O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Culture book

433 visualizações

Publicada em

Um livro cujas páginas nos levam a uma viagem de testemunhos e fotografias da comunidade do Factory, que deu cor nestes últimos dois anos a este espaço de CoWor!

  • Seja o primeiro a comentar

Culture book

  1. 1. Here’s to the crazy ones. The misfits. The rebels. Thetroublemakers. The round pegs in the square holes.The ones who see things differently. They’re not fondof rules. And they have no respect for the status quo.You can quote them, disagree with them, glorify orvilify them.About the only thing you can’t do is ignore them.Because they change things. They invent. Theyimagine. They heal. They explore. They create. Theyinspire. They push the human race forward.Maybe they have to be crazy.How else can you stare at an empty canvas and see awork of art? Or sit in silence and hear a song that’snever been written? Or gaze at a red planet and see alaboratory on wheels?We make tools for these kinds of people.While some see them as the crazy ones, we see genius.Because the people who are crazy enough to thinkthey can change the world, are the ones who do. Steve Jobs! !! ! Uma Polaroid ficava aqui mesmo bem!2
  2. 2. 3
  3. 3. O FactoryPara além de um espaço de trabalho partilhado por micro-empresas, freelancers e startups, o Factory tornou-se o ponto deencontro de uma comunidade cuja vitalidade, iniciativa e arrojo dos seus elementos está por detrás de alguns projetos degrande impacto regional e nacional.O Factory é o principal dinamizador do ecossistema empreendedor da região, servindo de plataforma de interligação entretodos os seus agentes, com o objectivo de fazer crescer Startups e de ser um espaço onde se partilham ideias, práticas e co-nhecimento. Desde a sua fundação e até hoje, tem sido um agente dinâmico com uma programação sistemática e consistenteno âmbito do empreendedorismo.Ao longo deste percurso, a equipa do Factory tem adquirido um know-how vasto no que se refere à promoção e estímulo doempreendedorismo, nomeadamente, naquilo que é específico à realidade bracarense e da região. Paralelamente, é possívelobservar-se o desenvolvimento de uma comunidade composta por empresas, investidores, estudantes, associações que, deforma muito comprometida com o desenvolvimento da cidade, se têm associado em prol da promoção do empreendedoris-mo.4
  4. 4. 5
  5. 5. 6
  6. 6. Porque se chama Factory?Na década de 60, em Nova Iorque, o artista plástico Andy Warhol adapta a arte ao conceito de produção em massa. Surge, as-sim, um espaço de trabalho a que se deu o nome de The Factory. Este espaço de trabalho comum transformou-se em pontode encontro para onde confluíam todo o tipo de estratos sociais, conseguindo ainda fomentar a fusão entre a arte e o traba-lho quotidiano.Em finais da década de 70 e dos anos 80 surge a chamada geração Y, caracterizada por indivíduos optimistas, inovadores,empreendedores e mestres na Internet. À procura de ambientes de trabalho agradáveis e onde possam adquirir e partilharconhecimentos, são conscientes das suas capacidades e têm um forte sentido de comunidade. Da fusão do conceito The Fac-tory e da vontade de mudança da geração Y, nasce o Factory | Business Center & CoWork.7
  7. 7. 8
  8. 8. Os Nossos Valores1.Somos pela conspiração que há-de levar-nos a uma comunidade resiliente e criativa2.Aceitamos e fazemos parte da mudança3.Queremos inspirar alegria e actividade4.Queremos aprender e crescer5.Construímos relações próximas com os nossos coworkers, parceiros e amigos6.Somos terrivelmente apaixonados e estamos determinados nos nossos objectivos7.Desenvolvemos ambientes de trabalho que inspiração a colaboração e a partilha8.Acreditamos que o encontro de pessoas, a partilha e a colaboração farão do mundo um sítio melhor9
  9. 9. CoworkingManifestoTHE CHALLENGEWe believe that society is facing unprecedented economic, envi-ronmental, social and cultural challenges. We also believe thatnew innovations are the key to turning these challenges intoopportunities to improve our communities and our planet. THE SOLUTIONCoworking is redefining the way we do work. Inspired by the par-ticipatory culture of the open source movement and the empowe-ring nature of IT, we are building a more sustainable future. Weare a group of connected individuals and small businesses crea-ting an economy of innovation and creativity in our communitiesand worldwide. We envision a new economic engine composed ofcollaboration and community, in contrast to the silos and secrecyof the 19th/20th century economy.
