Patrimônio histórico

214 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Patrimônio histórico

  1. 1. PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL
  2. 2. Patrimônio Histórico pode ser definido como um bem material, natural ou imaterial que possui significado e importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para a sociedade. Estes patrimônios foram construídos ou produzidos pelas sociedades passadas, por isso representam uma importante fonte de pesquisa e preservação cultural. Patrimônio Histórico
  3. 3. Igreja de Nossa Senhora do RosárioEdifício construído em Estilo Eclético, em 1933
  4. 4. O que é “patrimônio”?  Segundo artigo 216 da Constituição Federal, configuram patrimônio "as formas de expressão; os modos de criar; as criações científicas, artísticas e tecnológicas; as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; além de conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico."
  5. 5. Patrimônio (ou Bem) Cultural  O Patrimônio Cultural pode ser definido como um bem (ou bens) de natureza material e imaterial considerado importante para a identidade da sociedade brasileira.
  6. 6.  No Brasil, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) é responsável por promover e coordenar o processo de preservação e valorização do Patrimônio Cultural Brasileiro, em suas dimensões material e imaterial.
  7. 7. Patrimônio (ou bem) imaterial  Os bens culturais imateriais estão relacionados aos saberes, às habilidades, às crenças, às práticas, ao modo de ser das pessoas. Desta forma podem ser considerados bens imateriais: conhecimentos enraizados no cotidiano das comunidades; manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas; rituais e festas que marcam a vivência coletiva da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social; além de mercados, feiras, santuários, praças e demais espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais.
  8. 8. Bens imateriais  Na lista de bens imateriais brasileiros estão a festa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a Feira de Caruaru, o Frevo, a capoeira, o modo artesanal de fazer Queijo de Minas e as matrizes do Samba no Rio de Janeiro.
  9. 9. Exemplos de bens imateriais  Roda de Capoeira
  10. 10. Bens imateriais  Ofício das Paneleiras de Goiabeiras (ES)
  11. 11. Bens imateriais  Ofício das Baianas de Acarajé (BA)
  12. 12. Bens imateriais  Feira de Caruaru (PE)
  13. 13. Bens imateriais  Modo de fazer Queijo Minas
  14. 14. Bens imateriais  Modo de Fazer Renda Irlandesa produzida em Divina Pastora (SE)
  15. 15. Bens Imateriais  Toque dos Sinos de Minas Gerais
  16. 16. Patrimônio (ou bem) material  O patrimônio material é formado por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza: arqueológico, paisagístico e etnográfico; histórico; belas artes; e das artes aplicadas. Eles estão divididos em bens imóveis – núcleos urbanos, sítios arqueológicos e paisagísticos e bens individuais – e móveis – coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos.
  17. 17. Alguns exemplos de bens materiais  Entre os bens materiais brasileiros estão os conjuntos arquitetônicos de cidades como Ouro Preto (MG), Paraty (RJ), Olinda (PE) e São Luís (MA) ou paisagísticos, como Lençóis (BA), Serra do Curral (Belo Horizonte), Grutas do Lago Azul e de Nossa Senhora Aparecida (Bonito, MS) e o Corcovado (Rio de Janeiro).
  18. 18. Preservação e proteção
  19. 19. Há uma preocupação mundial em preservar os patrimônios históricos da humanidade, através de leis de proteção e restaurações que possibilitam a manutenção das características originais. Mundialmente, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação) é o órgão responsável pela definição de regras e proteção do patrimônio histórico e cultural da humanidade. No Brasil, existe o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Este órgão atua na gestão, proteção e preservação do patrimônio histórico e artístico no Brasil. Quando um imóvel é tombado por algum órgão do patrimônio histórico, ele não pode ser demolido, nem mesmo reformado. Pode apenas passar por processo de restauração, seguindo normas específicas, para preservar as características originais da época em que foi construído. Preservação e proteção
