SlideShare uma empresa Scribd logo

Natal, história

Paula Morgado
Paula Morgado
Paula MorgadoProfessora / Teacher em School

Natal, história

1 de 12
Baixar para ler offline
Historinha  de  Natal Luísa Ducla Soares  escreveu… Manuela Bacelar  ilustrou…
Era uma vez uma menina que tinha um cão.
Era uma vez um cão que tinha uma menina.
A menina e o cão gostavam um do outro do fundo do coração.
Por isso, quando chegou o Natal, a menina pensou que era triste os cães não terem Natal. Cortou um pinheiro, enfeitou-o com bolinhas coloridas e espetou-o ao lado da casota do cão.
Quando o cão voltou da caça, viu a árvore de Natal, ficou admirado. Cheirou-a, cheirou e concluiu: - Andou por aqui a mão da menina. Só ela me compreende. Como não havia árvores aqui perto, eu tinha de ir fazer xixi ao outro lado da estrada. Que bom ter agora uma retrete mesmo à pata!
Anúncio

Recomendados

O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoSilvares
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreMarisol Santos
 
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01beebgondomar Judite
 
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai NatalNinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Nataldaliatrigo
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoO Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoSaudade Roxo
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalMaria Sousa
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendeszemeira
 
Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaMaria Borges
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Tânia Alves
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoCarla Ferreira
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalesquecimento1
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfIsa Crowe
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-labeques
 
História da árvore de natal
História da árvore de natalHistória da árvore de natal
História da árvore de natallabeques
 
Histórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointHistórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointdione mompean fernandes
 

Mais procurados (20)

O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoO Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
 
A bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio motaA bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio mota
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendes
 
O outono
O outonoO outono
O outono
 
Historia de outono
Historia de outonoHistoria de outono
Historia de outono
 
Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da Porta
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natal
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdf
 
A Abóbora Gigante
A Abóbora GiganteA Abóbora Gigante
A Abóbora Gigante
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-
 
A Sopa Verde
A Sopa VerdeA Sopa Verde
A Sopa Verde
 
História da árvore de natal
História da árvore de natalHistória da árvore de natal
História da árvore de natal
 
Natal nas asas do arco-íris
Natal nas asas do arco-írisNatal nas asas do arco-íris
Natal nas asas do arco-íris
 
O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
O livro dos medos
O livro dos medosO livro dos medos
O livro dos medos
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
Histórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointHistórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power point
 

Destaque

A dieta do pai natal história e imagens
A dieta do pai natal   história e imagensA dieta do pai natal   história e imagens
A dieta do pai natal história e imagensJani Miranda
 
A verdadeira-história-do-natal
A verdadeira-história-do-natalA verdadeira-história-do-natal
A verdadeira-história-do-natalBertilia Madeira
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalAna Moreira
 
A história do pai natal
A história do pai natalA história do pai natal
A história do pai natalAna Teresa
 
O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)Maria Sousa
 
Uma história de natal
Uma história de natalUma história de natal
Uma história de natalbecresforte
 
Apresentação história das cinco vogais
Apresentação   história das cinco vogaisApresentação   história das cinco vogais
Apresentação história das cinco vogaisgracindacasais
 
Conto veado.florido
Conto veado.floridoConto veado.florido
Conto veado.floridoAna Violante
 
historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natalfranciscamonteiro
 
TradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalTradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalAna Cunha
 
Uma prenda de natal
Uma prenda de natalUma prenda de natal
Uma prenda de natalAcilu
 
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado CampinasNatal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinasgrandesfestas_sonhar_cps
 
Lengalenga de Natal - Eu Espero o Pai Natal
Lengalenga de Natal -  Eu Espero o Pai NatalLengalenga de Natal -  Eu Espero o Pai Natal
Lengalenga de Natal - Eu Espero o Pai NatalTeresa Rocha
 
Ninguém da prendas ao pai natal
Ninguém da prendas ao pai natalNinguém da prendas ao pai natal
Ninguém da prendas ao pai natalAna PAtrícia Lima
 
7 a menina que esquecia de levar a fala para a escola
7  a menina que esquecia de levar a fala para a escola7  a menina que esquecia de levar a fala para a escola
7 a menina que esquecia de levar a fala para a escolatlfleite
 

Destaque (18)

A dieta do pai natal história e imagens
A dieta do pai natal   história e imagensA dieta do pai natal   história e imagens
A dieta do pai natal história e imagens
 
