Apresentação Multimídia Móveis

2.167 visualizações

Publicada em

Apresentação criada por: Renan A. Marks, Rafael S. Barbosa , Raphael R. Katsuragi1, Rodrigo G. de Branco , Thales F. Duarte e Karen M. Nakazato. Todos eles são alunos da UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
394
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Multimídia Móveis

  1. 1. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Multim´ ıdias M´veis o Uma vis˜o geral a Karen M. Nakazato, Rafael B. Saeki, Raphael R. Katsuragi, Rodrigo G. de Branco, Renan A. Marks, Thales F. Duarte Departamento de Computa¸˜o e Estat´ ca ıstica Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campo Grande - MS 12 de maio de 2009
  2. 2. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Mobilidade Sistemas Computacionais M´veis s˜o sistemas computacionais o a que podem facilmente ser movidos fisicamente ou cujas capacidades podem ser utilizadas enquanto eles est˜o sendo a movidos. Atualmente, consideramos sistemas m´veis os sistemas que o s˜o desenvolvidos para rodar em palmtops, celulares, tablet a pcs e similares. Para efeito de classifica¸˜o para um dispositivo/sistema ser ca realmente m´vel, ele deve oferecer a possibilidade de acesso o imediato e com o usu´rio em movimento. a
  3. 3. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Recursos e Caracter´ ısticas Dos Dispositivos M´veis o Monitoramento do n´ de energia e preven¸˜o de perda de ıvel ca dados em caso de pane de energia. Armazenamento de dados local e/ou remoto, atrav´s de e conex˜o com ou sem fio. a Sincroniza¸˜o de dados com outros sistemas. ca
  4. 4. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Vantagens da Mobilidade A vantagem mais trivial da mobilidade ´ a possibilidade de e acessar dados em qualquer lugar e a qualquer momento. Reduzir custos de comunica¸˜o. ca Reduzir custos de entrada/processamento de dados. Otimizar o tempo. Aumento de faturamento.
  5. 5. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Desvantagens da Mobilidade Custo de hardware. Baixo poder de processamento. Pouca infra-estrutura de comunica¸˜o. ca M˜o-de-obra insuficiente para desenvolvimento de Aplica¸˜es. a co Interoperabilidade. Cultura.
  6. 6. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Come¸ou em meados de 1992, com a introdu¸˜o no mercado c ca de um handheld chamado Newton, pela Apple. O Newton chegou ao mercado com tela sens´ ao toque, ıvel 1MB de mem´ria total, e capacidade de transmiss˜o de dados o a de 38.5kbps. Em 1996, a U.S. Robotics lan¸ou o (Palm) Pilot 1000 e 5000, c dispositivos que tiveram uma grande aceita¸˜o no mercado e ca lan¸aram as bases de toda uma plataforma de “Palms” que c chegaram a atingir 80% do mercado mundial e existem at´e hoje. .
  7. 7. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Tamb´m em 1996, come¸aram a surgir dispositivos com o e c Windows CE 1.0. At´ o lan¸amento do Windows CE 3.0 e da plataforma Pocket e c PC, em 2000, a plataforma Windows CE n˜o teve grande a aceita¸˜o do mercado. ca Correndo por fora, a empresa Symbiam foi formada em 1998, e entregou ao mercado o sistema operacional Symbiam.
  8. 8. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Em 2005 a Google adquiriu uma empresa de software m´velo chamada Android, e em 2007 lan¸ou um sistema operacional c baseado em linux com o mesmo nome Android direcionado a dispositivos m´veis, o que permitiu ` companhia fazer os o a aplicativos m´veis da Google chegarem ao m´ximo de m˜os o a a poss´ıveis. Atualmente o mercado est´ tendendo para a convergˆncia de a e recursos nos dispositivos m´veis, criando equipamentos que o concentram fun¸˜es de palmtops, celular, cˆmera fotogr´fica, co a a gps.
  9. 9. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Aplica¸oes da mobilidade c˜ Consultas de informa¸˜es e relat´rios diversos – de forma co o online ou offline. Processos de venda (automa¸˜o da equipe de vendas externa). ca Processos de contagem/invent´rio em geral. a Gerenciamento de informa¸˜es em geral. co
  10. 10. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o Notebooks; Laptops; Tablet’s PC; handhelds (PDA e Pocket PC); Telefones Celulares; Smartphones;
  11. 11. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o V´ ıdeo Games Port´teis; a Mp-x players; Pagers; Navegadores GPS; Carro ???