THE VALUE/THE CODE OF CONDUCT OF THE COMMUNITYWe have the talent. We just need to work together. Different envi-ronments need to overlap, to connect and to interact in order totransform our culture. In order to create a sustainable communitybased on trust, we value:
    * collaboration over competition
    * community over agendas
    * participation over observation
    * doing over saying
    * friendship over formality
    * boldness over assurance
    * learning over expertise
   * people over personalities    * "value ecosystem" over "value chain"

This new economy cannot thrive without engaging the larger busi-ness, creative, entrepreneurial, governmental, non governmentala n d t e c h n i c a l c o m m u n i t i e s
together. THE FUTUREWe believe that innovation breeds innovation. We will transformthe world culture into one supportive of the entrepreneurial spirit,of risk taking, of pioneering into the unknown territories as the gre-at leaders of our times. This requires education, entrepreneurshipand a large networked of creative workspaces. We are reshaping the economy and the society through social entre-preneurship and  innovation. Our communities are coming togetherto re-build more human scale, networked, and sustainable econo-mies to build a better world.10
  10. 10. O que fazemosEVENTOSOrganizamos eventos informais com pessoas e ou projectos que, por serem bons exemplos, inspiram a acção.RENT A SPACEGerimos espaços de trabalho que pela sua configuração e organização são especialmente orientados para freelancers, star-tups e outras empresas em fase de arranque.11
  11. 11. 2 anosa mudarDois anos a mudar pessoas e a forma como elas trabalhame se em dois anos conseguimos mudar pessoas e a formacomo elas trabalham, conseguimos mudar as empresas. Ese conseguimos mudar as empresas, conseguimos mudar acidade. E se conseguimos mudar uma cidade, podemosmudar um país, e se conseguirmos mudar um país, vamosestar a mudar o mundo! Uma pessoa de cada vez!
  12. 12. 15
  13. 13. Testemunhos
  14. 14. Ser factoryano, é uma forma de estarna vida, onde solidificar relações e fa-zer as coisas acontecer se revelam àsforças propulsoras  desse sítio míticoque é o Factory. L u í s G u i m a r ã e s
Os sonhos são o mote das nossas vi-das, o que nos impele a fazer mais emelhor. O Factory é o sonho do Tiago,materializado num espaço acolhedor,moderno e dinâmico. Por tudo isso éinspirador. Parabéns e obrigado Tia-go! Venham muitos e bons anos.Luis FernandesNo Factory conheci pessoas que meajudam, apoiam e me empurram paraa frente, para que eu consiga mais. Oespírito de entre-ajuda é muito forte.Não me levam a mal os demais, masdevo salientar aqui o meu amigo Tia-go Gomes Sequeira.Pela garra, pela visão, pela iniciativa,pela coragem que coloca em tudo oque faz. O Tiago é um "fazedor" e aju-da os que estão à sua volta a fazertambém.Tiago, tu não tens bem noção dos "em-purrões" que tens dado na minhavida profissional.E creio que não tens bem noção deque parte do que eu tenho consegui-do profissionalmente, o devo a ti.Fica aqui o meu Obrigado! sincero :)Um abraço amigo doParadiseQuando entrei no Factory BusinessCenter pela primeira vez, fui imedia-tamente contagiado pelo sorriso esimpatia com que me receberam.Nuno BastosBom dia e Parabéns FY / Tiago!Sem dúvida foram e serão experiênci-as extraordinárias e muito dinamiza-dores por parte do Fy, que em muitose deve ao empenho e dedicação detoda a  equipa  fantástica dirigida porti!Grande abraço e muitos e longos para-béns!António José