PROJETO UBAITABA“UM JEITO NEGRO DE      SER” SEMPRECONCEITO,DISCRI MINAÇÃO,XENOFOBI   A,HOMOFOBIA E      RACISMO.
PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA:Histórico   O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro como forma dehomenagem a Z...
foi capturado e torturado pelos expedicionários paulistas), atraiu o grande líder para umaemboscada e apunhalou-o no estôm...
1 INDENTIFICAÇÃO DO PROJETO - Um jeito negro de serTempo de execução 07 dias.Característica: Projeto interativo, envolvend...
violência, do preconceito e do racismo.3. OBJETIVOS:            Valorizar a cultura negra e seus afro-descendentes e afro-...
Assim, dentro da proposta de trabalhar a Semana da Consciência Negra da cultura afro-brasileira, professores e alunos esta...
6. CONSIDERAÇÕES FINAIS:O trabalho de educação anti-racista deve começar cedo. A sociedade precisaaprender a respeitar a i...
Com a presença de um palestrante e conhecedor do assunto da Consciência Negra     A beleza negra - com a realização de um ...
08. Montagem e estrutura da área do Evento R$ 2.000,00  09. Contratação de 04 (quatro) atrações regionais R$ 7.000,00  10....
“Todo brasileiro, mesmo o alvo, decabelo louro, traz na alma, quandonão no corpo, a sombra, ou pelo menosa pinta, do indíg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto brasil sem preconceito

5.386 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.386
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto brasil sem preconceito

  1. 1. PROJETO UBAITABA“UM JEITO NEGRO DE SER” SEMPRECONCEITO,DISCRI MINAÇÃO,XENOFOBI A,HOMOFOBIA E RACISMO.
  2. 2. PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA:Histórico O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro como forma dehomenagem a Zumbi dos Palmares, um dos maiores heróis da história do Brasil. A datamarca o dia de sua morte, ocorrida no ano de 1695, por ocasião da guerra travada entre ogoverno brasileiro e os negros inseridos no Quilombo dos Palmares. Quilombos eram locais de refúgio para escravos no Brasil. Geralmente eramestabelecidos em locais de difícil acesso, embrenhados em matas, florestas ou montanhas.O mais famoso dos quilombos foi o de Palmares - localizado na Serra da Barriga, regiãopertencente ao atual estado de Alagoas , criado no início do século 17. Os relatos históricos existentes são muito controversos e pouca certeza há na origemde Zumbi. Isso se deve ao fato de que os relatos acerca de sua vida foram feitos por seusinimigos: os colonos e portugueses que se puseram a combatê-lo, pagos por senhoresescravagistas. Entre as diversas versões, conta-se que era um chefe africano trazido àforça para ser escravo, ou um homem livre que nasceu em Palmares, ou ainda um filho deescravos que foi criado por um padre até os 15 anos, tendo aprendido a ler, a falar e aescrever em português e em latim. O que se sabe com mais certeza é que Zumbi foi o grande líder do Quilombo dosPalmares. Sua lendária imagem o apresenta como um homem forte, orgulhoso einconformado com sua condição social, que resolveu enfrentar aqueles que torturavam seupovo. Palmares, durante quase todo o século 17, foi alvo de mais de 40 incursões militares, quebuscavam terminar com o quilombo. Afinal, a autonomia dos negros ameaçava a hegemoniados senhores de engenho, pois seguidamente seus escravos fugiam para a Serra da Barriga,ou eram libertos por guerreiros quilombolas, em expedições ocasionais. Durante o tempo em que liderou seu povo contra a ganância e o ódio dos escravagistas,Zumbi organizou uma resistência poderosa, que conseguiu manter a estabilidade do quilombopor muitos anos. Em 1694 e 1695, ocorreu uma verdadeira cruzada contra Palmares. Odrama finalmente terminou quando o mulato Antônio Soares (ex-companheiro de Zumbi que
  3. 3. foi capturado e torturado pelos expedicionários paulistas), atraiu o grande líder para umaemboscada e apunhalou-o no estômago, dando sinal para os paulistas avançarem. Zumbi lutouaté o fim. Depois disso, muito da história se perdeu, mas a história legendária de Zumbipermaneceria. Foi citado pelos abolicionistas, no século 19, como grande herói e mártir. A partir da década de 1980 novos estudos buscaram traçar a real identidade de Zumbi edos quilombolas e, em 1995, a data da morte do maior herói negro e símbolo da liberdadefoi adotada como o Dia da Consciência Negra. Apresentação Aos Senhores Patrocinadores Prezados Senhores, Tem por objetivo este, apresentar o Projeto UM JEITO NEGRO DE SER, em Ubaitaba -BA, de autoria e idealização de José