SlideShare uma empresa Scribd logo
A responsabilidade ecológica




“O mundo tornou-se perigoso, porque os homens
aprenderam a dominar a natureza antes de se
dominarem a si mesmos.”
                            Albert Schweitzer   Marta Mendes, nº22, 10ºG
A ideia de
• O próprio conceito de ecologia, foi desenvolvido pelo cientista alemão Ernest
  Hackel, em 1869. A ecologia no sentido literal, é uma certa parte da biologia que
  estuda as relações entre os seres vivos e o meio ambiente, assim como a sua
  repartição.

• Infelizmente, a mesma só começou a adquirir importância, quando profundas
  demências ambientais provocados pelo desenvolvimento tecnológico avançado,
  obrigou a reflectir sobre a relação entre ambos(Ser humano/ Natureza).




                                                             Desequilíbrios
                                                             ambientais

                                                                                      2
A ecologia (poluição)
• Estes profundos desequilíbrios ambientais, remontam desde o séc.XIX mediante a
  Revolução Industrial e o seu consequente desenvolvimento tecnológico.

• Foi a partir da revolução industrial que a poluição passou a constituir um problema
  para a humanidade. É claro que já existiam problemas para a ecologia mesmo
  antes da revolução industrial, contudo tornou-se num grande impacto com esta
  era.

• Porém o grau de poluição aumentou com a industrialização e urbanização.

• A ideia de poluição aparece associada à presença de elementos tóxicos que
  impossibilitam ou dificultam gravemente a vida, como nós a conhecemos, a nível
  local ou global, como por exemplo, a poluição atmosférica e a poluição dos rios.

• Estes resultam de efluentes industriais e urbanos, o que se assinalam pelos           3
  elevados níveis de toxicidade.
Grandes Ameaças
 A destruição da camada do ozono que rodeia a nossa atmosfera devido a emissões
  de CFC's (clorofluorcarboneto );

 A destruição da Selva Amazónia, o que é um bom suporte de oxigénio para os
  seres humanos;

 A chuva ácida e os incêndios florestais;

 A esterilização da Terra devido ao uso de fertilizantes químicos e pesticidas, assim
  como a desflorestação e a utilização intensiva de solos agrícolas;

 A explosão demográfica que nos coloca a interrogação: o que será da nossa
  humanidade com uma população três vezes maior que a atual;
                                                                                         4
Movimentos Ecologistas




                         5
Ideias ecológicas
 • Corrente Ambientalista                   Corrente Ecológica



 O ser humano faz parte da           O     planeta Terra forma uma
  natureza, preservando-a para        entidade viva em que a Humanidade
  garantir    a   sua    própria      não passa de mais um elemento, tão
  sobrevivência ;                     digno como qualquer outro ser vivo;

 Temos que racionalizar a produção   Os Direitos do ser humano não
  e o consumo para preservar a        podem sobrepor-se aos direitos dos
  qualidade de vida quer no           outros seres vivos;
  imediato, quer das próximas
  gerações;



                                                                            6
O meu contributo para a
              ecologia
• Antes de mais, a ecologia das pessoas começa em casa, pela adoção de um
  quadros de valores e preferências diferentes que conduzam a uma alteração dos
  nossos hábitos.

• Devemos assim:
 lutar pela redução do consumo, pondo em fim ao consumismo, isto é, REDUZIR
 RECICLAR
 Exigir produtos que sejam funcionais, ou seja, REUTILIZAR.




                                                                                  7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
lidia76
 
Teoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawlsTeoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawls
Filazambuja
 
A Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - PowerpointA Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - Powerpoint
picoalto
 
A crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessáriaA crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessária
Luis De Sousa Rodrigues
 
Responsabilidade ecológica
Responsabilidade ecológicaResponsabilidade ecológica
Responsabilidade ecológica
mluisavalente
 
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º anoEstatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Daniela França
 

Mais procurados (20)

Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
 
Juízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valorJuízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valor
 
Teoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawlsTeoria da justiça rawls
Teoria da justiça rawls
 
Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os Valores
 
A Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - PowerpointA Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - Powerpoint
 
Rio Sado
Rio SadoRio Sado
Rio Sado
 
10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A
 
A crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessáriaA crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessária
 
Incendios
IncendiosIncendios
Incendios
 
Entrevista ETAR
Entrevista ETAREntrevista ETAR
Entrevista ETAR
 
Areas protegidas
Areas protegidasAreas protegidas
Areas protegidas
 
Actos ilocutorios
Actos ilocutoriosActos ilocutorios
Actos ilocutorios
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
O indutivismo
 
