SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
Período Joanino,
Processo de
Independência e
I Reinado.
Prof.° Wendell Guedes.
Napoleão Bonaparte, responsável pelo
Decreto de Berlim, que traz as cláusulas do
Bloqueio Continental (1806).
Fuga da Família Real para o Brasil;
Acordos efetuados com a Inglaterra:
• Abertura dos Portos (1808);
• Alvará de liberdade industrial;
• Tratado de Aliança e Amizade e o de
Comércio e Navegação:
•Ingleses seriam julgados por juízes que
escolhessem;
•Livre comércio para os ingleses na
Colônia;
•Liberdade de culto;
•Abolição gradativa da escravidão.
Chegada da Corte em Salvador.
Transformações na
Colônia:
Banco do Brasil,
Escola Médico-
Cirúrgica de
Salvador, Real Junta
de Comércio, Jardim
Botânico...
Reino Unido de
Portugal, Brasil e
Algarves.
Política Externa:
Invasão da Guiana Francesa e da Banda Oriental (atual Uruguai).
Insurreição Pernambucana (1817):
Motivos: Seca de 1816; Transferência da capital para
o Rio de Janeiro (1763); e, sobretudo, os altos
impostos para o sustento do luxo da nobreza no
Brasil.
Foram reprimidos violentamente.
Revolução Liberal do Porto (1820):
Ideias liberais “contaminaram” Portugal ameaçando
colocar fim ao absolutismo dos Braganças, elaborar uma
constituição para Portugal e exigindo o imediato retorno
de D. João IV.
D. Pedro fica como Príncipe Regente no Brasil.
Processo de Independência (1822):
Intensa pressão da Coroa portuguesa
sobre D. Pedro:
Cumprir as ordens vindas de Portugal,
exército como unidade militar, e seu retorno
imediato;
Clube da Resistência: “Dia do Fico”
“Cumpra-se”, Defensor Perpétuo do
Brasil; Convocação de Assembleia
Constituinte.
A Proclamação e as Guerras de Independência:
I Reinado (1822-1831)
• Tropas mercenárias contra as Províncias
revoltosas: Pará, Bahia, Maranhão e
Cisplatina.
• Reconhecimento da Independência pelos
EUA (Doutrina Monroe), de Portugal
(mediante indenização de 2 milhões de
libras) e demais países.
À esquerda: Parlamentares
reunidos para a elaboração da
Constituinte da Mandioca
(1823).
Abaixo: “Noite da Agonia”: o
fechamento do Assembleia
Constituinte.
Carta Outorgada de 1824:
Monarquia Constitucional Hereditária;
Religião oficial católica com liberdade de culto doméstico
para outras religiões;
Quatro poderes: Executivo, Legislativo, Judiciário e
Moderador;
Voto indireto e censitário.
Bandeira da
República da
Confederação
do Equador
(1824)
Confederação do Equador (1824):
Motivos:
Autoritarismo do Imperador;
Decadência das Províncias do Norte;
A imposição da carta constitucional.
Resultados:
Proclamação da República da Confederação do Equador que usaria
provisoriamente a Constituição da Grã-Colômbia.
Repressão violenta com fuzilamento dos principais líderes.
Guerra Cisplatina:
O recrutamento forçado, os altos custos, mortes e a não necessidade da
Guerra gerou descontentamento geral;
Questão Sucessória portuguesa (1826-1831):
Disputa pelo trono entre D. Pedro I e seu irmão D. Miguel.
Abdicação:
• Assassinato de Líbero Badaró;
• Conflitos entre o “partido português” e
o “partido brasileiro”: “Noites das
Garrafadas”.
• Jornada dos Tolos.
Período Joanino, Independência e I Reinado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil transferência da corte
Brasil transferência da corteBrasil transferência da corte
Brasil transferência da corteCarlos Zaranza
 
A transferência da corte portuguesa para o Brasil
A transferência da corte portuguesa para o BrasilA transferência da corte portuguesa para o Brasil
A transferência da corte portuguesa para o BrasilEdenilson Morais
 
Vanda da familia real ate independencia.filé
Vanda da familia real ate independencia.filéVanda da familia real ate independencia.filé
Vanda da familia real ate independencia.filémundica broda
 
Independência do Brasil
 Independência do Brasil Independência do Brasil
Independência do BrasilLyzaa Martha
 
A revolução liberal do porto
A revolução liberal do portoA revolução liberal do porto
A revolução liberal do portohistoriando
 
6 apresentação periodo joanino estagio
6  apresentação periodo joanino estagio6  apresentação periodo joanino estagio
6 apresentação periodo joanino estagioaridu18
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.Altair Moisés Aguilar
 
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasil
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasilKoneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasil
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasilTavinho Koneski Westphal
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro ReinadoElizabeth
 
