o Espírito está sempre trabalhando para nos ajudar a compreender os erros que cometemos no passado; devemos nôs armar de boa vontade no aceitar a correção cármicas, porque toda a sua vida tem para escopo o nosso verdadeiro bem e nada foi casual para esse fim 120 : A runião em Deus de cada um de nós tem lugar no final de muitas encarnações terrenas de nossa Centelha Divina e nossa consciência em homens sempre diferentes mas com graus sempre maiores de mente e de consciência 121 e sempre com novas personalidades para ver as coisas sempre de pontos de vista diferentes122 , no arco de mais de cinquenta mil anos 123 . h. A vida dos seres do cosmos foi projetada pelo Senhor Deus para salvar os anjos rebeldes tornado-se demônios aos ordens de Lúcifer, pela vida de homens nos quatro planos ou mundos do Cosmo para induzir-los a compreender os seus erros" ... e para começar desta forma para o seu retorno voluntário ....124 . ; Este ensinamento vem da revelação do Senhor Jesus para Jakob Lorber. i. Se é verdade, tão certo como os paraísos e os infernos estão no intimo dos homens 125 e, portanto, eles correspondem a estados de ser ou estados de mentais ou "de sentir” 126 , Porém também é verdade que os paraísos e os infernos na Terra correspondem também as condições de vida de muitas áreas da Terra, especialmente no Sul do mundo; estas condições de vida paradisíacas ou infernais que existem na Terra pode existir na vida futura do Além no primeiro plano da existência de outro mundo (o caso do sofrimento no mundo astral para aquêles que se tiram suas próprias vidas para escapar do sofrimento físicas ou 118 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 184-186 (La reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 214 (Reincarnazione), Mediterranee 119 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma), Mediterranee 120 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita 121 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione), Mediterranee 122 Cerchio Firenze 77, Maestro perché, página 53 (Perché deve esistere la morte del corpo fisico, del corpo astrale e di quello mentale?), Mediterranee 123 Cerchio Firenze 77, Oltre l’illusione, página 185, Mediterranee 124 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162, Armenia 125 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 14 de Dezembro, Amrita ; Jakob Lorber, Il Signore parla, página 176, Amrita 126 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 257-263 (Sentire), Mediterranee 23
  • 24. mentais 127 ). As condições de vida paradisíacas e infernais que existem na Terra são úteis para fazer ampliar a muitos demônios humanos 128 a cultura, a consciência eo conhecimento de Deus através da vida na Terra e nos outros três planos o mundos do Cosmos (astral, mental e Akasico ou da Consciência) em homens com um grau sempre maiores de mente e deconsciência. Os quatro mundos diferentes do Cosmos (mundos físico, astral, mental e Akasico ou da Consciência) são escolas do Espírito, para as quais a vida na Terra é fundamental 129 ; j. Devemos sempre lembrar que o pensamento cria 130 por isso temos que controlar nossos pensamentos aprender a viver o Evangelho. Desta forma podemos melhorar a nós mesmos e ao mesmo tempo a nossa condição espiritual, porque nossa vida é condenada para fazer crescer continuamente nossa mente e nossa consciência de acordo com a Lei da Evolução frequentemente citada. Mas devemos escolher de obedecer aos Mandamentos de Deus (Decálogo131 e Mandamentos de amor 132 ), Vida após vida, porque o fim de nossas muitas existências terrenas 133 é a reunião com Deus, em Cristo, que não retornar mais à Terra, mas Ele surgirá dentro de nós 134 . k. Os infernos na Terra são inumeráveis porque inumeráveis são as pessoas que não vivem ainda evangelicamente, mas antes vivem egoisticamente; muitas deles são malvadas e violentas; É principalmente devido a essas pessoas, se existem os infernos e estados de ser infernais na Terra. Inumeráveis são também as pessoas que não vivem bem no mundo os Mandamentos do Senhor Jesus, também mas esforçandose de fazer-lo o como fazem os Cristãos. Mas se começarmos a aplicar-nos de mais em oração, porque a oração é sintonia com 127 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 284 (Suicidio), Mediterranee 128 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 162 e 178, Armenia 129 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 185, Armenia ; Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, página 228 ; Maestro perché?, páginas 102-104, Mediterranee 130 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140141(Come l’uomo pensa così egli sarà…come pensate così create ; questa è la Mia legge), Mediterranee 131 Deuteronomio 5, 6-22 132 Levitico 19, 17-18 ; Deuteronomio 6, 4-9 ; Vangelo di Matteo 22, 34-40 133 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 184-186 (La reincarnazione), Armenia ; Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 238-240 (Reincarnazione), Mediterranee 134 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 24 e 25 de Dezembro, Amrita ; Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall’uomo, páginas 160-161(Il “ritorno” di Cristo), Mediterranee 24
  • 25. Deus 135 mas a oração não basta porque é necessário fazer boas obras 136 ; assim contribuiremos, cada um à sua maneira pequena, à melhorar o mundo. l. Nas primeiras encarnações humanas na Terra os homens têm um egoísmo violento 137 ; o Eu 138 e o complexo instintos-sentidos- necessitades e desejos de êstes homens é mais forte do seus Ego formado por sua Centelha Divina e sua pequena Consciência para qual pràticamente, eles estão sempre tentando de impor sua vontade sobre as pessoas que estão com eles. O mal que eles fazem é corrigido com a reencarnação e os ensinamentos do dor em muitas das suas vidas sucessivas, até que eles caberão que Deus não tem pôsto a felicidade nos prazeres materiais e sensuais do mundo e da carne, nem nas riquezas, no poder e no sucesso, as na vida simples. Todavia vivendo, pecando e errando 139 , gradualmente, os homens-demônios descobrirão - com o ensinamento do dor, das famílias e das religiões - mas especialmente com suas reflexões - que os verdadeiros valores da vida são aquêllos que tem ensinado o Messias Jesus de Nazaré nos evangelhos. Devemos confiar em Deus e em vidas futuras que o próprio Senhor providenciou para nós, e para os quais há um projeto e um plano porque nada é causal 140 ; experimentando os eventos futuros de tais multíplices existências terrenas, o homem caberá gradualmente que cada história, mesmo o mais negativa foi instrumental porque nada acontece em vão 141 para doar às pessoas o conhecimentos e consciência e fazê-los entender o significado eo escopo das nossas existências na Terra. m. As experiências da vida humana na Terra são indispensáveis para entender que os verdadeiros tesouros da vida são boas obras que nós fazemos, ou seja, as gentilezas, a bondade, os ajudas aos necessitados et caetera. Se você entender isso, então ele também entenderá o significado eo escopo da nossa vida terrena: ensinar-nós a amar a Deus e todos os homens irmãos como a nós mesmos. E depois se entenderá também onde o Senhor Deus colocou a 135 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17 de Janeiro, de 28 Fevereiro e de 31 Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, página 100, Mediterranee 136 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 17de Janeiro de 28 de Fevereiro e de 31 de Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, página 100, Mediterranee 137 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee 138 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 208-209 (Io), Mediterranee 139 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita 140 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita 141 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita 25
  • 26. felicidade; Ele colocou-la na vida simples, no tomar-se cura dos outros acabando de pensar em nós mesmos e fazendo a vontade de Deus 142 Todas as coisas que o Senhor Jesus nos ensina com seu modelo espiritual da vida evangélica. Para entender como nós tem que se comportar é suficiente refletir sôbre os Mandamentos dos Evangelhos antigos e modernos. n. A escolha de viver por tais Mandamentos nos leva ao vitória sôbre nosso Eu e sôbre o complexo instintos-sentidos- necessitades e desejos carnais (nossos verdadeiros enemigos, juntamente com os Demônios. Tudo isso vale para todos os homens da terra, de todas as épocas, não só para os cristãos; nenhum, porém, ter medo, porque o olho de Deus sempre vigia sôbre de nós; não escapam seus olhos e seu amor flue para cada um de nós na mesma maneira 143 Por isto temos que ter fé e confiança em Êle, e devemos obedecer Seus Mandamentos e à aquêles de Jesus 144 ; nossa participação é também esta e ninguém pode