Successfully reported this slideshow.
Idade Média
Denominação e Cronologia Surgiu da divisão da história humana feita pelosrenascentistas, no início da Idade Moderna. Os ...
Denominação e Cronologia Considerada o tempo do primitivismo, doatraso e do empobrecimento a culturaeuropéia, a ponto de ...
Denominação e CronologiaCríticas:– Etnocentrismo– Universalismo
Império Bizantino
Origem 395: divisão do império (Governo deTeodósio) Império Romano do Oriente ouImpério Grego.
Localização Geográfica Constantinopla – capital.– Antiga Bizâncio, hoje Istambul (TUR).– Local privilegiado estrategicame...
Características Gerais Nunca houve unidade racial; ali viviam latinos,gregos, semitas, germanos; eslavos, etc. Em termos...
Economia Estado centralizador. Agricultura: latifúndios, controlados pela Igreja(mosteiros católicos) e por uma nobrezal...
Política O Império Bizantino era governado poruma monarquia centralizada, despótica eteocrática. O imperador comandava oe...
Governo de Justiniano (527-565) Conquistas territoriais.– Península Itálica +Península Ibérica + Norte daÁfrica. Compila...
Governo de Justiniano (527-565) Criação do “Sólidus” Burocracia centralizada +gastos militares + impostos.– Revoltas pop...
Igreja “Agia Sophia” ou “SagradaSabedoria”
Religião Surgimento de heresias:– MONOFISISTAS – negação da santíssimatrindade (Cristo apenas com natureza divina);– ICON...
Decadência séc. VII e VIII – invasões de bárbaros eárabes; séc. XI – XIII – alvo das Cruzadas; 1453 – Conquistados pelo...
Legado Cultural Estado multi-étnico: mescla de elementosdiversos (idioma grego, religião cristã,romano, gosto pelo requin...
Império Árabe
Localização Geográfica Localizou-se naPenínsula Arábica,entre o marVermelho e o GolfoPérsico. 5/6 doterritóriocorresponde...
Arábia Pré-Islâmica Descentralizados, possuindo cada tribo autonomia ediversidade cultural e lingüística. Eram politeísta...
Arábia Islâmica Centralização, monoteísmo e iconoclastia Maomé (570-632): processo de unificação Percorreu diversas ter...
Arábia Islâmica Centralização, monoteísmo e iconoclastia Maomé (570-632): processo de unificação Percorreu diversas ter...
Arábia Islâmica Maomé: nasceu em 560 d.C., coraixita,porém de família pobre. Órfão, foi educadopelo tio, participando de ...
Arábia Islâmica Aos 41 anos teve a primeira visão do anjoGabriel que lhe disse: "Há um só deus,ALÁ, e um só profeta, MAOM...
Arábia Islâmica Suas pregações entramem choque com a idolatriada Caaba, culminando emsua perseguição pelosCoraixitas. Hég...
Expansão Árabe 1ª fase: expansão interna (unificação) – até 632. 2ª fase: após a morte do Profeta, a expansão foicomanda...
 632 a 661: primeiras conquistas no oriente(Egito, Síria, Pérsia e Palestina).
 661 a 750: expansão para o ocidente (dinastiaOmíada). Gibral Tarik (711) atravessou o estreito queleva seu nome e o avan...
 750 a 1258: dinastia Abássida. A grande extensão doImpério Árabe e as disputas políticas e religiosasinternas conduziram...
Expansão Árabe Conseqüências:– Mesmo sem conquistar toda a Europa,ela foi isolada. Fecharam a principalvia de comércio co...
Religião Islamismo – Islão =submissão à Alá Muslim = seguidor de alá Livro sagrado: Al Corão Predestinação: desencoraj...
Religião Princípios fundamentais:1) Crer em Alá, o único Deus, e em Maomé,seu profeta;2) rezar cinco vezes ao dia em dire...
Religião DJIHAD (guerra santa) “A espada é a chave do céu e do inferno.Quem a desembainhar pela causa da féislâmica será...
Religião É a terceira religião monoteísta; Possuem ascendência hebraica
AbraãoIsaacJudaísmoIsmaelPai dos outros povos árabesJesusCristianismoIgreja Ortodoxa 400 d.c. Maomé IslãMuçulmano apróx. 4...
