©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Fala, jornalista!
Setembro/2012
Uma pesquisa Deloitte e Comu...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Fala, jornalista!
Agenda
• Principais percepções
• Metodolog...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte3
Principais percepções
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais percepções
“Fala, jornalista!”
• Meios mais utili...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais percepções
“Fala, jornalista!”
• O relacionamento...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte6
Metodologia e amostra
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Metodologia e amostra
Realizada de forma on-line, entre os d...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte8
Perfil do respondente
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Perfil do respondente
Deloitte9
Dentre os 711 jornalistas re...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte10
Principais resultados
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte11
Seu dia a dia de trabalho
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte12
M...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte13
I...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte14
“...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte15
A...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Deloitte16
Não utilizo redes sociais p...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte17
C...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Razões que l...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Percepção so...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte20
J...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte21
I...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte22
O...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte23
E...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte24
R...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte25
À...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte26
Q...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seu dia a dia de trabalho
Deloitte27
C...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte28
Seus valores e seu setor de atuação
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
De...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Deloitte37
Seus valores e seu setor de...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
Ma...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
Principais resultados
Seus valores e seu setor de atuação
Em...
©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.
“Deloitte” refere-se à sociedade limitada estabelecida no Re...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pesquisa "Fala, jornalista!"

1.105 visualizações

Publicada em

Realizada de forma on-line pela Deloitte em setembro de 2012, a pesquisa “Fala, jornalista!” contou com 711 respondentes sobre o que pensam os profissionais de redação.
Entre diversos aspectos, a pesquisa aponta os principais meios para obtenção de informações, a influência das mídias sociais no jornalismo, o motivo pelo qual jornalistas e editores não aceitam tantos convites a coletivas e quais são as melhores empresas na relação com a imprensa.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pesquisa "Fala, jornalista!"

  1. 1. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Fala, jornalista! Setembro/2012 Uma pesquisa Deloitte e Comunique-se sobre o que pensam os profissionais de redação
  2. 2. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Fala, jornalista! Agenda • Principais percepções • Metodologia e amostra • Perfil do respondente • Principais resultados Deloitte2
  3. 3. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte3 Principais percepções
  4. 4. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais percepções “Fala, jornalista!” • Meios mais utilizados para obter informações ou fontes para desenvolver entrevistas e pautas: ‒ Telefone ‒ Releases ‒ Webconferences (menos utilizada) • Título da mensagem  principal razão que os levam a abrir um e-mail enviado por uma assessoria. • Jornalistas consideram o envio de informações e releases necessário, porém mal praticado. • Twitter da empresa e Fan Pages são os mais acessados na busca de suas pautas. • Coletiva de imprensa online facilita a participação do jornalista e é considerada uma forma ágil e moderna de se comunicar com os profissionais. • A atividade da assessoria é vista como facilitadora, principalmente quando beneficia a interação com as fontes. 68% dos jornalistas a procuram para agilizar o contato quando a fonte é desconhecida. Deloitte4
  5. 5. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais percepções “Fala, jornalista!” • O relacionamento dos assessores com os jornalistas é considerado ruim para 28% dos entrevistados. • O tamanho da equipe é menor que o necessário para suprir a demanda, conforme apontam 72% dos respondentes. • Um pouco mais da metade da amostra sente impacto na maneira de atuação de seu veículo, em função dos canais de comunicação on-line. Deloitte5 Sete convites para coletivas de imprensa são recebidos em um mês Apenas 2 são aceitos! Motivo? Enxugamento das redações, o que provocou acúmulo de trabalho.