  12. 12. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o S˜o usados para diversas finalidades, tais como a entreterimento, n´gocios, academia, entre outros... e A maioria desses dispositivos citados interagem de alguma forma com sistemas multim´ e/ou hiperm´ ıdia ıdia. A gama de dispositivos diferentes dificultam o desenvolvimento de aplica¸˜es que possam ser executadas em co todos eles (dentro do contexto).
  13. 13. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o Agregados, esses dispositivos podem gerar sistemas vers´teis e a muito uteis. ´ Ex: computador de bordo do carro + aparelho de som + celular + GPS. FIAT Punto e outros autom´veis vem com parte dessas o funcionalidades, ou permite a comunica¸˜o dos dispositivos. ca
  14. 14. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Dispositivos m´veis ainda s˜o um empecilho para usu´rios o a a com algum tipo de deficiˆncia. e Ex: Teclado braile em celulares, mas a intera¸˜o dos ca comandos ´ feita atrav´s de informa¸˜es visuais na tela. e e co Dispositivos m´veis, por mais que se esforcem, ainda ferem o o conceito de usabilidade. Ex: Teclados QWERTY dos PDA’s.
  15. 15. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Algumas pessoas dizem que os celulares n˜o s˜o para a a deficientes visuais, ou n˜o podem se adaptar. a Outras, dizem que se quisesse digitar confortavelmente, faria isso em um desktop. Mas ignorar esses fatores ´ o mesmo que dar as costas ao e potencial mercado, bem como ter seu prest´ em cheque ıgio devido a falta de aten¸˜o dada a essas quest˜es. ca o
  16. 16. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Concentrar esfor¸os em acessibilidade, em termos c computacionais, significa confeccionar um software que, dentro dos padr˜es e aliado ao bom senso, tornam o mesmo o acess´ no fim das contas. ıvel Concentrar esfor¸os em usabilidade, nos mesmos termos, c significa confeccionar um software o mais f´cil de usar a poss´ıvel, deixando o usu´rio o mais a vontade e satisfeito. a Em computa¸˜o m´vel, esses esfor¸os s˜o igualmente ca o c a importantes, mas outros fatores n˜o podem ser ignorados. a
  17. 17. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Dispositivos m´veis s˜o totalmente dependentes do hardware, o a em quesitos de acessibilidade e usabilidade. N˜o adiantaria usar um software acess´ em um celular, se o a ıvel usu´rio n˜o tivesse no¸˜o da localiza¸˜o das teclas, pela falta a a ca ca de orienta¸˜o espacial. ca
  18. 18. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Como o dom´ dos dispositivos m´veis ´ muito grande, ´ ınio o e e dif´ confeccionar softwares para todos os dispositivos, ıcil quanto mais softwares acess´ ıveis e com boa usabilidade. Algo parecido com o dom´ dos navegadores Web. ınio Algumas solu¸˜es existem, onde recebem um c´digo “padr˜o” co o a e enviam o c´digo correto para o aparelho destino. o Ex: WURFL
  19. 19. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  20. 20. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  21. 21. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  22. 22. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Bluetooth ´ um protocolo aberto utilizado em redes sem fio; e Transmiss˜o de dados em distˆncias curtas de dispositivos a a fixos e m´veis, criando redes locais pessoais (PAN’s, em o inglˆs); e Concebido originalmente como uma alternativa para os cabos seriais RS232; Pode conectar diversos dispositivos resolvendo problemas de sincroniza¸˜o. ca
  23. 23. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Ele utiliza uma tecnologia de radio chamada “Salto de Frequˆncia”(ou Frequency-Hopping Spread Spectrum) que divide e os dados sendo enviados em partes atrav´s de at´ 79 frequˆncias. e e e Dessa forma, obt´m uma taxa de transmiss˜o de at´ 1 Mbit/s. e a e Figura: Gr´fico do Salto de Frequˆncia a e
  24. 24. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Padr˜o de comunica¸˜o desenvolvido com objetivo de ter baixo a ca consumo de energia em distˆncias pequenas. As distˆncias s˜o a a a dependentes das classes de energia utilizada: 1 metro ( 1 mW ); 10 metros ( 25 mW ); 100 metros ( 100 mW ). ´ utilizado para transmiss˜o de dados entre: telefones celulares, E a telefones, notebooks, PCs, impressoras, GPS, cˆmeras digitais, a consoles de video-game, entre outros.
