SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Hugo Félix
Novembro
de 2013
Drogas lícitas, ilícitas
e adolescência
Conteúdo Programático
Adolescência?

Fatores de
risco para uso
de drogas

Drogas?

Propagandas
Adolescência?
Trata-se de uma etapa de vida marcada
por
importantes
e
profundas
transformações, as quais produzem
desequilíbrios e instabilidades externas
(ALVES, 2002, p. 2).

O adolescente está em
transição entre a fase
infantil e adulta.
Adolescência e o isolamento
A experiência do rompimento dos laços emocionais
com a família, a descoberta da sexualidade e a
receosa, e porque não temida e excitante, entrada
numa vida nova que lhe acena, é acompanhada de
sentimentos de isolamento e fragilidade, o que gera
defesas, caracterizando confrontos e oposições ao
meio familiar e social (ALVES, 2002, p. 2).
Como resultante deste processo de
desequilíbrios e instabilidades é
comum o famoso enclausuramento do
jovem, fuga na qual busca proteger
sua fragilidade, afastando-se das
pessoas habituais, refugiando-se em
si mesmo ou em grupos de pares, na
vida de turma (ALVES, 2002, p. 2).
Adolescência e a formação de grupos
A vida em grupo, a coesão da turma derruba as
dificuldades de comunicação, criando gíria, regras e
certos códigos que reforçam o comprometimento e
confiança entre eles, substituindo de alguma forma a
família. A coesão e uniformidade encontrada no
grupo (embora não real) funcionam como proteção à
fragilidade do adolescente, particularmente se
experimenta incompreensão ou abandono por parte da
família (ALVES, 2002, p. 2).
O adolescente, na busca de pautas
firmadoras, se apóia em idéias e
fantasias de correntes ideológicas
contestatórias substituindo a unidade
familiar que, muitas vezes, ele, por
conscientizar-se da hipocrisia e
contradições no mito familiar, pretende
denunciar (ALVES, 2002, p. 2).
Adolescência e a transgressão
A relação adolescência-drogadição é atualmente
quase direta, talvez porque a rebeldia e a
transgressão sejam inerentes a esta fase de vida e,
na antiga e usual atitude por parte deles de se
contrapor aos costumes tradicionais da cultura, a
droga esteja entre um dos comportamentos
transgressivos que os jovens adotam nos dias de
hoje (ALVES, 2002, p. 3).

No ato de transgredir, o adolescente
tenta se provar alguém, provar que é
independente,
tem valor e uma existência própria
(ALVES, 2002, p. 3).
Adolescência e a família
A presença da
família é importante
na ajuda do
adolescente em fase
de transição
biológica, física,
social e etc.
Drogas?
É toda substância que, ao ser
introduzida, inalada, ingerida ou
injetada, provoca alterações no
funcionamento do organismo,
modificando
suas
funções
(CAVALCANTE, 2008, p. 557).
Tipos de Drogas

1- Drogas naturais: ópio

2- Drogas semi-sintéticas: morfina

4- Drogas lícitas: permitidas por leis.

3- Drogas sintéticas:
anabolizante

5- Drogas ilícitas:
não permitida por lei.
Drogas psicoativas?
São drogas ilícitas, não permitida por
lei, que provocam alterações do humor,
percepção, sensações de prazer e
euforia, alívio, medo, dor e etc
(CAVALCANTE, 2008, p. 557).
O Brasil e as Propagandas de bebidas
alcoólicas
A publicidade influencia o consumo de bebidas alcoólicas de
acordo com fatores como a exposição, lembrança e
apreciação das propagandas. Assim, adolescentes mais
expostos às propagandas relataram expectativas mais
positivas em relação aos efeitos do álcool, bem como a
intenção de beber quando mais velhos (VENDRAME, 2009,
p. 359).
Propagandas e o início do consumo de
outras drogas

Depois do álcool o adolescente passa a usar
outras drogas mais fortes e destruidoras.
Fatores de risco para uso de drogas
ilícitas
 Sociodemográficos (sexo, idade, classe
social);
 Envolvimento parental ou familiar no
consumo de álcool ou drogas;
 Não criação por ambos os pais, baixa
percepção de apoio paterno e materno;
 Amigos que usam drogas;
 Ausência de prática religiosa;
 Baixa freqüência à prática de esportes.
(CAVALCANTE, 2008, p. 557).
Fatores de risco para uso de drogas
lícitas
 Falta de fiscalização adequada;
 Baixo preço;
 Conflitos
familiares
quando
o
adolescente se utiliza desse artifício como
fuga à situação;
 Hábito de beber socialmente.

