SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
1. Descreve o comportamento dos blocos de madeira
na água.
2. Indica, justificando, qual dos blocos representa
uma montanha.
3. Explica o comportamento do bloco C se diminuir o
seu volume.
4. Explica o aparecimento de granitos superficiais em
Évora atendendo ao seu local de formação.
A
B
C
O iceberg e o navio flutuam porque o volume submerso é
mais leve que o volume de água deslocado.
De igual forma, o volume relativamente leve da Crosta
Continental, projectado no Manto permite a “flutuação   da
montanha”.
Isostasia ( do grego isos, igual e statis,
equilíbrio).
Teoria que tenta explicar as posições de equilíbrio
que ocorrem em profundidade entre a astenosfera e
a litosfera, daí resultando os movimentos verticais da
crusta.
Ajustamentos isostáticos são todos os
ajustamentos que ocorrem entre a litosfera e a
astenosfera de modo a ajustarem os desequilíbrios
ocorridos quer pela erosão, quer pela deposição de
material.
Pratt (1855)
3,0
3,3g/ cm3
Manto
2,9
Nível de compensação
Os continentes, com
as suas elevações,
seriam constituídos
por rochas mais
leves e o substrato
dos oceanos, por
rochas mais pesadas.
Os blocos menos
densos emergem
mais que do que os
mais densos e de
maior massa.
2,8
2,9
3,1
Airy (1855)
2,9g/ cm3
3,3g/ cm3
Manto
Se fosse construída uma
montanha artificial do
tamanho do Himalaias,
não haveria rocha alguma
que resistisse a tal
pressão.
A crosta constituída de
blocos de mesma
densidade, quanto mais
alto for o bloco de Sial,
maior será a sua raiz
mergulhada no substrato
constituído pelo Sima.
(Isostasia)- Suess - foi a partir de dados da isostasia que
wegener propôs a sua teoria
• Densidade média
da crosta
continental
–2,67 g/cm3
• Densidade média
da crosta oceânica
–2,8 g/cm3
Actuação simultânea das variações de
espessura e densidade
Nível de compensação isostático
Ocorre quando os valores da
gravidade de um determinado local
não são os esperados teoricamente.
Negativa
s
Na vertical da estação de medida existe um défice
de massa.
Ocorre o levantamento da litosfera.
Ex: Erosão e degelo
Ocorre quando os valores da
gravidade de um determinado local
não são os esperados teoricamente.
Positivas
Na vertical da estação de medida existe um
excesso de massa.
Ocorre afundamento da litosfera.
Ex: Sedimentação e glaciações.
Isostasia
Isostasia
Isostasia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Rochas - arquivos que relatam a história da Terra
Rochas - arquivos que relatam a história da TerraRochas - arquivos que relatam a história da Terra
Rochas - arquivos que relatam a história da Terra
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Minerais.ppt
Minerais.pptMinerais.ppt
Minerais.ppt
 
6 métodos estudo interior da terra
6   métodos estudo interior da terra6   métodos estudo interior da terra
6 métodos estudo interior da terra
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Princípios Estratigráficos
Princípios EstratigráficosPrincípios Estratigráficos
Princípios Estratigráficos
 
Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
 
Geomorfologia fluvial
Geomorfologia fluvialGeomorfologia fluvial
Geomorfologia fluvial
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
 
II - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTALII - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTAL
 
Geomorfologia
GeomorfologiaGeomorfologia
Geomorfologia
 
9 vulcanologia
9   vulcanologia9   vulcanologia
9 vulcanologia
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestres
 
Fraturas e falhas
Fraturas e falhasFraturas e falhas
Fraturas e falhas
 

Semelhante a Isostasia

6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
Joao Paulo
 
6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
Joao Paulo
 
6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
Joao Paulo
 
Fichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10anoFichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10ano
Magda Charrua
 

Semelhante a Isostasia (20)

Geologia 12 isostasia
Geologia 12   isostasiaGeologia 12   isostasia
Geologia 12 isostasia
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
 
6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
 
6ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 206ano grupo 04 atividade 20
6ano grupo 04 atividade 20
 
Margens oceanicass
Margens oceanicassMargens oceanicass
Margens oceanicass
 
Exercício de resgate recuperaçao paralela.
Exercício de resgate   recuperaçao paralela.Exercício de resgate   recuperaçao paralela.
Exercício de resgate recuperaçao paralela.
 