A verdadeira-história-do-natal
A verdadeira-história-do-natalA verdadeira-história-do-natal
A verdadeira-história-do-natal
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
 
A história do pai natal
A história do pai natalA história do pai natal
A história do pai natal
 
O natal power point
O natal power pointO natal power point
O natal power point
 
O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)
 
Uma história de natal
Uma história de natalUma história de natal
Uma história de natal
 
Slide de natal
Slide de natalSlide de natal
Slide de natal
 
Apresentação história das cinco vogais
Apresentação   história das cinco vogaisApresentação   história das cinco vogais
Apresentação história das cinco vogais
 
Conto veado.florido
Conto veado.floridoConto veado.florido
Conto veado.florido
 
historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natal
 
Natal
NatalNatal
Natal
 
TradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalTradiçõEs De Natal
TradiçõEs De Natal
 
Uma prenda de natal
Uma prenda de natalUma prenda de natal
Uma prenda de natal
 
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado CampinasNatal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
Natal das Belas Histórias - Sonhar Acordado Campinas
 
Lengalenga de Natal - Eu Espero o Pai Natal
Lengalenga de Natal -  Eu Espero o Pai NatalLengalenga de Natal -  Eu Espero o Pai Natal
Lengalenga de Natal - Eu Espero o Pai Natal
 
Ninguém da prendas ao pai natal
Ninguém da prendas ao pai natalNinguém da prendas ao pai natal
Ninguém da prendas ao pai natal
 
7 a menina que esquecia de levar a fala para a escola
7  a menina que esquecia de levar a fala para a escola7  a menina que esquecia de levar a fala para a escola
7 a menina que esquecia de levar a fala para a escola
 

Semelhante a Natal, história

Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividadesJunior Pereira
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividadesMeire Lopes
 
A Bruxinha E O Pai Natal
A Bruxinha E O Pai NatalA Bruxinha E O Pai Natal
A Bruxinha E O Pai NatalManuel Oliveira
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]sallesz
 
Rosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaRosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaIsabel Martins
 
Rosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaRosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaIsabel Martins
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesSusete Rodrigues Mendes
 

Semelhante a Natal, história (10)

Natal 1226701965652601-9
Natal 1226701965652601-9Natal 1226701965652601-9
Natal 1226701965652601-9
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividades
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividades
 
A Bruxinha E O Pai Natal
A Bruxinha E O Pai NatalA Bruxinha E O Pai Natal
A Bruxinha E O Pai Natal
 
Capuchinho Vermelho[1]
Capuchinho Vermelho[1]Capuchinho Vermelho[1]
Capuchinho Vermelho[1]
 
Contos de Natal em Rede
Contos de Natal em RedeContos de Natal em Rede
Contos de Natal em Rede
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Rosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaRosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa Vermelha
 
Rosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa VermelhaRosa Branca e Rosa Vermelha
Rosa Branca e Rosa Vermelha
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendes
 

Mais de Paula Morgado

PnlMunicípio20112012
PnlMunicípio20112012PnlMunicípio20112012
PnlMunicípio20112012Paula Morgado
 
Evolução de uma biblioteca
Evolução de uma bibliotecaEvolução de uma biblioteca
Evolução de uma bibliotecaPaula Morgado
 
Revolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º anoRevolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º anoPaula Morgado
 
O estado novo e o 25 de abril afonso
O estado novo e o 25 de abril  afonsoO estado novo e o 25 de abril  afonso
O estado novo e o 25 de abril afonsoPaula Morgado
 
Os três filhos do rei (texto)
Os três filhos do rei (texto)Os três filhos do rei (texto)
Os três filhos do rei (texto)Paula Morgado
 
Os três filhos do rei
Os três filhos do reiOs três filhos do rei
Os três filhos do reiPaula Morgado
 
Halloween Fright Regulamento
Halloween Fright RegulamentoHalloween Fright Regulamento
Halloween Fright RegulamentoPaula Morgado
 
República Portuguesa 2
República Portuguesa 2República Portuguesa 2
República Portuguesa 2Paula Morgado
 
António Lobo Antunes
António Lobo AntunesAntónio Lobo Antunes
António Lobo AntunesPaula Morgado
 
Novidades Agosto 2011
Novidades Agosto 2011Novidades Agosto 2011
Novidades Agosto 2011Paula Morgado
 
Guia do acordo ortográfico
Guia do acordo ortográficoGuia do acordo ortográfico
Guia do acordo ortográficoPaula Morgado
 
