A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO
A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO   Dificuldades económicas do pós-guerra Fundação do Komintern (1919) Radicalização social e...
Komintern <ul><li>Criação do “Cordão Sanitário” barreira criada pelos novos países fronteiriços aliados do Ocidente a fim ...
Alemanha 1918 – Inspirados na Revolução Bolchevique, soldados, marinheiros e operários revoltaram-se contra a República do...
<ul><li>   Movimentos autoritários e antidemocráticos  em vários países europeus </li></ul><ul><li>Espanha  (Primo de Riv...
Bibliografia <ul><li>Couto, C. & Rosas, M. (2010). O Tempo da História. Porto: Porto Editora </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regresso ao Demoliberalismo

5.426 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Regresso ao Demoliberalismo

  1. 1. A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO
  2. 2. A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO Dificuldades económicas do pós-guerra Fundação do Komintern (1919) Radicalização social e política nos anos 20 - Incapacidade das democracias liberais na resolução da crise económica e no controlo da ordem social Medo do bolchevismo Emergência de autoritarismos A emergência dos autoritarismo confirma a regressão do demoliberalismo
  3. 3. Komintern <ul><li>Criação do “Cordão Sanitário” barreira criada pelos novos países fronteiriços aliados do Ocidente a fim de evitar a propagação do bolchevismo. </li></ul><ul><li>Criação da Chamada III Internacional ou Internacional Comunista ou Komintern (Março de 1919). </li></ul>Principais objectivos do Komintern <ul><li>- Coordenar a luta dos partidos operários do mundo para que o marxismo triunfasse </li></ul><ul><li>Evitar o isolamento da URSS evitando assim os boicote e a oposição dos países ocidentais </li></ul>
  4. 4. Alemanha 1918 – Inspirados na Revolução Bolchevique, soldados, marinheiros e operários revoltaram-se contra a República do Weimar e proclamam em Berlim uma “república socialista”. 1919 – Os espartaquistas (Spartacus) são dominados após violentos combates com as forças leais ao governo. Hungria 1919 – Tentativa de revolução proletária. 1919 (Março) – Surge em Budapeste a “república de conselhos” conhecida por comuna. Acabou meses depois devido a pressões internas e externas que dificultaram a governação Itália 1919 – Os camponeses ocupam terras incultas e reivindicam a partilha de latifúndios. 1920 – Greve dos metalúrgicos de Turim desencadeou uma vaga de ocupação de fábricas. França, Inglaterra, Portugal Onda grevista um pouco por toda a parte
  5. 5. <ul><li> Movimentos autoritários e antidemocráticos em vários países europeus </li></ul><ul><li>Espanha (Primo de Rivera (1923) e Franco (1939)) </li></ul><ul><li>Itália (1922) – Fascismo (Mussolini) </li></ul><ul><li>Alemanha (1933) (Hitler - Nazismo) </li></ul><ul><li>Portugal (Ditadura Militar (1926) e Salazarismo (1928)) </li></ul><ul><li>Hungria (1920) </li></ul><ul><li>Bulgária e Turquia (1922) </li></ul><ul><li>Grécia, Polónia, Lituânia (1926) </li></ul><ul><li>Jusgoslávia (1929) </li></ul>
  6. 6. Bibliografia <ul><li>Couto, C. & Rosas, M. (2010). O Tempo da História. Porto: Porto Editora </li></ul>

×