Paleomagnetismo0001
Paleomagnetismo0001Paleomagnetismo0001
Paleomagnetismo0001
 
Fichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10anoFichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10ano
 
A convenção no manto terrestre e o movimento das placas litosféricas
A convenção no manto terrestre e o movimento das placas litosféricasA convenção no manto terrestre e o movimento das placas litosféricas
A convenção no manto terrestre e o movimento das placas litosféricas
 
Vulcanismo 6
Vulcanismo 6Vulcanismo 6
Vulcanismo 6
 
1geo12
1geo121geo12
1geo12
 
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRERevisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
 
Formação dos Continentes
Formação dos ContinentesFormação dos Continentes
Formação dos Continentes
 
Geologia
Geologia Geologia
Geologia
 
P15. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 2
P15. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 2P15. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 2
P15. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 2
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Litosfera
 
Noções básicas de geologia cursinho
Noções básicas de geologia   cursinhoNoções básicas de geologia   cursinho
Noções básicas de geologia cursinho
 
Terra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudançaTerra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudança
 

Mais de Francisco Vasconcelos (20)

Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Reproducao
ReproducaoReproducao
Reproducao
 
Perfis Topográficos
Perfis TopográficosPerfis Topográficos
Perfis Topográficos
 
Datação da terra
Datação da terraDatação da terra
Datação da terra
 
Palavras paraquê
 Palavras paraquê Palavras paraquê
Palavras paraquê
 
Inferno
InfernoInferno
Inferno
 
Wegener geo 12
Wegener geo 12Wegener geo 12
Wegener geo 12
 
Sucesso
SucessoSucesso
Sucesso
 
Reuniao geral1
Reuniao geral1Reuniao geral1
Reuniao geral1
 
Meio intra e extracelular
Meio intra e extracelularMeio intra e extracelular
Meio intra e extracelular
 
Divisao celular
Divisao celularDivisao celular
Divisao celular
 
O metodo científico
O metodo científicoO metodo científico
O metodo científico
 
A cigarra e a formiga
A cigarra e a formigaA cigarra e a formiga
A cigarra e a formiga
 
Portas de garagem
Portas de garagemPortas de garagem
Portas de garagem
 
Turma do curso de informatica
Turma do curso de informaticaTurma do curso de informatica
Turma do curso de informatica
 
Trintamentiras
TrintamentirasTrintamentiras
Trintamentiras
 
Pai cria filho
Pai cria filhoPai cria filho
Pai cria filho
 
A celula
A celulaA celula
A celula
 
Mercedes Benz M Zeum
Mercedes Benz M ZeumMercedes Benz M Zeum
Mercedes Benz M Zeum
 
gastronomia madeirense
gastronomia madeirensegastronomia madeirense
gastronomia madeirense
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (6)

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdfConcurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
 

Isostasia

  • 1.
  • 2. 1. Descreve o comportamento dos blocos de madeira na água. 2. Indica, justificando, qual dos blocos representa uma montanha. 3. Explica o comportamento do bloco C se diminuir o seu volume. 4. Explica o aparecimento de granitos superficiais em Évora atendendo ao seu local de formação. A B C
  • 3. O iceberg e o navio flutuam porque o volume submerso é mais leve que o volume de água deslocado. De igual forma, o volume relativamente leve da Crosta Continental, projectado no Manto permite a “flutuação   da montanha”.
  • 4. Isostasia ( do grego isos, igual e statis, equilíbrio). Teoria que tenta explicar as posições de equilíbrio que ocorrem em profundidade entre a astenosfera e a litosfera, daí resultando os movimentos verticais da crusta. Ajustamentos isostáticos são todos os ajustamentos que ocorrem entre a litosfera e a astenosfera de modo a ajustarem os desequilíbrios ocorridos quer pela erosão, quer pela deposição de material.
  • 5.
  • 6. Pratt (1855) 3,0 3,3g/ cm3 Manto 2,9 Nível de compensação Os continentes, com as suas elevações, seriam constituídos por rochas mais leves e o substrato dos oceanos, por rochas mais pesadas. Os blocos menos densos emergem mais que do que os mais densos e de maior massa. 2,8 2,9 3,1
  • 7. Airy (1855) 2,9g/ cm3 3,3g/ cm3 Manto Se fosse construída uma montanha artificial do tamanho do Himalaias, não haveria rocha alguma que resistisse a tal pressão. A crosta constituída de blocos de mesma densidade, quanto mais alto for o bloco de Sial, maior será a sua raiz mergulhada no substrato constituído pelo Sima.
  • 8. (Isostasia)- Suess - foi a partir de dados da isostasia que wegener propôs a sua teoria
  • 9.
  • 10. • Densidade média da crosta continental –2,67 g/cm3 • Densidade média da crosta oceânica –2,8 g/cm3
  • 11. Actuação simultânea das variações de espessura e densidade Nível de compensação isostático
  • 12. Ocorre quando os valores da gravidade de um determinado local não são os esperados teoricamente. Negativa s Na vertical da estação de medida existe um défice de massa. Ocorre o levantamento da litosfera. Ex: Erosão e degelo
  • 13. Ocorre quando os valores da gravidade de um determinado local não são os esperados teoricamente. Positivas Na vertical da estação de medida existe um excesso de massa. Ocorre afundamento da litosfera. Ex: Sedimentação e glaciações.