A revolução liberal portuguesa
A revolução liberal portuguesaA revolução liberal portuguesa
A revolução liberal portuguesaEduardo Sousa
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasilMarco Santos
 
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)profrogerio1
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1felipe_paes
 

Mais procurados (20)

Capitulo 12
Capitulo 12Capitulo 12
Capitulo 12
 
Costa Cabral
Costa CabralCosta Cabral
Costa Cabral
 
A independência
A independênciaA independência
A independência
 
Perodo joanino
Perodo joaninoPerodo joanino
Perodo joanino
 
Brasil transferência da corte
Brasil transferência da corteBrasil transferência da corte
Brasil transferência da corte
 
A transferência da corte portuguesa para o Brasil
A transferência da corte portuguesa para o BrasilA transferência da corte portuguesa para o Brasil
A transferência da corte portuguesa para o Brasil
 
Período joanino no brasil
Período joanino no brasilPeríodo joanino no brasil
Período joanino no brasil
 
Vanda da familia real ate independencia.filé
Vanda da familia real ate independencia.filéVanda da familia real ate independencia.filé
Vanda da familia real ate independencia.filé
 
Período Joanino
Período JoaninoPeríodo Joanino
Período Joanino
 
Independência do Brasil
 Independência do Brasil Independência do Brasil
Independência do Brasil
 
A revolução liberal do porto
A revolução liberal do portoA revolução liberal do porto
A revolução liberal do porto
 
6 apresentação periodo joanino estagio
6  apresentação periodo joanino estagio6  apresentação periodo joanino estagio
6 apresentação periodo joanino estagio
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
 
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasil
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasilKoneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasil
Koneski Independencia, primeiro e segundo reinado no brasil
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
 
A revolução liberal portuguesa
A revolução liberal portuguesaA revolução liberal portuguesa
A revolução liberal portuguesa
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
 
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1
 

Destaque

História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)eiprofessor
 
Sociedades na História da Humanidade
Sociedades na História da HumanidadeSociedades na História da Humanidade
Sociedades na História da HumanidadeJosé Augusto Fiorin
 
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamento
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamentoUma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamento
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamentoCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democraticaBRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democraticaGisele Finatti Baraglio
 
China Comunista
China ComunistaChina Comunista
China Comunistakrrico93
 
Revolucão Industrial
Revolucão IndustrialRevolucão Industrial
Revolucão Industrialeiprofessor
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russaeiprofessor
 
A arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve históriaA arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve históriaGisele Finatti Baraglio
 
Slide explicativo
Slide explicativoSlide explicativo
Slide explicativokrrico93
 
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTA
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTAWEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTA
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTAJackeline Póvoas
 
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.Ppt
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.PptPropostaatividade2unidade3jackpovoas.Ppt
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.PptJackeline Póvoas
 
Sexo, desvio e danacao (1)
Sexo, desvio e danacao (1)Sexo, desvio e danacao (1)
Sexo, desvio e danacao (1)Lima987
 
Aula 07 idade média - a arte cristã primitiva 2a
Aula 07   idade média - a arte cristã primitiva 2aAula 07   idade média - a arte cristã primitiva 2a
Aula 07 idade média - a arte cristã primitiva 2aLila Donato
 
Revolucão Cubana
Revolucão CubanaRevolucão Cubana
Revolucão Cubanaeiprofessor
 

Destaque (18)

História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)
 
Sociedades na História da Humanidade
Sociedades na História da HumanidadeSociedades na História da Humanidade
Sociedades na História da Humanidade
 
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamento
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamentoUma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamento
Uma breve história da humanidade - sapiens - Harari - fichamento
 
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democraticaBRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
 
China Comunista
China ComunistaChina Comunista
China Comunista
 
Revolucão Industrial
Revolucão IndustrialRevolucão Industrial
Revolucão Industrial
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
A arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve históriaA arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve história
 
Slide explicativo
Slide explicativoSlide explicativo
Slide explicativo
 
Período joanino
Período joaninoPeríodo joanino
Período joanino
 
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTA
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTAWEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTA
WEBQUEST BRASIL EMANCIPACIONISTA
 
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.Ppt
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.PptPropostaatividade2unidade3jackpovoas.Ppt
Propostaatividade2unidade3jackpovoas.Ppt
 
4ª UNIDADE 2010
4ª UNIDADE 20104ª UNIDADE 2010
4ª UNIDADE 2010
 
Aulas 1ª unidade
Aulas 1ª unidadeAulas 1ª unidade
Aulas 1ª unidade
 
Sexo, desvio e danacao (1)
Sexo, desvio e danacao (1)Sexo, desvio e danacao (1)
Sexo, desvio e danacao (1)
 