AraújoUm dia entrei no Factory no início datarde para fazer inscrição para umworkshop que ia decorrer na semanaseguinte. Já que estava aí, fui assistira uma sessão que estava a decorrer.No final da sessão fui ver os prepara-tivos do pitch e uma sessão de prepa-ração para o mesmo. Depois outroworkshop, um agradável lanche denetworking, uma apresentação de umlivro e outro workshop para terminar.Acabei por chegar a casa perto das21:00 e já tinha todas as pessoas pre-ocupadas sem saberem onde eu esta-va. Longa vida ao factory!!!PS - Ainda me falta provar o ShushiPedro Sousa BastoO Factory é o motor, do meu empreen-dedorismo.Criei o clube do empreendedor em Pe-nela inspirado em vós.Vós sois Maiores que o Sonho.xxv
  15. 15. Ou ainda: a vossa partilha de ingenui-dade enche o mundo de sábios.Obrigado TiagoMiro LuisA minha experiência começa em li-nhas e traços, passa por gerir emo-ções e cozinhar sushi e vai até a unsamigos porreiros que fazem algo es-quisito: co-Working e tricotManuel RibeiroO Factory é como um pequena cidadecheia de talentos de diferentes áreasonde as experiências se cruzam eonde se cria valor a cada hora quepassa. É um espaço de colaboração,partilha e alegria!José BaldaiaDizem que os projetos e empresassão o espelho das pessoas que os lide-ram. Concordo em absoluto se estiver-mos a falar do Factory e do Tiago. OFactory tem sido ao longo destes 2anos um íman de boa gente, bons pro-jetos, grandes ideias, grandes forma-ções e acima de tudo um grande im-pulso para a nossa cidade. Tudo istosó é possível graças ao grande carác-ter e inteligência do seu timoneiro.Grande abraço!Eurico LagesTiago,És uma força da natureza e com a tuaenergia e simpatia transformaste oFactory numa das maiores platafor-mas nacionais de promoção e facilita-ção do empreendedorismo. O traba-lho que fizeste nestes últimos 2 anosé fantástico e tens claramente dado oteu contributo para mudar este nossomundo.Muitos Parabéns!! E que venham mui-tos mais anos de trabalho e sonho ealegria!!"To the crazy ones"Inês Santos SilvaO Factory representa, para mim, umsítio especialmente concebido paratrocar e gerar conhecimento. Ao con-trário dos outros ambientes de traba-lho e de aprendizagem que conhecia,recordo-me perfeitamente da surpre-sa que senti ao observar a predisposi-ção das pessoas para dar e receberinformação, a colaborar, valorizandoas diferentes competências, contribu-indo de forma multidisciplinar paracriar, produzir, inovar.Em suma, quando penso no Factory,penso em aprendizagem e inovação,dado que  nunca saí de lá sem apren-der algo de novo e de valor!!!Parabéns!!!V â n i a R o d r i g u e sNo Factory conheci pessoas fantásti-cas que me ajudaram a destruir idei-as, construir outras, mudar as agu-lhas… essencialmente o que realmen-te importa é desenvolver um pensa-mento criativo e capaz de se superarem qualidade e quantidade.Uma palavra muito especial ao TiagoSequeira que foi a primeira pessoa aacreditar na minha ideia, ainda eunão sabia se haveria de acreditar, nãose poupando a esforços e disponibili-xxvi