fazer-la ao nosso lugar 145 ; o. Até da Antiguidade o Senhor Deus nos deu não só os Dez Mandamentos e os Mandamentos do amor a partir dos quais é derivada a Lei Moral para nós permitir de distinguir o bem do o mal, mas depois Ele nós ensinou também qual Via escolher entre aquela do bom e aquela do Mal 146 ; em seguida, o mesmo Deus inspirou o Reis os sistemas jurídicos que regem as vidas das povos da melhor maneira possível; enfim - diz-se para sintetizar - o Senhor Deus projetou a vida cotidiana com as Variantes 147 , de modo que nós podemos sempre escolher o bem entre as alternativas insitas nos acontecimentos quotidianos da vida, as quais sempre nós dão sempre a possibilidade de escolher en cada momento entre o Bem eo Mal, as dois vias entre os quais devemos escolher 148 . Em outras palavras, estamos todos colocados em posição de ser sempre capaz, momento a momento, para escolher a via do Bem que também nós indica. A vida na Terra tem o escopo de é nós fazer crescer no amor, de ampliar nossa consciência, nossa cultura e o conhecimento de Deus; por isto é importantíssimo vivê-la ao melhor de nossas possibilidades, alternando trabalho ao divertimento 142 Vangelo di Matteo 12, 46-50 143 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Março, Amrita 144 Vangelo di Giovanni 15, 14 145 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Maio e del 29 e 31 de Agôsto, Amrita 146 Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie) 147 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 301-304 (Varianti), Mediterranee 148 Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie) 26
  • 27. . A vida que cada um de nós vive não é fruto do caso, porque foi ideada expressamente para cada um de nós e è por isto é perfeita 149 e é por esta razão que devemos aceitá-la e vivê-la com gratidão, agradecendo e louvando a Deus 150 . É por isto absurdo ter medo de viver, e é até mesmo mais absurdo suicidar-se porque tão pouco os Suicides esquivam aos correçães / ensinamentos da Lei do Karma, porque seus" ... efeitos são inelutáveis 151 "; de daro << Aquêles que tomam suas próprias vidas apenas para escapar de seu sofrimento físico ou morais não alcançam o escopo, porque até à quando seu carma não está exaurido o seus sofrimentos continuam no mundo astral, 176 ...152 . A vida é um dom precioso, mesmo quando sofrem, porque ele está sofrendo e refletindo que se cabem os erros que cometemos em precência e, portanto, nós aprendemos como terÍamos devido nós comportar e – cabendo os erros que fizemos - nós crescemos em altruísmo, conhecimento e consciência . p. Sabemos que o Mal consiste no viver egoístamente, no tempo que o Bem consiste no viver altruísticamente; o Bem também é o dom de si mesmos. O caos que existe no mundo demostra que nós ainda não temos cabido que os prazeres do mundo e da carne, os sucessos, as riquezas e o poder não devem tornar-se o escopo da nossa vida, porque a Matéria foi sòmente um meio para reconduzir os demônios sôbre as vias do Espírito. O Senhor Jesus disse em propôsito: " ... Agora você também será claro por que Lúcifer acreditava que ele tinha que agir como ele fez, para que a Matéria podesse ser criada; um erro em cada caso, porque o fim da minha criação não é a matéria, bem sòmente o conhecimento livre, o amor e a compreensão da Divindade da parte dos seres derivados por Me: a matéria foi sòmente um meio. Lucifer persistiu nesta segunda erro e se perdeu nos extremos de suas qualidades polares, enganando-se mesmo na ideia de dever conservar a matéria. Ele quis reinar fazendo-se príncipe da matéria, que ele considerava sua propriedade e depois escureceu mais e mais os seres humanos que estavam se formando, pois que a luta com Deus lhe parecia grande, magnífica e conservadora da vida. Êste também explica o mistério da Minha encarnação, que devia quebrar a matéria, 149 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 30 de Março e de 27 de Agôsto, Amrita 150 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 3 e 4 de Maio, del 30 de Julho e de 6 e 27 de Agôsto, Amrita 151 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 209 (Karma) ; vedi assenza de Libertà, Mediterranee 152 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 284-286 (Suicidio), Mediterranee 27
