Trabalho remoto - bate papo na ESPM

163 visualizações

Publicada em

Material sobre trabalho remoto utilizado em bate papo com a turma do MBA em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas 2015/2

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho remoto - bate papo na ESPM

  1. 1. OBA!! Virei remoto  E agora?
  2. 2. • Mais de 60% dos empregadores oferecem algum tipo de oportunidade de trabalho remoto • Em torno de 40% dos trabalhadores trabalham de alguma forma (parcial ou totalmente) remotamente • Pesquisas apontam entre 26% e 36% das grandes empresas oferecem a possibilidade de trabalho remoto em parte da jornada a pelo menos uma parcela dos funcionários
  3. 3. Para ter mais flexibilidade na jornada de trabalho (em %) http://www.cisco.com/c/en/us/solutions/enterprise/connected-world-technology-report/index.html
  4. 4. www.exame.abril.com.br/revista-exame/noticias/mais-trabalho-de-casa US$ 11000 por ano, por funcionário (considerando aluguel e energia) Global Workplace Analytics, especializada em novas organizações do trabalho, estima que nos Estados Unidos a economia com a mudança chegue a semanais a mais do que quem cumpre jornada no escritório As horas perdidas em deslocamento se revertem em até três semanas em horas livres a mais por ano.
  5. 5. Razões para as Empresas não permitirem • 49% alegam que “Há necessidade dos profissionais estarem fisicamente na empresa para executar as funções” • 29% assumem que “Não se sentem confortáveis com a falta de supervisão” • Dificuldade no controle por produção ao invés de horas? • 28% justificam “Razões de segurança” Robert Half: Coordenar equipe remota é desafio do home-office no Brasil. Ref. PR-03467 (pesquisa com 1.777 diretores de RH de 13 países e grandes centros) Pesquisa feita pela PwC, 69% das empresas brasileiras gostariam de implementar horário flexível e 64% de oferecer o trabalho remoto, mas não o fazem porque temem problemas legais. http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1090/noticias/mais-trabalho-de-casa
  6. 6. Razões para os Profissionais não quererem Um levantamento da Universidade Stanford concluiu que a taxa de promoção de funcionários que trabalham em casa é 50% menor do que a de funcionários presentes no escritório. Essa é uma das razões pelas quais algumas empresas, como Philips e Unilever, mantêm os funcionários apenas de um a dois dias da semana fora do escritório. Segundo uma pesquisa feita pela Steelcase, 70% dos profissionais que trabalham de casa dizem não conseguir executar a tarefa como esperavam porque a distância do escritório e dos colegas atrapalha. 43% afirmaram que muitas vezes é difícil ter o mesmo nível entendimento por telefone ou vídeo.
  7. 7. As três empresas argumentaram que a interação entre os profissionais é importante para a criatividade e geração de novas ideias. FIM do programa Todos ao escritório (2013) Reduziu as possibilidades Autorização Gestores FIM do programa Todos em San Francisco
  8. 8. Pontos de atenção • Atividade tem que permitir baixo ou nenhuma necessidade de contato presencial • As funções devem ser compatíveis com o modelo: atividades, áreas, colaboradores e também a contratação • Métricas claras • Produtividade tende a ser maior • Não haverá deslocamento e redução de algumas despesas, bem como aumento de outras
  9. 9. Pontos de atenção • Maturidade profissional • Capacitação profissional • Clareza no formato de atuação • Ativos da empresa x ativos pessoais • Estabeleça práticas de relacionamento entre as equipes • Como o time do escritório vai interagir com equipes remotas
  10. 10. Pontos de atenção • Infra estrutura empresarial adequada • Pode ser necessário ajustar algumas áreas da empresa, sistemas de segurança, a gestão de acessos, investir em equipamentos para mobilidade, adequar sistemas internos, etc. • Hardware e softwares adequados e atualizados, confiáveis e com SLA adequado. Ter um bom plano B. • Suporte remoto e/ou local – parceiros? Deslocamento do profissional para a empresa em caso de necessidade? • Quanto custa um dia do profissional parado? • Suporte aos gasto extras do profissional em casa? • Grandes investimentos podem ser necessários...
  11. 11. Pontos de atenção • Home Office adequado • Cuidados com ergonomia. Mesa adequada, cadeira adequada, iluminação adequada, climatização adequada, etc. • Conexão a Internet com velocidade adequada • É um escritório, materiais à mão! • Escritório na sala não funciona em casa barulhenta • Cachorros, crianças, janela para o playground do prédio, obra ao lado • Dia de faxina • O café do shopping até funciona em algumas ocasiões, mas não serve para o dia a dia
  12. 12. Revista eletrônica do TJ-SP faz recomendações sobre o que evitar ao optar pelo home office (Foto: Reprodução/Revista Eletrônica do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - n. 1 - abril a junho/2014)
  13. 13. E o que muda no Projeto?
