Enquanto existir palavras

178 visualizações

Publicada em

Antologia Poética "Enquanto Existir Palavras" de Marcelo Edu Oliveira

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
178
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enquanto existir palavras

  1. 1. 1 Enquanto existir Palavras Antologia Poética de Marcelo Edu. Oliveira
  2. 2. 2 Devoção Que minha devoção, Seja solta expressão, De um amor informal, Unindo um apreço, Por suas palavras, Junto a Nobreza de poder existir.
  3. 3. 3 A Vida Entre tantas idas, Tantas lidas, Tantos contos, Que a vida aponta. Na ponta da caneta, Eu Poeta, Deslizo em feia letra, O que há de belo a se dizer. Isto é: A vida bela, Que tenho em você.
  4. 4. 4 Onde estaciona o sentido Onde estaciona o sentido De antes, Senta o sentido cansado, O que resta é significar outra vez. Silêncio professor, Socorro de Deus, Na luz descansar, No hábito ou então dilema, De repaginar, O Poema.
  5. 5. 5 Escrevo Escrevo para ti, Como quem vive morrendo, De vontade de viver. Assim, vou seguir, Por tudo que há, A quem bem entender, Mostrar. Nada melhor que Mergulhar no oceano Do teu olhar. Escrevo pra ti, Como quem desliza, Tipo vento em pele lisa, Pode até passar ligeiro, Mas, não há quem diga: Na brincadeira de juntar letras Viver não realizar.
  6. 6. 6 Pescador Pescador, Pecador que sou, Lá de longe, Tu me avistaste, Com um olhar, De terno amor, Em meu barco adentrou, Já cansado, De tanto tentar, Tua voz falou pra eu voltar, Vento frio no rosto bateu, Noite toda nada aconteceu, Como posso então confiar? Se até agora nada vi pescar, Algo em mim diz ser verdade, Ao refletir teu rosto em santidade, Até parece que enlouquecia, A tua voz obedecia, Não me esquecerei, Com Jesus um dia pesquei, Ainda há tempo para seguir, Essa voz que chama por ti.
  7. 7. 7 Amanheceu Amanheceu, A manhã sua, Foi-se o breu, Vida continua, Aqui estou eu, Com alegria, Outra manhã de poesia, Na esperança de amanhã, No amanhecer, Amanhecer seu.
  8. 8. 8 Sol da manhã Sol da manhã, Esquenta o rosto, Aquece esperança, De viver. Esquece a dor do ontem triste, Existe no sol da manhã, Algo em si renovador, Não por ser inventado agora, Renovador por lembrar origens.
  9. 9. 9 Fé Despertar ao som, Do bem-te-vi, Tive a impressão De ser amado, Sei que não é só impressão, Pois, tenho você ao meu lado.
  10. 10. 10 Presente Sempre se mostra generoso, Deu-me sem que eu peça, O que mais preciso, O teu filho, A cruz, O Socorro, Presente tal, Que não mereço, Amor igual, Sim, desconheço, Amá-lo quero, E é o começo.
  11. 11. 11 Simples canção Quis fazer-te uma melodia, Para dizer-te minha alegria, Tentar compor, Expor coração, Mas, teu amor, Não cabe em canção. Não cabe e jamais caberá, Teu amor, Tua graça sem par, Versos de simples canção, Teu olhar de esperança, E Perdão.
  12. 12. 12 Pontual Não precisa hora marcada, Que nada, Chega da janela, Trancada, Agenda nem sempre tem razão, Que mostre teu riso, Teu gesto de amor e perdão, Desperta meu coração, Da menos coloquial, Coloca um riso em mim, Minha vida contigo é um feliz, Final.
  13. 13. 13 Paz Paz em meio à guerra, Traz pra essa terra, E mais do que se espera, Flores em meu quintal, Sol no meu jardim, Mesmo que o mundo mal, Viva ao redor de mim, Cuidado atemporal, Amor que não tem fim.
  14. 14. 14 Contatos: oliveiramarceloedu@gmail.com https://www.facebook.com/Marcelo.Edu.OliveiraPoeta

×