Nome completo do aluna:Lauralice Marcolin HeberleReferências da obra principal de sua prancha: Héctor Julio Páride Bernabó...
As imagens destas obras possibilitam desenvolver a construção de conhecimentos na arte esuas linguagens; desconstruindo a ...
A seguir, temos a obra de Artur Barrio, Des.Compressão”, performance desenvolvida nacidade de Petrópolis no Rio de Janeiro...
Com a variação de períodos , estilos e contextos artísticos das obras Botticelli,Carybé eBarrio os alunos do ensino médio ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Articulando as tres pranchas lauralice heberle

361 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
361
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Articulando as tres pranchas lauralice heberle

  1. 1. Nome completo do aluna:Lauralice Marcolin HeberleReferências da obra principal de sua prancha: Héctor Julio Páride Bernabó (Carybé), Baianas, 220 x200 cm, 1957, óleo sobre madeira Nome completo do colega 1:Andrea PessinReferências da obra principal da prancha do colega 1:Artur Barrio, Des.Compressão, 17,7 x24 cm, 1973, fotos em preto e branco em envelope de papel Kraft. Nome completo do colega 2:Ana Paula Bardini KillesReferências da obra principal da prancha do colega 2:Sandro Botticelli. O Nascimento deVênus - 1485. Têmpera s/tela (172,5 cm x278,5 cm) Galeria Uffizi, Firenze - Italia
  2. 2. As imagens destas obras possibilitam desenvolver a construção de conhecimentos na arte esuas linguagens; desconstruindo a unidade idealizada para as Artes, numa abordagem triangular,apreciação/contextualização/produção, possibilitando tornar o ensino aprendizagem significativocom o alunos do Ensino Médio. Adotando uma ordem cronológica, começamos com a obra intitulada “O Nascimento deVênus”, de Sandro Botticelli, de 1485, esta obra faz parte das temáticas da Antiguidade clássicacom significados simbólicos e alegóricos neoplatônicos, tais como a reconciliação de todas asreligiões, seitas e nações sob um sistema comum de ética fundamentada em “verdades eternas”. .Apintura procura representar, com lirismo, a abrangência do nascimento da deusa, que é colocada nocentro da composição, erguendo-se sobre uma concha, parecendo ser empurrada pelo movimentodas ondas ao fundo. A Vênus é acompanhada por dois personagens, tradicionalmente associados aosdeuses do vento que a ligam à sua essência divina. Do lado oposto, encontra-se a figura de Flora aqual procura cobrir a deusa com um longo manto florido, ligando-a à materialidade. A serenidade daimagem e a luminosidade da paisagem seguem padrões claramente renascentistas, que tem portemática a mitologia. A composição da pintura é a mesma encontrada em representações cristãs,sendo a figura central da Vênus semelhante a figura das madonas medievais, criando um conjuntofigurativo idealizado. Botticelli rompeu com tradição ao pintar O Nascimento de Vênus, poisproduziu a primeira obra em tela para mostrar uma imagem mitológica em grande escala , estetamanho só era usado para pinturas religiosas. Seguindo a cronologia, temos a obra de Carybé, intitulada Baianas, do ano de 1957, queapresenta uma pintura figurativa estilizada, com a temática do candomblé. Na cena, os elementosreligiosos desta cultura, como trajes, atabaques, animais e ferramentas se sobressaem juntamentecom as sete imagens femininas. A obra tem uma composição que registra a "cultura imaterial",resgatando elementos ritualísticos da cultura afro-brasileira de um universo que ficou soterrado soba cultura do branco colonizador e explorador.
  3. 3. A seguir, temos a obra de Artur Barrio, Des.Compressão”, performance desenvolvida nacidade de Petrópolis no Rio de Janeiro no ano de 1973. É uma ação artística mediada pelasexpressões da face esborrachadas contra o vidro plano. Em “Des.compressão” a resistência e aelasticidade contra o objeto resulta num trabalho momentâneo ligado a uma poética de rebeldiasilenciosa, sendo seu registro a fotografia realizado por Doris Mena. Na obra a performance estaligada a fotografia sendo assim estabelecidas como manifestação artística. A obra desafia asfronteiras da arte tendo a liberdade como transformação do fazer artístico, deste artista doconceitual brasileiro, que utilizou como meio de divulgação de reprodutibilidade técnica daimagem, a fotografia como intermídia, e tornando-se posteriormente aurática na intromissão doauto-retrato fotográfico como obra de valor na Arte Contemporânea. O conjunto é composto de obras dos períodos Renascentista, Moderno e Contemporâneo,levando os alunos do ensino médio ao estudo Historia da Arte através da realização de leituras dasobras de Botticelli,Carybé e Barrio , desenvolvendo e ampliando a análise, a crítica e o aspectocultural das obras; em uma apreciação estética e artística, identificando e contextualizando asobras; e no estudo da teoria da cor, da forma, da composição, luz e sombra e das artesaudiovisuais; tendo o recursos expressivos, linha, ponto e material utilizado; linguagem artística,desenho, pintura, fotografia,escultura,instalação, cerâmica,colagem,etc,como formadores de umaconstrução do conhecimento da Arte e sua poética. Com as outras aéreas do conhecimento do currículo escolar é possível articular odesenvolvimento na pesquisa dos contextos das obras de Botticelli, Carybé e Barrio. Então partindodo estudo da Arte desenvolve-se pesquisas na História, Geografia, Filosofia,Sociologia ,Literatura e os contextos destas ciências que envolveram cada obra guiando a pesquisa e trabalhoscom linguagens artísticas. Já nas ciências exatas o contexto desenvolvidos com poética pela Arteé na Física e na Química direcionado a pesquisa e experimentação dos usos de recursos e técnicascomo os pigmentos,fibras, tintas, luz, fotografia,etc. Estando assim vinculando a Arte Visual asdemais áreas do conhecimento que sempre fizeram parte do mesmo contexto.
  4. 4. Com a variação de períodos , estilos e contextos artísticos das obras Botticelli,Carybé eBarrio os alunos do ensino médio podem compará-los e discutir, percebendo as mudanças e aspossibilidades que a linguagem das Artes Visuais proporcionam para a representação da figurahumana de um modo significativo e contextualizado através da pesquisa e experimentação da áreasdo conhecimento do currículo escolar. A partir destes conhecimentos desenvolvidos partindo das obras de Botticelli,Carybé eBarrio das Artes Visuais e de maneira que a pesquisa e a experimentação tenha forma de projetointerdisciplinar, faz-se necessário ampliar os trabalhos desenvolvidos para visitas a Museus comoMuseu de Arte do Rio Grande do Sul – Margs e o Santander/Cultural, pois em seu acervo seencontram obras dos períodos pesquisados, nesta proposta a visita é realizada como saída de campoonde a reflexão crítica e a construção de novas pesquisas e experimentos são construídos.

×