  • 28. que de outra forma, perdendo-se Lucifer mais e mais na rugosidade do pólo oposto, seria se tornada progressivamente mais dura. Minha encarnação significou, portanto, uma pausa e mostrou como poderia livrar da idolatria e adoração das qualidades polares; Ela devia demonstrar (e êste era o fim do primeiro) como a morte que liga os homens a matéria e seus prazeres pode ser superada e vencida, e também que a vida não se desenrola na matéria, mas no espírito, e que esta é apenas uma prisão dêste 153 ". q. Aquêles que vivem egoístamente se cria ídolos: si mesmo o ou outros seres humanos, o dinheiro, o poder, a riqueza, o sucesso et caetera; por isto devemos prestar muita atenção aos nossos pensamentos, a fim de que não renda nós escravos dos ídolos que nós induzem a fazer alguns pecados que são transgressões aos Mandamentos de Deus. Que poda cada um de nós descobrir dentro de si mesmo, ao mais pronto que ele tem em si próprio Deus e, portanto, o amor, o Reino dos Céus e as virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade. O altruísmo, a consequência do amor, também êle está dentro de nós e todo emerge em nós se na calma se escuta a voz de Deus154 e se vive de acordo com a Sua Palavra, em vez de limitarse à escutar-la 155 ; r. A observância da Palavra de Deus nôs livra da escravidão dos prazeres do mundo e da carne ou da escravidão do pecado 156 . Não necessita muito, assim como ensina S. Teresa do Menino Jesus; são suficientes reflexões quotidianas sobre as Sacras Escrituras e à como se aplicam em nossas vidas; para agradar a Deus e ser unidos com Ele deve reconhecê-lo e aceitá-lo (e, então, todo se torna possível) 157 ; você também necessario ser gratos a Deus 158 e ter fé e confiança n'Êle 159 ; mas não basta porque devemos viver o Evangelho ao melhor de nossa possibilidades a cada dia. Mas também necessita viver de forma simples e ter um contrôle eficaz dos nossos pensamentos que não nós 153 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 161-162, Armenia 154 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 6 de Agôsto, Amrita ; La voce di Dio a Findhorn, página 143 ( Stai nella quiete e ascolta), Mediterranee 155 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 28 de Março, Amrita 156 Vangelo di Giovanni 8, 31-36 157 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 21 de Outubro, Amrita 158 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 3 e 4 de Maio, de 30 de julho, de 27 de Agôsto e de 12 de Novembro, Amrita 159 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 4 de Janeiro, de 23 de Junho e de 10 de Setembro, Amrita 28
  • 29. faza exceder em nada, exceto em boas obras, ainda que pequeníssimas. Então, quando, ano após ano temos demonstrado apreço pela obra de Deus, fé e confiança, gratidão e boa vontade, a Mãe Espírito Santo nós doará também a Continência ou Temperança e assim tornaremos-se capaz de moderar as nossas necessidades, sentidos, instintos e você desejos. E, lentamente, nós serão doados outras qualidades e virtudes das quais temos necessdade para crescer no amor; Por isto, também é necessário para o nosso empenho quotidiano “no fazer aos outros todo o que quereremos que fizessem a nós 160 “ . Nosso empenho é indispensável, porque a lei diz: "Você receberás na medida em que você terás doado. Estas não são apenas palavras; eles são a lei. Se você vives e você colocá-los em prática, você verás em que maneira maravilhosa se materializam. Quando você começarás à dar, você descobrirás de receber mais e mais. Não ter medo, não manter nada para você; simplesmente das e continua dando. Um coração aberto e generoso atrai à si apenas o melhor. Fazes em modo que teu coração seja aberto e disponível, em modo de não entreter nada e e deixa por que em êle hospede sempre o espírito do dom. Olhe isto que você tens de dar e, depois das-lo, sem se preocupar que coisa seja pois que cada dom oferecido ajuda ao completamento do todo. Você não esperas que alguém outro para vira à retirar teus dons, mas doa voluntariamente isto que você tens : assim fazendo, você descobrirás que êle se insere no todo, assim como o elemento de um mosaico colocado no pôsto justo completar a imagem 161 . E quem dá todo recebe todo 162 , como o Senhor Jesus. Todo êste é equivalente a um importante caminho de fé em Deus e de Caridade, à qualquer religião se pertenca, mas não é suficiente para reunirse à Deus; para completar o ascese em Deus - isto é, o tirocínio espiritual que nó s permite superar o eu e o complexo instintos-sentidos-necessitades e desejos – é necessario tornar-se capaz de amar Deus e aos outros; s. O Senhor Deus disse a Eileen Caddy Comunidade Findhorn na Escócia: << ... Você tem que aprender que só dando todos recebes todo; você só pode ter sucesso depois de aprender a amar a Mim de todo o teu coração, mente, 160 Vangelo di Matteo 7, 12 161 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 22 de Dezembro, Amrita 162 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita 29