  16. 16. zando-me logo todos os meios neces-sários (papel, caneta e networking)para começar um processo que maistarde vim a saber se chama LEAN eao qual fiquei ligado.É preciso saber muito bem o que seestá a fazer, e gostar do que se faz,para o fazer tão bem como a equipado Factory!Estão de parabéns e o vosso trabalhoestá à vista, não há como negar… con-tinuem e muito obrigado!Hugo MaganinhoDesde que entramos para o Factorycom a condição de virtuais, o nossoobjectivo é avançar o máximo no nos-so produto para que possamos estara 100% aí.  Acho que vocês têm istotão bem montado e as pessoas tãomotivadas no que fazem (sim, isto épara vocês e Tiago) só por isso vale apena fazer parte desta família.Continuem que nós faremos tudopara continuar.Abraço de toda a equipaJoão Ramos | Rui Macedo | Tiago DiasFactory é a luz ao fundo do túnel queme ajuda a acreditar que existe o ca-minho para a mudança de paradigmana experiência de trabalho, formaçãoe actividade empreendedora. Tudoisto no contexto incrivelmente desfa-vorável característico deste país, oque o torna ainda mais valioso. Espe-ro poder continuar a escrever maismensagens destas no futuro! Para-béns Factory! Como diria o outro: "He-res to the crazy ones. The misfits.The rebels. The troublemakers. Theround pegs in the square holes..."Abraço, Rui QuelhasNeste sítio as ideias não pedem auto-rização para entrar. Neste sítio há sor-risos, há poesia em música de fundo,há sempre alguém que entra e deixaentrar. Posso vir de bicicleta, possotricotar e ler um livro. Posso contar econtam comigo. Não sou mais uma.Sou a Maria e fiz do Factory o meulugar para trabalhar. Na inauguraçãotrouxe o meu barrigão de 7 meses, noprimeiro aniversário trouxe o Jaimee agora venho eu... para ficar! Para-béns!Maria FerreiraNinguém sabe dizer ao certo o que éempreendedorismo, mas é fácil reco-nhecê-lo quando acontece à frentedos nossos olhos. É sentir que sim, épossível. É possível mudar, é possívelcriar, é possível corrigir. E fazer. Fa-zer sem parecer que é difícil apesarde o ser. Fazer porque todas a fibrasdo corpo se inquietam e não admitemque se fique parado. E quando al-guém pergunta porquê… a resposta ésimplesmente porque não há outramaneira. É isso que se sente quandose entra no Factory. Não é apenas umlocal, é uma sintonia de razões paranão ficar parado. Aqui o espaço reflec-te essa vontade de mudança, mas éele próprio a mudança e muda comas vontades. É um projecto diferenteporque é feito de pessoas, não ape-nas de paredes pintadas de cores ale-gres. Aqui as janelas têm vista para omundo. E por isso vai mudando e evo-luindo, seguindo a visão do Tiago,xxvii
  17. 17. mas no trilho dinâmico do rasto deixa-do pela colisão das mentes inconfor-madas que têm entrado e saído desteespaço ao longo destes dois anos econtinuarão a entrar e a sair, no futu-ro.Elisabete SáÉ difícil quantificar o que significou oFactory para os Lemons (empresa) eLemons (Daniel e Marta de forma indi-vidual), pois grande parte do que so-mos hoje está ligado directa ou indi-rectamente ao Factory. Desde a pri-meira edição do movimento "Pitch"que foi o nosso primeiro contactocom o Factory, passando por todos oscontactos seguintes tanto através dosmúltiplos eventos, como do apoio fan-tástico do Tiago sempre com grandemotivação a empurrar-nos para afrente dando grandes dicas para o fu-turo, e passando também pelos mui-tos contactos que se fizeram no FY,sejam eles empresariais ou apenaspessoas que é sempre bom conhecer…A melhor forma para descrever o Fac-tory, acaba por ser, um ambiente levede conhecer imensas de pessoas qua-se como"escola", misturado com umamentalidade google, e o funcionamen-to de um canivete suíço. É bom, é mui-to muito bom! É o nosso sítio LaranjaMr & Mrs LemonO Factory participa numa luta desi-gual por um novo paradigma em Por-tugal. Ser pioneiro e visionário é sem-pre difícil e injusto mas o tempo temvindo a mostrar o valor e importân-cia do projecto para a cidade e para opaís.Como pai mantenho toda a confiançano projecto e no visionário! Continua-rei