  14. 14. Escopo do Produto se mantém ...mas o escopo do Projeto • O projeto tem que considerar as condições de trabalho remoto • Uso intensivo de meios de comunicação eletrônicos • Telefone, e-mail, Skype, Hangouts, WhatsApp, Lync, SMS, recado em caixa postal... • E-mail, ah... os e-mails... • Reuniões presenciais x telefone
  15. 15. É o percentual de tempo dedicado pelo Gerente de Projetos em alguma forma de comunicação, como: conferências, reuniões, redação de memorandos, leitura ou preraparação de relatórios e conversas com membros do time de projetos, gestores superiores e todas as outras partes interessadas. Entre 75 e 90% Das 8 horas/dia, pelo menos 7 serão usadas em alguma forma de comunicação Art of communication in project management http://www.pmi.org/learning/effective-communication-better-project-management-6480
  16. 16. O impacto remoto http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/v11%20n2%20artigo7.pdf
  17. 17. Falando • Cuide da sua fala (bengalas, vícios de linguagem) • Cuide da sua voz • Leia! A leitura melhora seu vocabulário • Faça uso adequado do tom de voz • Fale com energia e entusiasmo • Saiba escutar
  18. 18. Remoto é diferente! • Garanta que todos saibam quem está na conversa • Alinhe a forma de exposição • Confirme o entendimento comum de cada ponto trabalhado • O tom de voz para dar segurança e dominação! • É seu maior recurso - comunicação não verbal limitada o inexistente • Use uma entonação diferente para salientar pontos importantes! • Saiba inserir lacunas nos diálogos para obter mais informações! • No final faça uma revisão dos itens tratados
  19. 19. Lavrando a sentença de morte • Organização e Planejamento! • Gestão do tempo/ timezones/ disciplina • Importância do nome • Velocidade da voz • A incrível função mute • Ruídos estranhos durante a reunião • Jamais coma ou beba durante a reunião • Higiene pessoal (não corte as unhas, cuidado ao assoar o nariz, banheiro...) • Reunião no trânsito • Ambiente para uso de webcam (e vestimenta)
  20. 20. Escrevendo • Cuide da sua letra. O que eu anotei aqui? • Leia! A leitura melhora seu vocabulário e sua capacidade de escrita • Trabalhe sua capacidade de escrita – VOCÊ TEM QUE QUEBRAR OS 7% • ANTES de enviar, LEIA o que você escreveu • Cuidado com o que você escreve em *** INTERNAL ONLY *** • Aprenda a fazer apresentações com conteúdo visual • Busque alternativas
  21. 21. Comportamento • Busque ser assertivo e seja confiante • Tenha persistência (você será testado, esteja certo disto) • Convença as pessoas a ajudar você a influenciar as outras • Seja capaz de resolver conflitos • Busque e construa consenso • Tome a iniciativa para mostrar aos outros como fazer as coisas • Seja capaz de barganhar e/ou negociar • Esteja disposto a pedir ajuda e a ajudar • Mesmo trabalhando da paz e silêncio de seu home office, você não trabalha sozinho. Você precisa continuar em contato e trabalhar bem com seus colegas
  22. 22. • Você não está frente a frente • Você não sente o “calor da situação” • Não há “olho no olho” • Foco ainda maior em ter empatia
  23. 23. • Vida pessoal melhor organizada • Relativa flexibilidade de agenda • Vestuário • Sem stress diário do trânsito • Almoçar em casa • Acesso às facilidades da casa • Demandas emergentes e rotina (um pouco mais) flexível com os compromissos assumidos com a família
  24. 24. • Almoçar em casa... Inclusive domingos • Stress MUITO maior no trânsito • Não tem a paradinha pro bate-papo no café, atualização dos assuntos cotidianos • Você passa a ser parte da rotina da casa • Fácil extrapolar horários e trabalhar mais que 9h • Diminuição dos assuntos fora do cotidiano doméstico • Tempo de adequação da família • Outro nível de Discussão da Relação
  25. 25. Tu trabalha? Como tu não tem tempo se tu vive em casa?
  26. 26. Dicas • Inicie de forma regrada, com horário de começo e término das atividades, pausa para almoço e café, e após um tempo, quando se organizar (e se quiser), pense em flexibilizar os horários • Se você tem filhos, lembre-se que ele está na casa dele • Pense 2 vezes se você realmente precisa interromper a atividade que está fazendo para atender uma demanda doméstica
  27. 27. Dicas • Invista em um headset com noise cancelling. Acredite, será útil! • Tem momentos que a comunicação face to face é necessária, considere isto
  28. 28. • Porta fechada = não estou (urgente, bata 3x) • Se eu não puder te atender, não vou te atender (urgente, liga 3x) • Não aceito convite para ser síndico, membro do conselho, ... • Não interrompo minhas atividades para: • Atender ao interfone • Atender ao telefone de casa • Receber visitas (principalmente vizinhos) • Atender vendedores de qualquer coisa
  29. 29. Somos diferentes. Cada ser Humano é único! Não há receitas que funcionem para todos. Se tiver oportunidade, experimente! Somos o somatório de nossas experiências.
  30. 30. Obrigado! Fábio Giordani giordanibr@gmail.com

×