  6. 6. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte6 Metodologia e amostra
  7. 7. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Metodologia e amostra Realizada de forma on-line, entre os dias 13/08 a 31/08, a pesquisa “Fala, jornalista!” contou com 711 respondentes e se deu a partir das etapas descritas abaixo. Deloitte7 1º - Definição dos objetivos da pesquisa 2º - Elaboração do plano e método da pesquisa 3º - Coleta de informações 6º - Apresentação dos resultados 4º - Tabulação e consolidação das informações 5º - Análise de informações Metodologia da pesquisa Pesquisa de dados primários
  8. 8. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte8 Perfil do respondente
  9. 9. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Perfil do respondente Deloitte9 Dentre os 711 jornalistas respondentes da pesquisa, 50,4% e 48,4% correspondem aos sexos masculino e feminino, respectivamente. A média de idade da amostra é 36 anos. Veículos impressos representam o maior percentual da amostra, e as editorias mais apontadas são as de Geral, Economia, Cultura e Esportes. Jornal impresso Revista impressa Site TV Rádio Agência de notícias Outros Resposta única Resposta única
  10. 10. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte10 Principais resultados
  11. 11. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte11 Seu dia a dia de trabalho
  12. 12. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte12 Meios mais utilizados para obter informações ou fontes para desenvolver pautas e entrevistas (%) (Resposta múltipla) (*)Facebook, Twitter, Linkedin etc Demais resultados (%):Veículos concorrentes (10), Websites de empresas (8,4), Press Kits (5,6), Material impresso enviado à redação(4,5), Coletivas online(0,4), Webconferences em geral(0,4), Outros(8,2). Dentre os editores (%):Veículos concorrentes (14,3), Websites de empresas(10,7), Press Kits(9,4), Material impresso enviado à redação (7,0), Coletivas online (0,4), webconferences em geral (0,4) * Entrevistas por telefone Releases Entrevistas pessoais Mídias sociais* Entrevistas por e-mail Coletivas presenciais Não resposta: 23,1% Dentre os editores, o meio mais utilizado para obter informações é o release, seguido de entrevistas por telefone. Não resposta: 1,6%
  13. 13. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte13 Interessante poder receber informações mais completas e detalhadas É preciso encontrar meios que ajudem o jornalista a filtrar melhor as informações recebidas Mesmo não pesando na minha caixa postal, eu prefiro receber só textos Ela trouxe mais dificuldades, pois o número de acessos ao jornalista cresceu muito Outras alternativas Com a internet, tornou-se possível o encaminhamento de informações para a imprensa de forma mais completa, utilizando recursos multimídia, com textos, fotos e vídeos (sem pesar na caixa postal). O que você pensa sobre essa "nova" realidade? (%) (Resposta única) “Bom poder receber informações, e muitas vezes em tempo real. Porém, vejo uma acomodação crescente no meio por conta da facilidade no recebimento das informações. Ir para rua, que é a essência da reportagem, está ficando cada vez mais raro.” “Os releases pesam muito na caixa postal e, geralmente, os textos são enormes e desinteressantes, assim como as fotos. Só deveriam enviar fotos quando o jornalista pede.” “É preciso que quem envie as informações conheça o veículo para o qual está enviando. Recebo 95% de releases que não cabem na minha publicação.” Em casa 55,3 No trabalho, de uso exclusivo 39,4 No trabalho, compartilhando com outros funcionários 34,7 Outros e não resposta correspondem a 11,8 e 23,3 respectivamente (Resposta múltipla) Acesso à internet (%)
  14. 14. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte14 “Qualidade da informação e conexão com a linha editorial do jornal.” “Quase nunca abro, pois geralmente são assuntos que pouco interessam aos leitores.” “Quando o título vem como "Aviso de Pauta" ou "Sugestão de Pauta". Título da mensagem Nome do cliente da assessoria no remetente da mensagem Mensagem personalizada Nome da empresa de assessoria no remetente da mensagem Nome do assessor no remetente da mensagem Follow up realizado pela assessoria Razões que levam jornalistas a abrirem um e-mail enviado por uma assessoria (%) (1 – Muito importante; 6 – Menos importante) (Resposta única) 1,0 2,6 3,3 3,8 4,0 4,2 * (*) Valores referem-se a média