Wilson Lima de Jesus Diretor de Projetos Especiais do Clube Recreativo Ubaitabense CNPJ 01252749/0001-99. O evento é formado para um publico estimado entre 5.000 a 7.000 mil pessoas, comunidade, artistas, personalidades, formadores de opiniões, etc.SUMÁRIO1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO...........................................................................022. JUSTIFICATIVA......................................................................................................033. OBJETIVOS................................................................................................................034. DESENVOLVIMENTO..............................................................................................035. ATIVIDADES.............................................................................................................046. CONSIDERAÇÕES FINAIS....................................................................................047. FECHAMENTO DO PROJETO................................................................................058. INVESTIMENTOS....................................................................................................05
  4. 4. 1 INDENTIFICAÇÃO DO PROJETO - Um jeito negro de serTempo de execução 07 dias.Característica: Projeto interativo, envolvendo História, LínguaPortuguesa, Geografia, Artes e Educação Física.1.1. Temática: História, Cultura e Diversidade: Quais as coisas que fazem parte da nossacultura que adquirimos por influência africana?Ser humano, Direitos humanos e Igualdade: Como o negro é visto dentro danossa sociedade?Educação, ética e etnia: Valorização e respeito da nossa própria identidade.1.2. Conteúdo Foco: O conteúdo foco é a educação voltada para consciência da importância donegro para a constituição e identidade da nação brasileira e principalmente, dorespeito à diversidade humana e a abominação do racismo e do preconceito,desenvolvido por meio de um processo educativo do debate, do entorno, buscando nasnossas próprias raízes a herança biológica e/ou cultural trazida pela influência africana,coisas que fazem parte da cultura africana (comidas, danças, vestimentas, etc.);2. JUSTIFICATIVA: Comemorar o 20 de novembro – Dia da Consciência negra, dedicando o mês denovembro, para debater e refletir sobre as diferenças raciais e a importância de cada umno processo de construção de nosso país, estado e comunidade. Com este trabalhoespero que a consciência de valorização do ser humano ultrapasse as fronteiras da
  5. 5. violência, do preconceito e do racismo.3. OBJETIVOS: Valorizar a cultura negra e seus afro-descendentes e afro-brasileiros, na escola ena sociedade; Redescobrir a cultura negra, embranquecida pelo tempo; Desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos provindos da culturaafricana; Entender e valorizar a identidade da criança negra;4. DESENVOLVIMENTO: A elaboração e desenvolvimento desse projeto de arte e cultura negra visam a atenderdois pré-requisitos básicos: o exercício da cidadania e vivência dos valores através daapropriação da arte e da cultura, como ferramentas necessárias para estar num mundoformado por sociedades que usam o preconceito como instrumento de diferenças sociais e,ainda, o resgate da herança africana, cuja história fora esquecida e ignorada ao longo dotempo. O projeto tem por objetivo favorecer o desenvolvimento da expressão corporal, oral ecultural dos alunos e comunidade , através de momentos de interpretação (monólogos),coreografias, músicas, Capoeira, poesias e a valorização estética negra, para a ampliaçãodos conhecimentos e formação de hábitos e atitudes fundamentais nos valores éticos.Propõe-se, ainda, dar a conhecer, através de demonstrações culturais e de atividadesteatrais e de interpretação alguns aspectos importantes do contexto da escravidão negra,ressaltando os valores que impulsionaram e orientaram a sua vida e a formação de suaidentidade. Com este conhecimento, vivenciar e valorizar a cultura negra através da músicae da pintura como forma de identificação e resgate da auto-estima do afro-descendente.Através de atividades artísticas, busca-se desenvolver ações transformadoras, projetandoo respeito como prática fundamental e essencial para mudar as pessoas e,conseqüentemente, a sociedade.Nos colégios, valores sociais e morais são reforçados e também é nela que muitospreconceitos são perpetuados de forma quase imperceptível. Portanto é também na escolaque se deve propiciar a reflexão crítica sobre esses valores.