  25. 25. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Padr˜o de comunica¸˜o desenvolvido com objetivo de ter baixo a ca consumo de energia em distˆncias pequenas. As distˆncias s˜o a a a dependentes das classes de energia utilizada: 1 metro ( 1 mW ); 10 metros ( 25 mW ); 100 metros ( 100 mW ). ´ utilizado para transmiss˜o de dados entre: telefones celulares, E a telefones, notebooks, PCs, impressoras, GPS, cˆmeras digitais, a consoles de video-game, entre outros.
  26. 26. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth - Origem do Logotipo e Nome O nome Bluetooth ´ uma homenagem ao rei da Dinamarca e e Noruega Harald Bl˚tand — em inglˆs Harold Bluetooth (traduzido a e como dente azul, embora em dinamarquˆs signifique de tez escura). e Bl˚tand ´ conhecido por unificar as tribos norueguesas, suecas e a e dinamarquesas. Da mesma forma, o protocolo procura unir diferentes tecnologias, como telefones m´veis e computadores. o O logotipo do Bluetooth ´ a uni˜o das runas n´rdicas (Hagall) e e a o (Berkanan) correspondentes `s letras H e B no alfabeto latino. a
  27. 27. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) IEEE 802.11 ´ um conjunto de padr˜es que definem a e o comunica¸˜o de computadores em uma Rede Local sem ca Fios(WLAN) nas frequˆncias de 2,4Ghz, 3,6Ghz e 5Ghz. e As vers˜es mais utilizadas atualmente s˜o: o a 802.11b(1999), que trabalha a 2,4 Ghz, transferˆncia de at´ e e 11 Mbit/s e alcance de aproximadamente 30m; 802.11g(2003), que tamb´m opera em 2,4 Ghz, transferˆncia e e de at´ 54 Mbit/s e alcance de at´ 100m. e e
  28. 28. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) IEEE 802.11 ´ um conjunto de padr˜es que definem a e o comunica¸˜o de computadores em uma Rede Local sem ca Fios(WLAN) nas frequˆncias de 2,4Ghz, 3,6Ghz e 5Ghz. e As vers˜es mais utilizadas atualmente s˜o: o a 802.11b(1999), que trabalha a 2,4 Ghz, transferˆncia de at´ e e 11 Mbit/s e alcance de aproximadamente 30m; 802.11g(2003), que tamb´m opera em 2,4 Ghz, transferˆncia e e de at´ 54 Mbit/s e alcance de at´ 100m. e e
  29. 29. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) Com rela¸˜o `s placas, ´ poss´ encontrar tanto placas PC Card, ca a e ıvel Express Mini ou mini-PCI, para notebooks, quanto placas PCI e USB para micros desktop. Existem inclusive placas ultracompactas, que podem ser instaladas em um slot SD, destinadas a palmtops. Figura: Placa no formato SD para uso em palmtops
  30. 30. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) Notebooks ` venda atualmente, al´m de muitos modelos de a e palmtops e at´ mesmo smartphones incluem transmissores wireless e integrados. Hoje em dia, parece inconceb´ comprar um ıvel notebook sem wireless, da mesma forma que ningu´m mais e imagina a id´ia de um PC sem disco r´ e ıgido, como os modelos vendidos no in´ da d´cada de 1980. ıcio e
  31. 31. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  32. 32. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  33. 33. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  34. 34. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  35. 35. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  36. 36. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  37. 37. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  38. 38. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  39. 39. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  40. 40. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  41. 41. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O WCDMA oferece tempos de latˆncia muito melhores que o e EDGE e uma conex˜o muito mais utiliz´vel. a a O mais avan¸ado ´ o HSDPA que reduz a latˆncia e aumenta a c e e taxa de download da rede de forma expressiva. Suporta taxas de 1.8 at´ 14.4 megabits. e
  42. 42. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O WCDMA oferece tempos de latˆncia muito melhores que o e EDGE e uma conex˜o muito mais utiliz´vel. a a O mais avan¸ado ´ o HSDPA que reduz a latˆncia e aumenta a c e e taxa de download da rede de forma expressiva. Suporta taxas de 1.8 at´ 14.4 megabits. e
  43. 43. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Desenvolvimento O desenvolvimento de aplica¸˜es m´veis necessita de alguns co o fatores: Ambiente; Energia; Interface com os Dispositivos M´veis; o Capacidade de Processamento; e Seguran¸a. c Existem muitos ambientes e ferramentas para o desenvolvimento de aplica¸˜es e servi¸os. co c Podemos separar em dois segmentos principais: Celulares e PDA.