  • 30. alma e com toda tua força, porque sem amor você não pode cumprir estes passos, ou você pode viver esta vida. Abre teu coração e ama 163 >> . t. O Senhor Jesus se auto definiu o Bom Pastor 164 e continua a ser o Bom Pastor por excelência; talvez você pode dizer que eles são bons pastores todos os bons sacerdotes de todas as religiões verdadeiras. Talvez você também pode dizer que todas as religiões, quando eles não distorcem o espírito ea letra das Revelações Divinas, são feitos de bons pastores. u. Em outra ocasião, o Messias Jesus também definiu dois poderes terrestres, aquêle temporal e aquêle religioso e precisou, ao mesmo tempo quais devemos ser as competências, os deveres e as responsabilidades das instituições civis e religiosas com a famosa resposta que o Senhor deu aos fariseus que estavam tentando de colhêe-lo en erro: "Portanto, dão ao imperador que pertence ao imperador, mas aquêl que é de Deus dáo-lo a Deus 165 >>; com tal resposta Cristo disse, implicitamente, que o poder temporal não é das religiões, mas dos reis ou presidentes das repúblicas, e que o homem deve obedecer seja aos reis que aos Presidentes das Repúblicas, mas também as religiões verdadeiras para as suas respectivas competências; são religiões verdadeiras aqueles que prescrevem de amar a Deus e outros seres humanos como si mesmos e de perdoar aos outros. v. Os Evangelhos são explicações do Decálogo 166 . As religiões devem ensinar os mandamentos de Deus, sem alterar as Revelações, assim como aconteceu com os judeus 167 e sobretudo com os árabes 168 . Praticamente todas as religiões, por causa dos erros dos Tradições Orais e das interpretações de temas e versos das Revelações divinas têm modificado os ensinamentos de Deus, de Jesus e dos Profetas. 163 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Agôsto, Amrita 164 Il Vangelo di Giovanni, capítulo 10 165 Vangelo di Matteo 22, 15-22 166 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, página 123, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 167 Vangelo di Matteo capítulos 5, 6, 7, 15, 16, 19 e 23 168 No nosso Catecismo, entre os Aprofundamentos das Religiões, você vai encontrar o Elaborado 4 concernente os numeros erros de interpretação dos temas fundamentais do Alcorão, cometidos com a astúcia e maldade por Fundamentalistas islâmicos 30
  • 31. w. O Senhor Jesus recusou todos cada poder e honra e explicitamente disse que o Seu reino não era deste mundo 169 . Deriva dêste que as religiões se devem interessar sòmente e exclusivamente da vida espiritual dos fiéis, mas eles devem estar sempre pronto para defendê-los dos arbítrios dos reis, também ao custo de vida, mas sempre sem algum tipo de violência, bem como ensinou o Senhor Jesus eo ' indiano Gandhi, a grande alma da Índia. x. Eles tão pouco no Arabismo ou Maometismo (ou o Islamismo - como maliciosamente têm ensinado a dizer que os violentos fundamentalistas árabes sucessores do Profeta dos beduínos, Maomé) os poderes civis e militares poderia ser atribuídos aos religiosos porque o Arcangelo Gabriele disse Muhammad: - " Você adverte daqui os homens, pois que você és apenas um que aviso 170 "; - " Você, não és,de fato constituido de autoridades sobre eles 171 " ; - Em outra tradução, os dois versos estão emparelhados: "Sê admoestação aviso à todos porque você és um admoestador, e você não és sido nomeado como seus soberano 172 "; - Em uma terceira tradução está escrito: "Portanto, admoesta, porque tu não és outro que um admoestador, e você não tens autoridade sobre eles 173 " Aqui o tradutor colocou uma nota em base ao qual ele informa que o admoestação do anjo resguardava o tempo em qual Mohammed " ... não era ainda cabeça de uma comunidade de crentes ". Mas esta, na opinião deste escritor, é apenas uma opinião e é provavelmente infundada. Se recorda que, por causa e e por força de interpretações humanas errôneas da religião dos árabes foi deformada, como é explicado no elaborada 4 deste Catecismo que - você trovarão entre os aprofundamentos das Religiões - com o título "Contribuição para o conhecimento do Alcorão com assinalação de numeros erros de interpretação de temas fundamentais da Revelação de Deus ao 169 170 Il Corano, trad. L. Bonelli, sura LXXXVIII 21, Ulrico Hoepli 171 Il Corano, trad. L. Bonelli, sura LXXXVIII sura 22, Ulrico Hoepli 172 Alessandro Nangeroni, Dizionario del Corano, página 80, sura LVIII 21-22, Xenia Tascabili 173 Il Corano, trad. Hamza R. Piccardo, sura LXXXVIII 21-22, ver nota n ° 5, Newton & Compton 31