Responsabilidade ecológica
Responsabilidade ecológicaResponsabilidade ecológica
Responsabilidade ecológica
 
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAnoOs Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
 
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º anoEstatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
Estatuto moral dos animais - Filosofia 12º ano
 
Teoria Deontológica de Kant
Teoria Deontológica de KantTeoria Deontológica de Kant
Teoria Deontológica de Kant
 
A pegada ecologica
A pegada ecologicaA pegada ecologica
A pegada ecologica
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
 

Destaque

A ciência e os seus limites
A ciência e os seus limitesA ciência e os seus limites
A ciência e os seus limites
mluisavalente
 
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho FilosofiaInterrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
SNM
 
A etica na guerra do seculo xxi
A etica na guerra do seculo xxiA etica na guerra do seculo xxi
A etica na guerra do seculo xxi
Rudval de Amparo
 
Albert camus
Albert camusAlbert camus
Albert camus
mateo9615
 
Etica antropocentrica
Etica antropocentricaEtica antropocentrica
Etica antropocentrica
Polly Souto
 
Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
Maria Stella
 
As principais questões ambientais que o mundo enfrenta
As principais questões ambientais que o mundo enfrentaAs principais questões ambientais que o mundo enfrenta
As principais questões ambientais que o mundo enfrenta
kukunimade
 
Albert Camus
Albert CamusAlbert Camus
Albert Camus
Mikelete
 

Destaque (20)

A responsabilidade ecológica
A responsabilidade ecológicaA responsabilidade ecológica
A responsabilidade ecológica
 
A ciência e os seus limites
A ciência e os seus limitesA ciência e os seus limites
A ciência e os seus limites
 
Aborto anencefalo filosofia
Aborto anencefalo   filosofiaAborto anencefalo   filosofia
Aborto anencefalo filosofia
 
Ensaio
EnsaioEnsaio
Ensaio
 
Responsabilidade ambiental geral
Responsabilidade ambiental geralResponsabilidade ambiental geral
Responsabilidade ambiental geral
 
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho FilosofiaInterrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
 
Albert Camus: A Revolta do Homem Absurdo
Albert Camus: A Revolta do Homem AbsurdoAlbert Camus: A Revolta do Homem Absurdo
Albert Camus: A Revolta do Homem Absurdo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
A etica na guerra do seculo xxi
A etica na guerra do seculo xxiA etica na guerra do seculo xxi
A etica na guerra do seculo xxi
 
Albert Camus
Albert CamusAlbert Camus
Albert Camus
 
Slide RESPONSABILIDADE AMBIENTAL - acib
Slide RESPONSABILIDADE AMBIENTAL - acibSlide RESPONSABILIDADE AMBIENTAL - acib
Slide RESPONSABILIDADE AMBIENTAL - acib
 
Albert camus
Albert camusAlbert camus
Albert camus
 
Utilitarismo
UtilitarismoUtilitarismo
Utilitarismo
 
Etica antropocentrica
Etica antropocentricaEtica antropocentrica
Etica antropocentrica
 
A Ética Através dos Séculos
A Ética Através dos SéculosA Ética Através dos Séculos
A Ética Através dos Séculos
 
Aborto: questões éticas
Aborto: questões éticasAborto: questões éticas
Aborto: questões éticas
 
Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
 
As principais questões ambientais que o mundo enfrenta
As principais questões ambientais que o mundo enfrentaAs principais questões ambientais que o mundo enfrenta
As principais questões ambientais que o mundo enfrenta
 
Albert Camus
Albert CamusAlbert Camus
Albert Camus
 
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTALPROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
 

Semelhante a A Responsabilidade Ecológica

O cristão e a ecologia
O cristão e a ecologiaO cristão e a ecologia
O cristão e a ecologia
Luciana Lisboa
 
História da questão ambiental
História da questão ambientalHistória da questão ambiental
História da questão ambiental
demervalm
 
Filosofia sara e mafalda
Filosofia  sara e mafaldaFilosofia  sara e mafalda
Filosofia sara e mafalda
Helena Serrão
 
Sucessões ecológicas
Sucessões ecológicasSucessões ecológicas
Sucessões ecológicas
Larj
 
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdfAula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
LilianeLili11
 
Apresentação degradação ambiental - fusar
Apresentação   degradação ambiental - fusarApresentação   degradação ambiental - fusar
Apresentação degradação ambiental - fusar
Rita S. de Souza
 