  44. 44. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Celulares Baseado em linguagens de marca¸˜o com as aplica¸˜es ca co disponibilizadas em um servidor remoto, possuindo um acesso semelhante `s aplica¸˜es web. a co Uso de XML, linguagem de marca¸˜o extens´ com ˆnfase de ca ıvel e semˆntica nos dados. a Os principais padr˜es existentes s˜o: o WML e o XHTML-MP. o a
  45. 45. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Celulares Alguns outros padr˜es existentes s˜o: o a HDML - HandHeld Markup Language, baseada no HTML; CHTML - Compact HTML; VoiceXML - Para aplica¸˜es baseadas em voz; co
  46. 46. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final PDAs Desenvolvidos com o auxilio de SDKs, disponibilizados pelos fabricantes e especificos para cada plataforma. Existem tamb´m ferramentas desenvolvidas por terceiros. e Algumas delas s˜o: a Java 2 Micro Edition (J2ME) - Java para pequenos dispositivos; Waba e SuperWaba Desenvolvimento - Java para Palms e Pockets Pcs; Microsoft Mobile Internet Toolkit (MMIT); e WURFL.
  47. 47. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final PDAs Tanto o MMIT, o WURFL e o SuperWaba possuem destaque por apresentar caracter´ ısticas semelhantes como reuso de c´digo, o portabilidade da aplicac˜o, e ampla plataformas de dispositivos a compat´ ıveis.
  48. 48. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final SmartPhones Se enquadram em ambos os esquemas de desenvolvimento descritos anteriormente e possuem suas pr´prias ”plataformas” de o desenvolvimento, entre as principais temos: Symbian; Windows Mobile; iPhone; Android.
  49. 49. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final J2ME - Java 2 Micro Edition J2ME ´ uma plataforma Java para dispositivos m´veis, ajudando a e o diminuir as dificuldades para o desenvolvimento de aplica¸˜es co m´veis como a variedade de plataformas, variedade de ferramentas o e incompatibilidade entre dispositivos.
  50. 50. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final J2ME - Java 2 Micro Edition Dividade em trˆs camadas: a m´quina virtual, a configura¸˜o e o e a ca perfil. A MV consiste de poucas fun¸˜es e serve de intermedi´rio entre o co a dispositivo f´ ısico e a aplica¸˜o. ca A configura¸˜o refere-se ` defini¸˜o de uma plataforma m´ ca a ca ınima para uma categoria de dispositivos, estando logo acima da m´quina virtual. a O perfil complementa a configura¸˜o e se at´m a detalhes ca e espec´ıficos de determinados dispositivos.
  51. 51. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final SuperWaba Plataforma de desenvolvimento de aplica¸˜es para dispositivos co como PDA e ”smartphones”. Semelhante ao J2ME, em que o desenvolvimento ´ baseado em e uma estrutura composta de uma m´quina virtual e bibliotecas a b´sicas e de extens˜o. a a Entre suas principais vantagens est˜o: a plataforma aberta, os a baixos custos de manuten¸˜o e a possibilidade de aproveitar a ca maioria dos editores e ferramentas constru´ ıdos para o Java.
  52. 52. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final MMIT MMIT ´ o framework .Net para dispositivos m´veis, tamb´m e o e conhecido como ASP.NET Mobile Controls. ´ E uma extens˜o do ASP.NET e do Visual Studio. a O desenvolvimento pode ser realizado na ferramenta Visual Studio dotNet ou C#. A vantagem do MMIT est´ na abstra¸˜o proposta que elimina a a ca preocupa¸˜o do programador em rela¸˜o `s caracter´ ca ca a ısticas dos dispositivos durante o desenvolvimento.
