Soneto à Alma

400 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
107
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Soneto à Alma

  1. 1. Soneto à Alma Clicar
  2. 2. Melopeia de um canto nasalado Do qual cuidadosamente se extirpou Desvanece o percurso desditoso No tempo indigente e resvalado Clicar
  3. 3. Raízes profundas e profícuas Esvaem-se no fluxo percorrido De caminhos e horizontes longínquos Em nostálgicas passadas iníquas Clicar
  4. 4. São estas as imagens da certeza São estes os prelúdios da destreza Vida minha, alma tua que te foste Clicar
  5. 5. A nuvem perpassa no céu O vento não é meu, é teu Tu sempre foste ... o meu outro eu Clicar
  6. 6. Melopeia de um canto nasalado Do qual cuidadosamente se extirpou Desvanece o percurso desditoso No tempo indigente e resvalado Raízes profundas e profícuas Esvaem-se no fluxo percorrido De caminhos e horizontes longínquos Em nostálgicas passadas iníquas São estas as imagens da certeza São estes os prelúdios da destreza Vida minha, alma tua que te foste A nuvem perpassa no céu O vento não é meu, é teu Tu sempre foste ... o meu outro eu (Porto, Novembro 1997) Clicar
  7. 7. Créditos Autor: Fernando Peixoto/1997 Formatação: Michèle Christine/2009 Música: André Gagnon - Petite tristesse F I M Sair

×