  • 32. profeta Muhammad, cometidos com astúcia e maldade por fundamentalistas islâmicos "; - Outra tradução do Alcorão, aquela de Bausani, sura LVIII sura não contém os versetos ja ou supra citados. y. Em todos as Naçãos os citados dois poderes civis e militares, por um lado e aquêle religiosos, da outra, devem colaborar juntos para garantir aos pessoas a vida mais calma possível, ainda que se você saba que os conflitos e os dissídios entre indivíduos, grupos, tribos e povos até agora têm sido inevitáveis e nossa opinião serão ainda até que todos os demônios não serão redimidos. Isto porque de quando o ex-Arcanjo Lúcifer quis a guerra contra Deus e o seu nome foi mudado en Satanás. Satanás continua a quer a guerra; a este respeito a Nossa Senhora em Medjugorje, disse que" ... quer a guerra eo ódio ...174 " ; Os conflitos são parte da natureza de Satanás e de seus escopos malignos que são compartilhadas por homens muito antes de aprender a amar. z. Mas o Senhor Deus nos ajuda nisso porque todo el Mal que acontece na Terra torna-se instrumental para a história divina da Salvação e porque "nada acontece em vão", e então todos nós nos beneficiar também de nossos erros de comportamento 175 incluindo ímpios, belicistas, malvados e terroristas, porque Deus nos ama a todos sem distinçães pois que aos seus "....olhos todas as almas são iguais 176 " tanto que o Senhor disse: "Eu amo todos vocês, e antes que você estará conscientes melhor será, por que não escapar aos meus olhos, e meu amor corre para cada um de vocês da mesma maneira. Quando você poderás aceitar o fato de ser um Comigo, Você também poderás aceitar de ser um com os outros 177 ".Segue-se que todos os povos, bem como todos os homens são amados por Deus da mesma maneira. Tem que ser assim, porque o Senhor disse de Si mesmo: "Eu sou o amor178 "; Portanto, não pode haver povo escolhido, porque cada nação é o seu povo179 ; pelo menos dois antigos profetas disse aos judeus: Isaías e Sofonias 180 . 174 Maria di Nazareth, I Messaggi della Regina della pace, Mensagem de 25 de Setembro de 2001, Shalom 175 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Agôsto, Amrita 176 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Maio, Amrita 177 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 16 de Março, Amrita 178 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 42, Mediterranee 179 Giuseppe Barbero, La Vergine a La Salette, página 23, San Paolo 180 Isaia, capítulo 56 ; Sofonia 3, 9-10 32
  • 33. aa. Deriva dêste que o mal é instrumental para a Redenção e Salvação dos homens-demônios 181 , Mas se deve reconhecer a autoridade paternal e maternal de Deus, e obedecer os Seus Mandamentos; portanto, todos os homens também devem observas os preceitos dos Evangelhos, arrependendo-se, convertendo-se e vivendo a vida inteira evangelicamente ao melhor de sua possibilidades e assim eles fazeráo a Deus182 . Os sofrimentos causado por ensinamento cármico do dor devidas também à "lutas, tentações e dores " devem ser aceitadas por seres humanos porque é necessário compreender quais erros de comportamento que cometeram no passado e, desta forma, vamos crescer em conhecimento e consciência, e vamos superar, dia após dia, o nosso egoísmo e nosso egocentrismo. Só assim se compreenderá o significado e o escopo insitos no plano de Deus para a nossa vida na terra 183 . bb. É a dor 184 que revela ao homem o esplendor de altruísmo; o altruísmo é uma manifestação do amor. Os conflitos, incluso aquêles armados, não podem ser evitados pela presença simultânea da mistura de homens (no sentido das almas) que existe na Terra em todos os épocas 185 . Bem como explicar a um elaborado, "Contribuição para o conhecimento da vida, origem e destino do homem", disponível em nosso Catecismo entre Insights para a pasta de "Natureza, Vida e Destino Humano" . No entanto, é dever dos reis e religiões, cada um em seu papel, a trabalhar intensamente em conjunto para reduzir o sofrimento e