  53. 53. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final WURFL O WURFL ´ um projeto de c´digo aberto e utiliza¸˜o livre. e o ca Tem objetivo permitir o desenvolvimento de aplica¸˜es compat´ co ıveis com as diversas linguagens de visualiza¸˜o desenvolvidas para o ca WAP. Utiliza uma base de arquivos XML com as especifica¸˜es de co dispositivos separados pelas caracter´ ısticas semelhantes. Possui implementa¸˜es em v´rias linguagens de programa¸˜o como co a ca PHP, Java, Perl, Python, Ruby e .Net.
  54. 54. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final WURFL/WALL Uma das implementa¸˜es ´ o WALL. co e Uma linguagem de marca¸˜o intermedi´ria que permiti a abstra¸˜o ca a ca entre as linguagens de marca¸˜o WAP e a programa¸˜o. ca ca Semelhante ao MMIT, onde a linguagem WALL ´ convertida e dinamicamente na linguagem mais adequada ao dispositivo que efetuou o acesso. Possui alto reuso do c´digo, licen¸a livre e alta compatibilidade da o c aplica¸˜o. ca
  55. 55. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Symbian Utiliza o Symbian C++, uma varia¸˜o do padr˜o C++. ca a Apesar de ser baseado em C++, sua programa¸˜o ´ mais ca e complicada, dificuldado o desenvolvimento at´ de aplica¸˜es mais e co simples. Muitos dispositivos do Symbian podem tamb´m ser programados e em Python, FlashLite, Ruby, e Perl - junto com o Java ME.
  56. 56. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Windows Mobile Plataforma da Microsoft, uma evolu¸˜o do Windows CE, utilizado ca em PDAs. Pode ser desenvolvido em C´digo Nativo (C++), em Managed o Code (C#, Visual Basic .NET e C++/CLI) que funcionam em frameworks .NET Compact, ou c´digos Server-Side. o
  57. 57. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final iPhone Mais recente que os anteriores, utiliza uma vers˜o reduzida do a MacOS X. Inicialmente fechado, teve a libera¸˜o de seu SDK recentemente, ca possibilitando o desenvolvimento da plataforma. Utiliza principalmente o Objective-C, uma linguagem orientada `a objeto que adiciona o estilo de mensagens do Smalltalk ao C.
  58. 58. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Android Inicialmente desenvolvida pela Google e posteriormente pela Open Handset Alliance. ´ ´ E a unica plataforma open-source, baseada em Linux. Permite os desenvolvedores escreverem Managed Code em Java. Aplicativos feitos em C e outras linguagens podem ser compilado para o C´digo Nativo ARM, mas n˜o s˜o apoiados pela Google. o a a
  59. 59. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle Um produto da Amazon para leitura que utiliza uma tecnologia chamada e-Ink (Eletronico Paper Display). Possui as mesmas propriedades e conforto de leitura visual do papel. Kinlde 1, Kindle2 e o Kindle DX.
  60. 60. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle 1 Foi lan¸ado em abril de 2008. c Tamanho da tela de 6 polegadas. Armazena cerca de 200 t´ ıtulos n˜o ilustrados. a Cart˜o de mem´ria SD. a o O pre¸o inicial foi de $399, mas atualmente custa $359 no c pr´prio site da Amazon (amazon.com). o
  61. 61. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle 2 Segunda vers˜o do Kindle. a Foi lan¸ado em fevereiro de 2009. c Tamanho de tela de 6 polegadas. 20% mais r´pido que o Kindle 1. a Mem´ria de 2GB (1,4GB para o usu´rio). o a Pre¸o: $359. c
  62. 62. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Anunciado em maio de 2009. Tamanho de tela de 9,7 polegadas. Mem´ria de 4GB de mem´ria embarcados (3,3 GB para o uso o o do usu´rio). a
  63. 63. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Bateria dura 4 dias com wireless ligado, ou 2 semanas com ele desligado. Carrega em 4 horas, via cabo USB. Pre¸o: $490 c Previs˜o de lan¸amento: terceiro trimestre de 2009. a c
  64. 64. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Figura: Kindle Dx
  65. 65. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Compara¸˜o Kindle e Kindle DX ca
  66. 66. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Voz sobre IP O Skype j´ pode ser usado em celulares. a Pacotes n˜o atraentes, a pre¸o n˜o fixo, para acesso a redes a c a de banda larga. No in´ de 2008, programa oferecido em PSP 2000, Mylo da ıcio Sony. Comunica¸˜o com a Internet ´ feita via Wi-Fi ou WiMax, ca e tecnologia de transmiss˜o sem fio em banda larga. a Uso da rede 3G. O programa j´ aparece em aparelhos da inglesa Hutchison 3 a ıses a ´ UK e em outros pa´ (Austr´lia, Austria, Dinamarca, Irlanda, It´lia, Su´cia, Brasil (Rio de Janeiro). a e
  67. 67. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Voz sobre IP Jajah Inc.: permite aos usu´rios de smartphones fazerem chamadas a a custos mais baixos e liga¸˜es internacionais gratuitas. co Clientes acessam o portal da empresa atrav´s do navegador e dos aparelhos e registram nome e senha. Fring Inc.: exige que os clientes baixem um software e o instalem em seus aparelhos habilitados ` Internet. Semelhantes ao Skype e a ao Google Talk.