  6. 6. Assim, dentro da proposta de trabalhar a Semana da Consciência Negra da cultura afro-brasileira, professores e alunos estarão se mobilizando para o acompanhamento de todo odesenvolvimento dessa Semana ao qual tem o objetivo de provocar uma reforma em cadapensamento em cada e concepção da verdadeira realidades dos negros no Brasil.5.ATIVIDADES:A dor e o sofrimento históricos não impediram o povo negro de contar e cantar suas lutas,sonhos e esperanças. Na música, na dança, na arte, na jinga, nas cores vivas, nareligiosidade, enfim, no modo de viver, expressa-se toda uma história que não foi contada.As dicas sugeridas querem contribuir para as atividades de consciência. Mesa Redonda para a discussão sobre a evolução da cultura negra; Seminário; Caminhada; Show - A musicalidade de contextualização negra - com a participação de cantores amadores do município, com repertório de raízes; A teatralidade interpretativa de textos da cultura africana - monólogos, poesias etc.; Mobilizar, Interagir e realizar brincadeiras e jogos entre colégios locais; A Capoeira e sua importância - através de demonstrações coreográficas de grupos locais; Espaços culturais serão criados para trabalhar expressões da arte e cultura negra; As coreografias e vestimentas fundamentadas nas raízes negras - com a participação de grupos locais;
  7. 7. 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS:O trabalho de educação anti-racista deve começar cedo. A sociedade precisaaprender a respeitar a imagem e presença do negro e possuem modelosque confirmem essa expectativa.O projeto visa à alegria e à majestade da cultura africana, tudo como deve ser,sem constrangimentos nem equívocos.Portanto, este projeto trata-se de uma proposta construída, mas não acabada eestará sujeito a mudanças de acordo com o cotidiano da sociedade.7. FECHAMENTO DO PROJETO:
  8. 8. Com a presença de um palestrante e conhecedor do assunto da Consciência Negra A beleza negra - com a realização de um desfile para escolha da Beleza Negra do município.8. INVESTIMENTO 01- Autorizações legais R$ 1.200,00 02- Som / Iluminação / Gerador - para os 07(sete) dias empresa do ramo na região, que estará com dois sistemas. R$ 5.000,00 03- (necessário para atender as necessidades técnicas do porte dos artistas que teremos a nossa disposição). R$ 3.000,00 04- 05(Cinco) Seguranças Particulares R$ 1.800,00 05- Confecção de 10.000 (Dez mil) Panfletos R$ 700,00 06- 04 (quatro) Distribuidoras de Panfletos R$ 500,00 07- 02 (dois) Outdoors + arte por 20 dias estrada R$ 1.600,00
  9. 9. 08. Montagem e estrutura da área do Evento R$ 2.000,00 09. Contratação de 04 (quatro) atrações regionais R$ 7.000,00 10. Hospedagem e alimentação das atrações contratados(100 Pessoas) R$ 5.000,00 11- 20 Camisas da Produção R$ 300,00 12- Show Pirotécnico R$ 2.000,00 13- 01 (um) Telão R$ 250,00 14- Equipe de Limpeza R$ 400,00 15- 06(seis) Banheiros químicos R$ 1.500,00 16- MÍDIA DE RÁDIO e TV 16.1- Rádio Ubatã 10 inserções 20 dias R$ 1.200,00 16.2- Rádio Barra FM 10 inserções 30 dias R$ 500,00 16.3- Rádio Ubaitaba 10 inserções 30 dias R$ 500,00 16.4- Rádio litoral FM Itubera 10 inserções 20 dias R$ 1.200,00 16.5- Contará com mídia eletrônica (comerciais e chamadas em sites ),R$ 300,00 16.6- Aplicação da logomarca na área interna e na área externa dos eventos duranteos 07 dias R$ 1.000,00 16.7- 01 (uma) Estande Institucional para Equipe dos Patrocinadores. R$ 750,0016.8- 15 (Quinze) dias de divulgação itinerante ‘carro de som” R$ 1.200,00 17- Grupos Culturais R$ 5.000,00Premiações do desfile da Beleza Negra R$ 2.500,00 Total do Investimento R$ 46.400,00
  10. 10. “Todo brasileiro, mesmo o alvo, decabelo louro, traz na alma, quandonão no corpo, a sombra, ou pelo menosa pinta, do indígena ou do negro...” Gilberto Freyre,

×