as necessidades dos cidadãos; cc. As muitas existências terrenas, tão perturbado, que o homem tem de viver no planeta Terra186 ampliar a sua cultura, a sua consciência e o conhecimento de Deus, eles não duram para sempre, porque como toda a gente vive, gradualmente, vem, embora lentamente entender o que a vida e Deus que criou e organizou quer ensinar: Deus através da vida quer nos ensinar a amá-lo e 181 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 162 e 178, Armenia 182 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 319, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 183 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 27 de Agôsto e de 14 de Dezembro, Amrita 184 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 75-77 (Dolore), Mediterranee 185 Cerchio Firenze 77, as grandes verdades procurado pelo homem, páginas 162-163 (As "raças" Escola da Terra em evolução), Mediterranee 186 Cerchio Firenze 77, dicionário do Círculo, página 54 (Conhecimento), páginas 106-112 (evolução) e páginas 238-240 (Reencarnação), Mediterranee 33
  • 34. amar todos os outros homens irmãos como a nós mesmos. Acho que isso aconteça gradualmente na última vida terrena de todo homem quando ele se torna um santo, sob a Lei de Evolução e as correções cármicos através dell'ammaestramento dor, os ensinamentos de famílias e verdadeiras religiões. Lentamente, vida após vida187 , Cada um de nós vir a compreender não só todos os erros que cometeu no passado distante ou recente, mas também que é melhor concordar que uma disputa e que a paz é melhor do que uma guerra ganha, com todos os seus horrores; Portanto, todos os seres humanos, bem como todas as pessoas, aprender de forma gradual e lentamente para evitar disputas ou para compô-los, cada um de acordo com os tempos de sua capacidade de compreender que somos todos irmãos, todos filhos de Deus. Desta forma, evitando críticas, inveja, julgamentos, disputas e conflitos188 Todos são começou cutucando o caminho da paz, mas ai - o Senhor Jesus diria - aos sete pseudo religiosa verdade que as religiões têm apenas as formalidades, e ai também aos sacerdotes e esses chefes de Estado que pregam o ódio, a vingança e guerra. dd.Os europeus, após a segunda grande guerra mundial, ter escolhido o caminho da paz, mas não passar por isso de novo com esse sentimento de fraternidade e altruísmo que os levaria para ajudar mais e melhor os povos pobres do Sul. Queremos árabes e judeus na Palestina - o território onde pregou o Senhor Jesus - para também escolher sua obediência o caminho para a sua Sagrada Escritura, em que é o comando para trilhar o caminho da paz e perdão. Europeus, judeus e palestinos, tudo em seu papel, deve aprender a trabalhar mais e melhor para a paz, a Bíblia (Mandamentos de amor) e o Alcorão189 a mão. ee. O Senhor Deus nos ensina tudo o que não devemos fazer e aquêle, em vez que, nós temos que fazer para entrar no Reino dos Céus: << Não te tenho dado a vida no mundo, porque você levasse a morte. Não você tenho dado o desejo porque você se tornasse ávido.. Eu não te tenho dado a mente, porque você rendessi escravo de suas ciladas. 187 Thorwald Dethlefsen, vida após vida, reencarnado com diálogos, Mediterranee 188 Eileen Caddy, As portas interiores, Mensagem de 12 de Setembro, Amritas 189 Alessandro Nangeroni, Dizionario del Corano, página 95, sura VII 199 (Sappi perdonare) e página 101, sura XLV 14-15 (Dì a coloro che credono), Xenia Tascabili 34
  • 35. Nem te tenho dado a tranqúilidade, porque você vegetasse eo progresso, porque você te circundasse de coisas inútiis ou perdesse a tua vida na busca desses. Eu não te tenho dado a grandeza porque você desprezasse os humildes. Nem Eu te tenho dado o poder porque você oprimisse e obrasse injustiças. Eu não te tenho dado a paz porque tu destruísse-la. E se eu tenho permitido a guerra, é porque você apreçasse o acordo. Se eu tenho permitido o dor que vem do egoísmo de teus semelhantes e do teu é porque você compreendesses o esplendor do altruísmo. Se Eu tenho permitido a intolerância, a ofensa, a escravidão, é porque você perseguisses as virtudes contrárias. E se Eu tenho permitido que você fosse humilhado, desfrutado, incomprendido, é porque você aprendesses a não humilhar, a não desfrutar, a entender, pois que uma vida feliz, mas estéril não é tão preciosa como uma que doas compreensão. Mas Eu te tenho dado vida no mundo, porque você rendesses-lo mais belo. Eu te