  68. 68. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Air France em agosto de 2007 lan¸ou um servi¸o de check-in c c pelo celular. Vˆos de curtas e m´dias distˆncias. o e a Aeroportos da Europa. Entre 30 horas e 30 minutos antes da ultima chamada. ´
  69. 69. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Clientes fazem check-in e escolhem o assento acessando os endere¸os do seu aparelho celular. c Confirma¸˜o via SMS. ca Quando chegam ao aeroporto, imprimem a passagem no auto-atendimento ou no balc˜o da companhia antes do ultimo a ´ prazo de check-in.
  70. 70. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Em junho de 2008 a Oi lan¸ou check-in m´vel em parceria c o com a Gol. Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Permite ao usu´rio optar por receber o cart˜o de embarque no a a celular, na hora da compra da passagem.
  71. 71. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Acelera o embarque e a opera¸˜o da companhia a´rea. ca e Os usu´rios de planos pr´ e p´s-pagos da operadora, que a e o voam na ponte a´rea Rio-S˜o Paulo, recebem as informa¸˜es e a co do check-in no telefone m´vel. o
  72. 72. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Conclus˜o a ´ Area da computa¸˜o e comunica¸˜o m´veis est´ em plena ca ca o a expans˜o; a ´ Areas como da Computa¸˜o Ub´ ca ıqua ser˜o importantes focos de a pesquisa, assim como Redes, o campo te´rico e de seguran¸a. o c
  73. 73. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final AndroidTeam. Android development resources. Internet. http://developer.android.com/guide/index.html. Apple. iphone development resources. Internet. http://developer.apple.com/iphone/. Bluetooth (1998). Bluetooth technical specifications. Internet. http://www.bluetooth.com/Bluetooth/Technology/Building/Specifica de Lima, L. A. T. (2000). Computa¸˜o m´vel. ca o Internet. http://www.dimap.ufrn.br/˜old/CMovel.html. g
  74. 74. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Figueireido, C. M. S. (2003). Computa¸˜o m´vel: novas oportunidades e novos desafios. ca o IEEE-802.11 (1999). Ieee 802.11 protocol specifications. Internet. http://standards.ieee.org/getieee802/802.11.html. Junior, C. F. C. and da Rocha Fernandes, A. M. (2006). Recursos limitados x ampla aplicabilidade: Aplica¸˜o de pep ca para dispositivos m´veis. o (3). MeioBit. Kindle. Internet. http://meiobit.pop.com.br/meio-bit/hardware/amazon-kindle- dx-quero-um-de-natal. Mendon¸a, A. (2006). c
  75. 75. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Mobilidade em an´lise. a Internet. http://www.amsyst.com.br/artigos 20061106.shtml. Microsoft. Windows mobile development resources. Internet. http://developer.windowsmobile.com. Morimoto, C. E. (2008a). Redes, Guia Pr´tico. a GDH Press e Sul Editores. Morimoto, C. E. (2008b). Smartphones, Guia Pr´tico. a GDH Press e Sul Editores. Symbian. Symbian development resources. Internet. http://developer.symbian.com/main/index.jsp.
  76. 76. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wikipedia. Android operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Android (operating system). Wikipedia. iphone operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Iphone os. Wikipedia. Objetive-c. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Objective-C. Wikipedia. Symbian operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Symbian OS.
  77. 77. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wikipedia. Windows mobile operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Windows mobile.

×