Desenvolvimento de um Assistente Virtual Integrado ao 
Moodle para Suporte a Aprendizagem Online 
Alexandre M. A. Maciel (...
1. Introdução 
• É intenso o fluxo de informação disponível através de um 
AVA diariamente em um curso de EAD. 
• É cresce...
2. Revisão da literatura 
Assistentes Virtuais 
em Ambientes de 
Aprendizagem 
Animação Baseada 
em Visemas 
Síntese de fa...
2. Revisão da literatura 
• Animação baseada em visemas 
A técnica desenvolvida baseia-se em 
uma base de imagens de vise...
2. Revisão da literatura 
• Síntese de fala 
• Os sistemas de Text-To-Speech (TTS) são capazes de gerar 
fala com boa qual...
3. Concepção e desenvolvimento 
• O processo de concepção baseou-se no método de 
Design da Interação proposto em por Pree...
3. Concepção e desenvolvimento 
Pesquisa da situação atual das tecnologias 
disponíveis; 
O desenvolvimento de alternati...
3. Concepção e desenvolvimento 
Levantamento das principais tecnologias 
para o desenvolvimento do front-end e foi 
decid...
3. Concepção e desenvolvimento 
• Arquitetura 
Utilizamos o middleware Avatar 
Vocálico desenvolvido por 
Rodrigues et al...
3. Concepção e desenvolvimento 
• Arquitetura 
1. O processo inicia a partir de uma consulta ao Banco de Dados do Moodle, ...
3. Concepção e desenvolvimento 
• Buscas feitas na base Moodle 
1. Informações sobre postagens de novos materiais pelo 
pr...
4. Experimento 
• 4.1 Procedimentos 
Experimento realizado com 20 alunos da disciplina 
Introdução a Ensino a Distância d...
4. Experimento 
• 4.2 Resultados e discussão 
A variável de maior destaque foi em relação a qualidade gráfica 
do persona...
4. Experimento 
• 4.2 Resultados e discussão 
Análise da questão aberta aplicada no questionário; 
[s1] “Seria muito inte...
4. Experimento 
• 4.2 Resultados e discussão 
• [s1] pudemos pensar em como acoplar na arquitetura atual, um 
módulo que s...
5. Conclusão 
• Evolução do projeto (construção da versão mobile)
5. Conclusão 
• Evolução do projeto (construção da versão mobile)
5. Conclusão 
• Consideramos que versão atual encontra-se estável e portável 
para qualquer ambiente Moodle; 
• A solução ...
Agradecimentos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Desenvolvimento de um Assistente Virtual Integrado ao Moodle para Suporte a Aprendizagem Online

472 visualizações

Publicada em

Desenvolvimento de um Assistente Virtual Integrado ao Moodle para Suporte a Aprendizagem Online

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desenvolvimento de um Assistente Virtual Integrado ao Moodle para Suporte a Aprendizagem Online