  15. 15. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte15 Amostra total: Necessário, porém mal praticado, pois recebo muito material inútil Necessário, pois aproveito a maioria do material que recebo Desnecessário, pois não preciso de material de terceiros para minha produção diária Uma atividade condenável, pois configura uma prática de SPAM Editores: Envio de informações e releases para assessorias é considerado (%): (Resposta única) Jornalistas consideram o envio de informações e releases necessário, porém mal praticado pela quantidade de material inutilizado. Apenas 7% da amostra aproveita a maior parte do material recebido. Não resposta: 25% Não resposta: 4% 84 9 2 1 66 7 1 1
  16. 16. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Deloitte16 Não utilizo redes sociais para esse tipo de trabalho Twitter da empresa Fan Pages Perfil do assessor no Facebook Perfil do porta-voz no Facebook Twitter do porta-voz Outro Seu dia a dia de trabalho 28,9 20,8 18,7 8,7 7,6 6,6 6,1 Editores:Amostra total: Editores apresentam maior percentual em relação a amostra total, no que diz respeito a não utilização de redes sociais para obter informações sobre pautas. 43,9% utilizam raramente blogs para essa finalidade. Redes sociais mais acessadas para obter informações sobre pautas (%): (Resposta única)
  17. 17. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte17 Convites recebidos para participação de coletivas de imprensa* (Resposta única) (*) Média ponderada da questão “Quantos convites para participar de coletiva de imprensa você recebe em um mês?” e “Destes convites, quantos você aceita e efetivamente comparece ao evento?”. Em média, a amostra aponta que, se recebe, 7 convites em um mês para participar de coletivas de imprensa. Editores são os que mais recebem tais convites, em média, 10 em um mês, dentre os quais 3, são aceitos. Dentre os convites recebidos, aproximadamente 2 são aceitos.
  18. 18. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Razões que levam jornalistas a recusarem um convite para de coletiva de imprensa* (1  Mais importante; 6 : Menos importante) % 18 “A maioria dos convites só querem promover um produto ou determinada pessoa, e normalmente não há conteúdo relevante para uma reportagem. Os assessores de imprensa convidam para fazer número - isso é o que parece - sem lhe oferecer uma pauta.” “As principais novidades são enviadas depois da coletiva” “Como trabalho em veículo especializado, coletivas não agregam muito, pois as informações, até pelo público, geralmente são pouco específicas para o meu leitor.” Meu veículo tem como política não participar de coletivas Trabalho somente com informações exclusivas O tempo que se gasta com deslocamento não justifica a ida às coletivas As coletivas promovidas têm pouca relevância Os convites não são foco da minha editoria O enxugamento das redações provocou acúmulo de trabalho, tornando o tempo do jornalista mais escasso 5,3 4,2 3,4 2,8 2,4 2,2 (*)Resultado obtido por meio de média ponderada, em que 1 = concordo totalmente; 2 = concordo em partes; 3 = Discordo totalmente
  19. 19. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Percepção sobre coletiva de imprensa por internet (%) Deloitte19 Facilita a participação do jornalista É uma forma ágil e moderna de se comunicar com jornalistas É uma forma de democratizar o acesso às informações e ter mais audiência É uma perda de tempo, pois as coletivas não me agregam nada 85% dos respondentes apontam que assistem a coletiva on-line, caso seja de um tema relevante para sua editoria. 15% não participam de coletivas on-line de forma alguma. (Resposta única)
  20. 20. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte20 Jornalistas consideram que é comum encontrar nas salas de imprensa informações desatualizadas.5,8% dos entrevistados não visitam salas de imprensa on-line. É comum encontrar nos sites de empresas informações para jornalistas desatualizadas, o que é ruim para a imagem da empresa Ter somente uma lista de releases disponíveis no site não resolve. A seção precisa fornecer uma diversidade de informações, como fotos, estatísticas, comunicados etc Qualquer empresa que se preocupe com sua imagem tem por obrigação manter em seu site uma área para jornalistas Normalmente não encontro nelas as informações que procuro Não visito salas de imprensa online Avaliação das salas de imprensa que empresas mantém em seus sites na internet (%)* Concordo totalmente Concordo totalmente Concordo totalmente Concordo em partes Discordo totalmente 1,2 1,2 1,3 1,8 2,7 (*)Resultado obtido por meio de média ponderada, em que 1 = concordo totalmente; 2 = concordo em partes; 3 = Discordo totalmente