Religião Com a perda da unidade religiosa após a mortede Maomé, surgiram diversas seitas: Sunitas: menos radicais, adota...
Sunitas e Xiitas Hoje
Legado Cultural Por respeitarem os povos conquistados,permitindo-lhes conservarem seushábitos e costumes, acabaram porass...
Legado Cultural A escultura e a pintura:pouca atenção,(idolatria) Grande utilização dearabescos.
Legado Cultural arquitetura: construção deMesquitas (templos) eMinaretes (torres).Influência bizantina epersa, com cúpula...
Legado Cultural literatura: grandecontribuição persa.Destaque para oRubayyat, de OmarKhayyam, e As mil e umanoites, colet...
Legado Cultural Matemática: sistema numérico indo-arábico,trigonometria e álgebra. Física: fundamentos da óptica (refraç...
Legado Cultural Medicina: combate a doenças epidêmicas.Destaque: Avicena e sua obra Canon. História: Ibn-Kaldum (a evolu...
Legado Cultural A civilização islâmica, assim como, suacontemporânea bizantina, influenciouprofundamente o pensamento e e...
POVOS BÁRBAROS
QUEM ERAM OS BÁRBAROS? OS GREGOS E DEPOIS OS ROMANOSCHAMAVAM DE “BÁRBAROS” OS POVOS QUEVIVIAM ALÉM DOS DOMÍNIOS DE SUACIV...
Visão Estereotipada O historiador Amiano marcelino, que eraoficial do exército romano, descreveualgumas características d...
Visão Estereotipada Vestem-se com tecidos de linho ou com peles deanimeias cozidas umas às outras. Depois de vestirsuas r...
Visão Estereotipada Não se dedicam àagricultura. Passam a vidaandando pelas montanhas eflorestas. Não tem nenhumaforma de...
Características GeraisEconomia agropastoril.Ausência de comércio e moeda.Ausência de escrita.Inicialmente politeístas....
Bárbaros e Romanos FASE DASMIGRAÇÕES: SÉCULOSIII E IVOs germanosentraram nosdomínios do Impérioromano de formapacífica, p...
 FASE DAS INVASÕES:A PARTIR DO SÉC. VCorresponde aoperíodo em que osgermanos entram noImpério Romano deforma violenta ebr...
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)

6.818 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)

  1. 1. Idade Média
  2. 2. Denominação e Cronologia Surgiu da divisão da história humana feita pelosrenascentistas, no início da Idade Moderna. Os renascentistas foram geralmente vistos comocontinuadores dos ideais científicos, artísticos eestéticos das civilizações clássicas. Era como sehouvesse um grande intervalo entre os antigosgregos e romanos e os renascentistas de então.Esse intervalo, esse “meio”, sob o prisma de umúnico processo de avanço da humanidade,acabou recebendo o nome de Idade Média.
  3. 3. Denominação e Cronologia Considerada o tempo do primitivismo, doatraso e do empobrecimento a culturaeuropéia, a ponto de os ingleses teremforjado a expressão que se tornou famosapara designar o período: Dark Ages,Anos Escuros ou Idade das Trevas, dasSombras.
  4. 4. Denominação e CronologiaCríticas:– Etnocentrismo– Universalismo
  5. 5. Império Bizantino
  6. 6. Origem 395: divisão do império (Governo deTeodósio) Império Romano do Oriente ouImpério Grego.
  7. 7. Localização Geográfica Constantinopla – capital.– Antiga Bizâncio, hoje Istambul (TUR).– Local privilegiado estrategicamente –contatos entre Oriente e Ocidente, rota decomércio. Comércio ativo + produção agrícolapróspera = riquezas. Resistência às invasões bárbaras.
  8. 8. Características Gerais Nunca houve unidade racial; ali viviam latinos,gregos, semitas, germanos; eslavos, etc. Em termos lingüísticos, o latim permaneceucomo idioma nacional por um bom tempo,porém o grego acabou predominando comolíngua oficial no séc. VII. Extremamente religiosos, os bizantinos seenvolveram em várias disputas teológicas queaté acabavam em guerras civis.