tenho dado a abundância porque te fosse mais fácil doar. Eu te tenho dado o bem-estar, porque você tivesses piedade de quem sofre. Eu te tenho dado a sapiência porque você criasse. Eu te tenho dado o deseja, porque você criasse o bem de teus semelhantes, e a mente porque você cabesses que só uma coisa é necessária, e aquela você escolhesses: aquela coisa que te conduze além dos opostos, onde não há separação, onde causa e efeito são uma só realidade 190 >>. A ajuda continuou que vem ao homem do céu O Senhor Deus fala a todos aquêles que reconhecem-lo e aceitá-lo 191 e vivem de acordo com suas leis para o melhor de sua possibilidades, e assim Deus se agrada 192 ; uma das coisas que temos de fazer é estar na quietação para escutar 193 os ensinamentos do Senhor, cada um segundo as suas necessidades espirituais. Mas há uma ajuda importante ao qual raramente pensam: é a ajuda que Deus dá a cada um de 190 Cerchio Firenze 77, La Fonte Preziosa, páginas 229-230, Mediterranee 191 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 21 de Outubro, Amrita 192 Maria Valtorta, L’Evangelo come mi è stato rivelato, Vol. IV, página 319, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Italia 193 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 143-144, Mediterranee 35
  • 36. nós através dos Anjos, por exemplo, o Anjo Custódio, o Anjo do lareira para cada família, o Anjo de cada casa e os curandeiros Anjos 194 ; particularmente importante para cada um de nós é o Anjo Custódio; de-lhe o Mestres desencarnados do Cerchio Firenze 77 (Círculo Florença 77) disseram: a. Anjo Custódio: << A guia espiritual (ver "voz da consciência", da vossa religião chamada Anjo Custódio, não deve ser vista como um órgão externo, estranho, que você repara dos golpes, que você protege no sentido tradicional e pessoal, mas algo que do vosso intímo ser emerge e tenta de fazer florescer vossa consciência, de fazer-la afirmar nos confrontos dos impulsos deteriorar-se, 231-233 g 195 >>; b. Voz da Consciência: << O firmar-se da consciência em um sentido positivo, altruístico, é "algo" que vem das estrato mais altos e mais profundos do mundo do sentir, a partir deste centro de consciência que é chamado de "guia espiritual" e que quando o indivíduo é submetido aos assim ditos tentações - para usar uma palavra que te faz sorrir – tentar de representarlhe a realidade em maneira mais reta, mais preciso. É a voz da consciência, de acordo com a definição de certos. Eis a voz da consciência não é nem mais nem menos do que esta comunicação, êste canal que desce da propria guia espiritual no intímo dos seres (ver "Angelo Custódio", 231 g 196 >>. Os Anjos são inumeráveis, e desenrolam em nome de Deus e para o benefício de todos os seres vivos as tarefas necessárias para trazer ordem e luz para toda a Criação. Se os planetas perfeitamente percorrem suas órbitas é devido ao atividades dos Anjos e o mesmo vale para o crescimento de todos os produzidos agrícolos e florestal. Uma demonstração das possibilidades extraordinárias dos Anjos foi dada em Findhorn na Escócia, onde em virtude da cooperação entre Anjos e homens, numa terra deserta, onde até então tinham sempre cresceu apenas as ervas ruim; o jardim; na areia tornou-se luxuriante e nenhum agrônomo e agricultor foi capaz de trovar uma explicação ... Ele diz Dorothy << Se nós que eram três adultos e três crianças 194 Giuditta Dembech, Gli Angeli fra noi, página 103-120, L’Ariete 195 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 28, Mediterrane 196 Cerchio Firenze 77, Dizioario del Cerchio, página 311 (Voce della coscienza), Medi 77 Florence Círculo, Círculo Dictionary, página 311 (Voz da Consciência), Mediterranee 36
  • 37. pequenas, têm podido criar aquêle estupendo jardim, outros homens, juntando-se com boa vontade, poderiam transformar em um Éden até mesmo o Sahara ...197 >>. (Minha nota: O pedido de cooperação aos Anjos pelos homens dos desertos está aqui implícita. Eu recomendo a todos a leitura do livro por Dorothy Maclean sobre os Espíritos de natureza, porque dessa forma eles poderão não só aprender muito sobre os Anjos e dos Anjos, mas poderão também mudar si mesmos e se tornar verdadeiros filhos de Deus e, eles poderão portanto," ... contribuir a criar um mundo melhor e mais justo ... "). Imitando o Senhor Jesus, nosso Redentor e Salvador, eu digo "Paz aos homens da Terra." 197 Dorothy Maclean, Spiriti di Natura, páginas 12-13, Mediterranee 37