  21. 21. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte21 Informações necessárias para a sala de imprensa (%) (Resposta multipla) * Releases recentes e com informações atualizadas Estatísticas e pesquisas Arquivo fotográfico Artigos e posicionamento da empresa sobre questões atuais Calendário de eventos dos quais a empresa participará Biografia de porta-vozes Arquivos de vídeo Arquivos de áudio Outros *
  22. 22. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte22 O trabalho das assessorias é visto como facilitador para 40,8% da amostra. 2,1% apontam o inverso. A atividade da assessoria apoia o trabalho do jornalista, principalmente quando facilitam a interação com as fontes, conforme apontam gráficos abaixo: Quando facilitam a interação com fontes Quando compartilham informações e pautas exclusivas Quando ajudam a complementar informações Quando compartilham releasesem geral Outras Quando facilitam a interação com fontes Quando ajudam a complementar informações Quando compartilham informações e pautas exclusivas Quando compartilham releases em geral Outras Editores (%)Amostra total (%) Resposta única Resposta única
  23. 23. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte23 Enviar prontamente informações sobre o assunto em questão Viabilizar entrevista com porta-voz Sugerir novas pautas, com enfoques criativos Distribuir releases, avisos de pauta e notas Encaminhar pautas exclusivas Impressos Site TV Demais 38,2 36,8 32,3 26,6 21,9 13,2 16,7 20,3 10,3 13,2 13,5 10,1 3,7 4,7 2,1 3,8 2,8 4,7 4,2 1,3 Funções do assessor de imprensa que mais colaboram para o desenvolvimento de matérias (%): (Resposta única) Veículo atuante
  24. 24. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte24 Relacionamento com os jornalistas Conhecimento do assunto que divulgam Conhecimento do funcionamento da imprensa Qualidade do material encaminhado às redações Qualidade, exclusivamente dos textos dos releases Agilidade nas respostas O relacionamento dos assessores com os jornalistas e a qualidade do material encaminhado às redações, é avaliado como ruim por 28,2% e 24% dos respondentes, respectivamente. Dados em % (Resposta única)
  25. 25. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte25 Às vezes, quando o assessor tem mais dados a acrescentar ou algum personagem para sugerir Nunca Sempre Somente quando não respondo ao e-mail enviado com a sugestão de pauta Circunstância em que o follow-up é válido (%) (Resposta única) Para 65,4% dos respondentes, o follow-up é válido às vezes, quando o assessor tem mais dados a acrescentar ou algum personagem para sugerir
  26. 26. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte26 Querer "vender o peixe" do cliente de qualquer jeito Não dominar o assunto Ligar em dia/horário inadequado Outro Erros mais graves cometidos por assessores (%) (Resposta única) Quando questionados sobre os erros mais graves cometidos por assessores, 53% dos jornalistas responderam o item “querer vender o peixe do cliente de qualquer jeito.
  27. 27. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seu dia a dia de trabalho Deloitte27 Considerando que ainda precisa falar com uma fonte que não conhece, como você procede? (%) (Resposta única) Procuro a assessoria de imprensa para agilizar o contato Primeiro, procuro informações no site da empresa Procuro a fonte diretamente, pois os assessores são um intermédio desnecessário Quando precisam falar com uma fonte que não conhecem, 68% dos respondentes procuram a assessoria para agilizar o contato.
  28. 28. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados.Deloitte28 Seus valores e seu setor de atuação
  29. 29. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte29 Tamanho da equipe de trabalho na redação (%) Para 71,8% dos respondentes, o tamanho da equipe é menor do que o necessário para atender às demandas. (Resposta única)
  30. 30. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte30 Impactos trazidos à profissão, dada consolidação de empresas do setor jornalístico (%) (Resposta única) Mais jornalistas estão migrando da redação para a comunicação corporativa Mais jornalistas estão se tornando free lancers Mais jornalistas estão ficando desempregados Não tem ocorrido impacto significativo Para 43,3% dos respondentes, dada a consolidação de empresas do setor jornalístico, o impacto mais apontado é que mais jornalistas estão migrando da redação para a comunicação corporativa.