  9. 9. Economia Estado centralizador. Agricultura: latifúndios, controlados pela Igreja(mosteiros católicos) e por uma nobrezalatifundiária. Todo o trabalho era feito porcolonos livres e escravos, situação inversa doque ocorreu com a produção rural feudal doOcidente. Intenso desenvolvimento comercial: artigos deluxo (perfumes, tecido de seda, porcelana,peças de vidro, etc).
  10. 10. Política O Império Bizantino era governado poruma monarquia centralizada, despótica eteocrática. O imperador comandava oexército e a Igreja, sendo considerado umrepresentante de Deus e possuindo umgrande poder. CESAROPAPISMO: Imperador = chefedo exército + Igreja
  11. 11. Governo de Justiniano (527-565) Conquistas territoriais.– Península Itálica +Península Ibérica + Norte daÁfrica. Compilação do Direito Romano– CORPUS JURIS CÍVILIS– Poderes ilimitados aoimperador.– Privilégios para a Igreja epara a nobreza.– Marginalização de colonos eescravos.
  12. 12. Governo de Justiniano (527-565) Criação do “Sólidus” Burocracia centralizada +gastos militares + impostos.– Revoltas populares(Sedição de Nike) Igreja de Santa Sofia (estilobizantino – majestosidade)
  13. 13. Igreja “Agia Sophia” ou “SagradaSabedoria”
  14. 14. Religião Surgimento de heresias:– MONOFISISTAS – negação da santíssimatrindade (Cristo apenas com natureza divina);– ICONOCLASTAS – destruição de imagens(ícones). 1054: GRANDE CISMA DO ORIENTE:– Igreja Cristã Ortodoxa (Patriarca deConstantinopla);– Igreja Católica Apostólica Romana (Papa).
  15. 15. Decadência séc. VII e VIII – invasões de bárbaros eárabes; séc. XI – XIII – alvo das Cruzadas; 1453 – Conquistados pelos TurcosOtomanos (marco histórico que delimitaoficialmente o fim da Idade Média einício da Idade Moderna.
  16. 16. Legado Cultural Estado multi-étnico: mescla de elementosdiversos (idioma grego, religião cristã,romano, gosto pelo requinte oriental, aarquitetura de inspiração persa etc) Artes: combinaram luxo e exotismo orientalcom equilíbrio e leveza greco-romano. Arquitetura: Igreja de Santa Sofia (Mosaicoscoloridos e cúpulas arredondadas) Corpus Juris Civilis.
  17. 17. Império Árabe
  18. 18. Localização Geográfica Localizou-se naPenínsula Arábica,entre o marVermelho e o GolfoPérsico. 5/6 doterritóriocorresponde a áreasdesérticaspontilhadas de oásis.
  19. 19. Arábia Pré-Islâmica Descentralizados, possuindo cada tribo autonomia ediversidade cultural e lingüística. Eram politeístas eidólatras. Tribos do interior (beduínos): nômades, viviam dopastoreio e saque (botim). Tribos do litoral ou urbanas: faixa costeira do MarVermelho e do sul na península, cujas condiçõesclimáticas e fertilidade do solo favoreciam a sobrevivênciae a sedentarização. Destacam-se Meca e Iatreb, grandescentros comerciais. Em Meca, a tribo dos coraixitaspossuíam maior prestígio e poder graças a Caaba,santuário da Pedra Negra, abrigando os mais de 360ídolos de todos os deuses cultuados pelas diversas tribos.
  20. 20. Arábia Islâmica Centralização, monoteísmo e iconoclastia Maomé (570-632): processo de unificação Percorreu diversas terras através decaravanas, e de religiões monoteístas(judaísmo e cristianismo) cria as bases desua profetização.
  21. 21. Arábia Islâmica Centralização, monoteísmo e iconoclastia Maomé (570-632): processo de unificação Percorreu diversas terras através decaravanas, e de religiões monoteístas(judaísmo e cristianismo) cria as bases desua profetização.
  22. 22. Arábia Islâmica Maomé: nasceu em 560 d.C., coraixita,porém de família pobre. Órfão, foi educadopelo tio, participando de várias caravanas. Teve contato com o cristianismo e ojudaísmo. Casou-se com Cadja, proprietária de umacaravana – passou mais tempo dedicando-se á contemplação religiosa.