Semelhante a A Responsabilidade Ecológica (20)

O cristão e a ecologia
O cristão e a ecologiaO cristão e a ecologia
O cristão e a ecologia
 
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteA evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
 
Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)
 
História da questão ambiental
História da questão ambientalHistória da questão ambiental
História da questão ambiental
 
Aula 2 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem..pptx
Aula 2 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem..pptxAula 2 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem..pptx
Aula 2 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem..pptx
 
Homem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológicaHomem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológica
 
Consumo e ambiente elisa e gilson
Consumo e ambiente elisa e gilsonConsumo e ambiente elisa e gilson
Consumo e ambiente elisa e gilson
 
Ambiente e biodiversidade
Ambiente e biodiversidade Ambiente e biodiversidade
Ambiente e biodiversidade
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Filosofia sara e mafalda
Filosofia  sara e mafaldaFilosofia  sara e mafalda
Filosofia sara e mafalda
 
Sucessões ecológicas
Sucessões ecológicasSucessões ecológicas
Sucessões ecológicas
 
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdfAula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
Aula 3 - Dinâmicas das populações e Sucessão Ecológica.pdf
 
Ecologia integral
Ecologia integralEcologia integral
Ecologia integral
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptxEDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptxEDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptxEDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL. NOVO.pptx
 
Apresentação degradação ambiental - fusar
Apresentação   degradação ambiental - fusarApresentação   degradação ambiental - fusar
Apresentação degradação ambiental - fusar
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 

A Responsabilidade Ecológica

  • 1. A responsabilidade ecológica “O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos.” Albert Schweitzer Marta Mendes, nº22, 10ºG
  • 2. A ideia de • O próprio conceito de ecologia, foi desenvolvido pelo cientista alemão Ernest Hackel, em 1869. A ecologia no sentido literal, é uma certa parte da biologia que estuda as relações entre os seres vivos e o meio ambiente, assim como a sua repartição. • Infelizmente, a mesma só começou a adquirir importância, quando profundas demências ambientais provocados pelo desenvolvimento tecnológico avançado, obrigou a reflectir sobre a relação entre ambos(Ser humano/ Natureza). Desequilíbrios ambientais 2
  • 3. A ecologia (poluição) • Estes profundos desequilíbrios ambientais, remontam desde o séc.XIX mediante a Revolução Industrial e o seu consequente desenvolvimento tecnológico. • Foi a partir da revolução industrial que a poluição passou a constituir um problema para a humanidade. É claro que já existiam problemas para a ecologia mesmo antes da revolução industrial, contudo tornou-se num grande impacto com esta era. • Porém o grau de poluição aumentou com a industrialização e urbanização. • A ideia de poluição aparece associada à presença de elementos tóxicos que impossibilitam ou dificultam gravemente a vida, como nós a conhecemos, a nível local ou global, como por exemplo, a poluição atmosférica e a poluição dos rios. • Estes resultam de efluentes industriais e urbanos, o que se assinalam pelos 3 elevados níveis de toxicidade.
  • 4. Grandes Ameaças  A destruição da camada do ozono que rodeia a nossa atmosfera devido a emissões de CFC's (clorofluorcarboneto );  A destruição da Selva Amazónia, o que é um bom suporte de oxigénio para os seres humanos;  A chuva ácida e os incêndios florestais;  A esterilização da Terra devido ao uso de fertilizantes químicos e pesticidas, assim como a desflorestação e a utilização intensiva de solos agrícolas;  A explosão demográfica que nos coloca a interrogação: o que será da nossa humanidade com uma população três vezes maior que a atual; 4
  • 6. Ideias ecológicas • Corrente Ambientalista Corrente Ecológica  O ser humano faz parte da O planeta Terra forma uma natureza, preservando-a para entidade viva em que a Humanidade garantir a sua própria não passa de mais um elemento, tão sobrevivência ; digno como qualquer outro ser vivo;  Temos que racionalizar a produção Os Direitos do ser humano não e o consumo para preservar a podem sobrepor-se aos direitos dos qualidade de vida quer no outros seres vivos; imediato, quer das próximas gerações; 6
  • 7. O meu contributo para a ecologia • Antes de mais, a ecologia das pessoas começa em casa, pela adoção de um quadros de valores e preferências diferentes que conduzam a uma alteração dos nossos hábitos. • Devemos assim:  lutar pela redução do consumo, pondo em fim ao consumismo, isto é, REDUZIR  RECICLAR  Exigir produtos que sejam funcionais, ou seja, REUTILIZAR. 7