Aula 07 idade média - a arte cristã primitiva 2a
Aula 07   idade média - a arte cristã primitiva 2aAula 07   idade média - a arte cristã primitiva 2a
Aula 07 idade média - a arte cristã primitiva 2a
 
IV UNIDADE
IV UNIDADEIV UNIDADE
IV UNIDADE
 
Revolucão Cubana
Revolucão CubanaRevolucão Cubana
Revolucão Cubana
 

Semelhante a Período Joanino, Independência e I Reinado

Independência primeiro reinado e segundo reinado 2
Independência primeiro reinado e segundo reinado 2Independência primeiro reinado e segundo reinado 2
Independência primeiro reinado e segundo reinado 2Ócio do Ofício
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Joana Filipa Rodrigues
 
Independência do brasil e o primeiro reinado
Independência do brasil e o primeiro reinadoIndependência do brasil e o primeiro reinado
Independência do brasil e o primeiro reinadoturmac11
 
Estados unidos
Estados unidosEstados unidos
Estados unidosDirair
 
Primeiro reinado.filé
Primeiro reinado.filéPrimeiro reinado.filé
Primeiro reinado.filémundica broda
 
O Império Brasileiro - Prof. Medeiros
O Império Brasileiro - Prof. MedeirosO Império Brasileiro - Prof. Medeiros
O Império Brasileiro - Prof. MedeirosJoão Medeiros
 
Aula 15 monarquia brasileira - 1° reinado
Aula 15   monarquia brasileira - 1° reinadoAula 15   monarquia brasileira - 1° reinado
Aula 15 monarquia brasileira - 1° reinadoJonatas Carlos
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugalVítor Santos
 
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistas
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistasManifestações contra a metrópole revoltas nativistas
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistasÓcio do Ofício
 
Revoluções Liberais
Revoluções LiberaisRevoluções Liberais
Revoluções Liberaiscattonia
 
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinadoDaniel Alves Bronstrup
 
Capítulo 8-Independência do Brasil.ppt
Capítulo 8-Independência do Brasil.pptCapítulo 8-Independência do Brasil.ppt
Capítulo 8-Independência do Brasil.pptBetoFonseca8
 

Semelhante a Período Joanino, Independência e I Reinado (20)

Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Apresentaçãohistdir18
Apresentaçãohistdir18Apresentaçãohistdir18
Apresentaçãohistdir18
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Revisão – pas.1pptx
Revisão – pas.1pptxRevisão – pas.1pptx
Revisão – pas.1pptx
 
Independência primeiro reinado e segundo reinado 2
Independência primeiro reinado e segundo reinado 2Independência primeiro reinado e segundo reinado 2
Independência primeiro reinado e segundo reinado 2
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
 
Independência do brasil e o primeiro reinado
Independência do brasil e o primeiro reinadoIndependência do brasil e o primeiro reinado
Independência do brasil e o primeiro reinado
 
Brasil período joanino e Independência 2020
Brasil período joanino e Independência 2020Brasil período joanino e Independência 2020
Brasil período joanino e Independência 2020
 
Estados unidos
Estados unidosEstados unidos
Estados unidos
 
Aula8 his tc
Aula8 his tcAula8 his tc
Aula8 his tc
 
Primeiro reinado.filé
Primeiro reinado.filéPrimeiro reinado.filé
Primeiro reinado.filé
 
O Império Brasileiro - Prof. Medeiros
O Império Brasileiro - Prof. MedeirosO Império Brasileiro - Prof. Medeiros
O Império Brasileiro - Prof. Medeiros
 
Aula 15 monarquia brasileira - 1° reinado
Aula 15   monarquia brasileira - 1° reinadoAula 15   monarquia brasileira - 1° reinado
Aula 15 monarquia brasileira - 1° reinado
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
 
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistas
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistasManifestações contra a metrópole revoltas nativistas
Manifestações contra a metrópole revoltas nativistas
 
Revoluções Liberais
Revoluções LiberaisRevoluções Liberais
Revoluções Liberais
 
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
 
Capítulo 8-Independência do Brasil.ppt
Capítulo 8-Independência do Brasil.pptCapítulo 8-Independência do Brasil.ppt
Capítulo 8-Independência do Brasil.ppt
 
Crise do antigo regime
Crise do antigo regimeCrise do antigo regime
Crise do antigo regime
 
Bras indep texto 11_ 2007
Bras indep texto 11_ 2007Bras indep texto 11_ 2007
Bras indep texto 11_ 2007
 

Mais de eiprofessor

Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundialeiprofessor
 
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no BrasilDa Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasileiprofessor
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundialeiprofessor
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesaeiprofessor
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistaseiprofessor
 