  31. 31. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte31 De acordo com 53,8% dos jornalistas, houve impacto na maneira como seu veículo atua, causado por canais de comunicação on-line. Houve impacto na maneira como seu veículo atua, causado pelo desenvolvimento de canais de comunicação on-line? (%) (Resposta única)
  32. 32. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte32 Mudanças no perfil de jornalistas contratados Substituição do formato do veículo - de impresso para eletrônico Demissão de jornalistas, para redução de custos Introdução ou incremento de prática de home office Outros O desenvolvimento dos canais de comunicação trouxe impactos. Na opinião de 34,8% dos participantes, o mais apontado foram as mudanças no perfil de jornalistas contratados. Na sequência, eles apontaram a questão “substituição do formato do veículo, que passou de impresso para eletrônico (20,5%). Impactos trazidos pelo desenvolvimento dos canais de comunicação (%) (Resposta única)
  33. 33. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte33 Importância do respeito às regras de mercado Importância da valorização da liberdade de expressão Importância das políticas sociais Importância de outras questões Importância da diminuição do tamanho do Estado Não sei Associação da visão de mundo do profissional que atua na imprensa (%) Na opinião da maior parte dos respondentes, 27,6%, a visão de mundo do profissional que atua na imprensa visa dar importância às regras de mercado. Em segundo lugar, com 27,4% das respostas, eles apontaram que o profissional de imprensa dá mais importância à valorização da liberdade de expressão (Resposta única)
  34. 34. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte34 Atributos considerados mais importantes em uma empresa (%) (Resposta única) Transparência Boa gestão do seu capital humano (funcionários) Qualidade da prestação de serviços Qualidade dos seus produtos Responsabilidade social Desenvolvimento sustentável Boa gestão financeira Preocupação com a imagem Outros * Para os jornalistas, o atributo mais importante em uma empresa é a transparência, questão assinalada por 32,9% dos respondentes. (*) Outros corresponde a credibilidade, ética, responsabilidade etc.
  35. 35. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte35 Segmento de imprensa mais influente no Brasil (%) (Resposta única) Para 85,2% das empresas, o segmento de imprensa mais influente no País é a TV e, em segundo lugar, o jornal impresso (7,2% das respostas).
  36. 36. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Deloitte36 Para 55% dos respondentes, as empresas respeitam parcialmente a independência jornalística Empresas respeitam a independência jornalística? (%) (Resposta única)
  37. 37. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Deloitte37 Seus valores e seu setor de atuação Empresas respeitam a liberdade de imprensa? (%) Para a maior parte dos respondentes, 59,4%, a liberdade de imprensa tem sido parcialmente respeitada. Outros 22,2% acreditam que está sendo respeitada e o menor grupo, 18,4%, responderam que a liberdade de imprensa não está sendo respeitada. (Resposta única)
  38. 38. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Marcas do mercado mais admirada entre os respondentes (%)* Deloitte38 Natura 20% Petrobrás 13% Coca-Cola 11% Globo 9% Nestlé 9% Apple 6% Boticário 6% Google 6% Vale 6% Nenhuma 17% Marcas (*) Quanto maior o tamanho da palavra ou expressão abaixo, maior a quantidade de citações identificadas nas respostas das empresas entrevistadas.
  39. 39. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. Principais resultados Seus valores e seu setor de atuação Empresa que melhor se comunica com o jornalista (%)* Deloitte39 Petrobrás 25% Globo 11% Comunique-se 8% Fiat 4% Natura 4% Rede TV 4% Bradesco 3% Vale 3% Universidades 3% Não sei/ Nenhuma 36% Empresas (*) Quanto maior o tamanho da palavra ou expressão abaixo, maior a quantidade de citações identificadas nas respostas das empresas entrevistadas.
  40. 40. ©2012 Deloitte Touche Tohmatsu. Todos os direitos reservados. “Deloitte” refere-se à sociedade limitada estabelecida no Reino Unido “Deloitte Touche Tohmatsu Limited” e sua rede de firmas-membro, cada qual constituindo uma pessoa jurídica independente. Acesse www.deloitte.com/about para uma descrição detalhada da estrutura jurídica da Deloitte Touche Tohmatsu Limited e de suas firmas-membro.

×