Animais fantásticos
Animais fantásticosAnimais fantásticos
Animais fantásticosPaula Morgado
 
A estrela - adaptação
A estrela - adaptaçãoA estrela - adaptação
A estrela - adaptaçãoPaula Morgado
 

Mais de Paula Morgado (20)

Os picassinhos
Os picassinhosOs picassinhos
Os picassinhos
 
11 feb13
11 feb1311 feb13
11 feb13
 
Classroom rules
Classroom rulesClassroom rules
Classroom rules
 
PnlMunicípio20112012
PnlMunicípio20112012PnlMunicípio20112012
PnlMunicípio20112012
 
Evolução de uma biblioteca
Evolução de uma bibliotecaEvolução de uma biblioteca
Evolução de uma biblioteca
 
Revolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º anoRevolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º ano
 
25 de abril de 1974
25 de abril de 197425 de abril de 1974
25 de abril de 1974
 
O estado novo e o 25 de abril afonso
O estado novo e o 25 de abril  afonsoO estado novo e o 25 de abril  afonso
O estado novo e o 25 de abril afonso
 
Trocar ideias
Trocar ideiasTrocar ideias
Trocar ideias
 
Ciclo do livro
Ciclo do livroCiclo do livro
Ciclo do livro
 
Os três filhos do rei (texto)
Os três filhos do rei (texto)Os três filhos do rei (texto)
Os três filhos do rei (texto)
 
Os três filhos do rei
Os três filhos do reiOs três filhos do rei
Os três filhos do rei
 
Halloween Fright Regulamento
Halloween Fright RegulamentoHalloween Fright Regulamento
Halloween Fright Regulamento
 
República Portuguesa 2
República Portuguesa 2República Portuguesa 2
República Portuguesa 2
 
António Lobo Antunes
António Lobo AntunesAntónio Lobo Antunes
António Lobo Antunes
 
Novidades Agosto 2011
Novidades Agosto 2011Novidades Agosto 2011
Novidades Agosto 2011
 
Guia do acordo ortográfico
Guia do acordo ortográficoGuia do acordo ortográfico
Guia do acordo ortográfico
 
Animais fantásticos
Animais fantásticosAnimais fantásticos
Animais fantásticos
 
A estrela - adaptação
A estrela - adaptaçãoA estrela - adaptação
A estrela - adaptação
 
Um dia uma bengala
Um dia uma bengalaUm dia uma bengala
Um dia uma bengala
 

Último

Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...azulassessoriaacadem3
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfAnaRitaFreitas7
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 

Último (20)

Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 

Natal, história

  • 1. Historinha de Natal Luísa Ducla Soares escreveu… Manuela Bacelar ilustrou…
  • 2. Era uma vez uma menina que tinha um cão.
  • 3. Era uma vez um cão que tinha uma menina.
  • 4. A menina e o cão gostavam um do outro do fundo do coração.
  • 5. Por isso, quando chegou o Natal, a menina pensou que era triste os cães não terem Natal. Cortou um pinheiro, enfeitou-o com bolinhas coloridas e espetou-o ao lado da casota do cão.
  • 6. Quando o cão voltou da caça, viu a árvore de Natal, ficou admirado. Cheirou-a, cheirou e concluiu: - Andou por aqui a mão da menina. Só ela me compreende. Como não havia árvores aqui perto, eu tinha de ir fazer xixi ao outro lado da estrada. Que bom ter agora uma retrete mesmo à pata!
  • 7. Agradecido, o cão resolveu oferecer também um presente à menina. Farejou pelos caixotes do lixo, pelos quintais, pelas ruas. Até que encontrou um rouxinol com uma asa partida.
  • 8. - Aqui está um bom almoço para ela. Vou apanhá-lo com cuidado para não o matar.
  • 9. Sorrateiro, entrou em casa e, vendo a bota da menina junto à chaminé, meteu o passaroco lá dentro.
  • 10. Quando a menina foi ver as prendas de Natal, encontrou, saltitando sobre os embrulhos, o rouxinol. - Andou por aqui dente de cão – adivinhou a menina. – Só ele compreende como é maravilhoso ter um rouxinol para o ouvir cantar.
  • 11. Ao soar das badaladas da meia-noite, o cão ladrava, a menina falava. Mas ambos diziam: - Como é bom ter um amigo.
  • 12. FIM Narração: Paula Morgado BIBLIOTECA ESCOLAR 2008/2009