(CAVALCANTE, 2008, p. 557).
Família
A participação da
família é
importante para
prevenir ações
dos adolescentes.
Referências
1) ALVES, Rudinalva; KOSSOBUDZKY, Luís André. Caracterização dos adolescentes
internados por álcool e outras drogas na cidade de Curitiba. Interação em Psicologia
(Qualis/CAPES: A2), [S.l.], mar. 2005. ISSN 1981-8076. Disponível em: <
http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/psicologia/article/view/3195/2558>. Acesso em: 7
Nov. 2013.
2) CAVALCANTE, Maria Beatriz de Paula Tavares; ALVES, Maria Dalva Santos;
BARROSO, Maria Grasiela Teixeira. Adolescência, álcool e drogas: uma revista na
perspectiva da promoção da saúde. Escola Anna Nery. 2008, 12, 555-559. Disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141481452008000300024&nrm
=iso. Acesso em: 7 de Nov. 2013.
3) VENDRAME, Alan.; PINSKY, Ilana; FARIA, Roberta; SILVA, Rebeca. Apreciação de
propagandas de cerveja por adolescentes: relações com a exposição prévia às mesmas e o
consumo de álcool. Cadernos de Saúde Pública. 2009, 25, 359-365. Disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102311X2009000200014&nrm
=iso. Acesso em: 7de Nov. 2013.
Obrigado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010Alinebrauna Brauna
 
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaTranstornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaCláudio Costa
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasValdenice Barreto
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaThais Andalaft
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogasblogspott
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATClaudio Cesar Pontes ن
 
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica VivaDependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica VivaClínica Terapêutica Viva
 

Mais procurados (20)

DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDEDROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
 
Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaTranstornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
Drogas e alcool
Drogas e alcool Drogas e alcool
Drogas e alcool
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
Palestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro AmareloPalestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro Amarelo
 
Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
 
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica VivaDependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
 
Mitos e verdades - setembro amarelo
Mitos e verdades  -  setembro amareloMitos e verdades  -  setembro amarelo
Mitos e verdades - setembro amarelo
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Redução de Danos
Redução de DanosRedução de Danos
Redução de Danos
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 

Destaque

Palestra - prevençao ao uso de drogas
Palestra - prevençao ao uso de drogasPalestra - prevençao ao uso de drogas
Palestra - prevençao ao uso de drogasImpactto Cursos
 
Drogas e Consequências
Drogas e Consequências Drogas e Consequências
Drogas e Consequências Walquiria Dutra
 
Drogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitasDrogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitas-
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKAPRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKPPAD
 
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasApresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasPPAD
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...PPAD
 
O perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointO perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointmarretti
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveislipe98
 

Destaque (11)

Palestra - prevençao ao uso de drogas
Palestra - prevençao ao uso de drogasPalestra - prevençao ao uso de drogas
Palestra - prevençao ao uso de drogas
 
Drogas palestras
Drogas palestrasDrogas palestras
Drogas palestras
 
Drogas e Consequências
Drogas e Consequências Drogas e Consequências
Drogas e Consequências
 
Drogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitasDrogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitas
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKAPRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
 
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasApresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
 
DST
DSTDST
DST
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
 
O perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointO perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power point
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
Slides drogas-2
Slides   drogas-2Slides   drogas-2
Slides drogas-2
 

Semelhante a Drogas lícitas, ilícitas e adolescência

Drogas como podemos agir
Drogas como podemos agirDrogas como podemos agir
Drogas como podemos agirElenildo Allman
 
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Violência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasViolência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasDavid Nordon
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSVIROUCLIPTAQ
 
Aula: DROGA - prevenir é importante
Aula: DROGA -  prevenir é importanteAula: DROGA -  prevenir é importante
Aula: DROGA - prevenir é importanteElma De Oliveira
 