  20. 20. Quando um imóvel é tombado por algum órgão do patrimônio histórico, ele não pode ser demolido, nem mesmo reformado. Pode apenas passar por processo de restauração, seguindo normas específicas, para preservar as características originais da época em que foi construído. Exemplo: O tombamento é um ato administrativo realizado pelo Poder Público com o objetivo de preservar, por intermédio da aplicação de legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo que venham a ser destruídos ou descaracterizados. Tombamento
  21. 21. Serraria Souza Pinto. Inaugurado em 1912. Foi tombado em 1981 pelo patrimônio histórico e, em 1997, foi restaurado. Seu espaço é usado para shows, cursos, congressos e exposições. Serraria Souza Pinto
  22. 22. EDIFICIOS Igreja de Santa Rita Eterno cartão-postal de Paraty, a Igreja de Santa Rita é conhecida como a mais antiga da cidade. Atualmente, abriga o Museu de Arte Sacra de Paraty, contendo um acervo de cerca de 200 peças em prataria, ourivesaria, imagens e mobiliários, além de ser utilizada para exposições, concertos e peças de teatro O conjunto encontra-se tombado pelo IPHAN desde 1952
  23. 23. Museu da Polícia Civil do Rio foi fundado em 1912, sob o nome de Museu do Crime, com a ideia de colecionar objetos para as investigações e para servir como medida auxiliar de aprendizagem para a Academia de Polícia. Ao longo dos anos, o museu recolheu documentos e objetos produzidos por meio do trabalho da polícia. Museu da Polícia Civil Tombamento do IPHAN em 1938
  24. 24. Estação Luz Um dos principais pontos turísticos de São Paulo. Foi inaugurada em 16 de fevereiro de 1867, a Estação da Luz teve fundamental importância para a movimentação turística e econômica da capital paulista, sendo parada da, então, recém-criada São Paulo Railway, estrada de ferro que ligava Jundiaí a Santos para a comercialização do café.
  25. 25. A primeira Grande Reforma A primeira grande reforma arquitetônica aconteceu no início do século XX. O cenário artístico paulista estava bastante incentivado e a urbanização da cidade acontecia seguindo os moldes dos grandes centros europeus. O prédio ganhou traços da estética vitoriana, como a famosa torre do relógio, baseada no Big Bang londrino. A obra foi
  26. 26. A grande tragédia Em 1946, a estação sofreu irreparáveis perdas por conta de um incêndio e precisou ter algumas partes reconstruídas. Entre as alterações, a Estação da Luz ganhou um novo andar para administração.
  27. 27. A Nova Estação da Luz A última restauração da Estação da Luz aconteceu em meados do ano 2000 e teve como principal objetivo anexar o Museu da Língua Portuguesa, um centro de referência do nosso idioma que traz à capital exposições e um excelente passeio educacional. A reforma, realizada em comemoração aos 450 anos da cidade de São Paulo, deu à estação nova vida e foram dirigidas pelos arquitetos Paulo Mendes da Rocha e Pedro Mendes da Rocha.
  28. 28. A Pinacoteca do Estado de São Paulo é um dos mais importantes museus de arte do Brasil. Ocupa um edifício no Jardim da Luz, no centro de São Paulo, projetado por Ramos de Azevedo e Domiziano Rossi para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios. É o mais antigo museu de arte de São Paulo, fundado em 1905 e regulamentado como museu público estadual desde 1911. Após a reforma conduzida por Paulo Mendes da Rocha na década de 90, tornou-se uma das mais dinâmicas instituições culturais do país, integrando-se ao circuito internacional de exposições, promovendo eventos culturais diversos e mantendo uma ativa produção bibliográfica. A Pinacoteca também administra o espaço denominado Estação Pinacoteca, instalado no antigo edifício do DOPS, no Bom Retiro, onde mantém exposições de longa e curta duração e o centro de documentação da instituição. Pinacoteca do Estado de São Paulo A Pinacoteca do Estado de São Paulo foi tombada em 1982 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio , Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT).
  29. 29. Igreja São Francisco de Assis A Igreja de Ordem Primeira, ou simplesmente Igreja São Francisco de Assis, começou a ser construída em 1642. Inaugurada em 1647. Reformas no século XVIII dotaram características barrocas até que, em 1884, a fachada foi modificada e a entrada central foi aberta. Seu interior é simples, mas conta a história dos padres franciscanos em imagens. tombamento como patrimônio histórico em 1982

×