  1. 1. Desenvolvimento de um Assistente Virtual Integrado ao Moodle para Suporte a Aprendizagem Online Alexandre M. A. Maciel (UPE): amam@ecomp.poli.br Rodrigo L. Rodrigues (UFRPE/UFPE): rlr@ded.ufrpe.br Edson C. B. Carvalho (UFPE): ecdbcf@cin.ufpe.br
  2. 2. 1. Introdução • É intenso o fluxo de informação disponível através de um AVA diariamente em um curso de EAD. • É crescente o uso de assistentes virtuais de aprendizagem; • Esses personagens aumentam a afetividade das aplicações de educação; • O objetivo deste trabalho foi a concepção, desenvolvimento e avaliação de um assistente virtual para o suporte a aprendizagem online, integrado ao AVA Moodle, chamado Avatar Educação.
  3. 3. 2. Revisão da literatura Assistentes Virtuais em Ambientes de Aprendizagem Animação Baseada em Visemas Síntese de fala
  4. 4. 2. Revisão da literatura • Animação baseada em visemas A técnica desenvolvida baseia-se em uma base de imagens de visemas; Estratégia de síntese capaz de reproduzir a movimentação articulatória visível da fala; Base de 34 imagens intituladas como visemas ;
  5. 5. 2. Revisão da literatura • Síntese de fala • Os sistemas de Text-To-Speech (TTS) são capazes de gerar fala com boa qualidade com um vocabulário ilimitado. • Foi utilizado o treinamento de duas vozes por meio do HTS que geraram o motor VLSynthesizer; • Incorporado ao Framework FIVE o que possibilita a utilização de vozes masculina e feminina em português falado no Brasil em múltiplas plataformas.
  6. 6. 3. Concepção e desenvolvimento • O processo de concepção baseou-se no método de Design da Interação proposto em por Preece et al. (2013), composto por quatro atividades: (1) identificação das necessidades do usuário; (2) desenvolvimento de alternativas de design; (3) construção de versões iterativas; e (4) avaliação do design.
  7. 7. 3. Concepção e desenvolvimento Pesquisa da situação atual das tecnologias disponíveis; O desenvolvimento de alternativas de design foi utilizada a técnica de construção de cenários caricaturados (prototipagem); Testes com usuários a fim de identificar possíveis problemas no fluxo de interação da interface; Implementação; O processo é cíclico e iterativo.
  8. 8. 3. Concepção e desenvolvimento Levantamento das principais tecnologias para o desenvolvimento do front-end e foi decidida a utilização da linguagem HTML5 associada ao CSS3; Na fase de avaliação do design da versão interativa foi realizado um experimento com alunos de graduação em um ambiente real de ensino;
  9. 9. 3. Concepção e desenvolvimento • Arquitetura Utilizamos o middleware Avatar Vocálico desenvolvido por Rodrigues et al. (2012) para a geração da sequência de visemas e do áudio sintético; web service para que o plugin Avatar Educação enviasse as solicitações de texto e recebesse a sequência de visemas e o áudio sintético como retorno.
  10. 10. 3. Concepção e desenvolvimento • Arquitetura 1. O processo inicia a partir de uma consulta ao Banco de Dados do Moodle, conforme especificado nas opções de notificações escolhidas pelo usuário; 2. O resultado dessa consulta é comparado com os logs armazenados num Log de Consultas; 3. Caso o resultado da consulta retorne registros diferentes do armazenado no log, é envidada uma mensagem de texto para o Avatar Vocálico, que é responsável por gerar os visemas da animação e encaminhar para o FIVE uma solicitação de síntese de fala; 4. O FIVE utiliza o motor VL Synthesizer para geração do áudio que é devolvido ao Avatar Vocálico; 5. Os arquivos de visemas e de áudio ficam disponíveis no repositório do Avatar Vocálico, de onde são chamados pelo plugin para a geração da animação.
  11. 11. 3. Concepção e desenvolvimento • Buscas feitas na base Moodle 1. Informações sobre postagens de novos materiais pelo professor; 2. Avisos sobre atividades em atraso; 3. Novas postagens em fórum; 4. Mensagem direta do professor
  12. 12. 4. Experimento • 4.1 Procedimentos Experimento realizado com 20 alunos da disciplina Introdução a Ensino a Distância do Curso de Sistemas de Informação da UPE; Foram utilizados os logs para medir a frequência de uso da solução desenvolvida; Foi aplicado um questionário para avaliar a qualidade do assistente virtual por parte dos alunos.
  13. 13. 4. Experimento • 4.2 Resultados e discussão A variável de maior destaque foi em relação a qualidade gráfica do personagem, média de 4,40 (SD=0,583) ; A menor média foi em relação a qualidade da voz sintética do personagem, esta variável obteve uma média 3,85 (SD=0,654); Variável Média Desvio Padrão Qualidade gráfica do personagem 4,40 0,583 Qualidade da voz sintética 3,85 0,654 Qualidade da animação 4,35 0,726 Qualidade da sincronia labial 4,15 0,654
  14. 14. 4. Experimento • 4.2 Resultados e discussão Análise da questão aberta aplicada no questionário; [s1] “Seria muito interessante ter um App que rode no Android com as notificações sobre o Moodle”. [s2] “Sugiro que a velocidade da fala do avatar seja um pouco mais lenta”. [s3] “Em relação ao avatar, a voz poderia se aproximar mais da fala humana”. [s4] “O personagem poderia ser personalizável”.
  15. 15. 4. Experimento • 4.2 Resultados e discussão • [s1] pudemos pensar em como acoplar na arquitetura atual, um módulo que se comunique com aplicações móveis (requisito implementado); • [s2], esta é uma opção já disponível no motor VL Synthesizer; • [s3] a tentativa de aproximação da voz sintética a qualidade da voz humana é algo que tem evoluído; • [s4], atualmente a solução desenvolvida conta com a possibilidade de escolha entre vinte personagens que podem ser escolhidos pelo professor.
  16. 16. 5. Conclusão • Evolução do projeto (construção da versão mobile)
  17. 17. 5. Conclusão • Evolução do projeto (construção da versão mobile)
  18. 18. 5. Conclusão • Consideramos que versão atual encontra-se estável e portável para qualquer ambiente Moodle; • A solução desenvolvida atingiu os níveis de satisfação do usuário esperados; • Pretendemos realizar novos experimentos com novas turmas, capturando aspectos motivacionais e cognitivos sobre o uso da solução; • Identificar novos requisitos e o refinamento da solução.
  19. 19. Agradecimentos

×