Ipv4 e ipv6

1.896 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ipv4 e ipv6

  1. 1.  Introdução  Definição de IPV4  Definição de IPV6  Diferenças  Bibliografia
  2. 2. Existem duas versões do protocolo IP: o IPV4 é a versão atual, que utilizamos na grande maioria das situações, enquanto o IPV6 é a versão atualizada que prevê um número brutalmente maior de endereços.
  3. 3. As faixas de endereços começadas com “10”, com “192.168” ou com de “172.16” até “172.16” são reservadas para uso em redes locais e por isso não são usados na internet. Os roteadores que compõem a grande rede são configurados para ignorar estes pacotes, de forma que inúmeras redes locais que utilizam endereços na faixa “192.168.0.x” (por exemplo) podem conviver pacificamente.
  4. 4. No IPV4, os endereços IP são compostos por 4 blocos de 8 bits (32 bits no total), que são representados através de números de 0 a 255, como “200.156.23.43” ou “64.245.32.11”.
  5. 5. O IPV6 é uma evolução do padrão de endereçamento atual onde, ao invés de endereços de 32 bits, são usados endereços de 128 bits.
  6. 6. Por serem muito mais longos, os endereços IPV6 são representados através de caracteres em hexa. No total temos 32 caracteres, organizados em oito quartetos e separados por dois pontos.
  7. 7. IPV4 IPV6 O cabeçalho não identifica o fluxo de caminho ou tipo de tráfego para tratamento de QoS pelos roteadores. O cabeçalho contém o campo Flow Label, que identifica o caminho e associa datagramas que fazem parte da comunicação entre duas aplicações e o campo Traffic Class,que assinala a classe do serviço e permite tratamento de QoS pelo roteador. Pode ser configurado manualmente ou por DHCP. Não requer configuração manual ou DHCP.
  8. 8. IPV4 IPV6 Os endereços têm 32 bits (4 bytes) de tamanho. Os endereços têm 128 bits (16 bytes) de tamanho. Registros de endereço (A) no DNS mapeiam nomes de hosts para endereços IPv4. Registros de endereço (AAAA) no DNS mapeiam nomes de hosts para endereços IPv6. Registros do tipo Pointer (PTR) no domínio IN- ADDR.ARPA DNS mapeiam endereços IPv4 addresses para nomes de hosts. Registros do tipo Pointer (PTR) no domínio IP6.ARPA DNS mapeiam endereços IPv6 para nomes de hosts. IPSec é opcional e deverá ser suportado externamente. O suporte ao IPSec não é opcional.
  9. 9. IPV4 IPV6 Tanto os roteadores quanto o host de envio fragmentam os pacotes. Os roteadores não suportam a fragmentação de pacotes. O host de envio efetua a fragmentação de pacotes. O cabeçalho inclui o Checksum, campo de verificação para o cabeçalho do datagrama. O cabeçalho não inclui o campo Checksum. O cabeçalho incluí opções. Dados adicionais são suportados através de cabeçalhos de extensão.
  10. 10. IPV4 IPV6 ARP usa pedidos de broadcast ARP para resolver endereços IP para endereços MAC/Hardware. Utiliza mensagens Multicast Neighbor Solicitation para resolver os endereços IP para endereços MAC. O Internet Group Management Protocol (IGMP) gerência os membros de grupos de sub-rede locais. As mensagens Multicast Listener Discovery (MLD) gerenciam os membros em grupos de sub-rede locais.
  11. 11. IPV4 IPV6 Endereços de Broadcast são usados para enviar tráfego a todo os nós de uma sub-rede. O IPv6 usa um escopo de endereço multicast link- local para todos os nós. Deve suportar um tamanho de pacote de 576-byte (possivelmente fragmentado). Deve suportar um tamanho de pacote de 1280-byte (sem fragmentação).
  12. 12.  Wikipédia  http://www.infowester.com/ipv6.php  http://www.techtudo.com.br/artigos/not icia/2011/02/um-pequeno-guia-sobre- ipv4-e-ipv6.html  http://civil.fe.up.pt/acruz/Mi99/asr/IPv4.h tm Escola Profissional de Aveiro Patrícia Morais T3E

×