a apoiar no processo de consolida-ção do Factory porque acredito no va-lor do trabalho que está a ser feito.Ermelando SequeiraO Factory é para além de um excelen-te espaço de cowork, um gerador, pro-motor, agilizador de novos contactosprofissionais, negócios, projectos, ex-periências e conhecimentos funda-mentais para a minha carreira e per-curso de qualquer profissional do sé-culo XXI.Obrigada Factory!Mariana Alpedrinha ValençaA Elite Dream Machine sempre se afir-mou como "UMA EMPRESA COM GEN-TE DENTRO". Num mundo onde todosprocuram a diferença, nós procura-mos (também) IGUAIS! E encontramosum lugar COM MUITA GENTE DEN-TRO!!! Gente de verdade. ObrigadoFactory. :-)Luis PedroAmar o que se faz e fazê-lo no Fac-tory é escolher não trabalhar um úni-co dia da nossa vida.Miguel FlorianoO Factory é um espaço onde fervilha,a energia e a criatividade, onde sepode encontrar várias pessoas comenorme talento, que trabalham em di-ferentes áreas, acrescentando valor,xxviii
  18. 18. dia após dia, à nossa cidade. É essen-cialmente um espaço de trabalho, departilha, de muita energia e boa dis-posição.Carlos Joel PereiraFactory é camaradagem, ajuda, rede.Mais do que ter companhia, trabalharno Factory é fazer parte de um grupomaior do que a soma das suas partes.É usar clichês para tentar explicaralgo que dificilmente consegue ser ex-plicado, tem que ser experienciado.Diogo CamposA minha experiência no Factory temsido fantástica,Aqui não há burocracia, e o que há depior, aqui não existe.O Factory  é o que há de melhor:  pes-soas dinâmicas e um cooperativismono seu melhor .Só assim podemos crescer.AnabelaOs inadaptados, visionários, inquie-tos, sonhadores, malucos, inventores,encontram-se aqui, num Factory deabrigo que serve de estufa a ideias ede casa a projectos.Aqui se reúnem pessoas com um con-tributo a dar.Aqui se compreende que o mundo mu-dou, muda, mudará e que nós fare-mos parte dele, autores de um Futuroepicentro de vida.Aqui se cria uma comunidade e se cul-tiva a entre-ajuda, a partilha colabora-tiva em favor da criação de um mun-do que se quer reinventar.O que começou como um espaço éhoje uma forma de estar.Alexandre MendesO Factory tem sido uma lufada de arfresco nestes 2 anos.Uma fábrica onde a única coisa stan-dardizada é a sua filosofia própria, ali-mentada por uma energia cativante,fixada num espaço acolhedor ondeacontece magia.Ricardo CorreiaHá 2 anos, o Factory foi um dos revo-lucionários que fez o 25 de abril con-tra a crise e o negativismo na cidadede Braga, precipitando o seu estatutoatual, de cidade do empreendedoris-mo e criatividade empresarial.O conceito Factory é tão inovador eentrosado nas necessidades atuais domercado, que consegue dar respostasa perguntas, antes de a maioria sea p e r c e b e r q u e e l a s s e r ã ocolocadas.  Reensina métodos de tra-balho, dando a volta ao jogo, e paraque se saiba que há diferentes for-mas de obter os mesmos resultados.Ganha quem for mais criativo a atin-gi-los.Outro dos segredos do Factory - eque nenhuma universidade ensina - éa aposta no EU. Sou EU que atingireio sucesso. Sou EU que preciso de aju-da, e sou EU que farei a diferença nomercado. Todos os workshops propos-tos no Factory, por mais técnicos quese apresentem, e contando com facili-tadores altamente competentes, pro-curam indiretamente tocar e surtirefeito sobre o   EU. Isso é PsicologiaSocial ao mais alto nível. Embora oxxix
  19. 19. Factory seja assim especial a muitosoutros níveis, estes são os que me-lhor conheço e para mim é o quantob a s t a .