  23. 23. Arábia Islâmica Aos 41 anos teve a primeira visão do anjoGabriel que lhe disse: "Há um só deus,ALÁ, e um só profeta, MAOMÉ."Contousobre esta e outras aparições aosparentes e os foi convertendo. Confiante,passou a pregar aos coraixitas.
  24. 24. Arábia Islâmica Suas pregações entramem choque com a idolatriada Caaba, culminando emsua perseguição pelosCoraixitas. Hégira. Volta e conquista Meca.Morre em 632, deixando aArábia unificada
  25. 25. Expansão Árabe 1ª fase: expansão interna (unificação) – até 632. 2ª fase: após a morte do Profeta, a expansão foicomandada por califas.– Fatores internos: crescimento demográfico árabe,terras para a agricultura e o Djihad.– Fatores externos: o enfraquecimento dos impériosbizantino e persa, devido as freqüentes lutas entreeles, facilitando a penetração árabe no oriente. Jáno ocidente, os muçulmanos souberam aproveitaras fraquezas dos Estados bárbarosdescentralizados.
  26. 26.  632 a 661: primeiras conquistas no oriente(Egito, Síria, Pérsia e Palestina).
  27. 27.  661 a 750: expansão para o ocidente (dinastiaOmíada). Gibral Tarik (711) atravessou o estreito queleva seu nome e o avanço árabe só é detido em 732,na Batalha de Poitiers, nos Pireneus, pelo franco CarlosMartel.
  28. 28.  750 a 1258: dinastia Abássida. A grande extensão doImpério Árabe e as disputas políticas e religiosasinternas conduziram ao seu desmembramento emcalifados independentes (de Bagdá, do Cairo, deCórdova).
  29. 29. Expansão Árabe Conseqüências:– Mesmo sem conquistar toda a Europa,ela foi isolada. Fecharam a principalvia de comércio com o Oriente – OMar Mediterrâneo.– Acelerou a ruralização e a formaçãodo feudalismo.
  30. 30. Religião Islamismo – Islão =submissão à Alá Muslim = seguidor de alá Livro sagrado: Al Corão Predestinação: desencorajaa revolta social, levando àconformidade diante dadesigualdade.Maomé
  31. 31. Religião Princípios fundamentais:1) Crer em Alá, o único Deus, e em Maomé,seu profeta;2) rezar cinco vezes ao dia em direção aMeca;3) ser caridoso (dar esmolas);4) jejuar no mês de Ramadã;5) ir em peregrinação a Meca pelo menosuma vez durante a vida.
  32. 32. Religião DJIHAD (guerra santa) “A espada é a chave do céu e do inferno.Quem a desembainhar pela causa da féislâmica será recompensado por Alá.” Essa luta pela conversão dos infiéis foi ogrande motivador da expansãomuçulmana.
  33. 33. Religião É a terceira religião monoteísta; Possuem ascendência hebraica
  34. 34. AbraãoIsaacJudaísmoIsmaelPai dos outros povos árabesJesusCristianismoIgreja Ortodoxa 400 d.c. Maomé IslãMuçulmano apróx. 400 d.c.Igreja CatólicaApostólica e Romana400 d.c .Igreja Protestante/EvangélicaLuterana, AnglicanaBatista e todas as outras1500 d.c.EspiritismoSurge na FrançaEm 1700-1800 d.c.
  35. 35. Religião Com a perda da unidade religiosa após a mortede Maomé, surgiram diversas seitas: Sunitas: menos radicais, adotavam como livrosagrado o Sunna, contendo os atos e ditos deMaomé; eram partidários de um chefe de Estadoeleito pelos crentes e falível, por ser humano) Xiitas (radicais, só aceitavam o Corão comofonte da verdade e descendentes do profetacomo lideres de Estado infalíveis).
  36. 36. Sunitas e Xiitas Hoje
  37. 37. Legado Cultural Por respeitarem os povos conquistados,permitindo-lhes conservarem seushábitos e costumes, acabaram porassimilar o patrimônio cultural de outrascivilizações, enriquecendo-o comcontribuições próprias.
  38. 38. Legado Cultural A escultura e a pintura:pouca atenção,(idolatria) Grande utilização dearabescos.
