Aula EBD - Relacionamentos na Igreja

7.639 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
25 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.639
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.289
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
25
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula EBD - Relacionamentos na Igreja

  1. 1. Relacionamentos: no MATURIDADE corpo de Cristo © DMM, 2009
  2. 2. Relacionamentos: MATURIDADE no corpo de Cristo Texto Básico: 1ª Tessalonicenses 5:12-22 www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  3. 3.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS  Hoje nosso objetivo é tratar dos relacionamentos na Igreja. O enfoque no exercício saudável, portanto, bíblico, dos nossos relacionamentos no corpo de Cristo:  Pastores Membros  Membros Membros O texto base, 1ª Tes. 5:12-22, é na realidade uma unidade textual em que Paulo fala de um procedimento conseqüente de nossas expectativas como seguidores de Cristo com vistas ao fato da sua segunda vinda. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  4. 4.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS  Certamente que a palavra chave para a SAÚDE desses RELACIONAMENTOS diz respeito a nossa MATURIDADE e seu reflexo na vivência corporativa. Mas o que é MATURIDADE? Para o dicionário Aurélio:  estado em que há maturação, idade madura, excelência, firmeza, prudência. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  5. 5.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS Alguns questionamentos pertinentes:  Por que as pessoas são tão resistentes ao amadurecimento?  Por que tem se tornado tão raro ver homens e mulheres crescendo emocionalmente e espiritualmente? Pessoas que apesar de experiências vividas, depois de terem lido bons livros, conversado com pessoas maduras e inteligentes, de terem passado por escolas e universidades, ouvirem boas palestras e saberem quase tudo o que a Bíblia ensina, permanecem imaturas. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  6. 6.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS QUAIS OS RISCOS DISSO? Algumas características refletidas na imaturidade é a LINGUAGEM INFANTIL que para QUEM deveria SER ADULTO, traz riscos, principalmente nos relacionamentos.  O lado obscuro da linguagem infantil:  Irresponsabilidade;  Insensibilidade;  Inconsistência;  Imaginação. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  7. 7.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS Permanecer na IMATURIDADE NÃO É ALGO NORMAL, muito menos desejável para o crente: “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino” (1 Coríntios 13:11) www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  8. 8.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS Mas permanecer na IMATURIDADE É UM RISCO REAL, muito menos desejável para o crente: “Porque, devendo já ser mestres em razão do tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar os princípios elementares dos oráculos de Deus, e vos haveis feito tais que precisais de leite, e não de alimento sólido” (Hebreus 5:12) www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  9. 9.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS Qual é a visão divina da maturidade? A última seção de 1 Tessalonicenses pode parecer simplesmente como uma lista de “faça” e “não faça”. Na verdade, o trecho constitui um maravilhoso guia para a maturidade, mostrando-nos ações e atitudes de uma vida cristã com maturidade. Quais são as instruções de Deus para a nossa MATURIDADE e nossos RELACIONAMENTOS? www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  10. 10.  CONSIDERAÇÕES INICIAIS “A imaturidade é o resultado de uma história vivida sem consciência de destino e sem disciplina.” Esse é o cerne da mensagem do apóstolo Paulo:  volta de Cristo - sobre nosso destino  deveres - sobre a nossa disciplina www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  11. 11.  VERDADE CENTRAL DO TEXTO A certeza da segunda vinda de Cristo nos incentiva a estar vigilantes vivendo de acordo com o que Ele espera de seus seguidores. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  12. 12.  METAS DE APRENDIZAGEM DO AUTOR - PAULO Que o destinatário demonstre:  seu conhecimento dos ensinamentos de Paulo acerca da certeza da segunda vinda de Cristo,  E sua atitude rumo a um estilo de vida que dê evidencias de estar em espera da segunda vinda de Cristo. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  13. 13.  ESBOÇO DO TEXTO – Cap. 4:13 a 5:28 a. Esperança da Vinda de Cristo (1 Tessalonicenses 4.13-18) b. Necessidade de Estarmos Vigilantes e Sermos Fiéis (1 Tessalonicenses 5.1-2, 8-10) Exortação a Cumprir com os Deveres c. (1 Tessalonicenses 5.12-18) www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  14. 14.  1º CONCEITO FUNDAMENTAL – NÃO ESTAMOS SÓS Cristianismo é RELACIONAMENTO; é COMUNHÃO com Deus através de Jesus Cristo. Deus planejou que o nosso relacionamento com Ele se reflita nos nossos relacionamentos com outras pessoas. “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados” é a ordem de Efésios 5:1. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  15. 15.  CRISTIANISMO E RELACIONAMENTOS? “Construímos um cristianismo onde a convivência é desnecessária. Em vez de um corpo temos uma associação de crentes interessados apenas em suprir suas próprias vontades e preferências.” (George E. Ladd) www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  16. 16.  1º CONCEITO FUNDAMENTAL – NÃO ESTAMOS SÓS koinwnia (koinonia) - COMUNHÃO 1) Associação de pessoas, comunidade, comunhão, participação conjunta, relação entre pessoas; 2) intimidade; 3) Ter algo em comum 4) oferta dada por todos, coleta, contribuição, que demonstra compromisso e prova de comunhão A conotação fundamental de comunhão é partilhar alguma coisa com alguém. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  17. 17.  E QUAIS SÃO OS DEVERES INFORMADOS Como exibimos o caráter de Deus em nossos relacionamentos? Veja o que 5:12–15 pede que façamos:  Tratar os líderes com respeito e honra.  Ser um pacificador.  Advertir os preguiçosos e facciosos.  Consolar os temerosos e ajudar os fracos. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  18. 18.  TRATAR OS LÍDERES COM RESPEITO E HONRA Matthew Henry: “Os ministros do evangelho estão descritos pela obra de seu ofício que é servir e honrar o Senhor. Dever deles não só é dar bom conselho, senão também advertir ao rebanho dos perigos e reprovar o que estiver errado. A gente deve honrar e amar a seus ministros porque sua atividade é o bem-estar das almas dos homens.” www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  19. 19.  TRATAR OS LÍDERES COM RESPEITO E HONRA Calvino: “Aqui temos uma admoestação de extrema necessidade. Porque, como o reino de Deus é estimado mui superficialmente, ou, pelo menos, não é estimado à altura de sua dignidade, por isso segue-se deste fato o descaso de mestres piedosos. Ora, a maioria deles, ofendida com esta ingratidão, não tanto porque se vêem desprezados, quanto porque inferem disto que não se rende honra a seu Senhor, por isso se tornam mais indiferentes, e Deus também, sobre bases justas, inflige vingança sobre o mundo, visto que o priva de bons ministros, aos quais ele se mostra ingrato.  www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  20. 20.  TRATAR OS LÍDERES COM RESPEITO E HONRA Calvino: “ Daí não ser tanto para a vantagem dos ministros, quanto de toda a igreja, que os que presidem fielmente sobre ela devam ser tidos em estima. E é por esta razão que Paulo se mostra tão cuidadoso em recomendá-los. Aqui, reconhecer significa ter consideração ou respeito; Paulo, porém, notifica que a razão pela qual se demonstra menos honra para com os mestres do que convém é porque seu labor não é ordinariamente tido em consideração.” www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  21. 21.  O CUIDADO PESSOAL AFETARÁ SUA MATURIDADE Tentar nos RELACIONAR em auxílio e ajuda pode ser frustrante e até exaustivo. Se isto estiver esgotando as nossas almas, será preciso garantir a nossa edificação primeiro, para que estejamos melhor preparados para prestar esse tipo de ajuda. Para fazer isto da melhor maneira, teremos de prestar atenção em nossa própria maturidade. Como isto pode ser feito? Aqui está a resposta à pergunta: www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  22. 22.  O CUIDADO PESSOAL AFETARÁ SUA MATURIDADE Veja o que 5:16–22:  Regozijai-vos sempre.  Orai sem cessar.  Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.  Não apagueis o Espírito.  