Momento à Cristina Caras-Lindas(que se arrisca a mandar pelo esgotoas palavras anteriores): Parabéns Fac-tory por estes primeiros estrondosos2 anos, e Obrigada por seres quemés! :)Flávia PeixotoHá um tipo de pessoas em particularque grita "eu faço". Toda a gente quejá viveu um pouco o inicio de gran-des ideias sabe do que estamos a fa-lar. É o tipo que vai directo ao osso,que sabe o que quer e que põe imedi-atamente um plano em execução.Quem já viveu o inicio de grandesideias sabe que se deve escolher bemas companhias e que esta espécie emparticular é escassa, alimenta-se deuma força desconhecida e mordequando a ideia morde de volta. A or-ganização do primeiro SuitOff, e maistarde a nossa vinda para o Factory,deve-se apenas ao entusiasmo comque o Tiago nos brindou dando-nos aconhecer esta espécie particular depessoas que habita este espaço e setornou aos poucos a nossa segundacasa.Equipa da betabranchTrabalhar no Factory é tudo em 1. É como trabalhar numa grande empre-sa com pessoas diferentes para conhe-cer e com quem trocar experiências,é como uma empresa familiar ondetodos se conhecem bem mas com avantagem de separar negócios e famí-lia e depois somos nós sozinhos oucom mais uma ou duas pessoas e au-tonomia completa.Rui CarvalhoMais do que um sítio para trabalhar.Mais do que um sítio para estar. Umsítio para aprender, para crescer epara “se ser”. No Factory descobriuma nova equipa, uma nova comuni-dade, uma nova família, com que mui-to aprendi e muito irei aprender. Umasegunda casa à qual dedicarei todo omeu esforço para a fazer crescer etornar no “best place to (co)work”!Obrigado e parabéns Factory.
Obrigado e parabéns Tiago.José FontaínhasPara mim trabalhar no Factory temsido uma experiência verdadeiramen-te autêntica de como um negóciopode e deve ser enérgico e criativo. Apaixão e o entusiasmo da equipa doFactory é contagiante e isso é um ele-mento diferenciador que nunca encon-trei em outro ambiente de trabalho.Destaco a filosofia e a cultura flexívelque privilegiam o que o coworker pre-cisa e não propriamente o que faz,proporcionando a partilha de contac-tos, conhecimentos e sinergias entreos Factoryanos.Resumindo o Factory não é apenasum espaço físico de partilha de recur-sos, é uma partilha de ideias, experi-ências e vidas! Força Factory Team,tudo de bom e continuem assim!!! ;)Nuno Fernandesxxx
  20. 20. Conheci o Factory em fase de planea-mento da segunda edição do So Pitche a energia que se vivia contagiou-me de tal forma que senti que tam-bém queria fazer parte.A minha filha, durante muito tempo,descrevia o Factory como aquele sítioonde os meninos andam muito de-pressa. Eu próprio ainda consigo ou-vir mentalmente o "Barbara Strei-sand" quando desço aquelas escadas.:-) Hoje, o Factory significa muitomais para mim. É um espaço onde asideias brotam naturalmente e o desa-fio é agarrar e alimentar as que nosparecem mais promissoras.Braga foi abençoada com uma gera-ção de homens e mulheres capazesde realizar coisas incríveis. O Tiago éum desses bracarenses. Pessoas comoele, naturalmente, atraem outras - es-trangeiros como eu - que não conse-guem ficar de fora e o Factory é umdesses locais que deverá constar noGoogle Maps como "Epicentro deTransformação Cultural e Social".Paulo XavierNestes 2 anos encontrei no meu dia-a-dia pessoas dinâmicas, uma comuni-dade sempre pronta a ajudar, amigosque ficaram para a vida, compreen-são e companheirismo por parte daRenata e do Tiago. Acima de tudo umtrabalho pelo qual me apaixonei, eque me tornou uma pessoa melhor!Acordo todas as manhãs com a vonta-de de vir para aqui, para me inspirare trabalhar com pessoas, “vestir a ca-misola”, sentir que remamos todos nomesmo sentido e com o mesmo objec-tivo.O novo lema do Fy aplica-se comouma luva à minha experiência neste2 fantástico anos: Factory [life] redefi-nedCatarina SousaHá uns valentes anos atrás pensaría-mos que a forma de mudar o mundoseria criar uma rebelião, armarmos-nos até aos dentes e marchar contraqualquer coisa. Hoje em dia são espa-ços como o Factory que podem mu-dar o mundo. Em dois anos, o impac-to deste espaço é imensurável. Mas oespaço é nada seria, se fosse isentodas fantásticas pessoas que o coorde-nam. Continuem malta, ainda mal co-meçamos.Roberto MachadoTiago e Factory são sinónimos!É certo que um, não existe sem o ou-tro!Ao longo destes 2 anos, assistimos àconstrução desta casa de geração deideias. O Factory  transformou-se  naalma do empreendedorismo, da criati-vidade e da inovação na cidade deBraga. O arquitecto, Tiago, e toda asua equipa, nunca consideram a suaobra acabada, surpreendendo-nos acada dia que passa, com novas dinâ-micas e iniciativas.Tiago, a genuinidade e a audácia quete caracterizam, transformam-te noarquitecto que todas as obras necessi-tam!Muitos Parabéns Tiago! Muitos Para-béns Factory! Muitas e boas surpre-sas, são os votos da "Faz uma Surpre-sa!"Margarida e Ângeloxxxi
  21. 21. “Eles não sabem, nem sonham, que osonho comanda a vida, sempre queum Homem sonha o Mundo pula eavança como bola colorida entre asm ã o s d e u m a c r i a n ç a " .