  39. 39. Legado Cultural arquitetura: construção deMesquitas (templos) eMinaretes (torres).Influência bizantina epersa, com cúpulas, arcosem ferradura e colunastorcidas. Decoração dearabescos (motivosgeométricos e vegetais).
  40. 40. Legado Cultural literatura: grandecontribuição persa.Destaque para oRubayyat, de OmarKhayyam, e As mil e umanoites, coletânea decontos eróticos, fábulas eaventuras das literaturasorientais.
  41. 41. Legado Cultural Matemática: sistema numérico indo-arábico,trigonometria e álgebra. Física: fundamentos da óptica (refração daluz). Química (alquimia): busca da pedra filosofale do elixir da longa vida os levou a criaçãode métodos (destilação, filtração,sublimação) e substâncias (nitrato de prata,carbonato de sódio, ácidos nítrico esulfúrico, etc).
  42. 42. Legado Cultural Medicina: combate a doenças epidêmicas.Destaque: Avicena e sua obra Canon. História: Ibn-Kaldum (a evolução histórica eos fatores materiais). Filosofia: preservaram os conhecimentos deAristóteles e Platão, discutidos por Averróis,divulgados na Europa, influenciando aefervescência cultural européia da B.I.M.
  43. 43. Legado Cultural A civilização islâmica, assim como, suacontemporânea bizantina, influenciouprofundamente o pensamento e em conseqüênciaa vida do Ocidente europeu. O intensodesenvolvimento econômico do Império Árabeafetou substancialmente a Europa feudal no finalda Idade Média, estimulando sobremaneira ocomércio. Os árabes levaram para o ocidente nãosó mercadorias, mas a filosofia grega, a muitoesquecida, novas técnicas de agricultura,invenções chinesas como a bússola, a pólvora e opapel, além de inúmeras outras contribuições.
  44. 44. POVOS BÁRBAROS
  45. 45. QUEM ERAM OS BÁRBAROS? OS GREGOS E DEPOIS OS ROMANOSCHAMAVAM DE “BÁRBAROS” OS POVOS QUEVIVIAM ALÉM DOS DOMÍNIOS DE SUACIVILIZAÇÃO E SE MOSTRAVAM AVESSOS ÀSUA CULTURA. EM RELAÇÃO A ROMA, BÁRBARO ERA OPOVO NÃO-SUBMETIDO AO IMPÉRIO, QUEFALAVA LÍNGUA DIVERSA D LATIM E DOGREGO, ADOTAVA OUTRAS REGRASJURÍDICAS E UM MODO DE VIDA DIFERENTEDO ROMANO.
  46. 46. Visão Estereotipada O historiador Amiano marcelino, que eraoficial do exército romano, descreveualgumas características dos hunos: Os Hunos tem um modo de vida muito rude.Não cozinham, nem temperam os alimentos.Comem raízes de plantas e carne semicruade qualquer animal.
  47. 47. Visão Estereotipada Vestem-se com tecidos de linho ou com peles deanimeias cozidas umas às outras. Depois de vestirsuas roupas, não as tiram do corpo, até que otempo as desfaçam em pedaços. Não possuem casas, nem cabanas, nemconstroem túmulos para seus mortos. Vivemsempre montados em seus cavalos. É assim quecompram e vendem, comem e bebem . Agarradosao pescoço do cavalo, dormem em sono profundo.
  48. 48. Visão Estereotipada Não se dedicam àagricultura. Passam a vidaandando pelas montanhas eflorestas. Não tem nenhumaforma de organizaçãoestável. Parece que estãosempre fugindo em seuscavalos e carroças.
  49. 49. Características GeraisEconomia agropastoril.Ausência de comércio e moeda.Ausência de escrita.Inicialmente politeístas.Inicialmente sem propriedadeprivada.Poder político = casta deguerreiros.Direito Consuetudinário: ordálio.COMITATUS
  50. 50. Bárbaros e Romanos FASE DASMIGRAÇÕES: SÉCULOSIII E IVOs germanosentraram nosdomínios do Impérioromano de formapacífica, por meio deacordos com opróprio governo deRoma
  51. 51.  FASE DAS INVASÕES:A PARTIR DO SÉC. VCorresponde aoperíodo em que osgermanos entram noImpério Romano deforma violenta ebrutal

×