Introduçã Delinquencia
Introduçã DelinquenciaIntroduçã Delinquencia
Introduçã DelinquenciaChristoforever
 
Catarina cruz -_power_point_brutal
Catarina cruz -_power_point_brutalCatarina cruz -_power_point_brutal
Catarina cruz -_power_point_brutalguest4f2f68
 
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laThiago de Almeida
 
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasCartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasJR
 
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasCartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasJR
 
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicas
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicasCartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicas
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicasJR
 
A gravidez na adolescencia
A gravidez na adolescenciaA gravidez na adolescencia
A gravidez na adolescenciacefaprodematupa
 

Semelhante a Drogas lícitas, ilícitas e adolescência (20)

Drogas como podemos agir
Drogas como podemos agirDrogas como podemos agir
Drogas como podemos agir
 
Drogas e família
Drogas e famíliaDrogas e família
Drogas e família
 
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP
Bebidas ALCOÓLICAS são prejudiciais para @ ADOLESCENTE - SBP
 
Abuso infantil
Abuso infantilAbuso infantil
Abuso infantil
 
Drogas e sexualidade
Drogas e sexualidadeDrogas e sexualidade
Drogas e sexualidade
 
Gravidez na adolescencia out 2004
Gravidez na adolescencia out 2004Gravidez na adolescencia out 2004
Gravidez na adolescencia out 2004
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Violência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasViolência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra Crianças
 
Projeto da Prof: Eliane de Moraes
Projeto da Prof: Eliane de MoraesProjeto da Prof: Eliane de Moraes
Projeto da Prof: Eliane de Moraes
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
 
Aula: DROGA - prevenir é importante
Aula: DROGA -  prevenir é importanteAula: DROGA -  prevenir é importante
Aula: DROGA - prevenir é importante
 
Introduçã Delinquencia
Introduçã DelinquenciaIntroduçã Delinquencia
Introduçã Delinquencia
 
A0832.pdf
A0832.pdfA0832.pdf
A0832.pdf
 
Catarina cruz -_power_point_brutal
Catarina cruz -_power_point_brutalCatarina cruz -_power_point_brutal
Catarina cruz -_power_point_brutal
 
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
 
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasCartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
 
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas PsicotrópicasCartilha  Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
Cartilha Conhecendo E Aprendendo A Dizer Não As Drogas Psicotrópicas
 
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicas
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicasCartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicas
Cartilha conhecendo e aprendendo a dizer não as drogas psicotrópicas
 
Violência Doméstica
Violência DomésticaViolência Doméstica
Violência Doméstica
 
A gravidez na adolescencia
A gravidez na adolescenciaA gravidez na adolescencia
A gravidez na adolescencia
 

Último

Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 

Último (20)

Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 

Drogas lícitas, ilícitas e adolescência

  • 1.
  • 4. Conteúdo Programático Adolescência? Fatores de risco para uso de drogas Drogas? Propagandas
  • 5. Adolescência? Trata-se de uma etapa de vida marcada por importantes e profundas transformações, as quais produzem desequilíbrios e instabilidades externas (ALVES, 2002, p. 2). O adolescente está em transição entre a fase infantil e adulta.
  • 6. Adolescência e o isolamento A experiência do rompimento dos laços emocionais com a família, a descoberta da sexualidade e a receosa, e porque não temida e excitante, entrada numa vida nova que lhe acena, é acompanhada de sentimentos de isolamento e fragilidade, o que gera defesas, caracterizando confrontos e oposições ao meio familiar e social (ALVES, 2002, p. 2). Como resultante deste processo de desequilíbrios e instabilidades é comum o famoso enclausuramento do jovem, fuga na qual busca proteger sua fragilidade, afastando-se das pessoas habituais, refugiando-se em si mesmo ou em grupos de pares, na vida de turma (ALVES, 2002, p. 2).
  • 7. Adolescência e a formação de grupos A vida em grupo, a coesão da turma derruba as dificuldades de comunicação, criando gíria, regras e certos códigos que reforçam o comprometimento e confiança entre eles, substituindo de alguma forma a família. A coesão e uniformidade encontrada no grupo (embora não real) funcionam como proteção à fragilidade do adolescente, particularmente se experimenta incompreensão ou abandono por parte da família (ALVES, 2002, p. 2). O adolescente, na busca de pautas firmadoras, se apóia em idéias e fantasias de correntes ideológicas contestatórias substituindo a unidade familiar que, muitas vezes, ele, por conscientizar-se da hipocrisia e contradições no mito familiar, pretende denunciar (ALVES, 2002, p. 2).
  • 8. Adolescência e a transgressão A relação adolescência-drogadição é atualmente quase direta, talvez porque a rebeldia e a transgressão sejam inerentes a esta fase de vida e, na antiga e usual atitude por parte deles de se contrapor aos costumes tradicionais da cultura, a droga esteja entre um dos comportamentos transgressivos que os jovens adotam nos dias de hoje (ALVES, 2002, p. 3). No ato de transgredir, o adolescente tenta se provar alguém, provar que é independente, tem valor e uma existência própria (ALVES, 2002, p. 3).
  • 9. Adolescência e a família A presença da família é importante na ajuda do adolescente em fase de transição biológica, física, social e etc.
  • 10. Drogas? É toda substância que, ao ser introduzida, inalada, ingerida ou injetada, provoca alterações no funcionamento do organismo, modificando suas funções (CAVALCANTE, 2008, p. 557).
  • 11. Tipos de Drogas 1- Drogas naturais: ópio 2- Drogas semi-sintéticas: morfina 4- Drogas lícitas: permitidas por leis. 3- Drogas sintéticas: anabolizante 5- Drogas ilícitas: não permitida por lei.
  • 12. Drogas psicoativas? São drogas ilícitas, não permitida por lei, que provocam alterações do humor, percepção, sensações de prazer e euforia, alívio, medo, dor e etc (CAVALCANTE, 2008, p. 557).
  • 13. O Brasil e as Propagandas de bebidas alcoólicas A publicidade influencia o consumo de bebidas alcoólicas de acordo com fatores como a exposição, lembrança e apreciação das propagandas. Assim, adolescentes mais expostos às propagandas relataram expectativas mais positivas em relação aos efeitos do álcool, bem como a intenção de beber quando mais velhos (VENDRAME, 2009, p. 359).
  • 14. Propagandas e o início do consumo de outras drogas Depois do álcool o adolescente passa a usar outras drogas mais fortes e destruidoras.
  • 15. Fatores de risco para uso de drogas ilícitas  Sociodemográficos (sexo, idade, classe social);  Envolvimento parental ou familiar no consumo de álcool ou drogas;  Não criação por ambos os pais, baixa percepção de apoio paterno e materno;  Amigos que usam drogas;  Ausência de prática religiosa;  Baixa freqüência à prática de esportes. (CAVALCANTE, 2008, p. 557).
  • 16. Fatores de risco para uso de drogas lícitas  Falta de fiscalização adequada;  Baixo preço;  Conflitos familiares quando o adolescente se utiliza desse artifício como fuga à situação;  Hábito de beber socialmente. (CAVALCANTE, 2008, p. 557).
  • 17. Família A participação da família é importante para prevenir ações dos adolescentes.
  • 18. Referências 1) ALVES, Rudinalva; KOSSOBUDZKY, Luís André. Caracterização dos adolescentes internados por álcool e outras drogas na cidade de Curitiba. Interação em Psicologia (Qualis/CAPES: A2), [S.l.], mar. 2005. ISSN 1981-8076. Disponível em: < http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/psicologia/article/view/3195/2558>. Acesso em: 7 Nov. 2013. 2) CAVALCANTE, Maria Beatriz de Paula Tavares; ALVES, Maria Dalva Santos; BARROSO, Maria Grasiela Teixeira. Adolescência, álcool e drogas: uma revista na perspectiva da promoção da saúde. Escola Anna Nery. 2008, 12, 555-559. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141481452008000300024&nrm =iso. Acesso em: 7 de Nov. 2013. 3) VENDRAME, Alan.; PINSKY, Ilana; FARIA, Roberta; SILVA, Rebeca. Apreciação de propagandas de cerveja por adolescentes: relações com a exposição prévia às mesmas e o consumo de álcool. Cadernos de Saúde Pública. 2009, 25, 359-365. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102311X2009000200014&nrm =iso. Acesso em: 7de Nov. 2013.