Não desprezeis as profecias;  julgai todas as coisas, retende o que é bom;  abstende-vos de toda forma de mal (5:16–22). www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  23. 23.  CUIDADOS NO ENTENDIMENTO DO TEXTO “19.Não extingais o Espírito”: “Há quem pense que equivale o mesmo o que se diz nesta sentença e na próxima. Daí, segundo esses, extinguir o Espírito é precisamente o mesmo que desprezar profecias. (...) Pois ainda que desprezar profecias seja uma extinção do Espírito, contudo extingue o Espírito quem, em vez de estimular, como se deve, mais e mais, pelo progresso diário, as fagulhas que Deus acende em seu íntimo, invalidam, por sua negligência, os dons de Deus.” Calvino www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  24. 24.  CUIDADOS NO ENTENDIMENTO DO TEXTO “20.Não desprezeis as profecias”: “Esta sentença é adicionada oportunamente à precedente, porque, como o Espírito de Deus nos ilumina principalmente pela doutrina, aqueles que não dão ao ensino seu lugar próprio, o quanto lhes é possível, extinguem o Espírito, pois devemos sempre considerar de que maneira ou por quais meios Deus se digna se nos comunicar. Que cada um, pois, que se sente desejoso de fazer progresso sob a diretriz do Espírito Santo, então que se deixe instruir pelo ministério dos profetas.” Calvino www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  25. 25.  CUIDADOS NO ENTENDIMENTO DO TEXTO “20.Não desprezeis as profecias”: “Pelo termo profecia, contudo, não entendo o dom de predizer o futuro, mas, como em 1 Coríntios 14.3, a ciência de interpretar a Escritura, de modo que um profeta é um intérprete da vontade de Deus. Porquanto Paulo, na passagem que acabo de citar, designa “aos profetas o ensino para edificação, exortação e consolação”, e enumera, por assim dizer, estes departamentos. Portanto, que se entenda profecia, nesta passagem, no sentido de interpretação adaptada ao presente uso. Paulo nos proíbe de desprezarmo-la, caso não queiramos espontaneamente vaguear nas trevas.” Calvino www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  26. 26.  CUIDADOS NO ENTENDIMENTO DO TEXTO “21.Provai todas as coisas”: “Como os homens temerários e os espíritos enganadores amiúde transmitem seus balbucios sob o título de profecia, por esse meio a profecia se torna suspeita ou mesmo odiosa, assim como muitos em nossos dias sentem quase repugnância ao só título de pregação, visto que há muitas pessoas tolas e ignorantes que do púlpito tagarelam suas invenções indignas,57 enquanto há também outros que são pessoas perversas e sacrílegas, que propalam blasfêmias execráveis.  www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  27. 27.  CUIDADOS NO ENTENDIMENTO DO TEXTO “21.Provai todas as coisas”: “Como, pois, pela culpa de tais pessoas é possível que a profecia fosse considerada com desdém, mais ainda, raramente lhe dessem algum lugar, Paulo exorta os tessalonicenses a que provassem todas as coisas, significando que, embora nem todos falassem precisamente segundo a regra estabelecida, não obstante, que formem um juízo antes que qualquer doutrina fosse condenada ou rejeitada.” Calvino www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  28. 28.  O CUIDADO PESSOAL AFETARÁ SUA MATURIDADE O que pode parecer uma lista de mandamentos é na verdade a receita de Deus para a renovação do vigor pessoal.  O que acontece em nossas vidas quando participamos dessas atividades? Ficamos cheios de alegria; oramos; pedimos que o Espírito nos transforme. Passamos a depender da Palavra de Deus, entesourando o que tem real valor para a piedade em nossas vidas. Essas atitudes e atividades nos EQUIPAM para nossos RELACIONAMENTOS. www.dmmonteiro.com © DMM, 2009
  29. 29. CONCLUSÃO A maturidade cristã de coração e mente se mostrará em atos como os informados pelo texto. O poder de Deus será usado em nossas palavras e atos. Se estivermos trabalhando rumo à maturidade, os resultados serão visíveis — não apenas dentro de nós, mas também ao redor de nós, nas vidas daqueles com quem temos contato.  Seremos reconhecidos como pessoas diferentes.  Seremos reconhecidos como povo de Deus! Sigamos a Deus imitando-O em nossas atitudes e atos. Quando Deus está conosco, podemos ser maduros nesta vida e estar prontos para partilhar da comunhão com Ele no porvir! www.dmmonteiro.com © DMM, 2009

×