Cantemos como António Gedeão, nes-te dia de festa em que se celebra o 2ºaniversário do Factory, pois não hádúvida que a bola colorida nas mãosdo Tiago fez e continua a fazer pulare a v a n ç a r B r a g a .
Um sonho que vi nascer, crescer e con-cretizar-se. Sinto-me uma privilegia-d a !
Com a concretização deste sonho - oFactory - conheci pessoas com caris-ma, com valores, com atitude, com asquais partilhei momentos únicos.
Aprendi, cresci, sorri e voltei a acredi-tar na potencialidade da cidade deB r a g a e d a s u a g e n t e .
Parabéns ao Sonhador, o Tiago, e a to-dos aqueles que acreditaram nele eque tornaram este sonho realidade!
V i v a a o F a c t o r y !
Renata G. SequeiraEscrever sobre o Factory é, para mim,muito difícil; difícil porque o timonei-ro deste projecto é, para mim, umapessoa muito especial pela qual te-nho a maior admiração. Não é aquelaadmiração que temos pelas figuras pú-blicas ou heróis que vamos conhecen-do ao longo da vida, é aquela admira-ção que temos pelos filhos, pelos fa-miliares e pelos melhores amigos!Conheci o Tiago nuns encontros men-sais. Ao segundo encontro ninguémacreditava que não nos conhecíamosdesde miúdos!Entendem agora o difícil que é dar aminha opinião sobre o "filho dele" fa-lar sobre um neto é muito complica-do. Mas é mais complicado aindaquando racionalmente reconhecemosque ali está um grande projecto, queaquele é o tipo de projecto que sóexiste nas grandes cidades ou entãosó pode ter sido parido por uma men-te extraordinária e muito à frente!Parabéns ao Factory, muito e muitoobrigado ao Tiago por continuar aacreditar em Braga, sim porque o nor-mal seria ele estar com o seu Factorye todas as suas ideias em Berlim, Lon-dres ou Tóquio onde estão todas asoutras pessoas da sua constelação.Obrigado Tiago.Paulo MarquesO l á F a c t o r y , 
Vim aqui visitar-te apenas para quenão se acabe essa cor enérgica, paraque não se acabe o infinito,
nessa casa tão em nós, onde és a eter-n a e i n fi n i t a r e c r i a ç ã o
dos sonhos. É mesmo bom admirar-tee ter a sorte de poder celebrar conti-go a 2 Dois anos, nessa tremenda sim-bologia, onde começa o “Nós”. 
Tens dado o peito como um condena-d o s e e n t r e g a à s b a l a s
para ser feliz uma vez mais, com oque tens acreditado a vida inteira. Sóum dia, o teu coração FACTORY sabe-rá a resposta, a verdadeira, a quem a i s i n t e r e s s a . 
Venham mais 2! 2000 anos!Ângela, a Berlinde.xxxii

×