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste AsiáticoAs Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiáticoeiprofessor
 
República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)eiprofessor
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrialeiprofessor
 
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas SociaisMovimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas Sociaiseiprofessor
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônicaeiprofessor
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanholaeiprofessor
 
Revolucão Francesa
Revolucão FrancesaRevolucão Francesa
Revolucão Francesaeiprofessor
 
EUA no século XIX
EUA no século XIXEUA no século XIX
EUA no século XIXeiprofessor
 
República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)eiprofessor
 
República Velha (Espadas)
República Velha (Espadas)República Velha (Espadas)
República Velha (Espadas)eiprofessor
 
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na AméricaIndependência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na Américaeiprofessor
 

Mais de eiprofessor (20)

Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no BrasilDa Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistas
 
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste AsiáticoAs Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
 
República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas SociaisMovimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
Revolucão Francesa
Revolucão FrancesaRevolucão Francesa
Revolucão Francesa
 
EUA no século XIX
EUA no século XIXEUA no século XIX
EUA no século XIX
 
República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)
 
República Velha (Espadas)
República Velha (Espadas)República Velha (Espadas)
República Velha (Espadas)
 
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na AméricaIndependência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
 

Último

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 

Último (20)

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 

Período Joanino, Independência e I Reinado

  • 1. Período Joanino, Processo de Independência e I Reinado. Prof.° Wendell Guedes.
  • 2. Napoleão Bonaparte, responsável pelo Decreto de Berlim, que traz as cláusulas do Bloqueio Continental (1806).
  • 3. Fuga da Família Real para o Brasil;
  • 4. Acordos efetuados com a Inglaterra: • Abertura dos Portos (1808); • Alvará de liberdade industrial; • Tratado de Aliança e Amizade e o de Comércio e Navegação: •Ingleses seriam julgados por juízes que escolhessem; •Livre comércio para os ingleses na Colônia; •Liberdade de culto; •Abolição gradativa da escravidão. Chegada da Corte em Salvador.
  • 5. Transformações na Colônia: Banco do Brasil, Escola Médico- Cirúrgica de Salvador, Real Junta de Comércio, Jardim Botânico... Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Política Externa: Invasão da Guiana Francesa e da Banda Oriental (atual Uruguai).
  • 6. Insurreição Pernambucana (1817): Motivos: Seca de 1816; Transferência da capital para o Rio de Janeiro (1763); e, sobretudo, os altos impostos para o sustento do luxo da nobreza no Brasil. Foram reprimidos violentamente.
  • 7. Revolução Liberal do Porto (1820): Ideias liberais “contaminaram” Portugal ameaçando colocar fim ao absolutismo dos Braganças, elaborar uma constituição para Portugal e exigindo o imediato retorno de D. João IV. D. Pedro fica como Príncipe Regente no Brasil.
  • 8. Processo de Independência (1822): Intensa pressão da Coroa portuguesa sobre D. Pedro: Cumprir as ordens vindas de Portugal, exército como unidade militar, e seu retorno imediato; Clube da Resistência: “Dia do Fico” “Cumpra-se”, Defensor Perpétuo do Brasil; Convocação de Assembleia Constituinte.
  • 9. A Proclamação e as Guerras de Independência:
  • 10. I Reinado (1822-1831) • Tropas mercenárias contra as Províncias revoltosas: Pará, Bahia, Maranhão e Cisplatina. • Reconhecimento da Independência pelos EUA (Doutrina Monroe), de Portugal (mediante indenização de 2 milhões de libras) e demais países.
  • 11. À esquerda: Parlamentares reunidos para a elaboração da Constituinte da Mandioca (1823). Abaixo: “Noite da Agonia”: o fechamento do Assembleia Constituinte.
  • 12. Carta Outorgada de 1824: Monarquia Constitucional Hereditária; Religião oficial católica com liberdade de culto doméstico para outras religiões; Quatro poderes: Executivo, Legislativo, Judiciário e Moderador; Voto indireto e censitário.
  • 14. Confederação do Equador (1824): Motivos: Autoritarismo do Imperador; Decadência das Províncias do Norte; A imposição da carta constitucional. Resultados: Proclamação da República da Confederação do Equador que usaria provisoriamente a Constituição da Grã-Colômbia. Repressão violenta com fuzilamento dos principais líderes. Guerra Cisplatina: O recrutamento forçado, os altos custos, mortes e a não necessidade da Guerra gerou descontentamento geral; Questão Sucessória portuguesa (1826-1831): Disputa pelo trono entre D. Pedro I e seu irmão D. Miguel.
  • 15. Abdicação: • Assassinato de Líbero Badaró; • Conflitos entre o “partido português” e o “partido brasileiro”: “Noites das Garrafadas”. • Jornada dos Tolos.